VIOMUNDO

Diário da Resistência


Juristas realizam hoje em SP ato para denunciar condutas de Moro na Lava Jato e no Ministério da Justiça
Lula Marques
Você escreve

Juristas realizam hoje em SP ato para denunciar condutas de Moro na Lava Jato e no Ministério da Justiça


19/08/2019 - 12h14

Da Redação

A ABJD (Associação Brasileira de Juristas pela Democracia) realiza em São Paulo, nesta segunda-feira, 19/8, ato público  para denunciar a conduta de Sergio Moro na Lava Jato e agora, enquanto como ministro da Justiça, já que segue extrapolando limites éticos e do cargo que ocupa.

O evento será  às 18h30, no salão nobre da Faculdade de Direito da USP, no Largo Francisco.

Participarão juristas, políticos, movimentos sociais, estudantes, professores e sociedade civil em geral.

Entre os juristas que já confirmaram presença estão: desembargadora aposentada Kenarik Boujikian; Fábio Konder Comparato, professor da Faculdade de Direito da USP; Carol Proner, professora de Direito Internacional da UFRJ; advogado Antônio Carlos de Almeida Castro (Kakay); Ana Amélia Camargos, vice-presidente da Comissão de Direitos Humanos da OAB; defensor público Renato De Vitto; Eneas Matos,professor de Direito da USP; promotor de Justiça Gustavo Costa; Fábio Gaspar, presidente do Sindicato dos Advogados de São Paulo.

Também estão confirmados os ex-presidenciáveis Fernando Haddad e Guilherme Boulos, assim como os presidentes do PT e  Psol, respectivamente Gleisi Hoffmann e Juliano Medeiros.

Dezenas de entidades e movimentos estarão representadas no ato, entre os quais:

— Frente Brasil Popular

— Frente Povo Sem Medo

— Centro Acadêmico XI de Agosto

— Defensoria Pública

— Transforma MP

— Federação Nacional de Estudantes de Direito

— Movimento Policiais Antifascimo

–Frente Interreligiosa Dom Paulo Evaristo Arns

— Central de Movimentos Populares

— Sindicato dos Advogados Públicos de SP

— Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação

— Movimento dos Trabalhadores Sem Terra

— Educafro

— Grupo de Advogados pela Diversidade Sexual

— Fenajufe

— IBCCriM

—  Advogados e Advogadas pela Democracia, Justiça e Cidadania

— União Nacional do Estudantes

— Intersindical

–União de Mulheres de São Paulo

— Promotoras Legais Populares

— Rede Feminista de Juristas

— Rede Nacional de Advogados e Advogadas Populares

 

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

19 de agosto de 2019 às 15h58

A ABJD, Associação Brasileira de Juristas pela Democracia,
realiza na segunda-feira, 19/08, um ato público para denunciar
a conduta criminosa do atual ministro da Justiça, Sergio Moro,
que segue extrapolando limites éticos e do cargo que ocupa,
sem sofrer uma investigação séria e rigorosa.

A ABJD tem divulgado vídeos de juristas que explicam
como Sergio Moro e os procuradores da Operação [Lava Jato]
atropelaram leis e corromperam a Constituição
em nome do combate à corrupção.

O evento será às 18h30, no Salão Nobre da Faculdade de Direito
da USP, e reunirá juristas, como a desembargadora aposentada
Kenarik Boujikian e a professora de direito internacional Carol Proner.
O evento é aberto e tem a expectativa de receber mil pessoas
entre elas professores, alunos e sociedade civil em geral.

A Associação de Juristas lançou a campanha #MoroMente
no último dia 01/08 para explicar à população quais foram
as violações de direitos cometidas pelo ex-juiz e apontar
as mentiras que ele conta para justificar sua atuação criminosa
durante a Lava Jato.

Segundo Carol Proner, o caso da atuação do ex-juiz,
conforme tem sido revelado nos vazamentos divulgados
pelo site Intercept, mostram que ele não apenas mente,
como também conta com a ingenuidade de seu interlocutor
para alcançar seu objetivo político, o que Carol classifica
como um comportamento “pérfido”.

“Moro mente. Mas não é mentirinha nem omissão.
Está longe de ser equívoco ou ambiguidade.
É mentira premeditada, proposital.
Não sei se somos capazes de entender todos os motivos
que o fizeram usar da legitimidade do cargo para arvorar-se
a chefe do Ministério Público e intruso das competências alheias,
invadindo Poderes e jurisdições.
O que sei é que é caso de perfídia.
E um pérfido não é só um traidor, mas um traidor muito perverso
porque conta com a boa fé daquele que será enganado.
A ingenuidade do outro é parte fundamental na estratégia
da mentira e, portanto, Moro mente perfidamente”,
afirmou Carol nas redes sociais.

http://www.justificando.com/2019/08/16/juristas-organizam-evento-em-sao-paulo-para-denunciar-conduta-de-moro-na-lava-jato/

Responder

Zé Maria

19 de agosto de 2019 às 15h06

Lobby do Compliance dos EUA no Brasil e no Mundo

“Uma cadeia improdutiva que tem exposto estatais brasileiras
a contratos gigantescos com escritórios de advocacia norte-americanos,
supostamente visando implementar processos contra corrupção.”
“O jogo é esse:
Em um primeiro momento, a *cooperação internacional* –
com procuradores sendo alimentados preferencialmente pelo DHS (US Department of Homeland Security) [Segurança Interna] e Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DOJ) –
confere enorme poder aos ministérios públicos nacionais
para destruírem sistemas políticos e outras entidades locais supostamente contaminadas pelo financiamento de campanhas.”

*(https://jornalggn.com.br/justica/como-o-doj-preparou-a-lava-jato-e-cooptou-a-justica-brasileira-por-luis-nassif)
*(https://www.justica.gov.br/news/collective-nitf-content-1553073984.69)

https://jornalggn.com.br/noticia/influencia-dos-eua-na-lava-jato-e-tema-de-nova-campanha-do-ggn-no-catarse/
https://jornalggn.com.br/justica/a-relacao-promiscua-entre-a-industria-do-compliance-e-os-procuradores-nos-eua-por-luis-nassif/
https://jornalggn.com.br/justica/compliance/o-negocio-da-lava-jato-com-a-industria-da-anticorrupcao-por-luis-nassif/
https://jornalggn.com.br/justica/barroso-e-bretas-vao-a-ny-reforcar-o-lobby-do-compliance/
https://jornalggn.com.br/recado-nassif/como-janot-foi-envolvido-pelas-milicias-da-lava-jato-por-luis-nassif/
https://jornalggn.com.br/justica/como-o-doj-preparou-a-lava-jato-e-cooptou-a-justica-brasileira-por-luis-nassif/

E o Moro continua …

*Em missão oficial aos Estados Unidos,
Moro intensifica cooperação entre os dois países

O Ministério da Justiça e Segurança Pública firmou acordos
de cooperação institucional com a Agência Federal de Investigações, o FBI,
e com o Departamento de Segurança Interna dos EUA, o Homeland Security – DHS.

O objetivo dos documentos é o compartilhamento de informações sobre grupos criminosos e terroristas visando o combate ao crime organizado transnacional.

Os acordos foram assinados pelo diretor-geral da Polícia Federal (PF),
Maurício Valeixo, que fez parte da delegação.

*(https://www.justica.gov.br/news/collective-nitf-content-1553073984.69)*

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.