VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

MST convoca às ruas: Globo é o principal instrumento golpista

17 de março de 2016 às 23h38

São Paulo,17 de março de 2016

Estimados companheiros/as,

1. Certamente todos/as estão acompanhando com atenção os desdobramentos da crise politica no país. Há um clima de tensionamentos, de enfrentamentos e de muitas manipulações de informações pelas redes sociais e de incitamento social.

2. Em nome da Direção Nacional do nosso movimento, queremos chegar a cada um de vocês para compartilhar alguns elementos de reflexão sobre esse momento e dos encaminhamentos políticos que estamos orientando.

3. O Brasil vive uma grave crise econômica, social, politica e ambiental, que afeta a toda sociedade e que está relacionada com o contexto da crise mundial do capitalismo, com a situação de dependência de nosso país, com os erros do governo na política econômica e com a sanha dos capitalistas que querem apenas lucro fácil, sem se preocupar com os destinos do pais e a solução dos problemas do povo.

4. Diante da crise há uma disputa permanente de projetos para saída da crise. Os setores da burguesia que dominam a economia e estão alinhados com o capital estrangeiro querem a volta ao neoliberalismo. Porem não podem dizer explicitamente ao povo que querem privatizar a Petrobras, diminuir os recursos públicos para solução dos problemas do povo. E não conseguiram isso através do voto, nas ultimas eleições presidenciais.

5. Assim, uma parcela da sociedade, a chamada pequena burguesia tem ido às ruas, vociferar seu ódio, como forma de incentivar a população a se manifestar contra o governo e pregando laramente um golpe. Derrubar a Dilma é a necessidade deles, para voltar o projeto do neoliberalismo, para voltar a terem controle também do executivo, das leis.

6. Por outro lado, se formou uma tríplice aliança entre setores do Ministério Publico Federal, setores do poder judiciário e da Policia Federal, com apoio explicito da Rede Globo, para criar fatos políticos manipulados, para condenar antecipadamente o ex-presidente Lula. E criar uma situação de ilegalidade e perseguição politica. Selecionam, manipulam e vazam as informações que só atingem pessoas que representam a esquerda. Querem no fundo, derrubar o governo Dilma, inviabilizar a candidatura Lula e derrotar politicamente as ideias de esquerda no país.

7. A Globo tem sido o principal instrumento golpista que manipula e agita a opinião publica distorcendo os fatos e gerando um clima de ódio. É o DNA golpista da Globo se manifestando mais uma vez.

8. Para as forças populares, para a esquerda em geral, só há um caminho: ir para as ruas. Ir à luta para defender a democracia, para defender os direitos dos trabalhadores, para exigir mudanças na politica econômica, para defender a Petrobras e demonstrar ao povo, quem são os verdadeiros inimigos do país

9. O MST participa ativamente da Frente Brasil Popular, que tirou um calendário de mobilizações em todo país. Amanha, dia 18/3 estão programadas grandes manifestações em todas as capitais e cidades importantes. É muito importante, decisivo, que participemos massivamente nessas manifestações. Assim, conclamamos a todos para colocar energias e estimular a ampla participação nessas mobilizações populares

10. No dia 31 de março, que lembra triste data do golpe militar, devemos fazer plenárias, mobilizações nos municípios do interior, para levar esse debate ao maior numero possível de pessoas , da população em geral. Devemos aproveitar para debater a natureza da crise e quais seriam as verdadeiras saídas, combatendo o golpe, e defendendo mudanças para melhorar as condições de vida do povo. Defenderemos a democracia e o mandato da Presidenta. Mas queremos mudanças na politica econômica.

11. Nosso Movimento, em particular, juntamente com outros movimentos do campo, vamos também nos mobilizar durante todo mês de abril, para recolocar no debate a reforma agraria. Queremos que se retome as politicas publicas para agricultura familiar e que se retome os assentamentos.

12. Conclamamos a cada um, para reunir-se nas bases, assentamentos, acampamentos e preparar nossas mobilizações no mes de abril, em torno do dia 17 de abril, para lembrar o massacre de 21 companheiros assassinados, ate hoje impunes, depois de 20 anos.

13. Nosso futuro é a luta. E só vence quem lutar. Por isso, não é momento de ficar parado, apesar da perplexidade com a conjuntura mudando a cada momento.

14. Recomendamos também que com aumento do tensionamento, fiquemos alerta, não caiamos em provocações da direita, devemos sempre atuar em coletivo. Devemos ter cuidados especiais com a segurança das pessoas, dos militantes e de nossas estruturas coletivas.

15. Esse é o momento de ficarmos alertas, se reunindo com o povo, repassando nossas análises, provocando o debate sobre as saídas da crise, e organizando as mobilizações em nossos municípios e participando das atividades nas capitais.

Vamos à Luta!

Um forte abraço a todos e todas

Coletivo da Direção Nacional

Leia também:

Um exemplo de como seria a ditadura do Judiciário

 

12 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Dilma Coelho

18/03/2016 - 15h16

Dilma manterá anúncios na TV Globo?
Parte de um texto do Altamiro Borges…
A Rede Globo é hoje o principal centro irradiador do golpe contra a democracia no Brasil. Sem o seu aparato de comunicação, Sergio Moro seria apenas um juiz de primeira instância do Paraná; as siglas da direita, como o PSDB e o DEM, já teriam sumido do cenário político; e as marchas organizadas por sinistros grupos fascistas não mobilizariam milhares de “midiotas” no país. A bilionária famiglia Marinho transformou concessões públicas de rádio e televisão em aparatos golpistas.
Para isto, infelizmente, ela contou com a generosa ajuda do próprio governo petista, num típico caso de sadomasoquismo. Nos últimos 12 anos, somente a TV Globo abocanhou quase R$ 6 bilhões em publicidade oficial. Será que agora, com a exacerbação do golpismo, o governo Dilma vai suspender os anúncios desta emissora que atenta contra a democracia e o desenvolvimento nacional? Será que proporá um debate sério na sociedade sobre o papel das concessões públicas de rádio e tevê? Será?
Nas marchas golpistas deste domingo (13), a TV Globo teve papel central na mobilização de milhares de pessoas em vários Estados. Um estudo rigoroso, produzido pelas jornalistas Bia Barbosa e Helena Martins, do Coletivo Intervozes, confirma que a emissora preparou o clima para o gigantesco protesto e ajudou a criar a narrativa favorável ao golpe. “Ilude-se quem acredita que à imprensa coube apenas cobrir as manifestações espalhadas nos 26 estados da federação e no Distrito Federal. A mídia foi um componente central de sua própria concretização”. O estudo foi publicado na revista CartaCapital:
Diante destes fatos deploráveis, que atentam contra a democracia, o jornalismo e os jornalistas, volto à pergunta do início: o governo Dilma seguirá alimentando cobra e bancando os anúncios publicitários bilionários para a famiglia Marinho? Será que não chegou a hora de dar uma basta nesta sacanagem? Ou ainda tem gente no Palácio do Planalto, os tais “republicanos”, que acredita na imparcialidade da Rede Globo?
Esta “generosidade” precisa acabar.

Responder

FrancoAtirador

18/03/2016 - 14h18

.
.
O Brasil está à beira de um Retrocesso ao Século 16.
.
Os Movimentos de Mulheres e LGBTs vão acordar?
.
.

Responder

FrancoAtirador

18/03/2016 - 14h09

.
.
Depois desse Vale-Tudo Midiático-Judiciário, um Resultado é Previsível:
.
As Redes de Rádio e Televisão, Concessionárias Públicas de Radiodifusão,
.
que estão apoiando o Golpe de Estado, não escaparão, à Justiça, impunes.
.
.

Responder

Bacellar

18/03/2016 - 12h26

Contem comigo. Vários amigos meus que não costumam ir hoje vão! Pela democracia e pela grandeza do Brasil, não vai ter golpe!

Responder

MAAR

18/03/2016 - 10h36

Se, com o clima de ódio promovido pela direita golpista, o governador do Estado de São Paulo autorizou a realização das duas manifestações adversárias no mesmo local e horário, isso caracteriza grave imprudência, que coloca em risco a segurança pública, não apenas dos manifestantes de ambos os lados, mas sim de toda a população. Deste modo, é situação que exige a atuação imediata e rigorosa do Ministro da Justiça, no sentido de exigir a urgente retificação da medida potencialmente danosa, sob pena de intervenção federal no estado para preservação da ordem pública. E o dever de clamar em nome da efetiva responsabilidade de todas as autoridades públicas com poderes para agir em defesa da ordem constitucional é de toda a sociedade, especialmente das muitas instituições democráticas representativas, independente de filiações ideológicas.

Responder

Marinho

18/03/2016 - 10h13

Vai ter metrô e fillet mignon de graça, senhor lulipe?

Responder

Julio Silveira

18/03/2016 - 08h03

A melhor forma de reduzir a Globo ao tamanho que devia ter, e jogando ela dentro regras que ela defende, o capitalismo. Liberar geral os sinais, para que se construam pequenos e médios permissionários empresários, em cada rincão deste país dentro de regras legais. Democratizar as concessões de sinais é a melhor forma de dividir seu público. De preferência com o Estado apoiando economicamente a formação de novos empresários no setor e impedindo associações que possam levar a reconstrução de outro império que induza poderes paralelos.

Responder

Marcos C. Carvalho

18/03/2016 - 03h56

Atenção: Os golpistas estão prestes a partir para o plano B.
Até agora, através de uma associação mafiosa entre partidos de oposição, imprensa, justiça e polícia, engendraram um plano para alcançar o poder condenando Lula e em seguida derrubando Dilma. O roteiro estava claro nos mínimos detalhes, sendo exaustivamente descrito por vários jornalistas dos blogs alternativos. Tudo estava indo muito bem até que a nomeação de Lula praticamente gorou esse caminho.
Aí vem a alternativa que é ainda mais perversa e diabólica: Moro vaza umas conversas, que na realidade nada significam, entre Dilma e Lula, mas que, devidamente manipuladas por essa imprensa criminosa, insuflam a classe média para o confronto. Nesse extrato da população, cujo ódio ao PT vem sendo trabalhado desde a novela “Mensalão do PT” e que as várias derrotas nas urnas só fizeram exacerbar suas frustrações, o direcionamento do ódio a tudo que signifique esquerda atingiu o ápice. É o que estamos vendo nas ruas.
Está armada a bomba. O estopim para ser aceso só precisa de uma fagulha. E isso irá ocorrer porque haverá choques entre os manifestantes pró e contra o governo. O esquema na Paulista está claro: os reacionários ocuparam antecipadamente o espaço para manifestação pró governo. A polícia finge que tenta desocupá-los, mas no fundo lhes dá apoio.
Assim, com o convulsionamento geral, haverá depredações, feridos e até mortos. É o plano alternativo em ação. Essa imprensa criminosa irá então em estardalhaço pedir, em editoriais inflamados e nas tvs jornalistas com as vozes untuosas (enquanto no fundo passam imagens da destruição) pedem a intervenção imediata das forças armadas. Estas, mesmo que não tenham nenhuma pretensão de aderir a um GOLPE são obrigadas então a intervir.
Tomara que tudo isso acima não passe de um pesadelo somente. Mas que é bem verossímel, infelizmente é.

Responder

lulipe

18/03/2016 - 00h09

Diante da crise, um suspiro nas finanças das padarias e lanchonetes amanhã…

Responder

Deixe uma resposta