VIOMUNDO

Diário da Resistência


Zanin: Fake news que a defesa de Lula teria admitido crime de corrupção para reduzir pena
Ricardo Stuckert
Você escreve

Zanin: Fake news que a defesa de Lula teria admitido crime de corrupção para reduzir pena


07/04/2019 - 14h33

Nota da defesa do ex-presidente Lula sobre “FAKE NEWS” relacionada ao recurso do STJ

Lula.com.br

“É falsa a afirmação divulgada por determinadas páginas e sites especializados na veiculação de “fake news” de que a defesa do ex-Presidente Lula teria admitido que ele praticou crime de corrupção objetivando reduzir sua pena.

No recurso especial que tramita perante o Superior Tribunal de Justiça apresentamos teses jurídicas consistentes e sintonizadas com a jurisprudência atual da Corte para que Lula seja absolvido e para que sua liberdade seja plenamente restabelecida. Lula não praticou qualquer ato ilícito e é vítima de “lawfare”, que consiste no uso perverso das leis e dos procedimentos jurídicos para fins de perseguição polícia.

Tomaremos todas as medidas judiciais cabíveis contra a veiculação de mais uma notícia falsa sobre Lula e sua defesa”.

Cristiano Zanin Martins

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

07 de abril de 2019 às 18h36

https://pbs.twimg.com/media/D3kTOVhX4AIwYUZ.jpg
Jornalista Jânio de Freitas na Folha de S.Paulo (07/4/2019):

[…]
Pesquisador de economia da Fundação Getulio Vargas e sócio da consultoria Reliance (pronúncia em inglês, por favor), o “liberal” Samuel Pessôa: (…) “no melhor período que tivemos, os anos Lula, quando crescemos 4% em termos reais” (Folha, 31.3.19).

O autor desses “anos Lula” está completando um ano trancafiado em pequena cela, condenado a 12 anos e 1 mês.
Ao encerrar-se, seu governo recebeu 82% de aprovação, índice sem precedente. Por que está preso? Por crime provado não é, se o então juiz Sergio Moro e os desembargadores do TRF-4, em Porto Alegre, não encontraram a prova de que precisavam: atribuíram o alegado suborno a um “fato indeterminado”.
Mas se o motivo do suborno não é conhecido, o próprio suborno não é conhecido.
E não pode haver condenação pelo que nem se sabe se existiu.

O motivo da prisão foi a combinação lógica de “melhor período que tivemos” e 82% de aprovação.
Logo, probabilidade incomparável de vitória na eleição presidencial de 2018.
A “elite” econômica, os seus servos e interesses externos temeram que outro governo Lula não fosse tão complacente e mesmo colaborativo quanto o anterior, e avançasse para reformas verdadeiras. Em busca de mais crescimento, soberania de fato, menos injustiça social —mau exemplo na América Latina.

Dizer que o êxito do governo Lula deveu-se sobretudo a condições externas favoráveis é fácil, mas é mentira do elitismo neoliberal.
Em 2008, o governo Lula encarou a grave crise internacional difundida pelos Estados Unidos.
Os efeitos do crescimento sustentaram o Brasil e o comprovaram na aprovação crescente.

O “melhor período que tivemos” e os 82% ficaram como demonstração definitiva, para todo observador honesto, de que a prioridade ao “crescimento real” independe de falsas reformas preparatórias, é necessário e urgente.

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/janiodefreitas/2019/04/manifesto-pelo-crescimento-economico.shtml

Responder

Zé Maria

07 de abril de 2019 às 16h07

https://conteudo.imguol.com.br/blogs/278/files/2019/04/ospresidentes.jpg

A Pesquisa Datafolha só comprovou
o que o próprio Mito declarou:

Jair Bolsonaro “não nasceu pra ser Presidente”.
Nasceu pra ser incompetente, Mentiroso,
Burro e Propagador de Notícias Falsas.

Sequer pra militar nasceu o ignorante,
senão não teria corrido pra se aposentar
para não ser Expulso do Exército.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.