VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

“Solução técnica” na Secom mostra que Globo manda no governo

20 de março de 2013 às 18h59

Emprego garantido na Fundação Roberto Marinho…

Roberto Messias assume a secretaria executiva da Secom-PR
5/7/2012 15:44:00

por Lauro Jardim, na Veja

Funcionário de carreira do Banco do Brasil, ele substitui Yole Maria de Mendonça, que se aposentou

Na queda de braço pela indicação do número 2 da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, comandada pela ministra Helena Chagas, venceu o favorito da ministra. Roberto Messias, funcionário de carreira do Banco do Brasil, assume a secretaria executiva da Secom-PR, lugar ocupado até então por Yole Maria de Mendonça, que se aposentou no mês passado.

Yole Mendonça, também funcionária concursada do BB, cuidou desde o primeiro dia do governo Dilma das verbas publicitárias do governo federal, defendendo, sempre, o critério técnico na comunicação oficial. Messias era o seu braço-direito e deve prosseguir com essa tônica.

O novo número 2

Dilma Rousseff bateu o martelo: o número 2 da Secom, será Roberto Messias, funcionário de carreira do Banco do Brasil. Messias trabalhava até o início do ano com Yole Mendonça, a secretária-executiva da Secom que se aposentou no mês passado.

Era o nome preferido de Helena Chagas para o cargo que tem como missão principal alocar as verbas publicitárias do governo. Nas duas últimas semanas, lobbys variados tentaram alçar ao posto alguém ligado ao PT. Venceu a solução técnica.

PS do Viomundo: A “solução técnica” significa que o governo mantém a política de, ainda que lenta e dissimuladamente, sufocar a imprensa alternativa e independente, justamente aquela que faz as críticas ao PT e ao governo Dilma pela esquerda. Sinaliza que a presidente e parcela significativa dos burocratas do PT se sentem muito mais à vontade fazendo média com os barões da mídia nos bastidores do que defendendo o que prega a Constituição. É mais um indício da conversão do PT no partido do establishment e dos negócios. E, como se sabe, a grande mídia é totalmente favorável a qualquer tipo de “negócio” que beneficie a seus patrocinadores, ainda que atropele o interesse público. A lenta morte da mídia contra-hegemônica reflete o descarte das ideias que ela representa por setores ligados aos governos do PT. O Viomundo não aceita verbas publicitárias de governos, empresas estatais ou públicas, mas acredita que é obrigação de um governo de esquerda estimular a diversidade e a pluralidade, como está previsto na Constituição.

Leia também:

Randolfe, do PSOL, se une à direita para detonar a blogosfera

Apoie o VIOMUNDO

Crowdfunding

Veja como nos apoiar »

O lado sujo do futebol

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Entre os mais vendidos da VEJA, O Globo, Época e PublishNews. O Lado Sujo do Futebol é o retrato definitivo do que acontece além das quatro linhas. Um dos livros mais corajosos da história da literatura esportiva, revela informações contundentes sobre as negociatas que empestearam o futebol nos últimos anos. Mostra como João Havelange e Ricardo Teixeira desenvolveram um esquema mafioso de fraudes e conchavos, beneficiando a si e seus amigos. Fifa e CBF se tornaram um grande balcão de negócios, no qual são firmados acordos bilionários, que envolvem direitos de transmissão e materiais esportivos. Um grande jogo de bolas marcadas, cujo palco principal são as Copas do Mundo.

por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet.

Compre agora online e receba em sua casa!

 

39 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Escândalo: quem manda na SECOM ? Dilma ou FHC ? | Conversa Afiada

05/08/2013 - 16h01

[…] por estados, municípios, secretarias, fundações, órgãos, etc., administrados pelo PSDB.”Messias era o preferido da ministra Helena Chagas para o posto de Yole. Concorreu com um petista, que teria sido preterido por “ser petista demais”.Prevaleceu a […]

Responder

O Palheiro | Messias vs. Pizzolato: Visita aos bastidores dos governos Lula e Dilma.

05/08/2013 - 14h49

[…] Messias era o preferido da ministra Helena Chagas para o posto de Yole. (https://www.viomundo.com.br/voce-escreve/solucao-tecnica-na-secom-mostra-que-globo-manda-no-governo.html) Concorreu com um petista, que teria sido preterido por “ser petista demais”. […]

Responder

Roberto Messias vs. Henrique Pizzolato: Uma visita aos bastidores dos governos Lula e Dilma - Viomundo - O que você não vê na mídia

02/08/2013 - 16h45

[…] Messias era o preferido da ministra Helena Chagas para o posto de Yole. Concorreu com um petista, que teria sido preterido por “ser petista demais”. […]

Responder

Breno Altman: PT deveria pedir a cabeça de Paulo Bernardo « Viomundo – O que você não vê na mídia

22/03/2013 - 18h13

[…] “Solução técnica” na Secom mostra que Globo manda no governo […]

Responder

Renato Rovai: A chamada mídia técnica versus a qualidade democrática « Viomundo – O que você não vê na mídia

22/03/2013 - 18h12

[…] “Solução técnica” na Secom mostra que Globo manda no governo […]

Responder

Marat

21/03/2013 - 21h38

ME parece um círculo vicioso:
1) O PFL foi engendrado na ditadura, já nasceu de direita, com tendências para a extrema direita;
2)O PT, quando nasceu, se dizia de centro-esquerda;
3) O PSDB, quando de sua fundação se dizia (e parecia ser) de centro-esquerda;
— o tempo passou —
4) O PFL migrou de vez para a extrema direita;
5) O PSDB paulatinamente foi caindo para a direita;
6) O PT foi para o centro;
— o tempo passou (de novo) —
7) PFL (ironicamente autodenominado “democratas” – rsrsrs) é de extremíssima direita (mesmo que moribundo!);
8) PSDB está aos poucos caminhando para a extrema direita;
9) PT já está na direita…
É… acho que passou da hora de haver partidos de esquerda no Brasil, pois o tempo passa muito rapidamente e os problemas permanecem iguais, afora alguns paliativos…

Responder

renato

21/03/2013 - 21h16

Só você Franco. Só você.
É difícil achar alguém mais criativo.

Responder

Isidoro Guedes

21/03/2013 - 20h52

É lamentável que um governo trabalhista caia de joelhos perante uma mídia direitista e reacionária, que o que mais quer, deseja (e até consegue…) é humilha-lo, chantageá-lo, golpeá-lo. Isso mostra que Dilma, embora tenha passagem pelo PDT, não aprendeu nada com a altivez e o espírito rebelde (e nada subserviente) de Leonel de Moura Brizola.

Responder

Bernardino

21/03/2013 - 19h16

Eu ja disse aqui que a D DILMA foi guerrilheira sem convicçao aos vinte e arrependida e covarde aos sessenta como a maioria dos esquerdinhas deste pais com raras exceçoes. O CASO da SECOM é emblematico tudo se passa com o aval da DDILMA na tentativa de sair bem na foto como os pilantras da MIDIA
A D HELENA CHAGAS é mineira e filha daquela mumia CARLOS CHAGAS,passador de pomada e serviu à DITADURA no governo COSTA E SILVA como Porta-voz
Querem o quê? filho de peixe peixinho é,Além do mais deve bajular a D DILMA que por sinal adora uma bajulaçao,segundo os mais chegados a propria
Deixa estar JACARE que o verão vai chegar,aí sim se da o troco fria e implacavelmente na reeleiçao quando a mesma precisar dos BLogueiros,isto se os mesmos tiverem vergonha na CARA e hombridade e nao me venham com papo de votar no menos RUIM

Responder

Nedi

21/03/2013 - 18h22

Quando a Dilma for precisar dos “blogueiros sujos”, não dará mais tempo. Ela terá sido sufocada pelo PIG / stf e etc. Tenho notado manifestações no FACE de pessoas que se posicionam contrárias ao governo, ainda que as pesquisas dêem uma ótima avaliação a ele e a presidenta.

Responder

Gerson Carneiro

21/03/2013 - 17h01

Esse pessoal que ocupa essas cadeiras só mama. Não participa de processo de eleição e não tem noção do que de fato está em jogo. Essas pessoas se preocupam apenas com o momento delas, a função, o cargo, convites… não estão preocupadas em estimular a diversidade e a pluralidade, como está previsto na Constituição.

Se não estão ocupando altos cargos no Governo, querem estar ocupando altos cargos nas empresas privadas de comunicação. Então quando o Governo não está comprometido de fato com a questão, não adianta esperar milagres.

Responder

J Souza

21/03/2013 - 14h02

1º. Os horários de propaganda da Globo são superfaturados! Hoje em dia quase ninguém assiste essa porcaria!;

2º. Existe uma coisa chamada pronunciamento oficial em cadeia pública de rádio e televisão. O governo pode divulgar mensalmente, se quiser, seus feitos, como a privatização dos aeroportos, o arrocho salarial dos funcionários públicos, as isenções fiscais para as bilionárias multinacionais e para os empresários da educação, e tudo o mais;

3º. Se há notícias relevantes que a Globo só divulga se for paga para isso, mesmo sendo de interesse da sociedade, é porque É REALMENTE NECESSÁRIA A REGULAMENTAÇÃO DA MÍDIA!

Responder

Mardones

21/03/2013 - 11h53

Não à toa, muitos dizem que votou no ”menos pior” (o tal voto crítico) na disputa PT x PSDB. A ficha vai caindo aos poucos.

Responder

Roberto Locatelli

21/03/2013 - 09h34

É preciso reconhecer os avanços sociais obtidos nos governos Lula e Dilma.

Dito isso, é preciso reconhecer que esses avanços foram migalhes perto do que foi conquistado, por exemplo, na Venezuela.

O governo Dilma – assim como foi o governo Lula – é centrista. O que significa que maiores avanços sociais, democratização da mídia, punição dos agentes da ditadura e reestatização do patrimônio público roubado do Brasil na privataria tucana só serão conquistados numa luta da sociedade, sem a participação do governo, e até CONTRA o governo.

Quando CUT, MST, UNE e outras entidades empreenderem uma luta pela democratização das comunicações, veremos Dilma, FHC e Serra lado a lado para tentar barrar o movimento.

Responder

oscar rissieri paniz

21/03/2013 - 08h40

É isso. Já de alguns anos tendo que suportar, por um lado, as estrelas petistas dizendo que o monopólio da comunicação tem de ser combatido. Por outro lado, estes mesmos personagens se derretem quando nas telinhas mais “poderosas”, sempre respondendo o que a midia quer ouvir. Felizmente as redes sociais, e espaço como este e outros tantos,nos oxigenam, pois é verdade que as criticas qualitativas ao governo tem vindo sim dos profissionais e cidadãos destas redes. Uma grande dificuldade para que isso seja assimilado é a arrogância destes individuos que fazem parte dos escalões inferiores.

Responder

Abelardo

20/03/2013 - 23h27

Uma sugestão para o PT agradar de vez a Globo é que sugira a mudança do lema de nossa bandeira para “as suas Ordens e a seu Progresso”.

Responder

Maria Izabel L Silva

20/03/2013 - 23h25

“Nas duas últimas semanas, lobbys variados tentaram alçar ao posto alguém ligado ao PT. Venceu a solução técnica”.O PT tenta emplacar alguém, perde a parada e depois é acusado de querer “sufocar a imprensa alternativa”??? Só por que não conseguiu ocupar o cargo?? Esse ataque do Vi o Mundo ao PT é completamente sem pé nem cabeça. Pior é o PSOL, a esquerda da esquerda da esquerda, de conluiu com o PSDB para apertar o garrote…

Responder

JORGE PORTUGAL

20/03/2013 - 23h03

Gostaria de saber uma única coisa: Se o governo não investisse em publicidade, na Globo, no PIG em geral, quem iria mostrar seus feitos? Como o crescimento da Petrobras, banco do Brasil, Caixa econômica e muitos outros. Teríamos que esperar que fosse divulgados do JN de graça? Ou teria outra solução? Qual? A mídia bate na Petrobrás, banco do Brasil e nos outros como estratégia, Marketing, para forçar o governo a investir em publicidade, para desmentir ela própria.

Responder

    Lafaiete de Souza Spínola

    21/03/2013 - 19h43

    Jorge Portugal,

    Proponho uma mobilização da propaganda em prol da EDUCAÇÃO!

    O caminho para resolver os problemas estruturais e amenizar as injustiças sociais do Brasil está, basicamente, atrelado à EDUCAÇÃO. Precisamos, com urgência, investir, pelo menos 15% do PIB no orçamento da educação. Deve ser disponibilizada escola com tempo integral às nossas crianças, oferecendo, com qualidade: o café da manhã, o almoço, a janta, esporte e transporte, nas cidades e no campo. Como é uma medida prioritária, inicialmente, faz-se necessária uma mobilização nacional. Podemos, por certo tempo, solicitar o engajamento laico das Igrejas, associações, sindicatos e das nossas Forças Armadas (guerra contra o analfabetismo e o atraso) para essa grande empreitada inicial.

    Outros investimentos de grande porte, concomitantemente, devem ser realizados, ajudando, inclusive, a movimentar a economia de todo país: a construção civil seria acionada para a construção de escolas de alta qualidade, com quadras esportivas, espaços culturais, áreas de refeição e cozinhas bem equipadas etc. Tudo isso exigindo qualidade, porém sem luxo. Durante o período de mobilização, o governo deve investir na preparação de professores para atender à grande demanda.

    Como esse projeto é de prioridade nacional, os recursos deverão vir, entre outros: de uma nova redistribuição da nossa arrecadação; de uma renegociação da dívida pública, com a inclusão do bolsa família etc. Em vez dessas exonerações de impostos, toda essa verba, já poderia estar sendo direcionada para esse projeto.

    Para a construção inicial dos centros educacionais e formação de professores, sugiro que se invista cerca de 40% das nossas reservas. Esses grandes centros escolares poderiam ser construídos 03 em cada estado, imediatamente, como protótipos, sendo 01 na capital, 01 no interior e 01 no campo, escolhendo as áreas mais carentes.

    Não se deve esperar, nem exigir, que todos os professores vibrem como você dentro de uma sala de aula.

    Não temos tempo para ficar aguardando a época do pré-sal.

    IMPORTANTE: Federalizar a educação básica.

    Moacir Moreira

    21/03/2013 - 23h27

    Excelente sugestão, Lafaiete, mas pelo que tudo indica cerca de 50% do nosso orçamento federal é reservado para pagamento dos juros devidos aos banqueiros do crime organizado internacional os quais, aliás, tem relações praticamente carnais com a grande mídia.

jaime

20/03/2013 - 22h26

“É mais um indício da conversão do PT no partido do establishment e dos negócios.” Quanto mais cedo essa verdade for aceita, melhor. Só então, quando todo mundo estiver convencido de que aquele PT virou fumaça, começará a busca por alternativas. Faz tempo que uns choram aqui, outros justificam ali(com os 30 milhões que saíram da miséria) e todos enterram a cabeça na areia para não aceitar a dura verdade: fomos enganados. Isso é duplamente ruim porque a mídia alternativa está gastando energia para defender – o que?

Responder

    Julio Silveira

    21/03/2013 - 08h06

    Defende a nostalgia. Sentimento que o brasileiro se acostumou a cultuar nos bares da boemia, enchendo a cara e curtindo aquela dor de corno.

    Roberto Locatelli

    21/03/2013 - 09h29

    Jaime, não fomos enganados. O PT nunca escondeu que é um partido de centro-esquerda. O que precisamos é reconhecer isso e criar uma alternativa à esquerda. Não vale o PSOL pois é um partido de direita, que se aliou ao PSDB para combater a blogosfera.

    Julio Silveira

    21/03/2013 - 14h36

    Desculpe caro Locatelli, acho que também me enganei. É que comprei a ideia, vendida antigamente, de que o PT fosse um partido de esquerda. Porque sempre acreditei que esse negocio (malandro) de acrescentar a palavra CENTRO nos partidos, que se dizem de esquerda ou direita, não passa de camuflagem para justificar a semelhanças e as decepções perante a cidadania.

Azenha e a publicidade do Governo. Viva a Globo ! | Conversa Afiada

20/03/2013 - 21h37

[…] “Solução técnica” na Secom mostra que Globo manda no governo […]

Responder

Ivanisa Teitelroit Martins

20/03/2013 - 20h54

Os PSs de Viomundo nos remetem a um tempo de luta pela democratização do país. A defesa de direitos e da liberdade de expressão é fundamental. Nestes PSs, pequenos textos, descortina-se um propósito permanente de integridade e dignidade que deixam sua marca na blogosfera. A mídia contra-hegemônica não será descartada facilmente porque reflete demandas históricas, previstas na Constituição de 1988.

Responder

Fabio Passos

20/03/2013 - 20h34

Dinheiro do povo sustentando o PiG… mantendo o monopolio da informacao sob controle da pior “elite” do mundo.

Que saudades do Brizola!

O PiG e o sustentaculo do Apartheid Social.
Oferecer as tetas do Estado para o PiG mamar perpetua nosso atraso e subdesenvolvimento.

Ja passou da hora de detonar estas oligarquias decrepitas que sabotam nossa democracia.
Inaceitavel um governo submisso a canalha midiatica.

Responder

Francisco

20/03/2013 - 20h10

Será que já esta na hora do “baque” nacional?

Na Bahia (Salvador) e em Sergipe (Aracaju) já foi feito…

O baque não precisa ser sensato, só precisa ser… um baque.

Responder

Carlos Cruz

20/03/2013 - 20h06

D. Dilma sofre da Sindrome de Estocolmo. Incorpora os princípios e a defesa de quem a ofendeu, torturou. Nunca me enganei sobre ela. Na campanha para presidente desdenhou as midias alternativas/ONGs?sindicatos até sua quase derrota, quando no 2ndo turno “aparece risonha” e cordata em reunões e comícios em defesa de sua candidatura. Já no primeiro ano deixa “fritar” ministros inocentes e imposta os escolhidos pela mídia. Persegue professores das Faculdades Federais. Persegue funcionarios públicos. Impõe fundo de previdencia aos “novos” funcionários, como se a independencia do tal fundo e sua gerencia não fosse politizada e passivel de erros que depois os contribuintes (funcionários) tivessem que assumir. Não aceita conversar com sindicatos, nunca os recebendo, enviando-os a segundo escalão. Muda o sistema de partição das verbas federais de propaganda, beneficiando as grandes empresa e oligopólios. Desonera e financia grandes multis, aumentando o envio de lucros as matrizes no exterior. Valoriza o real quebrando empresas nacionais. Permite a compra das empresas fabricantes de armas por empresas transnacionais, numa política que afronta a soberania. Troca ministros como troca de roupa, dependendo do “momento” político eleitoral. Não tem uma política de provimento das forças armadas de novos armamentois e treinamentos ( a compra dos tais caças é o maior exemplo…), etc. Nela, NUNCA mais.

Responder

niveo campos e souza

20/03/2013 - 19h57

Lei dos Médios já.
Ou continuaremos neste vergonhoso e sistemático cenário de sempre.

Niveo Campos e Souza

Responder

abolicionista

20/03/2013 - 19h46

É triste ter de dizer isso, mas parece que Dilma virou as costas para o povo brasileiro.

Responder

Julio Silveira

20/03/2013 - 19h31

Deve ser o pavor de, novamente, ter que tomar porrada nos porões de alguma ditadura no futuro. Me surpreende mais esse, que pode ser, mais um anteparo. Mas pensei que as altas pensões pagas aos vivos, pelas perdas nas lutas idealistas, já tivessem sido suficientes para aplacar essas perdas idealisticas.

Responder

Miguel do Rosário: Randolfe, do PSOL, se une à direita para sufocar blogosfera « Viomundo – O que você não vê na mídia

20/03/2013 - 19h19

[…] “Solução técnica”, na Secom, mostra que Globo manda no governo […]

Responder

J Souza

20/03/2013 - 19h07

Pelo menos o “emprego” da Dilma como “fritadora de ovos” da Globo estará garantido quando ela sair da presidência…

Responder

    Carlos Cruz

    20/03/2013 - 20h19

    Quem sabe ajudando a Globo nas frituras…

    FrancoAtirador

    20/03/2013 - 23h41

    .
    .
    O omelete de Dilma: receita que a presidente preparou no Mais Você

    Por Glau Gasparetto, mdemulher culinária – AnaMaria Receitas da Editora Abril

    Ficou morrendo de vontade de copiar o omelete que a presidente Dilma Rousseff preparou no programa Mais Você, da Globo?

    Tome nota da receita que a AnaMaria trouxe na edição desta semana:

    Omelete da Dilma Rousseff

    Ingredientes:
    · 2 ovos
    · 1 cebola picada
    · 50 g de presunto picado
    · 50 g de mussarela picada
    · 50 g de queijo prato cortado em cubos
    · 1 tomate picado
    · ½ xícara (chá) de parmesão ralado
    · 3 colheres (sopa) de creme de leite
    · 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
    · 2 colheres (sopa) de água
    · 1 colher (sopa) de manteiga
    · 1 fio de óleo

    Modo de fazer:
    numa tigela, misture os ovos sem bater.
    Adicione os outros ingredientes, menos a manteiga e o óleo, que você usará para untar a frigideira.
    Quando a frigideira estiver quente, adicione a omelete, doure dos dois lados e sirva.

    (http://mdemulher.abril.com.br/blogs/anamaria-receitas/2011/03/10/o-omelete-de-dilma-receita-que-a-presidente-preparou-no-mais-voce)
    .
    .
    É impossível fazer um omelete eleitoral
    sem quebrar os ovos da mídia de esquerda
    e sem passar manteiga na mídia de direita.
    .
    .

    Lafaiete de Souza Spínola

    21/03/2013 - 19h26

    Minha receita para um omelete de verdade:

    Investir 15% do PIB na EDUCAÇÃO.

    Federalizar a educação básica para padronizar o omelete, evitando que saia diferente nas diversas regiões. O omelete tem que ser de boa qualidade, de norte a sul de leste a oeste.

    Tempero inicial: Aplicar cerca de 40% das reservas que estão na dispensa para a construção de grandes centros escolares. Mobilizar toda sociedade no preparo desse omelete de verdade.

    A receita completa, já publiquei duas vezes, aqui, no Viomundo.

    FrancoAtirador

    22/03/2013 - 00h32

    .
    .
    Caríssimo Lafaiete.

    Achei interessantíssima sua receita.

    Mas você sabe quem são os donos da galinha?

    Aliás, já estão querendo até matar

    e esquartejar a galinha dos ovos de ouro

    antes mesmo que ponha o primeiro ovo.
    .
    .

Deixe uma resposta