VIOMUNDO

Diário da Resistência


Jair de Souza: Senhor da guerra é para milicianos, não para Jesus e seguidores sinceros
Você escreve

Jair de Souza: Senhor da guerra é para milicianos, não para Jesus e seguidores sinceros


14/03/2019 - 11h15

As falsas pregações em nome de Jesus

por Jair de Souza*, especial para o Viomundo

É muito dolorido constatar como a hipocrisia, a falsidade e a maldade pura chegaram a atingir a muitos daqueles que deveriam lutar em defesa dos princípios pelos quais Jesus Cristo entregou sua vida.

Refiro-me a muitos falsos pastores que se dizem evangélicos, mas que no fundo estão mais a serviço da causa do diabo do que da de Jesus.

São esses falsos cristãos que fizeram um alvoroço monstruoso para protestar contra um inexistente kit gay (algo que não existia fora da cabeça desses falsos pastores e das hordas bolsonaristas, mas que, se existisse de verdade, não representaria nenhum perigo para ninguém).

Alguém sabe de algum momento na vida de Jesus em que ele tenha se preocupado em perseguir os homossexuais?

É preciso muito caradurismo para imaginar que, em lugar de lutar em favor de justiça para os mais humildes, de lutar contra a opressão exercida pelos poderosos contra a gente simples, de lutar para que os seres humanos praticassem o bem e fossem tolerantes, Jesus teria se preocupado fundamentalmente com a questão de preferências sexuais.

Enquanto urravam contra o inexistente kit gay, esses falsos pastores apoiavam, ou não se manifestavam, sobre a pregação de Jair Bolsonaro em favor da expansão do uso de armas mortais.

Aí, cabe fazer uma perguntinha: Em que momento de sua vida Jesus apareceu empunhando armas mortais, ou fazendo apologia do uso delas? Armas são para trazer a morte, Jesus sempre foi pela vida!

Claro que, depois de sua morte, apareceu gente escrevendo falsidades sobre Jesus e querendo transformá-lo até em um general guerreirista que iria encabeçar guerras onde milhões seriam exterminados.

Então, outra perguntinha: Com exceção dos agentes do diabo que se fingem de cristãos, alguém consegue imaginar Jesus Cristo comandando a matança de milhões de seres humanos?

O massacre perpetrado por jovens bolsonaristas contra crianças indefesas em uma escola pública da periferia de Suzano deveria servir ao menos para nos alertar sobre os falsos divulgadores da palavra de Jesus.

Jesus é, sempre foi, e sempre será, um símbolo de paz, de amor, de fraternidade e de solidariedade.

Nunca um senhor da guerra. Isto de senhor da guerra é apropriado para milicianos, não para Jesus e seus seguidores sinceros.

*Jair de Souza é economista formado pela UFRJ e mestre em linguística também pela UFRJ.

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



6 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Julio Cesar

15 de março de 2019 às 08h30

O povo brasileiro, sempre ignorante e confuso, fruto das manipulações de seus diversos e históricos mau feitores, confundem a linguagem do diabo com a palavra de Cristo.

Responder

PAULO CEZAR NOGUEIRA

14 de março de 2019 às 15h15

Alguém sabe de algum momento na vida de Jesus em que ele tenha se preocupado em acumular patrimônio material?
Alguém sabe de algum momento na vida de Jesus em que ele tenha se preocupado em divulgar notícias falsas?
Alguém sabe de algum momento na vida de Jesus em que ele tenha se preocupado em tomar o dinheiro dos pobres?

Responder

Zé Maria

14 de março de 2019 às 13h12

A Canção do Senhor da Guerra
(Renato Russo)

Por Legião Urbana: https://youtu.be/xcvc3_ahkyI

Existe alguém esperando por você
Que vai comprar a sua juventude
E convencê-lo a vencer
Mais uma guerra sem razão
Já são tantas as crianças com armas na mão
Mas explicam novamente que a guerra gera empregos
Aumenta a produção

Uma guerra sempre avança a tecnologia
Mesmo sendo guerra santa
Quente, morna ou fria
Pra que exportar comida?
Se as armas dão mais lucros na exportação

Existe alguém que está contando com você
Pra lutar em seu lugar já que nessa guerra
Não é ele quem vai morrer

E quando longe de casa
Ferido e com frio o inimigo você espera
Ele estará com outros velhos
Inventando novos jogos de guerra

Que belíssimas cenas de destruição
Não teremos mais problemas
Com a superpopulação
Veja que uniforme lindo fizemos pra você
E lembre-se sempre que ‘Deus está
Do lado de quem vai vencer’

Existe alguém que está contando com você
Pra lutar em seu lugar já que nessa guerra
Não é ele quem vai morrer …

https://www.vagalume.com.br/legiao-urbana/a-cancao-do-senhor-da-guerra.html

Responder

joão bravo

14 de março de 2019 às 12h25

Bolsonaro, vamos falar de quem descobriu avião,esta é a versão oficial, segudo minhas fontes dizem que foi santos’Dumont, mas na verdade eles só copiaram e colocaram a culpa na china, que tudo o que queria era vender suas muambas na rua augusta sossegados.Pra quem sabe foi era rico, botou tudo fora tentando imitar passarinho, ele era gay, junto com o avião roubaram o relógio de pulso ficou dois anos sem dar para os americano,tudo que queria era dar a rosca na Europa, era mais barato.Seu pai que andava armado desconfiasse que ele siscava pra trás ele tava roubado o velho era paulista escravagista e quando se incomodava quem sofria era seus escravos.
A bem da verdade aquela bosta era feita com taquara e pano, acho que nunca subiu, quanto mais voar, dizem que ele se matou por desgosto depois de ver a merda que fez na primeira

Responder

    Jardel

    14 de março de 2019 às 22h07

    É estranho ver que certas pessoas se esforçam e fazem até uso de piadinhas sem graça para afirmar que Santos Dumont não é o inventor do avião.
    Primeiro é preciso definir “avião”; aparelho que voa, tem autopropulsão e dirigibilidade.
    Aparelho que voa e não tem autopropulsão não é avião, é planador.
    Aparelho que voa e não tem dirigibilidade, não é avião, é um brinquedo de malucos.
    Então, fica implícito que o aparelho dos irmãos Wright, não era um avião.
    Outra coisa que os ignorantes desconhecem: Santos Dumont foi processado na Europa após a 1ª Guerra. Queriam responsabilizá-lo pelos ataques aéreos com armas químicas.
    O presidente da França foi sua testemunha de defesa e esclareceu que Santos Dumont não patenteou o avião exatamente para que as pessoas pudessem fazer um bom uso dela.
    Jamais recebeu um centavo pelo uso de sua invenção.
    Se os inventores do avião fossem os irmão Wright, quem seria processado seriam eles. Ou será que não?

    Carlos

    15 de março de 2019 às 19h08

    Só para esclarecer… o avião não foi descoberto, foi inventado.
    Interessante que o primeiro vou do “avião” dos irmãos Write aconteceu, segundo os americanos, 3 anos antes do vôo do 14 bis, mas sem testemunhas, sendo que o 14bis foi diante de milhares de pessoas e jornalistas do mundo todo.
    Outra curiosidade é que na festa de comemoração dos cem anos do invento dos Write a réplica feita por engenheiros e técnicas modernas, não voou.
    Aos contrário na comemoração dos cem anos do 14bis a réplica voou e fez o mesmo percurso em Bagatelle na França.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!