VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Educadores de Minas vencem na Justiça: Governo tem que pagar o salário integral até o 5º dia útil; leia a decisão

20 de julho de 2018 às 18h02

Divulgação Sind-UTE/MG

Professores ganham queda-de-braço com governo; Justiça determina pagamento integral no 5º dia útil

do BHAZ

O Estado de Minas foi colocado nesta quinta-feira (19) contra a parede com decisão liminar do Tribunal de Justiça, que determina o pagamento integral dos salários dos servidores da educação até o quinto dia útil do mês sob pena de aplicação de pena diária de R$ 30 mil limitada a R$ 3 milhões.

Desde fevereiro de 2016, o governo de Minas vem parcelando os salários dos servidores públicos após decretação de calamidade financeira.

A alegação é o déficit bilionário herdado do governo anterior e, somado a isso, uma queda na arrecadação causada pela greve dos caminhoneiros.

A decisão é da desembargadora Maria das Graças Silva Albergaria dos Santos Costa, da 3ª Câmara Cível de Belo Horizonte que afirmou:

“Não se pode admitir que uma medida, a princípio excepcional, se torne permanente, sem perspectiva de solução, causando enorme prejuízo aos servidores que dependem da verba salarial, de natureza alimentar, para fazer frente às suas despesas e à subsistência de sua família, não raramente surpreendidos com a alteração ou mesmo descumprimento das escalas de pagamento”.

Ao decidir, ela disse ainda que

”o fracionamento dos salários e o atraso dos pagamentos, sem previsão de normalização, ofendem os princípios da boa-fé, segurança jurídica e dignidade da pessoa humana – também componentes do ordenamento – colocando as classes mais necessitadas do funcionalismo público em situação de franca necessidade”.

Antes mesmo de ser notificado da liminar, o procurador-geral do estado, Onofre Batista, informou que vai recorrer da decisão. “O Governo não escalona salários porque quer, mas porque não tem o recurso. Nesse compasso, seremos obrigados a recorrer, mesmo cientes de que a vontade nossa era a de que tudo ocorresse no prazo. Entretanto, temos uma verdade que suplanta tudo: a realidade financeira do Estado”, afirmou.

Apoie o VIOMUNDO

Crowdfunding

Veja como nos apoiar »

O lado sujo do futebol

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Entre os mais vendidos da VEJA, O Globo, Época e PublishNews. O Lado Sujo do Futebol é o retrato definitivo do que acontece além das quatro linhas. Um dos livros mais corajosos da história da literatura esportiva, revela informações contundentes sobre as negociatas que empestearam o futebol nos últimos anos. Mostra como João Havelange e Ricardo Teixeira desenvolveram um esquema mafioso de fraudes e conchavos, beneficiando a si e seus amigos. Fifa e CBF se tornaram um grande balcão de negócios, no qual são firmados acordos bilionários, que envolvem direitos de transmissão e materiais esportivos. Um grande jogo de bolas marcadas, cujo palco principal são as Copas do Mundo.

por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet.

Compre agora online e receba em sua casa!

 

2 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Eduardo

24/07/2018 - 23h42

Medida correta! Não fez mais que sua obrigação! Decisão óbvia! Se acaso a decisão fosse diferente caberia talvez prender a Juiza e o Governador.Pelo que circula nos meios políticos e jurídicos, tem dinheiro desviado por Aécio, Andreia e Oswaldinho Borges mais que suficiente para pagar o funcionalismo em dia. Pelo dito, polícia, MPE, Judiciario mineiro todos sabem, mas não querem e fingem não saber! Êta Minas Gerais que tem vagabundo sô!!!

Responder

alvaro f

21/07/2018 - 22h53

Nada como ter um Governo do PT… até a ‘justissa’ dá ganho ao trabalhador.

Responder

Deixe uma resposta