VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


XP-Ipespe: 19% ainda podem mudar o voto, deixando Covas ao alcance de Boulos, que subiu 8 pontos
Foto: Governo do Estado de São Paulo
Você escreve

XP-Ipespe: 19% ainda podem mudar o voto, deixando Covas ao alcance de Boulos, que subiu 8 pontos


18/11/2020 - 11h02

Da Redação

Pesquisa do XP-Ipespe divulgada pelo diário Valor Econômico mostra o candidato tucano com 48% das preferências, contra 32% de Guilherme Boulos (Psol).

Porém, 19% dos entrevistados disseram que ainda podem mudar sua escolha até o dia da eleição — e Boulos precisaria da maioria absoluta deles para alcançar Covas.

A pesquisa ainda mostra 15% determinados a anular ou votar em branco e mais 5% que não responderam.

Bruno Covas é favorito, pois conta não só com a máquina municipal, mas com a estadual.

Porém, Boulos é desconhecido da população e, com um programa de TV tão longo quanto o do adversário, de dez minutos, pode se apresentar ao eleitorado e diminuir sua taxa de rejeição — que, em queda, está em 42%, contra 35% de Covas.

Entre os eleitores de Jilmar Tatto (PT), Covas obtém 20% das preferências no segundo turno, uma margem que pode ser alterada com o engajamento do petista na campanha do Psol.

Outra possibilidade de Boulos está entre os que votaram em Márcio França, da coligação PSB, PDT e outros partidos.

Entre eles, Covas tem 47% a 31% de preferência.

O PSB e o PDT ainda não anunciaram quem vão apoiar no segundo turno.

Em relação à última simulação de segundo turno feita pelo instituto, Covas caiu de 55% para 48% e Boulos subiu de 24% para 32%.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Henrique Martins

18 de novembro de 2020 às 15h00

https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude/saude-apaga-post-que-defendia-isolamento-contra-covid-19,fc633e8e966c8ee10f0dd006e856089defkrgm2q.html

Isso significa que Pazuelo está seguindo ordens do chefe e vai tratar uma segunda onda como ‘conversinha’ e teremos muito mais mortes no Brasil. Simplesmente não temos ministro da saúde.

Responder

Henrique Martins

18 de novembro de 2020 às 14h53

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/o-festival-de-magoas-de-militantes-de-pt-e-psol-no-2o-turno-por-luis-felipe-miguel/

A desunião da esquerda é uma das causas pelas quais o país está no fundo do poço, eis que se Ciro Gomes tivesse apoiado Haddad não teríamos perdido as eleições de 2018 e Bolsonaro não estaria aí destruindo o país.

Responder

Henrique Martins

18 de novembro de 2020 às 13h23

https://www.brasil247.com/brasil/obama-patrocinou-o-golpe-no-brasil-diz-breno-altman

Ele patrocinou sim. Não foi a toa que ele mandou espionar Dilma.

Responder

Henrique Martins

18 de novembro de 2020 às 13h18

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/bolsonaroe-as-miliciasmanterao-barroso-sob-ataque-por-moises-mendes/

Ele está perdendo tempo. Simplesmente porque não estará nas eleições de 2022. Vai cair desmoralizado e não terá condições de concorrer de novo. Tudo que ele tocar depois da queda vai apodrecer.

Responder

Henrique Martins

18 de novembro de 2020 às 13h06

https://www.brasil247.com/midia/felipe-neto-declara-apoio-a-boulos-e-associa-covas-ao-bolsonarismo

Valeu Felipe. Você cresce espiritualmente a cada dia que passa e isso me surpreende muito porque você está com a sua vida financeira arrumada e poderia facilmente se omitir numa hora dessas.
Neste sentido, a cada dia que passa te admiro mais. Digo a você que um futuro melhor não virá sem luta e engajamento daqueles que são jovens como você. O futuro pertence a vocês e aos filhos e netos que terão e por eles vale a pena lutar e não se omitir. Parabéns.

Anotar

Responder

abelardo

18 de novembro de 2020 às 12h45

Não é de hoje que assistimos erros humilhantes em avaliações de pesquisas feitas por grandes institutos, no mundo e no Brasil. É flagrante que esses institutos de pesquisas mantêm uma relação próxima de convívio e prestação de serviços com o mercado, que é o maior cliente dos institutos de pesquisas. Por sua vez, não se pode negar que o mercado está muito mais inclinado a fechar apoio para um candidato do PSDB, ainda que em aparente estado terminal, do que apoiar qualquer candidato de um partido de esquerda, como Guilherme Boulos do PSOL. Não há dúvidas que informações com erros muito acima das suas próprias margens de erros irão influenciar bastante a opção de votos de muitos eleitores e que pode até decidir o resultado de uma eleição. Imagino que para os institutos de pesquisas deva doer menos errar em agrado ao mercado, do que em agrado ao partido e candidato que já começam a taxar, de forma inescrupulosa, como extremista e radical. Então, só nos resta acompanhar a evolução dos resultados das futuras pesquisas para sabermos se os institutos irão merecer créditos ou processos.

Responder

Henrique Martins

18 de novembro de 2020 às 12h09

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/a-equacao-da-vitoria-de-b1oulos-por-ricardo-capelli/

Tendo em vista este artigo eu digo o seguinte: voto de Bolsonarista não vai trazer sorte para Boulos. Eu os aconselho a anular o voto.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!