VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Villas Bôas volta à carga, mas sem falar no laranjal do PSL de Bolsonaro, nem em Fabrício Queiroz
Marcelo Camargo/Agência Brasil
Você escreve

Villas Bôas volta à carga, mas sem falar no laranjal do PSL de Bolsonaro, nem em Fabrício Queiroz


16/10/2019 - 22h57

O general Villas Bôas voltou a atacar em véspera de decisão do Supremo Tribunal Federal

A patética figura do general Villas Boas volta a pairar sobre as instituições brasileiras como um abutre. Cabe ao STF se afirmar como Corte Constitucional e não se deixar intimidar por aventureiros golpistas. O Supremo bate continência a Constituição e a mais ninguém. Wadih Damous, ex-presidente da OAB-RJ e ex-deputado federal (PT-RJ).

Da Redação

Numa reprise da chantagem que fez em abril de 2018, às vésperas de uma decisão do Supremo Tribunal Federal sobre habeas corpus do ex-presidente Lula, o ex-comandante do Exército, general Villas Bôas, voltou hoje ao twitter para mobilizar os fardados.

Falou em eventual “convulsão social” no caso da libertação de Lula, que pode decorrer de decisão a ser tomada na quinta-feira pelo plenário do Supremo Tribunal Federal.

Os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes deram o passo extraordinário de deixar a sede do STF na tarde desta quarta-feira e visitaram o presidente da República no Palácio do Planalto.

Um dos objetivos da visita teria sido o de protestar contra o guru do presidente, o astrólogo Olavo de Carvalho, que pregou a decretação de um novo Ato Institucional número 5, como o de 1968, caso o STF decida contra a prisão em segunda instância.

Golpe dentro do golpe, o AI 5 permitiu ao ditador Costa e Silva fechar o Congresso e as assembleias legislativas, intervir em estados e municípios, instituir a censura, suspender o habeas corpus, impor toques de recolher, destituir políticos eleitos e juizes e suspender direitos políticos.

Desde a última vez que Villas Bôas se manifestou, no entanto, a Lava Jato perdeu força por causa da indicação do juiz Sérgio Moro para o governo de Jair Bolsonaro, das revelações da Vaza Jato e das denúncias de corrupção contra o próprio governo que Villas Bôas ajudou a eleger, que envolvem do filho do presidente da República ao laranjal que provocou o racha do PSL.

O líder do PT na Câmara Federal, Paulo Pimenta, reagiu:

Não existe democracia tutelada! Por que a direita têm tanto medo do @LulaOficial ? O que quer o general? Não importa o que vocês querem ou não querem! O que importa é a Constituição! “Ninguém será considerado culpado até o trânsito em julgado de sentença penal condenatória”

Últimas unidades

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



10 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

adriel klein

18 de outubro de 2019 às 12h18

Brevemente este senhor vai estar sendo julgado pela justiça divina; lá quero ver se vai valer sua hipocrisia

Responder

cidadão

18 de outubro de 2019 às 00h58

A essas alturas da vida esse senhor que até há pouco tempo tinha conduta ilibada, deveria manter-se longe desses facínoras MILICIANOS, ASSASSINOS E CORRUPTOS.
Arrependa-se enquanto há tempo, general!

Responder

Zé Maria

17 de outubro de 2019 às 14h46

https://pbs.twimg.com/media/EHFdR99XkAELJ7m.jpg
Pessoal da Causa Operária poderia dar uma passada
no Ministério da Defesa, pra dar um #LulaLivre por lá.
https://twitter.com/BacelarBatista/status/1184830746470617091

Responder

Zé Maria

17 de outubro de 2019 às 14h10

“Não estou reivindicando essa discussão de segunda instância.
Não estou interessado nisso.
Eu estou interessado na [Declaração da] minha inocência.
O que quero é que os ministros da Suprema Corte
tenham acesso à verdade do processo, aos inquéritos mentirosos
da Polícia Federal, do Ministério Público, liderado pelo Dallagnol,
pelo mentiroso do Moro, na sentença, e anulem esses processos.
É a única coisa que me interessa.
Se vai ser um ano a mais ou um ano a menos,
se vou ficar aqui ou em outro lugar, não importa.
Nada me interessa a não ser a minha inocência.”

Ex-Presidente LULA da Silva

Em Entrevista Concedida ao UOL.
Na Carceragem da PF em Curitiba.
Em 16/10/2019.

Responder

Zé Maria

17 de outubro de 2019 às 13h38

O ROMBO DAS PENSÕES VITALÍCIAS NAS FORÇAS ARMADAS

Entre 2017 e 2018, o Déficit com a Seguridade Social,
incluindo Pensões Vitalícias, dos Militares, Fora da Ativa,
subiu mais que o do INSS e mais que o Sistema de
Servidores Públicos Civis, de acordo com Dados Oficiais.

Dados Concretos:

O Exército tem 67.600 Filhas ‘Não Casadas’ de Militares
recebendo um total de R$ 407 milhões por mês –
R$ 5 Bilhões por ano, a título de Pensão Vitalícia.

Esse valor é Mais do que o Dobro do Orçamento
previsto para a CAPES*
e 5 Vezes Maior do que o orçamento previsto para o CNPQ**
para 2020.

Contando todas Forças Armadas,
são cerca de 110 Mil Filhas (de todas as idades)
de Militares recebendo Pensão Vitalícia.
Aeronáutica e Marinha não divulgam valores,
apesar de se tratar de dados públicos.

*Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
**Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico

https://twitter.com/grisagregorio/status/1182105052707733505

Salvo as raras exceções, as Filhas Adultas
dos Militares Falecidos estão roubando
o Dinheiro da Pesquisa, da Ciência,
da Saúde Pública e do Ensino Gratuito
para as Populações Carentes do Brasil.

Isto sim é Corrupção, General !
.
.

Responder

Marys

17 de outubro de 2019 às 13h18

O sofrimento da doença está fazendo o general perder a compostura e o discernimento. Ele deveria respeitar sua função constitucional e a dos outros e não estimular a violência. A fala dele é um chamado à tropa bolsonarista (hoje dividida e amanhã também) para destruir o que nos resta de democracia.
Deveria respeitar a constituição em vigor que não admite prisão em 2a instância e parar de desestabilizar a ordem pública pra manter seu afilhado no poder.
Ou será que quer criar um pretexto para favorecer um golpe de estado?!
Defenda a pátria de verdade, general! Tire esse verme e vendilhões de nossas riquezas do poder e lute por eleições limpas sem fake news e sem laranjas!

Responder

João

17 de outubro de 2019 às 12h27

Para que servem os militares brazileiros? Para bagunçar o coreto.

Os militares elegeram como inimigo externo a Venezuela, graças às pressões do Trump, mas sabem que não têm balas para uma hora de guerra contra aquele país. E por falta do que fazer, elegeram o povo brasileiro como inimigo interno. E nessa guerra interna vale tudo: mentir, apoiar corruptos, apoiar milicianos, tudo isso para manter um bandido/terrorista que eles conhecem muito bem na presidência da república. Para isso os militares receberão de presente uma aposentadoria especial e reajuste salariais diferenciados, com 2500 deles, já aposentados, ocupando cargos que não servem para coisíssima nenhuma, a não ser propiciar-lhes um segundo emprego e dá sustentação ao desgoverno Bolsonaro. E toda essa farra está sendo implementada com o dinheiro dos impostos dos contribuintes brasileiros.

E o Gal Villas Boas vai muito além do cinismo: cita Rui Barbosa num texto de 1914 que, sem dúvida, foi escrito se referindo a pessoas más como ele:

“De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar-se da virtude, a rir-se da honra e a ter vergonha de ser honesto”

Responder

Zé Maria

17 de outubro de 2019 às 01h31

Se houvesse uma Hierarquia para a Canalha,
esse General do Exército com certeza estaria no Topo.

(https://dicionario.priberam.org/canalha)

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.