VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Sind-UTE/MG: Não aceitaremos reajustes diferenciados. Temos os mesmos direitos que os trabalhadores da segurança; vídeo
Foto: Studium Eficaz/Sind-UTE/MG
Você escreve

Sind-UTE/MG: Não aceitaremos reajustes diferenciados. Temos os mesmos direitos que os trabalhadores da segurança; vídeo


12/02/2020 - 20h00

Coordenadora-geral do Sind-UTE/MG, Denise Romano, convoca a categoria para o 3º dia de greve

Sind-UTE/MG em luta no segundo dia de greve da rede estadual de ensino

do Sind-UTE/MG

Na manhã desta quarta-feira (12/2/2020), o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) marcou o segundo dia de greve com luta em defesa do Piso Salarial Profissional Nacional e em unidade com o funcionalismo público.

Trabalhadores e trabalhadoras, vindos de várias partes do estado, fizeram uma vigília para a votação do Projeto de Lei 1.451/2020 na Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO), proposto pelo governador Zema e que reajusta os vencimentos da Segurança Pública.

A reunião de apreciação não aconteceu e os profissionais do ensino público estadual reivindicaram a inclusão da Educação na política de reajuste salarial do governo do Estado.

Seguindo em passeata pelos corredores da Assembleia Legislativa, a categoria, mais uma vez, exigiu isonomia na apresentação de propostas de reajustes na remuneração e realizou um ato unificado na porta da Casa.

Junto aos petroleiros, servidoras da Saúde e dos Correios, o funcionalismo público mineiro reafirmou a importância da unidade para que o governador atenda às pautas de reivindicações e negocie, de maneira igualitária, com todos e todas servidoras públicas.

Tarde da quarta-feira

No período da tarde do segundo dia de greve, 12/2/2020, os/as profissionais da Educação, sob coordenação do Sind-UTE/MG, ocuparam o Plenário da Assembleia Legislativa para cobrar dos parlamentares a defesa de uma política de reajuste salarial que inclua a categoria e a todo funcionalismo público.

Os trabalhadores e trabalhadoras ressaltaram a situação enfrentada na Educação, com a não quitação do 13º de 2019, a continuidade dos salários parcelados, e a negativa do direito a um ensino público de qualidade social.

Além disso, o governador Zema não apresentou nenhuma proposta de cumprimento da Lei Estadual 21.710/2015 e a Lei Federal 11.738/2008, que estabelecem o Piso Salarial Profissional como um direito legal.

Depois da manifestação no Plenário, a sessão foi encerrada pela falta de quórum. A categoria seguiu em luta na Assembleia Legislativa e protestou no pátio da Casa pelo respeito à classe trabalhadora, que exerce o direito legítimo e constitucional de greve.

Terceiro dia de greve

 A coordenação-geral do Sind-UTE/MG convoca toda a categoria para a atividade de luta no terceiro dia de greve, em 13/2/2020, que acontece na Assembleia Legislativa, a partir das 9h.

Na parte da tarde, será realizada uma vigília durante a votação do PL 1.451/2020, que propõe o reajuste salarial apenas aos servidores da segurança pública. A apreciação acontecerá na Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO), às 14h.

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - A mídia descontrolada e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.