VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Você escreve

WikiLeaks: O que está em jogo?


13/12/2010 - 15h29

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Carlos Henrique

14 de dezembro de 2010 às 20h05

Debate sobre Wikileaks com Glenn Greenwald no IESP (antigo Iuperj).

Glenn Greenwald tem sido uma das vozes dissonantes na imprensa norte-americana sobre wikileaks. Ativista político, escritor (colunista do site Salon.com) e advogado constitucionalista norte-americano, Greenwald é um dos mais destacados analistas sobre o cablegate. No debate de amanhã, vamos discutir a política externa norte-americana, o direito a livre expressão, as articulações entre poder econômico e político nos EUA etc.

Coluna de Greenwald no Salon: http://www.salon.com/news/opinion/glenn_greenwald

Onde: Rua da Matriz, 82, Botafogo
Quando: Quarta-feira, dia 15, 14h

Responder

Marcelo de Matos

14 de dezembro de 2010 às 20h02

Eu não acredito na transparência total, a glasnost, sonhada pelos russos. Os governos irão guardar melhor seus segredos. Sempre foi assim, antes desse pequeno acidente de percurso. Os poderosos trabalham em silêncio.

Responder

Wikileaks

14 de dezembro de 2010 às 17h35

Ae pra mim esse negocio do wikileaks cheira a trapaça. Criminalizar a internet unica midia sem controle rigido.

Responder

Regina

14 de dezembro de 2010 às 17h19

Acredito nos meninos…Se houver falta de privacidade que seja para todos.Acredito que a liberdade de expressaõ é uma maõ de via dupla…Se vc prega vc aceita.Naõ acredito em meias verdades – A falada em off e a falada pelo pig.O bom é que o rei ficou nú…Vamos ter de criar um novo caminho,reformular a percepçaõ do pp mundo.O ativismo cibernético, talvez seja a soluçaõ, mais brilhante para uma civilizaçaõ desgastada e viciada,como a nossa.O novo é restaurador e o PODER está diluido…Ninguém é mais senhor.Todos podem exercer o poder.Viva ao wikileaks.

Responder

Mário SF Alves

14 de dezembro de 2010 às 14h37

O que está em jogo I:
O que está em jogo é a possibilidade de o Brasil realizar ou não o seu potencial sócio-econômico.
O que está em jogo II:
O que está em jogo é a democracia em contraposição à plutocracia.
O que está em jogo III:
O que está em jogo é liberdade! No Ocidente e no resto do mundo.

Responder

Mário SF Alves

14 de dezembro de 2010 às 14h31

Stiglitz: Ou mandamos os banqueiros para a prisão, ou a economia não vai se recuperar". A conclusão está no link abaixo: http://www.cartamaior.com.br/templates/materiaMos

Responder

Mário SF Alves

14 de dezembro de 2010 às 12h21

O que está em jogo é o processo civilizatório no Ocidente.
Welcome to the begin of the cyber war. Bem-vindos ao radical combate ao desrespeito à Primeira Emenda do Constituição dos EUA. A mesma que impede o Congresso de limitar as liberdades de imprensa e de expressão, mas, que, paradoxalmente, porém não impede o Governo dos EUA de impor a censura e nem limitar o cerceamento da informação. Bem-vindos ao início do resgate coletivo do Estado e à construção de um novo contrato social.
Cyber war, eis o resultado lógico de dezenas de anos de socialização do conhecimento relativo ao desenvolvimento do GNU-Linux em reação à prepotência dos royalties impostos pela Microsoft Corp e outras.
Bem-vindos ao início da guerra contra a instrumentalização da censura na rede e, circunstancialmente, antecipadora da luta contra o seqüestro do Estado pela plutocracia imposta ao Ocidente pelas mega-corporações, militarizadas ou não.

Responder

mariazinha

14 de dezembro de 2010 às 09h13

Estava mais do que na hora. Precisamos nos unir pois as revelações dos uikiliques poderão ser faca de dois gumes se não pudermos aproveita-las com sabedoria. Organizemos grandes discussões sobre o assunto. Que os nossos representantes progressistas, jornalistas independentes, se juntem em nome do povo brasileiro para descobrirem O QUE ESTÁ EM JOGO. Não podemos confiar na mídia convencional, precisamos dos BLOGUEIROS PROGRESSISTAS afinados em defesa da PÁTRIA brasileira.
NAMASTÊ!

Responder

ratusnatus

13 de dezembro de 2010 às 17h05

No momento atual, seria muito mais importante, para nós brasileiros, discutir o iminente cancelamento do FX2, perpetuando assim nossa dependência tecnológica.
Pela primeira vez um dos 5 grandes se dispõe a nos transferir tecnologia e… damos pra trás. Ficaremos sem caça até 2025 pelo menos.

Responder

    Nascimento

    14 de dezembro de 2010 às 16h05

    A próxima guerra, poderá ser aqui… enquanto isso, quem deveria implementar a nossa defesa vira "dedão dos americanos" e o eterno perdedor "bolinha de papel", é entreguista das petroleiras….. É! o Farol de Alexandria fêz escola.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.