VIOMUNDO

Advogado de perseguidos pela ditadura diz que Lula ficou sob prisão provisória e quer Moro punido por abuso de autoridade

09 de março de 2016 às 20h39

Captura de Tela 2016-03-09 às 20.56.09

Jair Bolsonaro fez pirotecnia literalmente:  foi soltar fogos diante da PF em Curitiba ao lado do filho e de Fernando Francischini, acusado por Delcídio do Amaral de cobrar propina para livrar gente de depoimentos na CPI da Petrobras; o juiz Moro, que comandou o show midiático, em palestra ao lado do pré-candidato do PSDB à Prefeitura de SP, João Dória, acusado de compra de votos pelos adversários

Advogado de presos políticos na ditadura pede ao MP Federal ação penal contra Moro

9/mar./2016, 20h00min

Marco Weissheimer, no Sul21

O advogado Werner Cantalício João Becker, a advogada Rejana Maria Davi Becker e quatro presidentes de sindicatos do Rio Grande do Sul protocolaram, nesta quarta-feira (9), representação à Procuradoria Geral da República da 4ª Região, sediada em Porto Alegre, pedindo a instauração de ação penal pública incondicionada (Lei 5.249/67) contra o juiz Sérgio Moro ou a abertura de inquérito para averiguar a responsabilidade administrativa e penal desse magistrado no episódio envolvendo a condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para comparecer à uma delegacia da Polícia Federal, no dia 4 de março deste ano.

A representação considera que a conduta de Sérgio Moro no episódio configura ilícitos penais previstos nos artigos 3°, a) e 4°, a), da Lei 4.898/65 (que trata do abuso de autoridade), além do tipificado no artigo 350, parágrafo único, IV do Código Penal.

Assinam a representação, juntamente com os dois advogados, Lírio Segalla Martins da Rosa, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Porto Alegre, Helenir Aguiar Schurer, presidente do Centro de Professores do Estado do Rio Grande do Sul (CPERS Sindicato), Gilnei Porto Azambuja, presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telefonia do RS, e Everton Gimenez, presidente do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre (Sindibancários). Werner Becker é um nome histórico da resistência contra a ditadura, defendendo presos políticos nos tribunais militares e militando pela redemocratização do Brasil.

A representação assinala que o Código de Processo penal só contempla a condução coercitiva, por decisão judicial, em dois casos: condução de testemunha ou de acusado. No primeiro caso, se regularmente intimada, a testemunha deixar de comparecer sem motivo justificado, o juiz poderá requisitar à autoridade policial a sua apresentação ou determinar que seja conduzida por oficial de justiça, que poderá solicitar o auxílio da força pública. No segundo, se o acusado não atender à intimação para o interrogatório, reconhecimento ou qualquer outro ato que, sem ele, não possa ser realizado, a autoridade poderá mandar conduzi-lo à sua presença.

“Despacho judicial não está amparado em qualquer dispositivo legal”

No caso da condução coercitiva do ex-presidente Lula, prossegue a representação, o despacho judicial emitido pelo juiz Sérgio Moro, não está amparado em qualquer dispositivo legal. “A condução coercitiva, por decisão judicial, somente é cabível com a instauração do processo penal, após o recebimento da denúncia. O acórdão referido no despacho, trata de condução coercitiva pela autoridade policial, sem intervenção judicial, em situação absolutamente diversa da situação em que foi consumada a condução coercitiva do ex-presidente da República”.

“A extemporânea intervenção do juiz Sergio Moro, expedindo mandado de condução coercitiva, pretendeu dar foro de judicialidade à ação da Polícia Federal”, aponta ainda a representação que aponta várias irregularidades neste encaminhamento: “A palavra ‘convite’ constante do despacho judicial é desconhecida da legislação processual e foi usada eufemisticamente para dissimular a evidente coação. Traduzindo-se no coloquial: ‘Ou vai na boa ou o levamos à força’”.

E prossegue a representação:

“Por que a necessidade de imediato comparecimento do ex-Presidente da República à presença da autoridade policial, mesmo antes da chegada ao seu exame, do  material apreendido pelo mandado de busca e apreensão? Somente a necessidade pirotécnica de dar cunho de sensacionalismo à condução coercitiva explica a expedição da urgência. A ampla cobertura da mídia garantiu a pirotecnia pretendida pelo  arbítrio”.

“Despacho redigido sem qualquer forma ou figura de direito”

A representação também aponta a incongruente fundamentação do despacho do juiz para justificar a decisão da condução coercitiva:

No despacho, redigido sem qualquer forma ou figura de direito, e reproduzido na íntegra por alguns órgãos da mídia nacional e, parcialmente por outros, o Juiz Sérgio Moro fundamenta a expedição de mandado de condução coercitiva para “evitar tumultos como o havido recentemente perante o Fórum Criminal de Barra Funda, em São Paulo, quando houve confronto entre manifestantes políticos favoráveis e desfavoráveis ao ex-presidente e que reclamou a intervenção da Polícia Militar.

Não se atina porque a condução coercitiva, no presente caso, minoraria a probabilidade de tumulto, contestam os autores da representação. “O que evitou a possibilidade de tumulto foi a atitude do ex-Presidente, que, embora indignado, aceitou o eufemístico ‘convite’. A sua recusa em atender o ‘convite’ redundaria, conforme ficou expresso no mandato, em ato de força contra a sua pessoa, com as inevitáveis consequências sociais e políticas, claramente previsíveis”, sustentam.

Analisando estes fatos, diz ainda a representação, “resta evidente, que Luiz Inácio Lula da Silva, constrangido pela ação policial em decorrência do ilegal e arbitrário mandado de condução coercitiva exarado pelo juiz Sérgio Moura, restou temporariamente preso, pelo tempo em que foi conduzido por força policial até a delegacia da Guarulhos, onde prestou depoimento. O tempo em que foi mantido preso pela ação policial, não desfigurou o caráter de sua prisão temporária, sem qualquer dos requisitos formais ou materiais da Lei 7.960/89”. Assim, conclui, a conduta do juiz Sérgio Moro configura os ilícitos previstos nos artigos 3° e 4° da lei que tipifica o crime de abuso de autoridade, bem como no artigo 350 do Código Penal.

Leia também:

Instituto Lula denuncia que está sob ocupação virtual da PF

Investigação VIOMUNDO

Estamos investigando a hipocrisia de deputados e senadores que dizem uma coisa ao condenar Dilma Rousseff ao impeachment mas fazem outra fora do Parlamento. Hipocrisia, sim, mas também maracutaias que deveriam fazer corar as esposas e filhos aos quais dedicaram seus votos. Muitos destes parlamentares obscuros controlam a mídia local ou regional contra qualquer tipo de investigação e estão fora do radar de jornalistas investigativos que trabalham nos grandes meios. Precisamos de sua ajuda para financiar esta investigação permanente e para manter um banco de dados digital que os eleitores poderão consultar já em 2016. Estamos recebendo dezenas de sugestões, links e documentos pelo [email protected]

R$0,00

% arrecadado

arrecadados da meta de
R$ 20.000,00

90 dias restantes

QUERO CONTRIBUIR
35 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

maria do carmo

10/03/2016 - 12h06

ESTOU AGUARDANDO MODERACAO DO MEU COMENTARIO.

Responder

maria do carmo

10/03/2016 - 10h21

Parabens, e honras sejam dadas ao advogados Werner Cantalicio Joao Becker e Rejane Maria Becker e presidentes dos sindicatos do RIio Grande do Sul, por representar os brasileiros indignados com arbitrios do Juiz Moro, nao podemos calar, pois foi assim que Hitler, Mussolini e Stalin, chegaram aonde chegaram, esses sao os primeiros degraus. As OABES todas, e advogados tambem, devem reagir pois o que estamos vendo, e o estado de direito dilacerado, um estadista ex-presidente Lula, com todos os predicados que o Brasil e o Mundo conhece e admira, ser perseguido sem tregua pelo mau MP, RF e PF, agora chegou ao absurdo desse estado de excessao , comandado por Moro, promotores procuradores, delegados , que nao respeitam os proprios regimentos e atraz de holofotes e nao esquecam quando o estado de direito esta sendo violado para punir alguem de que voce nao gosta amanha ele estara sendo arranhado para atingir voce, o chicote muda de maos e amanha sera construido um paredao diante dos tres poderes. Espero que outros advogados (e para isso que existe a advocacia) exercam suas funcoes e que estas nao desaparecam, com o estado de excessao! Parabens ao advogados corajosos do Rio Grandedo Sul, ficarao na Historia!

Responder

Messias Franca de Macedo

10/03/2016 - 09h22

ÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ MAGISTRADO LADRÃO

https://www.youtube.com/watch?v=7xbj-CIHqJo

Responder

Messias Franca de Macedo

10/03/2016 - 09h14

VÍDEO SENSACIONAL

“Entrevista dada à Folha pela Mãe do Juíz Sergio Moro dona Odete Moro”

https://www.youtube.com/watch?v=DgtN97U06fU

Responder

Messias Franca de Macedo

10/03/2016 - 08h58

VÍDEO SENSACIONAL E HISTÓRICO – É de arrepiar!

Lula is worth the fight!

https://www.youtube.com/watch?v=EGHb4tF-2zo

Responder

Julio Silveira

10/03/2016 - 08h41

Já estava passando da hora dos órgãos que garantem a observação do estado democrático de direito começarem a se mexer tomando providências contra esse juiz. Do jeito que a coisa se encaminha ele parece o presidente paralelo e autoritário do Brasil. Uma série de inversões parecem acontecer, desde a falta completa de respeito à um líder de renome internacional até a questão do desencaminhamento hierárquico da P.F. Muita gente obtusa em sua sede de vingança é mesmo ódio contra o PT esquece que deveria buscar justiça e não vendeta, linchamento. Parece que a sede de sangue de turba linchadores, conduzida por grupos midiáticos cheios de coisas a esconder, ganha contornos nacionais. E não podemos aceitar mais nenhum inquisidor cheio de manias tendenciosas a determinar um caminho autoritário para o Brasil.

Responder

Sérgio

10/03/2016 - 08h30

Barbárie: A Festa da Família Brasileira. Na hora e na veia. Vejam no youtube:
https://www.youtube.com/watch?v=J-8Qg273ZQ8
A FESTA DA FAMÍLIA BRASILEIRA
O cidadão de bem, a cidadã ordeira
Todo mundo vai curtir uma domingueira
O facho leva o som, a FIESP a bandeira
As madame vai batendo as frigideira
Sorrindo pras fotinha, lépida e faceira
Vai passando a polícia carniceira
Com arma na cintura e dinheiro de empreiteira
O deputado pede o fim da roubalheira
Se a festa é de burguês a mídia é parceira
Divulgando desde segunda-feira
Ó só que bunitim, mininim leite com pêra
“Ce acredita que ele acha que comanda a brincadeira?

Começou a festa da família brasileira
Começou a festa da família brasileira
Começou a festa da família brasileira
Começou a festa da família brasileira

O tio milico grita “fora guerrilheira”
Pra uma burocrata de carreira
Chegou os tio carola, perdendo as estribeira
Querendo queimar as bruxa na fogueira
O atleta mais querido da máfia financeira
Diz que apóia o atacadista das biqueira
O rockista decadente quer salvar sua carreira
Onde tem festa ele anima a zuera
O mundo burguês vai descendo a ribanceira
No cortejo da ruína derradeira
E o tio que é progressista é quem diz pra companheira:
“Que vergonha pra família essa menina baderneira”

Começou a festa da família brasileira
Começou a festa da família brasileira
Começou a festa da família brasileira
Começou a festa da família brasileira

Responder

Messias Franca de Macedo

10/03/2016 - 08h18

“… O promotor, aquele Conserino, o que ele gosta muito é de aparecer! Eu até soube, segundo denúncias, que ele [O promotor Conserino] é sócio de um filho de um famoso bicheiro aí em São Paulo. Não tenho certeza desta afirmação, mas foi o que eu já ouvi falar. [Mas] O que ele quer mesmo é aparecer!…”

SENSACIONAL

FONTE [LÍMPIDA!]: https://soundcloud.com/conversa-afiada-2/requiao-a-lula-tem-que-mexer-na-economia

Responder

Messias Franca de Macedo

10/03/2016 - 07h39

… Estado de sítio, barbárie [pseudo]jurídica, outras coisitas mais, e nossa contemporânea pré-Idade Média festiva sob a égide da mais IMUNDA, canalha, predadora… &$ [mega]corrupta Casa Grande da face da Terra!…
Lembrando recente declaração lapidar proferida pelo egrégio e impávido jornalista e escritor *Palmério Dória:
“E eu que pensava já ter visto de tudo nesta vida, não imagina que um juiz de quinta pudesse quebrar o país em primeira instância!”
PQP, digo eu!
*autor de ‘O Príncipe da Privataria’ e ‘Honoráveis Bandidos’, entre outros

Responder

    Messias Franca de Macedo

    10/03/2016 - 07h39

    … Este mesmo “juiz” que “não domina nem o vernáculo”, segundo o conspícuo e impávido jornalista Paulo Henrique Amorim!
    E PQP, repito eu!
    E à exaustão!
    PQP!

    Que Casa Grande IMUNDA, tétrica, tenebrosa, escroque e predadora é esta, siô?!
    PQP

    Messias Franca de Macedo

    10/03/2016 - 08h00

    … Naquela vagabunda &$ criminosa entrevista coletiva da ‘PORCA-tarefa’ da Operação ‘Lava [DEMoTucano a] Jato’, alguns jornalistas perguntaram reiteradas vezes “se o juiz Sérgio Moro poderia mandar prender o presidente Lula ainda no dia de hoje (fatídica sexta-feira 04/03/2016)”.
    A pergunta sendo endereçada àquele tal “procurador de passado obscuro desde o antanho do [mega]escândalo do Banestado sob a égide da patifaria da ‘Privataria Tucana’”!
    Ao que o ‘bestaloide’ com cara de psicopata militante respondia com um lauto sorriso cínico, indecoroso, deplorável e… Revelador!
    Perdão aos ratos, às pulgas, às baratas, aos vermes mais asquerosos, às bactérias, aos vírus, aos mosquitos…

Messias Franca de Macedo

10/03/2016 - 06h54

… Está faltando também, digamos, indignação pedagógica!
Ou seja, disposição não somente para se defender, mas, sobretudo, para comprovar a delinquência dos indigitadores IMUNDOS…
Ou, por exemplo, este juizeco farsante paira sobre os mortais?
É inimputável ‘o bacana’ psicopata – e reles títere dos infames golpistas, entre outros tantos mequetrefes?
(…)

#####################

Advogado de perseguidos pela ditadura diz que Lula ficou sob prisão provisória e quer Moro punido por abuso de autoridade

publicado em 09 de março de 2016 às 20:39

(…)

FONTES LÍMPIDAS(!):

aqui

http://www.sul21.com.br/jornal/advogado-de-presos-politicos-na-ditadura-pede-ao-mp-federal-acao-penal-contra-moro/

Responder

Messias Franca de Macedo

10/03/2016 - 06h32

TRÊS [supostos] JORNALISTAS APROVEITAM A MADRUGADA PARA ATACAR DURANTE O DIA

E por perpetrarem acintosamente os crimes de calúnia, difamação e estelionato intelectual, devem ser processados.
Entenda mais uma delinquente conspiração notívaga destes assassinos seletivos de reputações a $oldo IMUNDO dos patrões Frias da ‘Folha de São Paulo’ da ‘ditabranda’

$$$$$$$$$$$$$$$$$$

(…)
Durante o café da manhã [na residência do presidente do Senado, Renan Calheiros, PMDB (AL)], o presidente passou boa parte do tempo tecendo explicações sobre o uso do sítio em Atibaia (SP), e o seu apartamento triplex no Guarujá, litoral de São Paulo.

Em
Dilma sofre pressão para colocar Lula em cargo-chave no governo
10/03/2016 – 02h00 [02h00, adendo nosso!]

CACHOEIRA – perdão, ato falho -, FONTE [IMUNDA!]: http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/03/1748261-dilma-sofre-pressao-para-colocar-lula-em-cargo-chave-no-governo.shtml

RESCALDO:
‘… e o seu apartamento triplex no Guarujá, litoral de São Paulo.’

Quer dizer, então, que para estes jornalistas o tal tríplex no Guarujá é do ex-presidente Lula?
Fato documentalmente comprovado?
Sentença transitada em julgado?

EM TEMPOS NAZIFASCITERRORISTAS &$ GOLPISTAS:
segue os nomes dos três detratores das verdades factuais e da honra de certas pessoas e que, portanto, devem ser processados pelo [eterno] presidente Luiz Inácio Lula da Silva:
Valdo Cruz
Gustavo Uribe
Mariana Haubert

Responder

Cláudio

10/03/2016 - 04h13

:
.:.
: * * * * 04:13 * * * * .:. Ouvindo A(s) Voz(es) do Bra♥♥S♥♥il e postando:
.:.
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
* * * * * * * * * * * * *
* * * *
.:.
Por uma verdadeira e justa Ley de Medios Já ! ! ! ! Lula 2018 neles ! ! ! !
.:.
* * * *
* * * * * * * * * * * * *
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥

Responder

Guilherme Soares Pinto

10/03/2016 - 00h53

Fico pensando…
.
Onde estavam estes “briosos” defensores da lei quando outros 116 mandados de “condução coercitiva” foram expedidos na Lava-Jato?
.
Fica evidente q o problema não é o procedimento em si, mas a “ofensa” em usa-lo com Lula!
.
Com os outros, pode!
.
Defensores da lei, uma ova!
.
Defendem apenas um tratamento especial para a “alma mais honesta” do Brasil!

Responder

Gandhi( Resistência e luta na paz)

10/03/2016 - 00h37

Estas encenações a favor de um golpe , que roteiristas insistem desesperadamente em inflar quando nem há mais clímax, , deveriam ser convocadas assim: Venham todos , e todas, obrigatoriamente para a Manifestação do direito universal dos alienados e irresponsáveis de insistirem na ignorância, no ódio, no orgulho, preconceito , vaidade e no fanatismo.Pois depois de tantas reviravoltas na obsoleta mídia, imagino até que os clientes estão confusos, se seu garoto-propaganda está debaixo de fogo amigo. Certamente, lá só estarão os extremistas, aqueles que nunca entendem nada. Quem já se infiltrou num destes espetáculos hollywoodianos , saberá dizer; lá só se encontram insultos e agressões, raiva e rancor, a transformarem pessoas em bocas, corpos, gestos a reproduzirem com exatidão toda a propaganda absorvida nos Globos , Folhas e Estados da fantasia. São qual máquinas mal programadas, incutidas de uma obrigação cívica inexiste; mais precisamente,é o rebanho que a obsoleta mídia conseguiu arrebatar. Senhores, todos sabem, uma manifestação verdadeira nasce naturalmente no espírito de um povo ultrajado , de seu contexto oprimente, de sua convivência sufocante, que os competentes meios de comunicação depois traduzem num ideal comum. Aqui, faz nos rir, os velhos meios de comunicação são os que primeiro oprimem seu alienado, desentendido, rebanho e os tocam às ruas com chibatas. Uma manifestação fabricada numa linha em série de absurdos, é tal e qual uma festa sem música ; cada um dança sua própria música e ninguém se entende, ninguém se sente a vontade. Quando a verdade está nas ruas , o calor de uma multidão nos aconchega de imediato, nos nutre com confiança , e todos nos entendemos ; se sente mais vivo por nossa nação, consciente de nossas vozes, como irmãos . A democracia não pode ser apresentada a nós como um espetáculo , numa busca obsessiva de falso respaldo, ou legitimidade, democrática e social. Não vai passar por aqui, em Brasil, uma minoria ruidosa, meros instrumentos , corpos sem alma,de jornais sem credibilidade, não encontrará uma maioria esmagadora calada e amedrontada. Nos levantamos pela verdade, agora conscientes, e vamos bradar a pleno pulmões , pacificados na luta. Seja forte Dilma Rousseff, a tempestade logo passará .

Responder

Regina Fe

10/03/2016 - 00h30

No passado recente os nazistas queimaram livros em praça pública. Não adiantou, as ideias são imortais. Hoje alguns tentam queimar a democracia e a Constituição, mas também não terão êxito.

Responder

Gandhi (luta pacífica)

10/03/2016 - 00h29

Estas encenações a favor de um golpe , que roteiristas insistem desesperadamente em inflar quando nem há mais clímax, , deveriam ser convocadas assim: Venham todos , e todas, obrigatoriamente para a Manifestação do direito universal dos alienados e irresponsáveis de insistirem na ignorância, no ódio, no orgulho, preconceito , vaidade e no fanatismo.Pois depois de tantas reviravoltas na obsoleta mídia, imagino até que os clientes estão confusos, se seu garoto-propaganda está debaixo de fogo amigo. Certamente, lá só estarão os extremistas, aqueles que nunca entendem nada. Quem já se infiltrou num destes espetáculos hollywoodianos , saberá dizer; lá só se encontram insultos e agressões, raiva e rancor, a transformarem pessoas em bocas, corpos, gestos a reproduzirem com exatidão toda a propaganda absorvida nos Globos , Folhas e Estados da fantasia. São qual máquinas mal programadas, incutidas de uma obrigação cívica inexiste; mais precisamente,é o rebanho que a obsoleta mídia conseguiu arrebatar. Senhores, todos sabem, uma manifestação verdadeira nasce naturalmente no espírito de um povo ultrajado , de seu contexto oprimente, de sua convivência sufocante, que os competentes meios de comunicação traduzem num ideal comum. Aqui, faz nos rir, os velhos meios de comunicação são os que oprimem seu alienado, desentendido, rebanho e os tocam às ruas com chibatas. Uma manifestação fabricada numa linha em série de absurdos, é tal e qual uma festa sem música ; cada um dança sua própria música e ninguém se entende, ninguém se sente a vontade. Quando a verdade está nas ruas , o calor de uma multidão nos aconchega de imediato, nos nutre com confiança , e todos nos entendemos ; se sente mais vivo por nossa nação, consciente de nossas vozes, como irmãos . A democracia não pode ser apresentada a nós como um espetáculo , numa busca obsessiva de falso respaldo, ou legitimidade, democrática e social. Não vai passar por aqui, em Brasil, uma minoria ruidosa, meros instrumentos , corpos sem alma,de jornais sem credibilidade, não encontrará uma maioria esmagadora calada e amedrontada. Nos levantamos pela verdade, agora conscientes, e vamos bradar a pleno pulmões , pacificados na luta. Seja forte Dilma Rousseff, a tempestade logo passará e Brasil reencontrará seu brilho. Vamos às ruas defender nosso sagrado território, nossa identidade, nossa honra!

Responder

Marília-MG

10/03/2016 - 00h27

Luiz, nem vai ver, meu caro. A OAB está sob nova presidência que, em poucas manifestações inclusive discurso de posse, já deu mostras de que é contrário ao atual governo, ou seja, o Sr. Cláudio Lamachia, parece também ter lado e aderiu ao golpismo baixo. Triste fim, nem mais a democracia parece sensibilizar o poderoso presidente da OAB Nacional. Tempos tristes esses, já não se fazem homens com a grandeza e integridade de um Raymundo Faoro

Responder

FrancoAtirador

09/03/2016 - 23h41

.
.
IMPRENSA DE MORO [*] PUBLICA DESCULPAS DO JUIZ AO CAPOTEIRO
QUE FOI ENVOLVIDO POR ENGANO DA FORÇA-TAREFA DA OLJ (OC/PPP)
.
“Ele disse que foi um engano e se desculpou”, disse Blanco.
.
Apesar do telefonema do juiz, o capoteiro,
que tornou-se alvo de chacota em seu bairro,
procura um advogado para uma ação por dano moral.
.
Ou seja: a União vai ter de pagar uma Indenização, com Dinheiro Público,
só porque os ‘Federais’ do Paraná envolveram em Crime um Inocente.
.
.
09/03/2016 às 15h11 11
JORNAL [Nenhum] VALOR [GLOBO+FOLHA]*
.
Juiz Moro desculpa-se com capoteiro intimado por engano pela Lava-Jato
.
SÃO PAULO – O juiz da 13ª vara de Curitiba, Sérgio Moro, ligou hoje pela manhã para se desculpar com Jorge Washington Blanco, o capoteiro homônimo da testemunha citada pelo ex-presidente do banco Schain, Sandro Tordin.
.
Blanco foi intimado a comparecer no Ministério Público Federal em Belo Horizonte
na última sexta-feira para depor em videoconferência à força-tarefa de Curitiba.
.
No interrogatório, o juiz concluiu que se tratava de um homônimo (https://youtu.be/RtODypgkGAY).
.
“Ele disse que foi um engano e se desculpou”, disse Blanco.
.
Apesar do telefonema do juiz, o capoteiro, que tornou-se alvo de chacota em seu bairro, procura um advogado para uma ação por dano moral.
.
(http://www.valor.com.br/politica/4473450/juiz-moro-desculpa-se-com-capoteiro-intimado-por-engano-pela-lava-jato)
.
.
(http://www.pragmatismopolitico.com.br/2016/03/gafe-na-lava-jato-capoteiro-presta-depoimento-a-moro-por-videoconferencia.html)
.
.

Responder

    L. Souza

    10/03/2016 - 09h59

    Me desculpa. Simples assim.

    Helena/S.André SP

    10/03/2016 - 10h06

    É isso aí! Se esse sr. Blanco, o capoteiro que foi constrangido por juiz moro, pretende processar esses procuradores e juiz moro da Lava Jato, pode contar com meu apoio e, acredito, com o apoio de muita gente. Vamos ajudar o sr. Blanco.

marcio ramos

09/03/2016 - 23h18

O PSDB, um partido criminoso ilegitimo, à frente do PCC.

O Moro saiu do armário e já tá se borrando, é so pautar todo dia o almofadinha que ele entrega os pontos.

Essa direita medíocre quer comer chumbo.

Responder

Luís CPPrudente

09/03/2016 - 23h16

O Homem de Preto da Vara de Guantánamo já não esconde mais a sua parcialidade e fascismo.

Responder

luiz

09/03/2016 - 22h18

Não vi até agora uma nota oficial da OAB nacional sobre a violação ao acesso dos advogados de Lula ao seu cliente. Enquanto o presidente da OAB nacional prega o “fora Cunha”, os advogados vão sendo impedidos de exercer seu ofício. Não vi também nenhuma manifestação sobre o fim do princípio constitucional da não culpabilidade, recentemente julgado pelo STF. Triste posição da OAB. Será q vai repetir 64? quando apoio o golpe?

Responder

Marat

09/03/2016 - 21h47

Do jeito que meu povo de SP é burro e ignorante, não duvido que o mauricinho ridículo ai (é o Chiquinho Scarpa???) seja eleito…
E se não for esse engomadinho grotesco, poderá ser o boneco de cera… que cidade tenebrosa, a minha!

Responder

Mauricio Gomes

09/03/2016 - 21h47

Condução coercitiva é meuzovo, foi sequestro perpetrado por uma milícia armada nos moldes da Gestapo, a mando de um juiz e procuradores fascistas de extrema direita, alguns pregadores de seitas fundamentalistas. Mereciam ir pro paredão, cambada de safados.

Responder

Marat

09/03/2016 - 21h45

Isso ai é Justiça ou organização mafiosa? Já imaginaram o PSDB no poder??? Já imaginaram esses magistrados e esses policiais com essa turma no comando? Creio que teríamos aqui uma mistura de Gestapo com a política de Pinochet!

Responder

Seu Zé

09/03/2016 - 20h47

Esqueçam! O Judiciário é casa de bandidos.

Responder

    crazy horse

    10/03/2016 - 09h43

    Ja falei, esta tudo dominado MPF, PF e Judiciário estão repletos de coxinhas.

Deixe uma resposta