VIOMUNDO

Diário da Resistência


“Marighella” na Câmara: Comissão aprova exibição do filme; a princípio, dia 8 de dezembro, com Seu Jorge e Bruno  Gagliasso
Você escreve

“Marighella” na Câmara: Comissão aprova exibição do filme; a princípio, dia 8 de dezembro, com Seu Jorge e Bruno Gagliasso


23/11/2021 - 21h36

Comissão aprova exibição do filme “Marighella” na Câmara dos Deputados

Por Pedro Calvi/CLP

Nesta terça (23/11), a Comissão de Legislação Participativa da Câmara dos Deputados (CLP) aprovou a realização de uma audiência pública para exibição do longa “Marighella”, dirigido por Wagner Moura. A proposta foi do deputado Glauber Braga (PSOL/RJ).

“A exibição do filme é uma forma de homenagem à memória nacional, à história imprescindível de Carlos Marighella para a redemocratização do país e ainda um tributo à cultura e cinema brasileiros, que vêm sofrendo duros ataques nos últimos tempos”, afirmou Braga.

O filme conta a história de Carlos Marighella, político, escritor e guerrilheiro. Ele fez parte do Partido Comunista Brasileiro (PCB), pelo qual exerceu mandato como deputado federal, mas do qual também foi expulso por divergências ideológicas. Passo seguinte, fundou a Ação Libertadora Nacional (ALN), que se tornaria um dos principais grupos da luta armada contra a ditadura.

Em 4 de novembro de 1969, Marighella foi morto num atentado por agentes do regime militar em São Paulo. De acordo com a Comissão Nacional da Verdade, ele morreu com um tiro à queima roupa dentro de uma viatura da polícia, após perseguição dentro de um cinema.

O filme começou a ser rodado no final de 2017 e foi lançado em 2019 no Festival de Cinema de Berlim. Por causa da pandemia e entraves burocráticos na Ancine (Agência Nacional do Cinema), a película estreou apenas este ano no Brasil.

Para o presidente da CLP, parlamentar Waldenor Pereira (PT/BA), a apresentação do filme na Câmara “é um tributo à coragem de um brasileiro que se tornou um exemplo de luta contra um dos períodos mais sombrios da história do Brasil”.

Em entrevista ao programa Altas Horas da TV Globo, o diretor Wagner Moura disse que, com o filme, “queria devolver para o imaginário brasileiro a figura desse homem importante para a nossa história.”

A sessão na Câmara ainda não tem data marcada e o diretor, Wagner Moura, já autorizou a projeção.

Na mesma reunião, também foram aprovadas audiências públicas para discutir a situação da educação no campo no Brasil, e a realização da 5ª Conferência Nacional de Saúde Mental.

*PS do Viomundo: A princípio, a exibição de “Marighella” será no dia 8 de dezembro, {as 14h, no Auditório Nereu Ramos da Câmara dos Deputados. Estarão presentes Seu Jorge e Bruno Gagliasso. Wagner Moura não estará no Brasil.





2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Renato Leonardo

24 de novembro de 2021 às 17h55

Marighella comandou a Ação Libertadora Nacional e não a Aliança Libertadora Nacional.

Responder

    Conceição Lemes

    24 de novembro de 2021 às 23h02

    Renato, obrigada pelo alerta. Já corrigimos. Abs


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding