VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Você escreve

Elogie a visita de Obama e ganhe um espelhinho


15/03/2011 - 16h47

14 de Março de 2011 – 20h06

Obama vem aí; para movimentos sociais é “persona non grata”

do Vermelho

Os movimentos sociais brasileiros consideram o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, persona non grata no Brasil e repudiam a sua presença no país. Durante sua primeira visita ao Brasil, Obama fará um discurso na Cinelândia, no centro do Rio de Janeiro, no próximo domingo (20). O evento terá início a partir das 11h30. O discurso do presidente americano será traduzido.

Obama chegou à presidência dos Estados Unidos em 2008 depois de uma propaganda eleitoral que pregava “mudanças”, em oposição ao belicismo e à desastrosa administração na economia realizada por seu antecessor, George W. Bush.

De acordo com o consulado americano, durante sua visita, Obama passeará pelo Cristo Redentor e na favela Cidade de Deus, no Rio de Janeiro. Obama deve se reunir, em Brasília, com a presidente Dilma Rousseff, participará de um almoço no Itamaraty e de um jantar no Palácio do Planalto, acompanhado da mulher, Michelle, e das filhas Malia e Sasha.

O voo que traz Obama ao Brasil está programado para aterrissar na Base Aérea de Brasília às 8h de sábado (19). Após desembarcar, o primeiro compromisso de Obama será um encontro com a presidente Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, às 10h.

Em entrevista ao Portal Vermelho, a ativista Socorro Gomes, presidente do Conselho Mundial da Paz e do Centro Brasileiro de Solidariedade e Luta pela Paz (Cebrapaz), disse que a visita será marcada pelo enérgico repúdio que os movimentos sociais manifestarão à presença de Obama no Brasil.

Segundo ela, “os movimentos sociais como o Cebrapaz e as entidades que integram a Coordenação dos Movimentos Sociais [CMS) devem manifestar o repúdio à visita de Obama ao Brasil. A nossa mídia diz que Obama vai fazer e acontecer no Brasil, mas na realidade ele vem para cá para impor a agenda do imperialismo na região”.

Leia a seguir a íntegra da entrevista:

Portal Vermelho: O que o Cebrapaz pretende fazer durante a visita de Obama ao Brasil?

Socorro Gomes: Os movimentos sociais, como o Cebrapaz e as entidades que integram a Coordenação dos Movimentos Sociais [CMS) devem manifestar o repúdio à visita de Obama ao Brasil. O que os Estados Unidos têm feito na América Latina é um mau exemplo. A nossa experiência mostra que os EUA não nos veem como amigos, mas como terra para explorar, dominar e saquear. Querem saquear recursos naturais, controlar os nossos mercados e dominar nossos povos [da América Latina].
Por isso os povos latino-americanos buscaram outro caminho de independência e soberania. Nossa história foi escrita com muito sangue e sofrimento, com ditaduras, invasões militares, complôs patrocinados pela CIA, assassinatos de presidentes. Nossa história testemunha a truculência e a força bruta do imperialismo americano em nosso território.

Portal Vermelho: Quais são os verdadeiros motivos da viagem?

Socorro Gomes: Obama fala em paz, em Direitos Humanos. Mas sua administração não cumpriu com as promessas feitas em sua campanha eleitoral, que dizia serem “sagradas”. O desmantelamento da prisão de Guantânamo é promessa não cumprida e que não vai se cumprir em seu mandato. Ele tem total descompromisso com a paz. Não se discute sequer a situação de Guantânamo, uma área militar ocupada contra a vontade do povo cubano.

Obama vem ao Brasil para falar de Direitos Humanos e Paz, mas ao mesmo tempo dá total apoio ao regime israelense quando invade, ocupa e promove a colonização de territórios palestinos.

Hoje, os Estados Unidos articulam uma intervenção militar contra a Líbia, demonstrando completo desrespeito à soberania dos povos.

Na América Latina, aprofundou a ingerência militar. Honduras, Panamá e Colômbia são exemplos gritantes disso. A manutenção da Quarta Frota da Marinha de Guerra americana, criada por Bush em junho de 2008, também desmente Obama e configura-se numa grande ameaça à soberania e à paz no continente latino-americano.

O que Obama vem fazer aqui é discurso retórico, descompromissado com suas atitudes, que têm ido no rumo contrário à paz e ao Direito Internacional. O regime americano mantém 50 mil soldados na ocupação do Iraque, além da ocupação do Afeganistão, que Obama declarou ser a “sua guerra”. O Nobel da Paz caminha no sentido contrário ao da paz e da amizade entre os povos.

Portal Vermelho: Entre outros assuntos, Obama deve abordar as relações que o Brasil tem com Venezuela e Cuba de forma a pressionar por outro caminho…

Socorro Gomes: As nossas relações com outros povos são relações de países soberanos, que prezamos muito, e não aceitamos ingerências sobre elas. Com a Venezuela temos interesses comuns, como o Mercosul, como a Unasul. Participamos de uma serie de foros conjuntos e procuramos construir um caminho comum soberano, sob um novo paradigma. De respeito e de complementaridade, diferente das relações de força dos EUA com as nações do nosso continente.

Portal Vermelho: Um fato curioso e que desperta o interesse da nossa mídia, desviando a atenção dos assuntos importantes, é que a embaixada dos Estados Unidos vai dar gadgets eletrônicos àqueles que fizerem as melhores frases de boas vindas ao presidente Obama. Você vê nisso alguma semelhança com o que os colonizadores fizeram no descobrimento do Brasil?

Socorro Gomes: Esse é o tipo de relação que o imperialismo tem com os nossos povos, é uma tentativa de humilhar o nosso povo, repete a estratégia dos colonizadores, que davam miçangas, vidros coloridos e espelhos, ao mesmo tempo em que levavam em troca as nossas riquezas, como o ouro, o diamante e o pau-brasil.

Da redação





70 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

edv

16 de março de 2011 às 21h40

Acho curiosamente equivocado este "sarcasmo" desfocado de "índio quer apito"…
Que Obama é uma crescente decepção, tudo bem, é um fato!
Agora quando um presidente do "império" resolve (pela primeira vez?) falar diretamente ao povo, em vez de conversar apenas com seus "subordinados" locais, em vez de capitalizarmos a novidade e a mudança, vamos nos comportar como índios revoltados? Si num dé, pau vai cumê?!
Lula não queria saber se era "analfa" ou acadêmico, se da metrópole ou da caatinga…
Se dava ao respeito, exigindo e dando. Este é um de seu legados!
Justo quando estamos fazendo eles virem atrás de nós pra conversar, vamos dar sapatadas?
Ou queremos apenas ser respeitados como "índios" assumidos?!

Responder

Heitor Rodrigues

16 de março de 2011 às 20h10

Ouvi dizer que por mais que se olhe nos espelhinhos que estão distribuindo, sempre aparece a imagem do Obama. E que as machadinhas são de plástico… made in china!

Responder

mariazinha

16 de março de 2011 às 17h45

Todo mundo devidamente marcado e numerado, entrando no curralzinho para ver e ouvir Obama; não se esqueçam cada um pode ganhar um brindezinho dos ianques pela Internet, basta que escrevam algo elogioso para ele.
Ai, que raiva, gente, que nojo desse povo!

Responder

Marcelo Fraga

16 de março de 2011 às 16h46

Quando o Obama chegar a recepção vai ser Augusto Nunes, Reinaldo Azevedo, Arnaldo Jabor e Merval Pereira. Todos de quatro prontos pra lamber sapato.

Responder

    Kid Prado

    16 de março de 2011 às 16h57

    Já vimos estes tipos citados e mais alguns outros em inúmeros filmes americanos. É quando o mocinho-detetive faz uma pergunta a um porteiro de hotel de terceira ou a uma prostituta e, quando esses se recusam a responder, surge uma nota verde dobrada na mão do X-9 e este resolve a questão…

    Lucas Monteiro

    16 de março de 2011 às 17h24

    E a Dilma e os ministros do PT? Não vão receber Obama também?

    Heitor Rodrigues

    16 de março de 2011 às 20h07

    Dever de ofício, cara…

Caracol

16 de março de 2011 às 16h28

Ah! Bolei uma frase:
"YES, WEak END!"
Espero ganhar uma foto autografada do Rambo.

Responder

Gerson Carneiro

16 de março de 2011 às 16h27

Inicialmente Obama foi aquele cachorrão capa preta que quando desfilava no parque de diversões todos os transeuntes olhavam e admiravam, não demorou muito para adquirir a doença do péla (leishmaniose). Agora ninguém quer chegar perto, e quem se arrisca quer apenas chutar o vira-lata magrelo e doente.

A decadência teve início na, e tem como ícone a, promessa logo não cumprida de desativação da prisão de Guatânamo. Desde lá nenhuma promessa de campanha foi cumprida.

A foto que ilustra a reportagem sobre o Obama na revista Carta Capital, edição 637, nas bancas nessa semana, traduz bem a situação atual de sinuca de bico em que o Obama se encontra: um Obama refém no conforto do seu avião, com o baralho nas mãos, observando pela janela denotando esconder-se dos olhares externos, e apesar de manter o baralho em mãos, denota não saber jogar.

A desastrosa passagem do Obama pela Presidência Americana poderá fomentar o preconceito dos republicanos.

Não vou ganhar o espelhinho.

Responder

José Ruiz

16 de março de 2011 às 15h06

Sei lá, tenho dúvidas sobre essa postura anti-imperialista… quem é o império? Os EUA? E olha que eu já carreguei muita bandeira de "abaixo o imperialismo", "fora fmi" e coisa que o valha. Hoje já não consigo enxergar o perigo distribuído geograficamente. As relações são muito mais sutis e a força do capital "que ergue e destrói coisas belas" tornou-se onipresente, internacional. Estamos aprovando um código florestal vergonhoso, não aplicamos o Estatuto da Cidade, nosso país tem índices vergonhosos de saneamento básico, nossa educação certamente é uma das piores do mundo, entre vários outros problemas, e eu vou me preocupar com o Barack Obama? Tudo bem que o dito criou uma enorme expectativa, não correspondida. Ele não vai mudar o mundo… ok… mas se o meu herói (sinceramente falando) Lula não conseguiu enfrentar o PIG, força supostamente muito menor, porque eu seria tão duro assim com o Obama? Não vou lá bater palmas, mas também não encaro como um alvo de manifestação negativa… Diria até mais, ainda vejo o Obama como um negro que se tornou líder de uma das maiores nações do planeta e que ainda vai inspirar muita gente mundo a fora… (me perdoem, talvez eu represente um caso irremediável de condescendência tupiniquim)..

Responder

    Maurílio Leme

    16 de março de 2011 às 17h27

    Eu sei o que mudou. Não foi o imperialismo. Foi o fato de todos os seus "companheiros de luta" terem se tornado membros do governo federal, um pessoal agora muito "sério e respeitado", que não pode mais falar a verdade sobre o imperialismo, pois precisa fazer acordos comerciais com os ianques para beneficiar os banqueiros brasileiros e os produtores de etanol brasileiros, que são quem financia as campanhas eleitorais.

    José Ruiz

    17 de março de 2011 às 10h04

    Não Maurílio, você está equivocado. Se ler o meu comentário com calma, vai perceber exatamente o contrário: não há uma defesa dos "companheiros de luta que agora são membros do governo", e sim uma crítica à visão de que o nosso problema está lá fora. Isso é miopia, enganação. Nosso problema está aqui dentro, e isso significa criticar quem quer esteja no governo (inclusive os companheiros, se for o caso). Fora imperialismo? Que nada, temos que dizer fora falta de planejamento urbano, fora educação de baixa qualidade, fora segurança pública falida… ou não, também podemos fazer "passeatazinhas" animadas contra o Barack Obama e nos sentir com o dever cumprido… na verdade, essas manifestações me parecem muito "festivas", superficiais, típico ôba, ôba. Na hora de combater os problemas que estão ali do nosso lado, no dia a dia, ninguém quer…

    Heitor Rodrigues

    16 de março de 2011 às 20h03

    A força do capital "que ergue e destrói coisas belas" só existe na cabeça do Caetano Veloso. Nos tempos da ditadura, era muito difícil ver as coisas com clareza, por falta de informação e da censura e, principalmente, por causa dos coturnos com que os milicos pisavam em nossas cabeças. Mais não impossível.

Vinicius Garcia

16 de março de 2011 às 14h57

Ainda há quem se iluda com a versão "Republicanos X Democratas" dos EUA, quando na verdade, tanto uma face como outra são apenas mais do mesmo, ou melhor são versões estereotipadas um do outro. Os Republicanos buscam se mostrarem mais "austeros" que Democratas, que por contrapartida procuram se mostrarem mais "liberais" que os Republicanos, e dessa forma o povo, tanto o estadunidense como o de outros países, se defrontam, gestão a gestão com a mesma mentira, contada sob formas diferentes. A quem pensou que Obama, sendo negro e descendente de mulçumanos seria "o" diferencial, principalmente pelo fato do forte racismo e preconceito aos muçulmanos existente nos EUA. Ledo engano. Obama, por pouco não está se tornando o Pitta estadunidense, falta só por trás dele, um Maluf.

Responder

Carlos Mangino

16 de março de 2011 às 14h15

Como disse o grande guerreiro Touro Sentado: "Eu não tenho bolsos para guardar as palavras do homem "branco"" . E disse mais: "O homem branco, rouba da terra o alimento que seria dos seus filhos". Cuidado Dilma! o IDH da Líbia nem era dos piores.

Responder

Hélio Jorge Cordeiro

16 de março de 2011 às 14h11

– "Ah, Índio quer mais, né! Quer ****muié de branco e preto tabén, né. Receber salaru de deputado brasileru, né. Se apusentá com 30 ano, né e morá em curbetura em maiami, né e um tamburete lá a onus, né…"

– Oh, shit!

Responder

Marcio.

16 de março de 2011 às 13h40

Imagino o tanto que Obama e o governo brasileiro estão preocupados com esses "movimentos sociais". Não devem estar nem dormindo…

Responder

FrancoAtirador

16 de março de 2011 às 13h32

Diversas entidades populares estão convocando militantes para um ato público contra a presença do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, no País. O protesto deve acontecer durante o discurso na escadaria do Teatro Municipal, na Cinelândia, no centro do Rio de Janeiro, no domingo.

"Vamos fazer um protesto pacífico, mas firme. Não temos receio da segurança, porque o Brasil é um país democrático", disse a presidente da organização não-governamental (ONG) Centro Brasileiro de Solidariedade aos Povos e Luta Pela Paz (Cebrapaz), Socorro Gomes.

O secretário geral do Sindicato dos Trabalhadores da Indústria do Petróleo no Rio de Janeiro (Sindipetro-RJ), Emanuel Cancella, criticou a liberação da praça para o presidente norte-americano. "Não é nada pessoal contra Obama, mas é lamentável que o governo do Rio e a prefeitura da cidade liberem a Cinelândia, palco de inúmeras lutas contra o regime militar, para o presidente de um país que apoiou durante 30 anos a ditadura no Brasil. Vamos homenagear os brasileiros que lutaram contra a ditadura", afirmou o sindicalista.

O deputado estadual Paulo Ramos (PDT) organizará um ato com os remanescentes da antiga "Brizolândia", como era chamada pequena banca onde se reuniam os partidários do ex-governador Leonel Brizola.

O secretário de Movimentos Populares do PT do Rio, Indalécio Wanderley Silva, convocou uma plenária, nesta quarta-feira (16), contra a visita do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, considerado "persona non grata no Brasil".

Fonte: Internet

Responder

Aracy_

16 de março de 2011 às 13h09

Além do espelhinho Pavão – aquele de moldura cor de jerimum -, bem a calhar para recompensar bajuladores da estirpe de Waack, Mainardi, Casal 54 e congêneres-, quem resistir até o fim do evento com Obama possivelmente concorrerá a sorteio de green card.
Aos dublês de diplomatas, marqueteiros e jornalistas brasileiros golpistas e entreguistas de meia tigela: não subestimem nossa inteligência. Vão catar coquinho!

Responder

Claudio Lopes

16 de março de 2011 às 13h04

E esse tal de TECA (Trade and Economic Cooperation Agreement) que vai ser assinado por Dilma e Obama?

Esse acordo econômico bilateral vai ser bom ou ruim para o Brasil?

Quais os termos? Alguém sabe?

Responder

karen

16 de março de 2011 às 10h37

Fora Obama

Responder

Morvan

16 de março de 2011 às 08h31

Bom dia.
Obama, o laureado com o Nobel da Paz (Sic!), tem mais é que se cuidar: índio pode querer apito, e não somente espelhinhos e facões…

Morvan, Usuário Linux #433640

Responder

Marat

16 de março de 2011 às 00h18

Waack, Mainardi, Cantanhêde, Nêumane, Casoy, Bonner, Mitre, Piotto, Sardenberg, Nascimento, Leilane, Kramer, Nunes, Azevedo et caterva, só de imaginarem o Obama chegando, já devem estar curtindo orgasmos múltiplos… Ver suas caras e bocas, suas bajulações, suas demonstrações de terceiro-mundismo tosco e patético será um deleite para mim…

Responder

    Fernando

    16 de março de 2011 às 09h53

    Não só eles né? Tem um monte de blogueiros progressista baba ovo do Obama por aí, é só buscar os arquivos…

    Marat

    16 de março de 2011 às 11h33

    Seja lá quem for, será risível. É que essa trupe, em particular, é hilária. Parecem aqueles caudatários do século XVI… Imagine, por exemplo, o Waack, enchendo sua boca, lânguido, ao falar de seu patrão-mór, o Obama. Imagine-o na vã esperança de beijar a mão de seu mestre, na alimentação de sua veleidade, quando do momento de epifania… Rsrsrsrsrsrs

    Felipe Machado

    16 de março de 2011 às 15h11

    Você fala sério?

    Mainardi e Azevedo bateram impiedosamente no Obama (e continuam batendo). Desde muito antes de sua eleição.

    Agora, faça um teste. Abra os arquivos do Azenha, Nassif, Amorim e outros progressistas…

    Por isso que esquerdistas gostam de reescrever o passado. O passado condena e, na maioria das vezes, é implacável.

    Abraços,

    Ed's

    16 de março de 2011 às 15h59

    Joga "obama" no "busca" deste blog e veja o que colaboradores assíduos daqui escreveram na defesa cega do Obama … vai ser uma diversão.

    Leider_Lincoln

    16 de março de 2011 às 17h00

    Mais um troll, com a mesma tática: usam de um cinismo atroz e depois se despendem com um "saludos" "abraços" "saudações" … Haja paciência com hipócritas! E infeliz, só para te lembrar: muita gente apoiou o Obam, por que achava que ele seria diferente. Tínhamos como saber do futuro, infeliz? Ou queria que tivéssemos torcido pelo senhor da guerra e a cristã fundamentalista?

    beattrice

    17 de março de 2011 às 14h08

    Naquele momento qualquer um seria apoiado contra Bush filho, o que não se podia imaginar é que estivesse sendo eleito uma cópia do mesmo.

    Heitor Rodrigues

    16 de março de 2011 às 12h06

    Êles vão chegar cedo prá pegar lugar no Amarelinho… rsrsrsrs

Paralelo XIV

16 de março de 2011 às 00h00

Que a embaixada americana enfie seus gadjets… sim, lá mesmo.

Responder

Abel

15 de março de 2011 às 22h35

Obama espera ouvir no Brasil algo que faz muito tempo não ouve nos States: aplausos.

Responder

    Marat

    16 de março de 2011 às 07h02

    E não faltarão aplausos, especialmente dos ignorantes e alienados que tem como referência os jornais do PIG…

    Heitor Rodrigues

    16 de março de 2011 às 12h04

    O "cara" pode até andar na rua, um luxo só.

    beattrice

    17 de março de 2011 às 14h06

    Espero que ele espere sentado e não os ouça.

ZePovinho

15 de março de 2011 às 21h14

Que os americanófilos como Camem Leporina e o KlaUS KlaUS não se iludam:o negão Obama vem pedir uma graninha para a Dilma!!!!KKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!

[youtube hB-1C3tyI_k http://www.youtube.com/watch?v=hB-1C3tyI_k youtube]

Responder

    Leider_Lincoln

    16 de março de 2011 às 17h05

    Faz sentido, embora os "mercados", as "agências de risco [ocidentais]" e os "especialistas" não mostram é que a China dá indicações claras de que a torneira fechou: pelo terceiro mês seguido, não apenas a China não compra nem um único centavo em títulos da dívida pública estadunidense, como se desfaz de parte do que têm: http://spanish.china.org.cn/international/txt/201….
    Sem financiamento externo, ou os EUA arrumam novos donos para o país ou retiram o que seus banqueiros querem do couro de seus próprios cidadãos…

Francisco

15 de março de 2011 às 20h33

Justo na Cinelândia..?! Brizola deve estar se contorcendo. Obama vem com o balaio vazio. Economia em baixa (a dele) e pedindo pelo amor de Deus: "Moça, dá para comprar uns aviões F-18, ai tia! É pra ajudar lá em casa…". Meu medo é quando ele começar a segunda parte da arrenga: "Não estou matando, não estou roubando… por enquanto!".

A gente com o balaio cheio: petróleo, problemas com o super aquecimento da economia, legitimidade politica mundial e uma deliciosa sucessão democrática de oito mandatos sucessivos. Quem vai dar espelhinho é a gente: – Se enxerga!!!

Responder

Scan

15 de março de 2011 às 20h32

Recomendo interessante artigo de Laerte Braga:
http://blogln.ning.com/forum/topics/vem-ai-o-terr

Responder

David R. da Silva

15 de março de 2011 às 20h26

Como o Carnaval ainda não terminou, normalmente, as Escolas de Samba, Blocos Carnavalescos, especialmente o Cacique de Ramos, se fantaciam de Indio, relembrando a nossa Origem. Que tal todos de INDIO e apito e Espelho na MÃO? A Conferir. Seria um BELO CARNAVAL, na BELA Rio de Janeiro. de Belo Horizonte.

Responder

Antonio Cunha

15 de março de 2011 às 20h10

É tudo verdade.

Pena que não exista um espelho no qual os amantes do dinheiro possam mirar- se e ver o tamanho de suas ignorâncias.

Responder

Gustavo Pamplona

15 de março de 2011 às 19h39

Vejam o que este idiota fez, mas é divertido! ;-)

[youtube U1tzHiowLvY http://www.youtube.com/watch?v=U1tzHiowLvY youtube]

E ele tem mais… deem uma olhada no "canal" dele.

Responder

    rodrigo.aft

    16 de março de 2011 às 10h08

    piada dirigida… ou o autor é cooptado ideológicamente ou é mercenário.
    ao colocar uma piada da Dilma, colocasse tbém uma piada do thc… oops… fhc ou do aécio… aí sim, vc estaria até tentando fazer um pouco de humor.

    qto à sua escolha, Gustavo, não tinha algo mais engraçado como alguém amputando um braço ou uma perna ou mostrando uma fratura exposta? (ninguém nunca fez referência ao seu bom gosto? ou vc não escuta ninguém?)

    vc tbém poderia postar uma piada com alguém fazendo leilão da própria córnea, figado, rim e coisas do tipo. (israel é famosíssima por arrumar "doadores voluntários" de órgãos… deve ser pq ele são gente boa e não fazem nada por dinheiro… tudo na base do voluntariado…)

    SUPER ENGRAÇADO SEU GOSTO PARA PIADAS!!!

Rios

15 de março de 2011 às 19h24

Eu tenho muitas restrições ao GOVERNO AMERICANO, mas da mesma forma que recebemos visitas com educação em nossas casas devemos receber lideres estrangeiros no país. A mesma educação prestada a Mahmoud Ahmadinejad deve ser estendida a Obama. Indistintamente. Vocês ainda sabem o que é isso? ou preferem a vaia dada (orquestrada), não ao Lula, mas ao Presidente da República nos jogos panamericanos? Queremos ser um grande país? Comecemos com a educação do povo.

Responder

    Marcio.

    16 de março de 2011 às 13h38

    Impossível ensinar isso a fanáticos. Perda de tempo pura e simples.

Fernando

15 de março de 2011 às 19h17

Vou tentar jogar meu sapato no imperador fascista.

Responder

    Aracy_

    16 de março de 2011 às 13h11

    Creio que, após o episódio de Campo Grande com Serra, o FBI já tenha providenciado medidas anti-bolinha e sandálias Havaianas.

FrancoAtirador

15 de março de 2011 às 19h05

.
Diz que a RGTV incumbiu uma perua da zona (Sul do RJ) para confeccionar uma faixa para colocar em close, ao vivo, na hora do discurso do Babaca ObaOba na Cinelândia.

A BARBIE, nome de guerra da perua faceira, confeccionou uma faixa rosa com o seguinte texto:

"UI, KEN !"
.

Responder

Carmem Leporace

15 de março de 2011 às 18h41

Em troca vamos lhes comprar 36 F18 Super Hornet.

Responder

    Julio Silveira

    15 de março de 2011 às 19h10

    Se isso acontecer, pode ter certeza que vão levar 200 supertucanos.
    É que o nosso governo gosta tanto de tucanos que negocia uma leva de 200 até pelos 36 F18.
    Ruim é que os verdadeiros Super Tucanos predadores, apesar de serem deles, eles não querem levar.

adriana

15 de março de 2011 às 17h52

Um espelhinho e um hamburguer com fritas!!! rsrsrsrsrsrs

Responder

Klaus

15 de março de 2011 às 17h40

Engraçado, este Obama que tanto criticam foi o mesmo que os deixou radiantes quando disse que Lula era o cara. Este "elogio" de Obama a Lula é o espelhinho de vocês. Da mesma forma, me lembro da comoção causada pela foto de Lula sentadinho ao lado da Rainha da Inglaterra, outro espelhinho. O próximo espelhinho é o Nobel da Paz.

Responder

    Carmem Leporace

    15 de março de 2011 às 20h12

    Você disse o obvio amigo, é isso mesmo, extamente isso….

    Esses caras odeiam ""UZISTADUNDENCES"""…. mas sempre que podem correm para bajula-los, até com o Busch foi assim, é claro que com Obama essa escala de bajulações é muito maior…

    Teve prefeito e governador do PT implorando uma visitinha em seu estado, dança de capoeira e bumbada no Oludun fariam parte do "tour""… …

    Mas é isso mesmo…. depois nós é que somos os tais dos… """colonizados"""…

    Hipócritas.

    Que Obama seja bem vindo, e que Dilma cobre dele em reservado aquilo que nos diz respeito.

    Aposto 100 por 1 que nessa visita Obama fecha a compra dos caças.

    Abel

    15 de março de 2011 às 22h37

    Agora dá o resultado da Mega-Sena, Mãe Dinada…

    Elton AD

    16 de março de 2011 às 16h06

    Tú ta delirando, essa compra de caça já tem vencedor, e é francês

    Leider_Lincoln

    16 de março de 2011 às 17h08

    O troll que te antecedia, o "Ubaldo" fazia apostas semelhantes, sobre a vitória do Serra…

    beattrice

    17 de março de 2011 às 14h02

    Ah… O Ubaldo era bem mais articulado.
    Foi demitido? Recebeu FGTS?

    Marcio.

    16 de março de 2011 às 13h36

    Perfeito o comentário. É exatamente isso, só que os caras aqui são tão fanáticosque nem percebem. É bem divertido olhar de fora.

David R. da Silva

15 de março de 2011 às 17h37

Aos Companheiros do RIO, se façam presentes ao ATO do OBAMA, todos com um ESPELHO e um APITO na mão, e diga ao Tio Sam, quem ele pensa que ENGANA, aqui no País dos Cetés, dos Tupinambás, dos Tupiniquins,…..todos de ESPELHO na mão e APITO. de Belo Horizonte.

Responder

Klaus

15 de março de 2011 às 17h34

Antes do Rock in Rio, vem aí o OBAMA IN RIO!

Responder

Moacir Moreira

15 de março de 2011 às 17h12

Minha frase originalíssima e vencedora é:

<red>YANKES GO HOME!!!

Responder

    Leider_Lincoln

    16 de março de 2011 às 17h09

    <red>YAMKES GO HOME</red>

    José Vitor

    17 de março de 2011 às 00h30

    <red>YAMKES GO HOME</red>

    Acho que não é possível usar cores nos comentários…mas dá prá usar negrito, itálico, sublinhado, overstrike (legal), e mais algumas coisinhas…

    Veja http://intensedebate.com/features a seção "HTML Formatting".

ZePovinho

15 de março de 2011 às 17h10

Digite o texto aqui![youtube HQ6ovbDQk_8 http://www.youtube.com/watch?v=HQ6ovbDQk_8 youtube]

Responder

Flávio Bezerra

15 de março de 2011 às 17h09

Dá pra fazer protesto no discurso de Obama na Cinelândia?

Provavelmente a área será cercada, e as pessoas serão revistadas para entrar. Mas existe uma forma de driblar a censura:

Junte um grupo de manifestantes usando duas camisas, uma por cima da outra. A camisa de cima deve ser preta, ou outra cor escura, e a de baixo branca.

Cada camisa branca de cada manifestante deve ter uma letra estampada. Após entrar na área do discurso, os manifestantes podem tirar as camisas pretas, tirar também as camisas brancas, e erguerem as brancas com as mãos, para que fiquem visíveis na multidão. Os manifestantes devem ficar lado a lado, formando uma frase com suas camisas. A frase, em inglês, pode ser algo do tipo "Stop all the wars!" (Pare todas as guerras)

Certamente não vai ser permitido entrar na área do discurso com faixas ou bandeiras. Mas a tática das camisas escondidas debaixo de outra camisa pode funcionar…

E se não funcionar, tem sempre a velha tática da vaia. Americano também entende "buuuuuuuuuu!!".

Que tal uma tag no Twitter, do tipo #vamosvaiarObama ?

Responder

    Klaus

    15 de março de 2011 às 19h44

    Obama, além de Presidente dos EUA, é uma figura da mídia. Periga levarem umas cacetadas do povo que estará para vê-lo e ouvir seu discurso histórico(?). Se vocês que são anti-americanos, ficaram em polvorosa quando ele disse que Lula era o cara, imagina o povo que só tem informações do presidente estadunidense pela mídia. Para a maioria do povo, Obama é o cara, o negro que chegou lá. além do mais, é feio ofender as visitas, não? E ele é um convidando.

    Antonio Silva

    15 de março de 2011 às 20h47

    Carmem Klaus LepoRato

    Já ganhaste as coleirinhas ?

    ZePovinho

    15 de março de 2011 às 21h16

    É,Klaus!!!Vai lá pegar na bruzundanga dele!!

    Carmem Leporace

    15 de março de 2011 às 20h14

    Saquei.

    beattrice

    17 de março de 2011 às 14h00

    Adotado
    #vamosvaiarOBAMA
    Em tempo, não será sequer permitido portar bolsas mochilas ou quaisquer objetos de mão.
    Os documentos de identidade, que se aconselha sejam levados, podem ser postos num bolso da roupa, por enquanto.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding