VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


James Carville: Os democratas precisam aprender a ganhar
Foto Wikipedia
Você escreve

James Carville: Os democratas precisam aprender a ganhar


15/10/2020 - 17h04

Na média nacional, Biden tem vantagem de 9,4 pontos. Nos estados tidos como decisivos, 4,9. Previsão para o Senado: democratas 47 a 46. Real Clear Politics

As pesquisas 2020 provam que os democratas precisam começar a planejar uma Casa Branca com Biden

Parece que a maioria das pessoas que acreditam que Trump pode vencer novamente em 2020 são democratas, para melhor ou para pior.

Por James Carville*

Muitos anos atrás, George Mitchell, o líder da maioria democrata no Senado nos anos 1990, me disse: “As únicas pessoas que acreditam nos discursos de senadores republicanos são os senadores democratas”.

Eu amo meu partido. E tenho orgulho do que defendemos: igualdade, dignidade econômica, saúde como um direito humano, entre outras coisas.

Mas. quando se trata de praticar política, os democratas são um partido movido por ansiedade e insegurança esmagadoras, mesmo que os ventos do destino estejam soprando inteiramente em nossa direção.

Ao longo da era Trump, sofremos repetidas vezes um terrível caso de amnésia política.

Em 2016, Donald Trump obteve pouco mais de 46 por cento dos votos, auxiliado pela campanha de hacking e desinformação da Rússia, a carta de Jim Comey [então diretor do FBI} sobre o servidor de e-mail de Hillary Clinton e um morno endosso democrata do senador Bernie Sanders.

No entanto, mesmo em meio ao tornado de cobertura negativa sobre Clinton, Trump perdeu o voto popular por quase 3 milhões, ganhando o Colégio Eleitoral por uma fração bizarra de votos espalhados por três estados.

Desde que Trump foi inaugurado, ganhamos eleições para governador em todos os três desses estados — Michigan, Wisconsin e Pensilvânia.

Elegemos o primeiro senador democrata pelo Arizona em décadas, os subúrbios de todo o país se voltaram contra o presidente e, em 2018, os democratas conquistaram a maioria na Câmara dos Representantes pela maior margem eleitoral da História.

Agora, parece que a maioria das pessoas que acreditam que Trump pode vencer novamente em 2020 são democratas, para melhor ou para pior.

E, no entanto, o índice de aprovação de Trump nunca atingiu o pico acima de 50 por cento, mesmo antes da Covid-19 — o único presidente a não atingir esse nível desde que as pesquisas do tipo começaram.

Agora, por causa de sua manipulação grosseira da pior pandemia que vimos em um século, Trump reduziu sua base de apoio ainda mais.

Como resultado, prevejo que veremos uma maioria se unir contra ele de uma forma não vista desde a eleição presidencial de Ronald Reagan em 1980.

Nunca tive mais certeza de algo em minha vida. Então, acabe com seus medos, democratas xixi-na-xama: 2016 não é 2020.

Martha McSally, do Arizona, Joni Ernst, de Iowa, e Susan Collins, do Maine — senadores que antes podiam ser considerados imbatíveis — estão agora lutando por seus assentos.

Os democratas podem expandir sua maioria na Câmara capitalizando distritos suburbanos em estados como o Texas, considerados invencíveis antes de Trump.

E com uma vitória do voto popular tão grande até mesmo aquele velho hipócrita senador Lindsey Graham pode ser enviada correndo para as colinas.

Trump provavelmente só pode vencer Biden trapaceando. E os democratas podem detê-lo.

Os republicanos sabem que enfrentam uma derrota retumbante. Como previ em abril, eles tentaram trapacear a cada passo.

Mas, se as pesquisas se mantiverem, mesmo com toda a sua corrupção e conivência, não há nada que a Legislatura do estado da Pensilvânia, a Suprema Corte de Wisconsin ou mesmo a preciosa juíza da Suprema Corte de Trump, Amy Coney Barrett, possam fazer a respeito.

Agora, esta coalizão não durará para sempre. O que aconteceu nos últimos quatro anos apresentou uma oportunidade única em uma geração para os democratas concorrerem contra um partido que se tornou a ameaça mais perigosa à vida americana que enfrentamos desde a Segunda Guerra Mundial.

Honestamente, é improvável que mantenhamos generais militares aposentados e adolescentes urbanos na mesma coalizão para sempre.

Mas a partir deste momento de perigo nacional, podemos consertar as bases de nosso governo e empurrar o país para frente com gigantescos avanços.

Portanto, nestas últimas semanas antes da eleição, os democratas questionadores precisam parar de perseguir as caudas do ciclo de notícias diárias.

Passei uma vida inteira na política, vi muitas eleições e tive minha cota de noites sem dormir. Mas essa corrida é diferente.

Mantenha-se energizado, sacuda o trauma de 2016 e durma bem. É hora de pensar maior.

Em novembro deste ano, temos a chance de não apenas vencer, mas vencer de forma que possamos mudar a trajetória da América — para melhor.

*Foi o mago eleitoral de Bill Clinton e ajudou Gonzálo Sanchez de Lozada a se eleger presidente da Bolívia, até ser chutado do poder depois de planejar a exportação do gás boliviano para os Estados Unidos por um porto do Chile, inimigo mortal dos bolivianos.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

15 de outubro de 2020 às 23h05

A Força Política da Coligação PCdoB/PT,
no Estado do Maranhão, “é Estrondosa”.

Rubens Jr Prefeito 65 e Honorato Vice
arrancam para a Vitória em São Luis.

Por Osvaldo Bertolino, no Outro Lado da Notícia

http://pt.gravatar.com/murisa12https://outroladodanoticia.com.br/2020/10/12/a-forca-politica-do-vice-de-rubens-jr-honorato-e-estrondosa/

Leia também: https://revistaforum.com.br/blogs/blogdorovai/as-pesquisas-mandam-boas-noticias-para-as-esquerdas/

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!