VIOMUNDO

Diário da Resistência


Você escreve

Especial Privataria Tucana: Campanha já arrecadou R$ 18 mil


07/04/2012 - 21h22

por Igor Felippe

O jornal Brasil de Fato lançou no dia 23 de março uma campanha para levar o Privataria Tucana a todos os recantos do Brasil.

A ideia nasceu do fato de que, mesmo com preços promocionais, o livro tem um custo alto para boa parte dos orçamentos: cerca de 30 reais. Além disso, por problemas de distribuição, o livro não chegou ainda aos lugares mais distantes dos grandes centros do país.

Até o momento, em duas semanas, foram depositados R$ 18 mil, doados por mais de duas centenas de brasileiros e brasileiras que querem que a população conheça as denúncias do livro.

A página do Brasil de Fato (www.brasildefato.com.br/node/9130) tem divulgado uma vez por semana o total recebido. Será publicada também a lista dos depósitos recebidos, sem expor o nome daqueles que depositaram.

A expectativa é encerrar a campanha até o final de abril para aproveitar o clima criado pelos escândalos em torno do senador Demóstenes Torres, a fragilidade do PSDB-DEM e pressionar pela instalação da CPI da Privataria.

Cotas para sindicatos

Queremos colocar na rua 1 milhão de jornais. O grosso dos recursos é para rodar na gráfica o jornal (em torno de R$ 60 mil reais), além do montante para a distribuição nacional via transportadora e do necessário para a produção do jornal.

A campanha é um sucesso, porque cidadãos e cidadãs brasileiros que não querem deixar barato os crimes das privatizações de FHC estão contribundo. Agora, o jornal quer envolver sindicatos, que tenham interesse em ajudar a rodar 1 milhão de jornais.

Para isso, estamos vendendo cotas de R$ 5 mil por 20 mil exemplares do jornal especial para distribuir para diversas categorias. Serão divulgados na página do Brasil de Fato o nome dos sindicatos que querem a CPI e ajudaram a rodar o especial.

Popularizar

A edição especial do Brasil de Fato servirá ao mesmo tempo para fazer propaganda do livro e matar a curiosidade de muitos leitores que não conseguem comprá-lo.

O jornal não vai, obviamente, reproduzir todo o livro. A ideia é uma edição que inclua alguns trechos, mais comentários, ilustrações e, provavelmente, uma entrevista com o autor.

Amaury Ribeiro Jr., consultado sobre a ideia, topou.

A ideia é usar a rede de distribuição dos movimentos sociais, a única capaz de rivalizar com as emissoras de televisão no Brasil: chegar aos bairros mais pobres das periferias das grandes metrópoles, ao interior do Nordeste e aos vilarejos da Amazônia.

Todo o trabalho será voluntário.

Para assegurar a lisura e transparência desta campanha, montamos uma comissão formada pelos jornalistas: Altamiro Borges (Barão de Itararé), Igor Felippe Santos (MST) e Nilton Viana (editor-chefe do Brasil de Fato).

Agora, precisamos de sua contribuição para pagar as despesas.

Quem quiser depositar via cartão de crédito, fique atento na página na internet do Brasil de Fato porque logo será possível.

Deposite qualquer quantia para:SOCIEDADE EDITORIAL BRASIL DE FATO (CNPJ 05.522.565/0001-52)

Banco: Bradesco

Agência: 0296 – 8

Conta Corrente: 67.621 – 7

ou

Banco: Banco do Brasil

Agência: 0383 – 2

Conta Corrente: 16.580 – 8

Obs: O sindicato que quiser comprar cotas deve mandar um e-mail para [email protected] . Ou  ligar para Nelida Arce, departamento de relações institucionais, fone  (11) 2131-0800.

Leia também:

Gilberto Maringoni: Sobre relações ambíguas com a mídia

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



31 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Ivan Arruda

17 de abril de 2012 às 16h41

Azenha, será que os grupos de teatro não poderiam encenar essa nossa triste história e levá-la às praças, escolas e igrejas. Nas universidades não recomendo pois, consumidoras da revista de esgoto e do PIG, estão ocupadas com outras encenações. Os diplomas. Não fossem os jornalistas sérios, como você, estaríamos ainda sendo iludidos.

Responder

Geraldo Guedes

11 de abril de 2012 às 11h29

Gostaria de contribuir com a campanha, mas, também, gostaria de receber alguns exemplares do jornal, pois sou militante das causas populares. Como posso entrar em contacto com o Brasil de Fato, no caso específico?? Grato.

Responder

José Luiz de Araujo

09 de abril de 2012 às 15h36

Zé Luiz,

Gostaria de saber onde o livro está a venda. Moro na Tijuca, no Rio de Janeiro, e trabalho na Cidade Nova.

Responder

@sergiobio

09 de abril de 2012 às 00h50

Se a idéia é popularizar o livro, façam uma coisa bem simples: disponibilizem-no digitalmente, de preferência nos formatos epub e pdf.

Responder

Fátima

08 de abril de 2012 às 21h51

Amanhã sem falta, farei o depósito; estou pedindo a alguns amigos também para contribuir.

Responder

Rui Rômulo Gaspar

08 de abril de 2012 às 19h59

Tenho o livro original,mas vou contribuir também.

Responder

souza

08 de abril de 2012 às 19h16

parabéns pela campanha.
já dei minha colaboração.
apesar de ter o privataria original, gostaria de adquirir o reduzido.
avante brasil.

Responder

eloi beneduzi

08 de abril de 2012 às 18h49

Querem ir fundo?promovam o documentário CAPITALISMO-Uma histoória de amor. de Michael Moore. Vai fundo nas questões, botando o dedo nas feridas; na crise financeira de 2008 nos estados unidos, nos derivativos, na escandalosa ajuda de 700 bilhões de dólares aos bancos; nas 60 milhões de hipotecas, que foram ou estão sendo executadas, e como Roosvelt quiz fazer uma emenda na constituição americana, que instituia direitos quase socialistas. e muito mais. do mesmo autor de sicko que disseca o sistema de des saúde americano, e tiros em columbine.

Responder

Nana

08 de abril de 2012 às 17h51

To esperando o contato da Aline até hoje….
Ela iria doar um livro, mas infelizmente não me contactou.

Responder

    Aline C Pavia

    08 de abril de 2012 às 22h15

    Querida, estou te respondendo em PVT. Desculpe a demora, correria de trabalho e feriados. Grande beijo.

Maria Libia

08 de abril de 2012 às 16h45

Não só a CUT, mas também a FORÇA SINDICAL, e que tais. Vamos incentivá-las a colaborarem e fiquemos omissos contra a construção de um novo país. É fácil culpar os outros pela nossa covardia.

Responder

milton

08 de abril de 2012 às 15h43

Qu quero um DVD con toda falcatrua da midia e ligações e omissão referente ao PSDB

Responder

Zilda

08 de abril de 2012 às 14h25

Já fiz minha modesta parte na semana passada. Estou lendo o livro que adquiri há um tempinho mas só agora com disponibilidade de tempo para ler. Ao terminar – hoje ou amanhã – começarei a emprestá-lo para amigos e conhecidos. Temos que nos mexer para que haja mudança real em nosso país.
Alguém pode dizer o que há de verdade na informação de que a Comissão da Verdade ainda não foi instituida pela Presidenta porque ela faz questão de nomear FHC como um dos seus membros? E que a visita que essa criatura fez a Lula foi para buscar apoio para sua indicação? Alguém pode checar essa informação?

Responder

Richard

08 de abril de 2012 às 12h54

Essa é uma das campanhas mais estupidas que já vi. Lembra muito aquela do Palmeiras para contratar um jogador. Raciocinem. O maldito personagem do livro, ele e sua filha, certamente tem inúmeros adversários políticos que ganharão com sua desgraça estendida ao grande público. Bastaria uma cotização de meia dúzia de abnegados políticos com seus polpudos salários para que rapidamente se levantasse o valor necessário para a edição popular desse livro. E aí? vamos colaborar.

Responder

    Luís (aquele)

    09 de abril de 2012 às 10h00

    Se for esperar (qualquer coisa) de político, vais morrer esperando.

    É só ver o ânimo com que esse pessoal está para instalar a CPI das privatizações, a CPI da imprensa e instaurar a regulamentação da mídia.

    Richard

    09 de abril de 2012 às 15h28

    Pois é conheço um político petista que na década de 80 montou uma fábrica de estrelinhas vermelhas e brancas. O cara ficou rico. Acessorava Lula e, esfregava as mãos, quando milhões de militantes petistas, com uma causa em mente, bravamente, saiam às ruas vender tão maravilhoso apetrecho.

    Pois é. Não acredito que a edição popular de um livro, por mais importante que seja para desvendar e mesmo emparedar políticos direitistas, acenda as centelhas da transformação. Como dizia bob: teique irisi.

Mineirim

08 de abril de 2012 às 12h07

Já fiz o meu (módico) depósito, na semana passada.

Responder

Lu_Witovisk

08 de abril de 2012 às 08h54

Contem comigo também!! excelente iniciativa!! Compartilhada!

Responder

Yarus

08 de abril de 2012 às 05h22

Vamos tirar os os escorpiões do bolso…

Responder

Juca

08 de abril de 2012 às 05h13

Pra que isso? Só pra vender livro? CPI nem pensar não é mesmo? E olha que as assinaturas dão de sobra, o Governo tem maioria na Câmara e o presidente é do PT, esquisito…

Responder

Jonas Resende

08 de abril de 2012 às 02h48

Já fiz um "ctrl c/ ctrl v", imprimi uma página com os nomes/números das contas e na semana que vem, sem falta ( da outra vez me esqueci e passou, agora não, tá no 'lembretes' do celular para eu não esquecer), vou depositar dez ou quinze reais. Excelente ideia do Brasil de Fato, é uma grande satisfação para nós ( para o Brasil) essa iniciativa.

Responder

Geralda

08 de abril de 2012 às 01h13

ótima ideia temos que por um fim nestes tucanos do contrário eles vendem até o nosso país e ninguém fica sabendo. Conte conosco.Faço parte do sindicato dos professores de Minas ; onde o governo é um déspota enterrou a educação pública . Passou um trator em cima de toda a educação.

Responder

RicardãoCarioca

07 de abril de 2012 às 22h21

Teremos de ter cuidado com as gangs que estão fazendo sumir exemplares de revistas das bancas.

Responder

Prof. Inacio

07 de abril de 2012 às 22h10

Acredito que a CUT e seus sindicatos associados poderiam patrocinar uma edição de bolso do livro.

Responder

    Maria Libia

    08 de abril de 2012 às 16h45

    Vamos acusar os polpudos políticos, pois assim não precisamos nos mexer, mesmo sabendo que eles (os políticos) jamais dariam dinheiro para tal. Vamos culpar os outros e covardemente nos eximir de qualquer responsabilidade conosco e com o próximo, mesmo que o próximo seja alguem muito próximo de nós. Pode ser uma campanha estúpida mas, dá para perguntar o que o Richard fez, faz ou pretende fazer coisas estúpidas ?

    Richard

    08 de abril de 2012 às 21h57

    Acho que vou contribuir para com a campanha de engorda do democrático mercado editorial brasileiro.

    pperez

    08 de abril de 2012 às 19h21

    A ideia é boa, e a CTB tambem não poderia participar?
    Ela representa o braço comunista dos trabalhadores!

Prof. Inacio

07 de abril de 2012 às 22h07

Acredito que a CUT e seus sindicatos associados poderiam patrocinar uma edição de bolso do livro.

Temos que lembrar que os bancários possuem uma gráfica própria, a Bangraf.

Companheiros sindicalistas vão abrir as mãos.

Responder

    José Silva

    08 de abril de 2012 às 09h34

    Vc pelo jeito acredita em coelhinho da páscoa também. Com todo respeito, é claro.

Zé Brasil

07 de abril de 2012 às 21h50

Contem comigo!

Agora, e a idéia de se fazer um documentário sobre a Privataria Tucana baseado no livro do Amaury ainda está de pé? Lembram-se desta sugestão que foi dada aqui no blog por um de nós e teve uma boa aceitação?

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.