VIOMUNDO

Delator do mensalão tucano e jornalista foram soltos em Belo Horizonte

04 de novembro de 2014 às 19h21

carone-001Nilton Monteiro-001

O jornalista Marco Aurélio Carone e Nílton Monteiro

por Conceição Lemes

Por volta das 11h desta terça-feira 4, foram postos em liberdade, em Belo Horizonte (MG), Nilton Monteiro e o jornalista Marco Aurélio Carone.

Segundo a versão oficial, os dois foram acusados de formar quadrilha para disseminar documentos falsos, inclusive por meio de um endereço na internet, com o objetivo de extorquir acusados.

Mas há outra explicação, que remete a um fato político: Nílton Monteiro e Marco Aurélio Carone se tornaram uma pedra no sapato dos tucanos em geral e do senador Aécio Neves em particular, que, à época da prisão dos dois, pretendia ser candidato à Presidência da República.

Carone mantinha o site Novo Jornal, onde publicava denúncias contra os tucanos mineiros, especialmente Aécio Neves, que governou Minas de 2003 a 2010.

A sua prisão ocorreu em 20 de janeiro deste ano. Na época, o bloco parlamentar Minas Sem Censura (MSC) denunciou: a prisão preventiva do jornalista era uma armação e tinha a ver com o chamado “mensalão tucano” e a Lista de Furnas no contexto das eleições de 2014.

Os advogados de Carone tinham impetrado vários habeas corpus em favor do seu cliente no Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJ-MG), no Supremo Tribunal Federal (STF) e no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Só que nenhum foi julgado ainda.

A decisão de libertá-lo partiu do juiz  Dr. Haroldo Andre Toscano de Oliveira, titular da 2ª Vara Criminal de Belo Horizonte.

Devido a problemas de saúde, Carone estava preso na enfermaria do complexo penitenciário de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem, região metropolitana de BH.

Porém, de acordo com a sua irmã, quando iniciou o segundo turno da eleição presidencial, Carone foi transferido da enfermaria para isolamento, para que não tivesse contato com ninguém.

Passado o segundo turno, voltou para a enfermaria.

Nílton Monteiro é principal testemunha contra a cúpula do PSDB em Minas Gerais. Em 2005, revelou a trama urdida pelos tucanos para desviar dinheiro público para o financiamento das campanhas de Eduardo Azeredo à reeleição ao governo do Estado e de parlamentares de vários partidos, em 1998. O caso ficou conhecido como o mensalão tucano, ou mineiro.

Nílton também foi testemunha do caso da Lista de Furnas, que envolvia esquema de financiamento de campanha de tucanos mineiros e aliados na eleição de 2002.

Ele estava preso, desde maio de 2013, também no complexo penitenciário Nelson Hungria, em Contagem.

Em dezembro de 2013, concedeu  entrevista exclusiva à jornalista Lúcia Rodrigues, em reportagem especial para o Viomundo.

Nilton se declarou inocente e jurou ser vítima de uma armação de políticos denunciados no esquema do mensalão tucano, que queriam mantê-lo na cadeia afastado dos holofotes.

“Por detrás da minha prisão está o Aécio Neves… Eu fui operador do esquema junto com o Marcos Valério”, frisou na entrevista ao Viomundo.

Coincidência ou não, Nilton Monteiro e Marco Aurélio Carone só foram libertados após o término das eleições de 2014.

Será que se Aécio Neves tivesse vencido, eles já estariam em casa hoje?

Leia também: 

Conceição Lemes: O balanço das denúncias contra Aécio que a mídia ignorou

Deputados pedem inclusão de Cemig e Lista de Furnas no mensalão tucano

Geraldo Elísio: “Forjando provas mediante intimidação”

Rogério Correia: “Inquérito contra jornalista é fantasioso, peça de ficção”

Preso diz que oferta de delação em MG buscava comprometer petista

‘Ordens superiores’ impedem visita a preso: ‘Segurança do Estado’

Advogado diz que morte de modelo tem ligação com mensalão tucano

Com medo de morrer, delator do mensalão tucano se diz perseguido

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR

 

42 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

C.Paoliello

06/11/2014 - 23h11

O DOLEIRO MENTIROSO E OS ARQUIVOS VIVOS ANTIAECISTAS: 2 PESOS E 2 MEDIDAS

http://www.redebrasilatual.com.br/politica/2014/11/apos-eleicoes-jornalista-e-delator-do-mensalao-tucano-sao-libertados-2814.html

Responder

Muhamad

06/11/2014 - 16h24

Deveriam reabrir o caso da modelo assassinada a mando dos donos do PSDB de MG.

Esses aí correm perigo de vida. Melhor se esconderem.

Responder

O Mar da Silva

06/11/2014 - 09h48

E o PT em Minas vai deixar o mensalão do PSDB passar em branco? Se o fizer, vai receber o troco com o ‘petrolão’ já em curso.

O PT Nacional deixou o ‘trensalão’ correr solto até agora. Não pressiona, não vai atrás de vazamentos, nada…

A imprensa-empresa vai seguir a cantinela da corrupção-petista e sem uma resposta do PT ao Brasil sobre as corrupções tucanas, a luta continuará desigual.

Em tempo: a máfia do ISS-SP não tinha político envolvido? Caso único no Brasil. k k k k k

Responder

Eduardo

06/11/2014 - 08h56

Esse é o verdadeiro Aécio Neves que os mineiros expulsaram do Estado!

Responder

Manu

05/11/2014 - 23h08

Procura a gravação do depoimento desse cara e do seu ex-advogado, você vai ficar abismado…

Responder

Vitor - floripa

05/11/2014 - 21h45

o endereço web do novo jornal agora cai em uma página espanhola. A turma da casa grande não perdoa a plebe quando esta descobre seus desmandos.
Mas os tempos de feitor vão acabar, qualquer dia o sinhozinho tem um infarto e morre, aí vou soltar foguetes para comemorar.

Responder

Alexis

05/11/2014 - 19h31

Incrível. Inacreditável. Esta prática de prender adversários sem nenhum amparo legal é uma prática típica da Ditadura. Ao que parece está instalada uma Ditadura em Minas Gerais, sob a mão de Aético Neves e sua irmã, Eminência parda, Andréa Neves, com a participação de uma verdadeira máfia, envolvendo, a polícia, o Ministério Publico e a Justiça Mineira.
Também me espanta, principalmente quanto ao jornalista que foi preso, o silêncio até dos blogs progressistas e a falta de uma atitude de um veemente repúdio contra esta prisão absurda e arbitrária de um cidadão e de um jornalista.
Como disse, tudo isto é inacreditável, acontecendo no Brasil, em pleno século 21.

Responder

FrancoAtirador

05/11/2014 - 16h51

.
.
Parece que alguns juízes e promotores

já arrumaram as malas em Minas Gerais.

Good Bye! Have a nice trip à pqp!
.
.

Responder

    FrancoAtirador

    06/11/2014 - 09h26

    .
    .
    E os Tucanos Corruptos nem precisam ficar preocupados

    pois serão sempre benvindos na cidade para onde vão:

    http://imgur.com/sGkNvEI
    i.imgur.com/sGkNvEI.jpg
    .
    .

    José Carlos

    07/11/2014 - 20h19

    Antes que eles fujam, devem enfiá-los na cadeia onde deve ser a moradia deles!

carlos

05/11/2014 - 16h41

O povo mineiro tem que dá o outro grito de independencia, estigmatizando de uma vez por toda esse tal de Aécio, foi assim que aconteceu em Pernambuco com um tal Roberto Freire e outros traidores de seu proprio estado no caso o Aécio é mineiro mas não defendeu o interesse do povo mineiro.

Responder

maria nadiê rodrigues

05/11/2014 - 16h05

Só tá faltando Aécio pensar que podem os militares lhe entregar o Poder com o impeachment de Dilma.
Com a prisão de dois jornalistas Aécio nos concede a visão que quisermos ter em relação à sua forma de governar.

Responder

Eduardo Oliveira

05/11/2014 - 12h27

Essa brutalidade só está sendo amenizada pelo efeito Dilma neles. Recomendo aos militantes e simpatizantes da causa democrática toda assistência política e jurídica de recondução social aos jornalistas. Hoje por eles senão amanhã nós.

Responder

Runas Waldan

05/11/2014 - 12h09

Além de todas as atrocidades jurídicas, no campo político foi muito praticada a cassação de mandato de prefeitos não alinhados com o Governo de Minas. Só na área de influencia mais acentuada do secretário de governo, tivemos 03 prefeitos cassados, na maior e mais escandalosa falta de justiça. O prefeito de Guaraciaba, Sr. Lico, foi cassado, o prefeito de Pedra do Anta João Batista, foi cassado e mais recentemente o prefeito de Viçosa, Raimundo Violeira também teve o mandato cassado. Todos estes prefeitos são pessoas honestíssimas, mas estavam no campo contrário ao dos interesses particulares dos componentes do alto escalão do Governo de Minas, não atendiam aos anseios tortuosos do esquema corrupto. Foram cassados por serem honestos sim. Chega a dar dor de barriga e lágrimas nos olhos os absurdos cometidos pelo Judiciário mafioso de Minas no período do Governo Aécio. Doa a quem doer, a verdade é essa e isso é só o que aconteceu nessa micro-região de Viçosa, imaginem no estado todo!

Responder

    José Carlos

    07/11/2014 - 20h25

    É um absurdo o que estavam praticando no Brasil, especialmente em Minas Gerais… o Brasil precisa se unir contra esses calhordas!

Lindivaldo

05/11/2014 - 11h06

Todo o debate ideológico da direita hoje se resume às referências ao “comunismo bolivariano”, “diplomacia anã”, “Venezuela”, Cuba”.e a outros preconceitos.

E seu tom pejorativo e odioso afasta qualquer controvérsia e qualquer discussão!

Faltou argumento para atacar um projeto? Mete-se um “bolivarianismo” no debate e o projeto será rejeitado, execrado, e ponto final!

Até um ministro do STF, que recebe como juiz, mas que atua como militante do PSDB, entrou neste “frenesi” da insensatez, do discurso vazio.

Sem justificativas para dar curso ao golpe da PEC da bengala, ele sapecou a paranoia de uma “corte bolivariana”, e ninguém reagiu a esta burrice ao quadrado.

E que pena! o Brasil não é nem nunca foi bolivariano-chavista, muito menos adepto do bolivarianismo libertador de Simón Bolívar!

Até hoje, pelo que sei, o Brasil nunca moveu uma palha para ser signatário da ALBA, que é o bloco que reúne os oito países bolivarianos da América Latina e do Caribe.

Então o que está por trás destas máximas ocas e modistas? E o que elas trazem em comum?

Em sua essência, o preconceito, o ódio e o desprezo por nossos vizinhos.

A cara feia das velhas teorias racistas do darwinismo social e da eugenia que predominaram no Século XX!

E, lá no fundo falso, a continuidade da estratégia anglo-americana de dividir os povos das Américas!

De dividir para dominar e explorar!

Implodam-se a Unasul, o Mercosul, o ideal de integração, o ajuntamento!

Espalhar é a ordem! Que se divida cada bloco, cada nação!

Para eles, nós, os mestiços, os bárbaros, só evoluiremos sobre os ombros do homem branco, em sua missão civilizatória.

Aqui, um dias após as eleições, já o Estadão trazia a reportagem: “O País Dividido” do The Economist.

Em sincronia, toda a imprensa e os chefões do PSDB repercutiram a senha.

E, a partir de então, o Brasil foi dividido e subdividido até por dentro das famílias.

Norte e Sul; pobres e ricos; instruídos e ignorantes; héteros e homos; brancos e pretos;

E, com tantas ovelhas desgarradas, só um bom pastor poderia reuni-las num só rebanho.

Que, sem dúvidas, seria o Aécio, o “mais preparado”, segundo a The Economist e Financial Times, apesar das urnas.

Ah! E ainda tem gente que acredita que a formulação geopolítica da doutrina Monroe não é eterna, embora se comporte tal e como!

Responder

Romanelli

05/11/2014 - 10h00

FORA de pauta mas dentro do dia

ANTECIPA Dilma !!!!

Uma das coisas que me deixa mais FULO da vida é ver gente manipulando a política, gente raivosa, mentirosa, que não sabe formular uma crítica sequer, gente normalmente nada propositiva, limitada mesmo ..e para estes, eu proponho o seguinte raciocínio.

Já que alguns esquerdopatas andaram dizendo que SP errou ao não antecipar o rodízio – sofrimento – de água pra 2013 (a campanha começou mesmo em fev/14 com os descontos) e que por isso hoje o Estado estaria passando sede, então..

então, diante da constatação de que se não chover, que a ONS já disse que o país poderá passar por APAGÃO já em jan/15 ..então, então, pra serem coerentes, que tal estes ASTUTOS proporem pra sua presidente que antecipe o apagão quase provável de jan/15 pra estes meses de nov e dez/14

vamos lá ..todos juntos em nome da hipocrisia ..ANTECIPA DILMA !!!!!

Responder

renato

05/11/2014 - 08h31

É estranho, ou todos os juizes são incapazes.
Ou estamos entregues a um feudo.
E isto não é Democracia.
Casa Veja, uma pedra.
Estes senhores, duas pedras.
Claudio, vinte pedras
Mensalão tucano, quarenta pedras.
PIG, 171 pedras.
Ameaça a Sindicalista, 20 pedras.
Desvio de dinheiro da saude mineira, 28 pedras
Helicoptero dos Perrelas, 450 pedras.
e mas outras 1620 pedras ainda por colocar uma sobre a outra.
Como fica isto.
Eu quero este muro abaixo.

Responder

Luisk

05/11/2014 - 08h22

Estado de exceção! Prender, por razões eleitorais, duas pessoas!

Responder

Jota Lopes

05/11/2014 - 06h44

Vocês já pensaram se este abominavel Aécio das Neves vencesse as eleições? Ele foi capaz de corromper o Judiciário em Minas Gerais. Sua irmã, Andrea também das Neves, colocou sob seu tacão e imprensa e as forças políticas de Minas e ainda posou de Madre Tereza para o Brasil. Mas não podemos dormir no ponto, porque o Gilmar Mendes é um verdadeiro cavalo de Troia colocado pelos tucanos no STF. Cave canem.

Responder

Adilson

05/11/2014 - 06h06

Azenha,
O sítio VIOMUNDO teve uma honrosa citação. Ocorre que a besta quadrado do Roger, mais um que não quer aceitar os resultados das urnas afiemou no programa do Danilo Gentile que o sítio viomundo é um blog pago pelo governo federal.

Responder

Pafúncio Brasileiro

05/11/2014 - 04h18

O PT de Minas tem um dever a cumprir, que foi dado pela população de Minas nestas últimas eleições: Abrir a “mala preta” do Ah, é sim, e sua turma, e mostrá-la por inteiro a população. Se não fizerem isso, estarão traindo os votos que receberam. Além de estarem praticando um suicídio político.

Responder

    Beto

    05/11/2014 - 16h49

    Infelizmente, esse MAR DE LAMA, que está mergulhado o PSDB e seus aliados, e não é só em Minas; não cabe apenas em uma “MALA”, vamos precisar de um “CONTAINER”. Esse história tem que ser “CONTADA” e URGENTE!!!

Pafúncio Brasileiro

05/11/2014 - 04h14

Se o judiciário brasileiro é o pior Poder da República, em Minas ele consegue ser o pior do pior. Uma vergonha a detenção dos dois, aí citados. A máscara desta turma está a cair, de forma rápida.

Responder

Arilson

05/11/2014 - 03h03

Porque os jornalistas brasileiros serios e comprometidos com a verdade não denuciam essas arbitrariedades as cortes internacionais, porque não entregou essas denuncias a justiça italiana, aí os juizes da Italia veriam que o “MENTIRÃO” foi uma “FARSA” para retirar o PT do poder e destruir o partido, podia até as cortes internacionais não tomarem nenhuma atitude, mas, se outras denuncias chegassem, essa injustiça brasileira ficaria ainda mais desmoralizada, e o “CIRCO” que o joaquim armou no stf, seria desarmado, ou os membras das cortes internacionais, assistiriam o grande espetaculo do mentirão.

Responder

Candido

05/11/2014 - 02h55

Infelizmente no Brasil impera a lei do mais forte, o Brasil é o unico país do mundo onde existe apenas um poder, “O PODER EXECUTIVO”, o poder legislativo, o joaquim disse que “ERA DE MENTIRINHA”, e o poder judiciario, esse não existe, o que existe é “INJUSTIÇA”, “JUSTIÇA” é aquela que não escolhe quem irá ser punido, que aje dentro da lei, é celere nos julgamentos e não esconde as provas que inocentam os acusados, se não houver essas 04 premissas, não é justiça, assim sendo, não existe esse poder no Brasil.

Responder

    Mário SF Alves

    05/11/2014 - 11h17

    Sim, no Brasil de hoje, o único poder que emana do povo é o PODER EXECUTIVO. Os demais emanam através do povo.

    Portanto, grosso modo, o único poder legitimamente constitucional é o Executivo.

    Não é curioso que seja justamente esse o poder mais atacado pela direita mais burra, covarde, dissimulada, mentirosa, exclusivista, prepotente e entreguista do mundo?

    E, detalhe, isso que assistimos na Av. Paulista e em outros recônditos sítios do Sudeste não é fato isolado. Não é apenas contra este governo; não é apenas contra este PODER ECXECUTIVO. Exceção feita ao Collor, que representava o poder tradicional, hegemônico e antipovo, foi assim contra todos os outros que tentaram defender os direitos e deveres constitucionais da maioria da população, o povo. A razão disso é facilmente encontrada em bons livros de História, de Antropologia e Formação Econômica do Brasil. Ou, mais facilmente ainda, às escâncaras no vergonhoso e trágico movimento golpista de 64 e suas piores consequências: o atraso de 50 anos no desenvolvimento socioeconômico do Brasil, o terror político e o apagão democrático com duração de 21 anos.

    Mário SF Alves

    05/11/2014 - 12h14

    Outra coisa:

    Se a aparência fosse a essência, ninguém precisaria de certeza ou de ciência. Exemplo: Parece que Sol gira em torno da Terra; assim, se assim realmemente fosse aceito, bastaria isso. Ninguém jamais provaria o contrário e a ciência jamais teria existido. Essa aparẽncia corresponderia ao fato, a um dado da realidade, e pronto.

    Outro exemplo: Pelo que se depreende da mídia [fora da lei] e dos representantes de partidos políticos igualmente oposicionistas, o Governo do Brasil é um governo similar ou tendende à soluções hoje praticadas na Venezuela. É que eu chamam de bolivarianismo chavista; isto é, o regime político que segue princípios de Simón José Antonio de la Santísima Trinidad Bolívar y Palacios Ponte-Andrade y Blanco, comumente conhecido como Simón Bolívar.

    Isso é o que dizem. Essa é a aparência. Isso é o que tem sido midiaticamente propagado. Mas, será verdade?

    Será que o Brasil tão diferente, tão econômica e geograficamente maior, tão cultural, histórica e politicamente diverso tem necessidade de copiar as soluções praticada na Venezuela? Será que o Brasil precisaria recorrer aos mesmos expedientes políticos hoje em curso da Venezuela?

    Ou será que a má fé do poder hegemônico oposicionista chegou – novamente – àquele patamar de mentiras e atemorização pública até bem recentemente inimaginável?

    __________________________________

    Entendimentos como esse onde a aparência é confundida com a essência ainda são abundantes nos quatro cantos do Mundo, especialmente nos EUA, na Velha Europa, mas sobretudo em nosso gigantesco e geoestratégico Brasil. Aqui a vida social e política é movida por aparências e preconceitos muito mais difíceis de serem quebrados do que o próprio átomo.

eraldo

05/11/2014 - 01h55

Espero que a liberdade volte a existir em Minas. Depois de um tenebroso inferno(12 anos).

Responder

Albrencius Incitatus

04/11/2014 - 22h06

Sequer se dão ao trabalho de disfarçar.

Responder

Heitor

04/11/2014 - 22h06

Eu quero saber, Dr Janot, onde está aquela lista dos R$ 166.000.000,00 que o governo de MG distribui aos amiguinhos do Aecinho, devidamente denunciada pelo ConversaAfiada. Afinal a lista era endereçada a ele. Tem que se explicar: o Dr. Janot, outro engavetador, e o Senador Aécio.

Responder

Amanda

04/11/2014 - 22h05

Valeu o artigo: ainda há juízes em Berlim?

Responder

wendel

04/11/2014 - 21h33

Como disse o grande estadista Abraham Lincoln :
“Você pode enganar uma pessoa por muito tempo; algumas por algum tempo; mas não póde enganar todas por todo o tempo”.

No presente caso, uma violação flagrante de desrespeito à vida humana, só por ter denunciado as falcatruas do mensalão tucano, que tão bem foi escondido pelo judiciário em todas as esferas, mostra bem em que estado de indigência chegamos com nossos representantes do judiciário!!!
Este caso, público diga-se de passagem, deveria ser levado às Cortes Internacionais, para mostrar o quanto de comprometimento estão os órgãos juridicos com o partido dos tucanos, e as arbitrariedades que este poder vem cometendo no pais!

Responder

    Mário SF Alves

    05/11/2014 - 11h32

    Ó, Wendel, o partido dos tucanos é só e somente só mais um instrumento. É só um instrumento “político”. Existem outros instrumentos muito mais poderosos do que este. Os tucanos ao optar por andar de rastros ante a História do Brasil, foram empoderados pelo poder [ou poderes] que os instumentaliza, defende, engaveta, blinda e brinda.

    Já teriam nascido instrumentalizados?

    Com relação ao PSDB, isso de que se já nasceu assim ou não, de pouco importa. O que de fato interessa é:

    Que forças ou que poder o instrumentalizou e instrumentaliza? E por quê?

    ________________________________
    Entendeu?

solange

04/11/2014 - 21h06

Dois pesos e duas medidas….Essa (in)justiça mineira devia estar no banco dos réus.

Responder

Jorge Mateus

04/11/2014 - 20h32

.
.
Em 01/01/2015 estará decretado o fim do Aecioquistão…para SEMPRE !!!

Responder

sergio m pinto

04/11/2014 - 20h13

Eles que cuidem de sua segurança pessoal. São arquivos vivos que não interessam a muita gente boa.

Responder

Zilda

04/11/2014 - 19h36

Ninguém faz nada? Nas Minas Gerais tão cantadas em prosa e verso ainda tem Ministério Público, Judiciário…essas coisas que existem em países civilizados….Depois o Nordeste e o Norte que são atrasados, o povo é bovino…e por aí vai.

Responder

    Renato Silva

    04/11/2014 - 20h17

    Fez sim. Minas fez o Aócio não ganhar.
    O gargantinha (92% de aprovação, onde?) achava que ia ter 2.000.000 de votos a mais que Dilma.
    E o EM continua com a campanha do 3 turno.
    Colunista advogado do EM anda chamando os mineiros que votaram em Dilma de traidores.
    Aqui em BH, aos pouquinhos, o pessoal tá vendo quem é o Sr. Aócio. Mas ainda tem muito cego que não quer enxergar…
    Esse caso do Carone assim como do helicoca e do proprio aócioporto parece coisa de ficção. Mas garanto que dá urticária em muita gente quando alguém futuca.

    Julio Silveira

    04/11/2014 - 21h03

    Minha cara Zilda, vivemos num país onde as vinculações politicas entre os varios poderes são inexistentes, isso segundo os que mantem a cidadania no mais completo transe. Na verdade o aparelhamento das instituições vem acontecendo a decadas, pelos mesmos que agora gritam o aparelhamento pelo partido no poder, talvez como medida cautelar, para tentar imobilizar o partido do governo e evitar uma mudança cultural que traga alguma isonomia as classes sociais sempre pejudicadas no contextos do poder, como um ganhar no grito. Mas sabemos que pouco podemos, ou melhor e mais conveniente, pouco devemos esperar das instituições constituidas em sua grande maioria na forma de representantes da parte mais conservadora do espectro nacional. Por isso somos campeões em imoralidades e injustiças sob um falso argumento de ética e legalidade.

    Irancocch

    06/11/2014 - 10h15

    É triste saber que o Ministério da Justiça e outros órgãos de/da justiça não farão nada contra estas atrocidades ao povo brasileiro e a democracia!

Deixe uma resposta