VIOMUNDO

Rogério Correia: Janot estranhou processo de Furnas só ter chegado agora à PGR

31 de março de 2015 às 15h53

4 - IMG_9472-001

Deputados do PT recebidos pelo procurador-geral Rodrigo Janot:  Pedro Uzai, Rogério Correia, Padre João, Adelmo Leão e Fernando Marroni

da assessoria de imprensa do deputado Rogério Correia, via e-mail

Fomos recebidos na manhã desta terça-feira pelo Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot em seu gabinete em Brasília. Junto comigo estavam os deputados federais do PT Padre João (MG), Adelmo Leão (MG), Pedro Uczai (SC) e Fernando Marroni (RS).

Entregamos ao Dr. Janot as provas para abertura do inquérito contra Aécio Neves sobre o caso Lista de Furnas. O Procurador-Geral se comprometeu a fazer o estudo das provas apresentadas e estranhou o fato de que o processo da Lista de Furnas só tenha chegado à PGR agora, a partir de nossa intervenção.

A lista, já comprovada autêntica por um laudo do Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, traz o nome de 156 políticos, entre tucanos e aliados, que teriam recebido dinheiro publico através de um esquema de caixa dois nas eleições de 2002. Sozinho, Aécio Neves teria sido beneficiário de R$ 5,5 milhões, quantia repassada em uma única parcela. No total, o esquema teria desviado R$ 39, 9 milhões.

Recentemente, em depoimento a um grupo de trabalho da PGR, o doleiro Alberto Youssef afirmou que o PSDB, por meio de Aécio Neves, “dividiria” uma diretoria em Furnas com o PP, por meio de José Janene. Afirmou ainda que ouviu que Aécio também teria recebido valores mensais, por intermédio de sua irmã, de uma das empresas contratadas por Furnas, a empresa Bauruense, no período entre 1994 e 2000/2001.

O Dr. Rodrigo Janot é a grande e última esperança de que o caso da Lista de Furnas seja finalmente investigado e os envolvidos nela sejam punidos.

Aproveitamos também a visita de hoje para solicitar agilidade no caso do helicóptero interceptado com quase meia tonelada de pasta base de cocaína, cuja investigação já foi aberta pela Polícia Federal.

Seguiremos atentos!

Deputado Estadual Rogério Correia

PS do Viomundo: O procurador-geral Rodrigo Janot disse aos deputados que ” estranhou o fato de o processo da Lista de Furnas só ter chegado agora à PGR, a partir da intervenção dos deputados petistas”. Estranho. Afinal, no início de 2014, os deputados estiveram pela primeira vez no gabinete de Janot, entregando os documentos referentes ao envolvimento do senador Aécio Neves (PSDB-MG) na Lista de Furnas. Partindo do princípio de que o procurador-geral falou a verdade, o que aconteceu com eles? Foram para o lixo? Alguém os “guardou”? Estranho. Muito estranho.

Leia também:

Kenarik Boujikian: Se o ministro Gilmar já criticou na imprensa a ADI contra o financimanento de empresas, por que segurar oprocesso?

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR

 

8 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Lauri Guerra

01/04/2015 - 16h39

Esse Janot é outro que se faz de morto para ganhar sapato novo.
Diante da situação irrefutável de ter que aceitar a existência de provas quer nos engambelar com esta lorota de que estranha só agora estar recebendo o material. Quando já há mais de um ano lhes foi entregue, pelos mesmos que lhes entregaram agora.
Ainda que fosse verdade que ignorava a existência destas, o mínimo se pode dizer é que não teria atuado com a diligência que se exige para a função, pois até os cascalhos das vielas de Saquarema sabiam da existência da lista de furnas e sua autenticidade. Não inqueriu ninguem, não delegou responsabilidade para apurar o andamento do caso, não cobrou de ninguem explicações? Conta outra.

Responder

Adriano

01/04/2015 - 00h21

Isso é uma vergonha, querer denunciar o Aécio, daqui a pouco vão querer impedi-lo de dirigir alcoolizado.

Responder

Marat

31/03/2015 - 23h40

Estranhou??? Eles entram e saem de várias furnas, em muitas vezes à luz do dia, nas suas relações promíscuas com o PIG… Até um filho já nasceu dessas investidas nas furnas das irregularidades, sempre escondidas sob o véu de uma têmis desacreditada!

Responder

Mário SF Alves

31/03/2015 - 22h59

Esta fotografia, considero-a desde já histórica.

Responder

Julio Silveira

31/03/2015 - 20h53

Não entendi esse estranhamento, quem deveria estranhar essa ignorancia da PGR, quase pouco caso, devia ser a cidadania.

Responder

Marat

31/03/2015 - 17h43

Veremos agora se existe justicinha parcial e partidarizada, ou se há Justiça de verdade no Brasil. Aguardemos, mas, sejam céleres!

Responder

andre muniz

31/03/2015 - 17h03

Uma vergonha!

Responder

Liz Almeida

31/03/2015 - 16h56

Parabéns ao Deputado Rogério Correia! Precisamos de mais políticos assim!

Responder

Deixe uma resposta