VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

“Falido” aos 72, Requião diz que humor na blogosfera é essencial

14 de abril de 2013 às 23h58

por Luiz Carlos Azenha

O senador Roberto Requião (PMDB-PR) sugeriu, durante o Segundo Encontro de Blogueiros, Redes Sociais e Cultura Digital do Paraná, que ativistas digitais e militantes políticos usem o humor, a ironia e o sarcasmo em seus espaços para desconstruir a mensagem da direita e enfrentar o pensamento único da grande mídia.

Segundo Requião, blogs muito intelectualizados correm o risco de afastar novos leitores ou de falar apenas para os mesmos. A observação veio num dia em que vários participantes falaram sobre o risco de a blogosfera se tornar uma “igrejinha”.

A blogueira Maria Frô, por exemplo, saudou a presença de militantes que vão organizar um encontro apenas entre blogueiros de saúde, em São Paulo, uma novidade que demonstra que mais e mais gente se apropria das ferramentas disponíveis no espaço digital para se organizar e reivindicar.

Antes, o blogueiro Eduardo Guimarães demonstrou preocupação com o tema, lembrando que milhões de brasileiros já se informam prioritariamente pelas redes sociais e que o número de internautas cresce diária e velozmente.

As mesas do encontro foram marcadas por outra constatação: a de que o poder da Globo e seus veículos associados vem crescendo no Brasil, ainda que o principal veículo das Organizações enfrente perda de audiência. É que, como lembraram Eduardo Guimarães e este que vos escreve, a Globo hoje se utiliza — com sua tradicional competência organizativa — de todas as plataformas de informação disponíveis para chegar ao público.

Como exemplo, lembrei a notícia segundo a qual a emissora contratou mil artistas para participar das Fun Fest da Copa do Mundo, as festas que acompanharão os jogos nas cidades-sede em 2014. As Organizações montaram uma empresa de eventos exclusivamente para isso. Ou seja, a Globo ganha dinheiro com a transmissão da Copa, com os patrocinadores da Copa, com os jogadores da Copa, com a abertura da Copa, com os torcedores da Copa…

Requião disse aos participantes que não acredita que o problema da imensa concentração midiática no Brasil — com certeza, uma das maiores do mundo — será enfrentado pelo governo Dilma, mesmo num eventual segundo mandato. O senador sugeriu que se faça uma tranfusão de 10% do sangue da presidente da Argentina, Cristina Kirchner, para sua colega brasileira Dilma Rousseff.

Na Argentina, Kirchner conseguiu aprovar uma Ley de Medios que barra o avanço do grupo monopolista local, o Clarín, equivalente argentina das Organizações Globo.

[Leia aqui sobre as leis de mídia na América Latina]

Requião, o tuiteiro mais influente do Senado brasileiro, disse aos presentes que cuida pessoalmente de sua conta no Twitter, mas que seu perfil no Facebook é administrado por assessores. Ele foi instado pela blogueira Maria Frô a investir mais no Face. O senador foi definido como um “meme vivo”. Memes são mensagens básicas, equivalentes a manchetes de jornais, que pela facilidade de compreensão e poder de fogo recebem grande número de compartilhamentos.

O senador paranaense é reconhecido pelo estilo direto no Twitter:

Requião descreveu sua tentativa de aprovar no Senado uma lei que garanta o direito de resposta, que está na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania do Senado. Depois de receber apoio praticamente unânime, o projeto passou a enfrentar dificuldades, com o acréscimo de emendas que poderiam descaracterizá-lo.

Algumas emendas vieram de senadores que anteriormente haviam dado apoio completo à ideia. O projeto deverá ser analisado na sessão da próxima quarta-feira, mas sem a presença de Requião, que estará no Paraguai como observador de eleições locais.

Requião não especulou sobre se os senadores foram vítimas da chamada “síndrome de abstinência do Jornal Nacional”.

Ao falar das dificuldades enfrentadas pela blogosfera, especialmente o cerco judicial — ele dividiu a mesa com o autor do blog do Tarso, multado em 106 mil reais pelo TRE-PR, a pedido do candidato Luciano Ducci, por colocar no blog uma enquete eleitoral –, Roberto Requião disse que chega aos 72 anos de idade “falido”, depois de ter gasto 800 mil reais com a Justiça.

“Sou o político mais processado do Brasil”, afirmou, “mas nunca por corrupção”. Um dos processos, segundo o senador, foi movido por um político a quem denunciou por corrupção, que alegou que a sentença de condenação por falcatruas ainda não havia transitado em julgado.

Outra ação, movida pelo Ministério Público Federal, diz respeito à TV Educativa do Paraná. Durante o governo estadual de Requião, a emissora transmitia a chamada Escola de Governo, na qual integrantes do Executivo estadual debatiam e prestavam contas sobre ações de governo. Em caso de condenação, Requião disse que teria de ressarcir aos cofres públicos — pelo tempo usado na TV Educativa — valores que ultrapassam “em mais de dez vezes” todo o seu patrimônio.

Requião disse que, na época, entusiasmado com o programa Brasil Nação, que debatia temas nacionais na TV Educativa, chegou a procurar o ex-presidente Lula para sugerir que se fizesse o mesmo em nível nacional. O então presidente pediu que o então governador do Paraná fosse ao ministro da Casa Civil, José Dirceu. Procurado, Dirceu afirmou que o governo já tinha “sua TV”. Dirceu disse a Requião, segundo este, que era “a Globo”.

No encontro de blogueiros, o senador paranaense também se disse descrente dos partidos políticos brasileiros e criticou o governo Dilma. Segundo ele, a presidente está fazendo o que nem mesmo o tucano Fernando Henrique Cardoso fez em seus dois mandatos. Em caso de aprovação da MP dos Portos, que tramita no Congresso, o BNDES será autorizado a financiar a privatização (aqui, um discurso do senador a respeito do tema).

Requião afirmou que Dilma só pensa na reeleição, não tem um projeto de desenvolvimento nacional coerente e apela às concessões à iniciativa privada numa tentativa de bombar o PIB.

Questionado pela plateia, disse que não se trata de “correlação de forças”, nem de uma suposta aliança conservadora das bancadas ruralista e evangélica, nem do fato de que o PT não tem maioria no Congresso, ao contrário de forças políticas que sustentam ou sustentavam Hugo Chávez, Evo Morales, Cristina Kirchner ou Rafael Correa. As medidas conservadoras de Dilma, segundo Requião, são formuladas “na cúpula do governo”.

Requião falou sobre a importância da coragem na política. Citou um exemplo caseiro. Foi quando, durante uma campanha eleitoral no interior do Paraná, criticou o projeto de uma estrada que destruia o meio ambiente e foi vaiado por eleitores (mais tarde, descobriu, obteve 72% dos votos na região).

Apesar das críticas, Requião diz que se considera da base do governo e não vê opção para 2014. Sobre o governador de Pernambuco, Eduardo Campos, a quem chamou de Dudu Beleza, o senador disse que “Eduardo está muito à direita, muito à direita” de Dilma. Sem entrar em detalhes, afirmou que um dos motivos para não apoiar o líder do PSB vem do fato de que ele, Requião, foi relator da CPI dos Títulos Públicos, popularmente conhecida como CPI dos Precatórios.

Abaixo, uma entrevista em áudio com o senador e o registro, em vídeo, da mesa de sábado à noite do BlogProg do Paraná:

0314_162638 1

 

68 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

anac

28/08/2013 - 20h37

Brizolista de carteirinha, aprendi a ser lulista. Ao contrario de FHC de quem esperava muito e so tive decepção, Lula me surpreendeu positivamente. Mudança radical a meu ver existe apenas com rupturas institucionais violentas. A revoluções francesa, cubana e soviética são exemplos quando se elimina e destrui o oponente física e ideologicamente. Mas um custo muito elevado de vidas. Lula conseguiu mudanças sem o uso da força e violência. Usou as regras, mesmo que viciadas, criadas e impostas pela elite para chegar ao poder. Para chegar ao poder sentar na cadeira que por herança era por direito dos bens nascidos senhores da casa grande e governar teve que aceitar financiamento privado de sua campanha eleitoral, fazer conchavos e aceitar alianças com políticos como Maluf, Sarney, Renan Calheiros, etc. Sem essas aliança não governaria sem maioria no Congresso. E cairia antes do fim do primeiro mandato. Não esperava que Lula operasse milagre de acabar com a corrupção que desde Cabral é doença endêmica no Brasil. Se valeu a pena? Valeu ao retirar 40 milhões da indigência, ao fazer com que o brasileiro se alimentasse três vezes ao dia, ao criar o PROUNI, BOLSA FAMÍLIA e tantos outros programas. É hora de avançar com Dilma e seu Mais médicos. E queremos muito mais….

Responder

FNDC: A entrevista de Bernardo aos que colocam Dilma nas cordas - Viomundo - O que você não vê na mídia

29/06/2013 - 18h47

[…] nunca existiu. Agora, o acúmulo de erros do PT no campo da comunicação voltou para ciscar. Relembrando com o senador Roberto Requião: Requião disse que, na época, entusiasmado com o programa Brasil Nação, que debatia temas […]

Responder

Requião: Avança na Câmara o projeto do direito de resposta - Viomundo - O que você não vê na mídia

12/05/2013 - 10h58

[…] Falido aos 72, Requião diz que humor na blogosfera é essencial […]

Responder

Leandro Fortes: A grampolândia de Marconi Perillo - Viomundo - O que você não vê na mídia

29/04/2013 - 17h00

[…] Senador Requião: Bom humor na blogosfera é essencial […]

Responder

Geysa Guimarães

17/04/2013 - 12h23

Figuraça! Gostaria de conhecê-lo melhor.

Responder

Valmont

17/04/2013 - 10h13

Dirceu achava que a Rede Goebbels era “do governo”: erro fatal.
Dilma continua achando isso… mistério insondável?
Hoje a “famiglia” governa mais que o PT. Nas Comunicações é absoluta.

Responder

Fernando

16/04/2013 - 21h17

Sr. Requião, crie no Brasil o Partido do Estado de Bem Estar Social. Uma opção contra o Neoliberalismo do PSDB e do PT. E diferente no Socialismo de Carl Marx. Saia pelo Brasil, mostrando o que está acontecendo. Homens e mulheres de bem, patrióticos, irão seguir o Senhor.

Responder

Alberto Santos Neto

16/04/2013 - 15h55

Muito bom o vídeo do encontro dos blogueiros em Curitiba.

P.S.: Como não sei a quem recorrer, aproveito para informar que hoje, por duas vezes, tentei efetuar uma transferência para conta corrente FUNDO DOS BLOGUEIROS, cujo nº peguei no Conversa Afiada, que informa que a conta é a de nº 50.530-7 ag. 4.300-1 no BB. Ao efetuar a transferência, aparece a mensagem CONTA INEXISTENTE.

Responder

    Conceição Lemes

    16/04/2013 - 17h02

    Alberto, essa conta deu problema mesmo. Provavelmente ainda hoje o pessoal do Barão nos passará um novo número. abs

    Alberto Santos Neto

    16/04/2013 - 17h32

    Grato pela atenção!

alberto

16/04/2013 - 13h29

Requião para presidente

Responder

    willian

    16/04/2013 - 21h26

    Requião não consegue 1% caso se candidate.

Djijo

16/04/2013 - 13h06

“Requião disse que, na época, entusiasmado com o programa Brasil Nação, que debatia temas nacionais na TV Educativa, chegou a procurar o ex-presidente Lula para sugerir que se fizesse o mesmo em nível nacional. O então presidente pediu que o então governador do Paraná fosse ao ministro da Casa Civil, José Dirceu. Procurado, Dirceu afirmou que o governo já tinha “sua TV”. Dirceu disse a Requião, segundo este, que era “a Globo”.”
Parece que a coisa ficou ruim devido a arrogância de José Dirceu e botou todo o governo Lula de refém do PIG. Acho que ele pensou que podia comprar todos, inclusive os princípios de depender do norte dos adversários da imprensa. Deu tudo errado e quase acabou com o governo de Lula.

Responder

Roberto Locatelli

16/04/2013 - 12h14

Ironicamente, o pragmatismo do PT foi incentivado e liderado por Zé Dirceu. Ele e seu grupo tinham certeza de que, sendo mais moderados, seriam aceitos e aclamados pela elite e poderiam governar em paz. A ingenuidade da esquerda é comovente.

Responder

Fernando

15/04/2013 - 22h22

Sr. Requião, procure ajuda de parte do PMDB que é seu partido, se eu não me engano. Ou funde o seu próprio. Mostre que Dilma dá um aeroporto para a iniciativa privada e fica falando que vai ter comida a 1 real dentro do aeroporto. Palhaçada que nem mendigo tolera. Tente, tente. Veja se consiga levantar o nacionalismo saudável, patriotismo saudável dos brasileiros, para que não sejamos colônia dos EUA, UE ou China.

Responder

Fernando

15/04/2013 - 22h19

Requião merece uma chance. Antes que os 100 mil Chicago Boys e Girls mandados por Dilma para o exterior, retornem e tomem estrategicamente conta do Brasil.

Responder

    renato

    15/04/2013 - 23h15

    Tem que ficar experto com os que já estão aqui.
    Os que vão são brasileiros.
    Sou Requião, mas devagar com andor.
    Prudentópolis tem famílias que ainda não recebeu
    luz para todos, e aqui no PR, a Copel é Copel.
    Não entendi, mas era Governo do Requião. Só
    vão receber daqui a um ano. Me decepcionei, e posso!
    Voto sempre nele.A qualquer hora, mas não para Presidente!
    Para Governador sim.

Fernando

15/04/2013 - 22h17

Roberto Requião para Presidente – saia pelo Brasil, fazendo denúncias das privatizações, do entreguismo da riqueza brasileira. Vá às universidades, às capitais, às principais cidades do Brasil. Tenha um vice-presidente nordestino. Distribua cartilhas ao povo, de como o Brasil está sendo entregue. De como o PT virou neoliberal. Mostre aos funcionários públicos e privados, o que tem pela frente para eles. Que o Sul ensino ao Norte e Nordeste como trabalhar em conjunto (em cooperativas). Mostre a palhaçada, o crime da Copa do Mundo, das Olimpíadas e das Olimpíadas de Inverno. Economia de mercado é diferente de Capitalismo Selvagem (Neoliberalismo). E prometa que o bolsa família e outras bolsas vão continuar, porque é realmente necessário.

Responder

Sidney Skiante: A História que não pode continuar secreta - Viomundo - O que você não vê na mídia

15/04/2013 - 21h39

[…] Requião: José Dirceu achava que a Globo era “dele” […]

Responder

Sr.Indignado

15/04/2013 - 21h30

Já contribui com o site e com duas matérias. Vamos lá galera. Meio tanque do carro, final de semana faço compras a pé e ainda faço exercício que a dotora mandou.

Responder

Pensamento único: Dilma e a volta do dragão da inflação - Viomundo - O que você não vê na mídia

15/04/2013 - 20h53

[…] certo é que, quando José Dirceu acreditava ter uma TV “sua”, a Globo, cometeu um erro que hoje pode ser atribuído à esmagadora maioria do PT. A grande mídia […]

Responder

“Falido” aos 72, Requião diz que humor na blogosfera é essencial | Blog do Tarso

15/04/2013 - 20h16

[…] por Luiz Carlos Azenha do Viomundo […]

Responder

paulo roberto

15/04/2013 - 19h56

É “soda’! De que adianta os “blogs sujos” e nós que desprezamos o PIG fazermos a nossa parte se a equipe da Presidenta (leia-se o lobista das teles e a empregada da globo) continua abarrotando os cofres dessa laia?

Responder

Francisco

15/04/2013 - 18h28

Há 15 anos, quem estaria nesta mesa debatendo simpaticamente como se “pessoa” fora, seria um petista.

O PT sumiu dos movimentos sociais… O PT sumiu do mundo…

Responder

    emerson57

    16/04/2013 - 09h59

    correto!
    os petistas eleitos só querem:
    a, ser reeleitos (continuar na boquinha),
    b, sair no jornal nacional,
    c, e nas páginas amarelas da óia,
    d, viajar, de preferência para o exterior,
    e, ser convidado para a falida festa de aniversário do fux,
    f, distância de povo,
    etc.

Fabio Passos

15/04/2013 - 18h21

Requiao esta cada vez melhor.
Se nao teremos democratizacao da midia no governo Dilma… ao menos vamos azucrinar bastante o PiG e os bundoes do governo.

Responder

tori

15/04/2013 - 16h33

O senador Requião é hoje, sem dúvida, um dos políticos mais atentos às mudanças que estão ocorrendo no Brasil e no mundo, e de vez em quando manda recados desesperados ao governo Dilma, cuja agenda liberal ficou tão parecida com a da oposição que o eleitor menos avisado terá sérias dificuldades de escolha na próxima eleição.
Não é atoa que o Aécio Never, o Tucanardo, o Nunca Sabe e o próprio Serra, se apresentam como candidatos da esquerda e que o PIG já começa a chama-la de privateira. Se a pecha pegar ela ainda vai pagar o pato por todas as privatizações que ocorreram desde o Brasil colônia, além de, em 2014, ser apresentada pelo PIG como “única candidata da direita”.
Alguém acha difícil isso acontecer?
A Dilma é pessimamente assessorada, está rodeada de incompetentes obsequiosos e golpistas dissimulados. Na área da comunicação, tão sensível, não conta nem com um megafone para dar um recado, enquanto o PSDB e congêneres tem a mídia mundial.
Além do mais, ela não pode contar com o PT, cuja atuação no senado e na câmara, salvo raríssimas exceções, é simplesmente ridícula, enquanto que, em nível nacional, continua a guerra intestina na divisão das migalhas do banquete da casa grande, numa vergonhosa disputa por espaços debaixo da mesa: Ali, grupos, linhas, correntes e falanges de diversos matizes, cada vez mais distantes do trabalhador e do trabalho, aparentemente sem perceberem os prejuízos que causam ao partido, e em última análise, ao país, continuam engalfinhando-se. Enquanto isso o governo está subjugado pelo oportunismo dos partidos aliados.
O último apelo desesperado do Requião é justamente sobre a agenda governamental da Dilma, liberal, privatista, pautada pelo PIG, que é pautado pela Cia, que tem embaixada aqui, portanto aqui dá golpe.
Ele a acha uma mulher corajosa e ela realmente é, já deu provas disso, mas isso não basta. É preciso ser como a presidenta Cristina Kirchner, que além de corajosa é independente.
O senador Requião acha que com 10 CC de sangue da Cristina Kirchner a presidenta Dilma se liberta dessa síndrome neo-libelê que a debilita, mas, ao que tudo indica ela é uma dessas doentes que rejeitam tratamento preventivo e que quando dão entrada no hospital, vão direto pra UTI.

Responder

Bernardino

15/04/2013 - 14h23

Esse bate papo amistoso do REQUIAO com os blogueiros me suscitou a certeza que o PT PROstituiu-se e virou a GENI do Chico Buarque,todos batem e ela nao se defende.O FIGURINO da Cultura Portugues esta cabendo direitinho nas nossas esquerdas:COrruptas,covardes e antipatriotas com rarissimas exceçoes como é o caso do Excelente REQUIAO.Essa do sr ZE DIRCEU citando a globo como amiguinha do governo é digna de ser passada na cara do mesmo que agora vem implorar o apoio dos BLOGS,Alias o sr Dirceu nao passa de um mau carater,amiguinho do CARLOS SLIM,dono da embratel e algoz da Privataria Mexicana com o sr SALINAS,bandido e ex presidente mexicano!!

O REsultado do pleito Venezuelano é pra deixar de molho as barbas dos nosso pseudo esquerdinhas que vivem a bajular nosssa midia bandida na tentativa de ser comido por ultimo como o crocodilo da pacificaçao
se com metade das comuicaçoes publicas no pais deu esse resultado imaginrm aqui com A Imprensa bandida praticamente dona do Pedaço se brincar vai ser massacre.Quem viver verá é o preço da COVARDIA de 8 anos de governo sem peitar os bandidos midiaticos!!!!!

Responder

Neotupi

15/04/2013 - 14h11

Azenha, você já falou bastante sobre episódios que você viveu na Globo, durante a cobertura das eleições de 2006, mas como era o clima no jornalismo da emissora entre a posse de Lula até a crise do mensalão? Lembro que neste período houve conflitos na questão da Ancinav, do Conselho Nacional de Jornalismo, e houve as discussões do PROMIDIA, um PROER para a mídia que Lula recusou.
Pergunto por causa deste trecho desta nota:
“Requião disse que, na época, entusiasmado com o programa Brasil Nação, que debatia temas nacionais na TV Educativa, chegou a procurar o ex-presidente Lula para sugerir que se fizesse o mesmo em nível nacional. O então presidente pediu que o então governador do Paraná fosse ao ministro da Casa Civil, José Dirceu. Procurado, Dirceu afirmou que o governo já tinha “sua TV”. Dirceu disse a Requião, segundo este, que era “a Globo”.”

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    15/04/2013 - 16h19

    Quero fazer um documentario respeito, mas dependo de financiamento dos leitores.

    Márcio Gaspar

    15/04/2013 - 18h23

    Gostaríamos de ver documentários ao estilo Michael Moore, no sentido provocativo e desnudando os discursos, queria ver documentários produzidos por jornalistas brasileiros, mostrando as contradições entre o discurso e a prática e os interesses que está por trás disso. Temos ótimos jornalistas investigativos, eu acho que seria interessante se o livro Privataria Tucana fosse transformado num documentário, pois como documentário poderia chegar a muito mais pessoas, pois há muitos pessoas que não tem paciência para ler, mas tem para assistir a um video. Michael Moore consegue em seus documentários ser bem didático sem ser cansativo e consegue explicar bem o assunto. Quem sabe os jornalistas, como você Azenha, comecem a fazer isso.

    MariaC

    15/04/2013 - 19h01

    Nossa que cobrada, risos,

    Mas acho que tem de ser assim. Compromisso é compromisso.Tenho poucos recursos mas adotei o site, e vou contribuir comigo mesma e minha informação, no Viomundo.

    Abraço,
    Maria

    MariaC

    15/04/2013 - 19h05

    Sr. Azenha,

    Não há faleconosco no seu site?
    Antigamente havia o falecomigo. Não encontro mais ele.

    Grata,

    Maria

    Mario Alexandre

    15/04/2013 - 20h02

    Então pensem numa forma mais eficaz de arrecadação. Entendo que foi feito às pressas, mas a maioria não vai ficar depositando em conta corrente, mesmo com as facilidades de colocar em débito automático. O ideal, não apenas para arrecadações específicas e sim mensais, é ter algo parecido como contribuição descontada, por exemplo, na conta telefônica. A contribuição tem que ser contínua, mensal.

    Fernando Garcia

    16/04/2013 - 19h29

    Caro Azenha, acredite ou não apenas lendo sua resposta e o comentário de um dos colegas é que percebi que as doações para o co-financiamento já estavam abertas. Talvez, outros sejam tão distraído quanto eu e valha a pena fazer uma chamada mais óbvia. Sim, é claro que depois que fiz a doação não acredito como não enxerguei antes a chamada para a mesma…

    Outra coisa: tem gente, como o Mario Alexandre, que anda confundindo os dois fundos existentes: uma coisa é o auxílio contra processos judiciais, que optou pelo depósito em conta bancária, que considero meio complicado; outra coisa é o financiamento de reportagens pelo “crowdfunding” do Viomundo que é via PayPal, este muito fácil. Acho que é bom esclarecer também este ponto.

    renato

    15/04/2013 - 23h24

    Assistia, e gosto e voto sempre em Requião.
    Sem chance de ser outro aqui no PR.
    Mas, o Requião dominava o quadro do Governo
    nestes eventos do Estado.
    E ver uma reunião, e ficar vendo todos
    lá, só olhando, sem abrir a boca, e se abre
    Requião ” pranta a soca”.
    Não gostava da ” soberba”.
    Gosto mais dele falando no Senado.Sem intermediários.
    E gosto quando ele ” pranta a soca”, nos da Direita.

Urbano

15/04/2013 - 14h02

A groubonoma não deve ser exemplo pra coisa nenhuma; estragou o tema. Agora, o Requião, como de costume, está certíssimo; temos que achincalhar os bandidos da oposição ao Brasil, pois é o que se pode fazer no momento.

Responder

Jayme Vasconcellos Soares

15/04/2013 - 13h22

Senador Roberto Requião, venho acompanhando com frequência os seus pronunciamentos, levados ao público via blogs, ou diretamente na TV Senado.
São pronunciamentos brilhantíssimos, irretocáveis, muito ilustrativos. E este agora então!!!. Suas críticas à política privatista, neoliberal da Presidenta Dilma deve ser o norte dos brasileiros para as futuras eleições: o PT e a Dilma hoje não representam os interesses da maioria do povo brasileiro; ela está com a elite que é instrumentalizada pela grande mídia. Os nossos portos não podem ser privatizados, sob pena de estarmos entregando o nosso País ao estrangeiro, fragilizando a defesa de nossa costa marítima.

Responder

Valcir Barsanulfo

15/04/2013 - 12h45

Concordo em quase tudo com o Senador Requião, homem sério, competente e combativo.
Quanto ao governo Dilma, acho que falta o PT, pois o PT se esconde, foge do debate.
Eu sou filiado ao PT, mas, na verdade a falta de ação do partido me constrange. Um partido dividido, cuja diretoria muito ruim não encara a luta como devia.
O presidente Ruím Falcão é um conversa mole, tem um Ministro da Justiça que mais parece um olho de vidro, está no lugar mas não mexe, tem um ministro das comunicações que treme de medo da globo, não é de confiança.
Acorda PT, acorda Presidenta Dilma.

Responder

simas

15/04/2013 - 12h32

Rapidamente, o negócio é o seguinte: A primeira eleição vitoriosa do Lula, contou com um trabalho conjunto de gente do PT, à frente o José Dirceu. Pois bem, esse trabalho, vitorioso, contou com “visitas”. as mais diferentes, possíveis… Entrou, aê, o Antônio Carlos Magalhães, o Roberto Marinho; ao nível de importância, se juntou a famosa carta aos brasileiros… Tudo isso, e mto mais, deu no q deu; o Lula ganhou a eleição e, com quase nenhum esforço de memória.,. sem aquela artilharia, cabível e esperável, da famosa rede, mafiosa e terrorista – Pq, agora, mafiosa e terrorista, simplesmente, em vista da desavergonhada atividade político-jornalística… Antes, sabíamos apenas mafiosa; agora, já “labuta” na área terrorista, mesmo. E, isso, ocorre, acontece, devido a falta de consequências, à impunidade. Pelo jeito, logo o governo vai escancarar e sair em defesa… Eu não estou errado. Eu não estou mentindo. Eu nem leio jornais e assisto televisão. Só me dedico, com relação à mídia, à mórbida atividade de ler manchetes, jornalísticas; cultivando meu espírito.
Gente, fica cada vez mais claro. O governo do PT está interessado, apensa, em salvar sua aprovação eleitoral… Esse governo, cada dia q passa, me convence mais, vai vender o País, pra mostrar serviço e ganhar votos. Ou ele cumpre com suas obrigações, de princípio, procurando reformar as instituições, defasadas, desde sempre? O Pres Goulart batalhou por Reformas de Base, q lhes valeram o exílio e a morte. E o PT, em algum momento lembrou das Reformas de Base, do passado, q valeram 21 anos de obscurantismo?… O PT lembra dos efeitos; nunca das causas; e se fala, cita algo… é rapidamente e se deixa calar por seu PARCEIRO, mídia, global. É isso; ‘tá na cara; não o fosse, não estaríamos assistindo as tentativas privatizantes, ao sabor neoliberal e caráter de negócio financeiro.
Os Gov’s Lula e Dilma não encaram, dignamente, a máfia midiática, pq faz parte do acordo… inicial; igual às privatizações, descaradas, em pauta, atualmente. O resto é combinação, jogo de cena.
Sinto, mto
PS – Não se esqueçam do caso “cachoeira”, não se esqueçam dos 18 minutinhos, no JN e não se esqueçam, em fim, do “mentirão do PT”. Estão esperando por mais o q?…

Responder

Marco Weissheimer: O PT que coloque as barbas de molho - Viomundo - O que você não vê na mídia

15/04/2013 - 11h52

[…] PT que coloque suas barbas de molho, portanto [no ParanáBlog, o senador Requião manifestou preocupação semelhante ]. A Venezuela mostra que não se mantém um projeto político só com retórica e piloto […]

Responder

    simas

    16/04/2013 - 02h37

    Isso; até aqui, eu tinha em Chavez, um parâmetro q sonhava pra nós, aqui. Alguém, com coragem e soubesse usar das palavras, pra construir argumentações, interessantes, tal e qual o cara, lá. Acontece q o cara, lá, vai e morre; será q seu sucessor vai ter a condição de atacar, agora, as reais necessidades da Venezuela? Pq, o falecido, naquela instância, cumpria se fortalecer na luta contra os inimigos, externos; pq era da frente externa a força, maior. O inimigo interno se resumia à ignorância, a inexistência de saúde, à miséria. E essa primeira batalha, interna, foi vencida, fácil; o q proporcionou fortalecimento pra enfrentar eleitoralmente o q sempre garroteou as liberdades democráticas e inspirações, nacionais… venezuelanas. Agora, por lá, o Segundinho precisa mostrar q sabe e vai cumprir o papel, requerido; qual seja, o de enfrentar e resolver as reais carências do povo e da nacionalidade. E não, fazer como, aqui, se aliar ou abrir a guarda p’ros inimigos, internos e externos, numa verdadeira orgia, neoliberal.

Tadeu Colares - Recife

15/04/2013 - 11h52

Caro Ricardo Lima, não entro no mérito dos motivos de Dirceu não responder à sua pergunta. Mas aproveito sua deixa e lhe dou um bom motivo:compre o livro “Pouso Forçado” do jornalista Daniel Leb Sasaki: a história de como se destruiu uma grande empresa de aviação pra nascer uma VARIG. Daí “decolou” uma VARIG nova. Neste livro, você vai encontrar um bom motivo: aparece de como nasceu a “grande” VARIG; de forma espúria e suspeita.

Responder

jaime

15/04/2013 - 11h29

Utilizar mais humor nos textos de política, economia… foi a grande sacada do Pasquim (já naquela época).

Responder

H. Back™

15/04/2013 - 10h58

Humor na blogosfera nós já temos. É só ler nos Blogs Sujos o que o PIG (Partido da Imprensa Golpista) aprontou no dia anterior! Pronto! Já temos a nossa cota de humor do dia. Melhor exemplo disso são os blogs Cloaca News, Conversa Afiada e Viomundo, que transmitem a informação de uma forma irreverente. Nos blogs do PIG é uma desgraceira só. E com isso o PIG só causa depressão no leitor.

Responder

Hélio Pereira

15/04/2013 - 10h56

Puxa 10% de Cristina na “Tia” Dilma,sera que não é pouco ?
Dilma “cozinhando” com Ana Maria Braga,nem me lembrava disto !
Pedro Taques e Randolfe Rodrigues dando “meia volta” e modificando um Projeto,aprovado por unanimidade e que garantia o Direito de Resposta a matérias de “nossa midia TupiniquiM”,isto é Lamentável!
O Paulo Bernardo esta mais preocupado em eleger sua esposa ao cargo de Governadora do Parana em 2014,do que Regulamentar a midia e melindrar a Globo,que vem cedendo preciosos espaços a Ministra Gleisi,ora fala sério…,esperar o que do “Bernardão” ?
Roberto Requião só falou certas verdades,que infelizmente o PT finge não vêr.

Responder

Carlos Lima

15/04/2013 - 10h51

Com exceção do blog do AZENHA, os outros como o do LUIS NASSIF, AlTAMIRO BORGES e etc. não publicam mais comentário dos internautas que não concordam com algum tema surguerido pelo Blog.

Responder

    jaime

    15/04/2013 - 12h52

    Acho que este é o grande e importante diferencial do Viomundo: atitude coerente com o discurso. Como se pode criticar a parcialidade do PIG e na prática fazer o mesmo censurando opiniões contrárias? Também nos comentários se vê a diferença: argumentação ao invés de desqualificação pura e simples.
    Democracia – a gente vê (e pratica) por aqui.

    Mário SF Alves

    15/04/2013 - 21h52

    Será? Até quando?

José Ribeiro Jr.

15/04/2013 - 10h32

Alguém deveria apresentar ao senador Requião o Blog do Professor Hariovaldo, as charges do Bessinha, a fina ironia do PHA, o Sr. Cloaca, o humor mordaz dos comentaristas do Nassif e aqui do Vi o Mundo etc etc etc… Requião, pra variar, está dez anos atrasado, pelo menos. Requião, para quem não conhece, teve uma única e grande obra em sua passagem de 8 anos pelo governo do Paraná: ter OBRIGADO a Gazeta do Povo a fazer Jornalismo. Lamentavelmente, o governador Beto Richa está tratando de destruir essa obra…

Responder

Ricardo Lima

15/04/2013 - 09h17

O Dirceu é uma grande interrogação (mais para exclamação, na verdade). O Lula e a Dilma, já sabemos que são covardes. O Dirceu, possivelmente, é ainda pior, pois haveria, além da covardia, interesses próprios mal explicados, como no caso da Varig, onde especula-se que ele teria ordenado o seu fim (o governo parou de ajudar a empresa via Petrobrás e Banco do Brasil). Já “cobrei” esta explicação do Dirceu algumas vezes, em seu blog. Ele se cala.

Responder

Sérgio Reis

15/04/2013 - 09h14

Requião é um membro das elites que acha que apoiando de forma fisiologica o partido poderá limpar-se da sua condição burguesa, exploradora do povo. Não nos engana, Requião.

Responder

    Paulo Monarco

    15/04/2013 - 10h55

    Que o diga sua passagem pelo palácio Iguaçu e a de sua mulher Maristela como “diretora” do maior e mais belo museu da América Latina, sucateado, subutilizado, mal gerido, usado como palácio de exposição para os amigos da província, o museu Niemeyer agonizava vazio e esquecido. A família Requião usou o Paraná como crediário sem limite para gastos.

J Souza

15/04/2013 - 09h04

Os que lutam sempre são imprescindíveis…

Responder

Juliano

15/04/2013 - 08h53

Pelo menos UMA pessoa percebeu isso (e não me impressiona que seja o Requião)!
A mídia de esquerda no Brasil até hoje não tem sido a mais próspera em difundir suas ideias, justamente porque SÓ fala de política.
Política é um assunto ácido. Poucas pessoas se interessam em ler/falar exclusivamente dela.
Por que a revista Veja vende tanto, por que ela consegue chegar à população? Porque apesar das ideias reacionárias, ela seduz. A Veja fala de tudo. Tem matérias sobre a última dieta do momento, sobre descobertas científicas e misturado, reportagens sobre política. As próprias matérias sobre futilidades estão impregnadas de opiniões que interessam a eles. Isso torna muito mais fácil convencer o leitor, que é bombardeado semana após semana com argumentos seletivos.
Requião está certíssimo (mais uma vez). A esquerda precisa aprender a difundir melhor suas ideias, atingir o público. Não é assim tão difícil. Até a Veja consegue.

Responder

Romanelli

15/04/2013 - 06h38

Puts, é isso AZENHA

TEM muita coisa na pauta que não esta na pauta pq estamos sendo pautados ..digo que tanto pelo PIG como por muitos sujinhos.

Saúde, educação, infra, economia, JUSTIÇA, reformas e tantos outros temas que o povo espera por respostas, por propostas e compromissos, por SATISFAÇÃO.

Isso sim é cidadania, é querer melhorar TODO DIA ..é ter coragem de defender idéias e soluções, de se submeter a críticas, de ter HUMILDADE pra se reconhecer os erros e, principalmente, ÉTICA pra se purgar e se apontar desvios e pecados.

Pena que a maioria, notadamente partido de gente INSTALADA e MAMADA, tenta e insiste na tese de que quem aponta desvios é “inimigo”, ou “da oposição” e precisa a qq preço ser calado ou desconstruído na base da injúria e difamação.

ps – agora, se eu fosse Mark Zukerberg eu lhes mandava flores pela propaganda gratuita ..da minha parte eu ainda passo (e aconselho muitos a passar), ao menos enquanto não ficar muito claro, e termos garantias de até que ponto estamos sendo invadidos e/ou perdendo nossa privacidade pra estes “camaradas”.

abrá

nota – vc tem notícias do Julian Assange ????

Responder

    renato

    16/04/2013 - 22h13

    Muito Bem Romanelli.
    As brigas que faço com os meus, são para
    evitar que eles tenham brigas lá fora.
    Nossos erros ficam em casa. Os meus são
    os melhores, e são os piores, mas são meus.
    Tenho certeza que assim o é. Se temos gente
    que vem aqui ou ali, e coloca suas posições
    como as vê, traz cá para dentro todo um
    conhecimento de suas vivencias, por menores
    que sejam. Como a minha por exemplo, que vejo
    em todos uma sumidade.
    Até, no Willian.

Gerson Carneiro

15/04/2013 - 05h49

Concordo.

Responder

Eugênio

15/04/2013 - 03h28

Porque não adianta rastejar diante da mídia.

“Requião disse que, na época, entusiasmado com o programa Brasil Nação, que debatia temas nacionais na TV Educativa, chegou a procurar o ex-presidente Lula para sugerir que se fizesse o mesmo em nível nacional. O então presidente pediu que o então governador do Paraná fosse ao ministro da Casa Civil, José Dirceu. Procurado, Dirceu afirmou que o governo já tinha “sua TV”. Dirceu disse a Requião, segundo este, que era “a Globo”.”

Porque não se empodera os inimigos.

“Como exemplo, lembrei a notícia segundo a qual a emissora contratou mil artistas para participar das Fun Fest da Copa do Mundo, as festas que acompanharão os jogos nas cidades-sede em 2014. As Organizações montaram uma empresa de eventos exclusivamente para isso. Ou seja, a Globo ganha dinheiro com a transmissão da Copa, com os patrocinadores da Copa, com os jogadores da Copa, com a abertura da Copa, com os torcedores da Copa…”

Responder

Julio De Bem

15/04/2013 - 03h06

E tem gente da blogosfera q bota a mão no fogo pelo Dirceu…

Responder

João-PR

15/04/2013 - 02h25

Requião é figura polêmica, mas que sempre defendeu o Brasil e os interesses nacionais.
Gostaria de relembrar a proibição de exportação de transgênicos pelo porto de Paranaguá. Agora, descobre-se, que além da produção de sementes transgênicas ser um monopólio, a agricultura transgênica está perdendo competitividade. Ou seja, os custos de produção estão ficando proibitivos.
Requião tem visão de estadista, e desagrada muita gente (gastou somente o necessário com publicidade no seu último governo no Paraná, e fez inimigos podeross por causa disso).

Responder

FRANCISCO HUGO

15/04/2013 - 02h08

Um espaço para o Requião!!!
Antes tarde do que nunca?
Ou tarde demais?

Responder

Marcio H Silva

15/04/2013 - 01h14

O parágrafo mais esclarecedor:
“Requião disse que, na época, entusiasmado com o programa Brasil Nação, que debatia temas nacionais na TV Educativa, chegou a procurar o ex-presidente Lula para sugerir que se fizesse o mesmo em nível nacional. O então presidente pediu que o então governador do Paraná fosse ao ministro da Casa Civil, José Dirceu. Procurado, Dirceu afirmou que o governo já tinha “sua TV”. Dirceu disse a Requião, segundo este, que era “a Globo”.”

Responder

    J Souza

    15/04/2013 - 09h01

    Ou seja, foi traído pelo Barbosa, pelo Fux e pela… Globo!
    Nem duvido mais que algum dia apareça uma notícia dizendo que o Dirceu ajudou na escolha do Gurgel para a PGR…

    H. Back™

    15/04/2013 - 13h59

    Não estou de acordo com várias atitudes que o governo do PT vem tomando ultimamente. Mas acreditar que o governo escolheu a Globo como a sua emissora, aí já é demais. Se alguém disse alguma coisa tem que ter provas. Se não fizermos isso aqui, a internet vai se transformar em mais uma rede de fofocas. Vamos acabar nos desmoralizando diante da opinião pública, e é justamente isso que a grande mídia quer.

    Mário SF Alves

    15/04/2013 - 21h54

    Aí.

    paulo roberto

    15/04/2013 - 19h58

    Como é que vc ficou sabendo disso, Márcio? Vc estava lá ou foi alguém da Globo quem te contou?

    Djijo

    16/04/2013 - 13h08

    Deirceu achava que comprava todo mundo, inclusive os princípios da oposição na mídia de depender do norte. Quase acaba com o governo Lula.

Deixe uma resposta