VIOMUNDO

Diário da Resistência


Hermes Leão: Os ministros do STF que rejeitaram corrigir salários dos professores do Paraná terão agora os seus reajustados
Nelson Jr/SCO/STF
Você escreve

Hermes Leão: Os ministros do STF que rejeitaram corrigir salários dos professores do Paraná terão agora os seus reajustados


09/11/2018 - 14h34

por Hermes Silva Leão, via dr. Rosinha, pelo whatsapp

Os mesmos ministros do STF, que no início deste ano 2018 negaram liminar para corrigir os salários das/os professoras/es PSS do Paraná [Processo Seletivo Simplificado], terão seus salários reajustados em 16,38%.

Dos atuais R$ 33.700, serão acrescentados R$ 5.500,00.

Negaram-se a recompor R$ 376,00 para 40 horas aulas semanais reduzidos pela maldade do Governador Beto Richa (PSDB).

Alegaram a precariedade dos contratos!

Neste ano foram 13,29% a menos no orçamento das/os milhares de contratadas/os temporárias/os.

A elite do atraso no Brasil não está nem aí para a dor e o sofrimento alheio!!!

PS: Vale lembrar que esses salários [do STF] são em realidade muito mais altos, em virtude dos penduricalhos que eles mesmos criaram! Jornalistas da Gazeta do Povo foram processados quando expuseram essa realidade!

*Hermes Silva Leão é presidente da APP- Sindicato dos Professores e Funcionários das Escolas Públicas estaduais do Paraná

Leia também:

Boulos: Tentativa de criminalizar MTST é descalabro

Livro do Luiz Carlos Azenha
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet



2 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Julio Silveira

10 de novembro de 2018 às 08h51

Na verdade esse acordo salarial do supremo não passa de um negocio para se evitar inconvenientes para todos os lados. Esse supreminho esta vendendo tranquilidades.

Responder

JOSE MARIA SIQUEIRA

09 de novembro de 2018 às 18h46

O mesmo com os professores do Estado do Pará em liminar de Carmen Lúcia, em relação ao Piso não pago desde 2015.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!