VIOMUNDO

Diário da Resistência


Isabela Santos: Com mandado de prisão decretado, Henrique Alves apela à “Justiça Divina” e ao lema “a luta continua sempre!”
Foto: Beto Oliveira/Agência Câmara
Você escreve

Isabela Santos: Com mandado de prisão decretado, Henrique Alves apela à “Justiça Divina” e ao lema “a luta continua sempre!”


29/11/2021 - 20h45

Com mandado de prisão expedido, Henrique Eduardo Alves apela para Justiça Divina

Por Isabela Santos, Agência Saiba Mais

Após blogs divulgarem que o ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB) será preso, dessa vez por não pagar pensão a um dos filhos, o político emitiu nota em que lamentou a cobrança e apelou à “Justiça Divina”.

O patrimônio declarado de Henrique Alves é de R$12,4 milhões, de acordo com sua prestação de contas ao Tribunal Superior Eleitoral em 2014, quando candidato a governador do Rio Grande do Norte .

A notícia diz que o juiz da 25ª Vara Cível de Natal, Ricardo Augusto de Medeiros Leite, oficiou o comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, Coronel Alarico, para fazer cumprir mandado de prisão contra Henrique Alves.

O primeiro documento teria sido expedido pelo juiz Marco Aurélio Paioletti Martins Costa, da 2ª Vara da Família e Sucessões do Foro Central Cívil, de São Paulo, em 23 de novembro e a prisão deve ser realizada no prazo de 30 dias.

Pedro Eduardo Alves, de 20 anos, reivindica na Justiça quase R$ 1 milhão.

Confira a nota:

“Não foi hoje que recebi a informação de um mandado de prisão judicial proferido numa ação, por pretensa falta de pagamento de pensão alimentícia a Pedro Henrique Alves, de 20 anos.

Faz seis dias e até agora não recebi qualquer intimação.

Estou tranquilo e com a consciência em paz que a Justiça de Deus e dos homens será feita.

Esse despautério promovido por Pedro Henrique e sua mãe de quem me divorciei – de forma consensual – há mais de 11 anos, deixando mais de 50% de meu patrimônio na época, não pode prosperar.

Pelo simples fato de que não tenho como pagar uma pensão de quase R$ 50 mil reais por mês.

É totalmente fora da minha realidade e da necessidade de um adulto que estuda com bolsa da Universidade nos Estados Unidos da América.

Quem conhece minha vida privada, que também sempre foi pública, sabe que nunca deixei faltar NADA a meus filhos. Afeto, atenção e amor principalmente.

Dos mais velhos sempre tive a solidariedade e compreensão. Hoje, lamento a postura de Pedro Henrique. Mas a seu desatino entrego também, à Justiça Divina.

A dos Homens, aguardo, o julgamento do recurso que já encaminhei através de meu advogado e, certamente, a justiça será feita.

Ao povo do Rio Grande do Norte – que me conhece como político e pai – meu agradecimento por tantas mensagens que já recebi com palavras carinhosas de poio e conforto nesta hora de dor.

Muito Obrigado!

A luta continua sempre!

Henrique Eduardo Alves”

Outros processos

Em 6 de junho de 2017, Henrique Alves foi preventivamente preso pela Polícia Federal em um desdobramento da operação Lava Jato que investiga corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, em Natal.

Em 8 de maio de 2018, ele foi para prisão domiciliar, e posteriormente, em 13 de julho, foi determinado pela justiça para responder o processo em liberdade.

A primeira condenação de Henrique Alves foi em 2018, ao lado de Eduardo Cunha (MDB) no processo da operação Sépsis, que investigava um esquema de corrupção montado na Caixa Econômica Federal entre 2011 e 2015.

Enquanto Cunha foi sentenciado a 24 anos e 10 meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e violação de sigilo funcional, Henrique Alves foi condenado a 8 anos e 8 meses de reclusão pelo crime de lavagem de dinheiro.





Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding