VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Professores da UFMG pedem ao prefeito de BH lockdown rígido e imediato, por três semanas; íntegra
Foto: Amira Hissa/Prefeitura de BH
Você escreve

Professores da UFMG pedem ao prefeito de BH lockdown rígido e imediato, por três semanas; íntegra


14/04/2021 - 13h14

Da Redação

Hoje (14/04), às 15h, professores da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) entregam ao prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), um abaixo-assinado (na íntegra, mais abaixo), no qual defendem e solicitam a adoção de lockdown rígido e imediato, por três semanas, na capital.

No documento, os 567 signatários dão os motivos: aumento sem precedentes no número de casos e de mortes por COVID e colapso do sistema de saúde, falta de medicamentos, de leitos, de respiradores, de oxigênio, ao esgotamento da capacidade dos serviços funerários.

Argumentam que a demanda é “em defesa da população e em defesa do direito à vida”.

O documento será entregue pela presidente da ApuBH UFMG+ (Sindicato dos Professores das Universidades Federais de Belo Horizonte, Montes Claros e Ouro Branco), Maria Rosaria Barbato, e outros membros do sindicato

Abaixo-assinado Basta! Lockdown de verdade JÁ, por três semanas!

APUBH UFMG+ Sindicato dos Professores

Nós, Professores e Professoras da UFMG, devido ao aumento sem precedentes no número de casos e de mortes por COVID e ao colapso do sistema de saúde, falta de medicamentos, de leitos, de respiradores, de oxigênio, ao esgotamento da capacidade dos serviços funerários, defendemos e solicitamos à Prefeitura Municipal de Belo Horizonte a instituição de um lockdown no município, rígido e imediato, por um período de 21 dias, em defesa da população e em defesa do direito à vida.

Propomos que sejam realizados bloqueios de circulação não essencial, tanto no perímetro urbano, quanto em aeroportos e em estradas, com exigência de justificativa para deslocamentos (a exemplo do que foi implementado na Itália e Reino Unido) e fiscalização rigorosa.

Sugerimos, adicionalmente, a ampliação do horário do toque de recolher e fechamento do comércio não essencial, dos serviços e das indústrias. Apenas supermercados e farmácias deverão manter o seu funcionamento, com horários restritos.

Enfatizamos que em todos os casos de sucesso na luta contra a pandemia no mundo, o lockdown radical foi a estratégia utilizada.

Solicitamos que a Prefeitura, com a máxima urgência, compre e peça a autorização para uso emergencial de vacina à Anvisa, como realizado pelo Consórcio do Nordeste e por outros estados nas últimas semanas, para aumento imediato das taxas de vacinação.

Este lockdown rígido deve vir acompanhado de uma política local de oferta de auxílios e meios de subsídio emergencial de sobrevivência para as categorias vulneráveis, para os trabalhadores em geral e empresários de pequeno e médio porte durante todo esse período.





Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding