VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Rogério Tomaz, na cidade de Cervantes: Quanta barbúrdia não aconteceu aqui, hein, ministro?
Você escreve

Rogério Tomaz, na cidade de Cervantes: Quanta barbúrdia não aconteceu aqui, hein, ministro?


20/05/2019 - 14h46

Da Redação

A Universidade de Alcalá de Henares, na Espanha,  foi fundada em 1662.

Em Alcalá de Henares, nasceu o romancista, dramaturgo e poeta Miguel de Cervantes  (1547-1616).

A sua obra-prima, Dom Quixote, muitas vezes considerada o primeiro romance moderno, é um clássico da literatura ocidental e é regularmente considerada um dos melhores romances já escritos.

O trabalho de Cervantes está entre os mais importantes em toda a literatura.

Sua influência sobre a língua castelhana tem sido tão grande que o castelhano é frequentemente chamado de La lengua de Cervantes (A língua de Cervantes).

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

20 de maio de 2019 às 18h04

E [email protected] [email protected] circulando [email protected] dentro desse Espaço Acadêmico …

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!