VIOMUNDO

Diário da Resistência


Em nota, Federação dos Palestinos pede apuração rigorosa do ataque ao bar Al Janiah
Você escreve

Em nota, Federação dos Palestinos pede apuração rigorosa do ataque ao bar Al Janiah


03/09/2019 - 16h38

Os palestinos dizem não ao ódio

Federação Árabe Palestina do Brasil (Fepal)

O ataque realizado ao Al Janiah, em São Paulo, centro cultural, bar e restaurante conhecido por sua culinária árabe e identificado com o ativismo político, dirigiu-se a um bem maior da humanidade, isto é, ao direito de seres humanos viverem conforme suas culturas e ao direito humano básico de livre expressão do pensamento.

Tratou-se de um ataque estimulado pela intolerância, inclusive religiosa, pela xenofobia dirigida quase que exclusivamente a imigrantes asiáticos e africanos, mais especialmente aos árabes, pelo racismo, pelo ódio ao “diferente”.

Isto é intolerável, um perigo à convivência humana, às liberdades individuais e coletivas, à democracia. Um perigo à existência do Brasil enquanto projeto nacional soberano.

Por isso o denunciamos. Por isso dizemos não ao ódio.

A FEPAL já alertava para isto em documento levado a público e às instâncias governamentais em 14 de abril de 2011, intitulado “Difamação das religiões: os riscos à comunidade muçulmana e árabe residente no Brasil e os perigos de intolerância religiosa e de conflitos inter-religiosos no País”.

Era um alerta frente à reportagem da revista Veja, toda baseada em fatos inexistentes ou distorcidos e com vistas à criminalização de toda a comunidade árabe-brasileira, a palestino-brasileira em especial, e claramente destinada à promoção da agenda da islamofobia em primeiro plano e levando automaticamente a outra agenda desejada, a da arabofobia e da palestinofobia.

O Estado Brasileiro, à época, levou a sério a denúncia da FEPAL e apurou o caso, chegando a um ex-chefe do Serviço Antiterrorismo (Santer) e ex-diretor de Inteligência da PF, então secretário de segurança pública do DF, cargo do qual acabou exonerado.

Pedimos às autoridades brasileiras que façam hoje o mesmo: apurem com máximo rigor o ocorrido, cheguem aos responsáveis e apliquem-lhes as penalidades expressas na legislação brasileira. Basta de ódio.

Diretoria FEPAL

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.