VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Emir Sader: “O governo tem sido pautado pela mídia”

26 de outubro de 2011 às 19h46

Desde a crise de Palocci, ao longo de seis meses, o governo tem sido pautado pela mídia. Dá para fazer a periodização do governo, conforme os casos na berlinda pelas denúncias da mídia.

Agora correspondeu a Orlando Silva. O roteiro é mais ou menos o mesmo, as acusações podem aparentar ter mais ou menos credibilidade, mas o ímpeto e a reiteração são os mesmos, ate’ derrubar o ministro. O método tem se mostrado infalível.

A decisão de substituição de Orlando Silva estava tomada pelo governo na semana passada, não porque desse fé às acusações, mas porque acreditava que ele estava enfraquecido para ser uma peça fundamental na parada dura que o governo encara com o envio do projeto de lei sobre a Copa do Mundo ao Congresso.

O esquema que foi aventado de uma troca que envolvia outro ministério (Cultura) era real, terminou não funcionando porque a pessoa (Pelé) sondada para substituir Orlando no ministério não aceitou e a questão voltou para o ponto de partida.

Orlando pediu um tempo para rebater as acusações, mas para o governo o que contava era a possibilidade dele retomar condições políticas de conduzir as discussões em torno da Copa do Mundo, a contar pela ida à Câmara ontem. A oposição, com uma ferocidade gorila, totalmente destemperada, tratou de perturbar a discussão em pauta, para buscar demonstrar que qualquer aparição do Orlando seria recebida em função das acusações, impedindo-o de politicamente atuar como o ministro que o governo requer.

Esta acabou sendo a razão da saída do Orlando, anunciada para ser formalizada, não a aceitação das acusações contra ele pelo governo. É como se um jogador estratégico de um clube fosse jogar machucado, sem as melhores condições físicas.

A decisão de manter o ministério com o PC do B por parte do governo requer da parte do novo ministro substituição em vários cargos de pessoas envolvidas nas acusações e abandono da utilização de ONGs para projetos do ministério.

Em geral, no caso de um ministro substituído nessas condições, as acusações desaparecem no dia seguinte na imprensa, mostrando que eles não se interessam por acabar com a corrupção, mas se valem de acusações – mesmo vindas de pessoas notoriamente desqualificadas – para derrubar ministros, seja para enfraquecer o governo, seja também para fazer prevalecer seus interesses.

Neste caso, é preciso ver se o quarteto interessado diretamente nas questões centrais do ministério – Abril, Globo, Fifa, Ricardo Teixeira – vai se acalmar ou acreditará que a permanência do ministério com o mesmo partido, seguirá representando obstáculos a que seus interesses prevaleçam, na medida que o mesmo partido seguiria à frente do ministério.

Emir Sader, sociólogo e cientista, mestre em filosofia política e doutor em ciência política pela USP – Universidade de São Paulo.

Leia também:

Fernando Brito: O homem da fatídica P-36 quer fabricar as sondas da Petrobras

 

223 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Paulo Silva

28/10/2011 - 13h25

O Emir deve estar vivendo uma crise existencial séria. Uma pena.
No início do governo, convidado para um cargo no MINC, mesmo assim deu declarações acachapando a Ministra Ana de Hollanda que o tinha honrado com o convite. Chamou-a de "autista"e outras pérolas preciosa. Ficou claro que estava mordido porque queria ser o Ministro da Cultura.
Não satisfeito, agora quando houve esse imbrólio nos Esportes ele tuitou que a Ministra Ana tinha caído junto com o Orlando. Parece idéia fixa.
Agora vem com esse papo que o governo se pauta pela mídia. Para um doutor em ciências sociais, essa afirmação pega muito mal. Demonstra total desconhecimento do que é o sistema social, econômico e político do Brasil e da maioria dos países capitalistas do mundo, no que diz respeito ao Quarto Poder.

Responder

    Luís

    28/10/2011 - 16h42

    Essa birra do Emir com a Ana parece até paixão recolhida. normalmente ele era tão sensato.

leandro

28/10/2011 - 10h28

Menos uma herança do lula, devagarzinho a Dilma vai se afastando da quadrilha, parabens presidenta.

Responder

adilson

28/10/2011 - 09h22

Quem tem que cair não cai. Vejam o caso do Ministério da Cultura, em que brasileiros indignados protestam contra o descaso de Sérgio Mamberti:

Prezado Secretário de Políticas Culturais Sérgio Mamberti,

Estamos muito preocupados com o andamento do projeto Rede de Revistas do Programa Cultura e Pensamento. Conforme mensagem reproduzida abaixo, no dia 23 de agosto último, houve uma reunião entre a Elisa Ventura, da ACEC, proponente do projeto, Sergio Cohn, gestor do projeto, Rodrigo Galletti, chefe de gabinete da Secretaria de Políticas Culturais, então representando o senhor, e Fabiana Santos e Dulcinéia Miranda, também da SPC, e ficou comprometido que haveria o desembolso da primeira parcela do convênio o mais rápido possível. A expectativa, então, é que esse desembolso seria liberado no dia 12 de setembro, na reunião da comissão do Fundo Nacional de Cultura. Infelizmente, desde então, temos enfrentado dificuldades crescentes de comunicação com a Secretaria de Políticas Culturais, e não temos conseguido avançar no processo de desembolso do recurso nem no diálogo nesse sentido.

O acordo do desembolso aconteceu após uma série de matérias de jornal denunciado o descaso do senhor e da SPC em relação ao convênio da Rede de Revistas, e agora nos preocupa a possibilidade que o compromisso foi realizado apenas para nos silenciar naquele momento, sem a real intenção de ser efetivado pela SPC. Esperamos que não, e que seja apenas um problema de comunicação e atrasos normais de processo, e que o compromisso firmado pelo senhor (por representação do Rodrigo Galletti) se cumpra o mais rápido possível. Mas não há, após todas as tristes experiências do último ano, como não temer o pior.

E não podemos deixar isso ocorrer. Para tanto, copiamos novamente os jornalistas responsáveis pelas matérias, para tomarem conhecimento da situação, e que nada foi resolvido mais de dois meses depois. É um descaso absolutamente inaceitável com importantes publicações, instituições e profissionais da cultura brasileira, e que tem que ser denunciado e corrigido!

Não é possível que continue o tratamento que o atual Ministério da Cultura, e especialmente o Secretário de Políticas Culturais, está realizando com a cultura e os profissionais de cultura brasileiros! É preciso mais respeito!

Aguardamos resposta imediata e exigimos o imediato pagamento da primeira parcela do convênio!

As revistas participantes do convênio assinado com o Ministério da Cultura estão sofrendo grandes prejuízos, e toda a rede de distribuição já constituída pode ser desarticulada com esse atraso. Não vamos deixar isso acontecer!

Atenciosamente,

Rede de Revistas

Responder

leandro

28/10/2011 - 08h42

O cara assina um documento diminuindo a contra partida de uma ong dennciada por fraude e essa ong é do seu acusador. Precisa mais o que? Uma foto dele botando dinheiro no bolso?

Responder

SILOÉ-RJ

27/10/2011 - 23h00

O PIg também tá perdendo força pela má qualidade da MALIDISCÊNCIA.
As armações mal engendradas das denúncias só fazem comprovar o DESESPERO diante das perdas financeiras por falta de CREDIBILIDADE.
Mais uma vez eles deram um tiro no pé. Jogada de mestre não peitar, melhor jogada a da substituição bem feita. Como quem não deve não teme. É só aguardar o IBOPE que mede lá e cá, mostrar como antes, que: Do lado de cá nada abalou., pelo contrário, já do lado de lá não podemos dizer o mesmo.
O mais PACATO CIDADÃO da classe média diferenciada que habita "Minha Casa Minha Vida", atingido pelo projeto "Uma Luz No Escuro", tomou conhecimento dos fatos pela internet e como nós se indignou. Tomou conhecimento do Pan e como nós se alegrou. Com o dinheiro do seu novo trabalho e os meninos na escola e no projeto "Segundo tempo". Vai ao mercado, e com a barriga cheia comenta com os vizinhos… Como eles são pobres mas não são burros, chegam a mesma conclusão. Tal qual aqui, e BRASIL afora…

Responder

Beto

27/10/2011 - 20h33

Emir Sader tem razão de sobre

Responder

Conservador316

27/10/2011 - 20h24

Deixa eu ver se entendi. A Revista Veja é mais poderosa do que a Dilma? É isso?

Que eu saiba quem demitiu o ministro não foi a Veja, foi a Dilma.E fez por causa dos erros do ministro.

Ou estou errado?

Responder

    Jorge Moraes

    28/10/2011 - 17h50

    Eu aqui doido para me ver livre da dor, e você aí, hem? querendo conservá-la…

    A revista Veja tem um certo poder, sim. A Veja é a marca principal da Editora Abril. Isoladamente, não seria tão grande assim, a ponto de "encurralar" o governo.
    Associado às outras grandes "empresas" de comunicação, no entanto, esse poder aumenta exponencialmente. Elas, e já são vários os casos em que isso é facilmente observável, funcionam com, digamos assim, uma certa sincronicidade. Não há – praticamente – contraditório midiático aos pontos de vista das Vejas. Com essa estratégia, o efeito do noticioso, altamente seletivo, dos grupos em questâo, ficam potencializados e declarações (qualquer um pode falar qualquer coisa) são tratadas como se fossem provas.
    Exemplifico: imagino que você tenha ficado sabendo que o tal soldado denunciador da PM, instado a apresentar as provas que incriminariam diretamente o ex-ministro, e que disse antes que iria exibir, não o fez. Por acaso a revista Veja deu uma notícia dessa envergadura com algum destaque? (se é que deu…).

ANDRE

27/10/2011 - 19h36

MARCO REGULATÓRIO DA MÍDIA
FIM DA PROPRIEDADE CRUZADA NOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO E DA CONCESSÃO DE RÁDIO E TELEVISÃO PARA POLÍTICOS.

Responder

Jairo_Beraldo

27/10/2011 - 19h28

Quando comecei a criticar a morosidade da presidenta e seu sinistério, levei porrada pra caramba…agora, 8 meses depois, a mesma tchurma que me achincalhou, parte para pensar da mesma forma. Sei não. Acho que esta presidenta está mais é dando corda para esta imprensa golpista. Isso enfraquece, pois se acharão acima da lei, do bem e do mal….e a rasteira fica mais fácil de dar.

Responder

eduardo di lascio

27/10/2011 - 19h08

O sistema político brasileiro é um grande condomínio, cuja única função é prover para seus pares. Quem leva isso a sério só pode ser ingênuo ou mau-caráter.

Responder

joaquina

27/10/2011 - 17h19

Um blog de direita copiou dos blogs considerados por ele "esgotosfera" exemplos de comentários criticos sobre o episódio das demissões do governo Dilma, comemorando seus conteúdos que dizem que Dilma se "rendeu" à mídia. Esse post fez muito sucesso junto aos seguidores do blog, que postaram inúmeros comentários satirizando os comentários criticos a respeito de Dilma que partem, segundo eles consideram, dos próprios aliados da presidenta. Muitos dos que fizeram comentários manifestaram grande satisfação ao constatar que seus adversários (eles votaram em Serra em 2010) chamam Dilma pelo mesmo apelido que eles deram a ela: "poste". Só pra constar.

Responder

    Santiago

    28/10/2011 - 00h07

    E quem se importa com eles?? A discussão aqui é mais séria, nada a ver com o que diz os porquinhos. Não se diz que a unanimidade é burra? A contestação, a divergência tem a ver com inteligência e liberdade de pensamento. Coisa que não existe na direita e seus porquinhos, sempre rolando na lama quando jogam detritos no comedouro. Eles apenas assistem, aplaudem ou vaiam, mas não participam do processo. Afinal, eles perderam.

Luiz Fortaleza

27/10/2011 - 17h15

O PSOL é aquele partido farisaico que se acha puro e imaculado. É de um puro quixotequismo (Dom Quixote) que anda a cavalo para mudar o mundo apenas com valores morais. O PT se socialdemocratizou e acha que pode abolir a miséria, consertando o capitalismo. O PSDB é aquele partido ervadaninha, cínico, hipócrita que se arvora da ideologia neoliberal da falsa competência para se dizer o partido melhor gestor, tratando o Estado como uma empresa capitalista. O DEM é aquela coisa miúda que berra, faz barulho pra assustar… é o filhotinho da ditadura que se nega a morrer historicamente. O PC do B, no velho estilo estalinista, que morre mentindo para dar capa de verdade ao partido. A crise das esquerdas no mundo…. a direita tá fazendo o papel dela e não trai na prática a sua ideologia conservadora. Já a esquerda se esqueceu de seus princípios socialistas…

Responder

    Luiz Fortaleza

    27/10/2011 - 17h51

    Esqueceu ou é apenas estratégia conjuntural?

    FranX

    27/10/2011 - 18h10

    Por fim o PV, que é um LIXO e não é reciclável!!!

    Mário SF Aives

    28/10/2011 - 07h34

    Nem tanto à terra, nem tanto ao mar, mas, valeu pra caramba as suas primeiras 7 linhas.

joni

27/10/2011 - 15h01

Parabéns Presidente Lula, por tudo. Mas, hoje, especialmente, pelo seu aniversário.

Responder

Luiz Fortaleza

27/10/2011 - 13h57

A imprensa aumenta, mas não inventa. Pisou na jaca, melou o pé. O PC do B não pode achar que bravatas ideológicas são verdades. O Ministro foi acuado por um festival de denúncias sobre ONGs que canalizavam dinheiro pro Partidão. Se o ministro era ou não mentor, é outra estória ou história. Verdade ou mentira? O cara tava lá pra provar ou contar. Não acredito que ninguém se arrisque a mentir, sujeito a ser preso, se algo não ocorreu de fato. O problema é que existe gente que presta e que não presta até na esquerda. E o PC do B tem uma história de oportunismo político desde a cisão nos anos 1960. Não foi à toa que o senador Inácio Arruda apoiou o grande coronel Tasso Jereissati pra governador em 1986, lado a lado com ele na propaganda eleitoral. Este mesmo que achincalhou a prefeita Maria Luíza prefeita do PT em Fortaleza na praça do Ferreira. Era uma verdadeira guerra entre comunistas e democratas petistas. A esquerda democrática moderna optou pelo estilo socialdemocrata de construir a sociedade cidadã.

Responder

    Luiz Fortaleza

    27/10/2011 - 22h42

    o problema é a falta de autocrítica das pessoas que se dizem de esquerda…

fabiano

27/10/2011 - 13h55

Quer dizer que quase todo o sábado deve sair mais uma matéria para derrubar um novo ministro… De fato, o governo está no meio de uma grande arapuca e é bastante incompetente para sair dela.

Responder

    Luiz Fortaleza

    27/10/2011 - 13h59

    é só não fazer mal feito que a direita não tem como agir

    FranX

    27/10/2011 - 18h13

    qual direita? aquela que sem argumentos elegeu o Collor e depois, também sem argumentos, o ' deselegeu'? ah,tá…

kaccira

27/10/2011 - 13h23

“O governo tem sido pautado pela mídia”
Ainda bem.Já pensou se estivesse sendo pautado pelo ex-presidente, para quem todos são apenas aloprados????

Ps:O último a sair tranque a porta e apague a luz, por favor!!!

Responder

Rafael

27/10/2011 - 13h03

Acho que como o próprio Emir disse que o ministro não tinha mais condições de negociar com o congresso então a Dilma decidiu substituí-lo, não vejo questão pautado pela mídia, o governo tá é se defedendo, tentando se esquivar dos ataques da mídia. Hoje oposição política é a mídia, psdb e dem não fazem oposição, não conseguem. Vai ser sempre assim até o último dia do govenro e com todo governo de esquerda. A questão é quando o PT vai se dar por conta que as vitórias na eleições não dependeu da mídia e pelo contrário só foi prejudicadas. Não tem o que perder ao aprovar a lei de medios. Só vai ganhar com isso. Exemplo tá aí, na Argentina. Mas até lá paciência.

Responder

Larissa

27/10/2011 - 12h24

Eu não sei como vocês conseguem fingir tanto ou enganar a si mesmos. A situação do ministro Orlando era SIM delicada e estava comprometendo a imagem do governo Dilma, principalmente após aquelas denúncias sobre Ongs e sobre um suposto desvio na conta de sua mulher. Não estou querendo incriminar o ministro, mas temos que ter bom senso e analisar que a saída dele foi a melhor opção. Não acho muito positivo ficar travando uma guerra contra o "PIG", às vezes é necessário recuar. E tenho certeza de que Dilma não o afastou apenas pelo mal estar que se criou com as denúncias, mas também por alguns outros motivos. Ok, não havia provas, mas no governo Lula alguns ministros tb foram afastados mesmo sem que as denúncias fossem comprovadas. Mas Dilma não é Lula e não tem a mesma capacidade para lidar tão bem com a esquerda e a oposição ao mesmo tempo.

Responder

CLAUDIO LUIZ PESSUTI

27/10/2011 - 12h16

Opa, este Emir Sader esta criticando a Dilma, deve ser um "trol" da direita!Ja já vão chama-lo aqui neste espaço de "Otavinho" e assim que alguns aqui reagem a qualquer critica a Dilma e Lula.

Responder

eduardo di lascio

27/10/2011 - 11h43

A Dilma se aproveitou do fato para se livrar do fraquíssimo ministro dos esportes. Apenas isso. E com toda a razão.

Responder

FranX

27/10/2011 - 11h42

E no frigir dos ovos… salta uma 'omelete' recheada de ministros, direto da cozinha da Ana Maria Braga, na globo para a mídia em geral.
RI MEU POVO, QUE É PRA NÃO CHORAR!
[youtube 1Y2pwusF3MY&feature=related http://www.youtube.com/watch?v=1Y2pwusF3MY&feature=related youtube]

Responder

Regina Braga

27/10/2011 - 10h30

Presidenta,a senhora tbém foi denunciada quando foi Ministra…Imagine se o Lula tivesse aceitado a sua demissão? No caso do Ministro Orlando,Nada foi apresentado contra ele…Como diria o Bessinha : Vai demitir pelo que se ouve e não pelo que houve…Bom,muito bom.Que venha o próximo!!!

Responder

Valquer

27/10/2011 - 10h12

Protógenes para ministro do Esporte.

Será que esse agrada aos quatro interessados?

Responder

Yes we créu !!!

27/10/2011 - 10h07

Emir Sader nao eh aquele que "demitiu" a Ministra da Cultura, Ana de Hollanda, pois tinha (e tem) interesse na pasta?

Responder

    Mário SF Aives

    28/10/2011 - 07h21

    Yes,
    P#*#@, cara, isso é isso mesmo? Cruz-credo! Em sendo assim, melou o pique, acabou a brincadeira; entrega logo pra direitosa raivosa e sanguinária e vamos todos tomar no fritz (na próxima encarnação, de preferência)!

    Laine

    28/10/2011 - 17h34

    A Ana de Hollanda inaugurou a temporada de caça aos ministros da Dilma.O ataque começou logo no primeiro mês.Passou meses sendo linchada pela midiona em peso mais os doutos esquerdistas.
    Jurássica, fraquinha, despreparada,autista, vendida, comprada,magrinha,irmã do Chico, etc
    Tudo isso porque tinha idéias próprias e porque resolveu bater de frente com o aparelhamento do MinC pelo PV e PC do B e auditar todos os convênios e contratos com misterosas ongs. E reabrir amplamente os debates sobre direitos autorais e outros assuntos polêmicos.
    Montou uma equipe de bom nível e vai tocando um trabalho de primeira qualidade,quietinha, sem fazer muito alarde. No site do MinC vai se comunicando e informando. Abriu o diálogo com os Pontos de Cultura e acertou as arestas.Criou um setor de Economia criativa e vai dando o seu recado muito bem.
    Possível que o que tenha desagradado mesmo é que Ana tem muitos anos de militância no PCB e isso não desce pela goela das elites pensantes.Ela não aceitou nenhuma provocação. Limitava-se a responder tranquilamente as acusações de despreparo e incompetência com projetos de trabalho e com as realizações do MinC. Ficou na dela.

Julio Silveira

27/10/2011 - 10h03

Para aqueles que reclamam da atuação da presidenta pelo fato dela não comtemporizar com os "improváveis por que nossos" corruptos, repito e repetirei, esses não podem reclamar de Serra ou seus Aliados, estão fazendo o mesmo jogo do convescote, apenas com a cor trocada. A Dilma nesse e em diversos interins está melhor que o Lula, o FHC então nem se fala já que esse teve sempre a midia lhe perdoando como faz até hoje, assim como faz com os governos tucanos de São Paulo, com corruptos até a alma. Meu voto para a Dilma tem ao contrario de muitos me orgulhado por ela dar demonstração de entender a real dimensão de seu cargo e de seu staff perante o Brasil e o mundo. Para quem pretende ser primeiro mundo lições assim tem que ser dadas, naõ estamos acostumados mas precisamos nos acostumar.

Responder

Douglas O. Tôrres

27/10/2011 - 09h57

Covardia,é um cheiro enojante,mistura de decepção e falta de caráter,e este governo cheira mal demais tá insuportável.Aproveitando a sugestão do Locatelli,eu acho.nomes mais significativos,em que ministério ? não importa JOSIAS DE SOUZA,NOBLAT,REINALDO AZEVEDO,CATANHEDE,ALEXANDRE GARCIA,JOELMIR BETING,MIRIAM LEITÃO,BONNER,FATIMA BERNARDES,Instalar um telefone com linha direta ente a presidente?????(RSRSRSRS) e o Civcta,assim antes de tomar uma decisão ela o consultava.

Responder

Vinicius Garcia

27/10/2011 - 09h55

Um poeminha antigo (mas sempre atual) para o PT refletir:

“EU CALEI-ME”

“Primeiro levaram os comunistas, eu calei-me, porque não era comunista. Quando levaram os sociais democratas, eu calei-me, porque não era social-democrata. Quando levaram os sindicalistas, eu não protestei, porque não era sindicalista. Quando levaram os judeus, eu não protestei, porque não era judeu. Quando me levaram, já não havia quem protestasse.”

Martin Niemöller (1892-1984) Pastor luterano alemão que foi internado pelos nazis em campos de concentração.

Responder

    Mário SF Aives

    28/10/2011 - 06h46

    Bem lembrado, porém, se caracterizado o estupro da realidade, é faca de dois gumes. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.
    No mais, é deixar o Governo governar e fazer o possível para blindar o Brasil contra um novo golpe de direita.
    A não ser isso, é dar mais voltas no parafuso e admitir a hipótese de que o golpe já foi dado. E logo ali, na festa de aniversário do PIG FSP. Lembra a história toda do dossiê preparado pela FSP para queimar a candidatura do PT, lembra, Vinicius Garcia? E de novo, a não ser isso, é ser reducionista demais em relação à importância e ao papel do PT. Abraços, Mário.

FranX

27/10/2011 - 09h47

pelo jeito o lema é: MÍDIA QUEM PODE, OBEDECE QUEM TEM JUÍZO! rsrs
Obs.: nada pessoal, Dilma e Paulo Bernardo.

Responder

_spin

27/10/2011 - 09h38

Quem combate a corrupção termina se ferrando, foi assim na Itália com a Operação Mãos Limpas, no começo da déca de 90.
Houve uma grande publicidade em torno do assunto e sobrou pro governo, na época de esquera.
Como resposta elegeram o impoluto "Berlusconi"
A oposição midiática e política quer por que quer que o Brasil eleja nosso Berlusconi.

Responder

Vinicius Garcia

27/10/2011 - 09h34

Existe um conto mitológico que diz que o gigante de aço ruiu ao chão, pois seus pés eram de barro, o governo do PT é como um gigante de aço, cheio de sí, crente que é o bam-bam-bam do pedaço, está sendo atacado pelos flancos e quando se aperceber, ficará dificil reverter a situação.

Responder

Joao Barbosa

27/10/2011 - 09h12

Analisando friamente:

O recado foi dado a todos os partidos da base: Qualquer desvio de conduta será punido com a demissão do ministro.

Ora, isso fará com que os ministros, obrigatoriamente, tenham um perfil mais técnico e passem mais tempo olhando os assuntos internos de sua pasta, do que gastando o tempo fazendo política partidária e negociando lobby.

É muito comum os ministérios serem concedidos aos partidos aliados no critério "porteira fechada", ou seja, os 400, 500 ou até 600 cargos comissionados do ministério serem exclusivamente para o partido que ganhou a pasta.

Pois bem, o que a Dilma quer mostrar é:

– Façam o ministério funcionar corretamente;
– Qualquer desvio de conduta deve ser denunciado primeiro pelo próprio ministério e não pela imprensa.
– Ninguém terá minha cobertura ou anuência;

O problema é: Tudo isso seria, lindo e maravilhoso se:

– A justiça fosse célere e julgasse os casos de corrupção em tempo hábil;
– Se a mídia fosse honesta e não inventasse matérias;
– Se não existisse o PIG;

O Haddad não cái, até que surjam indícios de corrupção.
Falhas no Enem são atestados de incompetência e não de corrupção.

E por fim….infelizmente, a Dilma não termina o governo dela e se terminar, não fará o seu sucessor.

Responder

    Mário SF Aives

    28/10/2011 - 06h32

    Xô, urucubaca! Vade retro Casa-Grande que o Brasil já superou a senzala.

    Agora é sério: o Brasil País de Todos, por mais que assuste a burguesia financeira e enlouqueça os oposicionistas carreiristas, ainda tem muita lenha pra queimar. E quer saber, corrupção, corrupto, corruptores e sonegadores têm de ser combatidos mesmo. Não por essa mídia igualmente super-corrupta, claro. Mas, sim, pelo povo e pelo próprio Governo.
    No mais, é como dizia o Professor Plínio de Arruda Sampaio: uma coisa é conquistar o governo, outra coisa é conquistar o PUDER!

Sidnei

27/10/2011 - 09h01

O ex-presidente Lula marcou bobeira.
Poderia ter governado com menos azia.
Poderia, por exemplo, naquele bombardeio midiático quando do caso do banco de dados dos gastos de FHC e Ruth Cardoso, simplesmente ter demitido a acusada de produzir aquele documento apelidado de “dossiê”: Dilma Vana Rousseff.
Tendo ela sobrevivido, não deveria Lula ter se estressado muito no caso Lina Vieira também. Disse-me-disse? Acusações sem provas? Bravatas via imprensa? Que nada! Demite logo a acusada de ter pedido para a Receita amaciar para a família Sarney e fica tudo ok. Quem era a acusada: Dilma Rousseff.
E pra piorar as coisas, se formos falar sério, Lina Vieira era bem mais digna de credibilidade do que esse policial militar do caso Orlando Silva.
Lula teria terminado seu governo até com alguns singelos elogios dos colunistas raivosos e daquela elite de que não se orgulhava Cláudio Lembo.
É claro que não seria nada agradável estarmos hoje sendo governados por José Serra. Mas e daí? Ser governado pela mídia também não chega a ser um refresco.

Responder

    beattrice

    27/10/2011 - 15h46

    Raciocínio perfeito.
    A pergunta que não quer calar:
    LULA também já chegou a essa conclusão?

    Mário SF Aives

    28/10/2011 - 07h31

    beattrice,
    Leio seus comentários com bastante frequência e não creio que sejam irrefletidos, mas, cá pra nós, você acha mesmo que a oposição (e seus meios) iria dar mole para o sucesso do governo da Presidente Dilma? Cara, se o governo dela for tão bem sucedido como foi o do Presidente Lula, sabe o que vai acontecer com a dita oposição? Então? Por favor, pense nisso.
    Abraço,
    Mário.

Maria Thereza

27/10/2011 - 09h00

Emir Sader só esqueceu de mencionar, nesse caso em particular, a prestimosa ajuda do judiciário às "denúncias" da oposição (desminlinguida e desesperada) em conjunto com a mídia.

Responder

wilson

27/10/2011 - 08h44

Calma valentes, parece que vocês se esqueceram de que o pior dos mundos é o da inexistência de mídia. O problema é o esquerdismo, na verdade. Essa praga de doença infantil.

Responder

    edv

    27/10/2011 - 12h38

    Certo, valentim.
    Solução mesmo é a direitona da plutocracia, das oligarquias (medíocres), que mandou por 500 anos (e ainda não quer largar o osso) no "país do futuro", no "gigante adormecido" (em berço esplêndido), das desigualdades, da ignorância, da fome, do desemprego, do atraso…
    Quando aparece uma "esquerda" (equilibrada, pragmática) que começa a dar resultados, usando e mantendo todas a liberdades institucionais, aí é "praga", némêz?
    Vc deve gostar mesmo é do passado, não?
    Ou porque faz parte do privilégio histórico (e medíocre)…
    Ou porque tem a cabeça bem lavadinha por eles…

    Lu_Witovisk

    28/10/2011 - 15h31

    Realmente sonhar a igualdade de direitos e deveres entre os homens é coisa de criança… Adulto mesmo sabe quem é o 1-5% da população superior e quem veio ao mundo na condição de vassalo…

pereiralopes

27/10/2011 - 08h31

É a mídia venceu, quando a Dilma foi beijar a folha naquele almoço, eu já sabia do fim, como é que demiti um cara que o próprio acusador diz não ter provas, quem será o próximo ministro, ela vai se arrastar até 2014, a ir vamos de Lula de novo.

Responder

Roberto Locatelli

27/10/2011 - 08h11

É hora de criar um novo partido.
Que seja um partido realmente de esquerda, à semelhança do PT de 25 anos atrás.

Responder

    Lu_Witovisk

    27/10/2011 - 10h14

    Ai sim, eu me inscrevo…

    Pedro

    27/10/2011 - 12h38

    Ja existe o PSOL

    Jairo_Beraldo

    27/10/2011 - 14h32

    O PSOL é como o PSDB…é contra tudo e contra todos…é contra até eles mesmos. Não seria uma boa.

    Pedro

    27/10/2011 - 20h27

    Mas o PSOL é coerente, isso ninguem pode negar.

    Lu_Witovisk

    28/10/2011 - 15h25

    Olha, eu era simpatizante do Plinio, mas depois, no segundo turno da eleição pra presidencia q ele disse para dar o voto nulo de protesto, dei tchau!! Voto nulo nesse caso seria bom só pro PSDB……. não, infelizmente o PSOL não é uma boa.

    Julio Silveira

    27/10/2011 - 21h02

    Locatelli não achas melhor votar mais caprichado e mudar no que está ai, que não gostas? mais um partido? quem garante que depois de vinte e cinco anos não se tornará igual?

El Gordo

27/10/2011 - 07h38

O processo de Obamização do Governo Dilma é aterrador. A sorte deste governo é que as eleições para o Legislativo são atreladas ao do Executivo. Senão… Shame on you, Dilma.

O pior não é a demissão em si – podemos perceber um pragmatismo político e midiático muito mais forte do que víamos no Governo Lula, até aí é parte do jogo político. O grande problema é que vemos alguns "ansiosos blogueiros" pegando carona descaradamente, na cara dura e julgando o cara sem provas. P.H. Amorim, eu estou olhando pra você.

O que eu chamo de "militância virtual" nunca foi a favor do Orlando Silva per se, mas sempre foi a favor da investigação séria, da apresentação de provas de acusação ou inocência. O que vimos foi uma batalha de Relações Públicas que levou a uma queda de ministro.

Se o Silva cometeu irregularidade, é claro e evidente que ele tem que sair. Mas não vimos investigação nenhuma. É a transparência, estúpido!

Responder

    beattrice

    27/10/2011 - 16h59

    A TL da militancia no twitter teve uma unanimidade não vista desde a campanha.
    CONTRA ALDO REBELO no ME.

    Luís

    27/10/2011 - 21h41

    Esse jovem político, o ex-Ministro Orlando Silva agora vai penar, como o Zé Dirceu está penando, para provar a sua inocência. Ele está com um processo no STF, outro na Justiça comum,contra o acusador, e uma investigação na PF. Todos instaurados por iniciativa dele, no desepero inicial de se ver exposto pela veja.. Segundo ele diz, fez isso porque necessita lavar sua honra, recuperar seu bom nome. Mal sabe ele que vão levar anos enrolando.Deus permita que eu esteja errado.

    Ze Duarte

    27/10/2011 - 23h37

    Quem investiga é policia, que julga é judiciario… quando saisse uma decisão assim,o cara nem ministro era mais.

Julio Silveira

27/10/2011 - 07h06

A maioria critica, mas ninguem pergunta por que a Dilma está "sendo pautada pela midia"; Eu digo, por que ela sabe que o congresso se tornou a congregação de cumplices, que devido ao corporativismo e as praticas tornadas rotineiras por lá, como ficou comprovado na liberação de deputada pega no flagrante da corrupção, que eles entenderam, ao reforçarem sua pernamencia no posto, ato que enobrece seu curriculo, ficou claro que se não for assim ela pode sucumbir a corrupção, como ocorreu na gestão do presidente lula. E desde sempre em todas as gestões anteriores. A Dilma está certa, por questões de personalidade e ética, está varrendo do staf elementos comprometedores ao menor sinal de desonestidade. Que vão provar sua inocencia na justiça, mas fora dos cargos tão representativos do País.

Responder

will

27/10/2011 - 02h30

A matéria “Motorista diz ter sido ameaçado duas vezes”, publicada hoje (26.10) pelo jornal O Globo, na página 3, abre espaço para declarações inverossímeis do Sr. Célio Soares, funcionário do Sr. João Dias, que, até hoje, passados 12 dias da primeira declaração fantasiosa à imprensa, não apresentou qualquer prova que dê sustentação às suas falsas denúncias.

Para repor a verdade, o Ministério do Esporte reafirma:

1 – O ministro Orlando Silva não conhece o Sr. Célio Soares, jamais esteve com ele;

2 – Foi iniciativa do próprio ministro do Esporte, Orlando Silva, instaurar a Tomada de Contas Especial nos dois convênios do Sr. João Dias com a instituição, o que resultou no processo que o obriga a devolver cerca de R$ 4 milhões aos cofres públicos;

3 – O editorial do próprio jornal “O Globo” de ontem (25.10) reconhece que “o exótico PM João Dias, ex-militante do PCdoB, atirou contra o ministro, alega, por não receber ajuda num processo de cobrança de dinheiro por ele desviado”;

4 – O Sr. Célio Soares, bem como seu empregador, o PM João Dias, já mudaram várias vezes suas versões sobre esta farsa, mantida nas páginas dos jornais sem qualquer prova que lhes dê sustentação.

O único fato até agora incontestável é que não foi apresentada nenhuma prova contra o ministro do Esporte, Orlando Silva.

Ascom – Ministério do Esporte

________

26/10/2011 às 15h55 – Resposta ao jornal O Globo – 1 (26.10)

Ao encampar declarações da oposição classificando o ministro Orlando Silva como “ministro ficha suja”, em sua edição de 26 de outubro, o jornal “O Globo” confere veracidade a um achincalhe que não encontra respaldo na lei.

A Lei Complementar nº 64/1990 considera ficha suja aqueles que “forem condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão judicial colegiado, desde a condenação até o transcurso do prazo de oito anos após o cumprimento de pena”.

O ministro Orlando Silva, ao contrário de seu acusador, João Dias, não é réu em nenhum processo e não tem nenhuma pendência com a Justiça.

Ascom – Ministério do Esporte

Responder

will

27/10/2011 - 02h30

As respostas do Ministério dos Esportes
Enviado por luisnassif, qui, 27/10/2011 – 00:36
Por CEduardo

Consegui as respostas que estão postadas no ME. Ei-las:

26/10/2011 às 17h25 – Resposta ao jornal O Estado de S. Paulo (26.10)

A manchete do jornal O Estado de S. Paulo: “STF abre investigação sobre Orlando” não se sustenta em despacho da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármem Lúcia, que acatou dia 25.10 três de sete diligências requeridas pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Essas, reproduzidas no próprio jornal, são de expedição de ofícios: ao STJ solicitando autos de inquérito, que não cita o ministro; à CGU e ao TCU sobre procedimentos relativos a desvio de recursos do programa Segundo Tempo (originados a partir de providências do Ministério do Esporte); e, ao Ministério do Esporte, sobre procedimentos adotados em relação a convênios com a Federação Brasiliense de Kung Fu, Associação João Dias de Kung Fu, Instituto Contato e ONG Bola Pra Frente, além de prestações de contas desses convênios e relação dos demais celebrados no âmbito do Segundo Tempo.

O pedido do procurador se deu após ofício do próprio ministro Orlando Silva, que, em 17.10, pediu investigação de denúncias que envolveram seu nome. No despacho, a ministra do STF observa que, “cumpridas as diligências”, caberá ao procurador especificar entre as demais não deferidas quais persistem.

Quanto à matéria “ONGs beneficiam familiares de Orlando”, o Ministério esclarece que a Pasta celebrou apenas um único convênio com a entidade sem fim lucrativos Via BR, celebrado com o objetivo de organizar a III Conferência Nacional do Esporte, realizada em junho de 2010.

Ascom – Ministério do Esporte

________

26/10/2011 às 16h58 – Resposta ao jornal Folha de S. Paulo (26.10)

Sobre a reportagem do dia 26.10, “STF determina devassa em convênios e crise no Esporte piora”, o Ministério do Esporte esclarece:

A reportagem erra ao afirmar que o STF determinou “devassa nos convênios e programas do Ministério do Esporte”. O despacho da ministra Cármen Lúcia, do STF, deferiu três das sete diligências requeridas pelo Procurador Geral da República, e apenas uma delas dirigida ao Ministério do Esporte, para que este forneça cópia integral dos procedimentos relativos a convênios celebrados com quatro entidades, inclusive prestação de contas, e uma relação dos convênios celebrados no âmbito do Programa Segundo Tempo, com informações sobre cada um deles. Nem há devassa, nem o pedido de informações se refere aos programas e convênios no geral, e sim aos convênios do Programa Segundo Tempo.

Ainda na capa, a matéria afirma que o ministro é acusado pelo PM João Dias de comandar esquema de corrupção. Cabe lembrar, mais uma vez, a falta de provas, já admitida pelo próprio acusador, segundo reproduziu a própria Folha, em sua edição de 25.10: “O policial militar João Dias Ferreira, delator de um suposto esquema de desvio de verbas no Ministério do Esporte, voltou à Polícia Federal para entregar gravações de reuniões com a cúpula da pasta. Ele afirmou, porém, que o ministro Orlando Silva não aparece nos áudios.”

Ascom – Ministério do Esporte

__________

26/10/2011 às 16h50 – Resposta ao jornal O Globo – 2 (26.10)

Responder

will

27/10/2011 - 02h29

do blog do nassif:

As respostas do Ministério dos Esportes
Enviado por luisnassif, qui, 27/10/2011 – 00:36
Por CEduardo

Consegui as respostas que estão postadas no ME. Ei-las:

26/10/2011 às 17h25 – Resposta ao jornal O Estado de S. Paulo (26.10)

A manchete do jornal O Estado de S. Paulo: “STF abre investigação sobre Orlando” não se sustenta em despacho da ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármem Lúcia, que acatou dia 25.10 três de sete diligências requeridas pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Essas, reproduzidas no próprio jornal, são de expedição de ofícios: ao STJ solicitando autos de inquérito, que não cita o ministro; à CGU e ao TCU sobre procedimentos relativos a desvio de recursos do programa Segundo Tempo (originados a partir de providências do Ministério do Esporte); e, ao Ministério do Esporte, sobre procedimentos adotados em relação a convênios com a Federação Brasiliense de Kung Fu, Associação João Dias de Kung Fu, Instituto Contato e ONG Bola Pra Frente, além de prestações de contas desses convênios e relação dos demais celebrados no âmbito do Segundo Tempo.

O pedido do procurador se deu após ofício do próprio ministro Orlando Silva, que, em 17.10, pediu investigação de denúncias que envolveram seu nome. No despacho, a ministra do STF observa que, “cumpridas as diligências”, caberá ao procurador especificar entre as demais não deferidas quais persistem.

Quanto à matéria “ONGs beneficiam familiares de Orlando”, o Ministério esclarece que a Pasta celebrou apenas um único convênio com a entidade sem fim lucrativos Via BR, celebrado com o objetivo de organizar a III Conferência Nacional do Esporte, realizada em junho de 2010.

Ascom – Ministério do Esporte

________

26/10/2011 às 16h58 – Resposta ao jornal Folha de S. Paulo (26.10)

Sobre a reportagem do dia 26.10, “STF determina devassa em convênios e crise no Esporte piora”, o Ministério do Esporte esclarece:

A reportagem erra ao afirmar que o STF determinou “devassa nos convênios e programas do Ministério do Esporte”. O despacho da ministra Cármen Lúcia, do STF, deferiu três das sete diligências requeridas pelo Procurador Geral da República, e apenas uma delas dirigida ao Ministério do Esporte, para que este forneça cópia integral dos procedimentos relativos a convênios celebrados com quatro entidades, inclusive prestação de contas, e uma relação dos convênios celebrados no âmbito do Programa Segundo Tempo, com informações sobre cada um deles. Nem há devassa, nem o pedido de informações se refere aos programas e convênios no geral, e sim aos convênios do Programa Segundo Tempo.

Ainda na capa, a matéria afirma que o ministro é acusado pelo PM João Dias de comandar esquema de corrupção. Cabe lembrar, mais uma vez, a falta de provas, já admitida pelo próprio acusador, segundo reproduziu a própria Folha, em sua edição de 25.10: “O policial militar João Dias Ferreira, delator de um suposto esquema de desvio de verbas no Ministério do Esporte, voltou à Polícia Federal para entregar gravações de reuniões com a cúpula da pasta. Ele afirmou, porém, que o ministro Orlando Silva não aparece nos áudios.”

Ascom – Ministério do Esporte

__________

26/10/2011 às 16h50 – Resposta ao jornal O Globo – 2 (26.10)

A matéria “Motorista diz ter sido ameaçado duas vezes”, publicada hoje (26.10) pelo jornal O Globo, na página 3, abre espaço para declarações inverossímeis do Sr. Célio Soares, funcionário do Sr. João Dias, que, até hoje, passados 12 dias da primeira declaração fantasiosa à imprensa, não apresentou qualquer prova que dê sustentação às suas falsas denúncias.

Responder

Rejane

27/10/2011 - 02h26

Mania das pessoas dizerem que a Presidenta não dura mais do que 1 ano. Isso quem vivia dizendo era o Mainardi sobre Lula e ele ficou no cargo por 8 anos. Parece até que não vivemos numa democracia, capenga, mas democracia. A direita raivosa vive querendo isso, mas não tem mais essa de um Presidente não terminar o seu mandato. O que vejo por aqui é muitas pessoas com pensamento muito semelhante ao das mesmas pessoas que se criticam . A presidenta , bem ou mal, vai terminar o seu mandato, a não ser que seja impedida por problemas de saúde que a deixem entre a vida e a morte. E, quero rir de muitos, como ri muito do Mainardi, quando a Dilma estiver terminando os seus 8 anos de mandato Diogo.Mainardi dizia que Lula não chegava ao fim do primeiro ano como Presidente. Parece que tem gente que ainda tem saudades dos tempos da ditadura e do impeachment de Collor.

Responder

    a.barbosa filho

    27/10/2011 - 07h11

    Rejane, respeito sua posição, mas discordo. Quem disse que vai derrubar a Dilma foi o Bob Civita, que demonstrou muita força neste caso do ministro Orlando Silva. Há uma conspiração aberta. O governo poderia fazer algo simples, já debatido em excesso, desde o governo Lula: enviar ao Congresso o projeto que inibe um pouco a máfia midiática. Algo nos moldes da Ley de Medios, com êxito aplicada por Cristina Kirchner. Por que não o faz?
    Estamos em plena ditadura de meia dúzia de famiglias, você não percebe? Ou vc acha que a Abril, a Globo, são contra a corrupção? Por que São Paulo não entra nesta pauta "moralizadora"?
    Devemos ir pras ruas e denunciar os golpistas, mostrar ao povo que os benefícios iniciados por Lula estão em risco iminente. Ou esperar…

    beattrice

    27/10/2011 - 16h57

    Por um minimo de coerencia, não se compare mais DILMA a LULA.
    Nada a ver.

Ronaldo

27/10/2011 - 01h52

Dilma está errada. Veja quer o emprego dela para o PSDB, isto é, a presidência. Derrubar ministros é apenas uma etapa no caminho. Tentarm picha-la como o governo mais corrupto da história do Brasil. Enquanto isto no governo de São Paulo, a mídia não investiga Ongs, Organizações Sociais, obras, etc.

Responder

Sérgio

27/10/2011 - 01h40

Parece que pouco adiantou elegermos esse governo que cede ao menor muxoxo do PIG.
Até sem provas derrubam um ministro?
Falta consideração e respeito pelos próprios eleitores.
Não foi para isso que votei nessa gente.

Responder

FrancoAtirador

27/10/2011 - 01h36

.
.
Além dos interesses financeiros escusos, transparece uma questão de fundo ideológico:

Mais do que caluniar o ministro (convenientemente negro), a mídia criminalizou um partido comunista.

O Quarteto G.A.R.F. (Globo, Abril, Ricardo e Fifa) não vai sossegar

enquanto não retirar o PCdoB do Ministério dos Esportes.
.
.
Um grupo de intelectuais divulgou um manifesto de apoio ao PCdoB.

O texto diz que o partido estaria sendo vítima de uma “onda de histeria macarthista”, em referência à caça às bruxas contra comunistas ou supostos comunistas nos Estados Unidos, nos anos 50, comandada pelo então senador Joseph McCarthy.

Assinam o texto personalidades como os economistas Luiz Gonzaga Beluzzo e João Quartim de Moraes; o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) Márcio Pochmann; a presidente da Associação Nacional de Pós Graduandos Elisângela Lizardo; o pesquisador Demerval Saviani, da Unicamp; o ex-reitor da UFRJ Aloísio Teixeira; o físico Olival Freire Júnior; os escritores Walter Sorrentino e Bernardo Jofilly, entre outros.

O manifesto está recebendo adesões através do e-mail: [email protected]

http://www.pcdob.org.br/noticia.php?id_noticia=16

Responder

    beattrice

    27/10/2011 - 16h55

    A título de ilustração do macartismo em marcha, para corroborar com seu comentário,
    sugiro o link do audio da CBN, em que Jabor afirma:
    "FINALMENTE ORLANDO SILVA CAI DO GALHO" (sic) http://cbn.globoradio.globo.com/comentaristas/arn

    Ze Duarte

    27/10/2011 - 23h49

    Palocci era negro? Pedro Novaes era negro? Negromonte (proximo a cair) é negro? Alfredo Nascimento era negro? Wagner Rossi era negro?

    Quer dizer que Orlando Sivla foi demitido porque era negro, e não porque seu ministério é um ninho de desvios, vide caso das ONGs, Segundo Tempo etc???

    Vocês esquerdistas estão cada dia mais desesperados e mais petéticos

    beattrice

    28/10/2011 - 00h36

    Em primeiro,
    o caso Palocci não tem rigorosamente nada a ver com o caso Orlando Silva Jr.
    Palocci já era dono de uma biografia indecente quando voltou ao Palácio do Planalto onde nunca deveria ter posto os pés nem no governo LULA, pois sua ficha corrida em Ribeirão já era mais que o suficiente.
    Em segundo,
    quem fez alusão racista ao caso Orlando Silva foi um porta-voz da direita, o senhor Jabor,
    conforme indicado acima.

    FrancoAtirador

    28/10/2011 - 13h10

    .
    .
    Aí é que está.

    Se o ministro do PCdoB fosse branco,

    o título do artigo do Jabor na CBN não seria

    "Finalmente, Orlando Silva CAI DO GALHO" (sic).

    Eis aí por que ter a pele com mais melanina

    é tão conveniente aos ofensores racistas.
    .
    .

beattrice

27/10/2011 - 01h33

Mais um episódio que expõe a tragédia que representa o núcleo deste governo,
ancorado desde o início em elementos mais que duvidosos em todos os sentidos do PT-SP
o gabinete não se afirma, ele desvanece.
Os compromissos inadiáveis de campanha,
como o marco regulatório e o PNBL, estratégicos para o avanço progressista, se avolumam sobre a mesa,
ou foram engavetados indefinidamente.
A presidência, mais preocupada com os índices de popularidade
e com sua convivência submissa com a mídia corporativa
não exerce nem a liderança nem o mandato outorgado nas urnas.

Responder

Cristiana Castro

27/10/2011 - 01h05

É meu povo, não tá fácil, não. A gente elege Executivo e Legislativo para ser governado pelo Judiciário e pelo Midiático… E tome democracia! O que mais me espanta é não have um pronunciamento oficial, uma satisfação a sociedade. A impressão que dá é que para esse governo a população não existe.

Responder

    miriam

    27/10/2011 - 09h41

    Como assim o governo não emite nota oficial? No nosso Diario Oficial, a Veja, está tudo explicadim, nosso ministro da casa civil Reinaldo Azevedo já postou tudo lá mastigadim, é só engolir, e nosso amado Presidente Civita não tem que explicar nada, ele tem mais o que fazer do que ficar dando trela pra gentalha gentalha.

Renato Lira

27/10/2011 - 00h57

Governinho banana.

Responder

Antenor Neto

27/10/2011 - 00h42

Dilma é João Goulart de saias, não vai terminar o governo, está alimentando ela própria o Dragão golpista, que já começa a colar nela a imagem de uma Presidente fraca que dirige um governo sem projeto, daqui alguns Ministros mais será a vez dela, só não vê quem não quer.

Epílogo: Uma Presidente que aceita que ACM neto demita seus Ministros não tem vida longa, volta logo Lula!

Responder

Renato Lira

27/10/2011 - 00h42

Juca Kfouri, Azevedo, a quadrilha de Veja, a curriola global, a máfia da Folha, os "coroné" do estadinho, as múmias da Band, tão na maior farra.

É festa no terreiro golpista.

Tá rolando a maior quadrilha.

"Olha acobra, uhhhh!!!"

"É mentira…"

"Olha a coragem do governo!!!!"

"É mentira…"

"Olha o golpe!!!"

"Né mentira não!!!"

O governo tá no caminho da roça.

Responder

Renato Lira

27/10/2011 - 00h33

Aviso do governo à mída golpista:

"Próximo, por favor…"

Lamentável.

Responder

Sérgio

27/10/2011 - 00h11

Ministério dos Esportes deve ser comandado por um interino.
Vamos aguardar para ver quem o PIG vai nomear como titular.

Responder

jin

27/10/2011 - 00h00

Nossa… estou espantado.

Parece que o PT é um santo né….. o que vocês tem na cabeça?

O problema é que o partido politico esta na frente do país para vocês. Que briguinha ridícula, é isso que eles queriam. Vamos discutir como acabar com a corrupção e melhorar a EDUCAÇÂO E SAÙDE.

ah, esqueci, o PT também não sabe o que é educação e saúde.

Enão vms discutir o que? Nada… vou embora. Tchau.

Responder

Sebastião Medeiros

26/10/2011 - 23h54

Neste episódio lamentável na qual um cidadão de bem foi demitido do seu cargo por uma revista asquerosa e nojenta a "ex-presidenta" Dilma selou a sua sorte: Na minha opinião não dura mais do que um ano no seu posto !
Em suma o governo Dilma ACABOU,com muita,muita sorte chega em 2014 !
Esperamos que o PT e as forças progressista tenham forças para emplacar o LULA em 2014,isso se a Dilma não cair até lá,poís caso contrário os entreguistas e neoliberais voltarâo com tudo !

Responder

jl carraro

26/10/2011 - 23h50

As diferentes maneiras de contar a mesma história. Se a história da Chapeuzinho Vermelho fosse verdadeira, como ela seria veiculada pela imprensa brasileira?

*Jornal Nacional*
(William Bonner): 'Boa noite. Uma menina chegou a ser devorada por um lobo na noite de ontem.'
(Fátima Bernardes): '.mas a atuação de um caçador evitou a tragédia.'

*Programa da Hebe*
".Que gracinha, gente! Vocês não vão acreditar, mas essa menina
linda aqui foi retirada viva da barriga de um lobo, não é mesmo?"

*Brasil Urgente (Datena)*
".Onde é que a gente vai parar, cadê as autoridades? Cadê as autoridades? A menina ia pra casa da vovozinha a pé! Não tem transporte público! Não tem transporte público! E foi devorada viva. Um lobo, um lobo safado. Põe na tela, primo! Eu falo mesmo, não tenho medo de lobo, não tenho medo de lobo, não!" Tô certo ou tô errado? Me ajuda aí, ô!

*Superpop*
"Geeente! Eu tô aqui com a ex-mulher do lenhador e ela diz que ele é alcoólatra, agressivo e que não paga pensão aos filhos há mais de um ano. Abafa o caso!"

*Globo Repórter*
"Tara? Fetiche? Violência? O que leva alguém a comer, na mesma noite, uma idosa e uma adolescente? O Globo Repórter conversou com psicólogos, antropólogos e com amigos e parentes do Lobo, em busca da resposta. E uma revelação: casos semelhantes acontecem dentro dos próprios lares das vítimas, que silenciam por medo. Hoje, no Globo Repórter.."

*Discovery Channel*
"Vamos determinar se é possível uma pessoa ser engolida viva e sobreviver."

*Revista Veja*
"Lula sabia das intenções do Lobo."

*Revista Cláudia*
"Como chegar à casa da vovozinha sem se deixar enganar pelos lobos no caminho."

*Revista Nova*
"Dez maneiras de levar um lobo à loucura, na cama!"

*Revista Isto É*
Gravações revelam que lobo foi assessor de político influente.

*Revista Playboy*
(Ensaio fotográfico com Chapeuzinho no mês seguinte): "Veja o que só o lobo viu."

*Revista Vip*
"As 100 mais sexies – Desvendamos a adolescente mais gostosa do Brasil!"

*Revista G Magazine*
(Ensaio com o lenhador) "O lenhador mostra o machado."

*Revista Caras*
Na banheira de hidromassagem, Chapeuzinho fala a CARAS: "Até ser devorada, eu não dava valor pra muitas coisas na vida. Hoje, sou outra pessoa."

*Revista Superinteressante*
"Lobo Mau: mito ou verdade?"

*Revista Tititi*
"Lenhador e Chapeuzinho flagrados em clima romântico em jantar no Rio."

*Folha de São Paulo*
"Lobo que devorou menina era do MST"

*O Estado de São Paulo*
"Lobo que devorou menina seria filiado ao PT."

*O Globo*
"Petrobrás apóia ONG do lenhador ligado ao PT, que matou um lobo para salvar menor de idade carente."

*O Povo*
"Sangue e tragédia na casa da vovó."

*O Dia*
"Lenhador desempregado tem dia de herói."

*Extra*
"Promoção do mês: junte 20 selos, mais 19,90 e troque por uma capa vermelha igual a da Chapeuzinho!"

*Meia hora*
"Lenhador passou o rodo e mandou lobo pedófilo pro saco!"

*Capricho*
Teste: "Seu par ideal é lobo ou lenhador?"

Responder

    Mário SF Aives

    28/10/2011 - 06h59

    Para ficar ainda mais caracterizada, ainda mais pensamento único, só faltou incluir o Bom Dia Brasil a tergiversar sobre a relação entre as dificuldades do SUS e o estado de saúde dos personagens, com ênfase para a debilidade mental/ação terrorista do lobo.

Gustavo Pamplona

26/10/2011 - 23h30

Eu Gustavo, quero dar os PARABÉNS a todos os IDIOTAS deste blog que apoiaram a queda do minstro Antonio Palocci. Eu sabia que iria dar nisto….

Façam suas apostas! Quem será o próximo?

E mais uma vez a PODEROSA Veja derrubou outro ministro…. do jeito que lá vai… logo, logo vai acabar derrubando a presidenta! Não é a vontade do Civita mesmo?

Responder

    Renato Lira

    27/10/2011 - 00h35

    Taí uma coisa que nunca imaginei.

    Concordo com o Gustavo Azedume.

    Olha o que o governo fez comigo…

    Igor

    27/10/2011 - 00h38

    Não, colega, ele caiu por que é um cretino, isso sim!! Não defenda sua posição ideológica as custas do dinheiro suado do nosso povo.

Giuliano

26/10/2011 - 23h27

Não acreditava que a imprensa derrubaria o ministro, mas derrubou!

Responder

Antonio C.

26/10/2011 - 23h25

Como ver o caso da "queda" do Ministro à luz da ausência/omissão/"escondimento" do jornalismo local?

Sou paulistano e vejo o estado de calamidade a que chegamos.

São mais de quinze anos de PSDB no poder estadual. Pais de alunos, usuários de serviços médicos públicos, usuários de transportes coletivos… a letargia (o que, na verdade, é raiva reprimida) é tamanha que as notícias em âmbito federal fazem um serviço considerável: liberam a raiva, apesar de o poder, inclusive, ter o ar de intangível, de espetáculo.

Mas uma prefeitura não o é. O Governo do estado, também não. Por isto, o que se noticia é o "tatuzão", o pastel de feira, as calçadas varridas dez vezes por dia na Paulista. E blindar incompetentes como Alckmin, Serra – e, na esteira, o Kassab – com publicidade e compras de assinaturas sem licitação.

A notícia da queda do Ministro tem o sentido de "operação abafa" do escândalo do parlamento paulista.

Responder

Miguel Freitas

26/10/2011 - 23h04

Não morro de amores pelo ministro Orlando Silva, mais a pessoa ser trucidada pela mídia, pela denúncia de um PM bandido, que não mostrou as provas é uma vergonha. É duro trabalhar com um Chefe que não segura a bucha, que diferença da ARGENTINA CRISTINA que enfrentou osmeios imundos tradicionais de comunicação o PIG de lá começando pelo grupo Clarin.
O que esperar de uma presidenta que no começo do mandato vai na ANA MARIA BRAGA

Responder

    beattrice

    27/10/2011 - 01h26

    Durante a campanha eleitoral CFK não concedeu uma única entrevista á mídia corporativa.
    Toda a divulgação do governo segue pela TV Publica CANAL 7
    que lá não transmite programas religiosos, católicos ou evangélicos.
    Em tempo,
    hj saiu a primeira sentença do julgamento do caso ESMA:
    prisão perpétua para Astiz, Acosta e toda sua camarilha, LOS DINOSAUROS:

    [youtube NXw8s0AYQ4Q http://www.youtube.com/watch?v=NXw8s0AYQ4Q youtube]

trombeta

26/10/2011 - 22h59

O governo Dilma é fraco, sem personalidade, despolitizado, pop demais para o meu gosto.

Já não bastava ter ido à folha beijar a mão do torturador e ainda dizer que ele era um democrata?

Temo pelo futuro de um governo covarde, vai acabar desintegrando a esquerda e abrindo a porta para a direita voltar ao poder.

Responder

    beattrice

    27/10/2011 - 01h16

    Pois é,
    o festim diabólico do Tavinho já prenunciava o que se assiste.
    É só fazer a retrospectiva.

    Mário SF Aives

    28/10/2011 - 08h18

    beattrice,
    Com ou sem festim diabólico, o fato é que, se Governo Dilma = Governo Lula, oposição = limbo político por mais, no mínimo, outros 8 longos anos.

Roberto Locatelli

26/10/2011 - 22h57

A mídia manda. Então, para que nenhum ministro seja derrubado pelo PIG, com o beneplácito do Governo, aqui vão algumas sugestões para Dilma:

Ministério do Esporte: Ricardo Teixeira
Ministério da Fazenda: Daniel Dantas
Ministério da Cultura: Ana de Holanda
Ministério da Educação: Roberto Civita

Otavinho para presidente em 2014, com Reinaldo Azevedo para vice.

Responder

    Igor

    27/10/2011 - 00h40

    Opa! Se o tio Rei se candidata eu voto nele!

    FrancoAtirador

    27/10/2011 - 01h00

    .
    .
    Outras sugestões:

    Jair Bolsonaro na Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

    Gonzaga Bergonzini, bispo de Guarulhos, na Secretaria de Políticas para as Mulheres

    Coronel Sebastião Curió, na Secretaria Especial dos Direitos Humanos
    .
    .

    Morvan

    27/10/2011 - 14h56

    Boa tarde.
    A sua sugestão está quase irretocável, FrancoAtirador.
    Mas, numa Secretaria tão estratégica, como a Especial dos Direitos Humanos, o nome mais apropriado seria o do Cel. Ustra.
    Aí, sim. Ficaria "Tudo dominado".
    Eta Sinistério (Sic).

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    FrancoAtirador

    27/10/2011 - 20h23

    .
    .
    Caríssimo Morvan.

    Bem lembrado.
    Isto é:
    O mau lembrado.
    .
    .

    Mário SF Aives

    28/10/2011 - 06h20

    Que tal o Waack no das Relações Exteriores. O WikiLeakes recomenda.

    FrancoAtirador

    28/10/2011 - 15h03

    Adendo:

    O nome do torturador assassino Curió foi o primeiro que me veio à mente,
    porque foi ele o principal responsável pelo massacre aos militantes do PC do B
    que se renderam ou foram capturados pelas tropas da Ditadura Militar,
    a partir de outubro de 1973, na Região do Araguaia, no sul do Pará.

    Guerrilha do Araguaia

    Sebastião Curió, o carrasco do Araguaia, que já havia reconhecido a morte de 59 guerrilheiros do Araguaia, ficou conhecido pela guerra suja que impôs aos militantes do PCdoB que resistiam com sucesso às investidas dos militares.

    Segundo uma série de reportagens de Eumano Silva e Ronaldo Brasiliense, no Correio Braziliense, com um trabalho de inteligência liderado por Curió, o Exército conseguiu aniquilar a guerrilha no Sul do Pará.

    “Numa primeira fase, haviam (os guerrilheiros) conseguido importantes vitórias sobre os militares, que decidiram mudar de estratégia. E foi após um demorado trabalho de inteligência que o Centro de Informações do Exército (CIE) conseguiu, à base da tortura em presos, identificar os principais responsáveis pelo foco guerrilheiro instalado pelo PCdoB”, diz o texto dos jornalistas.

    Curió chegou à região com o codinome de Marco Antônio Luchini para montar uma rede de informantes em todo o Araguaia.

    “Sua estratégia mais bem sucedida foi a montagem de biroscas para o fornecimento de alimentos e munição ao longo do rio Araguaia, onde obtinha valiosas informações.”

    Detalhes em:

    http://pt.wikipedia.org/wiki/Sebasti%C3%A3o_Curi%
    http://www.avozdavitoria.com/noticias/curio-diz-a

    beattrice

    27/10/2011 - 15h00

    Para o Ministério da Saúde: Ronaldo Caiado.
    E antes que gritem, ele é médico, poxa!

    Jairo_Beraldo

    27/10/2011 - 14h36

    Robert Civita ficaria melhor no Ministério das Comunicações.
    No Ministério da Educação: William Bonner

    luiz pinheiro

    27/10/2011 - 15h02

    Acho uma grave injustiça comparar a Ana de Holanda a essa corja.

Gerson Carneiro

26/10/2011 - 22h49

Alguém sabe dizer se a Dilma confirmou presença na próxima "Marcha contra a Corrupção"?

Se a Dilma não for a Veja vai ficar decepcionada.

Responder

O_Brasileiro

26/10/2011 - 22h48

Civita para presidente!

Responder

O_Brasileiro

26/10/2011 - 22h46

#VejaMente já pode ser empossada #VejaPresidente …

Responder

lia vinhas

26/10/2011 - 22h41

Sugiro a todos os críticos da atuação da Dilma que votem daqui para diante na direita (aposto que vários já são de lá) ou se candidatem a Presidente, pois já têm todas as fórmulas para fazer um grande governo. Quanto a mim, não me arrependo um milésimo de meu voto em Lula e na Dilma, nos meus depuitados e vereadores. Nada foi pior do que o circo chamado "mensalão do PT" e o governo, mesmo perdendo vários quadros excelentes, continuou avançando rumo ao seu objetiovo de reerguer o Brasil e levá-lo ao topo da política mundial. E todas as acusações veem sendo aquivadas por falta de prova.

Responder

El Cid

26/10/2011 - 22h40

O sentimento de injustiça que sinto pela queda do ministro – fruto da ação inescrupulosa dos grandes veículos de imprensa – é igual quando o Congresso vetou a emenda para eleições diretas no país, nos anos 80, contra a vontade do povo.

Quem viveu aquele momento, sabe muito bem !

Dia triste o de hoje. Mas não é fim do governo Dilma. Nem considero que há uma crise instalada, já que as denúncias partiram de informações do próprio governo, e o ministro, que prejulgo inocente, é humano e não suportou a lama.

No longo prazo, a grande perdedora é a velha mídia, que sistematicamente vem jogando sujo e contra as instituições democráticas. A sua reputação, e a de seus jagunços, chegou ao fundo do poço. Definitivamente, a grande imprensa brasileira não é republicana.

Responder

maria edith

26/10/2011 - 22h35

A Presidenta Dilma deve tampar os ouvidos e também os olhos contras as denuncias ofesivas contra o seu ministério por parte da mídia tendenciosa.Fazer mesmo ouvido de mercador e governar para os mais de 50% que lhe deram voto.Ignorar esse partidos que já estão falindo é seu grande trunfo
.

Responder

Gerson Carneiro

26/10/2011 - 22h34

:(

[youtube _aREl_qHkI4&feature=related http://www.youtube.com/watch?v=_aREl_qHkI4&feature=related youtube]

Responder

    Adilson

    27/10/2011 - 18h24

    "..o sol é um só, mas quem sabe são duas manhãs.."

    Gênio o Renato Russo!!!

ZePovinho

26/10/2011 - 22h29

https://www.facebook.com/AntiBoataria

Imprensa brasileira. Como seria se a história da Chapeuzinho Vermelho fosse noticiada pela grande imprensa brasileira?

*Jornal Nacional*
(William Bonner): 'Boa noite. Uma menina chegou a ser devorada por um lobo na noite de ontem.'
(Fátima Bernardes): '.mas a atuação de um caçador evitou a tragédia.'

*Programa da Hebe*
".Que gracinha, gente! Vocês não vão acreditar, mas essa menina
linda aqui foi retirada viva da barriga de um lobo, não é mesmo?"

*Brasil Urgente (Datena)*
".Onde é que a gente vai parar, cadê as autoridades? Cadê as autoridades? A menina ia pra casa da vovozinha a pé! Não tem transporte público! Não tem transporte público! E foi devorada viva. Um lobo, um lobo safado. Põe na tela, primo! Eu falo mesmo, não tenho medo de lobo, não tenho medo de lobo, não!" Tô certo ou tô errado? Me ajuda aí, ô!

*Superpop*
"Geeente! Eu tô aqui com a ex-mulher do lenhador e ela diz que ele é alcoólatra, agressivo e que não paga pensão aos filhos há mais de um ano. Abafa o caso!"

*Globo Repórter*
"Tara? Fetiche? Violência? O que leva alguém a comer, na mesma noite, uma idosa e uma adolescente? O Globo Repórter conversou com psicólogos, antropólogos e com amigos e parentes do Lobo, em busca da resposta. E uma revelação: casos semelhantes acontecem dentro dos próprios lares das vítimas, que silenciam por medo. Hoje, no Globo Repórter.."

*Discovery Channel*
"Vamos determinar se é possível uma pessoa ser engolida viva e sobreviver."

*Revista Veja*
"Lula sabia das intenções do Lobo e os PTralhas estão envolvidos."

*Revista Cláudia*
"Como chegar à casa da vovozinha sem se deixar enganar pelos lobos no caminho."

*Revista Nova*
"Dez maneiras de levar um lobo à loucura, na cama!"

*Revista Isto É*
Gravações revelam que lobo foi assessor de político influente.

*Revista Playboy*
(Ensaio fotográfico com Chapeuzinho no mês seguinte): "Veja o que só o lobo viu."

*Revista Vip*
"As 100 mais sexies – Desvendamos a adolescente mais gostosa do Brasil!"

*Revista G Magazine*
(Ensaio com o lenhador) "O lenhador mostra o machado."

*Revista Caras*
Na banheira de hidromassagem, Chapeuzinho fala a CARAS: "Até ser devorada, eu não dava valor pra muitas coisas na vida. Hoje, sou outra pessoa."

*Revista Superinteressante*
"Lobo Mau: mito ou verdade?"

*Revista Tititi*
"Lenhador e Chapeuzinho flagrados em clima romântico em jantar no Rio."

*Folha de São Paulo*
"Lobo que devorou menina era do MST"

*O Estado de São Paulo*
"Lobo que devorou menina seria filiado ao PT."

*O Globo*
"Petrobrás apóia ONG do lenhador ligado ao PT, que matou um lobo para salvar menor de idade carente."

*O Povo*
"Sangue e tragédia na casa da vovó."

*O Dia*
"Lenhador desempregado tem dia de herói."

*Extra*
"Promoção do mês: junte 20 selos, mais 19,90 e troque por uma capa vermelha igual a da Chapeuzinho!"

*Meia hora*
"Lenhador passou o rodo e mandou lobo pedófilo pro saco!"

*Capricho*
Teste: "Seu par ideal é lobo ou lenhador?"
— com Antonio José Almeida e Ana Lúcia Magraner.

Responder

    El Gordo

    27/10/2011 - 07h46

    Conversa Afiada:

    "Chapeuzinho Vermelho: Malfeitou, dançou!"

    Marcos W.

    27/10/2011 - 08h19

    Muita risada,velho!Comecei bem o dia…Mas é isso mesmo,roteiro sempre igual,formulazinha de merda,enche o saco!De qualquer maneira,valeu!

Maria Lucia

26/10/2011 - 22h29

Acho muito importante ouvir e divulgar o que o ex-Ministro Orlando Silva falou em entrevista coletiva à imprensa logo após deixar a reunião com a Presidenta Dilma Rousseff, onde foi entegar seu pedido de demissão: http://www.youtube.com/watch?v=9CdsUaeXEJI
Como fica claro a decisão de afastar-se do Governo, foi uma decisão pessoal do Ministro que considera que dessa forma poderá defender melhor a sua honra e colaborar com o Governo, defendendo o que foi feito nos cinco anos em que esteve à frente do Ministério.
Belíssima entrevista do Ministro, que mostra bem que para ele nada acabou. A vida continua e ele quer defender a sua honra.
Não vamos nos esquecer que ele é considerado um brilhante advogado, e sendo de origem pobre, negro e comunista desde muito jovem já deve ter sofrido inúmeras injustiças e estar bem preparado para enfrentar e superar esse momento difícil.
Há pouco tempo ouvi uma entrevista dele no Roda Viva que muito me agradou. Aqui vai o vídeo do primeiro bloco. O interessante é que nesse bloco, Orlando Silva responde a perguntas dos jornalistas entrevistadores sobre a demissão de ministros no Governo Dilma. Mostra posição madura e equilibrada. Tudo indica que estamos diante de um experiente quadro político,com muita competência na área que coordenava: http://www.youtube.com/watch?v=ykO3G5OMn20

Responder

enio

26/10/2011 - 22h27

A essa altura todos já sabem que o alvo é Dilma. É muito evidente a estratégia. Só falta saber o momento em que machadada vai ser dada e por alguém muito próximo, como aconteceu com Collor que muito tempo depois foi absolvido pelo STF. Muita gente esquece isso.

Responder

    Deusdédit R Morais

    27/10/2011 - 12h26

    A estratégia posta em prática é a do "sangramento lento e gradual", preconizado por Fernando Henrique Cardoso contra o então iniciante governo Lula. Daquela vez, por inexperiência dos partidários desta tática, e por ter no Palácio do Planalto um verdadeiro "Animal Político, não logrou efeito. Agora, pelo que se antevê, a estratégia segue vitoriosa, e terá lances certamente mais ousados em 2012, até a estocada final lá pelo fim de 2013. Também, convenhamos, a presidenta tem ajudado em muito para que isto aconteça.

Fernando

26/10/2011 - 22h21

Quem faz faxina pautada pelo PIG acaba sendo faxinada. Não sei porque lembrei do Collor e as famosas frituras dos seus ministros antes do impeachment

Responder

marcio gaúcho

26/10/2011 - 22h19

A coordenação do governo Dilma não está harmoniosa e no compasso certo. Desencontros e interesses escusos estão dificultando a antecipação aos fatos. Tem gente escondendo informações no 1º escalão. Assim não pode! Assim não dá! (parafraseando FHC)

Responder

    miriam

    27/10/2011 - 09h56

    Na linha de frente da anemia do governo Obilma está a SECOM, sem dúvida a área mais incompetente, inerte, boca aberta, sonambula e inepta desse governo.

FranX

26/10/2011 - 22h17

Se o ministro caiu porque estava enfraquecido, é bom lembrar que a esta altura do campeonato, após queda de um número considerável de ministros, Dilma também está enfraquecida, então, seria melhor ela pedir logo para sair, antes que 'caiam' com ela também .
Quando do episódio do 'mensalão' , Lula estava enfraquecidícimo, quase 'cairam' com ele, pela lógica ele próprio deveria ter deixado o cargo, por ' insustentabilidade', não?

Eis o estrategista da presidenta:
http://www.google.com.br/imgres?q=tiririca&um

Responder

    FranX

    26/10/2011 - 22h24

    enfraquecidíssimo! apenas corrigindo. rsrs

Armando do Prado

26/10/2011 - 22h15

É isso, a presidenta está no momento de dar uma banana para os civitas, mesquitas, frias e marinhos, e passar a governar para os milhões de votos que obteve.

Responder

    Rodrigo Falcon

    26/10/2011 - 22h41

    Só que não vai. Infelizmente pra nós a presidenta adora ser títere das corporações midiáticas e dançar uma valsa macabra com as vassourinhas em direção ao precipício. Atitude patética. Mesmo com todos os problemas, que inveja dos hermanos…
    Ley de medios?
    Quem sabe numa gestão posterior à Deus.

Scan

26/10/2011 - 22h13

Dilma é uma fraude.
Votei nela por causa do Lula, como votaria em qualquer um que ele indicasse, mas acho que, desta vez, nem ele sabia o mato que estava lenhando.
Elegemos não um poste, como queria a "oposição", elegemos uma caricatura que nos foi vendida como sendo alguém confiável.
E desde a posse, mostra a cada dia a quem obedece e a quem é subalterna.
Votamos na Dilma e elegemos o PIG.

Responder

    Santiago

    26/10/2011 - 23h14

    Nossa, isso que é voto consciente. Eu votei na Dilma no segundo turno porque sabia que, viesse o que viesse, o seu governo ainda seria muito melhor para o país do que o governo de seu oponente. Tivéssemos o PSDB na presidência, muito mais teríamos a lamentar e em silêncio, porque a mídia seria só aplausos.

    Scan

    27/10/2011 - 01h06

    Meu caro Santiago, o fato de Çerra ser um desastre abominável (como a maioria esmagadora, senão a totalidade, do PSDB) não pode justificar as orelhadas da Dilma.
    Pelo que você postou, é daqueles que votam no "menos pior". É a isto que chama de "voto consciente"?
    Meu voto baseou-se, além de fidelidade partidária, no fato de que Lula é um cara que confio, sempre confiei e sempre votei, desde 80.
    Quanto aos aplausos da mídia, Dilma está fazendo o possível para recebê-los e, no processo, esquece de quem a elegeu.

    Santiago

    27/10/2011 - 15h41

    Eu penso que deixei claro que votei no melhor, não no menos pior. Eu lamento algumas atitudes do governo mas não me arrependo de ter votado no PT, apesar do PMDB e outros aliados que vieram a reboque. Longe de usar para justificar, só estou mantendo a clareza. Meu voto nunca se baseou em fidelidade partidária, não sou afiliada a nenhum partido, eu voto com a esquerda, enquanto a esquerda estive a favor da igualdade e não dos interesses de poucos.

    Scan

    27/10/2011 - 18h41

    O senhor se contadiz:
    " Eu votei na Dilma no segundo turno porque sabia que, viesse o que viesse, o seu governo ainda seria muito melhor para o país do que o governo de seu oponente."
    Porque não votou nela no primeiro?
    No primeiro havia alguém melhor? Então temos dois melhores? Seu candidato no primeiro e…a Dilma? Como o senhor faz para escolher entre dois melhores?
    Sua "lógica" permite dizer que, numa corrida, dois participantes chegaram primeiro…
    O senhor é rizível.

    Santiago

    27/10/2011 - 23h56

    Eu sempre votei no Lula, mas isso não quer dizer que sempre confiei em seu discernimento. Eu tive algumas dúvidas em relação a Dilma, não em relação ao seu caráter. Eu preferiria um modelo de emancipação dos pobres que não fosse deletério para o meio ambiente. Mas no segundo turno, eu votei em Dilma com 100% de convicção, e não porque estava votando no Lula por tabela. Estou desapontada, mas não arrependida. Eu sempre irei apoiar o que é melhor para o povo; e o melhor para o povo é o desenvolvimento sem destruição do meio ambiente. Egoísta é aquele que pensa apenas em si ou no aqui e agora, não pensa em preservar um futuro de igualdade para aqueles que ainda não nasceram ou estão nascendo.

    El Gordo

    27/10/2011 - 07h43

    O problema é que, daqui onde eu vejo, não estou vendo diferenças entre o governo de um sucessor do Lula ou do José Serra.

    beattrice

    27/10/2011 - 15h08

    Diferença nenhuma a rigor.

    MataTrolls

    27/10/2011 - 09h41

    Vc votou foi no Serra, no Plínio ou na Blá-blá-blárina. Na Dilma eu duvido que vc tenha votado, diga o que disser.

    Scan

    27/10/2011 - 10h15

    Claro, sr. Matatrolls.
    Todo mundo que se decepciona com a Dilma, necessariamente deve ter votado no Çerra ou na Marina.
    Um raciocínio brilhante…

    beattrice

    27/10/2011 - 15h09

    É o velho lobby dilmista batendo ponto no VIOMUNDO, onde os trolls tucanos e os lobbistas dilmistas tomam café, juntos, e atacam.

    Isabel

    27/10/2011 - 21h23

    E por acaso existe alguém que não tenha lobby, Beattrice? O tempo da inocência já acabou.

    beattrice

    28/10/2011 - 00h30

    Isso é uma resposta?…

    Isabel

    28/10/2011 - 18h42

    Você não perguntou nada, porque haveria eu de responder?
    Dei apenas a minha opinião,como você deu a sua.
    Na minha opinião, sempre que emitimos uma opinião política, estamos no exercício do direito de defender convicções e princípios políticos nos quais acreditamos. E estamos fazendo um lobby em favor deles.
    No momento, foi feito por você um lobby no sentido que, a rigor não há diferença nenhuma, entre o governo de Dilma ou se o Serra ganhasse. É um direito seu fazer esse lobby. Mas é um lobby.

    joni

    27/10/2011 - 12h35

    Sr. Scan. Spam. Desculpe-me, mas não acredito que você votou na Dilma, e nem no Lula. Mas, se votou na Dilma por causa do Lula, você errou. Quer dizer que se o candidato dele fosse o serra, você votaria? Eu votei na Dilma, porque aprovo o projeto de governo do Presidente Lula, ao qual ela está dando continuidade, e está dando certo. O ministro caiu, mas o emprego aumentou, milhões de pessoas sairam da pobreza, investimentos estão vindo para o Brasil(mais empregos),… Não vem não, que aqui o olhar é outro. Nós torcemos pelo BRASIL.

    beattrice

    27/10/2011 - 15h45

    Os resultados positivos do governo Dilma na economia não justificam o atraso nos setores social e político.
    ISTO que ai esta NÃO é a continuidade do GOVERNO LULA.

    Scan

    27/10/2011 - 18h44

    Perfeito, Beattrice.
    Mas acredito que é inútil tentar se fazer entender por pessoas cuja maior preocupação é a defesa burra do indefensável.
    []'s

    Vlad

    27/10/2011 - 21h22

    Na questão da reforma agrária há uma perfeita continuidade.

    Scan

    27/10/2011 - 18h33

    E que tenho eu a ver com suas crenças?
    Sua lógica, assim como a do sr. Matatrolls, é de um primarismo que faz inveja a uma criança de 8 anos. SE Lula indicasse Çerra como seu candidato, Lula não seria quem é e, ENTÃO, eu jamais teria depositado pregressamente minha confiança nele. Entendeu ou quer que desenhe?
    Quanto ao olhar aqui ser outro, veja o título que o Sader deu ao post e, se conseguir, tire suas conclusões.
    Me parece que "torcer" pelo Brasil é uma postura um pouco passiva: o que efetivamentel o sr. tem feito pelo país?

    Mário SF Aives

    28/10/2011 - 20h50

    Curso rápido de lógica. Valeu, Scan!

    Isabel

    27/10/2011 - 21h15

    O seu discurso é aquele que o PIG gosta. Palmas para o PIG que está deitando e rolando de rir com os que de repente descobriram que odeiam a Dilma. Não fica triste não. Agora tem o PSD, o Partido do Kassab. Lá todos os desiludidos com Dilma vão se encontrar afinal.

    beattrice

    28/10/2011 - 00h33

    De fato não, os "desiludidos com a Dilma", como vc rotula o pensamento crítico que não venera tres porquinhos & cia. bela, vão se encontrar é nas ruas do Brasil quando o limite extrapolar e engrossar as fileiras do "OCCUPY BRASIL" que tarda mas não faltará.

    Isabel

    28/10/2011 - 19h13

    Occupy Brazil? Isso os colonizadores,os neo-colonizadores e os imperialistas já fazem desde 1500. Melhor arranjar outro nome para esse grande movimento de massas ou já vai começar sendo objeto de chacota. O que é um péssimo começo..
    Quem é que venera os três porquinhos? O fato de se apoiar um governo não significa que se venere ninguém. Sempre apoiei o Lula, sem ter a menor simpatia por muitos ministros dele,entre os quais havia até um porquinho, dos mais robustos. E tinha o porcão do Jobim.
    .No mais, se os desiludidos com Dilma quiserem ir para as ruas é um direito deles. A praça é do povo. Façam bom proveito.

Paulo Chacon

26/10/2011 - 22h01

Parece que a Dilma se encantou com a história da faxina. Ela precisa ouvir um pouco mais o LULA que disse, na campanha, que a imprensa é golpista.
Basta de dar ouvidos à estes canalhas e bandidos do PIG.
Nós elegemos a Dilma para governar o Brasil e não a veja(minúsculo mesmo).

Responder

Jorge Moraes

26/10/2011 - 21h52

Olá, boa noite! A pergunta que não quer calar (ao menos para mim): por que cargas d´água um governo (refiro-me aos dois mandatos do Lula e a este quase um ano de Dilma), que: (1) teve e tem boas a ótimas avaliações da população; (2) que convive em sua quase totalidade com índices de crescimento muito expressivos, baixo desemprego e inflação contida; (3) que convive com expressivas lucratividades empresariais e inversões externas; têm contra si oposição midiática tão severa (nos períodos Lula, com maior relevância dirigida ao próprio presidente, no período Dilma, mais centrada em seu entorno)?

Responder

    beattrice

    27/10/2011 - 01h12

    Desculpe mas discordo.
    A pergunta que não quer mesmo calar é:
    Por que este governo com as características que vc descreveu insiste em NÃO governar e
    instituir o MARCO REGULATÓRIO
    que o Franklin Martins e o LULA deixaram pronto?

    Jorge Moraes

    27/10/2011 - 14h31

    Olá, Beattrice! Na verdade, escrevi a resposta a minha própria pergunta "que não quer calar", só que quando terminei o texto, veio um aviso dando-me conta de seu excessivo tamanho.
    Vai daí, como achei que sua parte principal seria justamente fazer a pergunta aos comentaristas, até no sentido de obter respostas mais e mais refletidas, limei o que a excedia.
    Sua discordância é bem-vinda.
    Contudo, desconfio que a resposta à sua (bem) elaborada "pergunta que não quer calar" alternativa seria muito próxima, senão idêntica, à resposta (ou respostas) àquela feita por mim.
    Creio (posso estar errado, naturalmente) que a dificuldade para fazer evoluir o marco regulatório Franklin-Lula é no fundo da mesma natureza que (suposição minha) resultou em seu não-desenvolvimento no próprio período Lula; afinal, uma coisa é esforçar-se verdadeiramente para que um projeto "ande"; outra coisa é deixá-lo mais para frente, importando-se mais com a impressão (espero estar equivocado) que cause na militância / "simpatizância" do que com um engajamento real ao projeto.

    beattrice

    27/10/2011 - 15h03

    Jorge,
    a evolução do que foi feito na Argentina por ex
    mostra que lá o que houve foi um enfrentamento de fato e de direito com a mídia.
    A suposta esquerda brasileira não quer romper, quer surfar
    e de preferencia pedir a prancha emprestada da oposição tucana.

    Morvan

    27/10/2011 - 15h03

    Boa tarde.
    Beattrice, com todo o respeito aos dois grandes brasileiros, Lula e o grande Franklin Martins, mas o fato de eles terem deixado para outrem implantar demonstra, mesmo que tenhamos algum receio em admitir, tibieza do Lula. O Lula era quem deveria ter instituído, em seu Governo, o Marco Regulatório! Quem quer, faz!

    Deixar para Dilma, seria, na melhor das hipóteses, uma incógnita.
    Agora, não é mais incógnita. Ponto.

    :-)

    #Edit: Bold (Strong).

    Morvan, Usuário Linux #433640.

    beattrice

    28/10/2011 - 00h55

    Morvan,
    concordo com seu argumento em termos.
    Seria natural que estando pronto o Marco e fosse este um governo de continuidade,
    o que não é,
    fosse imediatamente implantado no decorrer da "lua-de-mel" dos primeiros 100 dias,
    o que aliás era a estratégia prevista por militantes & afins.
    Isto garantiria a implantação e evitaria que houvesse um custo eleitoral.
    Mas no meio do caminho tinha não uma pedra,
    mas tres porquinhos,
    e o resultado é que o Lobão tomou conta do roteiro.
    Chapéuzinho está negociando com o Lobão
    e deu a louca na história.

    Fabio

    28/10/2011 - 17h53

    A resposta é óbvia: pelos mesmos motivos que o Lula não apresentou o projeto do Franklin.
    Porque o problema não é enviar o projeto para o Congresso. O projeto pode ser apresentado por qulquer deputado ou por meio de um projeto de iniciativa popular, como foi o Ficha Limpa.
    O problema está em obter o apoio da maioria do Congresso para aprovar o projeto. O Governo Lula não apresentou porque sabia que não ia ser aprovado pelo Congresso. Ia ter o mesmo destino que o projeto Anti-corrupção que ele apresentou. Até hoje não foi sequer debatido.
    Não vejo qualquer mudança nesse quadro. Ou melhor, vejo que o PIG está tentando deseperadamente fazer a cabeçado povo,dizendo que oMarco Regulatório vai contra a liberdade de imprensa. Que é ditatorial, coisa do ditador Hugo Chávez etc
    Todos já ouvimos falar em condições políticas para aprovação de um projeto. Tem que haver. Se não é pura perda de tempo apresentar projeto.
    Só se houvesse uma grande mobilização popular em torno do tema. Coisa que sabemos, não existe. A maioria quase absoluta da população não está ligada nesse tema. E se duvidar, é contra. O mesmo acontece com a Reforma Política. Mudar esse quadro exigiria partidos atuantes, interessados. Está vendo algum?

ANDRE

26/10/2011 - 21h52

Não votei em Civita ou Bonner. Lula 2014!!!!

Responder

Taques

26/10/2011 - 21h51

O governo tem sido pautado pela corrupção desenfreada.

Não é a "midía golpista" que rouba lanchinhos de criancinhas carentes.

O Zé Tapioca foi tarde.

Esse governo é uma vergonha.

Responder

Klaus

26/10/2011 - 21h45

Difícil manter um ministro investigado pelo Supremo.

Responder

    ZePovinho

    26/10/2011 - 23h11

    A ministra Carmen Lucia proibiu o MPF de interrogar o ministro,Fraulein,e a investigação foi pedida por ele mesmo.

    Klaus

    27/10/2011 - 09h44

    "O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu inquérito para investigar as denúncias de corrupção e desvio de verbas públicas contra o ministro do Esporte, Orlando Silva. A ministra Cármen Lúcia aceitou na segunda-feira (24) o pedido de abertura de inquérito, feito na semana passada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), mas a decisão só foi divulgada nesta terça-feira (25)."

    Você diz que foi Orlando Silva que pediu. Põe aí o link para esta informação.

    edv

    27/10/2011 - 12h13

    No primeiro dia da denúncia, o ministro declarou que já havia solicitado a imediata investigação da mesma à Polícia Federal, conforme noticiado em vários jornais, eminentemente do PIG.
    A PGR é procuradora da União e o ministro faz parte do seu governo.
    O STF é órgão para assuntos em nível de governo.
    Ou vc acha que agora o Supremo vai virar polícia?
    Ou vc está assimiliando agora o que o PIG noticia? Do jeitinho que ele quer?

    Ze Duarte

    27/10/2011 - 23h43

    Meu deus, quanta bobagem… qualquer investigação de ministro tem que ter autorização do STF. STF não é polícia, mas autoriza investigação policial.

    Pedido de ministro para que investigue é igual a abrir mão do sigilo… é medida só pros holofotes.

    Joao Barbosa

    27/10/2011 - 17h27

    Klaus,

    Segue o link com a foto, do pedido de investigação feito pelo próprio Orlando Silva, ao Procurador Geral da Republica: http://www.blogcidadania.com.br/2011/10/instituic

    Enquanto você acreditar no PIG…o nivel da discussão será muito raso.
    Saia da Matrix!!!

Beto

26/10/2011 - 21h44

Nem tanto, nem tanto josaphat.
Vamos falar sério. Sem telhados de vidro os ministros não teriam caído, mesmo com todas as chuvas de granizo que estão caindo.
Há de tudo um pouco. Não vamos fazer de conta que não.
Fala sério, cara!
Eu quero um governo LIMPO, sobre o qual ao surgirem calúnias ou dúvidas, se possa provar que não.
Que os rumores são improcedentes. Mas não tem sido assim.
Tem havido fumaça e fogo…

Responder

    Gilberto

    26/10/2011 - 22h34

    Beto, indique alguem.

    miriam

    27/10/2011 - 09h53

    QUALQUER um da massa cheirosa é ilibado, honesto, irrepreensível, imaculado, virgem, santo e incorruptível e se alguem fizer alguma critica contra esse ser angelical, o pig trata dele direitinho a fim de mostrar ao país que ele é que é o bandido.

Leonardo Brezzi

26/10/2011 - 21h38

Prezados,

Pois é! Pelo andar da carruagem, daqui há uns meses a veja publica que a Dilma roubou e está tudo em um vídeo gravado que eles não podem revelar.

Ela roubou, logo tem de sair para assumir o Michel Temer.

Ou será que eles vão esperar para publicar isso só nas próximas eleições? Será que precisa esperar tanto?

Responder

marcosomag

26/10/2011 - 21h37

Tuitem #voltalula.
Descobrí que se o comentarista escrever "otavinho" (com ou sem aspas) nos comentários do Folha Online, o seu comentário é censurado. Não pode citar o nome do "coroné" midiático, que eles censuram! Conseguí alertar os outros comentaristas escrevendo o nome do barãozinho da mídia cheio de pontos e vírgulas. Esta é a "democracia" deles.

Responder

    Santiago

    26/10/2011 - 23h19

    Eu não leio mais a Folha. E é norma censurarem qualquer termo chulo. Muitos fazem isso, por isso não passa "otavinho".

luckier

26/10/2011 - 21h34

O que Dilma está permitindo é um tribunal de exceção. É um julgamento sumário próximo ao que ela passou em seus anos de chumbo. Se as denúncias contra seus Ministros é válida antes mesmo de qualquer possibilidade de defesa, ela que não reclame quando a mídia chegar a própria Presidenta, porque vai chegar tendo ou não provas, com verdades ou mentiras .
E lembre-se que ela poderá não ter o apoio que não deu.

Responder

Ricardo B. Rodrigues

26/10/2011 - 21h33

Querida Dilma, nós militantes de esquerda estávamos orgulhosos de ter uma mulher de fibra governando nosso glorioso país. Não mais que de repente, vemos a familia PIG pautar as decisões de governo. Se houvesse algo realmente paupável talvez estivesse mais confortável mas, sentimos que a família PIG vai continuar pautando as decisões do seu governo tentando desqualificar a sua capacidade de enfrentá-los. A sra. tem ainda a força do povo, tome as rédeas e justifique do que és feita…

Responder

    Gilberto

    26/10/2011 - 22h36

    Se depender de mim ela não tem mais forca alguma.

@luisk2017

26/10/2011 - 21h28

A presidenta preside o Brasil.
Mas quem preside a presidenta? A veja?

Responder

Donizeti - SP

26/10/2011 - 21h21

O governo Dilma está se mostrando de uma fraqueza política inesperada e incompreensível devido a ampla maioria que possui no senado e câmara federal.

Quem esperava um governo ao nível da personalidade firme e forte da Dilma está começando a ficar preocupado e decepcionado com a tibieza e fraqueza em enfrentar as denúncias políticas da mídia partidarizada.

Eu votei na Dilma e no projeto iniciado pelo Presidente Lula, mas começo a ficar com uma enorme saudade da forma de governar e de enfrentar a mídia golpista imprimida pelo Lula, principalmente no seu segundo mandato.

A continuar nessa toada, Dilma vai terminar seu mandato de forma claudicante e acuada pela mídia tucana e pela oposição, não terá condições de tentar um segundo mandato, e isso seria um risco imenso para o projeto iniciado em 2003.

2014 é Lula, de novo com a força do povo.

Responder

    beattrice

    27/10/2011 - 01h03

    A possibilidade de haver uma reeleição de Dilma acabou em março, na visita de Obama ao Planalto.

Antônio

26/10/2011 - 21h14

Nobre Josaphat, acertou na mosca. Bravo.

Responder

Gerson Carneiro

26/10/2011 - 21h09

Ok. A velha mídia venceu. Batata frita!

Dilma perdeu um Ministro, e mais esse militante. Eu também peço demissão.

Eu só digo uma coisa: eu não digo é mais nada.

Responder

    Renato Lira

    27/10/2011 - 00h59

    Adianta não, Gersão.

    A gente num consegue, véi.

    Amanhã tamos aqui, igula otários, brigando com a reaçaiada de novo, defendendo este governo banana, pautado por golpistas.

    FrancoAtirador

    27/10/2011 - 01h59

    .
    .
    Batata frita sequinha

    Ingredientes
    Batatas (quantidade a gosto) cortadas em palitos
    1 frigideira com óleo o sufisciente para cobrir as batatas
    1/2 colher (sopa) de amido de milho

    Modo de Preparo
    Corte as batas em palito e seque-as com papel toalha
    Coloque o óleo para esquentar, quando estiver bem quente, retire 1/2 xícara desse óleo e misture a 1/2 colher de amido de milho
    Após misturado, volte esse óleo para frigideira, frite as batatas em fogo médio até dourarem

    É uma dica que vale muito a pena, pois as batatas ficam bem sequinhas
    .
    .
    Receita enviada por Ana Paula Motta

    http://tudogostoso.uol.com.br/receita/18897-batat

    Gerson Carneiro

    27/10/2011 - 03h19

    Huuummmm… vou experimentar no próximo fim de semana.

    Que delícia esse asunto.

    Agora, fique alerta porque tem uma receita que faz muito mal, deixa a pessoa inerte, que é macarrão com banana. É bom alertar para evitar problemas de "comunicações".

    FrancoAtirador

    27/10/2011 - 13h04

    .
    .
    Macarrão Com Banana

    Ingredientes
    1 colher (sopa) de manteiga (p'ra resvalar das críticas)
    1 xícara (chá) de penne cozido (p'ra enfiar na militância)
    1 xícara (chá) de bananas em rodelas (mais conhecidas como movimentos sociais)
    1/2 xícara (chá) de açúcar (p'ra adoçar a vida da mídia oligárquica)
    1/2 xícara (chá) de amêndoas(só p'ra incrementar a receita dos oligopólios das comunicações)
    1 copo de suco de laranja (das teles)

    Modo de Preparo
    Derreta a manteiga, doure as amêndoas e acrescente as bananas, o açúcar e o suco de laranja. Deixe refogar até que o suco dê uma leve reduzida. A seguir, coloque o macarrão. Sirva com bolas de sorvete.

    Receita enviada por Paulo Bernardo

    http://cybercook.terra.com.br/receita-de-macarrao

    Conceição Lemes

    27/10/2011 - 13h37

    Franco, essa receita adaptada é sua? abs

    beattrice

    27/10/2011 - 15h06

    Eta receitinha bem dosada não é não Conceição?
    E ainda vem com a chancela do sio "ministrinho".

    Conceição Lemes

    27/10/2011 - 16h57

    Por isso, que eu perguntei. Vou postar como humor. O que vc acha? bjs

    beattrice

    28/10/2011 - 00h57

    Acho excelente oportunidade de iniciciar a seção receitas de desastre do VIOMUNDO.

    edv

    27/10/2011 - 12h41

    Caaalma!
    Ruim com Dilma? … Pior com Serra…
    Quando estou "nas últimas", penso nisso…
    E persevero, hehe…

    beattrice

    27/10/2011 - 15h50

    Uma tragédia não justifica uma pantomima.

Conservador316

26/10/2011 - 21h08

Se ele era inocente, bastava a Dilma mandar ele ficar e pronto.
Parece que todos esses ministros que cairam eram santos. Que a "mídia" inventou tudo.
Se a Dilma esta sendo pautada pela "mídia" então ela tem que pedir pra sair, pois não consegue governar um país.

Responder

    Giuliano

    26/10/2011 - 23h30

    Não é uma questão de ser ou não ser santo.

    Há muitos interesses e isso, a saída do ministro, com certeza foi acordado com o governo.

    Talvez ele estivesse contrariando interesses, não deixando outros se locupletarem ou se locupletando sozinho. Quem é que sabe a verdade?

    Renato Lira

    27/10/2011 - 01h01

    Vocês, reaças, vivem dessas alegrias efêmeras.

Fabio_Passos

26/10/2011 - 21h07

É verdade.
Mas também é verdade que em alguns casos o governo aproveitou as crises para melhorar.

Saiu malocci e entrou a Gleisi Hoffmann.
Saiu john bean e entrou Celso Amorim.

Nas duas situações acima o governo bancou um lutador experiente de artes marciais: Usou a força do oponente contra ele mesmo. Dois cupinchas da direita abatidos pela mídia-burguesa.

De qualquer forma um governo que prestigia a mídia-corrupta acaba necessariamente se submetendo aos interesses e o poder dela.

que saudades do Brizola…

Responder

    beattrice

    27/10/2011 - 01h02

    O único que teve a coragem de pedir e exercer o direito de resposta que é devido não a um ministro e nem a um presidente, mas à sociedade brasileira que se vê aviltada dia a dia pela mídia corporativa e pelo governo.

Genghis Khan

26/10/2011 - 20h58

Alguém precisa avisar à nossa presidente que 'quem muito abaixa….a bunda aparece', já diziam os antigos.
Ou a presidenta enfrenta esses gangsters midiáticos que querem a qualquer preço tomar conta dos destinos da nação, ou a nação pagará um preço muito alto pela tibieza de quem foi eleita para governar para o povo e não para o grupelho de canalhas da abril, folha, glogo et caterva.
A Cristina Kirchner deu o recado. O exemplo precisa ser seguido. O governo poderia começar cortando as verbas publicitárias. Lembro aos trolls que frequentam esse blog, que durante os oito anos de mandato do 'principe dos sociólogos', também conhecido pela alcunha de fhc, a revista carta capital, que lhe fazia oposição, não recebeu 'um tusta' (PH) de verba publicitária, enquanto os veículos citados chafurdavam e se lambuzaram nas tetas do governo. O mesmo deve ser feito agora.

Responder

MBarros

26/10/2011 - 20h54

Até quando um grupo privado vai continuar a, de fato, mandar no governo brasileiro. Não está passando da hora de dar um basta a esta situação?
É evidente que o combate efetivo e honesto à corrupção é um grande bem e seria uma conquista de fato para nosso país. Mas como bem diz o articulista, este não é o objetivo deste arremedo de imprensa livre que temos por aqui. Eles querem demonstrar o poder que acham que têm.
E aí, até quando o governo legitimamente eleito pela maioria inconteste dos brasileiros vai fraquejar diante destas demonstrações inaceitáveis de força e truculência (cite-se a manifestação absurda do deputado e filhote de cruz-credo toniho malvadeza neto ontem diante de um Ministro de Estado do Brasil; com certeza ele acha que no Congresso Nacional está no quintal (senzala) de sua fazenda….).
Está na hora de fazer valer a vontade da efetiva maioria!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Presitenta (no feminino!!!): o povo brasileiro lhe delegou o poder de conduzir este País pelos próximos 4 anos! Faça-o! Senão o robert inho vai lhe derrubar (como ele já esbrvejou de SP…)

Responder

iza

26/10/2011 - 20h54

Só uma pergunta:

Tem MACHO nesse governo pra peitar os golpistas da mídia, ou teremos que esperar novamente a volta de Lula?
Que bando de maricas.

Responder

Luiz Henrique

26/10/2011 - 20h54

Cadê a lei dos "medios"?
Ou coloca em pauta a discussão da regulação da mídia, ou qualquer governo vai ficar refém dessa máfia.

Responder

    miriam

    27/10/2011 - 10h01

    Essa lei só sairá por pressao do povo na rua e no congresso, Obilma nao consegue aprovar essa lei sozinha, quem aprova é o congresso e é a ele que devemos pressionar, o que Obilma tem que fazer é investir em tv e radio publica ja que a midia que ela ama não faz jornalismo e deve urgentemente mandar a Sonelena Chagas cantar em outro terreiro e colocar equipe competente na SECOM, exportar Hibernardo para a Italia onde ele fará sua macarronada bem longe de nós e melhorar sua comunicação com o povo se quiser chegar a 2014.

Marcos AC Lopes

26/10/2011 - 20h48

Acho que Dilma está se pautando muito pela mídia corrupta.Ou ela enfrenta essa mídia ou o Civita vai mesmo derrubá-la.

Responder

Lu_Witovisk

26/10/2011 - 20h43

É isso aí… se eu quisesse que o Civita fosse o conselheiro-mor, teria votado no SERRA…. Ahhh Dilma, Dilma, tá te faltando sangue quente, mulher!
Vai um por um… APOSTO que o BERNARDO não será tocado… melhor que ele para o PIG não há.

Responder

marcosomag

26/10/2011 - 20h39

Dilma "Gorbatchev" ataca novamente. Cadê a Dilma guerreira, a companheira "Estela"? Será que só ela não vê que a mídia trabalha com o "efeito dominó" desde Lula? Mais incrível ainda é saber que a Veja comete falhas como as tentativas desastradas de invadir o quarto de Dirceu em Brasília e o caso do "emagrecedor". Colocar o Ministério da Justiça no caso Dirceu e o Ministério da Saúde dar "pancada" na Veja em campanha de esclarecimento sobre o antidiabético receitado de forma irresponsável por Veja como "emagrecedor", fazendo como que a editora dos Civitas pague todos os custos da campanha de esclarecimento e sem prejuízo de processo criminal pelo risco à saúde pública causado pelo receituário da "Dra. Veja" seria o mínimo que poderíamos esperar do governo, e ele não fez nada! Acorda, Presidenta Dilma!

Responder

Sergio Barbosa

26/10/2011 - 20h25

Na realidade o governo Dilma esta se desmanchando como Sorvete ao Sol,por puro Medo e pusilanimidade da nossa Presidenta de enfrentar a Grande Mídia Venal e Golpista !
Até jornalista "aliados como Mino Carta e o PHA já entraram nesta onda neo-udenista e neo-lacerdista !
Será que daqui a um a Dilma ainda será Presidenta ?
PS;Eu não votei na Dilma para ela governar para a classe MÉRDIA FARISAICA,PURITANA E HIPÓCRITA !

Responder

    beattrice

    27/10/2011 - 01h08

    Pusilanimidade ou caráter ambidestro?
    Uma pergunta ainda sem resposta, mas qualquer que ela seja
    o Brasil não merecia mais essa.

Ricardo

26/10/2011 - 20h20

olha, o dedo podre da presidenta so se me faz pensar no seguinte, ela praticou o malfeito ao colocar mais de 30 malfeitores no poder.
Entao pela logica. Cai presidenta.
Ou estou errado…se eu como presidente de uma empresa só coloco bandido nos cargos fundamentais, o que eu sou…incapaz de exercer o cargo, no minimo.
A Dilma no poder só ouve quem quer ve-la pelas costas, vejamos quem vai estar com ela em 2014.
PSB nordestino e paulista ja sinaliza Aecio. PDT do Paulinho é compravel, PCdoB pelo visto vai cerrar fileiras com PSOL em dezembro(fonte segura). Restou o PMDB, ja que o PR só faz discurso critico no senado. E o PMDB conhecemos bem…vai pro lado vencedor

Responder

josaphat

26/10/2011 - 19h52

O negócio é que a Dilminha está governando para os leitores da Veja, da Folha e dos espectadores do jornal nacional.
Não foi para isso, que eu, que não assisto à globo, nem leio o pig, votei nela.

Responder

    tulio

    26/10/2011 - 20h36

    Eu votei no Presidente Civita, por isso estou satisfeitíssimo com sua atuacão.

    Fernando

    26/10/2011 - 23h19

    Ainda bem que a Dilma foi ministra do Lula, pois se fosse da Dilma, hoje ao invés do Brasil estaria administrando uma lojinha de R$ 1,99, ou se esqueceu do dossiê Ruth, do encontro com a Lina e outras tantas acusações que o PIG fez contra ela.
    Ela é fraca e não termina o governo, vai tarde

    Gersier

    26/10/2011 - 20h53

    Nem eu e nem outros milhões de brasileiros.LULA só existe UM.

    abrantes

    26/10/2011 - 21h01

    Eu também não ,más vários blogueiros que se dizem progressistas logo no primeiro episódio no caso do Palocci cairam em cima feito urubu na carniça , o que acabou dando força para esses "veículos " de comunicação continuarem com a agenda programada para tentar enfraquecer o governo DILMA .Depende de nós contrabalançar essas investidas do PIG não deixando no esquecimento o Paulo Preto ,a Alston, A pensão vitalícia do bispo da INQUISIÇÃO O SENADOR ÁLVARO DIAS, O ROBOANEL, A VENDA DE EMENDAS PARLAMENTARES EM SP etc.

    Ze Duarte

    26/10/2011 - 21h11

    Foi pra manter os picaretas ou pra participar da picaretagem que você votou nela?

    Polengo

    26/10/2011 - 23h39

    Quem aqui pensa assim, pelo visto, é você.
    Mas se já está tão acostumado, faça força que talvez tenha cura. É só querer.

    Werner_Piana

    26/10/2011 - 21h55

    nem eu. Ou D Dilma entra para o lado dos que a elegeram ou acho que ela terá que assumir e pedir guarida no seu – aparentemente – partido de coração, o PSDB…

    Lamentável a falta de Democracia neste país. BASTA desta DITADURA da MIDIA MAFIOSA!

    É tudo tão inacreditável que até dói…

    :(

    Manoel

    26/10/2011 - 22h01

    Eu também votei nela. Não leio Veja nem Folha, e tampouco assisto ao JN.
    Agora uma coisa não invalida a outra. Não é por que esse P.I.G. tem pautado o Governo que temos de engolir todos esses espertalhões (trabalhões) no Governo. Este ministro já vai tarde.
    Pautada pela mídia golpista ou não, acho que a Dilma acerta se livrando dele.
    É como a mulher de César: "A mulher de César não basta apenas ser honesta, é preciso parecer honesta".

    Jorge

    26/10/2011 - 22h11

    Sei lá, nem gosto dessa imprensa chamada de "PIG" e raramente me sento para lê-los ou escutá-los. Mas também acho que não devemos ter uma visão ideológica torta, capaz de fechar os olhos para todo e qualquer ato de corrupção em prol de "razões de Estado" que são assim consideradas por um grupo ou outro, que crê saber mais que os brasileiros o que estes mesmos brasileiros querem.

    O fato que é a Esplanada está infestada de corrupção e não é de hoje, não é de ontem, não é de anteontem. São décadas de costume quanto a práticas clientelistas, corruptas, antiéticas, que sequer são vistas como erradas por aqueles que as praticam. Para mim, a composição dos ministérios do Governo Dilma estava errada desde o início. Gente apagada, fraca, corrupta, incompetente. Sabemos, hoje, que foi um Ministério construído dados os imperativos políticos que iam além da vontade da Presidente.

    Só espero que, com maior força e confiança popular (que ela já tem), a Dilma realmente faça uma forte mudança ministerial para o ano que vem. O que não dá é pra defender a atual gestão dos Esportes – que é, no mínimo, clientelista, incompetente, apagada e antiquada – só porque se acredita que existe uma ameaça golpista contra a democracia brasileira. A melhor maneira para se proteger de tais ameaças é constituindo um Governo com membros de reputação incontestável, competentes e com visão estratégica de suas pastas em relação aos objetivos da gestão presidencial. Tudo isso falta hoje.

    FranX

    26/10/2011 - 22h40

    Segundo Caco Barcellos, as denuncias de Pedro Collor contra o irmão, na imprensa, levaram Collor ao Impeachment, mas na justiça elas não se sustentaram ( 2:30).
    Quem tem que julgar e sentenciar ' malfeitos' são os orgão compententes de justiça , nunca a "emprensa" ( com 'e' mesmo).
    Resta saber (? rsrs) , quem pauta 'os orgão compententes de justiça".
    http://www.youtube.com/watch?v=8OdncyENbdM

    FranX

    26/10/2011 - 23h00

    Segundo Caco Barcellos, as denuncias de Pedro Collor contra o irmão, na imprensa, levaram Collor ao Impeachment, mas na justiça elas não se sustentaram ( 2:30).
    Quem tem que julgar e sentenciar 'malfeitos' são os orgãos compententes de Justiça, jamais a 'emprensa' ( com 'e' mesmo).
    Resta saber (? rsrs), quem pautará "os orgãos compententes da Justiça".

    http://www.youtube.com/watch?v=8OdncyENbdM

    Ze Duarte

    26/10/2011 - 23h12

    Exatamente… este é o tipo de pensamento que espero de alguém que apóie o governo

    Igor

    27/10/2011 - 00h33

    Jorge, parabéns!

Deixe uma resposta