VIOMUNDO

Amaury Ribeiro Jr.: MP identifica empresas que irrigaram lista de Furnas

31 de julho de 2012 às 11h35

31/07/2012 10:56 – Atualizado em 31/07/2012 10:56

Ministério Público denuncia ‘mensalão’ de Furnas

Amaury Ribeiro Jr. – Do jornal mineiro Hoje em Dia

sugerido pelo Stanley Burburinho e pelo próprio autor

A procuradora da República no Rio Andrea Bayão Ferreira denunciou o ex-diretor de Planejamento de Furnas, Dimas Toledo, e um grupo de empresários e políticos acusados de participarem da chamada Listas de Furnas – a caixinha de campanha clandestina que funcionou na empresa estatal durante o governo de FHC. A denúncia reúne um arsenal de documentos da Polícia Federal e da Receita Federal que, além de atestar a veracidade, comprova a existência de um “mensalão” organizado por Dimas na estatal.

De acordo com a procuradora, o mensalão de Furnas provocou o enriquecimento de funcionários públicos, empresários e lobistas, acusados de alimentarem os financiamentos ilegais de campanha políticas dos tucanos e de seus aliados com o dinheiro público. Segundo a denúncia, o esquema era custeado pelos contratos superfaturados assinados pela estatal com duas empresas : a Toshiba do Brasil e a JP Engenharia Ltda. As duas foram contratadas sem licitação pública para realizar obras no Rio . “O diretor Dimas Toledo reproduziu, em Furnas, o esquema nacional que ficou conhecido como ‘ mensalão’ – um esquema de arrecadação de propina – na ordem de milhões, custeado mediante o superfaturamento de obras e serviços”, diz a procuradora na denúncia.

A lista



A lista de Furnas, assinada pelo próprio Dimas Toledo, traz o nome de políticos que receberam doações clandestinas de campanha da empresa estatal em 2002. Entre os beneficiados estão os ex-governadores de São Paulo e de Minas Gerais, e outros 150 políticos.

Réus confessos



Os próprios executivos da Toshiba do Brasil – uma das empresas que financiavam o esquema – confirmaram a existência de um caixa dois que sustentava mesada de servidores e políticos. O superintendente Administrativo da empresa japonesa, José Csapo Talavera, afirmou, por exemplo, que os contratos de consultoria fictícios das empresas de fachada, até 2004 , eram esquentados por um esquema de “notas frias”.

Escuta quente

As escutas da Polícia Federal desmentem que o lobista Nilton Monteiro teria tentado falsificar a lista. Pelo contrário. “Durante a intercepção das linhas telefônicas usadas por Nilton Monteiro, nada foi captado que indicasse a falsidade da lista, ao revés, em suas conversa telefônicas, inclusive com sua esposa, sustenta que a lista é autêntica”, diz a procuradora.



Jefferson confirmou



Um dos políticos citados na lista, o ex-presidente do PTB e ex-deputado Roberto Jefferson(PTB) também confirmou à PF a veracidade do documento. De acordo com o depoimento anexado à denuncia do MP, Jefferson disse ter recebido, na campanha para deputado federal em 2002, R$ 75 mil da estatal. A grana foi entregue pelo próprio Dimas Toledo a Jefferson num escritório no centro do Rio.

Peritos



Mas a prova cabal de que a lista de Furnas é mesmo verdadeira acabou sendo fornecida por peritos da Polícia Federal. Em depoimento à PF, além de confirmarem a autenticidade da assinatura de Dimas Toledo, os peritos descartaram a possibilidade de montagem.

Chantagem



De acordo com a denúncia, a lista com o nome de políticos que receberam doações clandestinas da estatal teria sido elaborada pelo próprio Dimas Toledo, que pretendia usá-la para manter-se no cargo. O próprio diretor da estatal teria entregue o material ao lobista, que tentou negociá-la com os adversários políticos do PSDB.

Trânsito

Dimas Toledo confirmou que o lobista tinha trânsito livre na estatal. Dimas disse ter, inclusive, marcado um encontro do lobista com o departamento jurídico da estatal.

Indiciamento

Além de Jefferson, o MPF denunciou Dimas Toledo, mas deixou de fora caciques do PSDB citados, sob o argumento de que eles são alvos específicos de uma investigação da PF e do MPF sobre os beneficiários da caixinha de campanha alimentada pela empresa estatal.

Vara da Fazenda



O destino de Dimas e de outros operadores de Furnas será julgado pela Vara da Fazenda do Rio. Apesar de Furnas ser uma empresa estatal, a Justiça Federal do Rio encaminhou a denuncia do MPF à Justiça Estadual Fluminense.

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR

 

40 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Ao livrar Aécio de inquérito, Janot desconheceu denúncia de promotora sobre caixa 2 em Furnas | De olho no discurso

07/03/2015 - 13h38

[…] Quando noticiou a denúncia da promotora, o repórter Amaury Ribeiro Jr. destacou, em texto reproduzido pelo Viomundo: […]

Responder

Rogério Correia: “Nós entregamos pessoalmente no gabinete do Janot as provas do envolvimento de Aécio no caixa 2 de Furnas” | bita brasil

05/03/2015 - 18h45

[…] Amaury Ribeiro Jr.: MP identifica empresas que irrigaram a lista de Furnas […]

Responder

    Walter

    07/01/2016 - 02h32

    O ministério público não é público não, ele tem dono ,o PSDB pode processar vocês quem manda lá sao eles,e a cúpula dos federais também já viram eles processar tucanos acorda Brasil , só fica dormindo berço esplêndido.

O Palheiro | Ao livrar Aécio Neves de inquérito, Janot desconheceu denúncia de promotora sobre esquema de caixa 2 em Furnas.

05/03/2015 - 13h02

[…] Quando noticiou a denúncia da promotora, o repórter Amaury Ribeiro Jr. destacou, em texto reproduzido pelo Viomundo: […]

Responder

O que Janot omitiu para salvar Aécio | Conversa Afiada

05/03/2015 - 11h57

[…] a Bauruense.Quando noticiou a denúncia da promotora, o repórter Amaury Ribeiro Jr. destacou, em texto reproduzido pelo Viomundo:Réus confessos Os próprios executivos da Toshiba do Brasil – uma das empresas que financiavam o […]

Responder

Ao livrar Aécio Neves de inquérito, Janot desconheceu denúncia de promotora sobre a Lista de Furnas | Viomundo - O que você não vê na mídia

04/03/2015 - 22h53

[…] Quando noticiou a denúncia da promotora, o repórter Amaury Ribeiro Jr. destacou, em texto reproduzido pelo Viomundo: […]

Responder

Azenha: a Folha (*), o mensalão tucano e a lista de Furnas | Conversa Afiada

12/03/2014 - 10h11

[…] difamá-los?  Por que a Folha não ouviu Carone, Miraglia e Geraldo Elísio, além de Monteiro?3. A procuradora Andréa Bayão Pereira, do Rio de Janeiro, investigou a lista de Furnas. Ela ouviu Nilton Monteiro e executivos de empresas que teriam colaborado com a caixinha tucana. A […]

Responder

A cobertura marota da Folha sobre o mensalão tucano e a lista de Furnas - Viomundo - O que você não vê na mídia

10/03/2014 - 22h13

[…] A procuradora Andréa Bayão Pereira, do Rio de Janeiro, investigou a lista de Furnas. Ela ouviu Nilton Monteiro e executivos de empresas que teriam colaborado com a caixinha tucana. A […]

Responder

Quando o criador também depende das criaturas « Viomundo – O que você não vê na mídia

23/12/2012 - 09h06

[…] Amaury: MP identifica empresas que irrigaram o esquema de Furnas […]

Responder

O debate sobre a PEC que limita poderes do Ministério Público « Viomundo – O que você não vê na mídia

22/12/2012 - 15h28

[…] Amaury: MP identifica empresas que irrigaram o esquema de Furnas […]

Responder

TV suspeita de vender cobertura pró-direitistas. No México « Viomundo – O que você não vê na mídia

22/12/2012 - 14h39

[…] Amaury: MP identifica empresas que irrigaram o esquema de Furnas […]

Responder

Mas disso não se fala nem rende editorial indignado « Ficha Corrida

21/12/2012 - 23h04

[…] Amaury: MP identifica empresas que irrigaram o esquema de Furnas […]

Responder

Jornal mineiro descumpre ordem judicial e não publica direito de resposta do PT « Viomundo – O que você não vê na mídia

17/08/2012 - 22h18

[…] Amaury Ribeiro Jr.: MP identifica empresas que irrigaram lista de Furnas […]

Responder

Rogério Correia: PSDB usou a polícia e a mídia para tentar cassar meu mandato « Viomundo – O que você não vê na mídia

17/08/2012 - 02h22

[…] O timing da movimentação dos tucanos leva o deputado a especular, hoje, que o objetivo deles era colocar pressão sobre a procuradora da República Andrea Bayão Ferreira, que se preparava para fazer a denúncia no Rio de Janeiro – enfim apresentada no início deste ano, como revelou o repórter Amaury Ribeiro Jr. no jornal Hoje em Dia. […]

Responder

Furnas será a Privataria – II do Amaury | Conversa Afiada

03/08/2012 - 09h23

[…] partidos.Colunista do jornal Hoje em Dia, em Belo Horizonte, através do qual divulgou ontem trechos da denúncia do Ministério Público Federal sobre o caso, Amaury disse que dispõe “de dez mil páginas de documentos” que resultaram da investigação […]

Responder

Amaury diz que já tem os documentos para o Privataria II « Ficha Corrida

01/08/2012 - 22h26

[…] do jornal Hoje em Dia, em Belo Horizonte, através do qual divulgou ontem trechos da denúncia do Ministério Público Federal sobre o caso, Amaury disse que dispõe “de dez mil páginas de documentos” que resultaram da […]

Responder

Amaury diz que já tem documentos para o Privataria II |blogdobarbosa

01/08/2012 - 16h00

[…] do jornal Hoje em Dia, em Belo Horizonte, através do qual divulgou ontem trechos da denúncia do Ministério Público Federal sobre o caso, Amaury disse que dispõe “de dez mil páginas de documentos” que resultaram da […]

Responder

Amaury diz que já tem os documentos para o Privataria II « Viomundo – O que você não vê na mídia

01/08/2012 - 14h14

[…] do jornal Hoje em Dia, em Belo Horizonte, através do qual divulgou ontem trechos da denúncia do Ministério Público Federal sobre o caso, Amaury disse que dispõe “de dez mil páginas de documentos” que […]

Responder

Marinalva

01/08/2012 - 08h44

FORA DE PAUTA, MAS IMPORTANTE

O jornal O POVO, de Fortaleza, volta a falar da tentativa de chantagem feita pela mulher do Cachoeira contra o Juiz Alderico Rocha Santos.
E mais uma vez omite o essencial. Veja o parágrafo da matéria onde pela primeira vez é citada a palavra dossiê:

“A mulher de Carlos Cachoeira ficou três horas detida na segunda-feira na Polícia Federal em Goiânia (GO), quatro dias após ela oferecer, ao juiz federal Alderico Rocha Santos, da 11ª Vara da Justiça Federal, um dossiê contra ele, em troca da liberdade do marido”.

Isto é o que podemos chamar de “samba da notícia de um jornalista doido”. E o que NÃO ficou explicado no texto acima foi o seguinte: quem teria, segundo a mulher do Cahoeira, elaborado o tal dossiê e quem iria publicá-lo?

Resposta: POLICARPO JÚNIOR; A REVISTA VEJA.

Agradeço ao internauta que me lembrou do fato de que o jornal O POVO é vendido casado com a revista Veja aos domingos, em Fortaleza. Portanto, o nome de POLICARPO JÚNIOR jamais será mencionado pelo jornal O POVO. Porque quem fala mais alto são os negócios.

Responder

Sérgio Vianna

01/08/2012 - 05h14

Um grupo empresarial da área de comunicações chegou a uma dívida de mais de três bilhões de dólares. A situação estava para impagável por absoluta falta de ativos. Somente uma renegociação salvaria o grupo da falência.

Um recém empossado governo cuja base eleitoral e programática não simpatizava com o grupo empresarial não jogou a pá de cal. Antes da falência, ofereceu ajuda e criou um plano de renegociação da dívida do grupo empresarial, que veio a respirar novamente.

Grupo empresarial e governo não se movimentam sozinhos. São os seus dirigentes que procuram agir e com isso produzem fatos que modificam a realidade adversa.

Há quem diga que um dirigente do governo se movimentou e conseguiu equalizar o problema da dívida do grupo empresarial.

A cultura popular está cheia de contos que embalam sonhos e tentam explicar fatos pela analogia das histórias. Uma delas é a história do escorpião à beira de um grande rio sem alternativas para transpor o obstáculo. O sapo, nadador exímio, oferece ajuda e traça um plano para a travessia.

Pede, porém, que não seja vítima da picada venenosa do escorpião. Uma vez alcançada a outra margem o escorpião – antes de descer das costas do sapo, aquele que lhe deu a carona e o salvou do rio – esquece o compromisso inicial e lança a picada fatal.

Ao indagar porque fora vítima depois da ajuda, o sapo recebe como resposta um pedido de desculpas do escorpião, que lhe diz: “sinto muito, mas é da minha natureza”.

Há um fato que se inicia no próximo 2 de agosto de amplo conhecimento do povo. O que o povo não sabe, ou não percebe, é que uma possível vítima do fato esteja na condição do sapo, a levar ferroadas venenosas daquele escorpião que se esqueceu da ajuda e pratica agora a sua “natureza”: a difamação, a insinuação, a acusação sem provas, a não permissão do direito de defesa, a condenação prévia, a morte.

Nada mais pode ser feito neste momento atual. Fica a analogia para servir de aprendizado.

Muito sábia, a cultura popular.

Responder

Paciente

01/08/2012 - 01h59

Cadê a Lei de Mídia, PT?

Responder

Paciente

01/08/2012 - 01h58

Cerra vai dizer: “Isso é lixo”!

Aécio vai dizer: “Isso é lixo!”

Alckmin vai dizer: “Isso é lixo!”

A Globo vi dizer: ” * “!

Vai ser um grande debate politico, com ampla repercussão…

Responder

Luis

01/08/2012 - 00h48

Mas e aí?? o que acontece agora? que os tucanos e simpatizantes estão afundados na lama da corrupção, abraçadinhos com o PIG, isso sabemos faz tempo, e não é de hoje que existem denuncias e provas contundentes. Mas sinceramente, vejo muito distante algo acontecer, pelo menos a curto e médio prazo. Eles estão blindados pela mídia, os petistas e aliados ou são muito covardes ou tem muito rabo preso, e não vão fazer coisa alguma. Sei lá, fico agoniado, ansioso por ver essa elite pagar o que deve pra valer, mas parece muito difícil.

Responder

Marat

31/07/2012 - 23h04

Como aqui a “verdade” é aquela que sai no PIG, a lista de furnas nem será divulgada pelos macacos amestrados da impren$$$a oligarca!

Responder

Gerson Carneiro

31/07/2012 - 21h12

Homem pede autógrafo a Serra no livro “A Privataria Tucana”

http://tv.estadao.com.br/videos,HOMEM-PEDE-AUTOGRAFO-A-SERRA-NO-LIVRO-A-PRIVATARIA-TUCANA,177306,342,0.htm

KKKKKK… O Çerra perdeu o rumo.

Responder

Geralda

31/07/2012 - 20h54

Até que enfim a polícia federal constata que a falcatrua de Furnas é uma realidade.Tucanos, tucanalhas que compram toda a mídia, e agora a batata está assando e bem assada.

Responder

ZePovinho

31/07/2012 - 20h24

Jornal usa Photoshop para manipular imagens da destruição na Síria

http://www.gizmodo.com.br/jornal-usa-photoshop-para-manipular-imagens-da-destruicao-na-siria/

Responder

Fabio Passos

31/07/2012 - 20h11

O PIG sempre tentou desqualificar a Lista de Furnas… o PIG sempre trata seus leitores como imbecis.

Agora a Polícia Federal confirmou a autenticidade da lista.

Já há indiciamentos e os políticos tucanos estão sob investigação da PF e MPF.

Responder

Diniz

31/07/2012 - 19h43

E a chamada “grande mídia” esconde ou minimiza tudo que se refere a corrupção no PSDB. Reportagens pequenas que logo desaparecem, as vezes só uma notinha em coluna de fofocas. Colunistas que diariamente procuram agulha em palheiro do PT, simplesmente nada comentam sobre as falcatruas tucanas. Ignoram documentos oficiais e testemunhas que prejudiquem o PSDB e fazem ilações a partir de suposições, ou mesmo inventam ou mentem descaradamente quando envolvem o PT. Editoriais batem incansavelmente no PT, e mesmo diante de fatos absolutamente bons, tentam relativizar e depreciar. Manchetes sistematicamente tendenciosas e enganosas, por todo o veículo midiático, a tentar, e conseguir, manipular mentes e corações. Uma estratégia preconceituosamente nazista, que tenta a todo custo manter os privilégios de uma elite conservadora e criminosamente gananciosa, daqueles que no passado sempre governaram o Brasil, responsáveis diretos pela então mais vergonhosa distribuição de renda do mundo, pelo nosso atraso social e econômico, verdadeira chaga de nosso país. Mas os tempos são outros, vivemos a Primavera da Blogosfera, que nos traz o sol do conhecimento e o florescer de uma verdadeira revolução político-cultural. E estaremos aqui, militantes da verdade, protagonizados pelos blogueiros “sujos”, a limpar nosso Brasil da sujeira midiática.

Responder

Julio Silveira

31/07/2012 - 17h33

Levo fé mesmo é nos privatas do Caribe. Por que tenho certeza que o Amauri pesquisou nos documentos produzidos dentro da investigações policiais. E, levo fé, pela certeza de saber que nos país que vivemos investigações, para decolar, dependem muito de quem é investigado, do compromentimento do investigado com o sistema. Se fosse um Zé das couves ao inves do Zé contra rampa, o sujeito já estaria no xilindro com todo o empenho juridico e judicial. Mas, infelizmente, aqui as vitimas são muito mais criminosas que o criminoso para o sistema, já que elas são obrigadas a saber, pagar a conta e ainda ter que aplaudir.

Responder

mariana ...

31/07/2012 - 16h36

Azenha, veja só, jornal austríaco usa uma montagem de photoshop para manipular a destruição na Síria…

http://www.gizmodo.com.br/jornal-usa-photoshop-para-manipular-imagens-da-destruicao-na-siria/?utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+gizmodobr+%28Gizmodo+Brasil%29&utm_content=FaceBook

Responder

    ZePovinho

    31/07/2012 - 20h22

    Jornal usa Photoshop para manipular imagens da destruição na Síria
    Por – Brian Barrett 30 jul, 2012 – 12:24

    62 Comentários

    O Kronen Zeitung é o maior jornal da Áustria, com uma base de 3 milhões de leitores (para uma população de 8 milhões). Ontem, os leitores viram no jornal a cidade de Aleppo, na Síria, arrasada por bombardeios. Só que, como aponta um esperto usuário do Reddit, essa “foto” é uma montagem: a cena foi criada no Photoshop.

    A família na foto é real e estava na Síria: a foto original (à direita) veio do banco de imagens EPA. Mas fugir de uma cidade arrasada por armas e morteiros parece não ser dramático o bastante para o jornal. O Krone, como ele é chamado, queria mais.

    Usar Photoshop para fazer atrizes e modelos ficarem irrealmente bonitas já é ruim o bastante. Mas usá-lo para fazer uma guerra civil ficar ainda pior na foto? Só é lamentável.

Marcos

31/07/2012 - 14h36

Sabe que fico enojado de ver falar em mensalão?
Tudo que diz respeito à doações e ajuda de campanha,
a midia coloca como se fosse mensalão.
Mensalão, traduzindo,é ajuda mensal,seja lá quanto for
o tempo. Mas doação ou ajuda para campanha e partidos é
outra coisa. Assim como essa famosa ação penal 247 que
insistem em dizer que foi um mensalão.No Brasil, é preciso
repetir, sempre existiu a cultura do caixa 2 em todos os
partidos. Os empresários não gostam de aparecer,e,como tal,
preferem doar aos partidos e candidados de forma invisivel.

Responder

Roberto Locatelli

31/07/2012 - 13h16

Aébrio Neves, o menino do Rio, dançou.

Responder

    Willian

    31/07/2012 - 15h16

    Igual o Gilmar Mendes?

    RicardãoCarioca

    31/07/2012 - 15h25

    Só estou esperando sair a perícia da lista do ‘mensalão’ tucano – que foi mostrada na Carta Capital dessa semana e que o ‘imorrível’ Merval hoje já concluiu que é falsa baseado apenas, APENAS, na palavra do Marcos Valério – para dizer: SIM!

    Porque, ao contrário de você, imprensa para mim não é Justiça, muito menos polícia e, portanto, pode apenas apontar indícios e fazer denúncias.

    Zezinho

    31/07/2012 - 16h20

    Deixa de ser ingênuo Carioca, só o fato da lista que saiu na Carta Capital diferir da lista publicada na internet já mostra quão verdadeira ela é.

Deixe uma resposta