NOVO CONTATO WHATSAPP: 11 00000-0000
Leia também

Emir Sader: “Marina é a falência do movimento ecológico brasileiro”

publicado em 01 de outubro de 2010 às 15:08

por Conceição Lemes

Pesquisa divulgada pelo Datafolha na terça-feira, 28, colocou em cheque, de novo,  a credibilidade do instituto, que já andava baixa.  Dizia que Dilma Rousseff (PT) caíra três pontos percentuais em relação ao levantamento realizado na semana anterior, quando tinha 49%. O candidato José Serra (PSDB) teria mantido 28% e Marina Silva (PV) subido de 13% para 14%.

“Enquanto as pesquisas em geral dão 10% de vantagem para Dilma em relação à soma dos outros candidatos, o Datafolha deu 4%. Enquanto o Datafolha cogita o segundo turno, Sensus, Vox Populi e Ibope continuam jurando que vai dar Dilma no primeiro turno”,  disse, em entrevista ao Viomundo, o sociólogo-político Emir Sader. “O mínimo que se pode dizer é que, na margem de erro, está havendo manipulação.”

Ao ser indagado sobre o que faremos até a reta final da campanha, Emir brincou: “Lexotan”. Depois, falando sério, afirmou: “Quem está empenhado num candidato, intensificar o trabalho. Mas, sobretudo, tentar desmentir os boatos, as falsidades que andam espalhando por aí”.

Eis a segunda parte da entrevista que nos concedeu.

Viomundo — Que falsidade o senhor destacaria?

Emir Sader – A mídia está passando uma imagem platônica da Marina, que não tem nada a ver. Na hora em que teve de enfrentar uma luta concreta, ela ficou contra os povos indígenas.

Viomundo – O senhor se refere à acusação de biopirataria feita à empresa do vice?

Emir Sader – Exatamente. O registro para fins comercias de frutas tropicais da Amazônia feito pela Natura, cujo presidente [Guilherme Leal] é o vice da chapa verde. A Marina ficou do lado dele contra os interesses e os saberes naturais dos povos indígenas, dos povos da Amazônia, ao dizer que a Justiça é que decidiria.

Tenho dúvidas sobre a “preocupação” ecológica da empresa. Qual a política salarial dela?  Qual a política para exploração dos recursos naturais? Qual a política da propriedade intelectual? Eu não vejo nada de significativo na prática social dela, que pudesse ter um caráter ecológico. A questão ecológica não é só preservar a floresta e os animais em extinção. Essa visão é muito pobre, reducionista.

Curiosamente,  até sair do governo Lula, a Marina era o diabo para a imprensa. A mídia dizia que ela era quem mais prejudicava os projetos econômicos com suas picuinhas ideológicas.  Essa mesma mídia, agora, exalta a Marina, numa clara instrumentalização, que ela aceita de bom grado. Quando se fala da Marina real, do Serra real, aí é que se vê a verdadeira dimensão deles.

Viomundo – Quem é a Marina real?

Emir Sader – No Fórum Social Mundial, ouvimos o tempo todo que a questão ecológica é transversal. Ou seja, a ecologia cruzaria tudo, assim como na época anterior da esquerda se achava que a questão capital-trabalho cruzava tudo.

A graça da campanha da Marina seria fazer uma campanha em que ecologia cruzasse tudo. Só que ela deixou de ter uma agenda própria, passou a reagir a partir do denuncismo da direita, do bloco tucano-udenista. Chegou a dizer que a violação dos sigilos bancários da filha e do genro do Serra provocava fragilidade na sociedade brasileira. Tomara que fosse essa a nossa fragilidade. Para nós, o que fragiliza a sociedade brasileira é a violência, é o desemprego, é a  miséria, é a injustiça…

Nessa campanha, Marina só assumiu posições equidistantes do cerne da questão ecológica. Ela não desenvolveu no governo nem fora uma concepção ecológica do desenvolvimento. O discurso dela não quer dizer nada.

Ao falar de Belo Monte, por exemplo, ela emenda “mas a energia limpa…” Só que Belo Monte é energia limpa. A Marina não tem coragem de se colocar a favor de projetos como Belo Monte, mas também não tem capacidade de elaborar projetos alternativos. Acho que a Marina é a falência do movimento ecológico brasileiro.

Viomundo — Mesmo?

Emir Sader – Sim. O discurso dela pode parecer coerente no papel, mas, quando você  questiona, é um vazio profundo. O estado brasileiro como é que vai ser? Qual o modelo desenvolvimento que propõe? Qual o papel do mercado interno? E da exportação? Como seria a política externa brasileira? E as políticas sociais?

São questões cruciais sobre as quais ela não tem nada a dizer — nem contra nem a favor do que está sendo feito. Nada.

Peguemos os transgênicos, uma questão grave. O que a Marina tem a dizer hoje? Vai acabar com eles, com exportação de soja, com a Monsanto? O  discurso dela acaba sendo um blefe, já que os segmentos dos transgênicos são totalmente aparelhados pela direita, que hoje a apóiam.

Está na hora de provar a transversalidade da questão ecológica. Não vejo nada disso na campanha da Marina. Onde está a questão ecológica, estruturando o conjunto da plataforma dela? Não tem.

Ela fala em terceira via, mas qual é a política de emprego dela? Qual a política de salários? Qual a política de crédito?  Não tem nada. Ela não tem nada a dizer nem dos programas essenciais do governo, como o microcrédito, o Luz para Todos, o crédito  consignado.  É só blábláblá. O que aparece, para quem está olhando a campanha, é um esvaziamento da transversalidade da questão ecológica.

Viomundo – A mesma mídia que apedrejava a Marina, hoje a enaltece. O Serra nem fala. Para alavancar a candidatura dele e liquidar a da Dilma, a “grande” imprensa assassinou o jornalismo durante essa campanha…

Emir Sader — A questão não é ser a favor ou contra o Lula ou a Dilma. Quando você tem um governo com 80% de aprovação e olha a imprensa, uma coisa não corresponde à outra. A cobertura não reflete a formação democrática e pluralista da opinião pública. Eu não queria que falasse bem, eu gostaria que existisse o pluralismo, os pontos de vista realmente existentes na sociedade. Por outro lado, no governo Lula, avançamos pouco na questão mídia.

Viomundo Que avaliação o senhor faz  da política de comunicação do governo?

Emir Sader –  Houve um fracasso enorme. Daí a dificuldade de governar. Se deixou criar um denuncismo, centrado em escândalos, reais ou não, desproporcional, que acaba falsificando o próprio debate político, ou seja, o que mudou na sociedade brasileira para melhor ou para pior.  Às vezes dá a impressão de que o governo é um poço de escândalo. O que não é verdade. Isso se deve ao fracasso da política de comunicação do governo.

O interessante é que a massa da população sabe dessa manipulação. Tanto que vota a favor do governo, apesar da mídia. Nós temos de democratizar, desconcentrar, ainda três coisas fundamentais: o dinheiro, a terra e a palavra. São monopólios privados. Não haverá sociedade democrática sem se democratizar essas instâncias.

Viomundo – E o Judiciário?

Emir Sader – É muito ruim que tenha pessoas que se comportam como o Gilmar Mendes e a doutora Sandra Cureau. Estão tão empenhados politicamente que desmoralizam ainda mais o Judiciário.  São personagens que refletem a arbitrariedade da Justiça, que deveria ser um órgão justo. Por isso, a reforma do Estado é fundamental. Acho que o Judiciário tem de estar submetido a um controle social.

Há alguns dias a Folha, em editorial, disse que todo poder tem de ter limite. E quem coloca limite no poder mídia monopólica?  Quem coloca limite ao Judiciário?

Isso não vai cair do céu. Tem de ser definido em uma instância democrática. A doutora Cureau, como disse a Dilma, tem o direito de se manifestar como cidadã. Mas, ao dizer que o Lula está se empenhando ao máximo para eleger a Dilma, ela poderia dizer também que a imprensa está fazendo o máximo para eleger o Serra.

Acho que estão extrapolando o papel do Judiciário. Fazer uma leitura política de intenções é uma atitude totalmente indevida em relação aos juízes.

Viomundo – Para terminar, o que representa a eleição deste domingo?

Emir Sader — O que está em jogo é o governo Lula. No domingo, o povo vai decidir se o governo Lula foi um parêntese e, aí, as elites tradicionais voltam ao poder. Ou se o governo Lula vai ser uma ponte para a gente construir um país justo, solidário e soberano, tarefa que apenas começamos a fazer. Acho que o povo está optando claramente pela continuação do processo, apesar da direita espernear através dos seus órgãos da mídia.

Pitagoras

02/06/2011 - 18:41

Azenha, seria oportuno relembrar nosso saudoso ministro do meio ambiente, sarney filho, membro dessa caricatura de partido verde, o qual enviou recursos generosos à sua irmãzinha, na época governadora do estado do pai de ambos, para despoluir uma lagoa que há por lá na capital, São Luis, e até hoje, sou informado, a fedentina tá lá…

Responder

eusou

04/04/2011 - 11:01

claro que Marina foi hipócrita nessa eleição de 2010, ele esteve no governo e se achou no papel de direito de ser a candidata governista, más dilma sempre foi a escolhida, desde que elea começou a aparecer com o lula era visto que seria a candidata , Marina voc~e quase faz o país retrogredir a 1964 e que culpa teria na hostória do brasil , vo~^e foi usada pela ultradireita ,natura etc.. mídia, cadê sua lealdade , papel político e responsabilidade?Se você esteve no governo do Homem mais forte da presidência e não fez , imagimna se sozinha iriam te deixar fazer?Você repetiria a história do Collor iriam te caçar também no primeiro deslize iriam puxar teu tapete , aliás sem o lula nada que não tenha seu apoio se sestenta por muitos anos na política do brasil.

Responder

Dilma versus Marina ou O bem contra o mal | Dispersões, Delírios e Divagações

31/01/2011 - 16:54

[...] dia 1º de outubro de 2010, em entrevista concedida a Conceição Lemos, no site Vi o mundo – “Marina é a falência do movimento ecológico brasileiro” –, o sociólogo Emir Sader apresentou Marina como um exemplo das falsidades que estão sendo [...]

Responder

andersom

15/11/2010 - 00:21

no caso da marina ela sabe de todos nossos conflitos agrarios,e nossos problemas com a exploraçao mineral e vegetal mas tambem nao fez nada o que a natura ganha em cima dos nossos produtos é um absurdo mais absurdo ainda e quanto ela paga para ter cada materia prima sera que podemos deixar que isso realmente aconteça? Pessoas que nunca foram dentro da floresta densa e acabam com a vida e cultura dos povos da floresta porque quando se fala de grandes empresas estrangeiras instaladas no territorio amazonico é uma polemica mas a concientizaçao verdadeira e que ja fomos invadidos pelo capital exterior nao tem como escapar e vai contra os principios da reforma agraria sendo que nao ha lei de terras e sim uma luta agraria devastadora e sanguinaria onde todos os anos morrem centenas de pessoas como temos exeplos em anapu ,carajas onde ela lavou as maos e nunca fez nada por causa da elite que ela apoia isso é óbvio e esta tao eminete mas o povo destroi qualquer possibilidade de mudança por ser corrupito ate mais que proprios puliticos.
So quem pode dizer do que a amazonia precisa é o povo nativo que vivem a centenas de anos nesse local e conhecem tudo ao seu redor mas pessoas que nao conhecem dizem que é preciso mudar a soluçao é ralmente a preservaçao sem ceifar vidas de inocentes,fauna e flora

Responder

União Tupiniquim

13/11/2010 - 08:31

Desenvolvimento Sustentável não é falacia meus caros tecnocratas é garantia de futuro o resto é hipocrisia dos desenvolvimentistas que um dia notarão que o dinheiro não produz O² e H2O é dois pesos e duas medidas. Temos que preservar a Região Amazonica Sim e todos os fragmentos que sobraram do Cerrado, Caatinga, Mata Atlantica e os Pampas

sem mais

Responder

União Tupiniquim

13/11/2010 - 08:17

Pera ai galera! porque criticar a Marina? isso ja virou partidarismo… eu votei na Marina no primeiro turno e na Dilma no segundo e se dependese gostaria que Marina tivesse ganhado agora vem falar de falencia do movimento ecologico. Por acaso existe algum movimento ecologico no Brasil? Parem gente, sabemos que a escolha do vice dela foi totalmente equivocado mas agora colocar a Marina no meio disso é totalmente equivocado. No futuro se a Dilma não atender a a necessidade do povo a Marina será a proxima Presidenta do Brasil. Só lembrando que sou admirador da administração do PT fiz campanha pro PT aqui na minha cidade Foz do Iguaçu mesmo não sendo petista, mas mais respeito com Marina

Responder

Maria Maeno

22/10/2010 - 19:46

Excelente a entrevista do Emir Sader. Em poucas palavras colocou questões cruciais.

Maria Maeno

Responder

    Luis Carlos

    11/11/2010 - 01:41

    É um bom crítico, mas parece fazer a mesma coisa que todo mundo faz: apontar as falhas, os erros, porém, não expõe qualquer solução concreta, termina mesmo é agindo igualmente aos tradicionais … blá, blá… eu sou o cara !

Lucila

16/10/2010 - 21:20

Vi no JN e acabei de achar no UOL. Tem de repercutir…
Para um neo-ambientalista a defesa de defensivos agrícolas não parece muito ser a escolha mais sustentável:
http://noticias.terra.com.br/eleicoes/2010/notici

Responder

maria lucia montes

15/10/2010 - 10:25

Prezado Azenha

Sou colega uspiana do Prof. Emir Sader e estou à procura de um e-mail onde lhe pudesse enviar um comentario longo (dificilmente publicável no seu blog do Carta Maior ou no Viomundo, de que sou leitora cotidiana e gratíssima pelo seu trabalho) sobre alguns posts seus relativos à campanha. Como antropóloga, sei que nem sempre o voto se decide levando em consideração apenas a economia e a política, mas também elementos da ordem da cultura, valores subjetivos, por isso mais profundos e até inconscientes, e por isso também mais facilmente suscetíveis de manipulação. Em suma, uma discussão de base acadêmica, mas de finalidade política, e que teria prazer em compartilhar também com você e outros "blogueiros sujos" (!), caso fosse de seu interesse. Agradeceria se você pudesse me passar um contato direto com o Emir. Desde já, grata por sua atenção.

Profa. Maria Lucia Montes – Dpto Antropologia – FFLCH-USP

Responder

    Conceição Lemes

    15/10/2010 - 10:34

    Maria Lúcia, vou enviar para o seu e-mail. abs

Eleitor

06/10/2010 - 09:49

Quanto a Belo Monte ser energia limpa, isso é uma falácia. Toda usina hidrelétrica criada com inundação em área de floresta ou mata acaba gerando muito dióxido de carbono ao longo de várias décadas pela decomposição do material vegetal, contribuindo para o efeito estufa.

Responder

Eleitor

06/10/2010 - 09:44

Todos os órgãos de pesquisa, até o Datafolha estava do lado da Dilma. No resultado do primeiro turno a Dilma ficou com uma porcentagem bem menor que a do mais pessimista instituto de pesquisa.

Responder

Alex

05/10/2010 - 13:36

Datafolha manipulou o que??? deveria ter vergonha meu caro e se retratar sobre isso

Responder

    Troy

    05/10/2010 - 13:42

    Pesquisa divulgada pelo Datafolha na terça-feira, 28, colocou em cheque, de novo, a credibilidade do instituto, que já andava baixa. Dizia que Dilma Rousseff (PT) caíra três pontos percentuais em relação ao levantamento realizado na semana anterior, quando tinha 49%. O candidato José Serra (PSDB) teria mantido 28% e Marina Silva (PV) subido de 13% para 14%.

    Que coisa ridícula, o DataFolha é o unico instituto que preservou um pouco de credibilidade nessas eleições!

Antonio Nunes

03/10/2010 - 10:52

Exatamente, como é bom saber que além de demagogo é quem diz respeito sobre a campanha nacional por um pais melhor.
Enaltecer a verdade sobre opiniões ecologicas e estruturas solidas para um modelo de governo sustentavel para todos. São indagações feitas para simples e clara opinião fora de forma, Salarios, Ecologia, Energia, Exportação, Exploração no Pré-Sal, Usinas, Miseria, Faixa Salarial Nacional, Politica de Segurança, Politica Externa…..São pequenas questões que hoje e sempre viemos nós perguntando, quem um dia será capaz de se opinar contra ou a favor para melhorar nosso País.

Ótimo ponto de vista com sagastidade sensivél para esclarecimentos..

Responder

Henrique Nunes

02/10/2010 - 19:28

Pena que a esquerda "radical" preferiu bater na Dilma, fortalecendo, assim, a campanha desta pelega, amiga de empresário patrocinador da Globo e tal, e, por osmose, a do tucanato. Nesse tipo de visão é que se pautam aqueles que não olham pra frente. Mas não colou. Vamos votar 13, outra vez.

Responder

Marcelo do C Santos

02/10/2010 - 18:37

Depois das eleições só queria um exclarecimento: QUEM pagou o JATO FALCON 2000LX, um dos mais caros do planeta, com custo de US$ 3mi mensais e preço de mais de US$ 50mi e, normalmente utilizado por Xeques Arabes. (A Dilma usou um modesto Citation e o Serra um tambem modesto Learjet, ambos com custo e preço estimados em menos de 10% do de D Marina…)

Responder

    @Renio

    03/10/2010 - 11:39

    A Natura meu caro a mesma empresa que provocou a debandada de Marina no debate com os nossos Sapains…

Marcello

02/10/2010 - 18:34

Discurso de um PTista ! Resumindo,é isso. BOA SORTE no seu cargo em 2011

Responder

Rogério Ap. Clemente

02/10/2010 - 16:25

O que tenho percebido nitidamente como internauta é que na net se critica muito mais a imprensa do que o governo.

Vejo que há algo injusto, pois a imprensa tem seu lado bom, que é o lado imparcial que não cria nem mantém factóides. Se a imprensa toda fosse corrompida, não existiria Caros Amigos por exemplo.

O Brasil parece um pouco um trem bala querendo correr a toda velocidade mas alguma força o segura. Tem sim bons políticos que tem uma postura altruísta, que se preocupa com questões sociais, ambientais e tudo que merece importancia. E há bons jornalistas querendo mostrar a verdade. Só que o alcance dessa verdade infelizmente ainda é curto, mas o alcance da mentira também está diminuindo.

Espero do fundo do meu coração que nesse domingo não vença nem a imprensa, nem a política. Essas são instrumentos da democracia. Então que vença a democracia.

Responder

    José Silva

    03/10/2010 - 01:16

    Democracia com "D" de Dilma!!!

    Carlos

    03/10/2010 - 11:54

    "a imprensa tem seu lado bom, que é o lado imparcial que não cria nem mantém factóides."
    Não captei a ironia, Rogério… Ou você acredita mesmo na imparcialidade da Globo, veja, Folha,…?

    luiza

    04/10/2010 - 16:05

    não existe imparcialidade quando se trata de meios de comunicação… é importante saber o posicionamento de quem escreve…
    bato palmas ao Estadão que se posicionou e mostrou para o leitor de que lado estava… por mais que não seja o meu posicionamento….

    por uma leitura critica da imprensa!

izabel

02/10/2010 - 16:13

Conceição, parece que só você e seus seguidores acham que "A questão ecológica não é só preservar a floresta e os animais em extinção". É um comentário típico de uma PSN* . Tão absurdo que é engraçado

* pessoa sem noção

Responder

Messias Macedo

02/10/2010 - 14:49

Quem paga o jatinho
de US$ 50 milhões da Marina ?
Na foto, que acompanha o ‘post’, as modestas instalações do jatinho da candidata pobrinha
Escândalo: Marina faz a campanha presidencial mais cara!

FONTE: Blog ‘Conversa Afiada’ – jornalista Paulo Henrique Amorim
FALA MATUO SUJO!
[NÃO TEM NADA A VER COM O TAL JATINHO! PELO MENOS, A PRIORI!]
Há cerca de duas semanas ocorreu um, digamos, debate entre os vice-presidenciáveis no programa ‘Canal Livre’, TV Bandeirantes. Pois tudo muito bem! O INDIOTA da Costa do MAUfim do (S)erra dispensa considerações!
Vamos ao que interessa: o vice da Marina Ex-Silva, o ‘capitalista”ecológico”‘ Guilherme Leal não é um personagem amistoso – como seria de se esperar de um integrante de uma chapa de um partido, digamos, “despojado”! O discurso do ‘capitalista”ecológico”‘ é altamente reacionário, retrógrado e com incursões no campo da atitude caluniadora! Um pretenso político profissional, pensamento nas benesses estatais em prol das suas iniciativas PRIVADAS!…
Coitado do Chico Mendes!: a ecocapitalista Marina Ex-Silva não leu a biografia do valoroso seringueiro!

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas

Responder

Lucas Cardoso

02/10/2010 - 14:49

Duas coisas:

Para os comentaristas: Não é preciso odiar a Marina pra apoiar a Dilma. Eu, por exemplo, apoio a Marina e falo pra quem conheço votar nela, e irei votar nela, porque ela é a menos pior dentre os candidatos que têm chance de ganhar. É possível criticar a falta de posicionamento da Marina, seu discurso centrista, seu oportunismo político, sua falta de projeto concreto e sua falta de alianças políticas sem fingir que ela é o diabo encarnado.

Para o entrevistado: Dizer que a Belo Monte é energia limpa é simplesmente incorreto. Qualquer analista sério reconhece que hidrelétricas têm, na verdade, gigantesco impacto ambiental. E, no caso particular de Belo Monte, imensurável impacto nas populações indígenas. Por exemplo: http://www.viomundo.com.br/entrevistas/bermann-a-

(seria muito legal se dessa vez fosse publicado)

Responder

    Alex Mendes

    02/10/2010 - 23:58

    Lucas,

    As críticas a UHE Belo Monte que vc cita são distorções: Pra começar, não haverá quase nenhum impacto nas terras indígenas e são 80 índios numa aldeia. Na outra não tem impacto nenhum.

    O mau exemplo da UHE de Balbina não se aplica a Belo monte. Um monte de ecos-chatos transfere dados de Balbina, um crime ecológico que inundou milhares de km² de florestas para potência de apenas 250MW. O pequeno lago de Belo Monte inundará áreas já desflorestadas (2/3) desde os militares e a famigerada Transamazônica.

    Belo Monte inundará 216 km² de terras, sendo que 70% disto está desmatado, por obra dos generais que sempre foram apoiados pela PiG. Se você fizer um parque eólico com a mesma potência de 11.200 MW, ocupará 1214 km², com mesmo fator de carga de 0,3!

    Alex Mendes

    03/10/2010 - 00:00

    Parte 2:

    O maior problema na Amazônia e em todo o Brasil é a degradação das nascentes. Quando os Irmãos VILAS-BOAS criaram o Parque Nac. do Xingu, era pra ser desde as nascentes e eles ficaram muito chateados delas não terem sido incluídas. Agora as nascentes do Xingu, Tapajós, São Francisco, Grande, Paraguai, Uruguai, Iguaçu, Tietê… todas estão com degradação gigantesca e preocupante. Não ouvi a Marina falar uma frase sequer sobre isso!

    Outro problema da Amazônia é o uso do mercúrio pelos garimpeiros, que estão envenenando os Rios. Não ouvi Marina e PV falarem nada sobre isso: se vão proibir e coibir o uso do mercúrio ou não. Justo ela que é vítima do mercúrio nada falou sobre isso.

    Alex Mendes

    03/10/2010 - 00:02

    Parte 3:

    No gov. do PSDB, do qual Fábio Feldman fez parte, foi feito um único parque eólico de 60 MW, o de Osório. Quem fez? Dilma e o PT no governo do RS. No gov. PT/Lula/Dilma já temos 210 MW eólicos instalados e estão em construção outros 660 MW. Estão indo para leilão de implantação mais 10.000 MW. O que Marina falou de dado concreto de eólicas durante a campanha? Nada! Nenhuma meta de quantas eólicas seriam feitas!

    Quantos km de ferrovias Marina faria? As ferrovias gastam de 25 a 40 vezes menos combustível para transportar mercadorias do que caminhões… Quantos km de hidrovias e quantas eclusas o PV e Marina falaram que construiriam? Não vi nenhuma meta! Ela faria as eclusas do Rio Madeira, permitindo assim ao Brasil cumprir o acordo com a Bolívia sobre o Acre? Não vi nada! Quais as metas de Marina para implantação de ônibus urbanos ecológicos, a biodiesel e elétricos? Quais as metas do PV para os limites de emissões para veículos?

    Alex Mendes

    03/10/2010 - 00:03

    Parte 4:

    O discurso do PV é vazio. Blá, blá, blá genérico. O PV e Marina não têm ou não apresentaram metas, não têm planos. Se tinham, deveriam divulgar e não fazer o jogo sujo da imprensa corrupta, vendida e entreguista.

    Se a mídia PiG não deixou ela mostrar alguma meta, então ela deveria dizer isso e não fazer o jogo sujo da PiG, com ataques a partir de depoimentos de ladrões de carros, chamados de "consultores" e empresários corruptos. Por que a PiG e Marina nada criticaram da compra de votos para a reeleição de FHC? E dos mensalões do PSDB para aumentar a idade das aposentadorias, os mensalões do PSDB para as privataria, o escândalo da filha do Serra acessar e divulgar dados de milhões de brasileiros…

    Alex Mendes

    03/10/2010 - 00:04

    Última parte:

    A PiG nada fala dos mensalões do Alckmin para a entrega da Transmissão paulista para a ESTATAL DA COLÔMBIA ISA, dos 70 bloqueios de CPIs em SP feitos pelo Alckmin/PSDB

    A PiG esconde todas as falcatruas do PSDB e usa chantagistas criminosos, filiados do PSDB, chamando-os de "consultores" (sic). E Marina usa essas baixezas para atacar Dilma. Que honestidade é essa a de Marina? Fazer o jogo sujo da mídia entreguista e traidora? Fazer o jogo sujo de chantagistas criminosos? Que coisa feia, Marina.

    Carlos

    03/10/2010 - 12:03

    Excelente comentário, Alex!

    Pro Lucas, uma pergunta: qual o teu consumo mensal de energia?
    "É possível criticar a falta de posicionamento da Marina, seu discurso centrista, seu oportunismo político, sua falta de projeto concreto e sua falta de alianças políticas sem fingir que ela é o diabo encarnado."
    Congratulações pela análise.

    Luiza

    04/10/2010 - 16:16

    Que a Marina não é o ideal.. longe disso… é fato. Mas não precisamos nos prender na polarização PT/PSDB… Bater na Marina para enaltecer a Dilma é algo que não me convence.

    A Marina pelo menos simboliza uma possível pluralização política, não é o ideal, mas é um começo.

Ana Maria

02/10/2010 - 14:31

Muito bom o texto do Emir .

Responder

Augusto Pinheiro

02/10/2010 - 13:35

Com todo o respeito que tenho pelo Emir Sader, não concordo com as suas acusações e opiniões sobre a candidata Marina Siilva, que me parecem mais do que tendenciosas. Creio que um bom tira-teima seria um debate entre os dois para dirimir qualquer questão ou dúvida . E olhe que ela encara. E pode se dar bem.

Responder

Alice Matos

02/10/2010 - 13:33

Porque Machado de Assis votaria em Dilma
Enéas de Souza

Ora, Machado era um conservador, portanto não poderia votar em Dilma Rousseff. Mas, Machado tinha o senso da observação e da construção dos romances e dos personagens, da narrativa na História. Numa época como a de hoje, com o seu ceticismo – e não cinismo –, ele duvidaria que o PT fosse fazer um bom governo. Mas, seu ceticismo era um método para não se entusiasmar com resultados humanos. (…)

no Econobrasil http://www.vermelho.org.br/noticia.php?id_noticia

Responder

Gigi

02/10/2010 - 13:08

Dilma Rousseff vira motivo de orgulho na Bulgária
Em Gabrovo, terra dos parentes da candidata à Presidência, clima é de torcida e festa
01 de outubro de 2010 | 20h 22
enviado especial a Gabrovo, Bulgária

A pequena cidade de Gabrovo, perdida nas montanhas da Bulgária, vive momentos difíceis. O desemprego é alto, os jovens põem a mochila nas costas e vão para a Europa buscar algum futuro. Ainda assim, a prefeitura decidiu fazer uma gastança: contratar músicos e bailarinas de fora para a grande homenagem à sua filha mais ilustre, Dilma Vana Rousseff. "Faremos uma grande festa quando o resultado da eleição for conhecido", avisa o prefeito Nikolai Sirakov.
Para a família Russév – esse o sobrenome da família búlgara de Dilma – as eleições do Brasil já serviram, ao menos, para restabelecer o contato com os parentes no Brasil.
//www.estadao.com.br/noticias/nacional,dima-rousseff-vira-motivo-de-orgulho-na-bulgaria,618491,0.htm

Responder

Gigi

02/10/2010 - 13:05

PARECE PROFÉTICO: Brasil enfrenta a Bulgária em partida ofuscada por críticas e dilema moral

Ganhar ou perder? Esse é o dilema que jogadores de Brasil e Bulgária enfrentam neste sábado, às 16h (de Brasília). As duas seleções já estão classificadas para a terceira fase do Mundial e o jogo serve apenas para definir o primeiro colocado do grupo.
……………….
Marina, meta a viola no saco…

Responder

pap

02/10/2010 - 12:33

UMA SUGESTÃO

Marina Silva deveria ir a hollywood e fazer parte da saga "avatar". Seria um sucesso. Garanto que os "amigos dela" James Cameron e

Sigorney Weaver aprovariam rssss.

Responder

Julio Silveira

02/10/2010 - 12:30

A questão é: sabemos de tudo isso, mas muita gente vai na onda e é com isso que o PIG joga, a Marina que até já defendi em outros tempos sendo até admirador de suas posições no passado hoje é uma decepção.
Desde que saiu do PT por não ter sido a preferida do Lula parece aquelas pessoas ressentidas por terem sido trocadas por outra numa relação esquecendo de si mesmas.

Responder

Luís Felipe

02/10/2010 - 12:29

Assim como o voto do Tiririca, do Clodovil ou do Enéas é o voto de protesto, o voto da Marina é o voto da desilusão. Ela não tem propostas, mas ela tem um eleitorado que está desiludido com o PT e o PSDB. É por isso que ela não cresce nas pesquisas e dificilmente venceria uma eleição.

Responder

Gisela

02/10/2010 - 10:43

ÓTIMA ANÁLISE! Que alívio ler um texto de verdade sobre Marina! ELA NÃO TEM PROPOSTAS, GENTE! Ela tem uma visão de futuro muito bela, de desenvolvimento sustentável, harmonia, integração, MAS ELA NÃO SABE COMO LEVAR O BRASIL PARA ESSE PATAMAR! Passei a campanha inteira esperando ouvir dela as soluções possíveis e só ouvi embromação, tipo: "implementar mecanismos de valorização do trabalhador", fantástico! Sem contar diversas propostas de intensificar programas já existentes do Governo Lula, acho q Dilma está MUITO mais capacitada para fazer isso… MARINA É UM BLEFE!

Responder

    Ricardo Oliveira

    02/10/2010 - 12:09

    Falar do vice de Marina é fácil? e o vice de Dilma????? Quem será??? Olhem a biografia de Dilma, o seu passado, e olhem a biografia de Marina, se a biografia de Dilma fosse a de Marina, o que estaria dizendo Emir Sader?. Dilma apoia quem no Maranhão para ser governadora??? e recebe o apoio de quem em Alagoas? Pessoas de fichas limpas com certeza. Emi Sader , se alguém entrar no blog dele pelos comentários a gente logo fica sabendo em quem ele vai votar no dia 3 de outubro(Dilma). Do mesmo jeito que a gente sabe em vai votar os colunistas da Veja, Rede GLOBO e Folha de São Paulo (Serra). Tendenciosa esta entrevista.

    Carlos

    02/10/2010 - 13:15

    Diga, então, o que sabes de desconhecido sobre vice da Dilma.
    Dilma e Marina, duas biografias de respeito, com um detalhe: Dilma não precisou da legenda do PT para ser o que é, ao passo que Marina surgiu no mundo político graças, de início, à relação com Chico Mendes, que a levou ao abrigo do PT – a eleite acreana, com certeza, a aceitaria como faxineira, talvez vereadora (se isso rendesse votos para os maiorais) e não mais.
    "Se a biografia de Dilma fosse..", Ricardo?
    Mas não é, Ricardo.
    Quanto ao Maranhão, reflita sobre as acusações que pesam sobre a relação do marido da Marina com a família Sarney.
    Caso não saibas, Emir Sader é do PT desde a fundação.

    izabel

    02/10/2010 - 16:09

    Gisela , ligue a TV, leia um jornal, noticias na net… Quanta alienação. Dá até medo! kkkk

Heitor Rodrigues

02/10/2010 - 10:40

Aí, moçada! A FSP entrou na Justiça contra um blog satírico do Rio de Janeiro. Um juiz mandou tirar o site do ar sob pena de multa diária de R$ 1.000,00.
http://www.falhadesapaulo.com.br/

Responder

Floriano Júnior

02/10/2010 - 10:39

Desde o início da campanha me pareceu que a mídia e a direita viram na Marina uma forma de atrair aquela parcela mais "romântica" da sociedade. A parcela que si viu escandalizada pelas constantes denúncias, falsas ou não, e que não votaria de forma alguma no Serra. Me parece que foi um "produto" criado para atender essa "demanda" e, assim, arrancar votos da Dilma, mesmo que estes não fossem para o Serra. Isso serviria para levar a um sugundo turno, talvez confiantes no poder que a mídia poderia exercer numa disputa de segundo turno, virando finalmente o jogo. Mas tudo caiu por terra, a Marina porvou-se um tremendo vazio e as tentativas da mídia naufragaram.

Responder

Raquel

02/10/2010 - 10:31

Tem uma amiga que resumiu o que pensa :
Marina me lembra uma professora chata de português que eu tinha que falava muito e não dizia nada.
Dilma me lembra a professora de matemática, números, números… mas sempre prestei atenção na aula dela!
Serra lembra o professor de história que a turma odiava. grosso e sempre atacando e perseguindo algum aluno. .

Responder

Marcos Lima

02/10/2010 - 10:14

Ms, tanto Marina Silva e a ex-senadora Heloisa Helena (PSOL-AL) estiveram no governo ou próximo dele.
Mas, quando saíram esqueceram tudo.
A ex-senadora Heloisa Helena (PSOL-AL) na eleição passada quando acusaram o PT dos escândalos.
Ela foi a primeira a dizer que o presidente sabia de tudo, depois veio com a cara mais lisa do mundo dizer e não sabia que seu auxiliar fazia propaganda para ela com verba do senado. OU seja. o gabinete dela era muito maior que o BRASIL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

pereira

02/10/2010 - 09:47

Quem deu início aos ataque foi a marina, e usando até temas religiosos como bandeira.

Responder

Marcus

02/10/2010 - 09:46

É preciso informar para as novas gerações quem foi HARRY S. TRUMAN – responsável pelo lançamento das bombas sobre Hiroshima e Nagasaki, GENOCIDA como HITLER, talver pior.

Responder

IV Avatar

02/10/2010 - 09:17

Vamos sair às ruas para derrotarmos o "Setembro Negro" esta conexão velha mídia/DEM/PSDB/PPS

Leia no meu blog 8 postagens que muito imporantes para serem lidas nesta reta final de campanha
Favor divulgue
http://josecarloslima.blogspot.com/

Responder

IV Avatar

02/10/2010 - 09:08

Leia no meu blog 8 postagens que muito imporantes para serem lidas nesta reta final de campanha
Favor divulgue
http://josecarloslima.blogspot.com/

Responder

André Siqueira

02/10/2010 - 08:57

Uma análise bem pessoal. Quando saiu o DataFalha de 46% (Dilma), houve uma enorme mobilização nos nossos blogos sujos (só frequento esse submundo da informação). Eu,assim como muitos, postei minha movimentação pedindo e revertendo votos para Dilma. Resultado: estabilidade no tracking Vox e o DataFalha até veio melhor, com 47%. Depois percebi que essa onda vermelha diminuiu. Resutado: Dilma caiu e Serra subiu no tracking Vox (na margem de erro, mas aconteceu). Na boa, tomara que o tracking de hoje e as pesquisas da noite vazem não tão bem para a nossa candidata, creio que isso vai significar mais empenho na boca de urna amanhã. Vamos lá, gente, força! Conquistar mais votos, reverter outros. Cada pessoa é um argumento. Hoje é dia também de confirmar os votos conquistados ao longo da semana. Telefonemas, e-mails, conversas… Vale tudo! Abs e vamos lutar!

Responder

alexis

02/10/2010 - 08:51

Vai devolver a vaga do senado para o PT?
Seria muito cara de pau voltar ao senado!

Responder

mariza

02/10/2010 - 06:56

Por que atacando Marina-fala-serio só agora?
Resposta: Se o Plínio estivesse subindo nas pesquisas, iríamos tentar saber mais sobre o pssado dele né?
ÓBVIOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!!

Responder

    mariazinha

    02/10/2010 - 09:52

    Não é verdade que está subindo e, aqui, descobrimos muito cedo, que marina era uma invenção da oposição para ajudar serra. Nunca teve nem terá a menor chance de ganhar eleições presidenciais. É preciso ser humilde o bastante para descobrir as próprias limitações. Qdo. ela diz que é uma silva e pode ser como LULA, desconhece a tragetória de LULA e torna-se uma embusteira à procura de sucesso, a humildade passou longe dela.

Roberto Locatelli

02/10/2010 - 06:09

O principal erro dos ecologistas como Marina e outros é não compreender que preservação ambiental é incompatível com miséria, concentração de renda e opressão. Ou seja, é incompatível com o capitalismo.

Essa ingenuidade dos ecologistas faz com que eles, no mundo todo, passem a ser massa de manobra do capital financeiro, o qual luta contra a onda de governos progressistas da América Latina.

Responder

TANIA

02/10/2010 - 02:41

ATENÇÃO PESSOAL

Estou recebendo milhares de e-mails falsos sobre a DILMA agora a noite.

A turma do submundo está agindo na calada da noite e pelo que vejo será assim
até dia 4 de outubro.

O DESESPERO TÁ CHEGANDO AO CÚMULO DA LOUCURA.

Responder

    Messias Macedo

    02/10/2010 - 09:21

    Dileta Tânia, hoje, acordei ainda mais cedo para, digamos, panfletar em algumas comunidades da periferia! Conversei com pessoas humildes! Moral da História: não tem e-mail apócrifo covarde e delituoso certo! "O povo não abre nem para o trem!" Uma senhora me disse: "Meu *filho, nós sabemos reconhecer quem faz por nós! Nós somos pessoas simples mas temos no peito o sentimento da gratidão – e do reconhecimento!"
    (De tão generosa, a minha interlocutura foi tolerante com os meus cabelos grisalhos!)

    Felicidades!

    Hasta la Victoria Siempre!

    "Para auscultar o coração de um povo não é preciso usar estetoscópio: basta, apenas, ter coração!" Ernesto 'Che' Guevara

    … Ah, e amanhã, junto com o nascer do Sol, estarei em outra ação "planfetária-terrorista"! [RISOS]

    BRASIL NAÇÃO
    Bahia, Feira de Santana
    Messias Franca de Macedo

capitão caverna

02/10/2010 - 02:16

“Lamento os risos de quem tem outras práticas. A minha não é essa”
Essa frase da Dilma é pra ficar gravada em mármore! Sensacional!

Responder

paulo rafael pizarro

02/10/2010 - 01:58

Marina, Macunaíma mata a cobra e mostra o pau.

Responder

Celso

02/10/2010 - 01:55

De como Serra perdeu a eleição…

Se ocorrer o segundo turno, a frase de Serra, batendo em Marina no último debate vai pesar… "Você e a Dilma é que são parecidas"… Serra jogou Marina nos braços de Dilma.

Isso foi também uma estratégia da campanha petista, não bater em Marina, já visando um eventual segundo turno. Por isso a tranquilidade de um e o desespero do outro.

Responder

@wmporto

02/10/2010 - 00:29

Marina tem mobilizado muitos evangélicos por conta dos princípios cristãos que os orientam, mas parece que não se aperceberam quanto a neoverde se juntar a pessoas como Gabeira, que defende o aborto e o casamento gay.

Responder

Roberto A.P.

02/10/2010 - 00:22

Ela é uma Heloísa Helena que tomou calmante.

Responder

    Gerson Carneiro

    02/10/2010 - 09:46

    Por falar em Marina, por falar em calmante, remeto me à floresta, seu povo, seus mistérios, e sua religião, e nesse contexto lembro que na floresta há uma bebida sacramental conhecida como ahyausca, rebatizada como "Santo Daime" pelo denominado "Mestre" religioso, Raimundo Irineu Serra.

    É o mundo político e o mundo místico se encontrando, ainda que por coincidência, no plano transcendental.

    Tanta coincidência, eu não poderia deixar passar essa oportunidade de tirar essa casquinha.

mac

02/10/2010 - 00:21

Marina é Serra de peruca !

Responder

Walter Cesar

02/10/2010 - 00:11

O quarto poder, imprensa, é um poder de igual(?) força como os outros. Veremos.

Responder

Gerson Carneiro

01/10/2010 - 23:42

É preciso entender que a necessidade de usar mecanismos abstratos estratégicos abrangentes do século XXII contida tal necessidade no discurso transcendental da biodiversidade dos povos da Amazônia que regem a força magnética bipolar transversal do planeta terra proclamada no discurso da Marina Silva é na verdade um conjunto de ilações discordes da realidade fática: ou seja, conversa mole pra boi dormir.

Responder

    Fábio Venâncio

    02/10/2010 - 05:51

    Muito bom Gerson.Gostei rsrsrs.

“Marina é a falência do movimento ecológico brasileiro”

01/10/2010 - 23:40

[...] Conceição Lemes no Viomundo Pesquisa divulgada pelo Datafolha na terça-feira, 28, colocou em cheque, de novo, a credibilidade [...]

Responder

claudio

01/10/2010 - 23:31

Galera alguém me explique um fenômeno que tem ocorrido em meu circulo de amigos. Trabalho em Banco, estudo na Unip o curso de Direito e sou um dos poucos que irá votar na Dilma, a maioria desses meus colegas, votará ou no Serra ou na Marina, e os poucos que conheço que votarão na Dilma tem um certo receio de comentar isso na frente dos outros com medo de chacotas. Eu já sou diferente, falo, brigo, tento conseguir votos, sou até um pouco mal visto no trabalho e na faculdade por causa disso. Ai eu pergunto, o que ocorre, a classe média está com quem? Só o povão irá votar na Dilma? Vocês que postam comentários aqui são Classe média, pobres, ricos? Desculpem a pergunta mas é que vejo a Dilma na frente nas pesquisas, tenho convicção votar nela, mas aqueles que estão em meu entorno pensam diferente, sendo assim não entendi até agora esse fenômeno. Podem me ajudar a entender?

Responder

    Roberto Locatelli

    02/10/2010 - 06:05

    Olá, Cláudio. Não sou nenhum especialista, mas vou arriscar um palpite.

    O povão vota em Dilma. A classe média está dividida. Uma parte tem a cabeça feita pela mídia golpista (Folha, Veja, Globo, Estadão, etc) e tem ódio doentio contra o PT. Outra parte da classe média vota em Dilma, por se identificar mais com idéias de progresso, justiça social, etc.

    Quando falo classe média, não falo em renda. Tem aquele caixa do Bradesco, ganhando R$ 1.200,00 líquidos por mês, que se acha elite e vota no Serra. Que boboca, vota contra ele mesmo! E tem aquele torneiro mecânico de uma grande empresa, que ganha R$ 3.000,00 por mês, enxerga a si mesmo como classe trabalhadora e vota em Dilma.

    Em São Paulo, essa classe média retrógrada é bem numerosa. Como você mencionou a Unip, acho que você é de SP. Então, não estranhe que muitos de seus colegas sejam retrógrados.

    O que precisaremos fazer, nos próximos anos, é sempre reafirmar nossas posições para trazermos mais gente para o nosso lado. Falo do "nosso lado", mas nem eu nem você somos de partido algum. Estamos nos referindo ao lado progressista, ou seja, a posição de quem quer o Brasil e o mundo com progresso econômico, distribuição de renda e justiça social.

    Cris

    02/10/2010 - 07:53

    Boa Roberto, você disse tudo.

    Klaus

    02/10/2010 - 09:21

    Só o voto em Dilma é válido. Bela visão de democracia. Ah se as instituições no Brasil não fossem sólidas, o que vcs fariam com o Brasil. O que eu gostaria de saber um dia é o que o PT faria com o Brasil se pudesse tudo, aí veriamos sua cara democrática, que é a dos comentaristas deste blog.

    Cris

    02/10/2010 - 06:49

    olá amigo, vou responder pra você. A classe média que pensar que é a classe rica, que gostava de explorar o trabalhador pobre, tipo assim, contratava uma empregada domestica pra trabalhar 23 horas por dia em suas casas, tratava mal a a empregada e pagava muito mal, essa classe media que pensa que é rica, vota em contra Dilma, só que eles são a minoria. a classe media verdadeira, o povão que está subindo e se tornandoi classe media e os ricos que tem empresas, grandes comercios e se benefeciam do povão que sobe pra classe media todos estão a favor que o país continue nesse ritimo, não tenha medo de falar a verdade, vai dar Dilma no primeiro turno.

    rzto

    02/10/2010 - 09:14

    achei seu palpite perfeito, especialmente quando compara o bancario (que recebe 1200 e se acha elite) com o torneiro mecânico (q ganha 3000 e se ve como trabalhador)….. de fato, é engraçado, para nao dizer trágico, saber que tantos são os que estão na situação do primeiro (o bancario da "elite")….

    ValmontRS

    02/10/2010 - 14:36

    O que mais vejo por aí é assalariado reproduzindo o discurso da matrix global em defesa dos interesses dos grandes empresários sobre uma série de temas como, por exemplo, carga tributária, câmbio, etc.
    Os assalariados não percebem, por exemplo, que nós pagamos proporcionalmente muito mais impostos que os grandes empresários, portanto a questão no Brasil é a JUSTA DISTRIBUIÇÃO da carga e não simplesmente a redução pregada pelo magnata da gloebbels. O interesse deles é aumentar seus LUCROS e fazem dos assalariados bonecos de ventríloquo em prol de seus interesses particulares.
    Isto se chama dominação ideológica e se opera através da grande mídia, fazendo com que pessoas defendam posições contrárias aos seus reais interesses.

    Gerson Carneiro

    02/10/2010 - 10:06

    Cláudio,

    Pra começar eu ainda me considero pobre, eis que ainda lambo tampa de iogurte, corro atrás de ônibus, coloco pedaço de bombril na antena da tv, e no natal bebo sonrisal fingindo ser champagne.

    Também me arrasto há alguns anos tentando concluir esse curso de Direito que a realidade fática vive a desmenir toda ladainha pregada em sala de aula, algo como o discurso da Marina Silva. Por sinal, no início de setembro tranquei mais uma vez pra dá um tempo de respirar um pouco de realidade.

    Gerson Carneiro

    02/10/2010 - 10:06

    Continuando…

    Não se sinta na faculdade um ermitão, toda a peleja que você enfrenta acontece comigo também. Na verdade essas faculdade particulares de Direito estão abarrotadas de falsos burgueses que ficam de queixo caído por qualquer bobagem que os também falsos burgueses pregam na aula. Claro, existem as exceções. Eu já cheguei a ser expulso de um grupo de discussão em função dessas minhas posições. Resumindo, alí tem um monte de alunos incapazes de discernir a "obra do mestre picaço" do "picaço do mestre de obras" e vão baixando a cabeça pra tudo que ouvem em sala de aula. Mantenha-se firme que você está no caminho certo.

    embuscadoconhecimento

    02/10/2010 - 11:25

    Claudio, eu sou estudante da USP. Jogue no google "jornal do campus usp", vc verá que Dilma fica em terceiro lugar na pesquisa realizada pelo datafolha (1º Marina, 2º Serra).

    A pesquisa envolve todo o universo da USP (alunos + professores + funcionários). Marina vence entre os alunos, Serra vence entre os professores e Dilma vence entre os funcionários.

    Marina ganha votos na usp pelo seu discurso fluido, pois todos acham que ela é inteligente. Vivem falando do desempenho de Marina no programa Roda Viva. Enfim, os uspianos só sabem votar em candidatos com boa retórica. Eles são incapazes de compreender o projeto político de Lula e a continuidade desse projeto com Dilma.

    Serra ganha votos por ser um quadro do PSDB, por ter estudado na USP (curso incompleto de engenharia) e por ter participado do governo FHC. As viúvas de FHC estão na USP.

    Dentro da USP, Plínio vira opção concreta de voto. É o absurdo do absurdo! Plínio é legal para bater papo, mas tenho colegas que falam a mesma ladainha e nem por isso cogitam a presidência da República.

    No meio universitário o que reina é o tal "VOTO IDEOLÓGICO". Por isso, a blablárina (por PHA) consegue uma baita aprovação entre os estudantes. Foi assim com Heloísa Helena.

    Em 2008, quando ocorreu a eleição para a prefeitura de SP, os uspianos adoravam a Soninha e Kassab. Eu tive que confrontar o novo modelo de transporte público coletivo implantado por Marta (combate à máfia do transporte, criação do bilhete único, legalização de vans clandestinas, corredores, etc.) com a lei cidade limpa. É mole?! Sem comparação né? Mas o Kassab ganhou. O meu esforço não valeu a pena, portanto, não se esforce muito.

    Mais anos de estudo não significa, necessariamente, melhor qualidade de voto.

    Eu levo em consideração a opinião das pessoas de baixa renda. Pois elas participam de associação de moradores, tentam obter verbas públicas e/ou privadas para a realização de melhorias no bairro em que residem, ou seja, a política faz parte do dia-a-dia dessas pessoas.

    Os universitários ficam apenas no discurso. O que seria de Marina sem eles?

    edinho

    02/10/2010 - 13:46

    Eu sou professor da USP. Voto em Dilma e sou exceção em meu instituto. A grande questão do voto dos docentes recaem nos amigos do rei. A busca pelo poder transcende a dignidade e a moralidade nos meios acadêmicos. Dezesseis anos de governo no estado e um sistema de escolha do reitor e diretores nada democrático culminam com essa cegueira conveniente.

    Mas não hemos de esmorecer, oxalá este seja o último mandato dos tucanos em SP. Em 2014 teremos reais chances de construir uma candidatura consistente do PT em SP.

    Quando isso ocorrer, nunca antes na história da USP, muitas coisas vão acontecer…

@DenisdePaula10

01/10/2010 - 23:27

Palavras sábias do Emir Sader. A política de comunicação do governo Lula foi um fracasso. Tentei publicar neste site Viomundo, uma crítica construtiva onde responsabilizava este fracasso a um messianismo, típico do presidente Lula, que se vê acima do poder do PiG, e aparentemente fui censurado. Não publicado. Minhas palavras não tinha um caráter negativista. Assim como se domou a quase passionalidade da Dilma que não suportava tomar porrada calada, o que considero uma virtude, era necessário domar o messianismo do Lula, de modo a que suas ações fossem mais cerebrais, mais frias e eficazes no confronto com seus algozes. Enfim tudo bem porque a DILMA VAI GANHAR NO PRIMEIRO TURNO. Mas só teremos estabilidade democrática se a Dilma convencer sua base política de que o poder da imprensa tem que ser controlado e se submeter ao controle e julgamento democrático. Senão não vira nada e ela não governa.

Responder

robledo

01/10/2010 - 23:25

A natura não é tolinha, tem dinheiro no meio, a coisa muda, e como muda. marina se cala, a natura se cala e a imprensa se cala. Quem é que vai ser contra um grande anunciante? Por outro lado marina tá crescendo, olha ela aí dando força pro dinheiro.
Afinal, "money changes everything"

Responder

Maria helena

01/10/2010 - 23:14

Acho desonesto da parte do Sader afirmar tais fatos contra a Marina. Ate parece os tucanos falando da Dilma.
Não se diferem mais nem na forma dos ataque? Sader perdeu a etica? Logo ele uma intectual respeitado ?
Agora que a Marina começa a crescer os petistas se levantam como lacerdistas e atacam de forma vil uma candidata, que deveria ter sido mais respeitada dentro do PT.
E não venha ele a falar sobre a questãoi ambiental, sempre renegada pela maioria das tendencias petistas.
Lamentavel Sr. Sader. lamentavel!

Responder

    leonardo ramon

    02/10/2010 - 11:54

    mas e as propostas em termos concretos dela? é isso a crítica!

Lucas Cardoso

01/10/2010 - 22:54

Duas coisas:

1- Nada contra quem é desenvolvimentista, mas o desenvolvimento geralmente se dá às custas de dano ambiental, é desonesto fingir que não existe degradação ecológica com megaprojetos como a Belo Monte. Por exemplo, entrevista do Viomundo com Celio Bermann: “A energia hidrelétrica não é limpa, nem barata” (http://www.viomundo.com.br/entrevistas/bermann-a-energia-hidreletrica-nao-e-limpa-nem-barata.html).

2- Não é necessário odiar a Marina pra apoiar a Dilma. Dá pra discordar da posição dela e criticar o vazio ideológico, a falta de plano concreto, a posição centrista, o oportunismo político, etc. sem fingir que ela é o diabo encarnado.

Responder

Analice Kastrup

01/10/2010 - 21:03

Perfeito.
Recortarei o texto para discutí-lo em minhas aulas de Lógica. Há tempos buscava um que contivesse mais que um sofisma por parágrafo.

Responder

Rabuja

01/10/2010 - 20:57

É preciso usar mecanismos abstratos estratégicos abrangentes do século XXII para entender a MARacujINA.
Eu não tenho, mas acho que ela é ótima para combater minha insônia. Vou até gravar as falas dela para usar diariamente… hihihihihihihih

Responder

kimparanoid

01/10/2010 - 20:53

Aí vem a Marina, na primeira pergunta do debate, jogar na cara da Dilma que no Brasil o emprego informal chega a 50%. Pois bem. Que tal uma certa indústria de cosméticos contratar com registro em carteira suas milhares de revendedoras, ao invés de mantê-las na informalidade?
Provavelmente, os verdes tucanos ou tucanos verdes, diriam que nesse caso não deveria haver registro em carteira, já que essas revendoras seriam, na verdade, empreendedoras. Oras, então esclareçam sua verdadeira posição: são a favor do empreendedorismo (eufemismo para informalidade) ou do emprego com carteira assinada (que cresceu durante o governo Lula)?

Responder

    Beto

    02/10/2010 - 01:27

    Bem observado!

Messias Macedo

01/10/2010 - 20:49

À MARINA [EX-]SILVA, CHICO MENDES!

… Com toda a honestidade e sinceridade: respeito, literalmente, aquele(a) brasileiro(a) que irá votar em Marina Silva! Perdão pela obviedade democrática! Ou seja, o voto em qualquer candidato(a) é algo sagrado, liturgia da consciência, inalienável!…
No entanto, permito-me um *desabafo: na minha humilde compreensão, um brasileiro ou brasileira admitir, concretamente, a ocorrência factual de entregar a complexidade do Brasil de hoje 'bombando' ao PV, a Marina Silva e a Gabeira!… O que é isso companheiro(a)?!…
[*não porque tenha preocupação com a possibilidade de segundo turno: Dilma Brasileira Rousseff será eleita no primeiro turno!]
… O nosso país está, digamos, "embalado", a máquina pública sendo "azeitada", projetos em andamento, outros em maturação, o sorriso da barriga cheia da nossa humilde gente trabalhadora, os passos que foram dados, os horizontes apontados, o pré-sal poderá ajudar a varrer a miséria social do nosso meio, este anátema que fomentou as elites que derrubaram Jango, que odiavam Leonel Brizola e que detestam o [ecumênico] nordestino presidente Lula!…

… Se é para agradar a Marina Ex-Silva, sugiro que a presentei com uma biografia do Chico Mendes!

Respeitosas e cordiais saudações democráticas, progressistas e civilizatórias,

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia
República de 'Nois' Bananas

Responder

ValmontRS

01/10/2010 - 20:41

Mauro Santayana no Jornal do Brasil:

Os amigos estrangeiros de Marina querem a Amazônia para todos os países.

Reproduzido em http://youpode.com.br/?p=36091#more-36091

Responder

ademir

01/10/2010 - 20:37

A Marina se vendeu para a direita, perdeu a oportunidade de derrotar o Serra em três perguntas, poderia falar dos esgotos do palácio dos bandeirantes enchentes em são Paulo construção do metro, do serra falar em construir 400 km, e em 16 anos menos de 30 km em São Paulo teve a grande oportunidade de tirar votos do serra para ela e titubeou , fica a pergunta será que ela se vendeu para a máfia do pig, nota zero para Marina perdeu sua grande chance de tirar votos do serra e ate ir para o segundo turno, ainda bem que ela foi assim. Dilma no primeiro turno voto Dilma e convocar a militância pela internet para votar Dilma e Mercadante já.

Responder

luiz

01/10/2010 - 20:35

Tudo bem. Mas a Marina nos ensinou a todos, ontem, quando respondeu a questão sobre a previdência. Enquanto vocês nãor ressaltarem isso, eu vou ficar postando o que ela disse:

"Esta é uma questão muito séria. Nós sabemos que as gerações mais jovens, com o passar do tempo envelhecem."

É muito profundo esse raciocínio. É uma verdadeira ruptura epistemológica. Uma revolução copernicana. Um terremoto intelectual.
O mundo não não será o mesmo, a partir de agora.

Responder

Rodrigo

01/10/2010 - 20:27

A Marina não está errada quanto a Belo Monte.
O movimento ambientalista estaria falido se passasse a se guiar por laudos ambientais de um ecólogo do quilate de Emir Sader. Este, se fosse atropelado por um trem de ecologia, não ia saber o que aconteceu.
Desconsiderar a crítica à megalomania de Belo Monte não é necessário pra entender que Marina, por várias razões que não esta, é um blefe.
Que eu saiba, Dilma não depende deste obscurantismo pra se eleger.

Responder

francisco.latorre

01/10/2010 - 20:18

direita liberal-entreguista de matriz colonial. zelite carcomida.

direita ecocapitalista madeinusa. verdismo ongueiro.

e seus ridículos personagens. zé o vampiro da moóca e marina o etê amazônico.

fim de filme.

zé vampiro desmancha sob a luz do sol-verdade.

marina etê retorna pra sua 'home'.. hollywood.

lula e dilma.. felizes pra sempre.

final feliz. pra não aborrecer o público.. os brasileiros.

que já tão de olho no segundo turno.

..

Responder

cesar

01/10/2010 - 20:18

"Eu sou voce amanha". É o que dizia um comercial de vodka dos anos 80. Se aplica a PSDB e PV.
O PV, para mim, são neoliberais que encontraram uma bandeira ecologica e politicamente correta de tentarem conquistar poder político. Midiaticos e dificeis de serem contestados, "uma vez que o aquecimento global é inevitavel" e "sem a preservação do meio ambiente não haverá futuro para nossos filhos", sem encaixam no discurso de vários interesses nacionais, transnacionais e estrangeiros. A campanha com varios profissionais globais lembra a euforia dos anos 90 com o neoliberalismo, a ideologia do estado mínimo, privatizações que nos levariam ao Primeiro mundo.

Responder

walaci

01/10/2010 - 20:16

O negócio da Marina é uma Ong movido a dólares, dólares, fmi, banco mundial………………

Responder

David R. da Silva

01/10/2010 - 20:05

O MINC, que assumiu no lugar da Traidora, agitou geral o Ministério do Meio Ambiente, detonou os protegidos da Lacaia no Norte do País, colocou a PF no calcanhar dos latifundiários que ela se fazia de desentendida, até o famoso BOI PIRATA saiu para o matadouro. O Carioca MINC, virou literalmente o Ministério do Meio Ambiente de Pernas pro ar e agilizou as licenças dos grandes empreendimentos do Governo e pautou o PIG. Aí ficou claro a diferença do MINC, preocupado com o Povo e a testa de Ferro das ONGs Internacionais…..MINC é um Barato! fez a máscara da LACAIA vir ao SOL. Marina está a serviços do Bilhionário seu vice e das ONGs, isso é uma tristeza pra quem veio da Miséria. Se deslumbrou com o que a Elite conservadora a ofereceu. É uma tristeza! Se tornou um ser nefasto, uma ECOCAPITALISTA, como bem a rotulou o Plínio. Um ser despresível. de Belo Horizonte. Parabéns ao Professore Emir e a você Azenha, com essa entrevista esclarecedora.

Responder

Jose trajano

01/10/2010 - 20:00

Ela é de uma generalidade que ninguém aguenta. O Emir Sader colocou os pontos nos iis. Se não fosse para prejudicar a Dilma, ela não chegaria ao número de votos do Eimael.

Responder

ValmontRS

01/10/2010 - 19:51

Como explicar um socioambientalismo de braços dados com o DEMO de César Maia, Kátia Abreu e seus ruralistas?

Magrina pode enganar os mal-informados, os alienados mauricinhos da Zona Sul carioca.

Para quem está antenado no jogo político brasileiro isto se chama CONTRADIÇÃO, EMBUSTE, EMPULHAÇÃO!

Magrina é um BLEFE e faz o jogo da direita retrógrada.

Responder

NickSanto

01/10/2010 - 19:46

No início da campanha eleitoral o candidato Serra tratou de rotular Dilma como um "envelope fechado", buscando desqualificar a experiência administrativa e principalmente o passado político, as vinculações ideológicas e mesmo o caráter da candidata governista. Para com isso Serra! a Dilma foi secretaria de estado e ministra de estado de pastas importantíssimas da administração, incluindo a todapoderosa Casa Civil da Presidência da República. Suas vinculações ideológicas sempre a esquerda, desde a juventude e durante toda sua trajetória. Amparada por um projeto político de grande aceitação, que mesmo não rompendo radicalmente com o conservadorismo e velhas práticas, vem avançando na construção de um país mais JUSTO; já funcionando há oito anos e com resultados incontestáveis.

Onde está o envelope fechado?

Figurante no início da campanha, Marina Silva atingiu seu ápice na reta final da campanha, diga-se de passagem, o início da campanha da senadora foi uma decepção, porem, a péssima condução da campanha de Serra fez com que eleitores de orientação conservadora se ENVERGONHASSEM de declarar voto para seu candidato natural. E "marinaram". Esse voto envergonhado aparece em pesquisa datafolha (30/09) onde 51% dos eleitores de Marina declaram voto a Serra e apenas 31% em Dilma em eventual segundo turno. O voto envergonhado turbinou os votos da ex-ministra do meio ambiente, somou-se aqueles que se identificaram com a imagem austera e com os ideais de desenvolvimento com sustentabilidade socioambiental, marca registrada de Marina.

Discursos a parte a campanha de Marina carece de uma estratégia política clara necessária para garantir-lhe a governabilidade. Se vai para o segundo turno, o que será da Marina? Vai cair nos braços do PSDB-DEM? Ou vai sozinha no melhor estilo Collor de Melo? Aquela blablabla que ela apresenta quando questionada sobre o tema não cola: – Vamos governar com o melhor dos dois lados!

Cara senadora Marina, essa é a opção mais remota. É com pesar que seus admiradores mais antigos assistem a combativa companheira marchar para o imponderável… uma verdadeira caixa de pandora. visite: verdadesdepandora.blogspot.com

Responder

    Heitor Rodrigues

    02/10/2010 - 09:50

    NickSanto,

    Imagem austera e ideais de desenvolvimento com sustentabilidade socioambiental, marca registrada de Marina?

    Menos, colega. A imagem e os ideiais de Marina não passam de fachada. Suas verdadeiras marcas são o oportunismo político e a covardia. Diante dos representantes de interesses que ela diz combater, sua postura revela-se impostura.

ruypenalva

01/10/2010 - 19:40

É o nosso Mefistofeles de saia. Discursa como pastora, é agente infiltrado do PSDB.

Responder

Genghis Khan

01/10/2010 - 19:37

A Marina propõe voltarmos a morar em cavernas e a tomar banho de bica. Também fica proibido o uso do computador e da eletricidade. Internet?? Não. Sinal de fumaça e toque de tambor. Haja saco para aguentar essa deslumbrada que não tem noção do momento histórico que o país vive. Se tem noção, pior ainda.

Responder

@marisps

01/10/2010 - 19:33

Emir Sader é um bálsamo aos ouvidos e concordo com o PHA: Blablarina! Não se tira nada de concreto do que ela fala. Candidatura perfeita pra classe média que quer ser "moderna" e vota como se estivesse comprando uma calça, um carro, um celular: muitas vezes não precisa, na maioria das vezes não sabe para o que serve, e paga mais caro pela "griffe"; quando enjôa troca.

Responder

Laura

01/10/2010 - 19:27

marina só fala generalidades e no concreto apoia e se apoia na direita. Nunca engoli essa sonsa cortina de fumaça verde, já madura laranja verde. Tá louco!

Responder

mariazinha

01/10/2010 - 19:22

Nosso querido sábio DOUTOR SADER explicitou, direitinho, o que é marina: um verdadeiro embuste. Na verdade é incompetente e incapaz, a lém de ser uma bláblárina incorrigível. Já imaginaram o que é ter essa pregadora gasguita, dia e noite em sua vida, sem descanso, até vence-lo pelo cansaço? Tô fora.
VC compra a marina e leva serra, e toda a corja junto. Que tal?

Responder

Ricardo J.F.Almeida

01/10/2010 - 19:20

Marina no Debate, Eu vejo isto, vejo aquilo, vejo acola. Eu vejo, pausa, mãos postas, silêncio na plateia. Em voz embargada marina se pronuncia, EU VEJO A LUZZZZZ. SE APAGAR…

Responder

David R. da Silva

01/10/2010 - 19:16

Como sempre, o Professor Emir Sader,é o Bicho! Que sabedoria! Realmente a Traidora Marina é uma Farsa. No Acre ela ficará nestas eleições em último lugar. O Povo do Acre a ver como uma TRAIDORA, dos acreanos.Atualmente, ela está em terceiro lugar. A Presidente do Sindicato dos Seringueiros declarou que quando ela estava no PT, dava a cara por lá. Depois que se juntou com o pessoal da Natura e do PV, tomou chá de sumiço e os abandonou. O Professor foi no cerne da questão. Ela é uma FARSA. Quando Ministra, boicotava o Governo LULA. Ela áquela época já estava a serviço das ONGs Internacionacionais WWF, Greenpeace….que são financiadas pela elite conservadora Mundial e especialmente pelo Tio Sam. Ela saiu do Ministério, depois que a DILMA 13, a enquadrou e a questionou de que lado estava, das ONGs ou do Governo? geral no Ministério do Meio Ambiente, acelerou as licenças de projetos importantes para o País. Em poucos meses, fez. A Traidora Marina é uma LACAIA das multinacionais, INCOMPETETENTE! Vai pra lata de lixo da História como uma adesista das multinacionais e contra seu Povo Nativo. Um Péssimo exemplo sobre ECOLOGIA.de Belo horizonte.

Responder

youPode » Marina contra os povos indígenas em disputa econômica

01/10/2010 - 19:12

[...] Veja aqui a entrevista do sociólogo Emir Sader, um dos intelectuais mais respeitados do país a respeito de Marina Silva. Emir, entre outras coisas, lembra como Marina se comportou numa disputa entre os povos indígenas da Amazônia e a companhia que pertence ao empresário que é candidato a vice em sua chapa. Marina ficou contra os índios, diz Sader. Leia mais. [...]

Responder

Marcus

01/10/2010 - 19:07

Não acho que o povo saiba o que a mídia está fazendo, acho que o povo intui… mas não tem certeza do que está acontecendo.

O que o povo sabe é que o Brasil está mudando e que a vida está melhor.

Queria ver uma pesquisa sobre a credibilidade na imprensa. O Vox populis podia fazer, não?

Responder

Luiz Jornaleiro

01/10/2010 - 19:00

Mais dois dias e a laranja verde cairá no esquecimento. Azar dela.

Responder

priscila presotto

01/10/2010 - 18:57

Muito bom!

Responder

Urbano

01/10/2010 - 18:37

Há pessoas que lutam uma vida para chegar. Alguns quando chegam, começam a se borrar, de livre e espontânea vontade.

Responder

Liduina

01/10/2010 - 18:26

Concordo com a matéria. Até hoje Marina só tem dito que é "fundamental que o país cresça com sustentabilidade". Como se faz isso, não diz. Achei a resposta para sua última pergunta uma síntese de tudo. O povo quer continuar. Não há como voltar.
Tudo em que sempre acreditamos foi colocado em prática por Lula. A pobreza deste país é POLÍTICA. Ou melhor, era…

Responder

    kimparanoid

    01/10/2010 - 20:46

    Realmente. O discurso de Marina, Fábio Feldmann e do PV é recheado de economia do século 21, educação do século 21, desenvolvimento do século 21… só falta explicar COMO funciona.

Messias Macedo

01/10/2010 - 18:05

AINDA SOBRE O QUE DEVERIA SER OS DEBATES POLÍTICOS ENQUANTO CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA E DO SENTIDO DE NACIONALIDADE!

… Duas a três horas de discussões, tipo mesa-redonda, “bate-papo”(!) mediado por um âncora submetido a regras previamente definidas em comum acordo com as coordenações das campanhas e dos representantes dos jornalistas;…

República de Nós Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Messias Macedo

01/10/2010 - 18:04

O FREIO DE ARRUMAÇÃO E O DEDO NA FERIDA!
A reforma política que deverá ser uma das prioridades do governo Dilma Brasileira Rousseff a Lei dos Medyos são alguns dos pressupostos fundamentais para o desencadeamento do processo de civilização das eleições em nosso país!
Em relação aos debates entre os candidatos, compartilho com os que defendem a tese de que [os debates] deverão ser estabelecidos de forma temática – e transmitidos num ‘pool’ de emissoras de rádio e TV [públicas, estatais e privadas], internete…
Tal dia, o tema seria educação, por exemplo! Duas a três horas de discussões, tipo mesa-redonda, “bate-papo”(!) mediado por um âncora submetido a regras previamente definidas em comum acordo com as coordenações das campanhas e dos representantes dos jornalistas; em alguns blocos, perguntas da platéia e/ou gravadas que seriam encaminhadas por sorteio aos candidatos; em outros blocos, os jornalistas formulariam as questões sem indicar o candidato – de novo, sorteio, o que evitaria perguntas dirigidas de forma capciosa e/ou tendenciosa. Os jornalistas participantes também seriam convocados via sorteio: todas as correntes da mídia, de forma plural, indicariam seus jornalistas. Além de jornalistas, participariam dos debates especialistas [estudiosos] da área, acadêmicos, pessoas do povo, convidados estrangeiros, enfim!…
… O jornalista Paulo Henrique Amorim colocou o dedo na ferida, mais um legado desastroso do PIG: o descrédito dos seus jornalistas-colegas dos patrões inviabilizam verdadeiros e producentes debates entre candidatos numa disputa eleitoral. Atrofia-se a democracia, agiganta-se a mediocridade!

República de Nós Bananas
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

Mirtes Trinta

01/10/2010 - 18:02

Conceição, realmente temos de desmascarar o embuste chamado MARINA, uma pessoa que quando no Ministério do Meio Ambiente designou uma sala para cultos diários, como se vivéssemos num Estado teocrático. Ora uma figura assim não merece considerção de pessoas decentes

Responder

Marcia Costa

01/10/2010 - 18:02

A sempre excelente opinião de Emir Sader para nos esclarecer sobre as coisas que às vezes não vemos… Valeu, Azenha. Domingo, Dilma, 13.

Responder

Flavio Lima

01/10/2010 - 18:00

Lucidez! Sabedoria! E serenidade!
Viva Lula!
Viva Dilma!
Viva o Povo Brasileiro!
ps: troquei o email, enfim! Alias, to trocando, que da trabalho. Mas chutar o uóóól é um prazer (um tesão!).

Responder

ZePovinho

01/10/2010 - 17:49

E no melhor estilo orwelliano,os EUA apagam registros para esconder so crimes que praticam pelo mundo:
http://operamundi.uol.com.br/noticias/EUA+INFECTA

01/10/2010 – 11:17 | Daniella Cambaúva | Redação
EUA infectaram cidadãos da Guatemala com sífilis e gonorreia para estudo; Hillary pede desculpas

*Reportagem atualizada às 13h40

Médicos pesquisadores do governo dos Estados Unidos infectaram intencionalmente nos anos 1940 um grupo de 696 cidadãos da Guatemala com gonorreia e sífilis para a realização de estudo sobre a eficácia de medicamentos. A denúncia foi feita por Susan Reverby, pesquisadora do departamento de estudos de saúde da mulher da Faculdade Wellesley, estado de Massachusetts.

Hoje (1/10), a secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, e a secretária de Saúde Kathleen Sebelius, emitiram um comunicado para pedir desculpas oficialmente em nome do governo dos EUA.

"Lamentamos profundamente que isso tenha acontecido e oferecemos nossas desculpas a todas as pessoas que foram afetadas por essas abomináveis práticas de pesuisa", diz o comunicado. O pedido de desculpas foi dirigido aos guatemaltecos e aos imigrantes latinos residentes nos EUA.

Como parte do estudo realizado na Guatemala, infectados guatemaltecos foram encorajados a transmitir a doença para outras pessoas, entre eles deficientes mentais. O objetivo era vereficar se o antibiótico penicilina era capaz de previnir a sífilis e a gonorreia.

Estima-se que um terço dos infectados nunca teve tratamento adequado. Aparentemente, o experimento foi feito entre 1946 e 1948 e “nunca gerou informações úteis e registros foram apagados”, segundo Susan.

Na época, a Guatemala era governada pelo presidente Juan José Arévalo Bermejo (1945-1951) e os EUA, por Harry S. Truman (1945-1953).

Leia mais:
Galeria de imagens: crise política no Equador
Após reunião da Unasul, Chávez acusa EUA de tentativa de golpe no Equador‏
Correa é resgatado pelo exército e levado de volta ao palácio presidencial
Fidel condena situação no Equador e diz que rebelião teve intenção de golpe

De acordo com site da NBC News, a pesquisadora detalhará o estudo em seu site ainda nesta sexta-feira.

A primeira discussão pública sobre o assunto será uma feita entre Francis Collins, diretor do Instituto Nacional de Saúde e Arturo Valenzuela, subsecretário de Estado norte-americano para as Américas.

Hillary afirmou que fará um investigação oficial mais detalhada sobre o assunto e que vai nomear uma comissão de especialistas em bioética.

Já o presidente da Guatemala, Álvaro Colom, classificou o episódio como de "crimes contra a humanidade" e garantiu que será realizada uma "profunda investigação" dos fatos, que afetaram mais de 1.500 pessoas, e antecipou que o país analisa apresentar uma denúncia para exigir ressarcimento dos EUA.

O presidente ordenou a seus ministros da Saúde, Defesa e Governo que localizem e resguardem os arquivos dos anos em que ocorreram os experimentos, para que sirvam de base a uma pesquisa em conjunto com o governo americano.

Além disso, Colom declarou estar ciente de que os experimentos "não fazem parte da política do atual governo" dos EUA, e que pretende, junto com altos funcionários da Casa Branca, fazer uma investigação do episódio.

Reincidência

O episódio é semelhante ao experimento Estudo da Sífilis Não-Tratada de Tuskegee – feito pelo governo dos EUA em Tuskegee, Alabama, entre 1932 e 1972, no qual 399 sifilíticos afro-americanos pobres e analfabetos, e mais 201 indivíduos saudáveis para comparação, foram usados como cobaias na observação da progressão natural da sífilis sem medicamentos.

Um membro da equipe denunciou o caso à imprensa e, por conta da repercussão negativa, o estudo foi encerrado. Alguns descendentes de sobreviventes da experiência foram indenizados pelos governo dos EUA.

Responder

Luis Eduardo

01/10/2010 - 17:31

Por incrível que pareça, o Bin Laden falou sobre mudanças climáticas com mais propriedade do que a Marina. Só faltava mesmo essa pra desmoralizar de vez o discurso dela.

Responder

    Nilton

    02/10/2010 - 11:01

    Olá felipe q tal então vc.nos esclarecer. E nos dizer como é esse crescimento sustentavel?Como será a politica de emprego?Moradia?saneamento Basico?Combate a miséria?Distribuição de renda? Agricultura? Além de dizer q forças politicas estão envolvidas?Como explicar tb;quais os interesses das ongs internacionais e do grande capital sobre tais questões? Como conciliar esses interesses com apoio daqueles q lutam exatamente para q não haja avanços e progressos nessas questões. Na pratica parece ser inconsiliavel o desenvolvimento q se propõe e a irradicação da miséria e desemprego; Mas tente ,estamos esperando;

Felipe

01/10/2010 - 17:27

A esta altura do campeonato (da história do socioambientalismo), só fala em "movimento ecológico" quem não entende patavina do que está falando. E soa mesmo cômico denunciar o reducionismo da visão segundo a qual o importante é "preservar a floresta e os animais em extinção", pretendendo que seja esta a da candidata Marina SIlva. Portanto, o entrevistado, Emir Sader, não faz mais do que revelar o quase nada que entende da temática socioambiental. Seria bom que se informasse melhor antes de desfiar sua ideologia canhestra sobre a candidatura da Marina – a começar do caso envolvendo a empresa do vice Guilherme Leal, pois, com tamanha disposição para distorcer fatos a fim de queimar reputações, fica difícil, depois, reclamar do que o PIG faz com a Dilma, o Lula e o PT.

Responder

    Jair de Souza

    01/10/2010 - 19:06

    Claro que não é esta a da Marina Silva. A dela é preservar os interesses do grande capital em todos os seus aspectos. Este negócio de preservação da floresta é so para pegar voto de classe média imbecilizado pela máfia midiática.

    Felipe

    02/10/2010 - 04:03

    Jair,
    Se você é eleitor do Plinio, do Zé Maria, do Rui Costa Pimenta ou do Ivan Pinheiro, está limpo. Caso contrário, observe que não é exatamente com a Marina que estão os bancos, as empreiteiras e o verdadeiro "grande capital" deste país. Eleitor da Dilma e do PT não tem o direito moral de usar essa linguagem dos anos 80 para atacar quem quer que seja – não porque a linguagem esteja envelhecida, mas porque o PT mudou decididamente de lado…

    Bia

    02/10/2010 - 11:03

    Olha Felipe,

    Infelizmente falar de desenvolvimento sustentável (ou qler outro nome que se dê) , sem dar caminhos concretos, políticas fortes de como fazer tudo isso isso, é balela sim. O discurso ambiental não. Ele é sério, importante, e deve ser pauta de todos os governos. No entanto, Marina não diz a que veio, parece mais alguém ressentida por não ter sido a escolhida de Lula para a eleição.
    Achei oportuna a indicação de Emir sobre o processo de biopirataria que envolve a Natura, e não são poucas as discussões e debates sobre isso. Tb tenho minhas críticas sobre a Belo Monte, mas tudo isso só prova que não existem inocentes e bonzinhos em política.

    bia

    02/10/2010 - 11:03

    (continuando)
    …Milito na causa indígena, vi grandes avanços no governo Lula ,mas grandes problemas nessa temática tb, entretanto o Governo que aí está se mostrou melhor em politicas sociais do que o outro, goveno, alías, do qual Marina fazia parte e compactuava com suas políticas…sua candidatua cheira mais a ressentimento, e não propostas concretas de novo rumos de desenvolvimento sustentável para o Brasil, pois, como fazer? Ela diz?Aponta polítcas para isso? Poste aqui então, assim posso reconsiderar o que falo.

    União Tupiniquim

    13/11/2010 - 08:26

    vc já ouviu falar de uma mão lava outra? Eu moro Foz do Iguaçu e por aqui corre a noticia de que dentro do parque nacional do iguaçu existe a trilha do poço preto e nela esta instalada uma instituição francesa. Eu te pergunto o que esta instituição está fazendo lá? sendo que o Parque Nacional do Iguaçu é um fragmento da mata atlantica com riquissima biodiversidade. Então não julgue o outro lado sendo que desse tb tem sujeira.

    Lia

    01/10/2010 - 20:03

    Cliquei errado no positivo. Na verdade, menos 1 milhão pra voce Felipe.

    Felipe

    02/10/2010 - 00:37

    Vote, clique, julgue, esperneie como queira, Lia. Um pouco de argumento, porém, não faz mal a ninguém.

Wilson Nascimento

01/10/2010 - 17:02

Rápido, claro.Cristalino!

Responder

Mara

01/10/2010 - 16:58

"Marina é um blefe", isso eu já sabia. O Plínio jogou isso na cara dela quando a chamou de demagógica
e folha de bananeira que vai pra onde o vento manda.
Um pastel de vento. Bela casca e vazia por dentro.

Responder

Leider_Lincoln

01/10/2010 - 16:53

Vejam o quanto o discurso dela se parece com o do bin Laden: http://www.advivo.com.br/blog/luisnassif/bin-lade

Responder

Deixe uma resposta

NOVO CONTATO WHATSAPP: 11 00000-0000