VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas

“Dois professores na sala de aula, propaganda enganosa do governo paulista”

30 de abril de 2010 às 21h03

por Conceição Lemes

A rede de ensino pública do Estado de São Paulo tem mais 5 mil escolas, 240 mil professores e 5 milhões de alunos.

Veja este comercial. É de 2009, quando José Serra (PSDB) era governador. O tema dois professores na sala de aula é um dos principais “pontos de venda”.

O assunto é abordado rapidamente também  neste recente anúncio do governo paulista.

Gostaria que o esquema dos dois professores fosse implantado na escola de seus filhos, sobrinhos ou netos? E que fosse disseminado por todo o Brasil?

“Pois a história dos dois professores na sala de aula é mentira ”, denuncia o professor Fábio Moraes. “É para iludir a população dos outros estados, pois os pais, os alunos e os professores de São Paulo já sabem que é um engodo. Eu desafio o ex-governador José Serra a mostrar uma única sala de aula na rede pública estadual onde existam dois professores. Nunca houve isso.”

Fábio Moraes é secretário do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do  Estado  de São Paulo (Apeoesp). Nessa condição, percorre continuamente toda a rede pública. O esquema propagandeado dos dois professores seria para crianças aprendendo a ler e a escrever, ou seja, nas classes do atual segundo ano do primeiro grau (antigo primeiro ano primário).

Fábio explica por que considera a propaganda enganosa:

1º) O que existe em algumas salas é a presença de um professor e de um estagiário, que não é professor formado.

2º) Os estagiários são remanescentes do Projeto Escola da Família, do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), que José Serra reduziu drasticamente. Por esse projeto, as escolas eram abertas nos fins de semana para a comunidade, e os estagiários atuavam como monitores. Serra alocou então parte dos estagiários do Escola da Família no Projeto Dois professores na sala de aula.

3º) Desde 1998, há crescente municipalização do ensino das primeiras séries do primeiro grau, justamente quando as crianças aprendem a ler e a escrever. O governo do Estado foi transferindo pouco a pouco essa responsabilidade para as prefeituras. Assim, hoje são poucas escolas da rede pública estadual que atuam na alfabetização.  A maior parte das classes dos primeiros anos está nas mãos das prefeituras e não do Estado, como a propaganda do governo estadual pode levar muitas pessoas a acreditar.

4º) Além disso, o governo estadual coloca até 40 alunos numa sala. Mesmo que fossem dois professores de verdade em classe, do ponto de vista pedagógico é inadequado. Já está comprovado que o ideal, para a aprendizagem, são salas de 20 alunos. Por que não organizar salas de 20 alunos com um professor  em cada uma?  Pedagogicamente traria mais ganhos aos alunos.

“Não somos contra os estagiários, que são vítimas também desse processo”, salienta  Fábio . “A questão é a propaganda enganosa. É só marketing. Os maiores interessados – alunos, pais, professores e os próprios estagiários – não foram ouvidos, para mostrar aos governantes de plantão o que realmente é necessário para melhorar o sofrível padrão de ensino no Estado de São Paulo.”

O Viomundo consultou a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo sobre os dois professores na sala de aula. A assessoria de imprensa  respondeu por e-mail:

O segundo professor será disponibilizado em classes do 2º ano do Ensino Fundamental (antiga 1ª série no ensino de 8 anos). Temos 97 instituições de ensino superior inscritas, porém até o momento foram firmados apenas 3 convênios, que totalizam 1.235 classes/alunos-pesquisadores. Os demais convênios estão em fase de finalização. Em todo Estado, são cerca de 6 mil classes, sendo em torno de 4 mil na capital e Grande São Paulo e 2 mil no interior.

Solicitamos mais detalhes, inclusive em quantas e quais escolas o projeto está implantado. A assessoria, também por e-mail, respondeu:

Temos cerca de 6 mil classes em todo Estado que contam com o segundo professor previsto no Programa Ler e Escrever. Porém o convênio com instituições de ensino superior dentro do Programa é firmado anualmente. Os convênios para 2010 se encontram em fase de conclusão.

segundo professor são estudantes dos cursos de Pedagogia ou de Letras, como consta no histórico do Projeto Ler e Escrever.

Geralmente são chamados de estagiários. Mas oficialmente são denominados alunos pesquisadores.

Nada contra os estagiários, insistimos. É importante que eles tenham a oportunidade de aprender com os professores já formados. Mas por que o governo paulista não diz que são estagiários ou alunos pesquisadores em vez de apresentá-los como se fossem professores?

A assessoria de imprensa da Secretaria de Educação adota o mesmo discurso . Tal qual o anúncio, usa sistematicamente a expressão dois professores na sala de aula.

Não à toa Fábio Moraes arremata: “É só mais um dos ‘reinos’ do faz de conta do ex-governador José Serra e seus tucanos”.

 

113 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Página 13 » Blog Archive » AS MIL CARAS DE JOSÉ SERRA!

28/10/2010 - 19h08

[…] Colocou dois professores em sala de aula nas escolas de São Paulo. Esta é mais uma propaganda enganosa do candidato (veja aqui). […]

Responder

AS MIL CARAS DE JOSÉ SERRA! | Juventude com Dilma SP

22/10/2010 - 11h51

[…] Colocou dois professores em sala de aula nas escolas de São Paulo. Esta é mais uma propaganda enganosa do candidato (veja aqui). […]

Responder

As mil caras de Serra, reconstruindo uma biografia | Maria Frô

20/10/2010 - 10h43

[…] Colocou dois professores em sala de aula nas escolas de São Paulo. Esta é mais uma propaganda enganosa do candidato (veja aqui). […]

Responder

Da série: Serra mente 4 | Blog do Marcelo Sereno

15/10/2010 - 15h20

[…] texto publicado no Vi o Mundo, o secretário do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), […]

Responder

José Serra, os migrantes e os dois professores na sala-de-aula | Viomundo - O que você não vê na mídia

10/10/2010 - 19h50

[…] demonstrou Conceição Lemes, nesta reportagem, os “dois professores” são um jogo de marketing eleitoral, para inglês […]

Responder

ernesto de la serna

27/09/2010 - 06h27

tem "ATÉ" internet??? RSRSRS…. O Próprio Lula diz que internet é necessidade básica. Esses tucanos têm sindrome de Deus…

Responder

marco nascimento

30/08/2010 - 00h27

Aqui no Rio Grande do Sul a rede pública do estado e dos municípios estão com falta de professores. É uma espécie de greve dissimulada pelos baixos salários. Os professores tiram licença prêmio, licença saúde e usam outros artifícios. Não conseguimos sequer um professor em sala de aula e o Serra quer botar dois. O cara deve estar pirando. Daqui a pouco ele vai prometer dois policiais para cada bandido, dois médicos para cada atendimento, duas casas para cada família. Ainda bem que uma coisa ele não pode prometer, dois Serras para esculhambar com o país.

Responder

Osnildo

29/08/2010 - 08h22

Infelizmente não é só a educação que sofre com os pinoquios a maior empresa de saneamento da América Latina sabesp, está com seus mui competentes funcionários presos em suas sedes,por falta de veículos. verbas foram cortadas para propagandas do psdb, enfiaram uma empreiteira totalmente despreparada para cuidar da saúde dos paulistas…que vergonha pinóquios…

Responder

Serra e Yeda: Dois professores por salas ou duas salas por professor? « Dois pontos: Travessão

26/08/2010 - 23h08

[…] Dois professores na sala de aula, propaganda enganosa do governo paulista […]

Responder

Rede Mercadante » Campanha de Serra elimina Lula rasgando manchete da Folha

25/08/2010 - 19h55

[…] sala-de-aula, que ele promete levar de São Paulo para o Brasil, faltou dizer que, em São Paulo, eles não existem, como denunciou Conceição […]

Responder

Quintela

25/08/2010 - 18h33

É por essas e outras que Serra não parte pra baixaria…seria desmentido em alguns segundos…
Se fosse por Serra e pela politica neoliberal… 1 professor cuidaria de 3 turmas…

Responder

    Vivian

    20/10/2010 - 11h28

    Quando dei aula, na época do governo tucanista direitoso, um professor alfabetizador tinha que cuidar de uma turma com mais de 40 alunos… quem alfabetiza sabe que isso é praticamente o fim do mundo! E como se não bastasse ainda dávamos aula de Eduação Física e Reforço Escolar… Jesus!!!

Campanha de Serra elimina Lula rasgando manchete da Folha | Viomundo - O que você não vê na mídia

25/08/2010 - 15h50

[…] sala-de-aula, que ele promete levar de São Paulo para o Brasil, faltou dizer que, em São Paulo, eles não existem, como denunciou Conceição […]

Responder

João Rossi Parreiras

25/05/2010 - 18h42

O PIG quer ganhar essa eleição no tapa, no grito, no tapetão! Não vamos deixar! Eleição se ganha no voto! É a campanha do Brizola Neto!
http://www.tijolaco.com/?p=15748

Participem!

Responder

Pablo

19/05/2010 - 21h27

Fico chocado com essas coisas. Realmente nunca vi uma escola com os dois professores. Fiquei pensando no comentário do colega @leumasocsalev, que comentou do anos que estava o Covas, mas daí veio o Alckmin, o Serra… e já vao quase 16 anos de governo do PSDB aqui em SP! Só posso dizer que o ensino está cada vez pior, também estudei em escola pública e me lembro que passei dois anos sem professor de química, um ano sem professor de física e o professor de matemática nao vinha sempre… O SARESP é um engodo porque propoe questoes facílimas, essa prova nao "prova" nada!
Tem o tema do espanhol também, que deverá entrar em vigor em agosto. O governo do estado de SP nao fez nada para implementá-lo, o que se ve é a tentativa de terceirizaçao do ensino… Realmente uma vergonha. Como se o aluno nao tivesse direito a um ensino digno, colocam pessoas desqualificadas (entenda-se aqui sem diploma, sem concurso) para dar aulas, sem contar as péssimas condiçoes dos professores (35 a 40 alunos por sala). E quando professor faz greve o jornais além de esconderem as motivaçoes da greve, limitam-se a dizer que as manifestaçoes atrapalham o transito…
Nao todos conhecem a realidade daqui, mesmo muitos cidadaos do estado de SP desconhecem a realidade (principalmente nas periferias, as escolas mais centralizadas tem uma condiçao um pouco melhor).
Espero que a popoluçao consiga ver a realidade e evitar que as mentiras prossigam em âmbito nacional!

Responder

Luiz Augusto Barroso

14/05/2010 - 15h22

Com certeza o Sr. José Serra pensa que nós policiais também somos idiotas, como deve pensar que os professores paulistas são. Primeiro: se o PSDB entendesse de segurança, São Paulo, onde eles (des)governam há 16 anos, seria uma Suíça. Segundo: não lembro de não ter visto policiais federais sem farda nas muitas operações realizadas no governo Lula; no (des)governo FHC, a PF não prendia ninguém; com Lula, a PF pegou até ministro e banqueiro. E em terceiro: Lula não esperou mudança na Constituição, que o Sr. Serra diz ser necessária: entre outras atitutdes, criou a Força Nacional e com o PRONASCI se envolveu de maneira decisiva na luta contra a criminalidade.
Essa semana uma mulher foi assaltada DENTRO de uma delegacia, na cidade de Salto ( ou seria cidade de ASSalto ?) em SP. Mais uma das muitas agruras por que passa o pobre povo paulista, dirigido pelo conluio nefasto de PSDB-PCC-DEM.

Responder

Brasileiro

12/05/2010 - 17h06

Fui Diretor de Serviço de uma escola do Gê Alckmin Pedágio por quase 11 anos e me demiti. A gota d'água veio no dia em que um aluno me perguntou se "beudo" (ou "beldo", também não sei) se escreve com "U" ou com "L". Para quem não entendeu, ele queria dizer "bêbado".

Responder

imaginariamente » Blog Archive » serra e a educação

11/05/2010 - 20h05

[…] Dois professores na sala de aula, propaganda enganosa do governo paulista […]

Responder

Jokha

04/05/2010 - 03h44

Conheço uma escola estadual que as condições são superiores a de particulares. Só de ver o ambiente muitos alunos ficam animados em estudar. Pena que a escola não tem site para mostrar. Considero esta escola um exemplo e não sei se é devido às verbas do estado ou ao bom trabalho do diretor. A coisa não é tão ruim como falam não.

Responder

desinformacaonao

04/05/2010 - 03h27

Neste fim de semana estive visitando meu tio no triângulo bem na divisa do estado. Por lá, ele sintoniza duas vezes a globo. Uma mineira de Uberlândia, e a outra paulista, agora não me lembro o nome da afiliada.

Fiquei assustado com a quantidade de propagandas longas e sucessivas sobre o governo de São Paulo. Fiquei especialmente espantado com as propagandas do Metrô e da Marginal Tietê. Eu já fui em São Paulo algumas vezes, e sei que é IMPOSSÍVEL o que eles mostram naquelas propagandas em dias de semana normais. O volume de pessoas que o Metrô transporta não é de 10 pessoas passando lentamente e sorrindo pelas roletas, muito menos na Tietê com pistas com bastante espaço entre os carros e até pista parcialmente sem carros.

É um engodo monumental, é a Neverland de Serra. Fico pensando até onde estas propagandas são exibidas e o que as pessoas pensam ao assistí-las.

Responder

Amigo do Marf

03/05/2010 - 22h31

Olha só o GOVERNO DE SÃO PAULO TRABALHANDO POR VOCÊ, no parque Villa Lobos:
http://img215.imageshack.us/img215/237/1005021515
olha só: http://img291.imageshack.us/img291/5576/100502151

É verdade tudo isso!!!! Placa para bebedouro, além de cada um custar aproximadamente R$ 7,000….

Responder

Luiz Jornaleiro

03/05/2010 - 22h03

"Mentir, mentir, mentir
Uma vez farsante
Mentir até morrer" (na praia)…

Responder

Antonio Leandro

03/05/2010 - 21h25

Continuando comentário anterior
Há um conlúio dentro do FMI e Banco Mundial para isso – eles querem que a água dos países virem commodities mais caras que o petróleo.
Bom, o que acaba acontecendo é que as populações menos favorecidas ficam sem opção de consumo de água e acabam morrendo de doença por consumir esgoto, pois eles não saneiam os esgotos e cerceiam o acesso à água potável. Aconteceu na Bolívia, na Argentina e pasme, até nos EUA.
Você já pensou um sujeito como o Serra na Presidência da República, depois de vermos o que fez FHC e o próprio Serra no Estado de São Paulo?
O pior é que aqui em São Paulo ele já começou esse processo de privatização das represas – privatização da manutenção da represa com pagamento em metro cúbico de água enviado à Sabesp. Parte dos problemas de enchentes deste ano é por causa disso, ao manter-se a represa em seu nível máximo para se fazer uma boa privatização.

Responder

Antonio Leandro

03/05/2010 - 21h22

Querido Antonio,

PSDB. Nunca mais. Você já ouviu falar na privatização da água? Veja mais essa.
Os Demos-Tucanos são gente perigosa. Eles privatizam tudo o que conseguem. Eles passam as riquezas nacionais e a prestação dos serviços básicos para os amigos nacionais e internacionais, que oneram e saqueiam o povo brasileiro. É o neocolonialismo.
Vi um trabalho no canal Cinemax ontem que me deixou estarrecido e desconcertado. Depois fiz uma pesquisa na Internet e várias reportagens e ONGs confirmam o que vi na tv. Vou resumir para se entender o perigo de termos esses caras governando:
O BANCO MUNDIAL e o FMI emprestam dinheiro para os países pobres, governados por esses corruptos fisiológicos e, em troca do empréstimo, exigem que esses países privatizem suas fontes de água potável – não é bem uma exigência, é uma troca de favores. O Banco Mundial e o FMI indicam as empresas que vão explorar, distribuir e engarrafar a água desses manaciais. São poucas empresas (Suez, Nestle, Coca-Cola; Pepsi-Cola, um empresa francesa).

Responder

yacov

03/05/2010 - 21h01

Se São Paulo é um estado cada vez melhor, então eu não quero nem imaginar como é que eles vão melhorar o BRASIL…

"O BRASIL DE VERDADE não passa na GLOBO – O que passa na GLOBO é um braZil para TOLOS"

Responder

yacov

03/05/2010 - 20h56

Não existem dois professores em nehuma escola do serrágio, os centros de informática que custaram milhões tampouco e muito menos os bônus que o serrócchio disse que já pagou, de 7 a 8 mil, a professores da rede estadual nunca foram pagos a ninguém. Virtual é pouco para qualificar este governo. Ele só existe nas propagandas do PIG. EDUCAÇÃO EM SÃO PAULO ESTA SUCATEADA. Acho que eles querem é privatizar a rede públlica de ensino estadual.

"O BRASIL DE VERDADE não passa na GLOBO – O Que passa na GLOBO é um braZil para TOLOS"

Responder

RICARDO

03/05/2010 - 20h29

ALEM DAS MENTIRAS COM A EDUCACAO, QUE ALIAS SAO ANTIGAS, TEMOS A MENTIRA DA SABESP QUE DIZ EM PROPAGANDA QUE TEM CORREGO LIMPO EM SP QUE TEM ATE PEIXE.
O DESRESPEITO DO GOVERNO PSDB E DESCARADO, TRATA A POPULACAO DE IDIOTA OU COISA PARECIDA.

Responder

Antonio

03/05/2010 - 16h50

Nos que vivemos em estados governados pelo PSDB sabemos o quanto os PSDBISTAS governam.São anti democráticos,governam paras as elites,vivem as custas de propaganda enganosa para a população.Aqui em Minas a situação é a mesma com o trato a educação,.Estamos em greve desde 08/4/10 ,um movimento forte e com grande adesão..A secretaria mandou cortar nosso ponto pensando que voltariamos as escolas.Nossos salários estão tão defasados que mesmo com ponto e salário cortados resolvemos continuar a greve.Eles terão que negociar,pois com o descaso,que nos tratam chegou a um limite de descontetamento e insatisfação geral. PSDB fora. Serra Fora.PSDB nunca mais.

Responder

Liz

03/05/2010 - 19h04

Nas escolas estaduais de Sampa, continuam praticando a lei da mordaça. Uma colega disse que em sua escola os carros
dos professores foram depredados, juntamente com algumas salas de aula. A imprensa foi lá , não sei qual jornal.
A diretoria de ensino proibiu que qualquer funcionário desse informações ou permitissem a entrada de qualquer membro
da imprensa.
Mas não fiquemos chateados. Rezo todos os dias para que o vice do Serra seja o Covas.

Responder

Milton Hayek

03/05/2010 - 15h58

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Responder

beattrice

03/05/2010 - 15h47

Azenha,__enquanto mente desesperadamente, mente e mente, o des-governo de SP faz outras cositas más na área da educação.__A NAMARIA NEWS achou outra pérola do paulo renato.__Com a justificativa de ensinar espanhol no bolso, proposta feita com o intuito de aproximar as gerações futuras da AL espanhola com o MERCOSUL, a secretaria de SP decidiu "ensinar comprando jornais", da Espanha, e assinou o EL PAIS, sem licitação, na proporção de 1 assinatura /10 alunos, gerando gastos estimados entre 700 mil e um milhão de reais.__NAMARIA puxou os fios da meada que envolvem o negócio, o EL PAIS pertence à PRISA, que pertence ao GRUPO SANTILLANA, de cuja fundação paulo renato é conselheiro consultivo, esse e outros indícios no site.__http://namarianews.blogspot.com/

Responder

Carlos

03/05/2010 - 14h28

Dvoraque não sei, mas o Ubaldo foi rebobinar o filme da vida, ficou estarrecido e não voltou – acho que nem vai voltar.

Responder

Wladimir

03/05/2010 - 14h12

Azenha, não são apenas as classes com "dois professores" que é um engodo do Governo Tucano de São Paulo, não! Pergunte nas escolas paulistas, para os alunos, para os pais desses alunos e mesmo para os professores – não para os estágiários – em quais e quantas escolas existem aquelas maravilhosas "salas de informática" que vemos na propaganda Demotucana da televisão?!?!? É o governo "virtual" do Serra que só existe nas propagandas, para ser "vendida" como verdade para as populações de outros Estados! Enganação pura!

Responder

augustodafonseca13

03/05/2010 - 11h59

“Mentir, mentir e mentir”: a principal tática da campanha Serra

As Organizações Serra não querem que o Lula diga que a Dilma é a sua candidata e farão de tudo para que isso não ocorra.

Sem contar que tentarão, o tempo todo, dizer que o Serra é a boa continuidade do Lula e não a Dilma.

Se conseguirem fazer com que o eleitor acredite nisso, o Serra tem chance. Se não… Bye-bye Serra 2010!

Fatos que fundamentam as afirmações acima:

Texto completo em:http://festivaldebesteirasnaimprensa.wordpress.co

*

Responder

Milton Hayek

03/05/2010 - 11h59

http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2010/05/ato-com-apoio-serra-recebe-r-540-mil-em.html

segunda-feira, 3 de maio de 2010
Fiéis receberam R$ 540 mil em verba pública para organizar ato para José Serra. O PSDB vai entrar com representação?

Responder

    Carlos

    03/05/2010 - 18h39

    Não há justificativa para o que a Benê fez, mas quanto ela gastou de recursos da União para participar de encontro evangélico na Argentina?

Milton Hayek

03/05/2010 - 09h18

Por onde andará o Dvoaraque???Será que com a entrada do Goldman no governo de São Paulo mudaram os lacerdinhas???
Diz aí pros seus patrões,Dvoaraque,que nós te odiamos.Quem sabe assim eles voltam a te pagar de novo!!!

Responder

Gerson

03/05/2010 - 02h35

Gostaria de saber como é o programa de educação/atendimento para crianças especiais nas escolas públicas.

Alguém sabe me informar ?

Temos algum programa específico para crianças com necessidades especiais ?

Temos profissionais capacitados para essa demanda, que não é pouca ?

Tô curioso.

Responder

Avelino

03/05/2010 - 01h48

Qual escola tem dois professores?

Responder

Marcos Vinícius

03/05/2010 - 04h34

Trabalho na prefeitura de Embu na grande SP e ali temos algumas situações onde encontramos dois professores em sala de aula Geralmente são três ou quatro aulas por semana onde são desenvolvidos projetos e essas aulas são chamadas de 'integradas'. MAs essa história do governo de SP é pura balela.

Responder

Javert

03/05/2010 - 02h48

"Quem não gosta de política; é mandado por quem gosta"

Responder

Tweets that mention “Dois professores na sala de aula, propaganda enganosa do governo paulista” | Viomundo - O que você não vê na mídia -- Topsy.com

02/05/2010 - 23h31

[…] This post was mentioned on Twitter by Conceição Oliveira, kal Gil, Dr. Rosinha (PT-PR), Sandra, Sandra and others. Sandra said: RT @KALGB: Vc q nao e de SP, fique atento: “Dois professores na sala de aula, propaganda enganosa do governo paulista” http://bit.ly/ajfcEK […]

Responder

Gerson

03/05/2010 - 01h59

2 professores pelo salário de 1/4

Responder

Avelino

03/05/2010 - 01h47

Caro Azenha
Estou sendo censurado direto na Folha, apagam comentário, demoram para liberar. Criticar o Serra não pode, baixaria contra o Lula pode.
Este é o país democrático que eles dizem defender.
Saudações

Responder

@leumasocsalev

02/05/2010 - 19h56

A França pode ter presidente vitalício. Um presidente pode se reeleger indefinidamente. Não foi lá que nasceu a "liberdade"?

Eu acho incrível como os tucanos são todos graduados em Relações Internacionais! Todos eles acham que entendem muito de política externa, de diplomacia e de comércio exterior. Deve ser o costume de se projetar imaginariamente e ter "o olhar" dos EUA.

Semana passada o Thomas Dwyer, professor neozelandês da Unicamp, ao voltar de um congresso na China falou dos BRICs. Na frente de vários derrotistas como você ele falou que nunca se acreditou tanto no Brasil (lá fora) e que a perspectiva é do país seguir nesse caminho, SE for mantida a continuidade.

Pra citar outros nomes que parafrasearam coisas semelhantes: Michael McDonald Hall e Walter Belik.

Mas acho que o Reginaldo, assim como outros tucanos "gabaritados" por aí, tem mais autoridade pra falar do que eles, não? Hahahaha

Responder

Gerson Carneiro

02/05/2010 - 19h19

Pera falar a verdade, nem são estagiários, são estudantes de pedagogia. Sem quer desmerecê-los, pois são vítimas também. Estão nas salas para aprender, e não para ensinar.

Responder

Paulo Cavalca nti

02/05/2010 - 15h58

Prezado Reginaldo Gadelha,

O Sr. é um "desinformado" – que por conta da democracia em que vivemos, "ganhou o direito" de falar asneiras onde quizer, pois muitas pessoas morreram e foram torturadas para que "de graça" fosse garantido o seu direito.

Os tucanos, estão há 16 anos no poder em SP – e vocês "os canalhas" – só exigem "alternancia de poder" no governo federal.

Quanto à Venezuela, seu analfabetismo político é de tal ordem que sequer sabe que Hugo Chavez, foi eleito democraticamente pelo voto popular, em 1999 – e em 11 anos de governo, entre eleições e plebicitos, ele promoveu (só 13) – sendo derrotado apenas em um deles. Portanto, promoveu (mais de uma eleição) – por ano. Me explica, onde está a ditadura!!!

Se o Sr. disser, que em Cuba há um ditadura, eu concordo, pois há 50 anos não há eleições na ilha.

Procure ler um pouco, antes de postar asneira, pois sequer sabe o que é comunismo, ou socialismo.

Responder

    Giovanni Gouveia

    03/05/2010 - 17h16

    Embora eu nunca tenha sido muito fã do castrismo, as eleições em Cuba têm o mesmo formato das dos isteites, elege-se o colégio eleitoral. É equivocado afirmar que não há eleições por lá.

Reginaldo Gadelha

02/05/2010 - 14h22

Podem chorar a vontade, mas a candidata "boneco de ventríloquo" já era, aliás, nunca foi.

Chorem comunistas, socialistas, marxistas, e outras porcarias.

O Brasil não será satélite de paisicos de merda nem terá Presidente vitalício. (tipo Cuba e Venezuela)

Chorem

Responder

    Luís C. P. Prudente

    03/05/2010 - 02h02

    Seo Gadelha, o senhor está babando no teclado de tanta raiva! Tome cuidado antes que você destrua o teclado de tanta raiva de um governo que deu certo e que vai continuar com a Dilma.

    Limpe o teclado!

    kalango Bakunin

    03/05/2010 - 08h10

    tucano oligofrênico bruto desse jeito é coisa rara
    porisso que a espécie está em extinção

    tente um circo…

    Carlos

    03/05/2010 - 12h02

    "Argumentos" gerados no fígado, né Gadelha?

    Leider_Lincoln

    04/05/2010 - 02h19

    Eu acho isso de "arjumentos"…

    @menjol

    03/05/2010 - 14h07

    E o seu sonho é que o Brasil volte a ser um satélite dos EUA? Igualzinho o Zé Alagão, cujo ideal de Brasil é o México. E você ainda acha que os outros é que são porcaria…?

    Jewel

    03/05/2010 - 12h17

    É incrível a sua habilidade para a argumentação, Gadelha. Estou impressionada e convencida de que vc, com suas ideias claras, coerentes e tão bem defendidas é que tem razão.
    Agora vou comprar uma doze e matar um vermelho por aí.

    Vade retro!

Gerson Carneiro

02/05/2010 - 14h55

De fato, ficaria muito interessante o documentário.

Na abertura a assinatura do líder mundial Luiz Inácio Lula da Silva.
No fechamento, a assinatura do mentor e anônimo, Antonio Carlos Silva.

Olha que interessante! Grande idéia. Só essa coincidência já é um excelente prenúncio.
(eu quero estar nessa, hein).

Responder

Alexandre

02/05/2010 - 14h52

Sem muitos comentários Azenha! Quando estagiário for sinônimo de professor a gente pega todos os dicionários de Língua Portuguesa e queima, um por um!

Responder

Werner Piana

02/05/2010 - 14h45

pois é… eu já havia visto este comercial (repetido a quase todos os intervalos junto com os da Dersa e Sabesp) nas tvs paulistas pelo satélite e ficava inconformado de ninguém denunciar está óbvia mentira. Porque, se realmente tinha 2 professores em sala de aula, o ensino público paulista é tão ruim? Agora tá explicado pelo professor Fábio.

Antes tarde do que nunca. Mais uma propaganda enganosa do Gente Que Mente demo-tucano. Mas eles podem… e NADA acontece. Punições só para Lula/Dilma/PT. O resto se diverte, acima da lei… dá náuseas.

Responder

“Dois professores na sala de aula, propaganda enganosa do governo paulista” | Vírus Planetário

02/05/2010 - 10h55

[…] Conceição Lemes, do VioMundo Gostou? Compartilhe esse […]

Responder

Antonio Carlos Silva

02/05/2010 - 13h23

Uma pergunta aos amigos do blog que atuam em cinema ou jornalismo, e que queiram ganhar um bom dim dim :

Por que não produzem um documentário explicitando toda escrotidão reacionária das corporações midiáticas que atuam no Brasil ? .
Já imaginaram um documentário de 2 horas relatanto todos os factóides, conspirações, assassinatos de reputações e até conluio com criminosos perpetrados por esta imprensa ordinária nos últimos 7 anos ?.
Colheria-se depoimentos de várias vítimas destas corporações ( Humberto Costa, Genoino, Nassif, Erundina etcc..) .
Aliás, já imaginaram, um depoimento do líder mundial Luíz Inácio logo na abertura deste documentário ? .

Responder

    Carlos

    03/05/2010 - 12h08

    .
    “Se o povo soubesse como são feitas as leis e as salsichas" e o ´JORNALISMO´ no Brasil….
    .

    Cecéu

    03/05/2010 - 22h05

    A turma do cinema está dormindo no ponto. Enquanto isso, o Jabor vai berrando.

jura

02/05/2010 - 01h02

Vocês não entenderam. 50% por cento dos professores do ensino público estadual de São Paulo não são professores do Estado. Por isso, dois professores por sala significa que haverá apenas um. Até parece que vocês estudaram em escola pública e não aprenderam matemática…

Responder

José Pelegrino

02/05/2010 - 01h34

Em setembro de 2008 fiz o cadastro de minha enteada na rede municipal conforme orientações na rede de ensino. Em início de março já o ano letivo iniciado e aguardando uma posição sobre a situação do cadastro da minha enteada procurei pela terceira vez a Diretoria Regional de Ensino, a resposta era que estavam aguardando uma posição das escolas da região. Orientado por uma mãe de aluno que também se encontrava nesta situação procurei a área responsável por casos de pais que não conseguem vagas para seus filho, no Ministério Público de São Paulo,no Fórum João Mendes. De lá liguei para a escola, pois estava com a pulga atrás da orelha, e descobri que o que havia sido dito na Diretoria Regional de Ensino era mentira, que as escolas não enviam nada para autorizar a matrícula do aluno. No Ministério Público Fui informado que para conseguir a vaga na rede municipal seria necessário entrar com um processo e que este levaria de 6 a 8 meses, ou seja, ela perderia o ano letivo. Eles então entrariam com um pedido na rede estadual, a qual levaria até 5 dias, o que não aconteceu. Então fui de porta e porta da escolas da região para conseguir uma vaga, a qual fo conseguida por sorte pois a Vice-Diretora aceitou nossas súplicas e hoje minha enteada estuda a mais de 2Km de casa, sendo necessário pegar ônibus para estudar. Algumas semanas depois ligaram do Ministério Público para saber se ela já estava estudando, informamos então que ela já estava estudando mas não por méritos do Ministério Público, e se seria possivel conseguir uma vaga mais próxima, o que acabou não se concretizando.

Responder

José Pelegrino

02/05/2010 - 01h17

Finalmente alguma coisa sobre esta campanha de enganação política, quem assiste e não conhece a realidade da educação vai querer se mudar para São Paulo só para ter direito aos tais 2 professores por sala. Quem já tentou conseguir uma vaga em uma escola pública em São Paulo sabe que a situação é péssima, não só a qualidade mas também a falta de vagas. Ensino, mais desculpas,

Responder

ricardo silveira

01/05/2010 - 21h48

Se não fosse a mídia para espalhar as mentiras do Serra seria muito difícil ele se eleger para qualquer cargo. E também acho difícil acreditar que essa mídia que faz campanha direta para o Serra, faça isso de graça.

Responder

Ana Maria

01/05/2010 - 21h08

A internet já demonstrou que Serra já fez o PSDB cair a ficha e sacar que este imenso Brasil não é este curral tucano particular chamado SP. E a Dilma tem mais um trunfo: mostrar o quanto foi desastro Serra em SP em todas as áreas, da saúde à educação passando pela segurança pública. Falta aos tucanos-demos obras realizadas, idéias, projetos e falta de capacidade para debater. Eles querem substituir o processo eleitoral pela baixaria, isso funcionou em SP contra a Marta mas não funcionará contra Dilma. Eles podem tirar o cavalinho da chuva que desta vez não tem para a bandidagem.

Responder

Glecio_Tavares

01/05/2010 - 20h26

Socorro, roubaram a manchete da foia.

cade a noticia que estava aqui? O rato comeu!
http://www.tijolaco.com/?p=13759

DENUNCIA GRAVE DE MANIPULAÇÃO.

Ah voces ja sabiam.

Mas tem um monte de gente que não sb por favor Azenha divulgue em um post ai.
Este site tem muito mais visualizações que outros da esquerda e isso não pode ficar assim.

Direto do Tijolaço para o lado esquerdo do MUNDO.

Responder

Leider_Lincoln

01/05/2010 - 20h20

Cadê os Graeff Boys? Só batem ponto para negativar os comentários e vão embora, caladinhos? Aonde está o dvorak? Será que depois que a própria Norma Bengel deu a resposta que ele tanto queria ele simplesmente sumiu e não pode nos responder por que o Serra, deliberamente, tenta mentir e enganar? Não vai rir não, dvorak?

Responder

    Gerson Carneiro

    02/05/2010 - 14h13

    Tô sentindo falta do Ubaldo também. Aliás, eu sempre desconfiei que o Ubaldo tivesse uma caidinha pelo PT (ele revelou isso em alguns momentos), em alguns momentos ele deixou escapar um lado petista enrustido. Estou achando que ele assumiu esse lado, mudou de nome, e deve estar entre nós, comentando agora na mesma linha de pensamento que nós. Talvez pelo número do IP o pessoal do blog nos dê uma pista de quem é o ex-Ubaldo.

    Glecio_Tavares

    03/05/2010 - 11h16

    Amigos, deixem os caras assumirem as proprias identidades e mudarem seus votos tranquilos. A vida é evolução.

João

01/05/2010 - 17h20

SImples de resolver! Fale para o Geraldinho Opus Dei, Serra e o Aloísio (aquele que tem uma mulher que não gosta do bolsa-família) contatarem os "amigos da escola"..

Sairá mais barato. Imagine o Seu Tonho, aposentado, que resolveu fazer voluntariado, na sala-de-aula. O problema é que seu Tonho não tem formação (nem curso superior tem), Mas isto é detalhe! O que vale mesmo é ter dois "Professores" em sala.

Responder

augustodafonseca13

01/05/2010 - 20h05

Se na Educação é assim, veja como está a área de segurança pública:
***
Desgoverno Serra: número de homicídios cresce 23% em um ano na cidade de São Paulo

O factóide “Ministério da Segurança” foi lançado porque o Serra não tem como explicar porque a excelente gestão tucana, que impera há 15 anos em São Paulo, tem baixa eficácia na área de segurança pública. (clique aqui para ler nossos posts a respeito).

Como mostramos em post anterior “Serra: o desastre da segurança pública em números” (clique aqui), o DesGoverno Serra aplicou pouco em Segurança, mas diz que aplicará muito se for presidente.

Veja o gráfico que mostra o percentual do orçamento em Segurança em relação à Receita Total do Governo de São Paulo.

Esse percentual teve uma queda significativa entre 2002 e 2006, estabilizando nesse patamar de queda durante a gestão Serra.

Texto completo em:http://festivaldebesteirasnaimprensa.wordpress.co

*

Responder

Paulo

01/05/2010 - 19h49

Serra sempre foi um mentiroso contumaz

Responder

Gerson Carneiro

01/05/2010 - 19h17

A “J”estão tucana no Estado de São Paulo sempre foi marcada por essas papagaiadas (ops! quer dizer: tucanaiadas) em relação à Educação.

Na “J”estão do Geraldo Alckmin, dona Lu, sua esposa, como presidente do Fundo Social do Estado de São Paulo, chegou a doar forno para as escolas, com o argumento de que era para “as mães dos alunos aprenderem a fazer pão”, no tal projeto Padaria Artesanal.

Ai ai… depois foi só pão pão (sem beijo beijo) e tchau tchau!

Conclusão: Geraldin deu o circo, mas faltava o pão. Dona Lú providenciou. ("Oh Lú provide the bread! Is this love, is this love, is this love, Is this love that I'm feeling?" – Bob Marley)

Responder

Gerson Carneiro

01/05/2010 - 18h57

Que horror!
Ainda bem que a Bahia me deu régua e compasso.
Mas em solidariedade: aquele abraço.

Responder

Pedro

01/05/2010 - 18h37

Esse Serragio e todo o pessoal do PSDB aqui em SP somente se sustenta com o apoio total da midia, ate mesmo aqui em minha cidade do int de sp a imprensa sustenta o prefeito do PSDB. Qto ao Serra, e seus antecessores sempre foram mto mal ao governar SP, mas o Serragio simplesmente superou as expectativas, foi o pior de todos. Nao fosse essa midia comprada, pelo q da a entender né, ele estaria sumido. Penso q o povo brasileiro esteja atento no q é real e no virtual, pois os serviços publicos prestados pelo PSDB sao pessimos. Nao condiz com sua propagando na TV que alias, ja encheu o saco !! Ex: Dois professores na sala de aula???? sequer tem sala de aula!!

Responder

josé gilvar gonzaga

01/05/2010 - 17h23

Esse pessoal do demotucano e o PPS do Roberto Freira e do senhor ITAMAR FRANCO, alias este quando governador de minas o FHC e o SERRA quase que acabou com o estado. Quem é que não lembra, das brigas do Sr ITAMAR com esse pessoal? Pra hoje ele estar ao lado desse povo? São todos um bando de mentirosos e sem programa de governo para a Nação. O remédio é DILMA neles.

Responder

Gerson Carneiro

01/05/2010 - 17h02

A “J”estão tucana no Estado de São Paulo sempre foi marcada por essas papagaiadas (ops! quer dizer: tucanaiadas) em relação à Educação.

Na “J”estão do Geraldo Alckmin, dona Lu, sua esposa, como presidente do Fundo Social do Estado de São Paulo, chegou a doar forno para as escolas, com o argumento de que era para “as mães dos alunos aprenderem a fazer pão”, no tal projeto Padaria Artesanal.

Ai ai… depois foi só pão pão (sem beijo beijo) e tchau tchau!

Responder

@leumasocsalev

01/05/2010 - 16h53

Eu dei um azar desgraçado: estudei 8 anos na escola pública do Mário Covas. Comecei a 1º série em 1994 e terminei a 8ª em 2001. Assim que terminei os 4 anos do ensino fundamental a escola Albertina Marques de Itatiba foi municipalizada, aí caí noutra escola, construída em 3 meses, pré-montada, com paredes finas, estadual, de 5ª a 8ª série. O nome era Maria do Carma Parisotto Mosca. Assim que passei num colégio técnico, em 2001, o Covas morreu. Que azar!!!

Só um retrospecto pra contar minha experiência pessoal com os tais "dois professores" em sala de aula. Me lembro bem que da 1ª à 3ª série, em períodos irregulares (um mês ou outro do ano) a direção dizia que teríamos um "professor-assistente" em sala. Que nada! O estagiário sentava lá no fundo, observava o que via, fazia anotações, mas não estava orientado pela universidade a prestar assistência ao aluno. Numa sala de 35 a 40 alunos sempre recorríamos ao professor "oficial" ou ao aluno do lado.

Ao atingirmos a 4ª série, a situação era uma calamidade. Uma boa parte dos alunos tinha dificuldades sérias de leitura e apreensão de texto. E isso era o de menos, o grande problema, a meu ver, era na base matemática: alunos com déficit de aprendizado em contas básicas de multiplicação e divisão.

A coisa não melhorou no "ginásio". O governo do estado de SP passava uma prova para avaliar o rendimento dos alunos, que era basicamente um provão (acho que o nome era SARESP) de português com 30 questões. Em 2000 acertei 29 das 30 questões e fui chamado à direção, para receber elogios e tapar com a peneira os problemas graves pelos quais a escola passava. Ninguém se referia à média, só se aplaudia quem tinha ido bem, quem tinha ido mal, fazer o quê? Era visto como alguém que prejudicava a "reputação" da escola.

Na 6ª série, em 1999, passei mais da metade do ano sem professor de geografia. Era a versão tucana do Fome Zero: Professor Zero! Hahaha! E tantas outras irregularidades que daria pra escrever uma dissertação de 300 páginas.

De todos os alunos que conheci naqueles 8 anos na "escola do Covas", apenas eu passei na universidade pública. Se tenho orgulho disso? Morro de vergonha. Lamento pelos meus amigos que só esperavam fazer 16 anos ansiosamente pra conseguir um subemprego ou entrar numa multinacional de Itatiba e conseguir bolsa na Universidade São Francisco com os patrões. Não fosse pelo PROUNI, tão criticado, mais de 90% daquela molecada não chegaria ao ensino superior. A excessão só confirma a regra. De centenas de alunos apenas 1 passar no vestibular da Unicamp é um retrato triste do que essa gente fez com a educação do Estado de São Paulo.

Azenha, só um adendo: que você continue com afinco combatendo o PIG e a ameaça tucana. Gosto de acompanhar a campanha pró-Dilma aqui no site, que começou nos primeiros meses de 2009 ou fins de 2008. Política tem que ser feita no dia a dia, a luta não tem fim. Um abraço.

Responder

    ngela minutti

    02/05/2010 - 03h47

    samuel,
    sou frequentadora assídua desse blog, qual não foi asurpresa em te encontrar por aqui. adorei seu recado e gostaria de acreditar que até tive uma pontinha de contribuição nisso tudo que você falou (desculpe a pretensão) .Um beijâo
    Angela Minuti

    @leumasocsalev

    02/05/2010 - 20h03

    Angela, que surpresa! Com certeza teve uma contribuição me incentivando a escrever e a pensar criticamente no ensino médio. Depois de começar a graduação em jornalismo desisti do curso depois de 1 ano e agora faço Sociologia na Unicamp, além de ser servidor público na mesma universidade.

    Um grande abraço!

Zezinho Boca de Urna

01/05/2010 - 16h17

Azenha,
por que o Zé Inacabado não contrata dois Secretários de Edcucação, dois Diretores de Ensino por região, duas bibliotecarias para organizar os milionáios livros e revistas que as editoras fornecem ao Governo dos Tucanos. Serra, Aécio e Yeda querem denegrir a imagem do professor público para depois privatizar o ensino. Aliás, os professores da rede estadual de Minas Gerais também decidiram, em assembleia (29/04/2010), continuarem em greve. Me parece que o Aécio não anda tratando bem os professores por lá.

Responder

Guilherme Milani, SP

01/05/2010 - 16h16

O Reino do Faz de Conta do Tucanato existe também na presidência do Tribunal de Justiça de SP. A presidência finge que não existe legislação que prevê o reajuste salarial na data-base (a contraproposta ao pedido do sindicato foi aumento do limite do cheque especial, que piada), o governo finge que a chave do cofre não está com ele e os serventuários se fingem de mortos, com uma paralisação mal organizada e meia-boca. Se bem que fingir-se de morto, com o salário pago pelo governo do Estado, está bem próximo de deixar a ficção pra se tornar uma verdade absoluta e aterradora. Isso é PSDB, isso é José Serra. Abram os olhos! Abraços!

Responder

Luís C. P. Prudente

01/05/2010 - 15h41

O governo de José Serra e do seu vice, Goldman é um governo das propagandas enganosas, é um governo que tenta tapar a luz do sol com uma peneira, dizendo que os servidores públicos do Estado recebem bem e estão contentes com este péssimo governo.

A mentira, a truculência, a falta de diálogo, o falso diálogo de convivência democrática e a diminuição da importância de São Paulo são as obras que José Serra deixa para a posterioridade.

José Serra depois de outubro será uma figura do passado, tal qual o finado FHC o é.

Responder

franklin

01/05/2010 - 15h38

Essa história não é aquela, que num debate na tv, o Quercia disse pro Serra: VOÇÊ QUER DOIS PROFESSORES, UM PRA ENSINAR LER E OUTRO PRA ENSINAR ESCREVER?

Responder

Ana maria

01/05/2010 - 15h32

isto interessa a vc, e para quem mora na cidade e estado de SP..é sobre a disparada da criminalidade aí no terreiro de vcs, comandado há 20 anos por tucanos-demos. Saiu no portal do insuspeito UOL. Pois é, aí o Serra vem a público dizer que se preocupa com a segurança..então tá http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult9

Responder

Israel Almeida

01/05/2010 - 15h23

É verdade essa mentira, as escolas estão sempre sendo usadas para mostrar um governo que pensa em um futuro para a sua população, um governador que mente na escola, mente na saúde, mente na segurança, vai chegar na presidência e vai fazer o que?

Responder

Gerson Carneiro

01/05/2010 - 15h18

Mais ramificações desse engodo, dentre tantos faz de conta, do ex-governador José Serra:

O estagiário (o "2º professor") ganha uma bolsa equivalente à metade do que o professor titular (o de verdade, o concursado) ganha. Não importanto nem mesmo o tempo de serviços prestado do professor de verdade.

Responder

Marcelo

01/05/2010 - 15h14

Eu gostaria de ver nessas reportagens que mostram as mazelas as psdb os tão assíduos críticos ao governo Lula e a candidatura da Dilma. é impressionante como eles enfiam a viola n saco.

Responder

carlos quintela

01/05/2010 - 15h04

Esta é digna do site gente que mente.

Responder

Gerson Carneiro

01/05/2010 - 14h52

“Pois a história dos dois professores na sala de aula é mentira ”, denuncia o professor Fábio Moraes.

Por que esse fato não consta do rol de "mentiras" do gentequemente?

Concedo a palavra à "banca" de advogados do PSDB. Dez minutos para "razões" finais, pode começar.

Responder

Marcelo Lincoln

01/05/2010 - 14h33

Essa não entra no gente que mente????? Estranho né

Responder

Messias Macedo

01/05/2010 - 14h26

Governo de SP vai indenizar família de motoboy
30/04/2010 – 19h54

O governador de São Paulo, Alberto Goldman (PSDB), autorizou no início da noite desta sexta-feira o pagamento de indenização à família do motoboy Eduardo Luís Pinheiro dos Santos, 30, morto no último dia 10 após ser torturado. O valor será discutido por um grupo de trabalho. Policiais militares são suspeitos pelo crime.
FONTE: folha online

COMENTÁRIO: mais um legado do José (S)Erra…

Messias Franca de Macedo
Feira de Santana, Bahia, República de Nós Bananas

Responder

Luciana

01/05/2010 - 14h19

A propaganda deve ser o aumento de homicídos na cidade, grupos de extermínio e tortura de policiais a cidadãos pobres.

Responder

pedro Miranda

01/05/2010 - 14h19

É só o sindicato dos professores entrarem na justiça do trabalho requerendo desvio de função: se são estagiarios executando funções de professores tem o direito de receber o mesmo salário. Embora seja uma m…!

Responder

    beattrice

    02/05/2010 - 00h01

    As duas entidades representativas dos professores em SP, CPP e APEOESP, entram diuturnamente com representações contra o Zé Trolloló Biruta & agregados, o problema é que na justiça paulista os processos contra o estado andam com uma velocidade próxima à de uma lesma.
    E quando finalmente perdem, eles jogam a dívida nos precatórios que nunca são pagos, os alimentares, porque os precatórios das empreiteiras eles pagam.

O Brasileiro

01/05/2010 - 14h11

Isso é mais uma consequência da impunidade!
Se fosse num país sério, depois dessa propaganda mentirosa, o Serra seria processado!
Aliás, se fosse num país sério, depois de ter enganado a população dizendo que não abandonaria a prefeitura de SP, o Serra seria defenestrado da política!
O Serra promete na sua campanha à presidência, coisas que ele nunca fez nem quando foi ministro do planejamento, nem quando foi prefeito, e nem quando foi governandor! Será que ele só aprendeu a governar depois que abandonou o governo de SP???

Responder

Conceição Oliveira

01/05/2010 - 13h39

Conceição e há outra peça publicitária que transforma em qualidade os piores defeitos desta administração tucana na Secretaria de Educação estadual. As apostilas com erros gramaticais, preconceitos e erros conceituais como a famosa que trazia o mapa da América Latina com 2 Paraguais são vendidas como "material didático de qualidade" (sic); a autonomia retirada do professor em gerenciar o currículo e conteúdo programático de acordo com o desenvolvimento de suas turmas são vendidas como um "sucesso educacional" "todo mundo aprende igual". Condições adequadas para ensino-aprendizagem é algo raro nas escolas estaduais.

Qualquer análise séria feita por educadores especialistas mostra que São Paulo nos últimos quinze anos vem despencando em termos de qualidade de educação.

Esta como outras propagandas do governo Serra só existe no Estado Virtual criado pelos marqueteiros da campanha tucana.

O controle é tão absurdo que até nos detalhes percebemos como as escolas e seus agentes não têm mais nenhum poder de gerenciamento. Por exemplo, havia pequenos recursos que poderiam ser administrados pelo/a diretor/a: se faltar papel ou algum produto de limpeza, o/a diretor/a poderia mandar comprar nas lojas de bairro. Neste sentido, escolas periféricas poderiam estimular o comércio local. Hoje, isso não mais acontece, as compras foram todas monopolizadas nas mãos de grandes empresas que praticam seus preços e se faltar algum material os diretores têm de aguardar. Isso me relatou uma diretora de uma escola estadual que acompanho há algum tempo na periferia da Grande São Paulo.

Os professores do Estado estão abandonados, controlados, sem autonomia, sem recursos, com salas lotadas e se algum ensino ainda é praticado é porque resistem, não há melhor resistência a um governo insensível e truculento como este que permanecer em sala de aula e não abandonar crianças e adolescentes cujo encontro social ou exclusão dependem da formação escolar recebida.

Responder

Antonio Lyra Filho

01/05/2010 - 10h22

Deverá sair no GENTE QUE MENTE.

Responder

    Marat

    02/05/2010 - 14h31

    Rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs – SENSACIONAL!!!!!!!

Marat

01/05/2010 - 13h08

Aliás, se algum desavisado lê o Diário Ofical do Estado, imagina que SP está maravilhosamente bem. Tudo ali dá a impressão de perfeição…

Responder

Maria Dirce

01/05/2010 - 12h36

Azenha eu sou professora e digo que mal tem um professor, existe uma falta de professores nas escolas que muitas vezes as salas de aula estão vazias e os alunos nos pátios esperando professores,Eu sou professora de geografia e lecionei química pela falta de professores,peguei trauma da tabela periódica!!!!!!!!!!!

Responder

    beattrice

    02/05/2010 - 00h03

    Azenha
    a situação é tão crítica que havia uma notícia no início do ano que as escolas só aceitavam matrícula de alunos especiais, obrigatória para inclusão destes, se um dos pais ou responsáveis ficasse na escola acompanhando a criança.

Carlos.

01/05/2010 - 12h20

Eu tenho a solução para o pobrema: derrubem a parede que divide cada duas salas, assim cada sala ficará com dois professores…

Responder

gilberto silva

01/05/2010 - 12h04

AZENHA , seria interessante um dos seus leitores assiduos com experiência em criação de sites , criar um blog com o seguinte endereço : tucanopinoquio.quelquer coisa…..ou…pinoquiotucano.qualquer coisa…tem que associar o serra ao pinoquio…alguem ai se habilita a fazer o desenho..? ficaria hilario.

Abraços
beto guru … opinador…sem sempre com a razão, mas smepre com boa intençaõ

Responder

    yacov

    03/05/2010 - 20h59

    Sugestão: Que tal "TUCANOQUIOTECA.com.br"??? E o melhor seria que poderíamos divulgar suas mentiras sem mentir, que é o que fazem naquele sitezinho rastaquera da TUCANALHA OPS… foi maus).

    "O BRASIL DE VERDADE não passa na GLOBO – O que passa na GLOBO é um braZil para TOLOS"

Pedro Luiz Paredes

01/05/2010 - 11h52

Mau paga mau um, quem dera dois.

Responder

Leider_Lincoln

01/05/2010 - 11h28

Nossa, o José Chirico Serra (PSDB-SP, ex miministro do Planejamento e da Saúde de Fernando Henrique Cardoso, também PSDB/SP) mentindo? Ohhh! Mas tirando o fato de que o ex-miministro da Saúde atribuiu como seu programas de outrem e que esconde ser um dos gurus das privatizações, e de ter arrumado um jeito de se auto-atribuir um prêmio "da ONU" ele quase nunca mente muito…

Responder

Luiz

01/05/2010 - 11h18

Se a propaganda é para outros estados, mesmo assim complica para o psdb que necessita ter diferença de milhões do votos em são paulo sobre a dilma, para compensar onde serra é fraco.

Responder

gedson

01/05/2010 - 10h42

sacanagem!!
A MENTIRA NÃO VALE MAIS.

Responder

José Roberto-SP

01/05/2010 - 04h57

Serra, mais um tiro no pé. Não é a toa que o PSDB é o próprio gentequemente. Haja mentira!

Responder

Deixe uma resposta