VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.

Luciano Martins Costa: Delegados da PF responsáveis pela Lava Jato em grupo que lembra Comando de Caça aos Comunistas

13 de novembro de 2014 às 18h22

delegado

lula

POLÍCIA & BANDIDOS

De onde vêm os factoides

por Luciano Martins Costa,  no Observatório da Imprensa, 13/11/2014 , na edição 824

Não há nada mais interessante nos jornais de quinta-feira (13/11) do que a reportagem do Estado de S.Paulo revelando que os delegados federais responsáveis pela Operação Lava-Jato compunham uma espécie de comitê informal do candidato Aécio Neves à Presidência da República enquanto vazavam seletivamente para a imprensa dados do inquérito.

A repórter Julia Duailibi teve acesso a perfis restritos do Facebook, nos quais autoridades da Superintendência da Polícia Federal do Paraná agem como os mais fanáticos ativistas da polarização política que marcou a campanha eleitoral.

O texto não explica como a jornalista teve acesso ao material, nem quando, o que autoriza o leitor a considerar que o jornal podia já saber, na ocasião, que a fonte das especulações publicadas pela revista Veja na véspera da eleição era o próprio núcleo de investigações, atuando a serviço do candidato do PSDB.

Segundo o relato, praticamente todos os agentes envolvidos na apuração, inclusive o chefe da Delegacia de Repressão a Crimes Fazendários e a titular da delegacia de Repressão a Crimes Financeiros e Desvios de Recursos Públicos do Paraná, onde estão os principais inquéritos da operação, agiam como cabos eleitorais na rede social.

Entre as manifestações coletadas pela repórter há xingamentos vulgares à presidente Dilma Rousseff e ao ex-presidente Lula da Silva, e elogios de todo tipo a Aécio Neves – entre eles uma página em que o ex-governador de Minas aparece em montagem de fotografias na companhia de mulheres atraentes.

Nessa página, o responsável pela Delegacia Regional de Combate ao Crime Organizado, a quem estão vinculados os delegados empenhados na Operação Lava-Jato, escreveu: “Esse é o cara!”

Os policiais citados participam de um grupo fechado autointitulado Organização de Combate à Corrupção (OCC), cujo símbolo é uma caricatura da presidente da República com dois grandes dentes incisivos e coberta por uma faixa onde se lê: “Fora, PT!”

O conteúdo repete factoides, mitos, boatos e todo o arsenal usado durante a campanha eleitoral contra a reeleição da presidente.

Inquérito contaminado

A página inicial da organização ainda pode ser acessada (ver aqui) no Facebook, embora a participação seja exclusiva para inscritos sob convite, e apresenta a OCC como “um instituto de orientação da cidadania, da democracia, da promoção do desenvolvimento econômico e social e de outros valores universais”.

Ela remete ao blog da suposta entidade (ver aqui), onde se desenvolvem campanhas em defesa da ditadura militar, teorias conspiratórias e textos que procuram desacreditar alguns profissionais da imprensa – num deles, os autores expõem os repórteres Gustavo Uribe, da Folha de S.Paulo, e Ricardo Chapola, do Estado de S.Paulo.

A OCC tem todas as características de outra organização de extrema-direita que atuou como força auxiliar da repressão nos tempos da ditadura militar: o CCC (Comando de Caça aos Comunistas) também começou como uma entidade da sociedade civil preocupada com a defesa de supostos “valores universais” e acabou transformado em milícia terrorista, praticando ações extremas como a depredação de uma emissora de rádio, atentados a bomba e o assassinato de um padre católico no Recife.

A reportagem inclui entrevistas com especialistas em Direito Administrativo e Penal para os quais o posicionamento político de delegados na condução de uma investigação pode colocar em xeque a neutralidade e conduzir até mesmo à nulidade de um inquérito.

Alguns dos consultados citam a Operação Satiagraha, que levou à destituição e condenação do delegado federal Protógenes Queiroz por vazamento de informações sigilosas.

Como se sabe, com essa justificativa a Operação Satiagraha foi esvaziada por decisão do Supremo Tribunal Federal*, deixando livre o principal acusado, o banqueiro Daniel Dantas.

A revelação feita pelo Estado de S.Paulo e o que se pode apurar sobre os personagens dessa história compõem um escândalo dentro do escândalo da Petrobras e expõem a perigosa contaminação de toda uma superintendência regional da Polícia Federal por interesses externos ao da atividade policial, o que coloca em dúvida a qualificação de seus agentes para conduzir essa investigação, e, por consequência, de todo o noticiário que se seguiu.

Além disso, revela de onde vêm os factoides utilizados pela imprensa para exercer sua influência em questões importantes para a sociedade brasileira, como a eleição para a Presidência da República.

PS do Viomundo: Funcionários públicos detentores de informações sigilosas, em campanha eleitoral, com o poder de definir uma eleição em favor do candidato que defendem. Já imaginaram se fossem apoiadores de Dilma Rousseff fazendo isso, o escândalo que seria? Seja como for, mais uma vez ficou claro que o atual ministro da Justiça é um tremendo incompetente.

*Correção feita por comentarista: a operação foi anulada pelo STJ.

Leia também:

Julia Duailibi: Delegados da PF chamaram Lula de ‘anta’ e pregaram voto em Aécio

 

65 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Edgar Rocha

15/11/2014 - 16h22

Me desculpem, mas fiz um comentário neste post que teria sido aprovado, ficou visível por um tempo e agora sumiu. Vocês retiraram? Se sim, por que? Estou desconfiado que meu micro está com problemas. Queria confirmar.

Responder

    Conceição Lemes

    15/11/2014 - 20h09

    Edgar, não eliminamos, não. abs

L. Souza

15/11/2014 - 00h26

Tudo isso porque a presidenta mexeu em vespeiros. Mexeu com médicos que não queriam sair das capitais, mexeu com a previdência do funcionalismo federal, que ganhavam mais do que contribuíam, mexeu com a elite universitária
xeu com a elite universitária branca e rica, inserindo negros nas federais, regularizou o trabalho informal, doméstico e condenou o escravo. Muita gente se encolerizou. A PF, através de uma investigação parcial e espetacularizada, revelou uma face obscura Ao liberar um depoimento sob sigilo diretamente para a imprensa vendida e não livre, às vésperas da eleição, numa tentativa chocante e descarada de manipulação, trouxe-nos de volta a lembrança, os tempos do DOPS

Responder

S Rod

14/11/2014 - 22h21

Fico imaginando agentes do FBI fazendo politica contra o Presidente Obama no Face. Seriam sumariamente demitidos. Ou nao existe codigo de etica em nossa PF? Cada um vota em quem quiser. Isto nao se mistura com etica. Se eu quebro a etica na empresa que trabalho vou pra rua. Simples assim.

Responder

Fábio

14/11/2014 - 21h00

Isso é uma tentativa lamentável de desviar o foco. Os delegados podem escrever o que quiserem nas suas redes sociais, não estão cometendo crime algum. Quem tem de ser punido não são os delegados, mas sim essa quadrilha que está levando a Petrobrás à bancarrota.
O governo do PT ameaça a democracia e está quebrando o país, que vai levar muitos anos pra se recuperar das consequências nefastas desse governo.

Responder

Eduardo Guimarães

14/11/2014 - 17h22

Azenha, preciso falar com vc. Invadiram meu blog. Acho que tem que ver com a PF. Aconteceu alguma coisa aqui no Viomundo?

Responder

Osvaldo Olimpio

14/11/2014 - 17h11

Pelo andar da carruagem Dilma nem mesmo irá voltar do encontro do G20. Com que cara vai encarar seus eleitores? É muita incompetência de um Governo. Isso me lembra uma casa em que não existe um mínimo de disciplina e regras, todos fazem o que lhes dá no nariz. Falta respeito, ética e principalmente boas referências para os jovens. Aí está a origem de todo o descalabro social que vivemos, principalmente a violência. Os responsáveis preocupam-se unicamente em suprir a alimentação e outras necessidades básicas, sem investir na educação moral e cidadã. Síndrome da avestruz: Isso não é comigo. Não vi e nem ouvi nada!

Responder

leo

14/11/2014 - 14h28

“Quanto ataque aos policiais! Oh! Eles são desalmados cabos eleitorais do PSDB. A máquina pública a favor da oposição”!

Por favor!

Os delegados, acima de tudo, são cidadãos e eleitores. E não se esqueçam do que a Dilma e o PT declaradamente fizeram em prol da reeleição.

Não é o Ministro da Justiça um incompetente. E não ponham a culpa apenas na imprensa. Incompetente e conivente é a oposição, que há muito tempo deveria ter tido a capacidade de “expulsar” democraticamente o PT do Planalto, Governos estaduais, municipais, empresas públicas, etc.

Responder

    Di_Passagem

    14/11/2014 - 17h24

    É incrível como o ódio torna algumas pessoas verdadeiras bestas ignorantes , pessoas com pensamento e idéias como a sua são o que realmente atrasam uma nação m além de você defender somente o que lê na mídia , sem realmente saber o que de fato acontece , proliferam um ódio burro , um separatismo digno de pensamento de uma ameba , você parece o curintiano que acha que em pleno ano 2000 seu time é o primeiro campeão do mundo , da mesma forma pessoas como você direcionam a um único partido a corrupção que a anos assola esse país , ANOS , EU DISSE ANOSSSSS , quem lê um pouco sobre a história do surgimento do partido nazista sabe bem do que to falando , se liga cidadão , aprenda ao menos a saber quem realmente é o bandido aqui , uma pessoa defender um cara como o Aécio , ou é Ameba ou Cúmplice ,não tem outro nome…Acorda pra vida meu amigo , faça algo útil .

    Fábio

    14/11/2014 - 21h07

    Agora analisem os 2 comentários e vejam de onde é que parte o ódio e a alienação.
    Os petistas são assim, na falta de argumentos, sempre partem para agressões pessoais. Ou então reduzem todo e qualquer assunto, técnico ou não, a uma mera luta de classes.

Fabio Silva

14/11/2014 - 14h24

1 – É evidente que tudo, até agora, não passa de alegações. Ninguém ainda foi julgado e condenado pela justiça. E as tentativas de envolver politicamente o governo e associar os desvios a financiamento do PT são puro golpismo. Só que, também até agora, nem a imprensa independente ou os blogs progressistas têm informações de que todas essas acusações (ou a maior parte delas) contra figuras do primeiro escalão da Petrobrás são inventadas.

2 – Os incriminados estão confessando para tentar acordos ou trata-se de apenas uma pessoa, um diretor que está fazendo isso, e mais ninguém está confessando envolvimento?

3 – De onde vieram esses indicados às diversas diretorias envolvidas?

4 – Não existem sistemas de controle que detectam enriquecimento suspeito? Não é considerada estratégica a vigilância financeira do primeiro escalão de uma das empresas públicas mais importantes do país?

5 – Estou começando a ver comentários de gente que, defendendo o governo, diz o seguinte:
– Há corruptos em qualquer lugar, não é privilégio da Petrobrás [ok, pode haver, sim, corrupto em qualquer lugar];
– E aí completa o raciocínio: mas não dá para o PT comprar briga com todo mundo, pois senão fica impossível governar o país [ai, ai, ai… começaram a justificar porque tem que fazer vista grossa];
– Um recado a esses: caro militante, não vista a carapuça de petralha, a esquerda não é sinônimo de corrupção, nem em nome de “um bem maior” ou da “governabilidade”.

Responder

    Léo

    14/11/2014 - 18h08

    1 – É evidente que tudo, até agora, não passa de alegações. Ninguém ainda foi julgado e condenado pela justiça. E as tentativas de envolver politicamente o governo e associar os desvios a financiamento do PT são puro golpismo. Só que, também até agora, nem a imprensa independente ou os blogs progressistas têm informações de que todas essas acusações (ou a maior parte delas) contra figuras do primeiro escalão da Petrobrás são inventadas.

    R= Informações todos tem, o problema é a fragmentação delas, muitas vezes divulgadas de modo tendencioso com suposições sem um único documento comprobatório, o que pode levar as pessoas a acreditar no “disse, me disse”.

    2 – Os incriminados estão confessando para tentar acordos ou trata-se de apenas uma pessoa, um diretor que está fazendo isso, e mais ninguém está confessando envolvimento?

    R= Existem muitos delatando (por mais que não queiramos, somos tão animais quanto outros do reino animália e agimos por instinto, mais conhecido como desespero). Será para diferenciar homem do restante dos animais?
    Existem muitos casos de condenação no sistema carcerário brasileiro por delação ou confissão por uma “liberdade carceraria” (você entrega ou acusa alguém injustamente pela sua liberdade, e está preso por culpa psicológica). Os culpados se entregam na condição de delatores.

    3 – De onde vieram esses indicados às diversas diretorias envolvidas?

    R= Partidos políticos desde que a Petrobras foi criada, não se limitando a um único governo.

    4 – Não existem sistemas de controle que detectam enriquecimento suspeito? Não é considerada estratégica a vigilância financeira do primeiro escalão de uma das empresas públicas mais importantes do país?

    R= Por mais eficaz que seja o sistema sempre terá uma brecha. A vigilância no caso é atributo do judiciário.

    5 – Estou começando a ver comentários de gente que, defendendo o governo, diz o seguinte:
    – Há corruptos em qualquer lugar, não é privilégio da Petrobrás [ok, pode haver, sim, corrupto em qualquer lugar];
    – E aí completa o raciocínio: mas não dá para o PT comprar briga com todo mundo, pois senão fica impossível governar o país [ai, ai, ai… começaram a justificar porque tem que fazer vista grossa];
    – Um recado a esses: caro militante, não vista a carapuça de petralha, a esquerda não é sinônimo de corrupção, nem em nome de “um bem maior” ou da “governabilidade”.

    R= Imagina você precisar alterar uma regra, lei… Depois de ter brigado com os únicos que podem fazer essas alterações. Lembrando que quem os colocou lá não foram só militantes desse ou aquele partido.
    Nada pode ser sinônimo disso ou aquilo. Governabilidade depende de duas forças: o poder executivo e legislativo (esse que é praticamente o mesmo de 50 anos atrás e mais sujo que pau de galinheiro). Quem os elegem?

jocelio pires

14/11/2014 - 13h21

Dilma tem que acabar com a bolsa PIG. Se não fica ingovernável.

Responder

Jose Mario HRP

14/11/2014 - 12h14

Amanhã ía ter a marcha anti corrupção , patrocinada pelo Vagabundão Lobão e pelos tucanos, mas…….

PSDB foi beneficiado por desvios da Petrobras, diz empresário 14.11.2014 às 11:58

Segundo jornal, Leonardo Meirelles, dono de um laboratório usado para lavagem de dinheiro, disse que políticos tucanos podem ter recebido dinheiro do esquema de corrupção Sérgio Guerra, ex-presidente do PSDB, morto neste ano, não foi o único tucano a receber dinheiro da Petrobras. É o que afirmou o empresário Leonardo Meirelles, um dos donos do Labogen, laboratório usado pelo doleiro Alberto Youssef para lavar dinheiro ilegal, segundo o jornal O Globo. Meirelles, cujo laboratório foi usado para mandar aproximadamente US$ 130 milhões para o exterior a partir de falsos contratos de importação e exportação, disse acreditar que “o PSDB e eventualmente algum padrinho político do passado e provável conterrâneo ou da região do senhor Alberto” foram beneficiados nos desvios de dinheiro da Petrobras. A declaração foi feita pelo empresário em audiência na 13ª Vara da Justiça Federal, em Curitiba, presidida pelo juiz Sérgio Moro, responsável por todos os inquéritos envolvendo a Operação Lava-Jato da Polícia Federal. Presos pela PF, Youssef e o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa assinaram acordos de delação premiada em troca de benefícios. Em um de seus depoimentos, Costa disse que Sergio Guerra recebeu 10 milhões de reais de propina da empreiteira Queiroz Galvão para ajudar a abafar uma CPI que investigava irregularidades em obras contratadas pela Petrobras. Meirelles disse ainda ter presenciado uma conversa por telefone entre o ex-presidente do PSDB e Youssef, na qual eles trataram de “um ajuste” sobre “coisas do passado”. Meirelles não citou nomes de políticos beneficiados dentro dos partidos a pedido de Sergio Moro. Se fizesse isso, o magistrado seria obrigado a remeter o caso para o Supremo Tribunal Federal, uma vez que alguns dos envolvidos, por terem cargos públicos eletivos, poderiam ter direito a foro privilegiado. Sergio Guerra morreu em março deste ano. Ele foi substituído na presidência do PSDB pelo senador e agora candidato à Presidência Aécio Neves. – – – – – http://www.cartacapital.com.br/politica/sergio-guerra-nao-foi-o-unico-tucano-a-receber-dinheiro-da-petrobras-afirma-empresario-5425.html

Responder

Morvan

14/11/2014 - 11h52

Bom dia.

Carissimi del Bloghe:

Concordo com tudo o que está posto pelo autor. O comentário do Moderador, idem, mas faço um contraponto:

PS do Viomundo: Funcionários públicos detentores de informações sigilosas, em campanha eleitoral, com o poder de definir uma eleição em favor do candidato que defendem… o atual ministro da Justiça é um tremendo incompetente.“.

Com relação à aventada incompetência do Zé Roda Presa, pode ser que não. Algumas coisas funcionam exatamente quando não funcionam… a leseira do Zé Roda Presa, como no futebol, pode ser cera. Quem o mantém lá, querendo ou não, é cúmplice.

Saudações “{♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥} Dilma, Vamos Para Cima. Vamos Fazer Política: Reformas Constituinte Exclusiva e do Judiciário, Já; Lei da Mídia! Democratização da informação urgente!!!“,
Morvan, Usuário Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use Linux.

Responder

wendel

14/11/2014 - 11h46

Quando um órgão subordinado ao Ministro da Justiça, que por sua vez é subordinado ao Executivo e faz esta lambança, não por estar cumprindo a lei e prendendo quem deva ser preso, mas tomando atitudes partidarias, com a omissão declarada de seu superiores, o que dizer ?
Esta partidarição, não é benéfica para o País nem para suas instituições.
E sendo assim, ouso dizer que não sei onde iremos parar, se não forem tomadas alguma atitudes sérias pelo governo, muito embora esteja em final de mandato e inicio de outro, não custa dar um breque nesta orgia da PF !!!!!!!!!!!!!!!

Responder

FrancoAtirador

14/11/2014 - 11h27

.
.
MPF-PR ESCANCAROU DE VEZ O PARTIDARISMO PRÓ-PSDB:

PROCURADORES REGIONAIS DA REPÚBLICA NO PARANÁ

APOIAM MANIFESTAÇÃO DE DELEGADOS FEDERAIS TUCANOS

13/11/2014
Portal da PROCURADORIA DA REPÚBLICA NO PARANÁ (MPF-PR)

Operação Lava Jato:
Membros da força-tarefa do Ministério Público Federal
manifestam apoio a delegados, agentes e peritos da PF

Os Procuradores da República membros da Força-Tarefa
do Ministério Público Federal, diante do teor da reportagem
“Delegados da Lava Jato exaltam Aécio e atacam PT na rede”,
publicada pelo jornal “O Estado de São Paulo” nesta data,
vem reiterar a confiança e o apoio aos delegados,
agentes e peritos da Polícia Federal que trabalham nessa operação.

Em nosso país, expressar opinião privada, mesmo que em forma de gracejos,
sobre assuntos políticos é constitucionalmente permitida, em nada afetando
o conteúdo e a lisura dos procedimentos processuais em andamento.

A exploração pública desses comentários carece de qualquer sentido,
pois o objetivo de todos os envolvidos nessa operação é apenas o interesse público [SIC]
da persecução penal e o interesse em ver reparado [SIC] o dano causado ao patrimônio nacional,
independentemente de qualquer coloração político-partidária [SIC].

(13/11/2014)

Assessoria de Comunicação – Ascom
Procuradoria da República no Estado do Paraná

Atendimento à imprensa
Fones: 41. 3219-8843/ 3219-8870/ 8852-7555
E-mail: [email protected]
Site: http://www.prpr.mpf.mp.br
Twitter: http://www.twitter.com/MPF_PRPR

Atendimento ao cidadão
Fones: 41. 3219-8700

(http://www.prpr.mpf.gov.br/news/operacao-lava-jato-membros-da-forca-tarefa-do-ministerio-publico-federal-manifestam-apoio-a-delegados-agentes-e-peritos-da-pf)
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    14/11/2014 - 12h20

    .
    .
    O Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, que acumula a Presidência

    do Conselho Nacional do Ministério Público tem de se manifestar nesse Caso.
    .
    .

    Fábio Lima

    14/11/2014 - 14h31

    Cuidado, seus desejos podem ser realizados, hein. Vai que o PGR se manifeste da mesma forma que os procuradores do Paraná, né!

    FrancoAtirador

    15/11/2014 - 05h22

    .
    .
    Que sejam postas todas as Cartas na Mesa, meu chapa!

    Que não fiquem escondidas nas mangas da Mídia-Empresa.
    .
    .

Romanelli

14/11/2014 - 10h57

Um caso de política, ou de polícia ..de ideologia ou de camarilha ?

Pra mim, sem duvida, um caso de polícia que infelizmente JOGA A ZERO todo um trabalho feito por correntes mais éticas e verdadeiramente progressistas ..não destas que só se prestam a fazer proselitismo político fundamentado em manipulações e mentiras.

uma pena ..CORTEM-LHES a CABEÇA sem dó nem pena ..não só pelos seus crimes, mas também por terem traído a confiança e destruído a esperança e a palavra, a” fé pública”, de toda uma geração de outros cidadãos honestos que só queriam ver implementados no BRASIL os projetos sociais em que acreditavam e pelos quais se dedicaram por toda a vida.

http://oglobo.globo.com/brasil/pf-cumpre-27-novos-mandados-de-prisao-na-operacao-lava-jato-14557539

em tempo ..enquanto isso, na Venezuela, o POLVO mostra finalmente os seus tentáculos ..e pensar que existiram entre nós os que acreditavam em todas aquelas PANTOMIMAS Chavistas, hein ?

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2014/11/1547997-venezuela-lanca-campanha-para-denunciar-traidores-do-partido.shtml

Responder

Adilson

14/11/2014 - 10h33

O MPF está delirando, pois que diabos de fiscal da lei é esse que não só é leniente, imprudente e conivente com alguém que está à margem da lei? O MPF soltou uma nota defendendo os delegados.Será que delegado federal também é Deus? O Ministro Presidente do STF afirmou que juiz é um homem comum. A bem do serviço público os delegados devem ser exonerados, pois não cumpriram o sigilo funcional, ao qual estavam submetidos. Aliás, muito pelo contrário, tornaram pública uma investigação sigilosa e, diga-se a verdade, os vazamentos eram celetivos, ou seja, o objetivo era prejudicar a candidata Dilma em prol de Arrocho Never – ao usar o cargo e informações privilegiadas cometeram também crime eleitoral, mais uma razão para serem exonerados e não serem considerados Deuses.

Responder

Matheus

14/11/2014 - 10h24

O paradoxo disso tudo é que o governo do PT fortaleceu em muito a Polícia Federal. Só o aumento dos efetivos por meio de novos concursos públicos foi da ordem de 90%, quase dobrando no período. O número de operações policiais e de detidos por corrupção foi multiplicado por pelo menos 5 vezes. A mídia e grande parte dos cidadãos se tornaram menos coniventes com a corrupção. Compare isso tudo com a leniência com a privataria tucana, muito maior do que a soma de todos os casos de corrupção envolvendo petistas. Talvez seja a hora de apostar na luta contra a corrupção por meios preventivos e administrativos, porque a ação policial tem eficácia limitada.

Responder

Maria Rita

14/11/2014 - 09h58

PF: Prato feito do crime eleitoral, serviço fast foof de servidores corrompidos, assessorando um único partido e a mídia corporativa em geral. Escândalo nacional. É necessário verificar as contas pessoais aqui e em paraísos fiscais dessa gente. Paraná, São Paulo e Goiás, estados onde o MP é mais corrompido. Que nós temos conhecimento. Como essa gente tem coragem de falar que combate a corrupção? Com que armas, com que lógica, com que ética? Com mais corrupção?!!!

Responder

PAULO BISPO DA SILVA

14/11/2014 - 09h57

…,O QUE NÃO FALTA É BANDIDO DENTRO DA POLÍCIA FEDERAL(?),Á “MORAL”DESSA TURMA ,ESTÁ HÁ MUITO TEMPO, NO FUNDO DA FOSSA,BEM COM TODO O JUDICIÁRIO(?),REFORMA URGÊNTE!!!

Responder

Vinicius Garcia

14/11/2014 - 09h42

Puxa vida! Uma coisa tão simples (aparentemente) que é pesquisar pelo nome a ação e postagens de uma pessoa na rede social, mesmo com nome fictício não foi feita? E em época de eleição, aonde sabemos as “estratégias” sujas que são arquitetadas e instaladas pela oposição.
Não se trata de censurar, mas como se pode ser tão inocente assim? Em política inocência é sentença de morte, como o Zé da (in)justiça e um sobrevivente, como ele explica tudo isso? Ele poderia começar a falar, pois sou todo ouvidos no momento.

Responder

Messias Franca de Macedo

14/11/2014 - 08h04

… E essa patifaria inconstitucional, terrorista e subversiva já vem de há muito!…

Desde os primórdios de janeiro de 2003!

‘Capiche’ a nossa democracia de fachada, republicanismo de araque?!…

E ‘nois’?

‘Bananas’!(?)…

Responder

Messias Franca de Macedo

14/11/2014 - 08h02

… E os regimentos, as regulamentações, a hierarquia, o recato, a disciplina, o profissionalismo, a ética, o respeito à Constituição e à instituição Presidência da República?!…

Responder

clodoaldo

14/11/2014 - 00h51

Como disse o Ciro Gomes a equipe da presidenta Dilma é de 5ª categoria, espero que ela monte um Ministério de pelo menos 2ª categoria agora.
E esse jogo de cena entre os procuradores e a PF, e outras polícias, é só para chamar a atenção, pois eles ficam com essa briguinha deles só para enganar, mas quando o assunto é o “golpe da direita” eles são farinha do mesmo saco.

Responder

Werner

14/11/2014 - 00h27

Fica a dúvida (ou certeza) de por quê o Brasil é um dos últimos países a ter a figura do delegado de polícia, e não agentes e agentes especiais que coordenem operações dentro de áreas específicas…

Responder

Mancini

14/11/2014 - 00h01

Conceição, Azenha! Tudo isso, uma mera questão salarial! http://refazenda2010.blogspot.com.br/

Responder

Fabio Silva

13/11/2014 - 23h52

Vocês não se compadecem do Ministro da Justiça? Imaginem a situação dele: não pode condenar publicamente os atos de seus subordinados, não pode pedir investigação interna, não pode demitir os infratores, e também não pode simplesmente pedir demissão pois, para tudo isso, está de mãos amarradas.

Agora, quem amarrou suas mãos? Que corda estão usando para imobilizar o Ministro? São perguntas que só ele ou seus captores podem responder.

E para as hostes que gracejam com a expressão “Combate à Corrupção”, e que pululam em Miami – por onde passam negociantes das mais diversas mercadorias, diga-se de passagem, mas de forma não menos elucidativa – é uma mão na roda ter um ministro com mãos que, sabe-se lá por quais motivos, podem ser amarradas.

Responder

Flavio Duarte

13/11/2014 - 23h28

Todo mundo sabia quem e de onde vazavam os dados, dados que deram uma brutal dor de cabeça para a Dilma, aí o Ministro da Justiça, de posse de toda a PF e ABIN, só se move depois que uma simples repórter joga a caca no ventilador.

O Azenha, como jornalista, teve que se conter e chamar o Cardozo de incompetente. Usando da minha prerrogativa de internauta, posso dizer tranquilamente : O Cardozo é um panaca, um imbecil.

Responder

Paulo Roberto Gomes

13/11/2014 - 22h33

O que precisa se dizer mais ? Está tudo aí às claras, tudo que todos nós já sabíamos há dez anos, mas que agora é “oficial”. Está faltando o quê pra Dilma acabar com esta palhaçada e aplicar a constituição ? Medo não pode ser porque até onde se sabe as forças armadas estão aí na defesa das instituições, contra qualquer tentativa anti-democrática. Aguardemos o novo ministro da justiça e o das comunicações. Se Dilma errar esses tiros, não sei mais o que esperar.

Responder

Heitor

13/11/2014 - 21h51

Ou seja, o juiz Moro, parte da PF e parte do MP estão em conluio com os bandidos delatores.
Quanto ao Ministro da Justiça, já foi tucano. Não confio.
O STF tem que se manifestar.

Responder

Julio Silveira

13/11/2014 - 20h19

Duas situações sobre esse assunto não me saem da cabeça. A primeira é constatar o nivel de aparelhamento que é mostrado dentro de um orgão de segurança, onde a independencia é a ética são vitais na condução da atividade para bem do pais. E apesar disso, da falta desses ingredientes começar a ser de conhecimento publico, não percebermos qualquer tipo de interferencia para corrigir os rumos. Outra coisa que me chama a atenção, me trazendo curiosidade, é entender a real motivação do Estadão, para trazer a luz esse escremento que escorre desta que deveria ser uma instituição republicana, mas que hoje virou local para o encontro de diversos elementos, instruidos, com alta capacitação educacional, que nela se infiltraram, para promover seu interesses particulares e politicos sem nenhuma preocupação com as normas institucionais e constitucionais, tudo em prejuizo dos interesses da instituição, da cidadania e da cultura democratica.

Responder

luiz

13/11/2014 - 20h18

Porque o ilustre reporter alem de escrever a materia com vies totalmente volatado para a situacao, nao escreve tambem que essa caca eh uma caca aos corruptos, pois sim, e diferentemente do que voces veiculavam antes, nao se trata de um factoide. Esse governo esta quebrando a maior empresa brasileira.
Acho graca quando vejo essas publicacoes nitidamente de esquerda reclamar da midia comprada ( Veja, Folha, Estado etc). Na realidade o que voces querem eh serem grandes, nao para mudar o jornalismo, e sim para estarem onde eles estao, so que defendendo os interesses da esquerda.

Responder

    Almir

    13/11/2014 - 22h12

    Vocês é que querem quebrar a Petrobrás, para entrega-la aos pedaços e de mão beijada pras petroleiras americanas.

    gero

    13/11/2014 - 22h28

    O que o Sr. disse é simplesmente patético.

    Julio Silveira

    14/11/2014 - 07h34

    O sr. conhece o sgnificado da palavra constituição?, sabia que é vedado a servidor publico utilizar-se da sua instituição para promover atos de seu interesse, sendo eles privados mas principalmente políticos? Me desculpe mas não se trata de direita ou esquerda cidadão, se trata de lei e ética e respeito. Se a direita pensa como o sr. então aí esta a prova do Brasil ser ainda o que é, e por que temos que combatê-los e jogá-los no passado de nossa história. Deprimente e tacanha sua opinião, perdeu uma oportunidade numa manifestação digna de uma anta.

    Paulo

    14/11/2014 - 10h36

    Pela Letra fria da Lei Delegado de Policia não é atingido pelos institutos da suspeição/impedimento no inquérito (que é ato administrativo).
    As hipóteses de suspeição previstas no Código de Processo Penal são aplicáveis aos juízes (art. 254 do CPP ), peritos, intérpretes e aos serventuários e funcionários da justiça (art. 274 c/c 105 do CPP ), não havendo previsão legal de que possa ser suscitada contra delegados ou policiais civis e militares, mormente quando o artigo 107 do mesmo diploma legal expressamente prevê que “não se poderá opor suspeição às autoridades policiais nos atos do inquérito”.
    Além disso, exposição de opinião não significa contaminação de prova, somente exercício regular de direito constitucional.
    Então dizer que a “investigação está corrompida” porque eles se manifestaram em face de besteiras ditas por alguns candidatos/apaniguados (comparar PT a Jesus foi o fino da bossa!) é a última tábua de salvação dos envolvidos e beneficiados no esquema.
    Os agentes policiais podiam se manifestar à vontade, afinal vivemos em uma democracia, onde prevalece a liberdade de expressão (não a liberdade de dizer só o que o PT e seus aliados querem), aliás podem agora até alegar que, como sabiam das tramóias dos criminosos envolvidos no inquérito, não poderiam deixar de se manifestar contra, sob pena de prevaricação.
    Gente que defende o partido que criou o maior esquema de corrupção da história (o petrolão) e que foi condenado no STF como responsável pelo segundo maior da história “desssxte paisss” (o mensalão) falando em “constituição” é brincadeira!
    Vão estudar um pouco e falar menos bobagens!

    cid elias

    14/11/2014 - 13h19

    Cuma? Ei cabra desinformado, quem tem que dizer menos bobagens é você! Quem criou o ”maior…de corrupção…petrolão” Tais de brincadeira? Tu sabes em qual governo o delator Costa foi promovido a diretor? Se queres debater tenha vergonha e traga dados.

    Julio Silveira

    14/11/2014 - 17h11

    Só mesmo na patria idiotas, onde vc deve viver, e pensa que ela se chama Brasil, poderias tentar passar um engodo cheio de arrazoado juridiques que cai por terra numa unica analise, nem aqui nem em qualquer lugar no mundo subordinado pode tecer criticas ao superior hierarquico, no serviço publico de segurança principalmente. Não use democracia para justificar o desrespeito as normas legais.

Francisco

13/11/2014 - 20h01

Alguma coisa de confiável pode sair desse processo?

Alguma coisa de confiável pode sair da Policia Federal?

Alguma coisa de competente pode sair do Ministro da Justiça?

Responder

enganado

13/11/2014 - 20h01

E aí Beto Richa vai ser o novo Aébrio? Estou careca de escrever que existem dois Partidos que MANDAM/DESMANDAM/PINTAM/BORDAM/… 1) Partido da Polícia FederaX e o Partido do STF (Ayres Brito, Gilmar Mendes, Joaquim Barbosa, Marco Aurélio de Mello, …). Tanto faz como fez, NÃO EXISTE LEI PARA SO DOIS PARTIDOS, a Lei é para mim e os 4P’s=Pobres, Putas, Pretos, PETISTAS (incluir quem votou na DILMA), e pior, os Guardiões da Lei e da Ordem, Bons Costumes, manter todos os parágrafos da Constituição, defendem isto que está aí acima com também não abrem a boca para dizer uma palavra! Mas se fosse a favor do PT, GUANTÂNAMO era pouco. Vou mais além, enquanto a DIREITA não assassinar o LULA não vão estar sossegados. Se não matarem o LULA, vem um golpe de estado-paraguaio, pois estou esperando SENTADO! Tá bom golpe! O pior que os milicos vão nos entregar de bandeja (de 4) para os EUA/iSSrael, seus senhores. Depois do golpe sugiro novos nomes PF para PFBI (não precisa enuncia-la), e a STF para SC-Suprema Corte. Veremos!

Responder

Tô de Olho na oPósição

13/11/2014 - 19h57

Acho que o Brasil tá virando bagunça. Quem poderá nos salvar??? Alguém tem de tomar as rédeas e dar uma direção para sair do caos social que está se tornando, e não podem ser as Forças Armadas.
Onde já se viu PF partidária?

Responder

Euler

13/11/2014 - 19h44

As questões que alguém tem que me (me = eu, a mim, enquanto cidadão brasileiro) responder: 1) como o ministro da Justiça – não o jornal, que podia ou não saber disso – não sabia disso antes?; 2) como o serviço de informação e inteligência da presidência da República não sabia disso antes? 3) como o diretor geral da PF não sabia disso antes?; 4) como a própria coordenação de campanha do PT não sabia disso antes?

Foi preciso que um jornal da direita, anti-petista, trouxesse essa informação que praticamente descrendecia todo o processo de investigação realizado até agora.

O chamado escândalo da Petrobras, que a mídia golpista já batizou de “Petrolão”, tem DNA dos tucanos e dos setores que eles representam. O juiz do processo, do Paraná, suspeitíssimo. Liberou informações para a mídia de forma seletiva, sempre contra o PT; os delegados da PF, tucanos confessos, com digitais e firma reconhecida em cartório virtual e tudo mais; os bandidos confessos, sobretudo o doleiro, já trabalharam para os tucanos. No caso do doleiro, seu advogado foi funcionário comissionado do governo tucano até bem pouco tempo.

E para completar a trama, a TV dos Marinho, que praticamente montou uma novela das 9h, com roteiro direcionado para atingir o PT e Dilma e Lula no telejornal noturno. Poderia até ter dado nome à mini-série que durou os dias do processo eleitoral: “O escânado da Petrobras – eles sabiam!”. A capa da revista, digo, do panfleto Veja foi só o desfecho final, para tentar a última cartada, e servir até mesmo de subsídio para o candidato tucano no último debate. Num jogo sujo combinado que por pouco custou a presidência da República

Se isso não for a trama de um golpe, e não for levado a sério enquanto tal, com as devidas consequências para todos os envolvidos, podemos esperar novos golpes. O próximo está previsto para o Congresso Nacional, com a eleição do pemedebista traíra, com pedido de impeachment e alguns bandos nas ruas pedindo a volta dos militares. Claro que tem dedos da CIA, de grupos empresariais e banqueiros e outros agentes que querem recolonizar o Brasil.

A mídia continua solta; os delegados tucanos, idem; o juiz tucano, idem; e outros mais, que conspiram contra a democracia brasileira e contra o povo brasileiro 24 horas por dia. Enquanto eles puderem agir assim, livre e impunemente, todos nós corremos riscos. Até quando vamos aceitar isso?

Responder

    lúcia

    13/11/2014 - 20h56

    Excelente comentário

Álvares de Souza

13/11/2014 - 19h39

A ABIN existe para que? De Eduardo Cardoso nada, absolutamente nada, a declarar! É inacreditável que um governo fique à mercê de um bando de canalhas infiltrados na PF, pagos pela Nação, e cometendo impunemente crime de lesa pátria.

Responder

Francisco José Palácio

13/11/2014 - 19h32

Só um esclarecimento ao autor do texto. Quem anulou a chamada Operação Satiagraha foi o Superior Tribunal de Justiça – STJ. A procuradoria da república recorreu e o caso está no Supremo Tribunal Federal – STF, cujo relator é o min. Luiz Fux, mais conhecido como “Mato no Peito”. Quanto aos delgados, se o caso for mesmo levado a sério, poderão ter o mesmo destino do bravo e sério delegado Protógenes, embora, estes da Lava Jato, não guardem qualquer semelhança com Queiroz, os quais são “rapazinhos” egressos da classe média conservadora, parciais e que não têm qualquer apreço pela instituição a que pertencem e pela democracia.

Responder

paulo bueno

13/11/2014 - 18h55

servidores publicos federais estão há 8 anos
SEM AUMENTO
este ano a inflação foi quase 7% todas as categorias
negociam aumento de 8 a 10%
servidores federais segundo MIRIAM BECHIOR terão 5%

menos que a INFLAÇÃO

isso está gerando REVOLTA ameaça de GREVE
e espalha o ODIO CONTRA O PT e contra a DILMA
nas redes sociais ………….
.
,
se DILMA não negociar um aumento,, nem que seja parcelado para os servidores FEDERAIS.
vai sofrer muito
vai ser uma oposição forte contra ela
MIDIA -jornais revistas e TV
servidores federais.
e os sindicatos da categoria….inclusive com GRAVE.
e o PSDB…
.
a pressão vai ser muito forte…

DÀ AUMENTO pros SERVIDORES DILMA…acorda predidenta.

Responder

    Almir

    13/11/2014 - 22h16

    E vocês votaram no Aécio, pra receber um pé na bunda definitivo?

    Arthemísia

    14/11/2014 - 10h15

    Pronto, mais corporativismo querendo emparedar a Presidenta reeleita. Vamos parar com as generalizações que favorecem as mentiras. Nem todos os servidores públicos federais estão sem aumento há oito anos. Muitas categorias tiveram aumento e repuseram as perdas. A Polícia Federal mesmo é uma delas, não tem do que reclamar. Esperar interesse público dos servidores é que é difícil; honestidade só se cobra dos outros não é?

    Attila Louzada

    14/11/2014 - 13h28

    Sou servidor público federal, professor universitário. Não estou sem reajuste há oito anos. É verdade que não fui tão bem agraciado quanto o pessoal do legislativo e do judiciário, mas nada é exagero.

    Morvan

    14/11/2014 - 17h16

    Boa tarde.

    paulo bueno (qui, 13/11/2014 – 18:55):

    servidores publicos federais estão há 8 anos
    SEM AUMENTO… a pressão vai ser muito forte…
    DÀ AUMENTO pros SERVIDORES DILMA… acorda predidenta.
    “.

    Sr. Paulo Bueno. Sou funcionário público há 31 (trinta e hum) anos. Durante o Governo de FHC, passei o tempo todo trabalhando, sendo chamado de vagabundo, sem receber aumento, nem nominal, e mesmo sendo da esfera estadual, o que, em tese, não me impediria de receber aumento, independente da esfera federal, a não ser a quebradeira do PIB, etc., mas nem por isso golpeei as instituições. Porque você e seus pares não reivindicam, como é o certo? Eu tenho Sindicato. Acredito que o senhor também o tenha. Eu procurei me inteirar, participar, democraticamente. Porque parece tão difícil agir dentro da Lei?

    Saudações “{♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥} Dilma, Vamos Para Cima. Vamos Fazer Política: Reformas Constituinte Exclusiva e do Judiciário, Já; Lei da Mídia! Democratização da informação urgente!!!“,
    Morvan, Usuário Linux #433640. Seja Legal; seja Livre. Use Linux.

Bacellar

13/11/2014 - 18h40

Mas o Paraná está virando um bunker hein…

Responder

Deixe uma resposta