VIOMUNDO

Diário da Resistência


Lula  manda recado a Bolsonaro: “Não precisamos de mais armas, para que massacres como o de Suzano não se tornem cotidianos”
Fotomontagem: Pragmatismo Político
Você escreve

Lula manda recado a Bolsonaro: “Não precisamos de mais armas, para que massacres como o de Suzano não se tornem cotidianos”


13/03/2019 - 19h28

 

NOTA DO INSTITUTO LULA

Nota de solidariedade às famílias e vítimas da tragédia em Suzano

A tragédia que vitimou alunos e funcionários da Escola Estadual Raul Brasil em Suzano, além de consternar o país, reacende a discussão sobre os perigos da flexibilização das regras para posse e porte de armas.

Mais armas nas ruas significa mais insegurança, não o contrário. Ao invés de promover a cultura da violência e do armamento, o Estado deve entender a segurança pública como um dever seu, para que episódios cruéis como o desta manhã não aconteçam.

O Instituto Lula manifesta sua solidariedade à comunidade escolar, aos familiares das vítimas e aos demais feridos.

Instituto Lula

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Jardel

15 de março de 2019 às 16h44

Está faltando um comentário meu. (resposta a joão bravo)

Responder

lulipe

15 de março de 2019 às 11h33

O presidiário não perde a oportunidade de usar tragédias para destilar politicagem rasteira.

Responder

    Jardel

    15 de março de 2019 às 16h47

    E a quenga do Bozo não se cansa de passar pano nas merdas do seu macho.

    Jardel

    15 de março de 2019 às 21h33

    Politicagem rasteira é dizer na campanha eleitoral que a idade mínima de 65 anos para se aposentar é uma DESUMANIDADE e depois de eleito, enfiar goela abaixo do povo (todos; coxinhas, petralhas, isentões, etc) essa mesma idade mínima de 65 anos que antes ERA uma desumanidade.

    Politicagem rasteira é dizer na campanha eleitoral que defende o fim do foro privilegiado e, depois de eleito, o filho e os ministros pedem foro privilegiado para si.

    E ainda tem coxinha que tem miliciano de estimação, aplaudindo e passando pano nas merdas do estelionatário eleitoral.

Zé Maria

14 de março de 2019 às 21h12

https://pbs.twimg.com/media/D1oErXlUcAEhlad.jpg
Falando da Vizinhança na Barra da Tijuca…
#QuemMandouMatarMarielle
https://pbs.twimg.com/media/D1poOG9W0AIHhuQ.jpg

Responder

Zé Maria

14 de março de 2019 às 12h18

https://pbs.twimg.com/media/D1I9C14XQAA3FK0.png

“O Brasil precisa ser dirigido por uma pessoa que já passou fome.
A fome também é professora.
Quem passa fome aprende a pensar no próximo, e nas crianças.”

Carolina Maria de Jesus, Escritora Negra do BraSil
Autora de “Quarto de Despejo – Diário de uma Favelada” (1960)
“Casa de Alvenaria” (1961) e “Provérbios e Pedaços da Fome” (1963)

https://pbs.twimg.com/media/D1I9C14XQAA3FK0.png
https://pbs.twimg.com/media/D1nrNHGWoAAKbHA.jpg

https://youtu.be/E5V8SvEN2lI
https://youtu.be/EDYxWzhlFfw
https://youtu.be/qRjDmmWAFEo
.
Vê só como são o Ensino Elitista Branco e a Mídia braZileira …

Precisou o Google homenagear a Escritora Preta Brasileira,
que nasceu em 14 de Março de 1914, para que o nome dela
fosse Destacado inclusive com 2 Menções no Top Ten do TT.

https://t.co/zu8M67U9Fh
https://twitter.com/search?q=%22Carolina+de+Jesus%22
https://twitter.com/search?q=%22Carolina+Maria+de+Jesus%22
https://twitter.com/keliv1/status/1106190205369884672

Carolina Maria de Jesus Vive! Marielle Vive!
https://twitter.com/viledesma/status/1106043280477822978

Responder

Zé Maria

14 de março de 2019 às 10h41

E as Milícias Armamentistas estão desviando o assunto
para afastar o debate sobre as verdadeiras causas
dos homicídios por armas de fogo, atribuindo a culpa
aos vídeo-games como se fossem liquidificadores.

Ora, Jogos, quaisquer que sejam, assim como filmes
e programas de TV, possuem Classificação Indicativa
para adequação de conteúdos a cada faixa de idade.

As Categorias por Faixa Etária estão Regulamentadas
pela Portaria Nº 368/2014 do Ministério da Justiça.

http://www.justica.gov.br/seus-direitos/classificacao/legislacao/portaria-mj-368-14.pdf

Responder

Cláudio

14 de março de 2019 às 04h13

:
: * * * * 04:13 * * * * * : Esse é o “cara”.

#LulaNobel2019
#LulaLivre

:.:

Responder

joão bravo

14 de março de 2019 às 01h33

Saudade das surras que eu levava,da mãe não tinha psicóloga. internet, capaz,tinhamos que ir aos correiios,e colar as cartas no beiço, quem tinha tinha. quem não tinha se chamava a preto e branco,botava a ligua por conta, ou era esguelado a té mostrar,Não existia depressão, a unica coisa de ruim era ter que fumar um baseado escondido, por que se pegasse ou era sananatório, ou levava um 220V no rabo a té aprender, a maior virgonha que eu passei foram com estas revistinhas de sacanagem, e aquilo chegava a colar as folhas,me levou ao médico para descobrir por que minhas cuecas azul marinha, ficavam brancas,não minha mãe entendia de sexo. era as punhetas que eu batia,mas tudo bem passou, mas sobrava a maricotas,aquilo dava uns choques tão grande que o DOPS, as vez até se confundia o cara entrava em cana branco, depois eles mandavam o cidadão para áfrica´quando liberaram geral e que começou a merda,outra hora eunto…sono!

Responder

joão bravo

14 de março de 2019 às 00h37

Pô minha gente brigando aí, e eu tentando acompahar sm o meu zoom do vovô.
Eu vi, ninguem me contou, levando as crinças, para um teatro e deixando as crianças,tocarem aquela pingola do afrodescente.
Bom depois as criaças tem passar a vida estudando, formulas matemáticas compexas , tentando descobrir como é que um negócio tão grande,vai caber um furinho tão pequeno. até minha mulher aproveitou e tirou ums self com aquilo?
Para minha neta tudo,bem pago psicólogo e minha mulher que se apaixonou, o qua faço?

Responder

    Jardel

    14 de março de 2019 às 21h38

    Bom, na verdade, agora, não tem muito o que fazer.
    Se sua mulher não tivesse o interesse em ver e tocar na pingola do afrodescendente ela não teria visto e nem tocado, muito menos sua filha ou neta, sei lá.
    Contudo, penso que querer proibir ou censurar arte , por medo se ser corno, é algo muito deprimente.
    Há que se censurar a si próprio(a), isso sim.

joão bravo

13 de março de 2019 às 23h49

Hoje estou aqui para falar como um assunto polêmico ,mas que deve ser discutido pela sociedade,pais,mães, escolas, orgãos públicos. falar nisso nunca entendo se é orgão no sentido figurado, ou aquele que o Brasileiro leva sempre, no meio das coxas quando vai votar.
Temos que sermos realistas, a droga já existe há muito tempo, historiadores já contam que a arvore da vida, na verdade era um pé de maconha, e que Buda foi o maior maconheiro que tinha, só quero fumar um back e viajar a sombra da árvore, quando batia a larica, ele se entupia de comida,Nâo tinha academia, nem pilates estas merdas de hoje a mulher da gente quer fazer.,só parava sentado em cima de moedinhas de tão gordo.
Só o delegado de minha cidade, deu paradão em buda por duas vezes, o vagal pegou cana por posse, sim por que Buda de trouxa não tinha nada, quando saía da boca era só com umas folhas deixava a árvore.
Não havia ainda nem codigo penal, foi tudo na base dos dez mandamentos, até porque Deus já sabia que a versão dela em papel ficaria muito pesada,então forjou a fogo era mais fáci Até para o Gilmar entende-las memo que aquela bacteria jumento.
Mais aí vem a parte profunda exitência e não serei eu que farei os senhores pensar, com seu Q,I,s de ameba suas capeças explodiria e não seria eu causador de uma guerra com o maduro, ouro merda.
Quero em primeiro lugar dizer que não sou a favor das drogas, um basedo pra rexar depois de tanta correria até vai, mas dai a consumir toneladas, já é trafico, não pode,
Meu filho menor é um guri bom ,só meio lerdo,agora com estas porras de cellular então que a coisa ficou feia, minha mulheria queriair até cancum, não sei nem pra que lado fica,mas Agora tem gps qualquer idiota vai longe.
Somei minha aposentadoria mais a dela e um porco de plasticos onde ela junta uns real, porque se ela não esconde ia tudo em cachaça,dava mais ou menos R$ 4000.00, até achei viavel,então peguei e mandei este meu filho retardadao,comprar,com meu cartão Visa e vem atrás dois litros de coca cola para comemorar, a quela bactéria me vai na boca de pega um quilo de cocaiana, filho da puta,fui ver tirar extrato pra saber quanto valia aquilo não deu por que o meu chip do cartão se juntou com mais quatro fizeram um sidicato e não queria mais entrar nos buracos, pro trabalhador tomar no outro,pesquisei no google quanto valia aquela porra R$ 5.000,00, fiz as contas de cabeça hospedagem para 4, sem café da manhã nem almoço dava até pra chegar, mas depois ia ter que encomodar o pobre do consul que até nem o que serve,Maduro debocha de nossa cara, aponta os mìsseis Russus pra Brasilia e não faz nada, nem um beijo de lingua no inseto.Nem que você sópara maduro usar o estoque deles de papel higiênico.Fiz uns calculos de cabeça de quantos anos eu ia pegar,telefonei para a minha amiga conceição amiga do azenha,que mandou osfilhos da puta pegar o amianto e enfiar no rabo,até porque tem o niobionosso que vale 2 vezes o PIB da china, não precisamos de esmolas.Tambem foi a unça que me tefonou para o manicômio e jurou pro psiquiátra que eu estava bem era apenas mais um Jesus, dei uma passada de olhos no código penal, só para ver o qua dava. calculei 8 anos de reclusáo por tráfico, no mínimo por que teria que pedir um defensor publico, 5 anos por corrupção de menores, e mais alguns por formação de quadrilha. vi que ficava mais em conta cheirar o pó todo,viajariamos os quatro por umas duas semanas e sobrava dinheiro se a policia me pegasse, se nãoa me pegasse o gerente a agencia pegava, este negócio de ladrão que rouba ladão para os bancos
não cola, para resumir, me pegaram estou aqui pagando, mas descansando doze anos pelo estado, ganhando mais que os fudidos do inss e simples deste jeito.

Responder

Jardel

13 de março de 2019 às 23h37

O assassino que portava arma de fogo e matou TODOS na escola era um bolsomínion fanático.
Matou inclusive o seu parceiro que “apenas” deu machadadas numa vítima dos tiros do primeiro, já agonizando, e arremessou outro machado nas costas de uma vítima que passa bem.
Ou seja, a geração Bozo é uma merda!
Influenciadores, débeis mentais, violentos e assassinos.

Responder

joão bravo

13 de março de 2019 às 22h20

Mais histórias carregadas.

João Batista Teixeira Bravo
3 h ·
Cara, estou tentando dar uma aula de história e geografia, mais a coisa não anda.Antes de mais nada contrai um virus trojam, estou meio ruim, mas vou me recuperar.
Bem, todos falam que no Brasil houve guerrilha, mas para se ter uma guerrilha,se precisa de duas coisas, governo de um lado, e Guerrilha do outro, na verdade só tinhamos governo.
Minha história começa em 1900, quando minha vó já com dezoito anos, já era encalhada aquela época pois lá não tinha IBGE, e os homens morriam com 35 anos mesmo, se a morte fosse de causas naturais, por obvio.
Veio a gripe espanhola, e tudo que era Alves, (metade da familia), morreu com a peste,o resto morreu á bala depois, entraram para guerrilha no Uruguay os tupeac amarus, leia bem rápido e tudo junto, que você tentando acerta(Tupamarus).
Vinha avó como disse estava encalhada, talvez por que fosse coxa de uma perna, cega de uma vista e analfabeta, mais era minha avó e, eu me e meu avô gostavamos dela.
Acho que na verdade o que meu avô tinha nem era amor, pois minha avò era feia pra cachorro, era necessidade mesmo, pois alguém precisava levar o nome dos Bravos para posteridade e para isso era necessário alguém do gênero feminino.
Minha avó como disse era coxa, mais para fugir das topras Uruguayas a tadinha era uma lebre, nem airton sena pegava.
Meu avô aquele cretino, quando não estava matando niguem, contrabadeava coisas para o Brasil já naquela época tinha que molhar a mão dos federais, um dia não pagou prenderam ele aqui, e tiraram até a cueca, ficou pelado e o que o exército não conseguiu matar a bala, vieram pro Brasil Pra morrer de fome.Geografia eu deixo pra vocês olhem no mapa mundi e
olhem quanto tivemos que correr e calcular a distância que correram do exército uruguayo, as camisa deles eram brancas, ficaram vermelhas não é mancha de ksuco, era sangue coalhado mesmo.

Responder

a.ali

13 de março de 2019 às 22h16

presidente lula é que o bozo tem de pagar a fatura dos que ajudaram ele a se empuleirar no poder com toda a tropa de incompetentes que o acompanham e pra eles livros não é solução e sim problema…

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.