VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Gilmar volta atrás e Aécio será investigado: Suposta fonte de propina, Bauruense recebeu R$ 826 mi de Furnas

02 de junho de 2016 às 13h12

Captura de Tela 2016-06-02 às 13.12.01

Da Redação

O ministro-relator do STF, Gilmar Mendes, aceitou os argumentos do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e pretende arquivar os inquéritos abertos contra o tucano pela Procuradoria Geral da República.

São dois casos distintos: maquiagem de dados do Banco Rural enviados à CPI dos Correios e o caso de Furnas.

No primeiro, Aécio teria agido para retirar da papelada dados que pudessem incriminá-lo ou a aliados.

No segundo, a suspeita é de corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

O procurador-geral Rodrigo Janot respondeu ao STF em 41 páginas.

A tendência da mídia, obviamente, é de seguir a linha ditada pelo PSDB, segundo a qual as denúncias foram “requentadas”.

É o mesmo movimento que o partido, com ajuda da própria mídia, fez quando surgiu a lista de Furnas: tentar caracterizá-la como fraude, o que posteriormente foi desmentido.

Em Minas, Aécio chegou ao cúmulo de mandar prender o delator que sabe tudo sobre os bastidores da política no estado, Nilton Monteiro. Monteiro não é petista, frequentou o submundo das campanhas tucanas e, por isso, não pode ser descartado como delator. Foi ele quem sempre sustentou que a lista de Furnas correspondia a valores realmente pagos a políticos do PSDB e aliados.

Aécio também mandou prender o jornalista Marco Aurélio Carone, justamente durante a campanha presidencial de 2014. Carone está entre os que denunciaram a existência de uma fundação da família Neves em Liechtenstein quando o caso estava sendo investigado pelo Ministério Público, muito antes de a revista Época confirmar a denúncia.

Em sua resposta a Gilmar Mendes, o procurador Rodrigo Janot afirmou que existem fatos novos que justificam ao menos a investigação de Aécio.

Ele menciona depoimento do doleiro Alberto Yousseff corroborado pelo depoimento do ex-senador Delcídio do Amaral.

Além disso, Janot finalmente desenterra o inquérito sobre Furnas conduzido pela procuradora Andréa Bayão Pereira, em andamento na Justiça estadual do Rio.

Janot relembra o depoimento do delator Roberto Jefferson dado naquela investigação: confirmou que recebeu o valor atribuído a ele na Lista de Furnas.

O procurador-geral menciona o fato de que entre 2000 e 2006 a empresa Bauruense, de Airton Daré, recebeu R$ 826 milhões de Furnas!

A Bauruense é de onde teriam partido os pagamentos de propina a Aécio, segundo o doleiro Yousseff.

O trânsito de dinheiro Furnas/Daré/políticos ganha credibilidade quando se sabe que, na ação policial que acompanhou o inquérito da procuradora Andréa Bayão, foram apreendidos em dinheiro vivo, em Bauru, R$ 1.027.850,00 e U$ 356.050,00 na casa de Airton Daré!

Janot traz de volta trecho importante de depoimento de Dimas Toledo, o diretor de Engenharia de Furnas — tido como organizador da Lista de Furnas — dado naquele mesmo inquérito: que “mantém com o sr. Aécio Cunha (pai de Aécio Neves), conselheiro de Furnas, relação de amizade, já que o avô do declarante já era companheiro de partido do avô de Aécio Cunha”. Afirmou ainda que “sua filha Fabiana [Toledo] é engenheira civil com pós-graduação na área de comercialização de energia, contratada da empresa Bauruense, prestando serviços em Furnas”. Declarou, ainda, que “conhece um dos donos da Bauruense de nome Airton Daré; que este indivíduo já esteve várias vezes no gabinete do declarante, conforme a necessidade de serviço; (…) que Airton Daré era normalmente responsável pela resolução de problemas de maior magnitude, sendo o gerenciamento diário realizado pelo preposto da empresa de nome Ramiro”.

Em resumo, temos aqui os laços de extrema intimidade entre Aécio, Dimas Toledo e a Bauruense, resumidos pelo próprio Dimas.

Janot parece extremamente incomodado pela suspensão de todas as investigações, determinada por Gilmar Mendes.

Bastaria um novo depoimento, por exemplo, para entornar de vez o caldo de Aécio — e é justamente isso o que a defesa quer evitar.

“A suspensão do cumprimento das diligências já autorizadas, destarte, equivale à suspensão do curso das investigações, afetando diretamente os trabalhos do órgão acusador, em incontornável violação ao princípio acusatório consagrado pela Constituição Federal de 1988”, escreveu Rodrigo Janot no texto.

Em outras palavras, Gilmar viola a Constituição que deveria defender!

Tendo em vista o comportamento bovino da mídia quando das decisões iniciais de Gilmar e da importância de Aécio Neves para o andamento do golpe de Michel Temer, é pouco provável que o espernear de Janot tenha alguma consequência prática.

Gilmar Mendes autoriza continuação de inquérito contra o senador Aécio Neves

André Richter – Repórter da Agência Brasil, 02.06.2016

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes determinou hoje (2) a retomada do inquérito que investiga o senador Aécio Neves (PSDB-MG), um dia após parecer no qual a Procuradoria-Geral da República (PGR) manifestou-se a favor do prosseguimento das investigações que apuram supostos crimes cometidos pelo senador em Furnas, empresa subsidiária da Eletrobrás.

Há duas semanas, o ministro Gilmar Mendes, relator da investigação, suspendeu as diligências e devolveu o processo para o procurador-geral Rodrigo Janot Janot. Na ocasião, ao decidir a questão, Mendes entendeu que não há fatos para uma nova investigação contra o senador, sendo que o procurador pediu o arquivamento de um primeiro pedido em março do ano passado.

Na manifestação protocolada ontem (1º), além de indicar que há novas provas para o prosseguimento do inquérito, Janot diz que o ministro não pode se recusar a dar prosseguimento ao inquérito sem a anuência da procuradoria. Entre as provas estão os depoimentos do ex-senador Delcídio do Amaral, nos quais Aécio foi citado como recebedor de “pagamentos ilícitos”, feitos, segundo ele, pelo ex-diretor de Furnas Dimas Toledo.

Em nota, Aécio Neves disse que compreende o papel do Ministério Público em dar prosseguimento às investigações, mas que tem a convicção de que sua inocência será provada.

“Tenho a absoluta convicção de que, ao final, ficará provado mais uma vez a minha inocência, como já aconteceu no passado, o que levou, inclusive, ao arquivamento dessas mesmas acusações”, disse o senador.

Edição: Jorge Wamburg

Leia também:

Pedro Parente: Petrobras abrirá mão de 82 bilhões de barris de petróleo

 

15 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Messias Franca de Macedo

03/06/2016 - 11h01

… E por falar em ratos, caranguejos, Tucanos, DEMoníacos, PMDbostas…

… Mais um anunciado “meritocrata” beneficiado DEMoTucano…

$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$$

Aecím, a Papuda te espera!
Um dia Furnas ia pegar ele (e todo o PSDB)!
publicado 03/06/2016

A casa caiu, playboy !
Excelente reportagem de Henrique Beirangê na Carta Capital desta semana descreve os passos da iminente proscrição de Aecím da vida publica – para se dedicar à privada
(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.conversaafiada.com.br/politica/aecim-a-papuda-te-espera

Responder

    Messias Franca de Macedo

    03/06/2016 - 11h03

    … Perdão aos dignos e honrados ratos, caranguejos, Satanases…

Tiago

03/06/2016 - 08h54

A situação não irá mudar enquanto na haver forte resistência por parte da população. Esses articuladores da corrupção devem ser caçados e hostilizados em praça pública se for necessário. Enquanto o povo simplesmente se omitir as tragédias irão continuar. Guilhotina neles. Seja do PT ou PSDB.

Responder

Tomudjin

02/06/2016 - 23h17

Enxergam, na graça, acreditarem que nossos sonhos um dia padecerão. Mas como, se são eles mesmos quem mais nos alimentam?

Responder

Marcio Ramos

02/06/2016 - 21h20

Greve geral. Ocupar o STF e a GLOBO. Tem que parar tudo.

Responder

Julio Silveira

02/06/2016 - 20h45

Tem alguma coisa estranha nessa comunicação entre o Janot e o Supremo quando se trata de Tucano, não sei se é barreira idiomática. Mas parece que quando se trata de ação contra Tucano ele manda em língua morta, talvez por que para a justiça, tucano corrupto só morto.

Responder

Ricardo CP

02/06/2016 - 19h26

Lembro que o nome do Gilmar Mendes está na lista de Furnas!!!!!! Por que ninguém fala isso??????

Responder

Jair Vieira

02/06/2016 - 19h17

STF perdeu toda a credibilidade. Estes vetustos senhores deveriam abdicar de suas funções… mas isso só seria possível se estivéssemos a tratar de pessoas com hombridade, de valores éticos e morais, o que não é o caso…

Responder

FrancoAtirador

02/06/2016 - 19h13

.
.
Há também o Inquérito nº 4246 no STF,
Contra “A C N” [Aécio Neves da Cunha],
que está com Gilmar Mendes, sob Sigilo:

http://www.stf.jus.br/portal/processo/verProcessoDetalhe.asp?incidente=4975666
.
“O procurador-geral da República também enviou
ao Supremo Tribunal Federal manifestação no Inquérito 4246,
de relatoria do ministro Gilmar Mendes.

A peça também sugere ao ministro que dê prosseguimento
às apurações no caso que tramita em sigilo.”
.
Secretaria de Comunicação Social
Procuradoria-Geral da República
.
http://www.mpf.mp.br/pgr/noticias-pgr/pgr-pede-o-prosseguimento-de-investigacoes-contra-aecio-neves-por-fatos-relacionados-a-furnas
.
.

Responder

Cláudio

02/06/2016 - 19h13

:
: * * * * 19:13 * * * * .:. Ouvindo As Vozes do Bra♥♥S♥♥il e postando: …
.:.
* 1 * 2 * 13 * 4
*************
.:.
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
* * * * * * * * * * * * *
* * * *
Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já pra antonti (anteontem. Eu muito avisei…) ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !
* * * *
* * * * * * * * * * * * *
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Responder

Antonio

02/06/2016 - 17h52

Sou empresario no ramo de locação de maquinas,essa Bauerense esteve aqui em minas na época do Aecio e fez um consorcio com uma empresa colombiana para trabalhar no setor energético..O consorcio acabou meses depois e os empresários que tiveram negócios com eles nunca receberam,O nome do consorcio era COBRACOM…consorsio Brasil Colombia. vale a pena investigar

Responder

Mauricio Rufino

02/06/2016 - 16h27

Gilmar Mendes é tão nefasto quanto HARRY SHIBATA

Responder

José Fernandes

02/06/2016 - 15h03

O único tucano preso até agora,são aqueles que ficam no zoológico, porque até o que foi preso esta semana é ex tucano..alias, amigo do dito cujo que o Gilmar protege,.bela justiça temos nesse País….dái quando se começa a fazer justiça com as próprias mãos ,,ah é que pode tal e coisa coisa e tal.

Responder

FrancoAtirador

02/06/2016 - 13h56

.
.
Jogo de Cena, para justificar a Prisão do Governador de Minas Gerais.
.
.

Responder

    Gersier

    02/06/2016 - 18h38

    Também penso como vc. Como estão perseguindo o Pimentel e sua esposa desde que ele assumiu o Governo em Minas, estão pavimentando o caminho com essa falsa isenção. Sabemos como agem esses cínicos e hipócritas. Aécio e sua turma, incluindo aí o anastasia e o azeredo são da curriola do togado cretino, um tal de gilmar dantas mente muito, aquele que ainda tem o descaramento de perseguir a Dilma.Vivessemos nós num país sério e não em uma republiqueta bananal de quinta, aquela que a Dilma acreditava “ter instituições fortes”, estariam todos atrás das grades.

Deixe uma resposta