VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Vacinagate: Servidor se negou a assinar documento que previa pagamento antecipado de R$ 222 milhões a empresa intermediária
O servidor e o presidente, no Alvorada.
Você escreve

Vacinagate: Servidor se negou a assinar documento que previa pagamento antecipado de R$ 222 milhões a empresa intermediária


23/06/2021 - 16h32

Da Redação

O servidor Luis Ricardo Fernandes Miranda, do Ministério da Saúde, disse esta tarde ao diário direitista carioca O Globo que se recusou a assinar um invoice que previa o pagamento antecipado de U$ 45 milhões pela compra da Covaxin, da Índia, a uma empresa intermediária, a Madison Biotech PTE Ltd, que não constava no contrato assinado.

No documento, estava prevista a entrega de 300 mil doses — e não das 4 milhões que constam no contrato.

O servidor é irmão do deputado federal Luis Miranda (DEM-DF).

Ele narrou que esteve com o presidente Jair Bolsonaro no dia 20 de março, no Palácio do Alvorada, e apresentou toda a documentação suspeita.

Foi por ação parlamentar do líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR) que a Covaxin, que ainda está em fase 3 de testes, recebeu autorização para ser importada mesmo sem registro na Anvisa.

No Brasil, as empresas intermediárias foram a Precisa e a Global Gestão em Saúde S.A., do mesmo dono.

Quando Barros era ministro da Saúde do governo Temer, a Global recebeu antecipadamente R$ 20 milhões por remédios para combater doenças raras, que nunca entregou.

O servidor e o irmão deputado vão depor à CPI da Pandemia na sexta-feira. A CPI pediu que ambos e seus familiares recebessem proteção policial.

O contrato para compra da Covaxin foi assinado em tempo recorde, foi o único que teve um intermediário, o preço da dose foi superior ao das vacinas da Pfizer e da Janssen e o presidente Jair Bolsonaro se envolveu pessoalmente nas negociações.





11 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

23 de junho de 2021 às 19h30 Responder

Zé Maria

23 de junho de 2021 às 19h29

Parece que esse Endereço é bastante
Conhecido no #PanamáPapers
https://www.sgpbusiness.com/company/Madison-Biotech-Pte-Ltd

Responder

abelardo

23 de junho de 2021 às 18h51

como diz o dito: vai dar merda

Responder

Bíblia do Bolsonarismo

23 de junho de 2021 às 18h12

se não compram acham ruim. Se compram também. Agora o povo brasileiro não merece tomar a vacina das mais cara do mundo, tem que tomar da mais barata;.. oh povo

Responder

robertoAP

23 de junho de 2021 às 18h10

Além de doido e analfabeto , esse presidente é o “corrupto de todos os séculos” e enganou 58 milhões de otários,que votaram nesse “tiny little piece of shit”, como dizem os ingleses e agora estão à beira da miséria total, enquanto O CORRUPTO EMBOLSONARO, embolsa 160 milhões, 10% de propina sobre o 1,6 bilhão da COVAXIN GATE.

Responder

Elaine

23 de junho de 2021 às 17h38

E aí capitão, lembra de mim?

Sou a paranormal que o avisou quando da sua vitoria ilegítima – sabes muito bem do que eu estou falando – em comentario feito em outro blog que o senhor ia descer a rampa do Planalto desonrado.

Aguarde e verás!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding