VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Kassio Marques, indicado por Bolsonaro, vota contra suspeição de Moro e Lula corre risco de ficar fora da eleição
Reprodução
Você escreve

Kassio Marques, indicado por Bolsonaro, vota contra suspeição de Moro e Lula corre risco de ficar fora da eleição


23/03/2021 - 11h51

O ministro Kassio Marques, indicado por Jair Bolsonaro, votou contra a suspeição do juiz Sergio Moro. Com isso, o resultado foi de 3 a 2 contra o ex-presidente Lula, a não ser que a ministra Cármen Lúcia mude seu voto. Com isso, Lula corre o risco de ser julgado em velocidade luz em Brasília, ficando fora da eleição de 2022 se condenado em segunda instância.

Ao que tudo indica, Kassio Nunes Marques recebeu o telefonema “Muda o voto porque o Lula passou o chefe nas pesquisas”. Celso de Rocha Barros, jornalista, no twitter

O habeas corpus não é o instrumento adequado para avaliar a suspeição de um juiz. Kassio Marques, em seu voto.

Da Redação

O ministro Kassio Nunes Marques, indicado por Jair Bolsonaro para o STF, já concluiu seu voto, depois de pedir vista do processo em que a Corte considera se o ex-juiz federal Sergio Moro foi ou não parcial na condução dos processos contra o ex-presidente Lula.

Ele votou contra a suspeição de Moro.

Votaram pela suspeição os ministros Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. Haviam votado contra, anteriormente, a ministra Carmen Lúcia e o relator Edson Fachin.

Porém, isso aconteceu antes que Lewandowski admitisse no processo as provas obtidas pela Operação Spoofing, da Polícia Federal, que apreendeu mensagens trocadas entre Moro e procuradores da Força Tarefa da Lava Jato em Curitiba na posse do hacker Walter Delgatti Neto.

Se Moro fosse considerado suspeito, ficaria anulado o processo em que ele condenou Lula por supostamente ter recebido um triplex em Guarujá da empreiteira OAS.

A Corte tem o poder de estender a decisão ao caso do sítio de Atibaia, no qual a sentença foi dada pela juíza Gabriela Hardt.

A anulação, neste caso, de acordo com o que disse o advogado Pedro Serrano ao Viomundo, poderia cobrir inclusive todo o processo de investigação da Polícia Federal.

Neste caso, a PF teria de começar do zero no Distrito Federal, para onde Edson Fachin transferiu os processos do ex-presidente.

Fachin, ao anular as quatro ações que correram em Curitiba alegando que não era a jurisdição apropriada, manteve a possibilidade de que as provas fossem aproveitadas nos novos processos a serem movidos.

Lula recuperou os direitos políticos, mas a Justiça brasileira moveu-se numa rapidez extraordinária nos casos relativos ao ex-presidente, por isso o temor é de que os processos andem em Brasília em velocidade de luz.

Se as provas forem anuladas, no entanto, é certo que o ex-presidente poderia concorrer ao Planalto em 2022 sem condenações.

Com a suspeição de Moro negada, Lula corre risco de se tornar inelegível em Brasília.





14 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Maria Carvalho

23 de março de 2021 às 22h29

Parabéns Azenha, pela esclarecedora entrevista do excelente jurista Pedro Serrano!

Responder

Pedro Paulo Silveira Manso

23 de março de 2021 às 19h26

Mais uma vitória gigante da justiça verdadeira e da TV 247 . A luta continua .

Responder

Zé Maria

23 de março de 2021 às 17h58

Cármen Lúcia mudou o Voto: LULA 3 x 2 Moro

Responder

Brito

23 de março de 2021 às 17h51

O povo é o palhaço não é o Bozo. Ele só faz palhaçada com o povo.
Nós sifu de novo.
Esperar que o homen do Bozo vote no Lula é ingenuidade. Lula sacou isso antes do (último) discurso.
Mais 1 vez a eleição é INDIRETA. Resta saber até qdo. VAI SER ELEICAO NO COLEGIO ELEITORAL como na dita – dura.
O povo fez uma burrada. Vai ser difícil consertar.
E o EB ainda controla as urnas eleitorais. Então, complica mais ainda.
Parabéns a quem se fudeu a si proprio. Os pobres de direita.

Responder

Zé Maria

23 de março de 2021 às 17h03

.
.
“Voto de Nunes Marques contra a suspeição de Moro é bastante criticável,
falar de ampla defesa e contraditório do Juiz (?) e negar
o habeas corpus por não considerar este o remédio capaz
de permitir essa defesa de Moro é algo no mínimo inusitado.
Seu posicionamento foi político.”

Luciana Boiteux
Mestre e Doutora em Direito Penal.
Professora de Direito Penal e Criminologia (UFRJ)
https://twitter.com/LuBoiteux/status/1374440834788036617

Responder

Zé Maria

23 de março de 2021 às 16h53

“Nunes Marques disse que não caberia buscar a suspeição
em um HC.
Gilmar Mendes: “É evidente, e quem já estudou um pouco
de habeas corpus sabe…” que pode, sim.”
https://twitter.com/DanielaLima_/status/1374439264075747336

“Estamos diante de um julgamento histórico.
E cada um passará para a história com o seu papel.
Não há espaço para COVARDIA. Isso aqui não é
jogo de espertos. FALSOS ESPERTOS”, diz Gilmar
https://twitter.com/DanielaLima_/status/1374433698766934021

“O tuíte do general Villas Bôas não me afeta.
Estou absolutamente tranquilo.
Apontei esses problemas desde sempre”,
diz Gilmar Mendes.

Jornalista Daniela Lima
https://twitter.com/DanielaLima_/status/1374445136470446092

Responder

Zé Maria

23 de março de 2021 às 16h43

“Agora Gilmar Mendes recorre a Ruy Barbosa
para comentar o voto de Nunes Marques:

— O bom ladrão salvou-se,
mas não há salvação para juiz covarde!
https://twitter.com/BernardoMF/status/1374444605970649102

“Continua o ministro Gilmar, cada vez mais exaltado:

— Nós estamos aqui diante de um julgamento histórico. E cada um passará à História com o seu papel.

— Esses temas não admitem covardia. Isso aqui não é jogo de esperteza. Os falsos espertos acabam sendo pegos e desmoralizados.”

Jornalista Bernardo Mello Franco
https://twitter.com/BernardoMF/status/1374435146988843012

Responder

Zé Maria

23 de março de 2021 às 16h31

.
.
Murus Marques fez um voto Político – Lavajatista, Morista e
Bolsonarista – de conta de chegada, posando de ‘garantista’.
.
https://twitter.com/i/status/1374431808482205702

Gilmar reduz o piauiense Nunes Marques a pó de traque:
“Isso tem a ver com garantismo? Nem aqui, nem no Piauí”

https://twitter.com/DCM_online/status/1374435047537737732

Responder

Zé Maria

23 de março de 2021 às 16h18

“O fecho do voto de Nunes Marques é ótimo.
Não vou acompanhar divergência [de Gilmar],
apesar de pensar [SIC] como quem divergiu [Gilmar].
É baita recibo assinado de voto feito sob medida
para atender a interesse político.
Lembrou os melhores momentos de Rosa Weber
no STF.”
https://twitter.com/KennedyAlencar/status/1374425855431077904
“Nunes Marques usou argumentação central em torno
das mensagens da Spoofing, que não existiam
quando o habeas corpus foi apresentado em 2018.
Votou com base no que a defesa não anexou ao HC.
Enfim, fez bagunça jurídica para não reconhecer a óbvia
e ululante suspeição de Moro.”
https://twitter.com/KennedyAlencar/status/1374428168744960006
“Voto de Nunes Marques revela que Bolsonaro
teme mais Lula do que Moro em 2022.
Ministro usou conversas de Telegram
como argumentação central,
apesar de defesa não ter anexado
diálogos ao habeas corpus.”
https://t.co/2jOgq9mG5z
Jornalista Kennedy Alencar
https://twitter.com/KennedyAlencar/status/1374435274755743747

Responder

Carlos Valentin

23 de março de 2021 às 16h02

O estupido eleito, ainda outro dia falou exatamente isto, Lula iria se tornará elegível. E este pau mandado, do miliciano genocida, não o decepcionou.

Responder

Zé Maria

23 de março de 2021 às 15h36

.
O Professor Fernando Haddad, com o Lula do lado dele,
vencerá a Eleição Presidencial no Primeiro Turno em 2022.
.
.

Responder

Henrique Martins

23 de março de 2021 às 15h06

O STF simplesmente está dando carta branca para os juízes brasileiros fazerem o que quiserem descumprindo a constituição e o devido processo legal. Ora, se nem os próprios juízes respeitam a lei que cidadão brasileiro vai respeitar.

Responder

Henrique Martins

23 de março de 2021 às 14h39

https://economia.uol.com.br/colunas/carla-araujo/2021/03/23/falta-a-pazuello-credibilidade-para-assumir-agenda-de-privatizacoes.htm

Infelizes são as pessoas que continuam apoiando esse homem. Sim. Porque a lei do retorno é garantida e elas estão sendo cúmplices das atrocidades dele.
O mundo de Bolsonaro é minúsculo. Assim como o seu clã ele está interessado em defender apenas os interesses de Pazuelo em detrimento dos interesses de mais de 200 milhões de brasileiros. Pátria ‘desamada’ Brasil.

Responder

abelardo

23 de março de 2021 às 14h29

Avalio que a população brasileira e todos os povos do mundo também podem considerar que grande parte da justiça brasileira (principalmente) + a grande mídia + a PF + o atual governo, que os anteriores ajudaram se eleger + a maioria de deputados(as) e senadores(as) + alguns grandes empresários(as) e banqueiros + alguns apresentadores(as) e artistas são sim, responsáveis por parte de tudo de ruim e trágico, que hoje acontece no Brasil. Em razão de um preconceito burro e influências sem cabimento que se permitiram aceitar, essas pessoas pouco aprenderá e pare e que pouco se importam com a destruição de vidas, de famílias, do país, da saúde, do trabalho, da assistência social, da segurança e de tudo mais que afeta a população e o país. Estão, mais uma vez, caindo no conto do desastre, da escravidão e do caos social, financeiro, ético e moral. Mesmo assistindo a grande farsa e fraude dos seus heróis, que os enganaram e continuam enganando traicoeiramente, ainda assim insistem em adora-los e idrolatá-los, como se fossem eles as vitimas. Ninguém é perfeito e todos erram, mas não devem deixar passar a última oportunidade de corrigirem erros que foram cometidos.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding