VIOMUNDO

Em debate na Band, Dilma ataca aecioportos e parentes no governo

15 de outubro de 2014 às 00h05

20141014_230605

por Luiz Carlos Azenha

O candidato do PSDB, Aécio Neves, estava atipicamente nervoso. Depois de empate no primeiro bloco, a candidata petista Dilma Rousseff deixou o adversário nas cordas no segundo, ao lembrar que o adversário construiu aeroportos nas duas regiões onde a família dele tem terras: Cláudio e Montezuma, em Minas Gerais.

[Clique aqui para saber mais sobre Cláudio]

[Clique aqui para ver nosso mini-doc sobre Montezuma]

Além disso, a petista golpeou duramente o tucano, depois de uma discussão sobre corrupção, ao falar sobre nepotismo: segundo ela, Aécio emprega seis parentes no governo mineiro. Dilma frisou: eu não tenho parentes no governo.

No terceiro bloco, Dilma voltou ao ataque, de forma indireta. Sua primeira pergunta foi sobre violência contra a mulher. Não mencionou a acusação do jornalista Juca Kfouri de que Aécio agrediu a namorada num hotel do Rio de Janeiro.

No quarto bloco, a petista voltou a encaixar um bom golpe ao dizer que “não sai a passeio” de Minas Gerais, enfatizando que Aécio Neves perdeu em primeiro turno as eleições no estado que governou.

A petista também foi bem quando afirmou que Aécio ingressava no campo da “fabulação” e da “lenda” ao comparar os programas sociais do governo Fernando Henrique Cardoso com os desenvolvidos nos governos Lula/Dilma e ao justificar os empréstimos do BNDES a Cuba.

Dilma frisou que os programas sociais dos tucanos, no período de FHC, atendiam apenas 5 milhões de pessoas, contra mais de 40 milhões agora.

A audiência do debate da Band ficou acima da expectativa: chegou a bater em 12 pontos, superando tanto a Globo quanto a Record.

Não foi um 7 a 1, mas Dilma ganhou o debate.

PS do Viomundo: A surpreendente atuação de Dilma foi complementada pelos comerciais da campanha dela nos intervalos do debate, que diziam sobre o adversário: “Aécio, quem conhece não vota”.

Leia também:

Vagner Freitas: Os sete golpes de Aécio Neves contra os trabalhadores

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR
50 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Luiz

16/10/2014 - 14h18

BOMBA!!!

O PIG RACHOU!!!

DEZ MANCHETES EM DESTAQUE CONTRA AÉCIO NO UOL!

Responder

Luiz Carlos Moraes

16/10/2014 - 10h36

Narração do Debate da Bandeirantes de Segunda-Feira, como se fosse uma luta de box!

o narrador.

Inicia-se a luta…

os adversários movimentam-se, estudando-se…

Dilma solta um cruzado de esquerda que entra no fígado alcoolizado do bafômetro… Aécio cambaleia… trôpego… tonto, e vai às cordas.

Dilma solta outro gancho de esquerda na mandíbula nepotista de Aécio… ele sente mais esse golpe…

Dilma vai pra cima e acerta um jab no queixo da cabeceira da pista do aecioporto… Neves vai à lona!

O juiz do TRE abre a contagem… 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1…

Dilma está reeleita!

Fui

Responder

Horridus Bendegó

16/10/2014 - 10h12

Para quem assistiu o debate de segunda na Band, viu que em determinado momento, Dilma perguntou ao Aécio o que ele achava da violência que se pratica no Brasil contra as mulheres e o que significava pra ele a Lei Maria da Penha.

neste momento, eu reparei que o Aécio tinha os olhos esbugalhados, quase fora das órbitas, como se pensasse “será que ela terá coragem de me aplicar esse golpe baixo?”

A razão está no link aí abaixo..

Será que foi um recado da Dilma para o jovem político, de que pode alijá-lo da disputa na hora que ela desejar? (evangélicos já estão cismados com a história do bafômetro, se falarem em violência contra a mulher tss tss)

E se for?

Fui

http://blogdojuca.uol.com.br/2009/11/covardia-de-aecio-neves/

Responder

Edson Roberto

16/10/2014 - 07h30

Depois da lavada no sr Aecio na terça feira dia 14/10 após ela sitar que quem quiser saber da verdade do candidato era só conferir no site, tentei entrar e ver, mass tiraram o site do ar, onde as palavras do candidato que só fala em verdade mandou tirar do ar seu conteúdo das contas em que era governador de Minas, e agora Sr Aecio explica essa ou será que é mentirinha kkkkkkkk,meu voto é de quem trabalha para o povo e não p elite

Responder

Viviane

15/10/2014 - 21h06

Muito bem Dilma, vc foi ótima!!!

Responder

JOSE JR

15/10/2014 - 15h57

Aécio apanhou bem e parece ter gostado, pois ficou rindo. Não tem postura de Presidente da República.

Responder

Cláudio

15/10/2014 - 13h13

*************

♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

Com Dilma, a verdade vai vencer a mentira assim como a esperança já venceu o medo (em 2002 e 2006) e o amor já venceu o ódio (em 2010). ****:D:D . . . . ‘Tá chegando o Dia D: Dia De votar bem, para o Brasil continuar melhorando!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D . . . . ****:L:L:D:D . . . . Lei de Mídias Já!!!! ****:L:L:D:D ****:D:D … “Com o tempo, uma imprensa [mídia] cínica, mercenária, demagógica e corruta formará um público tão vil como ela mesma” *** * Joseph Pulitzer. ****:D:D … … “Se você não for cuidadoso(a), os jornais [mídias] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo” *** * Malcolm X. … … … Ley de Medios Já ! ! ! . . . … … … …:L:L:D:D

Responder

Jack

15/10/2014 - 12h39

Texto de Augusto Nunes:
Aécio Neves é articulado e trata a língua portuguesa com o merecido carinho. A presidente que fala dilmês tortura a gramática, espanca a ortografia e é uma usina de frases incompletas, desconexas ou ininteligíveis.
Aécio tem a cabeça em ordem. Dilma tem um cérebro baldio.
Aécio sorri e está de bem com a vida. Dilma não desfaz a carranca e detesta o que vê no espelho quando acorda. Aécio é rápido no raciocínio. Dilma não entende a piada.
Aécio promete fazer em escala ampliada o que fez em Minas. Dilma promete fazer o que nunca fez em outros cargos e poderia ter feito nos últimos quatro anos.
Aécio, político honrado, ataca de peito aberto a corrupção institucionalizada pelos farsantes no poder. Dilma, chefe do governo mais corrupto da história, finge que jamais tolerou a ladroagem que sempre protegeu.
Aécio diz o que pensa. Dilma recita o que Lula e o marqueteiro ordenam. Quem assistiu ao debate na Band viu um homem com jeito de futuro presidente e uma mulher com cara de quem será demitida pelas urnas.

Responder

    Eduardo

    16/10/2014 - 14h34

    Nossa amigo… Augusto Nunes tem um “prestíííígio” tão grande entre os frequentadores deste blog… aposto que metade não vai conseguir dormir depois dessa análise desse ‘isento “jornalista”(?)’

Urbano

15/10/2014 - 12h25

Assim, sim! Quem já se viu tratar hiena com pischiui, pischiui?

Responder

nelton

15/10/2014 - 10h55

Do ponto de vista do esclarecimento ao eleitor ainda não engajado em nenhuma das propostas, o debate em sentido pedagógico é uma inutilidade. Dilma foi reiteradamente acusada de mentirosa sem poder fazer o contraponto às ofensas de Aécio Neves. Uma, porque o debate televiso não se propõe a isso, outra, quem mente, como Aécio tem a vantagem do “dito pelo não dito”. O candidato que como Dilma tenta construir uma disputa de alto nível, estará sempre em desvantagem. Dilma é tão ética que no momento de maior tensão visível do tucano não o atacou com questões pessoais, como exemplo: na pergunta sobre a Lei Maria da Penha, ruborizou-se em jogar na cara do opositor que ele era um agressor de mulheres. O debate é chato e Dilma não se dar bem em nenhum deles por não ter uma retórica fluente como o LULA, a LUCIANA GENRO, o CIRO GOMES, o REQUIÃO, dentre outros grandes oradores e formuladores de discurso. Dentre todas as eleições essa é a mais complicada para o PT por tudo que foi vastamente discutido nesse blog. O partido omitiu-se do debate político, em particular, no confronto com os grupos de mídia. há também, um engajamento hercúleo do poder econômico em favor do PSDB e seus aliados. Aqui em Pernambuco passo pelas ruas e me questiono pra onde foram os recursos desviados da PETROBRÁS a partir da refinaria Abreu e Lima? Afinal, nas ruas no primeiro turno somente campanha do PSB e neste segundo turno somente material de primeira qualidade de Aécio Neves. Mais um vez entra aí o fator Gilmar Mendes. É possível, transpor todas essas grandes barreiras que se estruturaram desde 2003 e hoje apresenta-se consolidada, desde que o partido denuncie o que vem com a campanha do PSDB. Dilma tem de fugir desse didatismo e pular na jugular daqueles que a desrespeitam escancaradamente. Política é diferente de eleição. Enquanto em política se requer tempo e jeito a fim de provocar-se reflexões e isso se pratica no cotidiano; eleição é convencimento, discurso pro senso-comum, frases de efeitos e uma tática de defesa firme e ataque rápido e eficiente.

Responder

Pisis

15/10/2014 - 10h31

É importante perceber toda a conjuntura, o PT tem um plano de permanência no poder e já se disse capaz de tudo para isso. O PT está resgatando a política da antiga Roma do “Pão e Circo”! Está aniquilando gerações de brasileiros, que estão vendo seus pais dependentes do Estado, sem perspectiva de melhora, a educação está ruim, saúde ruim, segurança ruim. E o banditismo se aproveitando da situação. Nesta direção nossa próxima parada será estar com a Argentina, a seguinte como a Venezuela, com a divisão e ódio entre os irmãos, com milicias políticas armada, para militares (MST, por exemplo). Seguir Venezuela, Cuba, Irã, Korea do Norte? Por que não aproveita o exemplo do Chile, Korea do Sul, Japão ? Estes últimos investiram e investem pesado na educação, única forma de mudança do nosso futuro!

Responder

    Petrus Castro

    15/10/2014 - 12h45

    Caramba, é muita covardia fazer um comentário como esse, sem sustentação e sem fundo de verdade, e se esconder atrás do anonimato, acho que esse tipo de sujeito (os que se escondem atrás de apelidos ou frases do título) deveriam ser retirados do site. Muito Covarde

    Léo

    15/10/2014 - 13h37

    Não sei se você conhece a constituição federal. Pois é… Ela impede, por exemplo, a intervenção do Governo Federal, nos estados e municípios. É dever do Estado, (Governo Federal) que por sua vez deve repassar as verbas aos estados e municípios.
    É dever do cidadão, juntamente com o MP (procuradorias geral e dos estados). Primeiro o cidadão denunciar ao MP que vai fiscalizar e em caso comprovado de ilicitude, denuncia ou encaminha a justiça.

    O Estado funciona assim:
    Governo Federal repassa as verbas orçamentarias aos estados e municípios;
    Os governos estaduais e municipais são os responsáveis pela educação, segurança publica e saúde;
    Os cidadãos que elegeram seus representantes devem denunciar os desmandes dos governos estaduais e municipais (ninguém faz sua parte) e para piorar votaram nos mesmos figurões que tanto condenaram. Como querem um governo menos corruptos de colocaram no congresso figurões antigos e manterão os atuais?

Elias

15/10/2014 - 09h46

Segundo o blog Limpinho e Cheiroso, Aécio usou uma tal de Lei Delegada para nomear familiares. Nepotismo “legalizado”. Dilma citou seis, mas na lista há oito parentes. Tio, primos, primas e a irmã. Sem contar que quando Dilma pediu aos telespectadores para consultar o site do Tribunal de Contas de Minas Gerais, o site saiu do ar e só voltou na madrugada de 14 para 15/10/2014.

Endereço para conferir detalhes:

http://limpinhoecheiroso.com/2014/10/13/aecio-usou-lei-delegada-para-contratar-parentes-no-governo-de-minas/

Responder

Romanelli

15/10/2014 - 08h54

por recomendação do E.Guimarães acabei indo ao wikipedia ..lá diz-se que o serviço da irmã foi voluntário

vcs tem mais informações de quais seriam, em que cargos e condições, os outros parentes ?

acho importante divulgar ..como prova de consistência e robustez das denuncias, sabe ?

Responder

Liziane

15/10/2014 - 08h29

É um absurdo este tão de Aécio ele fez barbaridades aqui em Minas e agora o povo ainda pensa em votar nele pra presidente. É só ver as pesquisas em Minas Gerais. Nunca que ele ganha aqui. Só vota em Aécio os maguinatas.

Responder

antonio

15/10/2014 - 07h53

Dilma foi ótima. A bandnews editou bem o debate a favor de Aécio e vai repetir o dia todo.
Aécio iniciou ontem sua queda.
Mas Dilma perdeu oportunidade magnífica. A folha levantou a bola ontem com a história das verbas publicitarias pra rádio da família dele. Tinha que ter entrado no debate com esse assunto, pois foi noticia do dia.

Responder

Romanelli

15/10/2014 - 07h06

Tudo seria tão mais fácil se o governo de Dilma e seu partido não fossem essa uva que vemos e este exemplo de competência, transparência e lisura, não ??

ôh dúvida…

Sabe colega, eu me sinto como o boi que esta preso no brete à espera de ser castrado ..o que vc prefere, a faca ou o alicate ?

http://www.youtube.com/watch?v=d5gu8FlDhfs

Responder

    Fábio Rodrigues

    15/10/2014 - 09h04

    Eu e o povo brasileiro preferimos o PT.

    Romanelli

    15/10/2014 - 10h05

    convenhamos, por não ter sido Marina – que nos transformaria em bife, já foi um progresso

    hoje, no máximo, e com boa vontade, é Fanta ou crush ..com tampinha enferrujada

Gilvan Gomes da Silva

15/10/2014 - 06h10

E tem mais,Aécio ainda não foi nocalteado mais vai ser no dia 26 de Outubro no domingo aguardem eu voto dilma.

Responder

    Jack

    15/10/2014 - 12h44

    Isto mesmo, vamos aguardar dia 26/10. Mas eu votarei em Aécio desta vez.

ROSALVO

15/10/2014 - 04h19

A DILMA TEM QUE PERGUNTAR PRA ELE (QUE SE DIZ DO LADO DOS TRAB)COMO ELE VOTOU NA CONSTITUINTE (JORNADA DE 40H ) E EM 2011 SOBRE O SALÁRIO MÍNIMO

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    15/10/2014 - 07h35

    Rosalvo, em minúsculas, por favor.

Maria Quinet

15/10/2014 - 03h04

“Toda vez que o Aécio diz que Minas tem a melhor educação, 10 professores infartam. E não têm nem piso pra caírem duros”
É muito triste ver um candidato à presidência e ex-governador de um dos maiores estado do país, mentir descaradamente em rede nacional e tentar desconstruir sua adversária usando de um cinismo que lhe é peculiar e muito conhecido em seu estado de nascimento, não de moradia.
Caso aconteca a sua eleição, não podemos responsabilizar os eleitores pela ilusão e aceitação de suas promessas. Minas Gerais não pode ser usada como parâmetro de aceitação de seu governo em mais de 90%, tendo uma mídia, regional e nacional, totalmente dominada para divulgar suas conveniências ou blindada para propagar as verdades, inclusive no âmbito pessoal. Devemos responsabilizar, única e exclusivamente, a sua cara de pau de cobrar do governo federal o que não fez, não só pelo seu estado, em todo o tempo que se dedicou a política.
Tenho o maior orgulho de ser mineira, porém, peço desculpas aos brasileiros por ter como representante do meu estado, alguém como este cidadão se candidatando ao governo do meu país. Ele não me representa como mineira e acredito que a muitos mineiros também não.
Aos professores, pelo seu dia, desejo que tenham a mesma garra e amor a profissão, ainda que alguns não lhes valorizem o quanto merecem ou lhes usem para proveitos próprios.

Responder

FrancoAtirador

15/10/2014 - 02h31

.
.
Dilma Vana (13) afirma que 89% das crianças de 4 a 6 anos já estão na Pré-Escola.

AérioNéco (PSDB) diz que vai construir 6 mil… Playgrounds no Leblon e na Tijuca.
.
.

Responder

Antonio

15/10/2014 - 02h30

As ruas do Morumbi em São Paulo estão cheias das penas de um tucano depenado.
Mas, debate não ganha eleição.
O que ganha eleição é voto e a Dilma precisa de votos dos paulistas.
No último final de semana convenci, acredito, três marinecos(as) que iriam votar em branco e dois nem iriam votar a irem votar e depositar seu voto a favor da mídia.
Foi delicioso assistir a um tucano ser depenado com classe, mas não podemos perder de vista as eleições.

Responder

FrancoAtirador

15/10/2014 - 02h08

.
.
Não é a Primeira Vez que AérioNéco (PSDB)

Fica Todo Nervosinho com Questionamentos

Às Contratações no Governo Tucano Mineiro.

(http://blogdotarso.com/2012/05/01/aecio-neves-fica-nervoso-com-pergunta-sobre-seu-envolvimento-com-carlinhos-cachoeira)
.
.

Responder

Euler

15/10/2014 - 02h00

Uma outra análise. Na primeira rodada, da apresentação inicial dos candidatos, Dilma se saiu muito bem, sintetizando os programas realizados e as propostas. Nos outros três blocos, houve alguns momentos em que Dilma bateu forte no candidato tucano. Contudo, Dilma tem uma certa dificuldade de oratória, já conhecida. Isso fez com que em algumas finalizações de blocos, quando Aécio era o último a falar, ficasse aquela impressão de que ele saíra melhor naquele embate específico. No fundo, Aécio faz discurso oco, e Dilma precisa aprender a desconstruir este discurso atacando as palavras chaves que ele repete feito papagaio.

Houve um momento, por exemplo, que Dilma fez isso muito bem. Quando Aécio disse sobre a necessidade de que houvesse previsibilidade. Dilma então encaixou um direito no queixo ao dizer que o indicado de Aécio para a área econômica, Armínio Fraga, deixou como legado juros de 45%, além de desemprego e inflação alta. Que previsibilidade era aquela, perguntou.

Uma outra palavrinha que Aécio repete é sobre transparência. Dilma retrucou dizendo que ele queria diminuir o papel dos bancos públicos. Mas, poderia ter contra-atacado de maneira mais direta: que transparência era aquela, que ele não informava quanto se gasta nas rádios da família dele com publicidade?

Ela até mencionou esta questão do favorecimento das rádios da família, mas de forma um pouco solta. Faltou usar uma técnica do tipo: “Como você pode falar que falta transparência no meu governo, se você, no governo, beneficiou a seus familiares com publicidade… E para piorar, segundo o jornal FSP, o seu governo não informa quanto você deu de dinheiro público para a sua família, em forma de publicidade” – algo assim.

Na questão da corrupção, novamente Dilma ficou um bom tempo presa às medidas que pretende tomar – o que é importante – mas foi muito rápida na citação das denúncias contra o PSDB que ficaram escondidas. Poderia ter dito algo como: “A fixação que vocês têm com a corrupção talvez se explique pelo fato de vocês serem os campeões na matéria” – e aí citando os inúmeros casos, para depois completar: “A diferença é que a corrupção no governo de vocês fica debaixo do tapete. No nosso, quando acontece, é apurado e os responsáveis são punidos”. E poderia até dizer que a mídia costuma trazer casos supostamente envolvendo o PT sempre em época de eleição, e que isso não acontece com os tucanos, apesar dos inúmeros casos. Seria uma boa oportunidade para fazer os eleitores refletirem sobre o golpismo praticado pela mídia, globo à frente.

Uma outra oportunidade de ouro que Dilma deixou de explorar foi quando o candidato tucano falou que o governo perdeu a credibilidade, e que isso estava impedindo o Brasil de crescer.

Dilma tinha que ter encaixado um nocaute em cima desta fala. Como assim, perdeu a credibilidade? O mundo inteiro respeita o Brasil hoje, ao contrário da era que o PSDB governou o país; nossas reservas são enormes e suportam as crises internacionais, coisa que não acontecia com o governo FHC, que ficou três vezes de joelho ante ao FMI; hoje, nós não só não devemos mais nada ao FMI, como também passamos a emprestar dinheiro para aquele banco. E mais ainda: estamos criando um banco internacional com países emergentes como China, Rússia, Índia e África do Sul. Além disso, nos últimos 4 anos o Brasil recebeu tantos bilhões de dólares de investimentos de empresas estrangeiras. Se não houvesse credibilidade, ninguém investiria aqui.

Por último, como o candidato tucano bate muito na tecla do crescimento, inclusive comparando grosseiramente o Brasil com países da América Latina com realidades e PIBs difrerentes, Dilma podia lembrar ao candidato que Minas Gerais, há 12 anos governado pelos tucanos, cresceu menos que a média nacional. Em grande parte se deve à crise internacional, já que Minas tem uma economia altamente dependente do mercado internacional – seria até uma forma de mostrar como a crise internacional não é uma desculpa do governo federal. De acordo com dados do IBGE, a taxa de crescimento acumulada de Minas Gerais entre 2002 e 2010 foi de 34,7%, enquanto a média brasileira registrou 37,2%. A campanha de Dilma está precisando de informações técnicas mais direcionadas nos argumentos do candidato da oposição.

Ora, tudo o que Aécio diz que vai fazer para o Brasil, ele não fez enquanto governo em Minas: não investiu na construção de casas populares, não investiu sequer os 25% constitucionais da Educação; não investiu os 12% da Saúde; não investiu na construção de creches, não investiu na construção de escolas técnicas; o tal programa Poupança jovem atende apenas a 1% dos municípios; enfim, é preciso demonstrar que uma coisa é fazer discurso, e a outra é realizar de fato. Isso, só quem tem real compromisso com os interesses dos de baixo. Dilma e Lula fizeram muito e têm o que mostrar. O maior investimento de Aécio em Minas foi na compra do silêncio da mídia mineira. Segundo a oposição, gastou-se mais que R$ 1 bilhão em publicidade. Toda a mídia mineira é tucana – até porque, quem for contra o governo é demitido.

Mas, enfim, foi um bom combate. Dilma se manteve firme, sem se rebaixar, atacou quando quis, se defendeu, manteve a tranquilidade, e pode explorar melhor os pontos fracos do oponente para os próximos debates.

Responder

    JoãoP

    15/10/2014 - 12h33

    Gostei da sua análise, obrigado. As vezes fico com pena da Dilma por ter que aturar tanta hipocrisia, manipulação e cinismo do adversário. Gostaria que o eleitor percebesse isso. Como uma pessoa responsável como a Dilma, com tantos problemas para serem pensados, tem de aguentar o candidato tucano dizer que fez o aeroporto de Claudio para servir os mineiros, para as várias (?) industrias da região, se a chave fica com a família dele, não existe autorização para pousos lá e ainda existe aeroporto em Divinópolis, bem perto de Claudio. Deve ser pelo compromisso admirável que ela tem com o País. Tomara que ela seja reeleita no dia 26.

Vicente

15/10/2014 - 01h47

Aécio não prolongou a conversa sobre corrupção na Petrobrás pois tem pés de barro, titio Dornelles (família grande, aparelhando o Estado faz décadas…) que o bancou na diretoria da CEF no governo Sarney é o mesmo que lidera o PP que por sua vez indicou Paulo Roberto Costa para a diretoria da Petrobrás…

Responder

Onda Vermelha

15/10/2014 - 01h34

#MelhorComDilma13 Dilma: “Onde estão os tucanos envolvidos com corrupção? Todos soltos! Todos soltos! Todos soltos!” A melhor da noite! Háháhá!

Responder

Uai

15/10/2014 - 00h56

Foi no estomago, no queixo, no nariz (no nariz não) NOCAUTE…..O CARA TREME QUANDO FALA DE CLAUDIO, desta vez não levantou o dedo! Mas o desequilibri da para ver nos olhos (sai fogo)….Essa da parentada, que vergonha, não sabia! Eu ralando e os priminhos tudo empregado no bem bom!

Responder

Atilio Sacramento

15/10/2014 - 00h51

Ainda será dito num outro debate que o Aecim é senador por Minas mas mora no Rio de Janeiro, em ipanema. Isso é que é respeitar os mineiros.

Responder

Alexandre

15/10/2014 - 00h48

Eu achei que o Aécio mente com uma cara tão deslavada que o eleitor indeciso pode ter achado que ele foi melhor que a Dilma no debate.

Achei, também, que a Dilma deixou de tocar no importantíssimo ponto do financiamento da educação pela renda do pré-sal, cuja lei de partilha já foi questionada pelos gurus do PSDB.

Responder

FrancoAtirador

15/10/2014 - 00h26

.
.
Dilma Vana (13) estava Tranqüila, Firme, Confiante e Segura,

E depois que Falou do AécioPorto do Tio Tolentino em Claudio-MG

o Bonéco de Papelão do FHC desaprumou e não se alinhou mais.

Ficou claríssimo que AérioNéco (PSDB) é só uma Produção Midiática.
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    15/10/2014 - 01h55

    .
    .
    Resumo

    Dilma jantou Aécio no Debate da Band

    Por Renato Rovai, na Fórum, via ContrapontpPIG

    Foi um massacre. Dilma jantou Aécio com palitinhos.

    Não precisou nem de garfo e nem de facas.

    E mais do que isso, lhe enfiou um excelente apelido Aécio Fabulação.

    No universo de Aécio, ele fez o melhor governo da história de Minas.
    Mas perdeu a eleição por lá.

    A máscara de Aécio caiu no debate da Band. E esse debate é o decisivo.

    Se Dilma abrir vantagem agora, o debate da Globo conta muito pouco
    e passa a não valer muita coisa.

    Aécio foi completamente derrotado.

    Dilma fez o que precisava. E animou a militância de esquerda
    que é a que está ao seu lado na sua eleição.

    Íntegra em:

    (http://contrapontopig.blogspot.com.br/2014/10/contraponto-15047-dilma-jantou-aecio-no.html)
    .
    .

    FrancoAtirador

    15/10/2014 - 03h00

    .
    .
    Resumo 2

    15/10/2014 02:08, última modificação 15/10/2014 02:38
    Rede Brasil Atual (RBA)

    Dilma e Aécio contrapõem bem-estar social e ‘meritocracia’

    Dilma… buscou embutir em suas perguntas comparações entre
    os governos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB, 1995-2002)
    e os governos de Luiz Inácio Lula da Silva (PT, 2003-2010) e dela própria
    para criticar o modo de governar adversário.

    Ela pareceu elevar o tom seguindo as investidas do adversário:
    em três das seis oportunidades de questionamento direto a Aécio abriu combate aberto ao tucano, acusando seu partido de retirar R$ 260 bilhões da saúde com o fim da CPMF, relembrando o caso do aeroporto construído com dinheiro público em terras de parentes de Aécio em Minas Gerais e destacando o baixo índice de conclusão de inquéritos pela polícia mineira.

    Em uma de suas respostas,
    Dilma acusou ainda o tucano de nepotismo,
    por ter abrigado no governo de Minas Gerais
    “um irmã, um tio, três primos e três primas”.

    O momento mais tenso, no entanto, ocorreu em uma pergunta aparentemente inofensiva: no início do terceiro bloco do debate, após um segundo bloco especialmente agressivo em que o tucano acusou a candidata de “leviana”,
    Dilma fez uma pergunta a Aécio sobre o combate à violência contra a mulher.

    Aécio, que manteve ao longo do debate postura irônica em relação a Dilma, reagindo às manifestações da presidenta com risos por diversas oportunidades, mudou.
    Sério, buscou com os olhos a apoiadores na plateia e respondeu de forma hesitante:
    sobre a possibilidade de que o corte de ministérios defendido pelo PSDB pudesse vitimizar a Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres,
    criada no governo Lula, Aécio concedeu que pode mesmo tentar aplicar políticas para a área sem centralizar sua formulação e aplicação,
    deixando em aberto a sobrevivência da SPM, que tem status de ministério.

    Para a campanha tucana, no entanto, é mais preocupante o paralelo
    entre a questão encaixada por Dilma exatamente após um bloco de troca de hostilidades
    com o tucano e a denúncia do jornalista e blogueiro Juca Kfouri,
    publicada em setembro de 2009, de que o então governador de Minas Gerais
    teria agredido com um tapa e um empurrão contra a mulher
    que o acompanhava em um evento da empresa de moda Calvin Klein
    no hotel Fasano, no Rio de Janeiro, diante de diversas testemunhas.

    A postagem de Kfouri ressalta que a assessoria de Aécio nega a história,
    mas o jornalista mantém a denúncia, intitulada Covardia de Aécio Neves,
    inalterada em sua página.

    O tema antecedeu a única questão sem ataques feita pelo tucano,
    sobre investimentos em educação.

    Desde quando governador e mais intensamente desde o início da campanha,
    Aécio tem sido obstinado em controlar a repercussão de notícias negativas
    sobre sua campanha e sua vida pessoal nas redes sociais e nos mecanismos de busca.

    Embora tenha conseguido decisão judicial para bloquear buscas no Google,
    o senador mineiro falhou em processo que pedia investigação de 66 twiteiros
    que compartilhavam material contrário a sua candidatura.

    Íntegra em:

    (http://www.redebrasilatual.com.br/eleicoes-2014/em-debate-tenso-na-tv-dilma-e-aecio-contrapoem-bem-estar-social-e-meritocracia-6078.html)
    .
    .

Léo

15/10/2014 - 00h22

Tem um problema nos debates eleitoreiros, são muitos curtos, e não da a possibilidade da verificação em tempo real das “verdades e metiras”. Com isso, malandros como o Aécio acaba convencendo o publico, justamente pela ausência de informações que comprovem ou desmentem suas “verdades”.

Responder

Antonio Passos

15/10/2014 - 00h19

Ufa, nem assisti de tanta ansiedade. Se Dilma foi bem, assistirei ao videotape. Na minha opinião Dilma não é muito boa de debate, mas a sorte é que Aécio também não é. É isso aí Dilma !!!!!!!!!

Responder

Gerson Carneiro

15/10/2014 - 00h18

Aécio falando em combate à pobreza. Ele sabe onde fica o Vale do Jequitinhonha?
Aécio criticando a eficácia da Lei Maria da Penha. Ele espancou a namorada.

Responder

    Fábio Rodrigues

    15/10/2014 - 09h08

    Dilma no próximo debate: “Candidato, o sr. tem medo da Lei Maria da Penha?”. Dilma presidenta. PT 13.

Gerson Carneiro

15/10/2014 - 00h17

Lembro de uma greve de professores em Minas Gerais que durou mais que 120 dias. Com direito a gás de Pimenta. Da Veiga.

Responder

Gerson Carneiro

15/10/2014 - 00h16

“Lei 100 que prometia efetivar 98 mil professores sem concurso não tem nada a ver com meritocracia.” Dilma Rousseff.

kkkkkkk … taca-lhe pau, Dilma!

Responder

Gerson Carneiro

15/10/2014 - 00h15

“Os empregos com maior remuneração desse país foram embora.” Aécio Neves.

Oba! Então amanhã mesmo vou sentar na cadeira do meu chefe!

Responder

Nicholas Pontes

15/10/2014 - 00h15

Uai, só. Por quê o site do TCE-MG está fora do ar?

Responder

Deixe uma resposta