VIOMUNDO
O VIOMUNDO só é possível também através de anunciantes, e detectamos que você utiliza um AdBlock, bloqueador de anúncios.
Por favor considere ajudar o VIOMUNDO desativando o bloqueador para este site.
Cartas de Minas
Cartas de Minas

Desembargador autoriza presença de advogado inglês no julgamento de Lula; veja íntegra da decisão

19 de janeiro de 2018 às 15h21

Foto: Filipe Araújo

Da defesa do ex-presidente Lula, via whatsapp

O desembargador Leandro Palsen, do TRF-4, autorizou a presença do advogado britânico e conselheiro da rainha Geoffrey Robertson na sala de julgamento no próximo dia 24.

O pedido foi feito pela defesa porque o Geoffrey representa o ex-presidente na Comissão de Direitos Humanos da ONU e o tema lá tratado envolve grosseiras violações a garantias fundamentais ocorridas nesse processo que será julgado.

Abaixo, a íntegra da decisão do desembargador Palsen.

Leia também:

Jurista italiano alerta o mundo: Lula não está tendo direito a um julgamento justo e imparcial; veja vídeo

Apoie o VIOMUNDO

Crowdfunding

Veja como nos apoiar »

O lado sujo do futebol

A Trama de Propinas, Negociatas e Traições que Abalou o Esporte Mais Popular do Mundo.

Entre os mais vendidos da VEJA, O Globo, Época e PublishNews. O Lado Sujo do Futebol é o retrato definitivo do que acontece além das quatro linhas. Um dos livros mais corajosos da história da literatura esportiva, revela informações contundentes sobre as negociatas que empestearam o futebol nos últimos anos. Mostra como João Havelange e Ricardo Teixeira desenvolveram um esquema mafioso de fraudes e conchavos, beneficiando a si e seus amigos. Fifa e CBF se tornaram um grande balcão de negócios, no qual são firmados acordos bilionários, que envolvem direitos de transmissão e materiais esportivos. Um grande jogo de bolas marcadas, cujo palco principal são as Copas do Mundo.

por Luiz Carlos Azenha, Amaury Ribeiro Jr., Leandro Cipoloni e Tony Chastinet.

Compre agora online e receba em sua casa!

 

5 Comentários escrever comentário »

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

lulipe

22/01/2018 - 11h49

Daqui a pouco vão tentar ressuscitar Rui Barbosa pra tentar salvar o lula. Tá chegando a hora…..

Responder

Luiz Carlos P. Oliveira

21/01/2018 - 08h29

Pois é. O desembargador, em despacho, refere-se ao réu Luis Inácio Lula da Silva como “Lula” apenas. Desprezo? Despreparo? Ironia? Isso não é atitude de um desembargador. Isso cairia bem para advogado de porta de cadeia. Esse é o nível de nosso judiciário. Fará um mea culpa? Pedirá desculpas as ex-presidente? Claro que não. Deuses não pedem desculpas e, muito menos, erram.
Conheço muitos advogados. E todos eles dizem a mesma coisa, de que muitos juízes, hoje, perguntam aos assessores: “Conhece o réu?” Se a resposta for a de que o réu não é visto com bons olhos, pronto, está condenado. Isso sem ler o processo! Se você conhece algum advogado, pergunte à ele.

Responder

Marcos Luiz Ribeiro de Barros

19/01/2018 - 17h05

Mas o Relator do Recurso de Lula não é Gebran em vez de Paulsen?

Responder

oseias caetano da silva

19/01/2018 - 16h52

NOSSO JUDICIÁRIO É UMA VERGONHA INTERNACIONAL!!!!!

Responder

eduardo carvalho

19/01/2018 - 15h30

” em procuração outorgada por Lula..” De se indagar ao Desembarga, se desfruta de mesma…intimidade com o Nando. Quero dizer, com o Fernando Henrique Cardoso.

Quem é da área sabe bem, que magistrado, que é magistrado, dirigi-se e refere-se às partes por “Sr” e Sra”. Ao tratar o ex-presidente Luis Inácio da Silva “por Lula” demonstra, de plano, de que lado está.

Responder

Deixe uma resposta