VIOMUNDO

Assessor espera ação da Lava Jato contra Lula e família na semana que vem

26 de fevereiro de 2016 às 18h45

Captura de Tela 2016-02-26 às 18.34.59

Coincidentemente, os irmãos Marinho partem para a ofensiva contra a blogosfera

por Conceição Lemes

Nesta sexta-feira, 26, o blogueiro Eduardo Guimarães denunciou:

Confira prova de que Lava Jato e mídia formam uma polícia política

Ele conta que uma fonte procurou o Blog da Cidadania, afirmando, que na próxima segunda, 29 fevereiro, ou na  terça-feira, 1 de março,  o juiz Sérgio Moro deflagará  a 24ª fase da Operação Lava Jato. Nela, seriam quebrados os sigilos fiscal, bancário e telefônico destas 43  pessoas, entidades e empresas:

LILS palestras, eventos e publicações (período 2011 a 2016)

Instituto Luiz Inácio Lula da Silva (período 2005 a 2016)

Luiz Inácio Lula da Silva (período 2003 a 2016)

Marisa Letícia Lula da Silva (período 2003 a 2016)

Fábio Luiz Lula da Silva (2004 a 2016)

G4 entretenimento e tecnologia digital (2004 a 2016)

BR4 participações ltda (2004 a 2016)

Game Corp (2004 a 2016)

LLF participações (período de 2004 a 2016)

FFK participações ltda (2004 a 2016)

Sandro Luiz Lula da Silva (2007 a 2016)

Flex BR tecnologia ltda (2007 a 2016)

Luiz Claudio Lula da Silva (2011 a 2016)

Marcos Claudio Lula da Silva (2007 a 2016)

Fernando Bittar (2004 a 2016)

TV Araras ltda (2004 a 2016)

Costinha assessoria empresarial ltda (2004 a 2016)

M7 produções e comércio de equipamentos ltda (2004 a 2016)

Jonas Leite Suassuna Filho (2004 a 2016)

Editora Go ltda (2004 a 2016)

Imobiliária Zarpar ltda (2004 a 2016)

Go Games ltda (2004 a 2016)

Zapt comércio e serviços ltda (2004 a 2016)

Go [incompreensível] disco ltda (2004 a 2016)

Banco Banca consultoria e projetos ltda (2004 a 2016)

Go mídia participações ltda (2004 a 2016)

Go Mobile produtos e serviços de tecnologia da informação (2004 a 2016)

Go Clean projetos ambientais e energéticos ltda (2004 a 2016)

Imobiliária Go ltda (2004 a 2016)

PJA empreendimentos ltda (2004 a 2016)

Nipo Sistema representação e lançamento (2004 a 2016)

Paulo Tarcísio Okamoto (2004 a 2016)

Oca 2 consultoria e gestão empresarial (2004 a 2016)

Guadelupe comércio de roupas e assessórios ltda (2004 a 2016)

José Filipi Junior (2006 a 2016)

Instituto Diadema de Estudos Municipais (2006 a 2016)

AFC3 engenharia ltda (2006 a 2016)

Adriano Fernandes dos Anjos (2010 a 2011)

Ignes dos Santos Irrigarai Neto (2010 a 2011)

Fernandes dos Anjos e Porto Montagens de estruturas metálicas ltda (2010 a 2011)

Elcio Pereira Vieira (2010 a 2016)

Edvaldo Pereira Vieira (2010 a 2016)

Sobre os dois últimos nomes, Eduardo explica:

(…) vale explicar que Elcio é o caseiro do sítio de Atibaia do qual acusam Lula de ser dono e Edvaldo é o irmão dele, que nada tem que ver com o assunto.

Segundo o instituto Lula, ambos foram procurados há poucos dias por quatro procuradores do Ministério Público. Os procuradores não tinham mandato, mas, assim mesmo, interrogaram os dois trabalhadores, que se sentiram ameaçados.

O Viomundo consultou uma pessoa próxima de Lula a respeito da lista dos 43 pessoas, instituições e empresas que teriam seu sigilos quebrados por Moro na 24ª fase da Operação.

Acho que a operação e a lista procedem. Chamam a atenção os dois últimos nomes, que são do caseiro e do irmão dele, que foram intimidados e ouvidos na marra por procuradores do MP, sem a presença de advogados.

É praticamente impossível montar uma lista com tanta riqueza de detalhes, se a pessoa não tivesse tido em mãos o documento original.  

Moro faz um cerco a tudo o que diz respeito ao ex-presidente e familiares: Instituto Lula e a empresa que ele criou para palestras, dona Marisa, filhos e respectivas empresas e dos seus sócios. Também empresas que Paulo Okamoto, atual presidente de Instituto Lula, teve lá atrás. Ainda o sigilo de José Felippi Júnior, tesoureiro da campanha de Lula em 2006 e da presidenta Dilma Rousseff.

A  24ª fase da Lava Jato é uma tentativa de o juiz  Moro abafar, ou, pelo menos, desviar o foco de duas denúncias, que estão desgastando seus aliados poderosos: o affair FHC-Mirian Dutra-Brasif-Globo; e a Paraty House, dos irmãos Marinho. Já está mais do que demonstrado que Moro age politicamente a favor da direita brasileira, entre os quais os tucanos, contra o PT, o ex-presidente Lula e a presidenta Dilma.

 Ao mesmo tempo, coincidentemente, a Globo (seria uma operação casada?) tenta calar blogueiros devido a matérias sobre esses dois escândalos.

Diário do Centro do Mundo, O Cafezinho, Rede Brasil Atual e Tijolaço foram os primeiros. Os responsáveis pelos blogs receberam notificações extrajudiciais pedindo a remoção de conteúdo.

Apesar disso, a Globo e alguns de seus jornalistas dizem defender a liberdade de imprensa e de expressão. Piada pronta. Hipocrisia absoluta. Seletivos, tal qual a Lava Jato.

É como se as liberdades de imprensa e de expressão só valessem para a Globo e parceiros. Às favas, quando eles são o alvo de denúncias.

PS1 do Viomundo: A defesa do ex-presidente Lula entrou com ação junto ao Supremo Tribunal Federal pedindo que esclareça quem deve investigá-lo: o promotor paulista Cássio Conserino, que vaza para a revista Veja, ou a Força Tarefa da Lava Jato, que vaza para o Estadão e tenta puxar Lula para dentro do escândalo da Petrobrás. Enquanto não houver tal esclarecimento, a defesa pede que as ações paralelas sejam trancadas.

*******************

Confira prova de que Lava Jato e mídia formam uma polícia política

 por Eduardo Guimarães, no Blog da Cidadania

No post anterior, o Blog antecipou que divulgaria provas de que um conclave ilegal foi formado por órgãos de controle do Estado e por entes privados com a finalidade exclusiva de caçar petistas – e só petistas – em um processo golpista e literalmente ditatorial.

A partir daqui, o leitor receberá prova inquestionável de que a Operação Lava Jato (entenda-se, o juiz Sergio Moro, o Ministério Público e a Polícia Federal) atuam em simultaneidade com grupos privados de comunicação para desmoralizarem o Partido dos Trabalhadores, o governo Dilma Rousseff e, acima de todos esses, o ex-presidente Lula.

Sem mais delongas, portanto, vamos aos fatos.

Na última terça-feira (23), uma fonte procurou o Blog afirmando que na próxima segunda (29) ou na próxima terça-feira (01/03) será deflagrada a 24a fase da Operação Lava Jato. Nessa fase, serão quebrados os sigilos fiscal e bancário de 43 pessoas e entidades.

Supostamente, essa operação deveria ser sigilosa. As investigações da Lava Jato correm em segredo de Justiça. Nenhum ente privado deveria ter acesso aos próximos passos da operação. Essa é a teoria. Porém, a prática é outra.

A fonte desta página provou ter informações privilegiadas de que na nova fase da Lava Jato serão quebrados os sigilos de Lula, de Marisa, de todos os filhos deles, de suas empresas, do Instituto Lula, da empresa de palestras de Lula, de Fernando Bittar etc.

O mais estarrecedor, porém, foi a informação de que todos os veículos de uma dita “imprensa simpatizante” (como são conhecidos na Lava Jato os veículos que cumprem determinações dos investigadores no sentido de fustigar petistas) já dispunham de cópia da decisão de Moro quebrando o sigilo das 43 pessoas e entidades que o leitor irá conhecer em seguida.

Pedi à fonte que me enviasse a cópia. Travou-se, então, o seguinte diálogo:

[23/2 23:08] ‪+55 41 : É isso. Pode fazer chegar as suas fontes no instituto?

[23/2 23:09] Eduardo Guimarães: Me manda a decisão.

[23/2 23:09] ‪+55 41 : Não posso, coloco em risco a fonte.

[23/2 23:10] Eduardo Guimarães: Se tantos jornalistas têm não há por que

[23/2 23:10] ‪+55 41 : Posso ditar a decisão, se quiser.

[23/2 23:10] Eduardo Guimarães: Copia a parte do texto sem timbre

[23/2 23:11] ‪+55 41 : Colocaram códigos em cada cópia para rastrear quem vazar

[23/2 23:11] ‪+55 41 : Se eu puder falar ao fone eu leio a decisão pra vc. É uma lauda.

[23/2 23:12] ‪+55 41 : Posso ler aqui no zap. gravar

[23/2 23:12] Eduardo Guimarães: Pode gravar um áudio? Isso

[24/2 23:12] ‪+55 41 : O que acha?

[23/2 23:12] ‪+55 41 : Sim.

[24/2 23:12] Eduardo Guimarães: Isso. Grava

[23/2 23:13] Eduardo Guimarães: Se tiver número de processo. Dá todas as informações possíveis

[23/2 23:14] ‪+55 41 : Vou pra rua gravar. Na rua não tenho web. Então vc vai receber em mais ou menos meia hora. Ok?

[23/2 23:15] Eduardo Guimarães: Ok

Enviado pelo UOL Mail Android

Como se vê, são informações sigilosas que agentes do Estado estão repassando a entes privados (grupos de mídia) de forma absolutamente ilegal e com a finalidade de montar um esquema publicitário para atingir investigados à margem da lei.

O que dirá o STF, por exemplo, sobre esses métodos do juiz Sergio Moro?
Chegamos, portanto, ao ponto de comprovar o que está sendo dito acima. A partir daqui o leitor poderá ler a degravação do áudio enviado pela fonte com todos os dados da decisão do juiz Moro, inclusive com o número da decisão.

DEGRAVAÇÃO

— Essas pessoas e entidades deverão ser alvo da fase 24 da Lava Jato, que deve ser detonada na próxima segunda ou terça

–Continuando. Encerrado aqui. Expediu ofício, etc., etc. A quebra de sigilo inclui todos os dados sobre as contas e transações inclusive a origem do crédito e destino do débito. Outras informações, aqui, orientação ao MP pra implementar a quebra, Receita, comunicação à autoridade policial… Datado de 23 de fevereiro de 2016. Sergio Fernando Moro…

— Decisão 5005896-77.2016.404.7000

— Datada de 23 de fevereiro de 2016

— Sessão judiciária do Paraná. 13a

— Vara Federal de Curitiba.

— Pedido de quebra de sigilo de dados bancários, fiscais e/ou telefônicos.

— Requerente: Ministério Público Federal

— Acusado: Luiz Inácio Lula da Silva e seguem-se mais ou menos 40 nomes. A partir daí o juiz [Moro] passsa a detalhar o pedido. Vou agora ao deferimento, que é o que interessa.

— Defiro o requerido e decreto a quebra do sigilo bancário e fiscal de:

[segue a lista que reproduzimos acima]

***

Sobre os dois últimos nomes da relação, vale explicar que Elcio é o caseiro do sítio de Atibaia do qual acusam Lula de ser dono e Edvaldo é o irmão dele, que nada tem que ver com o assunto.

Segundo o instituto Lula, ambos foram procurados há poucos dias por quatro procuradores do Ministério Público. Os procuradores não tinham mandato, mas, assim mesmo, interrogaram os dois trabalhadores, que sentiram-se ameaçados.

A primeira grande pergunta que se faz, é a seguinte: quem, diabos, deu poder de polícia para Globos, Folhas, Vejas e Estadões para atuarem conjuntamente com o Ministério Público, a Polícia Federal e, acima de todos, com o juiz Moro?

A Globo, por exemplo, é alvo da Operação Zelotes e é acusada de sonegação de centenas e e centenas de milhões de reais em impostos. Como pode agir como polícia ao lado de Sergio Moro e sua trupe?

O número da decisão de Moro e a relação dos que terão os sigilos quebrados na 24a fase da Lava Jato, a ser desencadeada na semana que vem, comprova que dados sigilosos da Operação vêm sendo sistematicamente vazados para entes privados.

O esquema é tão sofisticado que os vazadores colocam códigos nas cópias que distribuem para saberem que veículo vazou antes da hora, se houver vazamento.

Surge, então, nova pergunta: qual é a finalidade de vazar uma decisão sigilosa da Justiça (com grande antecedência) para grupos privados de mídia? Seria para que fossem fustigando os alvos com matérias, deboches, acusações para que quando essa 24a fase da operação for desencadeada o público já esteja predisposto?

Eis o que o Blog chama de PPA, a Polícia Política Antipetista cujo único objetivo é acusar e prender petistas sem julgamento, sem condenação, em um show midiático com objetivos meramente políticos, dos quais o combate à corrupção passa longe, apesar da retórica.

PS do Viomundo: Isso explica as recentes especulações de que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, quer deixar o cargo. Depois de entregar o Lula, ele fica à salvo da sanha de Moro e da mídia. Isso também ajuda a explicar as especulações de que a presidente Dilma deixaria de comparecer à festa de aniversário do PT, no Rio, neste sábado.

Além das questões políticas, como a entrega do pré-sal em acordo com José Serra — que não foi comunicado previamente a senadores do PT — e a reforma da Previdência, que ela pretende implantar contra a base política do partido, há o avanço da própria Lava Jato.

Dilma talvez calcule como saída um governo de união nacional, suprapartidário, em que ela se afaste oficialmente do partido que a elegeu.

Por outro lado, o fato de que a Odebrecht financiou, ainda que parcialmente, a campanha de Hugo Chávez na Venezuela, dá gás à teoria segundo a qual a informação originária da Lava Jato veio de autoridades dos Estados Unidos.

A National Security Agency ouviu o telefone da presidente Dilma Rousseff, isso é fato. O que a NSA ouviu? Quem mais ela ouviu? O interesse de Washington é múltiplo: detonar a Petrobras, as empreiteiras brasileiras que disputam concorrências internacionais e a política externa independente sustentada no eixo Brasília-Caracas. Mais importante: assumir, através de intermediários, o controle da maior reserva de petróleo do mundo — na faixa do Orinoco, na Venezuela — e da maior descoberta recente, bem próxima de casa: o pré-sal brasileiro.

Leia também:

Deputado Paulo Pimenta pede ao Ministério da Justiça que investigue Globo-FHC-Brasif-Mossack

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR
28 - jul 1

Advogado de Lula na ONU: “Juízes não podem ser acusadores. É uma grave falha do sistema penal brasileiro”; veja o vídeo

Geoffrey Robertson, um dos maiores especialistas do mundo em direitos humanos em cortes internacionais

Logo da ONU
28 - jul 2

Por que os advogados de Lula acionaram a ONU? Perguntas e respostas

Para entender melhor o que a medida significa

 

44 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Messias Franca de Macedo

28/02/2016 - 07h14

MAIS UM ESCÂNDALO PATROCINADO PELO IMORAL, DESAVERGONHADO E DELINQUENTE *PIMG!

*PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)

***

Lula diz que recebeu sítio de presente de amigo

em declaração proferida na festa de 36 anos do PT

(…)

CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/02/1744274-acabou-o-lulinha-paz-e-amor-diz-lula-em-festa-de-aniversario-do-pt.shtml

***

Ou seja, uma ironia refinada mencionada pelo [eterno] presidente Lula transforma-se numa manchete localizada quase no topo da página principal do indecoroso portal uol/Folha.
Em plena manhã de domingo!
Provavelmente o dia em que a ‘coxinhada’ nativa mais lê as machetes do PIMG!
A redação dispensou até as aspas que poderiam levar os(às) (e)leitores(as) de manchetes a refletir um pouco mais!
No texto, após tentar dar ares de, digamos, autocondenação do Lula, tem-se a frase dita pelo [eterno] presidente: “A Chácara não é minha.”
E em seguida nenhuma análise sobre a declaração anterior, esclarecendo o que, verdadeiramente, o Lula estava querendo afirmar!

Indubitavelmente, o PIMG atua enquanto máfia hedionda!

Responder

Urbano

27/02/2016 - 22h04

Se pra fazer o mal é assim, imagine-se então se fosse o bem… De sorte que se trata da exceção.

Responder

Susie Storm

27/02/2016 - 13h51

Com certeza, a NSA traçou o perfil psicológico de Dilma Roussef, com suas fragilidades, isso se não a chantageia. Imaginem: o Planalto e a ABIN usando windows e microsoft! kkkkkk Quanto ao Ministro da Justiça, eu me recuso a comentar qualquer coisa. Agora entendo porque setores do PT preferiam Lula em 2014. Mas eu acho que Lula, depois de dois governos excelentes, pela idade e pelo câncer que teve não estava mesmo mais a fim de se candidatar. Porém, se for ser preso a comoção social será enorme, enorme. Mas o que é a comoção de um povo, diante do Poder Midiático todo poderoso, que Montesquieu jamais poderia imaginar? Nada, num país de escolas insuficientes e currículos desatualizados, um povo desinformado, com o cérebro deteriorado por overdose de Faustão, BBB, Luciano Hulck, Jornal Nacional etc. uma classe média ignorante e burra, e as elites mais mesquinhas do mundo. A esquerda perdeu mais uma oportunidade. Poderia ser diferente? Receio que não. Mas se para o campo da esquerda nada havia de se esperar da direita e dos fisiologistas, ou dos traíras, a decepção maior ficou mesmo foi com Dilma Rousseff. Fico triste em ver o Brasil perde o Pré-Sal, o Mercosul acabar, virarmos um México de violência e subordinação aos EUA, o Brasil se tornar um Estado Policial, com instituições -agora sim- realmente aparelhadas por partidos políticos. Deve ser algo do tipo karma, sei lá. Eu me sinto na Alemanha de 1932.

Responder

    Susie Storm

    27/02/2016 - 13h52

    Na Alemanha de 1932, vendo a República de Weimar em crise.

    olivires

    29/02/2016 - 13h01

    Dilma tomou uma posição que preservará seu patrimônio moral pessoal em detrimento do Brasil, e não mexerá um músculo para defender seu (teoricamente) lado político, como se viu na entrega do pré-sal.
    .
    As espionagens americanas ao governo brasileiro e à Petrobras, denunciadas pelo WikiLeaks, pelo jeito estão dando frutos.
    .
    Como duvido da excelência investigativa da PF e do MPF, acredito que estão sendo alimentados com dados selecionados pelos americanos, para atacarem as pessoas certas.
    .
    Possivelmente sabem desse viés ideológico e não se importam, como já demonstrou a cooperação de Moro com a Justiça americana para processar a Petrobras.
    .
    Uma empresa brasileira estratégica sendo processada por americanos e um servidor público brasileiro municia a parte contrária, fato “sui generis” que não encontra equivalente em nenhum país de primeiro mundo.
    .
    Os seguidos comentários neoliberais pró-mercado e anti-desenvolvimento nacional, tanto de promotores do MPF como de delegados da PF, também não deixam dúvidas.
    .
    Contra a tese de que a Petrobras foi vítima, e que as construtoras brasileiras e demais companhias deveriam ser preservadas, com as pessoas físicas envolvidas em corrupção punidas, declaram que não deve haver acordo de leniência para preservar empresas nacionais, que licitações brasileiras podem ser supridas por EMPRESAS ESTRANGEIRAS.
    .
    Esses supostos paladinos da moralidade não estão do lado do Brasil.

Marcos Rocha

27/02/2016 - 13h21

Vou repassar o que escrevi no Blog da Cidadania ontem, mas que não foi publicado.

__________________________________

Eduardo

Faz mais de ano que não escrevo aqui, mas este post me arrepiou os cabelos.

Sou servidor público da Justiça Federal, daí, talvez meu espanto.

Veja se estou errado:

__________________________

Vc simplesmente teve acesso a uma decisão judicial sigilosa e revelou-a ao domínio público. Uma decisão criminal contra investigados em inquérito policial.

Ou seja, vc pode estar ajudando a frustrar uma decisão judicial!

Ajudando investigados a burlarem as medidas judiciais tomadas por já terem sido avisados de antemão!

Sabe aqueles avisos tipo: “foge que a polícia tá indo praí” ?

__________________________

Pelo que eu saiba, se há vazamentos para a imprensa, e eu creio que há, os meios de comunicação não divulgam nada ANTES.

Você está divulgando ANTES!

Está avisando investigados com antecedência. E se um deles fugir ?

Estou entendendo, lendo tudo isso, que os investigados têm espiões no gabinete de um Juiz federal e estão a saber das providências de antemão.

Você tem ideia do que isso quer dizer? Já leu o art. 312 do Código de Processo Penal que trata de prisão preventiva (“por conveniência da instrução criminal, ou para assegurar a aplicação da lei penal”)?

Já percebeu que nada, absolutamente nada em seu post demonstra vazamentos para imprensa, mas tão somente vazamento a uma blogueiro reconhecidamente lulista?

Na minha humilde opinião, se sua “fonte” estiver certa e esse post viralizar, vc terá prejudicado os investigados gravemente (vão ter que dizer que não sabiam dos seus atos).

Acho que desta dez, vc passou dos limites.

Responder

    olivires

    29/02/2016 - 12h42

    O Eduardo Guimarães recebeu a informação de dentro da Mídia Corporativa, não de dentro da Justiça. E de duas fontes distintas, ou seja, o sigilo (para os amigos) já foi quebrado há muito tempo.

    A informação sigilosa da Justiça JÁ ESTÁ VAZADA, já está na mão dos jornalzões, para os donos avisarem os indiciados que lhes interessarem, e deixarem os inimigos nas mãos da Justiça.

    Não existe isso de vazar “democraticamente” para a Mídia Corporativa, que é “republicana e consciente” e não publicará antes das operações ocorrerem.

    O sigilo serve pra todo mundo, ou não é sigilo, vira privilégio pra quem é amigo da Veja, da Época, da Folha, do Estadão, que será avisado antes da operação.

    Criminoso é o procurador do MP, o juiz, o agente da PF, o servidor da Justiça Federal que repassam informações sigilosas.

    Não o jornalista que divulga o absurdo de grandes órgãos de imprensa se imiscuírem das atividades de Estado, e virarem o braço de Relações Públicas dessa Tecnocracia que está acabando com a Democracia, reverberando teses como se fossem verdades absolutas e criando um clima de linchamento.

    O sigilo existe por um motivo, e não é de esconder dos inimigos pra mostrar pros amigos. Isso não é democracia nem justiça.

Carlos Porta

27/02/2016 - 10h51

Fonte: Águas de Lindoia!

Responder

Antônio

27/02/2016 - 03h23

UMA LONGA NOITE DE TERROR PELA FRENTE

Não existem mais juízes em Berlim?

No Blog do Nassif, por ele mesmo
http://jornalggn.com.br/noticia/a-lava-jato-vista-do-supremo-tribunal-federal

A Lava Jato vista do Supremo Tribunal Federal

O Jornal de todos Brasis
A Lava Jato vista do Supremo Tribunal Federal

sab, 27/02/2016 – 00:01

Atualizado em 27/02/2016 – 02:23

Luis Nassif

O STF (Supremo Tribunal Federal) conseguirá segurar a onda punitiva e intolerante que tomou conta do país a partir de Curitiba? É uma incógnita.

Para alguns Ministros mais experientes, há a percepção nítida de que a anarquia está liquidando não apenas com a noção de governo e Estado, mas com o próprio sentido de Nação.

Nos últimos anos sentia-se uma Nação em construção, com o próprio Supremo dando uma contribuição inestimável, aprovando um conjunto de avanços sociais, como o casamento homoafetivo, as cotas raciais e outras políticas libertárias.

O clima de irracionalismo que tomou conta do país, no rastro da Lava Jato, está fazendo tudo refluir, fortalecendo os grupos mais preconceituosos, as teses mais anacrônicas, prenúncio de uma longa noite pela frente.

No próprio STF, Ministros estão expostos a um leque amplo de pressões, que se ampliaram enormemente desde que se permitiu o show bizz em torno do julgamento da AP 470.

Hoje em dia, mal saem dos seus gabinetes os Ministros se vêem cercados por equipes de TV querendo arrancar declaração sobre tudo, ou intimidar os recalcitrantes com perguntas agressivas. Ministros mais frágeis, como a Ministra Rosa Weber, por exemplo, demonstra quase pavor com esse cerco.

Figuras respeitáveis, cuja reputação foi construída no meio jurídico, capazes de enfrentar as discussões mais acerbas em defesa de suas convicções, muitos deles não sabem como se comportar em relação aos assassinatos de reputação provenientes da mídia ou das redes sociais. A superexposição banalizou a figura de Ministro do Supremo e os expôs aos ataques.

Nos últimos meses, um deles, que ousou remar contra a maré, foi alvo de ataques impiedosos de jornais e redes sociais em cima de um falso escândalo. Depois do ataque, encolheu no seu canto e não ousou mais se colocar contra a maré.

Outro Ministro relatava a lavagem cerebral perpetrada pela mídia. Nas reuniões familiares, 90% dos parentes engolem acriticamente tudo o que vem dos jornais, dizia um deles.

O clima é tão pesado que, em alguns gabinetes, Ministros solicitam aos visitantes guardar seus celulares em uma gaveta, depois que foram informados ser possível grampear ambientes até através de celulares desligados. A Lava Jato no STF
O legalismo do STF

Mesmo assim, setores de maior bom senso consideram que, quando a Lava Jato chegar ao STF, serão definidos limites aos abusos cometidos. Há confiança no legalismo e nas convicções de pelo menos seis Ministros: o presidente Ricardo Lewandowski, Celso de Melo, Teori Zavascki, Luiz Facchin – apesar do comportamento dúbio no julgamento do ritual do impeachment – Luís Roberto Barroso e Marco Aurélio de Mello. Há dúvidas sobre Rosa Weber. De um lado, observadores que consideram que ela vem crescendo e progressivamente ganhando confiança nas sessões. Outros julgam que na hora agá ela não suportará a pressão, como no famoso julgamento “não tenho nenhuma prova, mesmo assim vou condenar”.

Próxima presidente do STF, Carmen Lúcia é vista como uma Ministra cada vez mais empenhada em conquistar a mídia com frases de efeito. É a que mais de encantou com os holofotes. Luiz Fux está cada vez mais centrado em si próprio; e Gilmar Mendes e Dias Toffoli cada vez mais focados na conspiração.

Há convicção nas inclinações legalistas do Procurador Geral da República Rodrigo Janot, visto como patriota e bem-intencionado. Mas reconhece-se que ele enfrenta inúmeras dificuldades em administrar uma corporação na qual cada procurador tem prerrogativas constitucionais e não é submetido a nenhuma forma de controle em suas incursões políticas e midiáticas.
Revelando o viés político

Choca os Ministros mais legalistas a rapidez com que Sérgio Moro autoriza as operações, decreta prisões, analisa, julga e condena. Mas não há muito a fazer, enquanto os casos não chegarem ao Supremo. Relator da Lava Jato, o Ministro Teori Zavaski tem procurado impedir abusos maiores. Mas reconhece-se no STF que o juiz Sérgio Moro tem resguardado suas arbitrariedades com enorme competência processual, não abrindo espaço para questionamentos jurídicos. Pelo menos até que o caso chegue ao Supremo.

Há enorme cuidado de não passar sequer a impressão de que está avançando além das chinelas, a fim de que o processo não seja transferido para tribunais superiores. Um parlamentar que conviveu com Moro relata a decepção no caso Banestado, quando a ação foi transferida para os tribunais estaduais e morreu.

Nas últimas semanas, Moro extrapolou com a perseguição desenfreada a Lula e a corrida para encontrar algo que incrimine a campanha de Dilma Rousseff. Ficou nítida sua estratégia com Gilmar Mendes, quando ofereceu delatores da Lava Jato para instruir o julgamento das contas de Dilma.

Pode estar aí seu erro.

No momento em que encaminhar as supostas provas, ficaria comprovado que seu alvo maior é a presidente da República.

Nessa hipótese, abrirá oportunidade do STF retirar-lhe toda a Lava Jato, já que a investigação sobre presidentes é prerrogativa do Supremo.

Responder

Sardinha

27/02/2016 - 01h53

As centrais sindicais que realmente representam os interesses dos trabalhadores precisam imediatamente se unir e articular uma greve continental sul-americana para enfrentar a articulação da direita capitalista, já
há muito unida e articula, contra os avanços proogressistas no continente.
Só assim venceremos.
Greve Geral Continental,Bastilha Universal, começando pelos trabalhadores unidos do nosso continente.

Responder

marcio r

27/02/2016 - 00h46

Oposição medíocre. Querem comer chumbo.

Responder

AécioMoura

27/02/2016 - 00h27

Delegado Moro, por favor. Prende essa quadrilha toda em Bangu, ou então solta no chapadão. Pra bem do Brasil e redenção do povo. Ufa! Não dá mais!!!

Responder

    Geysa Guimarães

    27/02/2016 - 14h51

    Moro não é delegado, é juiz (quer dizer, jucano). Se nem isso vc sabe, imagine o resto!

    Maria Libia

    27/02/2016 - 19h15

    Passando atestado de idiota e burro. Será que sabe ao menos ler ou com você só mesmo desenhando?

Francisco

27/02/2016 - 00h23

Jornalistas de esquerda começarão a ser presos em breve.

É apenas questão de tempo a “encontrarem” ajuda da Petrobras a “blogs sujos”…

Ou ajuda da Odebrecht para fazer um puxadinho…

A Lei Anti Terror já está a caminho para legitimar o assalto ao Estado de Direito.

Há uma Guerra Fria em curso e nós estamos no centro dela.

Resta saber se os militares dessa vez entendem quem é nacionalista e quem não é.

Quem pode proteger o pré-sal, o PROSUB e a engenharia nacional são eles e somente eles.

Nada mais resta.

A luta armada é carta fora do baralho:

Ninguém vai querer morrer para virar Comissão da Verdade que dá em nada. Nada!

Se Dilma tivesse morrido há um mês e a noticia não fosse divulgada, ninguém notaria.

Talvez já esteja morta e não sabemos…

A oitava economia do planeta está acéfala e à deriva.

Todo aquele juro, ações da bolsa, nióbio, mercado consumidor e petróleo estão flutuando, suculentos, sem dono.

É tempo!

“Pedro, não deixe que um aventureiro lance mão!”.

Responder

Messias Franca de Macedo

26/02/2016 - 23h36

MAIS UM FACTOIDE DO *PIMG EM POLVOROSA!
*PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)

###

Odebrecht pagou arquiteto da reforma do Instituto Lula
Segundo a revista Época, funcionário da prefeitura de São Paulo, que tentou regularizar mudança no prédio, recebeu R$ 40 mil da empreiteira
(…)

CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE: http://epoca.globo.com/tempo/noticia/2016/02/odebrecht-pagou-arquiteto-que-assina-reforma-do-instituto-lula.html

###

EM TEMPOS NAZIFASCITERRORISTAS:
inicialmente *o PIMG &$ a ‘PORCA-tarefa’ da Operação ‘Lava [DEMoTucano a] Jato’ “tinham certeza absoluta que a Odebrecht doara mais de R$ 12 milhões para a construção do [suntuosíssimo (Risos)] prédio do Instituto Lula.
No entanto, o prédio onde atualmente funciona o Instituto Lula foi construído em 1991!
Porém, os debochados (ir)responsáveis agora mencionam “um pagamento a um funcionário da prefeitura de São Paulo no sentido de que houvesse uma regularização na mudança do prédio”!
A fortuna paga: R$ 40.000,00

EM TEMPOS NAZIFASCISTAS:
a escrotíssima revista ‘Epoca’ dos mafiosíssimos Marín(ho) do FIFALÃO, da sonegação bilionária, da Mansão Triplex (sic) de Paraty em nome de ‘laranjas podres’… A escrotíssima revista ‘Epoca’ deve estar esquecendo a fortuna que a mesma Odebrecht doou ao Instituto… Ao Instituto FHC!

RESCALDO:
mais um ‘bola fora’, ‘bola murchíssima’, mais um gol contra do timeco dos Marín(ho)!…

Responder

    Messias Franca de Macedo

    27/02/2016 - 00h01

    … Mas como os mafiosíssimos Marín(ho) têm certeza absoluta de que os(as) leitores(as) coxinhas deles só leem manchetes, “e olhe lá”
    , preferem mais ouvir a cantinela golpista reverberada pelo casal ‘-20′ do ‘JN’…
    Dileto(a) (e)leitor(a),
    observe o que está escrito na mesma ‘reporcagem’ no segundo parágrafo do mixurico texto com três [parágrafos]:

    O arquiteto Paulo Ricardo Giaquinto nega, no entanto, que os pagamentos estejam ligados aos seus trabalhos para o Instituto Lula. Afirma que recebeu porque foi contratado para apresentar a licença de execução de obras do Estádio do Corinthians em Itaquera, zona leste de São Paulo. Para o Instituto Lula, Giaquinto diz que trabalhou de graça. Afirma que participou apenas da etapa de regularização da reforma – não foi o responsável pela obra

    Dizer mais o quê?
    É ou não é uma mafia [pseudo]jornalística?!…

renato

26/02/2016 - 23h16

Então teremos em REDE NACIONAL a PRESIDENTA falando para todos os BRASILEIROS, sobre tal fato.
Vindo da nossa autoridade máxima isto esclareceria todas as duvidas que pairam sobre o PODER absurdo
da USA atraves da GLOBO..
Estarei em frente a TV esperando a fala de minha PRESIDENTA DILMA, aquela que ganhou as eleições.
QUALQUER COISA fora disto, vai fechar o pau neste país..
DAI, somente depois do caos maior poderemos confiar nesta terra..

Responder

Messias Franca de Macedo

26/02/2016 - 22h57

Quem são os responsáveis pelo ódio que avança: um 1964 em câmera lenta

26/02/2016

Por conspícuo e impávido jonalista Rodrigo Vianna

Não é exagero afirmar que estamos em meio à maior ofensiva conservadora no Brasil, desde 1964.
(…)
A tabelinha mídia/Judiciário avança e aperta o torniquete. Estamos diante de um 1964 em câmera lenta. E não há outro caminho, a não ser enfrentar as ameaças.
(…)
Quando o caldo entornar de vez, cada um pagará sua cota por levar o país para um clima de confrontação e ódio. Por enquanto, eles comemoram, porque só um lado bate.
Em breve, talvez, essa gente vai perceber que quem apanha sem parar não esquece jamais os nomes de seus algozes.
A história vai dar o troco. Não tenham dúvidas.

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.revistaforum.com.br/rodrigovianna/palavra-minha/37769/

Responder

José Guimarães

26/02/2016 - 22h49

Esses bando de ladrões vão pagar a roubalheira que fizeram no nosso país na cadeia. Grade neles Moro. Ladrões da Republica, prisão perpétua.

Responder

Messias Franca de Macedo

26/02/2016 - 22h29

Renan coage a Dilma
Sem o Renan, o Cerra não saía da Mooca

https://www.youtube.com/watch?v=hRZsTCDjuGo

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.conversaafiada.com.br/

Responder

Messias Franca de Macedo

26/02/2016 - 22h17

Perdão pelo ‘fora de pauta’!

O verdadeiro acarajé baiano ‘desMOROliza’ ainda mais a ‘PORCA-tarefa’ nazifasciterrorista &$ golpista de meia tigela IMUNDA!
Entenda a criminosa palhaçada jurídico-policialesca!

***

Funcionária da Odebrecht diz à PF que ‘acarajé’ era porção de comida baiana

26/02/2016

(…)

FONTE: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/02/1743729-funcionaria-da-odebrecht-diz-a-pf-que-acaraje-era-porcao-de-aperitivo.shtml

Responder

Euler

26/02/2016 - 22h14

Eu já havia cantado a pedra, juntamente com dezenas de internautas, sobre a estreita ligação secreta do juiz Moro e sua quadr…, ops, equipe de policiais da PF e procuradores do Paraná com a CIA. A direita brasileira sempre manteve fortes laços com grupos estrangeiros e o aparato estatal norte-americano, que existe para garantir a “ordem” imperial e tudo o que isso representa: transferência de riquezas como pré-sal para os grupos estrangeiros, super lucros para garantir o padrão de riqueza dos ricos dos países ricos com as devidas migalhas para os lacaios associados da periferia, incluindo os jornalistas de aluguel da mídia golpista.

Moro e sua equipe estão a serviço do golpe, da direita liderada pelos tucanos (herdeiros da UDN lacerdista), da Casa Grande, enfim. O problema é que a esquerda não consegue sequer se unir para combater esta ameaça real e presente contra o povo brasileiro. Estamos perdendo tudo: garantias constitucionais, salários, empregos, riquezas minerais, tudo.

A continuar assim, em breve assumirá um governo de direita com um pacotão de arrocho botando a culpa de tudo na esquerda e mais especificamente no PT, e a parte lobotomizada da população vai se escravizar sorrindo e aplaudindo.

É este o preço que estamos pagando pela não politização dos de baixo nos tempos de crescimento e distribuição de renda. E também pelos equívocos do PT em fazer péssimas indicações para ministros do STF, PGRs, da justiça, em financiar a mídia golpista, sobretudo a Globo, acreditando que ela teria um pingo de gratidão por isso, além da omissão e covardia ao não enfrentar os ataques diários da direita e sua mídia.

O que salvou neste processo foi o contraponto construído nas redes sociais, nos blogs sujos e através de centenas de internautas que diariamente travam a luta ideológica e política contra os ataques da direita. Os movimentos sociais também começam a se mobilizar e a perceber que não podem viver na dependência de governos cuja capacidade de resistência e de articulação política é cada vez menor.

O governo Dilma e o PT não estão sendo massacrados por práticas de corrupção. Se fosse assim, o PSDB e do Demo já teriam desaparecido do mapa e seus membros estariam quase todos presos. Incluindo os Marinho e demais barões da mídia. Não se trata portanto de combate à corrupção coisa alguma, mas de GOLPE DE ESTADO com verniz de legalidade judicial-policialesca.

Por que esses canalhas nunca apuraram a LISTA DE FURNAS? Ou o Trensalão? Ou como os Marinho acumularam R$ 60 bilhões, mesmo após uma quase falência recentemente? E a Operação Zelotes original, que mexeu com banqueiros e com os barões da mídia, que sonegaram e corromperam agentes do estado? E o caso Banestado? E o caso de meia tonelada de pasta base de cocaína no helicóptero dos Perrella? E o caso da merenda dos estudantes de SP? E o triplex do Paraty dos Marinho? E a sonegação dos ricos de bilhões de reais anualmente? E a privataria tucana que entregou patrimônio público para grupos de rapina em troca de vantagens, propinas, e etc., etc.?

Enfim, são milhares de casos envolvendo boa parte do mundo político e jornalístico e jurídico com toda forma de corrupção, desvios e propinas e que não deram em nada. Nada foi apurado, a não ser contra o PT, cujos acusados – Zé Dirceu, Vacari, Lula – perto dessa gente e comparados a esses mafiosos que sempre roubaram o Brasil são no máximo meros aprendizes de batedores de carteira.

Por isso é preciso dialogar com a população sobre a farsa do discurso moralista desses sem moral alguma e apontar o que é essencial: os ataques da direita às conquistas do povo brasileiro. É a isso que essa operação lava-jato se presta, juntamente com outros personagens, como Eduardo Cunha, Gilmar Dantas, os Marinho e demais barões da mídia, entre outros. E é isso que o PT e o governo Dilma não têm coragem de denunciar e combater, inclusive o pouco que resta desse governo, para se defender e para mobilizar a população.

Precisamos formar um forte movimento social em defesa da democracia ameaçada, das conquistas sociais e dos direitos do povo brasileiro, sob ameaça real e presente.

Responder

renato andretti

26/02/2016 - 21h46

Tenho que contribuir.
ASSISTAM…O FILME
The Lost Honour of Christopher Jefferies…..
Não há coincidências quando se trata de midia..
Alem de ser um excelente filme..

Responder

lulipe

26/02/2016 - 21h30

Vem acarajé quente por aí……

Responder

Antonio Lucas

26/02/2016 - 21h27

Tá explicado por que ela permanece com o zé na justiça. Dois traidores tucanos dentro do PT.

Responder

Noilton

26/02/2016 - 20h51

QUEM PODE DESTITUIR ESSE SEM VERGONHA DO MORO? QUEM PODE BARRAR ESTE PODER DELE? HÁ QUE HAVER ALGUÉM

Responder

Mauricio Gomes

26/02/2016 - 20h30

Tinham que criar um mar humano na porta da Globo, Folha, Veja e Estadão. E também na porta da casa desse juizeco safado e fascista, temos que botar pressão nessa matilha de canalhas que quer dar um golpe na democracia, no estado de direito e prender o Lula. Se botarem a mão no Lula sem provas cabais, iremos incendiar esse país e fritar muitas coxinhas.

Responder

    lulipe

    26/02/2016 - 21h43

    Com o preço que está a mortadela vai ser difícil, meu caro.

    Mauricio Gomes

    26/02/2016 - 22h51

    Não dependo de dinheiro para defender minhas ideias e nem sou um rato covarde que nem você, que não é homem sequer para postar seus comentários ridículos usando o próprio nome. Para defender o Lula do ataque dessa direita fascista e de pessoas patéticas que nem você eu tiro dinheiro do meu bolso. Canalha e covarde, isso que você é.

Jorge

26/02/2016 - 20h29

Não deixem acabar com a Democracia. Lutamos muito por isso. Amem a Pátria e se for preciso não fuja à luta.

Responder

José Policarpo Jr.

26/02/2016 - 20h15

Prezada Conceição Lemes,

Se eu entendi bem: sua opinião é a de que Dilma já desistiu de vez do projeto de país soberano e popular e também consentiu com a derrubada e prisão de Lula? É isso?

Responder

OLAVO

26/02/2016 - 20h06

O dinheiro que Lula ganha não dar para comprar aquele Sítio de Atibaia?
Então por que ele esconderia que dono?
Parece meio louco a situação. Parece que os caras perderam a noção.
Mesmo raciocínio para o apartamento.

Responder

Edimilson

26/02/2016 - 19h58

Calma gente, isto só comprova que eles não tem nada contra o LULA, estão igual barata tonta!

Responder

Lukas

26/02/2016 - 19h48

Eduardo Guimarães é mais lulista que Dona Marisa.

Responder

    Mauricio Gomes

    26/02/2016 - 20h30

    E você é mais palhaço do que o Bozo e o Moro juntos.

    renato andretti

    26/02/2016 - 21h47

    Eu gostaria de ter um amigo como EDUARDO .

    lulipe

    26/02/2016 - 23h53

    Eu queria ter uns amigos como os de lula…

Irion

26/02/2016 - 19h37

Agora ficou claro: trata-se de um complô, travestido de “investigação”, com objetivos puramente políticos (acabar com o PT) e econômicos (acabar com as empreiteiras brasileiras, que competem com as empreiteiras dos patrões – os norteamericanos)! Pura traição golpista! Está na hora do governo criar vergonha e acabar com essa palhaçada golpista, antes que seja engolido por ela! O desenvolvimento do Brasil, e o direito de governar do candidato vitorioso, não pode ficar sujeito aos desmandos e provocações de um juiz “data venia” provinciano!

Responder

FrancoAtirador

26/02/2016 - 19h26

.
.
ÚLTIMA CARTADA DA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL CRIMINOSA
.
Pelo menos agora escancara de vez a Manipulação da OC/PPP (OLJ)
.
.

Responder

Messias Franca de Macedo

26/02/2016 - 19h19

[Respaldada em documentos comprobatórios, a publicitária Mônica Moura “coloca a ‘PORCA-tarefa’ sob os chinelos”!…
E o *PIMG insiste em se fazer de tolo!
Ah canalhas!
*PIMG (Partido da Imprensa Mafiosa &$ Golpista)]

Monica Moura puxa o tapete golpista de Sergio Moro/Gilmar Mendes

26/02/2016 Miguel do Rosário

(…)
De acordo com a publicitária, o valor era uma parte do custo total de US$ 50 milhões para a campanha do angolano, que incluía uma pré-campanha, a campanha e uma pós campanha que era uma consultoria para pronunciamentos”. A declaração de Mônica coincidiu com a de João Santana, prestada no dia seguinte, quinta-feira (25).
A empresária ainda descreveu que, deste total, US$ 30 milhões foram recebidos por meio da Polis Brasil, a empresa do casal e os outros US$ 20 milhões “foram pagos por meio de um contrato de gaveta, não contabilizado”, disse, confessando a não declaração à Receita. Em uma das transferências, o casal afirmou que foi, inclusive, ao escritório de Zwi Skornicki, por indicação da área financeira do presidenciável, para acertar a transferência de US$ 4,5 milhões na conta da Shellbill, offshore do casal. Mônica comprometeu-se a apresentar o contrato para a eleição de Angola para a Polícia Federal.
(…)
A empresária Mônica Moura esclareceu que, em 2011, também foi orientada a procurar Fernando Migliaccio – executivo da Odebrecht e suposto pagador de propinas no esquema de corrupção da Petrobras – para receber parte dos valores da campanha realizada pelo casal para a reeleição de Hugo Chávez, na Venezuela.
A esposa de João Santana explicou que a campanha chavista teve “um alto custo” de US$ 35 milhões e que, por isso, “grande parte desse valor foi recebida de maneira não contabilizada”, ou seja, não declarada à Receita.
(…)
Mônica também lembrou que as transferências identificadas pela PF, que registram valores a partir de 2011, foram no período de três grandes campanhas presidenciais em que o casal trabalhou: Hugo Chávez (Venezuela), José Eduardo Santos (Angola) e Danilo Medina (República Dominicana).
(…)

FONTE [LÍMPIDA!]: http://www.ocafezinho.com/2016/02/26/monica-moura-puxa-o-tapete-golpista-de-sergio-morogilmar-mendes/

Responder

Mauricio Gomes

26/02/2016 - 19h12

Se prenderem o Lula iremos para a rua e haverá guerra, não podemos aceitar que esse juizeco fascista safado, meia dúzia de procuradores partidários, uma polícia política e uma máfia midiática sujem o nome do homem que resolveu botar o pobre entre as prioridades da nação e que fez o Brasil reafirmar sua soberania. Lula foi simplesmente o maior presidente da história do Brasil, se botarem a mão nele temos que iniciar uma revolta para destruir esses veículos de mídia vendidos, assim como o povo fez em 1954 após o suicídio de Vargas, quando invadiu sedes de jornais golpistas e queimou veículos dessa imprensa nojenta. Chega de contemporizar com esses FDPs, se a Dilma não quer defender o Lula e seu legado nós o faremos. Gostaria muito, para começar, de queimar aquele boneco infame daqueles grupos fascistas covardes, que só são valentes se escondendo atrás da guarda pretoriana de SP. E uma coça bem dada naquele Kim Becil e no líder dos retardados online também.

Responder

    lulipe

    26/02/2016 - 21h49

    Ah, e essa coragem toda que dura até terminar o comentário…..

Walter

26/02/2016 - 19h06

Enfim, para ganhar a eleicao ludibriando os eleitores, e depois implantar o programa do adversario, para entregar as rservas nacionais, a previdencia dos trabalhadores, era melhor ter perdido…
Fora Dilma!

Responder

Deixe uma resposta