VIOMUNDO

Deputado noveleiro retoma obsessão pelo PT e se dá mal

07 de janeiro de 2016 às 14h01

Da Redação

O deputado estadual gaúcho Jorge Pozzobom, do PSDB, ganhou uma certa notoriedade nas redes sociais ao escrever, num debate no twitter, a seguinte frase:

“Me processa. Eu entro no Poder judiciário e por não ser petista não corro o risco de ser preso”.

Foi a admissão de algo que todos sabemos: Privataria, trensalão, mensalão tucano, lista de Furnas, Lava Jato… nenhum tucano preso.

O deputado tem uma certa obsessão pelo PT.

Em sua mensagem de fim-de-ano, por exemplo, escreveu: “Para finalizar, quero desejar um excelente 2016 a todos os petistas que estão presos, e são muitos, pois tornaram 2015 nosso esperançoso”.

Agora, no Facebook, o deputado deu seguimento à sua obsessão e misturou o papel fictício do ator Zé de Abreu numa novela à realidade.

Levou um toco, pois fez isso no mesmo dia em que um delator corroborou a denúncia de que o ex-presidente do PSDB, Sergio Guerra, recebeu R$ 10 milhões de reais para enterrar uma CPI da Petrobras que havia sido aberta por insistência do próprio PSDB.

Ou seja, o líder da social democracia brasileira atuou como achacador barato. O que tu achas?

Captura de Tela 2016-01-07 às 13.41.51 Captura de Tela 2016-01-07 às 13.42.08 Captura de Tela 2016-01-07 às 13.42.24

Veja também:

Altamiro Borges: Lu Alckmin e Tito, o cãozinho voador

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR
10 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

FrancoAtirador

09/01/2016 - 16h01

.
.
Exemplar da Nova Geração Fasci-Tucana.
.
.

Responder

lia vinhas

08/01/2016 - 11h55

Corrigindo: “………acabou por dominá-la ela própria…”

Responder

lia vinhas

08/01/2016 - 11h51

Sensacional! Além de um ator completo, maravilhoso, é um exemplo de firmeza ideológica e grandeza de sentimentos e escolhas políticas. Ele estar no coração do monstro, como disse o grande revolucionário, escritor e poeta cubano, José Marti ( que viveu por um tempo nos EUA, ao referir-se a potencia imperialista que, simulando ajuda a Cuba contra o domínio espanhol, acabou por dominá-la ele próprio até a Revolução que a libertou: “Conheço o monstro. Vivi em suas entranhas.), é muito bom, porque a posição dos entes públicos, sobretudo dos artistas, servem de influencia para muitas pessoas desavisadas, que não são reacionários de carteirinha, apenas mal informadas por seu canal e jornal de estimação. Viva a Internet!
Aproveito para perguntar se a única maneira de colaborar é com a assinatura. Não existe alguma conta bancária?

Responder

Eduardo

08/01/2016 - 11h48

Sorte do povo gaúcho que o psiquiatra Valencius Wurch Duarte Filho está de plantão em Brasília para aplicar um ” coice de mula” depois amarrar esse Jorge Pozzobon em algum fio desencapado! Esse cara deve ser estagiário do Caiado, do Agripino ou do Bolsonaro!

Responder

marcio ramos

08/01/2016 - 08h53

Que novela…

Responder

abelardo

07/01/2016 - 20h50

Deputado, acho que após finalizar o seu mandato o deputado deveria se inserir no ramo de humorista, ainda que sem nenhum traquejo para o cargo, imagino que o deputado vai longe como humorista. Afinal, o deputado é muito engraçado, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk …………………………………..

Responder

roberto

07/01/2016 - 19h17

Uma toupeira como esse plantador de batata/deputado , gaúcho antiquado do tipo que usa bota e chupa chá amargo infectado, só podia ser noveleiro da globo. Não há lugar para ele no mundo inteligente, vai ser guasca do mato, até morrer.

Responder

Ednaldo Costa

07/01/2016 - 18h11

Disseram tudo! Tô de alma lavada!

Responder

Arnaldo Costa

07/01/2016 - 16h34

Tucanos já passaram e muito a corrupção da ditadura. São os maiores ladrões da história do país, máfia demotucana!

Responder

Wladimir Teixeira

07/01/2016 - 15h03

1 – fala o que quer, ouve o que não quer;
2 – telhado de vidro, sem pedras na mão;
3 – coxinha morre pela boca

Responder

Deixe uma resposta