VIOMUNDO

Jovem beneficiado por Bolsa Família diz que vai votar em Marina

29 de agosto de 2014 às 14h06

Captura de Tela 2014-08-27 às 01.37.23

por Luiz Carlos Azenha

Em 2010, no Ceará, Dilma Rousseff obteve uma de suas vitórias mais expressivas. Teve 66% dos votos, contra 16% de José Serra e outros 16% de Marina Silva, no primeiro turno. Para garantir uma vitória este ano, especialmente no segundo turno, se enfrentar Marina Silva, a presidente terá de contar com uma vitória esmagadora no Nordeste, já que a candidata do PSB tem avançado nos colégios eleitorais mais importantes.

Os Ibopes mais recentes, pesquisas regionais em estados populosos, marcam:

Captura de Tela 2014-08-29 às 12.25.05

Captura de Tela 2014-08-29 às 12.25.17

Além deste quadro, há outro detalhe — este da pesquisa Datafolha mais recente — que salta aos olhos de quem segue a campanha. A taxa de rejeição de Dilma começa altíssima — 43% entre os eleitores de 16 a 24 anos — e vai se reduzindo gradativamente entre os mais velhos.

Efeito Globo? Desejo de mudança? Insatisfação econômica? Antipolítica?

Difícil saber.

Para pelo menos sondar a situação, entrevistamos por e-mais alguns jovens eleitores de Marina Silva que moram no Nordeste. Aos poucos, vamos acrescentar as entrevistas neste post, à medida em que as respostas chegarem.

As duas primeiras vieram de Sobral, no Ceará, de jovens que se identificam como das classes B e C e estudam no campus local da Universidade Federal do Ceará, pública, criada em 2006 durante o governo Lula:

Nome: Roberto Jordan Rachid Ferreira Bastos, 21 anos de idade

Estuda? Sim, Engenharia elétrica.

Trabalha? Não.

O que fazem seus pais? Microempresários.

Vc se definiria integrante de qual classe social? Classe B.

Por onde você se informa? Internet, TV, jornal.

Quem influencia seu voto? Os próprios candidatos com suas propostas e, principalmente, a sua credibilidade.

Você apoia cotas? Não, nem para estudantes pobres e muito menos cotas raciais. Acredito que seja politica assistencialista e populista, além de parecer que estamos aceitando que a escola pública é e sempre será inferior à escola particular.

Você acredita que o filho de Lula é dono do frigorífico Friboi? Não.

Já utilizou algum programa social do governo? Não.

Quem mais beneficiou o Nordeste nos últimos 12 anos, inclusive o Ceará? Presidente Lula, por sua luta efetiva contra a miséria.

Por que Marina Silva? Pelo seu histórico e sua credibilidade, mas principalmente por ser uma candidata com boas propostas em relação à sustentabilidade e defesa do meio ambiente.

*****

O segundo estudante pediu que seu nome fosse resguardado

Estuda? Engenharia Elétrica, Universidade Federal do Ceará.

Trabalha? Não.

O que fazem seus pais? Meu pai trabalha em uma caçamba, minha mãe trabalha na Embrapa, setor de Recursos Humanos.

Vc se definiria como integrante de que classe social? C.

Por onde se informa? TV e na maioria das vezes internet.

Quem influencia seu voto? A escolha é toda minha, não sou influenciado por ninguém.

Apoia as cotas? Apoio as cotas para estudantes pobres, porém não acho que deveriam ser tantas. Abomino cotas para negros. O que é isso, afinal? Uma pura demonstração de racismo? Pode ser que a maioria dos negros no Brasil é pobre, mas calma aí, já tem cotas para pessoas originárias de escolas públicas. Não concordo com cotas para negros, até porque tem muitos negros ricos e de classe média que estão entrando com mais facilidade em universidades públicas do que alguns brancos, que precisam de um esforço maior para conseguir entrar na mesma universidade.

Você acredita que o filho de Lula é dono da Friboi?  Sim, acredito!

Você já utilizou algum programa social do governo? Não.

Quem mais beneficiou o Nordeste nos últimos 12 anos? Bom pelo fato de o PT estar no poder nos últimos 12 anos, é de se pensar que foi o governo que está no poder que beneficiou o Nordeste. O Ceará começou a crescer depois que o governador Cid Gomes assumiu. Podemos ver, sim, algumas mudanças.

Por que Marina? Voto na Marina porque ela é a única alternativa sobrando para que se possa ter alguma mudança. Já estou cansado desse joguinho entre PT e PSDB. Acho também que o PT está no poder por tempo demais, são 12 anos de governo; mudanças houve, mas veja a situação do país! O povo não está satisfeito, tanto é que houve ondas de manifestações ano passado. Se o povo estivesse bem, não haveria motivo para protestar. Eu tô cansado do PT roubar nosso dinheiro e fazer o que bem entender, parece até que o povo brasileiro fica apenas com o resto do que sobra da corrupção. O Brasil não cresceu tanto quanto era para ter crescido. E esse mensalão? Uma palhaçada que esfregaram na cara do povo brasileiro! Voto na Marina, quero mudança na política. Voto na Marina como um escape, uma esperança de que alguma coisa vai mudar no meu País.

*****

Nome: Solon Dias Alves, 20 anos

Estuda? Faço engenharia elétrica na UFC.

Trabalha? Trabalho como suporte técnico.

O que fazem seus pais? Minha mãe é professora, meu pai faleceu.

Você se definiria como integrante de que classe social? C.

Por onde vc se informa?  Internet e amigos.

Quem influencia seu voto? Amigos.

Cotas nas universidades? Apoio cota para pobres, para negros acho que é uma forma de preconceito.

Acha que o filho do Lula é dono da Friboi? Nunca me interessei em saber sobre a vida do filho do Lula.

Já foi beneficiado por algum programa social? Sim, o Bolsa Família.

Quem mais beneficiou o Nordeste nos últimos anos? O PT, por estar no governo.

Por que Marina? Pelos seus projetos e por todo o seu currículo.

Leia também:

Ângela, filha de Chico Mendes: Marina é um enorme ponto de interrogação

 

103 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Gileno Correia dos Santos

06/09/2014 - 14h30

O tiro da má educação que a rede globo atirou contra a Dilma saiu pela culatra; voto em Dilma.

Responder

Gileno Correia dos Santos

03/09/2014 - 16h59

Vamos fazer de bobo os políticos e a mídia, Dilma neles!

Responder

Luiza

03/09/2014 - 01h46

Que tristeza ver esses jovens totalmente perdidos..
Universitários e “analfabetos políticos”. Pobres jovens..

Nação rica com um povo “analfabeto político” decidindo o destino o seu destino só poderá mesmo terminar em FRACASSO.

Com Marina perderão o seu futuro. Verão as universidades serem privatizadas, assim como também as escolas técnicas que a Dilma fez com tanto gosto..

Perderão o proune, pronatec, ciência sem fronteira..

Não se beneficiarão dos investimentos do pre-sal em saúde e educação..

Estão dando autorização para Marina “entregar” a nossa maior riqueza, o petróleo, para chevron/EUA. Se arrependerão amargamente pela sua ignorância.

Será tarde..

Querem Marina?? A terão.

Quando o desespero desses jovens vier pelo erro de “entregar” o país nas mãos erradas não adiantará nada protestar nas ruas. Serão marginalizados e humilhados. Pagarão tão caro pelo erro.

Pobre jovens despolitizados. Estão totalmente enganados em relação a Marina. Ela não é a mesma pessoa há muito tempo.

Pelo analfabetismo político deles o Brasil será ferido de morte.

Eles não são cidadãos de metrópole, são cidadãos de colônia.

Que horror.!!

Responder

Mardones

01/09/2014 - 10h19

Nos cursos de Engenharia há disciplinas de História, Sociologia e Direito?

Caso contrário, esses jovens poderão ser ótimos engenheiros e péssimos cidadãos.

Falam que se informam pela internet como se fosse um passaporte para o esclarecimento.

Deveria perguntar a eles o que sabem sobre a ditadura de 1964 e os reflexos no Brasil de hoje.

Responder

Fabiano

31/08/2014 - 17h05

Ingratidão.

Responder

Narr

31/08/2014 - 16h46

Vamos assumir: desde as eleições passadas, a maioria dos candidatos do PT ESCONDE a estrela do partido, a sigla PT.

Se o próprio petista acha que o PT é indefensável, o que dirá de uma geração educada pela Veja e pela Globo?

Que tem Danilo Gentili como guru político?

O maior problema da Marina ser eleita não é o PT ficar de fora, é o PT e qualquer esquerda ficarem desacreditados como oposição.

Embora lembre os velhos tempos stalinistas, talvez seja a hora dos companheiros realizarem a autocrítica.

Responder

Giordano

31/08/2014 - 16h45

Essa molecada estava nascendo em 1995, quando FHC abriu as portas para a selvageria do neoliberalismo que levou o Brasil a pedir penico por três vezes ao FMI. Foram nove anos sem aumento para o funcionalismo público. Milhares de postos de empregos foram simplesmente fechados. Os pais desses imberbes comeram o pão que o diabo amassou para que eles não passassem fome. Agora me vêm com essa porraloca de discurso eco-messiânico sem rumo da Marina Silva. Me poupem, cresçam e apareçam, seus alienados de merda.

Responder

jacó

31/08/2014 - 15h44

Eles são minoria não afetarão as eleições pois os que votam em DILMA e votão em LULA asiim como eu esta na faixa etária de 29 a 45 anos, hoje souadvogado com especialização graças ao PROUNI consegui terminar a faculdade onde mora não havia faculdade de direito hoje tem duas de direito medicina entre tantas outras o BRASIL hj é outro pode crer.

Responder

José Henrique

31/08/2014 - 14h45

Infelizmente os que mais utilizam dos benefícios dos governos do PT, são os que são mais manipulados pela mídia fascista.Estão todos estudando graças ao FIES,PROUNI,PRONATEC,CIÊNCIAS SEM FRONTEIRAS,buscando remédios gratuitos nos postos de distribuições,recebendo bolsas sociais.Eles defendem os interesses da elite,porque não tem raciocínio próprio,não conseguem nem olhar para si mesmo, se veem no outro, rico claro.O Brasil ainda não tem POVO tem uma massa de manobra,um bando de anda e fala.

Responder

    edir

    31/08/2014 - 17h40

    José, o triste é ver eles se juntarem aos que tem preconceito contra eles mesmos. Eles recebem benefícios do governo, e junta aos que säo contra os que recebem esses benefícios. Entendeu a coisa ?
    Tenho uma conhecida que é mulata, fez alguns cursos do Pronatec, ela é contra o PT, contra Dilma, contra cota recial. Dá para entender ?

Josué

31/08/2014 - 14h15

Eu tô dizendo!!!
O voto na Marina é o voto do saco cheio. O voto das anos perdidos sejam FHCs, Lulas ou Dilmas que ao povo acabam parecendo todos a mesma coisa.
O PT, a Lula e a Dilma parecem deus: Tudo que acontece de bom é por conta deles, tudo que acontece de errado é por conta do povo ou de fatos externos.
Do mesmo modo que é fácil ser deus, é fácil ser PT e ser Dilma.
Não simpatizo com Marina. Não gosto da ligação dela com as duas grandes potencias econômicas do País – Os Bancos e os Evangélicos.( duas atividades muito, muito lucrativas no Brasil…)
Horror dos Horrores!!! Sem chances pro Aécio me obrigarei a votar na Dilma para tentar evitar a Marina!! Se não fosse trágico seria cômico.

Responder

abolicionista

31/08/2014 - 12h09

É preciso divulgar que André Lara Resende, o conselheiro econômico da campanha de Marina, foi um dos protagonistas do escândalo da privatização da Telebrás (que favoreceu o banco Opportunity, do Daniel Dantas). Resende era então o presidente do BNDES e gravações das maracutaias entre ele e FHC vieram a público, forçando-o a renunciar. É a nova política? Ah, também foi um dos arquitetos do fracassado Plano Cruzado e apoiou o confisco das poupanças feito pelo governo Collor. Realmente um rosto novo!

Responder

Helenita

31/08/2014 - 11h28

Essas duas sumidades alunos de uma Universidade Federal, são estudantes de engenharia, exatamente a área científica que Lula tanto enfatizou como essencial para o desenvolvimento tecnológico do Brasil, pois bem, esses mesmos letrados jovens, podem arranjar uma caixinhas bem bonitas PARA GUARDAREM SEUS DIPLOMAS DE ENGENHARIA, pois em um possível governo de Marina, a falsa, não precisarão deles!
De fato, dêem-se por muito felizes se arranjarem empregos na indústria canavieira, ou sucro-alcooleira, que já desponta como a preferida das Marina falsa! Nada e construção civil, pois ela quer a restrição do crédito, nada de indústria petrolífera, portanto nada de indústria fabricante de equipamentos para a Petrobrás, nada de refinarias nada de indústria naval, nada de explorar petróleo em alto mar, nada de pesquisa científica, pois a mocinha da floresta não quer saber disso!
Vão em frente, idiotas, vão se dar bem, com a cara no chão e sua soberba também.
Veja, Azenha, desde os anos 70, de chumbo, eu era aluna da Universidade Católica de Goiás, onde, a despeito da alta perseguição de intelectuais e professores, havia um fecundo ambiente de politização, enquanto que na UFG víamos que os alunos eram muito alheios ao momento político, bastante alienados em sua maioria, pensamento que continuou nos profissionais que se tornaram. De fato, talvez pela acomodação dos professores por serem servidores públicos com estabilidade, o certo é que a sua mentalidade política é de muita indiferença e certamente egoísmo, pois quando se dedicam a pleitear vantagens salariais, promovem longas greves, lesando a sociedade e exibindo sua soberba e egoísmo.

Responder

    Urbano

    31/08/2014 - 12h33

    Perfeito Helenita. As Universidades Federais são densamente recheadas de conservadores, tanto no corpo discente como no docente, porque antes dos filhinhos de papai virem a chegar nelas, todo o trajeto de formação escolar se deu nas melhores escolas particulares. A razão de optarem em bom número pelas Universidades Federais é decorrente de que estas possuem melhor qualidade de ensino e é gratuita. Agora, há também um certo número deles, que apesar de tudo, não se descolou da cretinice, pois de cima de toda a sua pose crê fortemente que vem a ser mais inteligente, em face das notas obtidas, do que aqueles que vieram de escolas públicas.

Gerson Carneiro

31/08/2014 - 10h49

Para o Roberto Jordan Rachid, pela sustentabilidade e defesa do meio ambiente a Marina vai dar um pasto só pra ele.

Para o sem nome (como o dono do jatinho), como escape e mudança a Marina o levará de volta ao passado.

Para o Solon Dias Alves, quando a barriga voltar a roncar, a Marina dará os projetos e o currículo dela pra ele comer.

Boa sorte.

Responder

    ricardo

    31/08/2014 - 16h32

    Poderoso argumento! Se entendi bem, universitário que não vota em Dilma é burro e/ou traidor. Eu acrescentaria que deve ser também feio e cara de mamão.

Mário SF Alves

31/08/2014 - 10h44

Brasil bizarro! Brasil da realidade transgenizada pelo paranormal e esotérico discurso da sustentabilidade transversal.

Sui generis Brasil. Tresloucado Brasil. Messiânico Brasil: amanhecerá tomate e anoitecerá mamão.

Enquanto isso… enquanto o tempo não traz seu abacate, o longamente acalentado sonho de democracia plena vai virando pó numa tempestade de plim-plim.

O absurdo vira regra e avião sem dono serve, inclusive, a inconfessáveis propósitos de burlescos Reichstags!

Bizarro?

Nada disso. Consulte-se a História.

Responder

leopoldo

31/08/2014 - 09h23

A classe média é traidora, ingrata, vingativa, contraditória e alienada. Quem quer mudança radical mesmo, vota em Luciana Genro.

Responder

    Mário SF Alves

    31/08/2014 - 10h52

    Mudança radical? Com a eleição do Psol? Como?

    Não conheces a natureza do poder que sempre dominou e infernizou a vida do povo neste imenso e riquíssimo Brasil.

    Mudança radical aí só se for a velha repressão militar e a subsequente ditadura de direita, plena e escancarada.

Paulo Expedito

31/08/2014 - 05h35

Moro em Fortaleza, no meu círculo de amizades formado por profissionais liberais, empregados públicos, professores e pequenos e médios empresários, quem defende o PT sofre bullying, somos minoria arrazadora, participava tb de um grupo de pessoas que pedalam, os organizadores deste e outros grupos utilizam o whatsApp para combinar encontros, eles e outros participantes são anti PT, passam o dia fazendo postagens denegrindo o PT, se alguém pelo menos se manifestar em defesa do PT excluído, me excluí.
Bem anteriormente, já tinha notado este comportamento com vizinhos, parentes, principalmente os mais jovens, ex-amigos e conhecidos, a prática do bullying expandiu-se, defender o PT o provoca.
Voto no PT, mas a grande maioria dos candidatos de minha cidade foram covardes no julgamento do mensalão, fiz perguntas nos sites dos parlamentares na época porque se omitiam, eles não responderam.
Eu, um médio empresário, lendo blogs defendia e era descriminado, eles que viviam na e da política, acovardavam-se.
O bullying, não me faz desistir, sigo o que manda minha consciência, tenho irmão, sobrinhos, primos, parentes em geral que me excluíram, é uma luta difícil, você destroe amizades.

Responder

Pedro Lima

31/08/2014 - 04h44

Sem Ley de Medios não podemos esperar nada diferente disso.
Como não temos muito tempo, vale mesmo mostrar no horário político o apagão, aumento dos combustíveis, universidades fechadas, minha casa minha vida acabando, etc. É o resumo do programa de Marina.

Responder

Cláudio

31/08/2014 - 02h13

Com Dilma, a verdade vai vencer a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . Vote consciente e de forma unitária para o seu/nosso partido ter mais força política, com maioria segura. . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

Responder

Marat

31/08/2014 - 00h00

Alienados há, aos borbotões!!!!!!!!!!!!!!
Estúpidos, burros e trouxas, também!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

Gian Almeida

30/08/2014 - 22h09

Bem, mentiras foram repetidas até se tornarem a verdade. O PT falha pq muitas questões, por imaginarem ser pequenas, não foram esclarecidas. Faltou regulamentar a mídia, ou exigir espaço maior para explicações, e existem formas mais claras de se explicar. Quando não se tem mídia à favor, – o que é bom, pois lhe obriga a passar uma mensagem clara, concisa, verdadeira e que não dê chance a desmentidos – tem que ser claro e se mostrar sempre. Essa é a alma da política.

Isso tudo é inevitável e qualquer outsider despontaria. Todos os jovens e adultos que convido tem péssima visão sobre o que foi feito pelo PT, até porque o pobre já não é mais tão pobre, quer experimentar novidade, quer consumir novidade, mesmo que a novidade seja algo que cobre o velho, e o velho eles só conhecem pelo nome de PT.

E o PT é o partido que se ama ou se odeia. Não tem meio termo. Por tudo o que ele fez e enfrentou, ele desperta os extremos e quem está se cansando de extremos vota no meio, meio-termo, meia boca, meio, metade. Nem lá, nem cá. Isso tudo para não se encher com brigas de seu ninguém e viver sua rotina em paz.

Temos que refletir.

Responder

Israel Just da Rocha Pita

30/08/2014 - 22h05

Pobre coitados só não vão se arrepender e chorar lágrimas de sangue por que a Marina não vai ganhar. Não tem senso critico da realidade e nem perceberam que as manifestações do ano passado foram manipuladas tanto que neste ano não se repetiram, principalmente depois da copa que eles torceram tanto pelo fracasso e este foi apena de seleção.
Até o momento nunca vi um eleitor de Dilma dizer que vai votar na marina, o voto em Dilma é fiel.
Os institutos de pesquisa estão inflando a Marina. Agora o PT tem que ser mais agressivo, e mostrar o que estes apoiadores de Marina fizeram pelo
Brasil e pelo povo.
Estou achando que este avião foi derrubado de proposito, merece uma investigação mais rigorosa. Porque a marina não foi nesta viagem? Aqui na Bahia ocorreu um fato semelhante, alguém não entrou no helicóptero e este caiu.

Responder

MANREL

30/08/2014 - 21h12

Eles serão os próximos “IMBECIS BEM TREINADOS”
Infelizmente tem a cabeça feita pelo PIG, quando abrirem os olhos, verão a cagada que fizeram.

Responder

lulipe

30/08/2014 - 21h12

Eu não sabia que existia uma vinculação entre quem ganha bolsa-família e o voto no PT, deve ser a tal da institucionalização da compra de voto de que tanto falam.Se fossem votar no partido que criou o programa, votariam no PSDB, já que o PT apenas copiou e deu outro nome, se apoderou como no caso da criação do TCU.

Responder

    Carlos de Sá

    31/08/2014 - 02h55

    Engraçado lulipe, você reduzir a questão abordada na matéria e o conteúdo dos comentários acima e extrair apenas o bolsa-família.
    Pelo que li dos comentários, o que percebi de mais relevante foi os investimentos em universidades no estado do Ceará e obras de combate a seca que mesmo o Brasil passando por uma das maiores seca dos últimos cem anos os estados do nordeste vão razoavelmente bem, sem os flagelos. No entanto, o governo do PSDB de São Paulo se preocupou em remunerar bem os acionistas da SABESP e esqueceram de investir em rede de captação, tratamento e represas e deu no que deu, São Paulo com falta de água.
    Não adianta seu coxinha, vai dar Dilma!
    Viu sua candidata plano B Marina Bipolar que num dia é a favor e no outro, muito pelo contrário, muda de opinião pra não perder os votos do malafaia. Essa é a candidata da mudança, muda toda hora de opinião. kkkkk
    Ela pra não perder os votos do banqueiro, nem a grana pra sua campanha, é a favor das políticas neoliberais que fez água nas economias das maiores potências do mundo, principalmente na Europa. Sem falar nas desgraças sociais que esta política carrega no seu seio.

Anibal Paz da Silva

30/08/2014 - 19h33

Se perdermos as conquistas, até aqui com Lula e Dilma, é guerra civil! Primeiro alvo será a globo. É impossível assistir o que esses safados golpistas estão fazendo com um governo legitimo e popular. Onde estão nosso judiciário e OAB ??

Responder

    lulipe

    30/08/2014 - 21h06

    Esses são os democratas do PT!!!

    Mário SF Alves

    31/08/2014 - 11h25

    Cômodo isso, não?

    Equação esquisita essa.

    Imagine o cenário: brasileiros politicamente mais conscientes, por princípio, radicalmente contra a intolência, sobretudo, política, e em luta por democracia plena, concedem espaço e voz pra representantes e adeptos de todas as demais ideologias, inclusive as de extrema direita, aí, alguns destes, sem a menor noção de justiça e equilíbrio ou coisa que o valha, deitam e rolam. E, tal qual pinto no lixo, estéricos antipetistas desandam a aspergir falácias como se em democracia plena vivêssemos.

    Cômodo demaaaaaaaaais.

    Taí, gostaria de te ver defendendo tolerância política num site de direita. Vai sentir na pele o drama e logo, logo vai descobrir o significado e sentido da equidade que se defende aqui no Viomundo!

    Essa sua balança só pende pro mesmo lado, cara. Acorda!

    lulipe

    31/08/2014 - 16h53

    Você concorda com o comentário do Anibal, caro Mario???

    Mário SF Alves

    31/08/2014 - 18h02

    “Você concorda com o comentário do Anibal, caro Mario???”
    ____________________________
    Ora, Lulipe, o que ou quem lhe garante que o Anibal seja do PT?
    _______________________________________________

    Outra coisa. Quem sou eu para julgar a consciência alheia, mas, não obstante a expressão de desespero, a pergunta “Onde estão nosso judiciário e OAB ??” demonstra cabalmente que [ainda] se acredita na Justiça, não?

    edith

    31/08/2014 - 18h12

    Voce deveria estar no blog do PSDB dando consolo ao Aécio. O que faz aqui ? criatura. Parece um defunto andando !!!!

    Jader

    30/08/2014 - 22h47

    Guerra civil?
    Oba, vamos matar petistas!!!
    Não! Espera.. . Não é legal…
    Petista, apesar de imbecil, também é ser humano.

Adriano Martins

30/08/2014 - 18h06

O corte estatístico está muito viciado (bias alto): só tem estudante de engenharia elétrica. Este tipo de estudante tem um perfil bem específico, e não me admiro que eles tenham esta posição. Mas pode ser um indicativo sim de antipolítica somada à má informação sobre a candidata pretendida.

Responder

Francisco

30/08/2014 - 17h18

“Eu tô cansado do PT roubar nosso dinheiro e fazer o que bem entender, parece até que o povo brasileiro fica apenas com o resto do que sobra da corrupção. O Brasil não cresceu tanto quanto era para ter crescido. E esse mensalão? Uma palhaçada que esfregaram na cara do povo brasileiro!”

Se o PT perder é para si mesmo. Voto no PT desde as Diretas Já. Porque o PT nunca deu a menor atenção à demanda por uma Lei de Mídia? Porque eu não recebi atenção? Porque esse jovem não sabe NADA sobre o mensalão? Porque ele vai votar em outro grupo por mero TÉDIO? Porque não interviemos no currículo escolar? Porque ele não sabe NADA sobre o Regime Militar? Porque ele não sabe NADA sobre a escravidão e o racismo no Brasil? Porque ele não sabe NADA sobre as imensas obras de infraestrutura que estão sendo feitas no país sendo estudante de ENGENHARIA?

O PT deixou. Dilma presidente, Temer… Temer vice…

Responder

Fripp

30/08/2014 - 16h58

Por que ficar atacando o jovens eles tem o direito de escolha.Eu mesmo não sou mais jovem, sou aposentado e vou votar na Marina e consegui reverter,acredito eu, vários votos para a Dilma e o Aécio de colegas meus que se aposentaram ou outros que vão se aposentar no próximo ano.O argumento foi o seguinte eu perdi 30% da minha aposentadoria pelo maldito fator previdenciário, os culpados por isso foram FHC por ter criado o mesmo com oposição ferrenha do PT que dizia que sempre o trabalhador é que pagava o pato, blá,blá!!!e o Lula e Dilma que quando assumiram o governo quando questionados sobre isso fizeram cara de paisagem ou então diziam que era um mal necessário para equilibrar as contas da previdencia, quanta incoerencia, isso é só um fato há outros casos ocorridos no FHC com total oposição do PT e depois não é nem com ele.

Responder

    Gilson Raslan

    30/08/2014 - 20h49

    Fripp, pessoas como você são dignas de pena. Vota em Marina só por causa do fator previdênciário, mas não vê a desgraça que pode causar ao país, sendo conduzida pelas mãos da banqueira do Itaú, Neca Setúbal, e pelo pastor Silas Malafaia, fanático religioso, homofóbico, esplorador dos incautos seus seguidores.
    Vá em frente, Flipp.

    Rodrigo Leme

    31/08/2014 - 09h17

    Então não existem nem banqueiros nem fundamentalistas religiosos apitando no governo Dilma? Você está certo disso?

    abolicionista

    31/08/2014 - 12h13

    Sem falar no André Lara Resende, o conselheiro econômico de Marina. Ele foi um dos protagonistas do escândalo da privatização da Telebrás (que favoreceu o banco Opportunity, do Daniel Dantas). Resende era então o presidente do BNDES e gravações das maracutaias entre ele e FHC vieram a público, forçando-o a renunciar. É a nova política? Ah, também foi um dos arquitetos do fracassado Plano Cruzado e apoiou o confisco das poupanças feito pelo governo Collor. Realmente um rosto novo! Hoje atua no mercado financeiro com uma companhia de investimentos.

    José Carlos

    31/08/2014 - 17h46

    … sou aposentado, também, penso que realmente existe uma perda constante em meus rendimentos, entretanto devemos levar em consideração estudos atuariais que determinam as possibilidades ..
    … qual o sentido de boas promessas? se elas não podem serem cumpridas … com populismo não se chega a lugar algum, seja sensato, DILMA_2024 …

Marat

30/08/2014 - 15h15

Lógico que, em minha opinião, o governo de uma fanática religiosa apoiada por banqueiros será uma grande catástrofe (para os pobres) nacional, contudo, apesar de saber que isso acelerará o fim do Brasil como nação independente e soberana, ao menos verei o PSDB naufragar, e transformar-se numa mistura de UDN com PFL sem muita força. Ao menos isso.
Mas, no fi das contas, o mais doloroso será o fato de sermos comandados diretamente por um país asqueroso e que só pensa em guerras e roubos. Pela equipe econômica, isso está desenhado!

Responder

Marcos Rocha

30/08/2014 - 14h23

Na minha opinião, o desespero dos comentaristas está exagerado.

No começo dos anos 80 eu, ainda criança, me lembro das discussões de meu pai e do meu avô sobre política.

SÉRIOS, ambos votavam, obviamente, no PMDB.

Mas eu tinha um tio, cabeludo (e suspeitava-se “maconheiro”), que votava no…PT.

Lembro de meu pai e meu avô mencionarem meu tio como irresponsável, afinal, saíamos de uma ditadura e o Brasil precisava de políticos sérios, não de aventureiros (o PT) etc…

Tratavam-no, na verdade, como um alienado bobão.
_________________________________________________

Trinta anos depois vejo o mesmo discurso, do lado oposto.

Para a maioria dos comentaristas daqui, até outro dia a Marina prestava, agora não presta mais só porque saiu do PT? Qual a credibilidade dessa crítica?

Sei lá, se o Mercadante sair do PT amanhã será tratado como bandido?

__________________________________

Na minha humilíssima opinião, certos avanços tornam-se de tal maneira incutidos nos corações e mentes de um povo, que governantes vindouros não teriam força para abandoná-los.

Ex: o PT fala, fala e fala contra, mas nunca questionou a política de responsabilidade fiscal implementada por FHC. Superavit primário, metas de inflação, pagamento da dívida etc… são políticas que vieram para ficar. O brasileiro NÃO QUER INFLAÇÃO. Quando alguns economistas governistas ensaiaram um discurso mais flexível quanto a inflação, o país reclamou e o governo recuou.

DA MESMA FORMA, as políticas sociais.

O brasileiro já está inserido e acostumado com essa espécie de estado de nem estar social criado pelo PT. Vocês acham, realmente, que um futuro governante vai chegar e acabar com Bolsa Família, Prouni, Pronatec etc..?

Só se for suicida.
_________________________________

Os petistas estão esquecendo algo importante: o brasileiro que vota em Marina quer um Brasil MELHOR que o de Dilma, não pior.

Quer MAIS direito e não MENOS.

É como vejo.

Responder

    abolicionista

    30/08/2014 - 16h30

    O problema, meu caro, é o que você não vê. Desvinculação do Banco Central, política de privatizações, desemprego e arrocho salarial, ou seja, desmonte do estado recomendado pela velha cartilha neoliberal. Isso sem falar na impossibilidade de conquistar maioria no congresso sem aliar-se ao PSDB. Marina é a candidata dos banqueiros e do mercado financeiro, que são o suporte de seu projeto político, os cabeludos e maconheiros de hoje, cansados “de tudo isso que está aí”, são apenas a velha massa de manobra alienada que, como os galos que encimam os campanários das igrejas, apontam o nariz para onde o vento sopra. E o vento chamado Marina sopra com toda a força para a direita.

    Seu Zé

    30/08/2014 - 18h51

    Sabe de nada, inocente!!!

    NeoTupi

    30/08/2014 - 20h16

    Sua comparação com os anos 80 está errada.
    O equivalente ao PT daquela época tem semelhança com o PSOL ou o PSTU de hoje, nunca com a atual Marina.
    Marina está com as forças políticas que estavam no PDS de 80 (ex-ARENA) e que equivale ao DEM de hoje.
    Quem o Agripino Maia, presidente do DEM, apoia no segundo turno? Dilma ou Marina? Se brincar já está apoiando no primeiro turno.
    —————————————–
    Se Mercadante, Dilma, Lula saíssem do PT para virar candidatos dos banqueiros do DEM, receberiam as mesmas críticas que Marina está recebendo.
    Não é a pessoa de Marina que está sendo criticada, é seu projeto de poder que retrocede ao neoliberalismo dos anos 90, onde os bancos ganharam demais e empobreceram o povo, gerando concentração de renda.
    —————————————–
    Acabar com programas sociais não é só extingui-los, isso nem o Aécio seria louco de fazer. É esvaziá-los, é congelar ou reduzir verbas. No RJ, os CIEPS de Brizola todos disseram que iriam continuar nas eleições de 1986. Ninguém fechou Cieps, mas acabaram com o programa pedagógico, esvaziaram o horário integral, fecharam a escola nos fins de semana quando antes haviam atividades esportivas e culturais para comunidades carentes, acabou com a família do zelador abrigando menores abandonados, tudo isso por não soltar verbas. E os prédios que estavam em construção não foram concluídos.
    Marina diz em seu programa de governo que vai diminuir o tamanho do estado, que criará um conselho de responsabilidade fiscal externo (uma espécie de FMI do mercado financeiro para intervir no governo), logo é a equipe econômica padrão DEM-Itaú que vai dizer o tamanho das verbas sociais que sobra.
    ———————————-
    Sei que o brasileiro que vota em Marina quer um Brasil melhor, mas ele está sendo enganado ao “não ler as letras miúdas do contrato”.
    Marina não representa mais direitos. Representa menos direitos quando defende o estado mínimo e submissão da sociedade ao mercado financeiro.

    Maria Helena Correa

    31/08/2014 - 09h52

    Excelente resumo, Neo-tupi. Deixe-me acrescentar uma declaração que está passando batida nas “letras miúdas” do programa da Marina PSB: desindexar a economia. Significando que precisam rever a atual legislação de reajuste do salário mínimo, grande conquista dos governos do PT – que garante aumentos acima da inflação porque incorpora o aumento do Pib do ano anterior. Parece pouco; não atinge os formados? Mas os empresários irão ter um piso para achatar todos os demais salários, inclusive desses ingênuos que pensam que vão ganhar bem quando se formarem engenheiros. Tudo isso para gerar sobras de caixa para os especuladores, que receberão juros altíssimos no mercado financeiro, juros que nó todos pagaremos. Sinto muito, acho que esses alienados vão nos enterrar.

    Lucinda G Mariano

    31/08/2014 - 18h36

    Muito bom o seu comentário, há um ponto importante a Marina, é um produto de consumo criado em 2010 par ajudar a eleição do Serra, ela feito Narciso olhou para lago/mídia que, dizia ela é o messias que vos salvará;ficou enfeitiçada pela aquela imagem. Ela segue sendo usada pela direita que,não está nem ai para o povo, eles pretendem alçá-la ao poder e depois almoçá-la e cuspir os ossos.

Amilcar Rodrigues

30/08/2014 - 13h19

Esses moços, pobres moços, ah se soubessem o que eu sei…

Responder

    FrancoAtirador

    31/08/2014 - 03h49

    .
    .
    Fosse no período de Collor e FHC, na década de 1990,

    e esses jovens não teriam optado pela Engenharia.
    .
    .
    29/09/2008
    Folha de S.Paulo

    Com o crescimento econômico brasileiro,
    a demanda por alunos formados
    em cursos de Engenharia vem aumentando…

    “Ser engenheiro no Brasil na década de 90
    era quase ser condenado ao desemprego.
    Mas o País está crescendo
    e voltou a ser importante
    a formação de engenheiros”,
    disse a ministra Dilma Rousseff,

    afirmando ainda que as universidades brasileiras
    precisam “cumprir seu papel”,
    desenvolver pesquisa e formar cientistas.

    “Se deixarmos para as forças do mercado,
    a Petrobrás vai comprar plataformas
    na Coréia e em Cingapura.
    Não é isso que queremos.”

    (http://aprendiz.uol.com.br/content/dobrocriho.mmp)
    .
    .
    O BRASIL DESEMPREGADO

    Anos 90: o Pior Desempenho Econômico do Século

    Como Collor e FHC fizeram crescer o desemprego

    e mais de 3 milhões de empregos foram destruídos

    (http://www.fpabramo.org.br/uploads/Brasil_desempregado.pdf)
    .
    .

    FrancoAtirador

    31/08/2014 - 04h10

    .
    .
    Mas, sabe como é a juventude:

    De repente é muito chato se formar em Engenharia

    e já ter um emprego garantido com um bom salário.

    O melhor negócio talvez seja curtir muitas emoções

    como os engenheiros recém formados nos anos 90

    que tinham de vender frutas e legumes na feira.

    Ou então fazer como aqueles outros graduados

    que votaram no Collor de Mello pelas promessas

    de mudar tudo aquilo que estava lá em Brasília,

    e 2 anos depois foram para a rua com a cara pintada

    pedir o impeachment do Presidente da República.

    É. Esses moços adoram viver perigosamente…
    .
    .

    Mário SF Alves

    31/08/2014 - 19h08

    “Ser engenheiro no Brasil na década de 90
    era quase ser condenado ao desemprego.
    Mas o País está crescendo
    e voltou a ser importante
    a formação de engenheiros”,
    disse a ministra Dilma Rousseff, …”
    ____________________________
    É bom que você tenha feito essa observação, prezado FA, até porque é importante que fique claro duas coisas:

    1) Na citada década de 90 a ordem e a regra era impor o neoliberalismo no Brasil. E isso foi rigorosamente obedecido. Tanto no meio Collor, quanto nos dois períodos FHC. Com o advento do governo do presidente Lula, o entendimento foi outro. A formação politica dominante no PT entendia exatamente o oposto do neoliberalismo. Por tragédia e sorte vimos e estamos vendo os impactos sociais negativos do neoliberalismo em países da Europa e nos EUA. Portugal, Espanha e Grécia, por exemplo estão quebrados. Desemprego calamitoso; perda de casas próprias; suicídios.

    Poucos se dão conta da questão da diferença ideológica entre governos e os respectivos modelos de gestão adotados.

    Nos governos neoliberais quem comanda é o mercado, as grandes corporações, o sistema financeiro [bancos, associados rentistas/altos investidores]. Não se precisa de nada além disso. Por isso, toda ênfase no discurso contra o Estado; pintado como pesadão; verdadeiro elefante em sala de cristais [a propaganda do Collor usou intensamente essa figura de linguagem!]. Por isso toda sede e ânsia de privatização, a qualquer custo. Lógico, que não apenas por isso. Só os simples não vêm. Estado mínimo, agências reguladoras, diminuição de risco país, flexibilização das leis trabalhistas, etc., etc..

    Paradoxalmente, ainda agem como se de fato acreditassem o modelo econômico fundado da ideologia neolioberal, a economia funcione suficientemente bem com incríveis 50% da população fora do mercado consumidor. Com esse universo de excluídos apenas subsistintido, apenas sobrevivendo e se ofertando como mão-de-obra barata a ser explorada por companhias estrangeiras no processo de globalização da economia. Com tamanha exclusão social a demanda por energia industrial cai, a demanda por alimentos cai, a demanda por mão-de-obra igualmente cai, e a natureza, enfim, feliz, de volta aos anos dourados do FHCb, agradece.

    A solução para esse paradoxo não existe. Porém, existe, sim, um discurso renovado renovado e avexado montado tal de “transversalidade” sabe-se lá o quê; no surrado discurso da “sustentabilidade ambiental” [sabe-se lá o como], na autonomia/independência do Banco Central [possivelmente em substituição àqueles abutres do FMI que ditavam as regras na economia antes do primeiro governo Lula]
    ___________________________

    2) A bronca toda com os governos Lula e Dilma por parte dos que defendem a ideologia do capitalismo financeiro-neoliberal, decorre exatamente do fato destes governos terem demonstrado aos quatro cantos do mundo que um outro modelo econômico era possível.

    No Brasil real, um governo que seja socialmente inclusivo, respeitoso e correto em relação às liberdades e direitos individuais e coletivos tem de ser totalmente diverso daquele do neoliberalismo. Portanto, não encontra outro caminho senão o da dinamização da economia com vistas ao desenvolvimento socio-econômico. Tudo isso, acrescido de estratégias que sejam formidáveis. Inclusive, e igualmente, fundamental, estratégias geopolíticas.

    Por tudo isso, entendo comoe fundamental a educação política no Brasil.

    E é aí que entra a reflexão:

    Quem oferece mais oportunidades sociais? Quem por natureza tem o dever de garantir mais direitos e liberdades? Lula/Dilma ou FHC, Collor e agora, Marina?

    Eis a questão!
    ________________________________________
    PS.:

    Reconheço que estou longe de poder esgotar o assunto, por isso, aproveito a ocasião e convido a todos/todas a somar forças no aprimoramento da presente contribuição.

Fabio Passos

30/08/2014 - 12h02

marina é um embuste da direita.

marina ataca a democracia, entregando a economia para meia dúzia de nababos miliardários… que só sabem enriquecer especulando no mercado financeiro.

Responder

Magda Mª Magalhães

30/08/2014 - 11h03

Esta situação é muito culpa do PT. Nos programas políticos de 2ª feira, quinta-feira e nas pequenas inserções, só vi programa de muito oba-oba, nunca de educação política. Por quê não usar este direito para educar? Não acreditam que a educação transforma um povo? Também o governo federal deu mole. A educação básica é ministrada pelos municípios e estados. Cabia ao governo federal liderar um movimento real pela qualidade de educação. Assim como, cabe a ele liderar programa de segurança, de saúde. O PT partiu do princípio federativo, cada ente faz a sua parte. Disponibilizou recursos para quem fizesse projetos. E, pela baixa qualidade de prefeitos, e até governadores, eles não souberam fazer os projetos e, por isto, não receberam estes recursos. Agora o governo federal pode pagar pelo que estados e municípios fizeram ou deixaram de fazer. Nos protestos de junho de 2013 a mídia conseguiu canalizar, como se fosse protesto contra o governo federal. E a Dilma foi a única que se mexeu com propostas emergenciais e que não dependiam apenas dela. Haja vista a constituinte exclusiva para a reforma política.
Na realidade, quando se entende o protesto, vê-se que, embora, muitos nem sabiam contra quem protestavam, as reivindicações eram para melhorias de fatores administrados pelas competências municipais, estaduais e federal.
E Dilma não conseguiu passar esta mensagem, nem liderar mudanças.

Responder

mineiro

30/08/2014 - 10h53

tem desgraçado de todo tipo , o pobre sem vergonha que me desculpe a expressao é o pior deles. é so melhorar um pouco a vida ja se acha , tao se acha que vai votar nesse embuste sem vergonha e depois vai chorar o leite derramado. nao tem como? se vai ser uma lavagem cerebral na cabeça desses imbecis de carteirinha. o jovem que acha esperto, so se acha , porque de esperto nao tem , é o mais manipulado de todos. vota nesse embuste bando de iditotas. porque depois que a coisa for para o brejo eu vou ser o primeiro a cornetar durante 4 anos ou mais. a propaganda do tse é excelente mostrando a cara do vagabundo que faz besteira e depois nao sabe nem onde a cara. nao precisa dizer mais nada , aquela propaganda diz tudo.

Responder

    edith

    31/08/2014 - 18h11

    Tenho sobrinhos idiotas tambem. Uns que nos anos 90 quando crianca comeram alguma coisa no almoco e no jantar com minha ajuda financeira. No governo Lula, conseguiram se formar pelo Prouni, tem emprego e salário melhor , hoje votam Marina, porque cansaram do PT. È lógico, receberam os beneficios agora , os outros que se danem.

Heitor

30/08/2014 - 09h16

O discurso da sustentabilidade não se sustenta por simples análise e pesquisa de entrevistas de estudiosos.
É triste ver jovens falando de sustentabilidade e meio-ambiente, são os bichos-grilos high tech. Pobre Brasil!

Responder

san paradise

30/08/2014 - 08h39

Perderão a eleição porque fizeram um governo covarde principalmente no embate contra os meios de comunicação.

Não combateram a alienação, não politizaram, confiaram só nos marketeiros.

Política é para político e não para marketeiro.

A única chance da Dilma seria abandonar o marketeiro e dizer todas as verdades sobre a marina, de um jeito que o povo entenda.

PT perdeu a classe média que criou e tá perdendo até os mais humildes, que são influenciados pela classe mérdia.

Responder

Luís Ribeiro

30/08/2014 - 01h52

E o rapaz acha que forma opinião por conta própria…

Responder

Nilvasader

30/08/2014 - 00h47

O Lula também não leva. A aversão chega até ele, pelo menos em São Paulo onde eu vi puxado n Senador Feijó, perto do Largo São Francisco um Morte ao Lula! Vamos matar o Lula!
E nem adianta tentar argumentar que o Lulinha não é dono da Friboi.

Responder

    Mário SF Alves

    31/08/2014 - 19h32

    Nil va s der. Eu, heim… Tá besta homi?

Grande Carioca

30/08/2014 - 00h37

Caso o PT perca essas eleições, o maior culpado será o Lula! Isso mesmo, Lula. Não culpo a Dilma pois ela não tem noção nenhuma de política. Quando um time ganha, quem mais é endeusado é o seu maior craque. Se o Brasil ganhasse a Copa, adivinhem quem seria o máximo? Se falaram Neymar acertaram! Pois é… Quando perde, o craque do time também tem que assumir o seu ônus. Com uma Helena Chagas nas Comunicações e depois um outro desconhecido a substituí-la(nem lembro o nome desse ministro)o que se poderia esperar? Quando a Dilma disse que o melhor para uma Lei de Mídia é o controle remoto, o que dizer? Quando se vai fritar ovo com a Ana Maria Braga, vai no aniversário da Folha, deixa os irmãos Marinho sonegarem placidamente e boicota uma Lei de Meios, o que se esperar? O PIG fazendo lavagem cerebral diuturnamente nas cabeças desses jovens, o que esperar? E quem é o mentor da Dilma? Pois é Lulão… Ou você volta agora ou vai entregar o Brasil para a sombras de uma Idade Média com essa santinha do pau-ôco. VOLTA LULA!

Responder

Elder

30/08/2014 - 00h36

Nossamãe, que pena. Ou seria melhor: Nossamãe, dá pena.
Tão jovens e tão despolitizados representantes da geração dos cegos guiados por idiotas.Que tipo de adulto serão? Os filhos deles saberão.

Responder

nilo walter

29/08/2014 - 23h45

Sou um semi anafalbeto . Passei pela ditabranda, Collor,sarney, Itamar e a desgraça do FHC . Como funcionário público ficamos oito anos sem reajuste na época do tal sociólogo.Desemprego total . Uma tragédia para a nação .Me sinto orgulhoso de não possuir curso universitário . Tenho pena dos jovens que cursam faculdades mas não passam de analfabetos de curso susperior .Quero estar enganado, mas se a tal ecológica ganhar e aplicar o projeto que vai surgindo na internet essa juventude sentirá o peso das dores. Vão se sentir traídos e serão facilmente manipulados pela mídia com propostas obscuras. Mas Dilma ganha e tragédias serão evitadas . Eles não entendem que a disputa é entre Dilma e os meios de comunicação . São massa de manobra .

Responder

    Hubert

    30/08/2014 - 00h28

    É por causa de gente como você, que não estudou e tem orgulho disso, que os mais jovens não vão votar na Dilma. Eu fiz 7 anos de universidade, parte na USP e parte na Unicamp, e estou desempregado há 1 ano. Nos 3 trabalhos anteriores que tive, nunca ganhei mais de 2.500 reais ao mês, e em nenhum deles tive plano de saúde, ou estabilidade. Quem tá vivendo no fácil, sem estudar e sem procurar evoluir, com certeza vota na Dilma, pois tem medo de mudança. Quem está de saco cheio de ver um Brasil de mentira, onde quem ganha menos de 1 salário mínimo já é considerado “classe média”, vota em qualquer um, menos na Dilma. A diferença está na taxa de rejeição e vocês não percebem isso.

    MATARAEL

    30/08/2014 - 03h06

    Você estudou sete anos em faculdades de ponta e só tem capacidade para ganhar salário de gari!?!? Cara, fale a verdade…você deve ter feito faculdade no Mobral, isso sim.

    fernando

    30/08/2014 - 04h50

    Então eu diria que ou vc é muito incompetente ou fez a faculdade nas cochas.
    Se eu tivesse curso superior eu conseguiria um salario de pelo menos 10 mil.
    Com o nivel medio ja consigo a metade disso.
    Se eu tivesse habilidade para trabalhar de pedreiro tambem ganharia mais.
    E tem pedreiros que ganham mais que eu sem estudo algum.

    Ulisses

    30/08/2014 - 10h23

    Mentiroso! Qual curso que fez? Por que ainda está em Campinas? Sou mineiro, saí de lá, estou no Mato Grosso do Sul. Aqui tem trabalho sobrando. Se for professor, 40 h ganha mais de 4500 reais. Papo aranha ou quer continuar na merda de SP.

    Fabio Passos

    30/08/2014 - 12h00

    Instrução formal não traz sabedoria. Você tem muito o que aprender com o Nilo.

    L@!r [email protected]+35

    30/08/2014 - 12h27

    Duas faculdades de ponta e não consegue emprego?!?! Você é mesmo um imbecil, cara! Ou um grande mentiroso.

    Conheço gente que fez UMA faculdade particular (que foi o que o dinheiro conseguiu pagar) e ganha mais do que você.

    Você deve ser um mal educado e boca mole, isso sim. Deve querer acordar meio-dia e o seu sonho é arrumar um emprego público porque acha que é fácil trabalhar pro governo.

    Que cursos você fez?

    Hubert

    30/08/2014 - 14h51

    Sou bacharel e licenciado em História, levei 7 anos para me formar pois trabalhei durante a graduação, em uma serralheria. Boa parte dos meus amigos, formados há menos de 3 anos, estão em situação semelhante: ou desempregados ou trabalhando com salários baixos. Procure pelos salários oferecidos nos concursos. Obrigado pela dica, Ulisses, me mudarei para o Mato Grosso do Sul, se me pagarem 4500 reais para ser professor, sem pensar 2 vezes. Não fujam da realidade, vão procurar pela situação dos recém-formados neste país, a maior parte está desempregada ou subempregada. Vocês fazem pré-julgamentos sem conhecer a situação. É a mentira do “pleno emprego” deste governo. Com relação aos comentários glorificando a falta de educação formal, não me admira nada, este tipo de mentalidade persiste, e tem muita gente que bate no peito e diz de boca cheia que ganha bem, apesar de não ter estudado. Sabe quem eu mais vejo fazendo isso? Militares. Vocês têm em comum com os militares o fato de não respeitarem a discordância, a dissidência. Pediram pela democracia e agora têm “medo” da Marina, que vai ser a primeira mulher negra presidente deste país. O choro é livre.

    Hubert

    30/08/2014 - 14h53

    Ulisses, não são 4.500 reais:

    “A Rede Estadual de Ensino de Mato Grosso do Sul atinge a segunda melhor colocação no ranking nacional de salários iniciais, para professores da educação básica. Com o reajuste que acaba de ser concedido pelo governador André Puccinelli para a categoria, o professor nível 2, com Licenciatura, em início de carreira, tem remuneração de R$ 2.784,43 para a jornada de 40 horas semanais.”

    NeoTupi

    31/08/2014 - 00h48

    Hubert pergunte se 4.500 em MT é para professor de faculdade.
    Se você dá aulas no ensino fundamental ou médio o salário está baixo mesmo. Te dou razão, mas isso não é culpa da Dilma, porque já vinha sendo arrochado desde a ditadura. Na rede federal de ensino os salários na área da educação deram uma melhorada depois de Lula (conheço funcionários que comprovam isso). Na época do FHC foi só arrocho e congelamento. Agora nas redes estaduais e municipais aí é com governador e prefeito. Governador tem eleição este ano. Se você vota no Alckmin em SP não adianta reclamar da Dilma pelo salario na rede estadual. O Haddad aumentou salário de professor para 3.000, bem melhor do que estava antes com Kassab. Se for escola privada aí é selário de mercado, por isso que livre mercado não resolve tudo na sociedade.

    Agora você sabia quem garantiu mais verbas no orçamento, com recursos do pré-sal, para o salário dos professores dobrar nos próximos anos, de forma escalonada? A Dilma. O pré-sal vai produzindo mais, o salário vai aumentando. Veja o Plano Nacional de Educação que trata disso.
    Aí vem a Marina e diz que quer valorizar o professor mas não diz como. Mas diz que quer reduzir a exploração do pré-sal (uma coisa que interessa aos demais países produtores, inclusive os EUA que tem agora o gás de xisto e quer deixar o nosso pré-sal para depois). É seu salário que vai dançar, meu amigo.

    Outra coisa. Dilma peitou os bancos, reduziu juros, colocou a BB e CEF para competir de verdade. Só não fez mais porque o cartel dos bancos é poderoso, tem um pouco de cacife para sabotar a economia, então essa luta tem que ser ganha palmo a palmo. Aí vem a Marina e diz que vai diminuir o tamanho do estado, colocar o Banco Central para ser filial do Banco Itaú, encolher o BB, CEF e BNDES para os bancos privados atuarem mais (onde eles nunca quiseram atuar que é empréstimos de longo prazo com juros mais baixos). Os banqueiros vão se dar bem controlando os juros a seu bel prazer sem ter governo para regular o interesse da sociedade, e o problema é que sobra menos dos impostos após pagar juros da dívida. Com juros tirando mais dinheiro do orçamento, não haverá como seu salário subir. A conta não fecha. Se quiser pagar para ver, vote em Marina. Depois não diga que não sabia.

    edith

    31/08/2014 - 18h20

    O Hubert poderia bem dormir sem o tapa do Matarel.
    kkkkkkkkk

FRANCISCO DE ASSIS

29/08/2014 - 23h44

Pecamos todos. Que fizemos para mudar o que aí está. Aceito passivamente a doutrinação das elites. Lembrem-se quando de nós nestas 03( três ) últimas eleições e governos do PT, criticamos alianças com Sarney, etc. Quantos entre nós, realmente cobrou este ou qualquer outro posiçionamento do PT em algumas votações. Quantos militaram politicamente ? Enquanto ficamos em uma zona de conforto, esperando que as coisas se resolvessem por sim só. Pensem

Responder

FrancoAtirador

29/08/2014 - 21h08

.
.
Carta Maior propõe LULA

para Chefe da Casa Civil

do Segundo Governo Dilma

CARTA MAIOR
Editorial

Por Saul Leblon

Ousar e vencer ou entregar o Brasil aos mercados passivamente?

Ao aluvião de rentistas e insatisfeitos bem intencionados

não basta contrapor conquistas incorporadas.

É preciso sinalizar um símbolo da repactuação de avanços

que a Democracia e a Economia exigem.

A referência dessa repactuação existe;

já lidera o campo progressista;

deveria ser oficializada como chefe da Casa Civil

de um novo governo Dilma.

Seu nome é LULA.

(http://www.cartamaior.com.br/?/Editorial/Ousar-vencer-ou-entregar-o-Brasil-aos-mercados-passivamente-/31707)
.
.

Responder

    Mário SF Alves

    31/08/2014 - 20h23

    Eu já tinha lido. Interessante.

    Dizem que trẽs cabeças pensam melhor do que uma. As soluções existem. E essa que vocẽ citou é prova disso. Parece que o Lula não quer e ele pode estar certo. O PT tem de ser mais versátil em termos de solução política democrática.

    Agora, imagine. Podemos encontrá-la juntos. E podemos debatê-la publicamente, mesmo porque, as soluções que interessam à coletividade normalmente são impraticáveis, desinteressantes ou inviáveis aos esquemas de manutenção do poder hegemônico.

    Portanto… mãos à obra.

Mateus

29/08/2014 - 20h27

Essa é a verdadeira geração Merthiolate sem dor. Estão cansados de que?

Responder

roberto

29/08/2014 - 20h08

Tipicos estudantes que não lêem uma única linha de algum assunto inteligente.
Preferem o Feice e o Tuiti, para seguir algum babaca midiático,e jogar joguinhos de criança,matando bichinhos virtuais.
São beneficiados pela presidente atual, mas vão votar na candidata dos banqueiros ,que certamente cortará programas sociais,a mando das Necas Setúbal,que já estão no comando do pífio programa de governo,que enfatiza o CAPITAL,em detrimento do TRABALHO. Cai fora o EMPREGO, e entra em seu lugar a CIRANDA FINANCEIRA.
Estão aniquilando o futuro das pobres crianças que tiverem a pouca sorte de nascerem como seus filhos,daqui há alguns anos.

Responder

Liz Almeida

29/08/2014 - 19h36

Engraçado a opinião desses dois cearenses, porque eu só sei de uma coisa… Dilma vai ter mais de 70% dos votos no Ceará. Fato!

Responder

Américo

29/08/2014 - 19h22

Regulamentação dos meios de comunicação urgente !!! Esses 2 são marionetes do PIG, pasmem, universitários alienados.

Chega de covardia PT, ley dos médios urgente !!!

Responder

Marinho

29/08/2014 - 18h56

Eh lamentável ver a ” politizacao desses jovens”. São muito rasos . Triste e estão sendo envolvidos por esta onda. Votam por que tem raiva, ódio do P.T. Quando pergunta-se o motivo , são evasivos !

Responder

Snowden

29/08/2014 - 18h55

Mesma gentinha que pintou a cara por instução da Veja/Globo para derrubar Collor nos anos 90. Sem por nem tirar.

Se der uns apertos, exemplos, quem foi Lenin, quando foi a segunda guerra e por que, o que foi o Iluminismo,já vaza a ignorância.

O pior é que sentam no boteco da Facu, e destilam sabedoria.

Responder

ignez guimaraes

29/08/2014 - 18h39

Eu sou professora e convivo com esta faixa etaria. Eles sao extremamente egoistas e repetem como papagaios o que a Globo diz. Eu acredito que as manifestacoes foram realizadas e utilizadas pela globo com esta intencao. Aqui na UFPE, eles para protestarem contra a administracao do HC, entraram na sala do reitor e quebraram tudo. Eu considero uma geracao sem limites. E preocupante

Responder

    evair da costa nunes

    29/08/2014 - 20h57

    Ignez ajudei a invadir prédio de retoria na década de 70, a primeira providência era garantir respeito ao patrimônio e documentação e segurança a funcionários. A rapaziada de hoje não sabe sequer aonde o sino toca, Eu já sabia “por Quem os Sinos Dobram”!!!!!!

Mariza

29/08/2014 - 18h28

Os jovens estão um pouco balançado, mas é questão de informação. Esses na universidade e não sabem distinguir o A do B. Paciência. Os que conheço indiquei os blogs sujos e já os convenci o que é melhor para nós. Dilma 2014.

Responder

Fabiano

29/08/2014 - 17h03

É o mesmo tipo de entrevista que vc encontraria sobre o Collor em 1989.

Responder

Urbano

29/08/2014 - 16h56

Sendo o instituto responsável pela pesquisa tão confiável quanto uma nota de três reais, então não há a mínima condição de se levar a sério esses resultados para Pernambuco. E considero isso extensivo para os Demais Estados.

Responder

    Urbano

    29/08/2014 - 17h14

    E tem mais, é no ensino universitário principalmente que, quem dá a dimensão do pensamento político cretino são exatamente os professores. Na época em que passei pela UFPE, de dez se escapava um; dois já viriam a ser milagre…

    FrancoAtirador

    29/08/2014 - 17h49

    .
    .
    Meu caro Urbano.

    Também não podemos fechar os olhos e os ouvidos.

    No caso específico do Estado de Pernambuco,

    a transformação do Morto em Celebridade

    teve, tem e terá efeito direto no resultado

    da eleição presidencial no primeiro turno.
    .
    .

    FrancoAtirador

    29/08/2014 - 19h34

    http://imgur.com/g3m9K29
    i.imgur.com/g3m9K29.gif

    Urbano

    29/08/2014 - 21h06

    Atentei pra tudo isso, FrancoAtirador… Inclusive atualizei o índice inflacionário de idiotas de 2010 pra cá, mas mesmo assim não creio nos números apresentados. Por que eles haveriam de ser corretos nessa pesquisa, se há um histórico que põe em cheque um monte de delas? Além do mais, o homem morreu, não virou santo, não. Na atualização do índice já mencionado, incluí tais panacas e não foi nem de forma temporária.
    Valeu, companheiro.

Marcos Álves

29/08/2014 - 16h44

O cara está na universidade e, portanto, supõem-se que tenha acesso, digamos, privilegiado às informações, e ainda acredita que o filho de Lula é dono do Friboi? Meu Deus.
É porque não lhe foi perguntado, pois, se fosse, também diria que Lulinha é dono daquele castelo em Piracicaba, cidade vizinha à Campinas, que, coincidência ou não, é onde funciona a Escola Superior de Agronomia Luiz de Queiroz, também conhecida com Esalq.

Responder

Alexandre Tambelli

29/08/2014 - 16h35

A grande questão é o depois. Marina Silva e seus aliados + a falácia de um Governo com os melhores políticos de cada partido pode criar uma situação insustentável no futuro.

Governar com banqueiros produzindo seu Plano Econômico?

Imagina a rede de chantagens para se aprovar um simples Projeto de seu Governo aliado de nenhum partido significativo, formando sua base de Governo?

Imagina quando se notar que a Marina Silva precisará compor ou com PSDB de FHC ou com PMDB ou com PT de Lula ou com o PP de Maluf para Governar?

Imagina quando os meios de comunicação começarem a chantageá-la para fazer o que eles querem e ela tiver que ir contra toda esta juventude apolítica e cheia de ilusões?

Imagina o que nos espera, quando a realidade não se concretizar e tivermos uma situação de descontrole do seu Governo, onde ninguém vai dar respaldo para ela e o circo pegar fogo nas ruas com a revolta triplicada desta juventude, que sonha dias melhores com a candidata que tem seu Plano de Governo escrito por banqueiros e gente do Mercado, de olho em fictícios investidores, claro, que investidores das Bolsas de Valores da Vida!

Eu tenho preocupação com esse “Messianismo” a la Collor da Marina. Tem muito jovem nascido deste processo continuado de criminalização da Política, dos políticos e dos partidos políticos insuflado pela Velha mídia em consonância com o Sistema. Eles nem sabem, bem ao certo o que se precisa mudar. São frutos destes anos todos de radicalidade extrema entre PT e Mídia.

São vítimas do Sistema! E Marina Silva ousa ser a porta-voz deles, sem nenhuma cerimônia, sem o comprometimento devido. E, alimentando em seu Governo os leões do Mercado!

Posso estar enganado, mas, se ela vencer pode não acabar bem esta História e ela sair, como o Collor, pela porta dos fundos e nem sei o que se sucederia depois.

Temos que confiar na sabedoria do PT e de Dilma para desconstruir o discurso da facilidade, vendido a preço de banana por Marina Silva.

Não se brinca com o sentimento e anseios de nossa juventude e de todo este povo descrente da Política.

Deixo para nós o vídeo de Collor no final da campanha de 1989 no horário eleitoral. Eu já vi este filme antes: Nova Política, Governo acima dos partidos, Governo dos melhores, Governo nem de Direita nem de Esquerda, Estado menor, etc.

Sem direita nem esquerda – Campanha de Fernando Collor para presidente, 1989 – Do Blog do Noblat.

https://www.youtube.com/watch?v=Bda2hEt8xPU&app=desktop

Responder

Mário Henrique

29/08/2014 - 16h35

Esses jovens de hoje, com menos de 25 anos, não sabem nada da vida.

Acham-se informados por estarem o tempo todo conectados e sabem a última piada do Danilo Gentili, a última fofoca dos artistas, ou por terem algum twitter replicado por uma pseudocelebridade.

Infelizmente, os jovens de hoje não possuem conteúdo.
São rasos.
Não entendem de política, não gostam de politica, não sabem fazer política.

Se quizessem mesmo mudar a politica e se acreditassem, realmente, nas propostas da Marina Silva, teriam assinado a lista para fundação do partido “Rede Sustentabilidade”.
Mas não, prefiriram ir para as Raves, Micaretas e postar bobagens na internet.

Esses jovens, com menos de 25 anos, criticam a polarização PT PSDB, mas não conseguem enxergar o mal que a Rede Globo faz ao Brasil.

São imbecis…criticam os políticos e aplaudem artistas drogrados.

Pobre juventude, conseguem ser mais hipócritas do que os políticos que eles apoiam.

Se hoje esses jovens tem tempo e dinheiro para as suas farras e delírios é porque um partido de verdade e preocupado com o povo manteve, durante 12 anos, o emprego dos seus pais e o nível de renda de suas famílias.

Eu, que já passei dos 40 anos de idade, sou da geração que nasceu durante a ditadura militar, viveu a década perdida do Sarney e enfrentou o desemprego da era FHC, tenho autoridade e experiência para dizer:

Geração Facebook, vote na Marina e destrua o seu futuro!!!

Mas não se esqueça antes, de postar a última piadinha do dia contra a Lula/Dilma/PT. Afinal de contas, segundo vocês, o Brasil antes do PT era uma Suiça e após o governo do Lula/Dilma virou o que é hoje…né ?!?

Idiotas…

Responder

Márcio

29/08/2014 - 15h21

A maioria dos comentários aqui insiste em culpar o voto dos outros, que votam errado, que são alienados pela Rede Globo e asneiras do gênero

É isso mesmo, pessoal, continuem firme nesse caminho.

Vão ver onde irão parar…

Responder

maria nadiê rodrigues

29/08/2014 - 14h45

A maioria dos eleitores dos oposicionistas tem repetido os candidatos quanto a acharem que o brasil tem que mudar. Mas, se espremermos esses eleitores, ao fim e ao cabo, veremos que eles não estão convencidos de nada, apenas seguem a onda dos presidenciáveis. Sem contar que muitos não aceitam Marina nem Aécio, se votarem em um deles será pelo ódio construído pela imprensa pelo ódio ao PT, pelo qual foram afetado na medula.

Responder

    Tiago M. Bevilaqua

    29/08/2014 - 16h56

    Não dá para achar que é apenas por causa da imprensa que os eleitores não estão a favor de Dilma. Jornais e revistas da “grande” imprensa atingem um público muito reduzido. É preciso olhar também para “dentro”, ie, para o governo Dilma e para o PT. Sem isso não estaremos abarcando a devida complexidade do voto na atualidade. Sugiro que leia, por exemplo, o excelente posts daqui do VioMundo, Patrick Mariano: Dilma em campanha enfrenta “crise de discurso”

Sidnei Brito

29/08/2014 - 14h38

Não precisa de regulação da mídia, tampouco precisa o PT avançar no debate político.
Para esses jovens, sobretudo o segundo deles – e sem querer faltar ao respeito -, ler as postagens do Professor Hariovaldo já seria bastante educativo.
Tristeza, tristeza, tristeza!

Responder

zepgalo

29/08/2014 - 14h38

Pois é, o desafio é colocar um pouco de lógica no pensamento dessa juventude que quer “mudança”.

Responder

    Snowden

    29/08/2014 - 19h01

    Onde vocês adquiriram essa bagagem? Leeeeeendo.

    Alguns deles parecem pessoas lidas? Naaaaaaaaaaaaaaaao.

    A culpa é dos ministros da educação dos últimos 100 (cem) anos.
    Nem se pode debitar tudo ao PT. Mas o PT errou em não ter acertado isso
    no primeiro mandato.

    Se Marina ganhar, paciência. Quem sabe se com a derrocada esses jovens não engrossam a luta por melhorias. Alguns soldados sempre morrem, não é???????

    Eu tenho idade e nada vai mudar para mim se a direita tomar o poder.

Mauro Assis

29/08/2014 - 14h22

Azenha,

Acho que essas duas entrevistas captaram o espírito da coisa: os jovens entenderam que o governo Lula beneficiou a população mais pobre mas queriam mais. Lula prometeu mas o governo Dilma não entregou, e não enxergam a possibilidade de que isso mude em um segundo mandato.

Daí pode-se inferir que se o Lula resolver assumir a candidatura do PT a chance dele levar é muito grande, já com a Dilma, já era.

Responder

Deixe uma resposta