VIOMUNDO

Diário da Resistência


Contra a reforma da previdência, atos hoje pelo País; um ‘esquenta’ para a greve geral; veja os locais
Roberto Parizotti/CUT
Você escreve

Contra a reforma da previdência, atos hoje pelo País; um ‘esquenta’ para a greve geral; veja os locais


22/03/2019 - 10h55

Rumo à greve geral pela aposentadoria

por Altamiro Borges, em seu blog

Esta sexta-feira, dia 22, será um dia decisivo na luta contra a “deforma” da Previdência do laranjal de Jair Bolsonaro – que elimina o direito à aposentadoria de milhões de brasileiros, reduz o valor dos benefícios e prepara sua total privatização, com o chamado regime da capitalização.

Estão previstos protestos, organizados unitariamente pelas centrais sindicais e movimentos sociais, em mais de 100 cidades do país. As manifestações servirão para pulsar a revolta na sociedade e para preparar o clima para a deflagração de uma greve geral nacional – com data ainda indefinida.

Segundo levantamento parcial divulgado nessa quinta-feira (21), o “Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência” será marcado por atos públicos, marchas e panfletagens nas 26 capitais dos Estados e em Brasília, além dos maiores centros urbanos da federação.

Ele será um “esquenta” para a marcação da greve geral, que já é um consenso entre as direções das centrais sindicais. Elas estão otimistas com a mobilização e avaliam que é possível derrotar a Proposta de Emenda Constitucional (PEC 06/2019) baixada pelo “capetão” Jair Bolsonaro e pelo abutre financeiro Paulo Guedes.

Apesar da fortuna destinada a comprar deputados e senadores – mais de um bilhão de reais em emendas parlamentares, segundo o noticiário da própria mídia privatista – e do “balcão de talentos” montado para distribuir cargos no laranjal, o clima entre os congressistas é de temor diante da indignação da sociedade.

Muitos picaretas que apoiaram a tentativa de golpe da Previdência da quadrilha de Michel Temer – que era mais branda do que a do atual governo – não foram reeleitos. O fantasma da rejeição assusta os deputados e senadores, ainda mais agora que a popularidade do “capetão” Jair Bolsonaro começou a derreter celeremente.

Derrotado, o fascistoide poderá ser descartado ou sangrará no restante do mandato. A batalha, nesse sentido, adquire caráter estratégico para o futuro do Brasil.

Confira abaixo os principais atos agendados para essa sexta-feira:

ACRE 

Rio Branco – ato às 8h00, em frente à sede do governo do estado (Palácio Rio Branco), tem panfletagem também

ALAGOAS 

Maceió – ato às 15h00, na Praça Centenário

Arapiraca – ato às 9h00 na Praça da Prefeitura

AMAPÁ 

Macapá – Ato às 9h00, em frente a agência do INSS, na Avenida Marechal Rondon

AMAZONAS 

Manaus – Concentração às 15h00, na Praça da Polícia. Depois, tem caminhada até a Praça da Matriz, no Centro.

BAHIA 

Salvador – ato às 9h00, no Rótula do Abacaxi

Jacobina – às 8h00, em frente ao INSS

CEARÁ 

Fortaleza – ato às 8h00 na Praça da Imprensa (bairro Dionizio Torres)

Juazeiro do Norte, ato às 16h00, no Giradouro

Sobral – ato às 7h30, na Praça de Cuba

Chorozinho – ato às 8h00, na Praça da EEF Padre Enemias

Morada Nova – ato às 7h00, na Praça da Matriz

Russas – Ato às 7h00, na Praça Monsenhor João Luiz

Aracati – ato às 8h00, na Praça dos Prazeres

Jaguaruana – ato às 9h00, na Praça da Prefeitura

Itaiçaba – Ato às 7h00, na EEF Dulcineia Gomes Dinis

Solonopole – Ato às 9h30, no Ginásio Poliesportivo

Pereiro – ato às 7h00, na Praça da Matriz

Itapipoca – ato às 8h00, na Praça dos Motoristas

Iguatu – Ato às 8h00, na Praça da Caixa Econômica

Tianguá – Ato às 8h00, na Praça dos Eucaliptos

Acopiara – Ato às 8h00, na Praça da Matriz

Paracuru – ato às 8h00, no Sindicato Rural

Cratéus – Ato às 7h00, na Coluna da Hora

Camocim – Ato às 8h00, na Pracinha do Amor

Paraipaba – Ato às 15h30, na Praça do Hospital

Martinópole – Ato às 16h00, no Galpão dos Feirantes

Jaguaribe – Ato às 16h00, na Praça do Fórum

DISTRITO FEDERAL 

Brasília – As entidades filiadas deverão realizar reuniões, seminários, assembleias, atos ou paralisações junto a suas bases, denunciando os perigos da reforma de Bolsonaro e construindo a Greve Geral. E, às 17h00, ato na Praça Zumbi dos Palmares (SDS)

ESPÍRITO SANTO 

Vitória – ato às 8h00, com caminhada de Jucutuqyara até o Palácio Anchieta

GOIÁS 

Goiânia – às 6h00, ato perto da Serra Dourada, na altura do KM 153 da BR

MARANHÃO 

São Luís – às 8h00, INSS – Parque Bom Menino (Centro)

Imperatriz – às 8h00, na Praça de Fátima

MATO GROSSO 

Cuiabá – ato às 16h00, na Praça Ipiranga

MATO GROSSO DO SUL 

Campo Grande – 9h00, paralisação com ato público, na Praça do Rádio Clube. Em todo o estado a FETEMS realizou assembleias com os trabalhadores, que aprovaram greve geral no dia 22

MINAS GERAIS 

Belo Horizonte – às 17h00 tem ato na Praça Sete. Na parte da manhã, sindicalistas e militantes percorrerão com carro de som dois bairros populosos da capital – Barreiro e Venda Nova – explicando as perversidades da reforma de Bolsonaro e fazendo panfletagens.

Montes Claros, 16h00 – Ato na Praça Dr. João Alves (Praça do Automóvel Clube)

Cidade de Timoteo – Ato às 17h00, na Praça 1º de Maio

Coronel Fabriciano – Ato às 9h00, Praça da Rodoviária

Ipatinga – Ato às 14h00, na Praça 1º de Maio

João Monlevade – Ato a partir das 9h00, na Praça do Povo

Ouro Preto – panfletagem

PARAÍBA 

João Pessoa – Ato às 15h00, no Parque Solon de Lucena

PARÁ 

Belém – às 7h30, concentração em frente ao Banco do Brasil da Avenida Ponte Vargas e caminhada, a partir das 9h00, do BB até a agência do INSS, na Av Nazaré.

Marabá – pela manhã defronte do INSS e às 15h00, seminário sobre reforma da Previdência na Faculdade Carajás

PARANÁ 

Curitiba – às 9h00, concentração na Boca Maldita e às 11h00, ato e panfletagem, no INSS, R. João Negrão, 11

PERNAMBUCO 

Recife – ato às 15h00, na Praça do Derby

PIAUÍ 

Teresina – ato às 8h00, na Praça Rio Branco, em frente ao INSS.

RIO DE JANEIRO 

Rio de Janeiro – ato às 16h00 na Candelária. Depois segue em caminhada até a Central do Brasil

RIO GRANDE DO NORTE 

Natal – às 15h00, concentração no INSS, na Rua Apodi 2150. Depois, militantes e sindicalistas seguem em caminhada pelas ruas da Cidade Alta em direção a Praça dos Três Poderes

Mossoró – às 6h, manifestação na base da Petrobras e, às 8h00 concentração no INSS. Depois, manifestantes seguirão em caminhada pelas ruas do centro da cidade

RIO GRANDE DO SUL 

Porto Alegre – ato às 18h00, na Esquina Democrática

Caxias do Sul – ato às 17h00, na Praça Dante Alighieri

Santa Maria – ato às 17h30, na Praça Saldanha Marinho

Pelotas – ato às 18h00, no Mercado Público

Passo Fundo – ato às 17h00, na Esquina Democrática

RONDÔNIA 

Porto Velho – Às 9h00, seminário sobre a reforma da Previdência na sede do SINTERO, e às 17h00, ato na Praça Mal. Rondon (Praça do Baú)

RORAIMA 

Boa Vista – Às 9h00, debate sobre a reforma da Previdência, no auditório Jornalista Alexandre Borges/UFRR – Reforma da Previdência e os prejuízos aos Trabalhadores

– às 16h00, Ato Contra a Reforma da Previdência em frente a Assembleia Legislativa. Em seguida será realizada uma carreata.

SANTA CATARINA 

Florianópolis – ato às 17h00, no Ticen.

Blumenau – ato às 10h00, em frente ao INSS

Joinville – às 14h00 tem ato na Praça da Bandeira

Criciúma – às 13h30 tem ato no calçadão da Praça Nereu Ramos

Itajaí – às 16h00, tem ato em frente à Igreja Matriz

Lages – às 17h00, tem aulão popular sobre a Reforma da Previdência, no Calçadão Tiago Fiúza de Carvalho

SÃO PAULO 

São Paulo – ato às 17h00, em frente ao MASP, na Avenida Paulista

São Carlos – a partir das 9h00, na praça em frente ao Mercado Municipal – Centro

Bauru – a partir das 14h00, Audiência Pública na Câmara Municipal – Praça Dom Pedro II, 1-50 – Centro

Campinas – às 10h00 tem Ato dos professores e Servidores Públicos no Largo do Rosário, no centro; às 16h30 – Concentração para o ato e panfletagem na rua 13 de Maio e diversos terminais de ônibus; às 18h00 – tem ato político com representante das centrais, das Frentes Brasil Popular e Povo Sem Medo, movimentos sociais e sindicatos

Grande ABC – às 7h00 – Caminhada com a participação dos sindicatos da região saindo da porta da Mercedes Benz e da Ford.

Mogi das Cruzes – a partir das 10h00 tem ato no Largo do Rosário (Praça da Marisa)

Ribeirão Preto – a partir das 17h00, concentração na Esplanada Dom Pedro II

Osasco – Ato às 9h00, em frente à estação de trem da cidade

Carapicuíba – ação às 5h30, em frente à estação de Carapicuíba e, às 9h00, ato público no Calçadão

Ubatuba – ato às 10h00, no Ipiranguinha, Posto BR, e das 11h30 às 18h00, no calçadão do Centro

São José dos Campos – às 10h00, na Praça Afonso Pena

SERGIPE 

Aracaju – Ás 15h00, com concentração em frente à Deso, na Rua Campo do Brito

TOCANTINS 

Palmas – Ato às 8h00, em frente ao INSS 203 Sul, na Avenida NSI

A mídia descontrolada: Episódios da luta contra o pensamento único
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação.

A publicação traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.

Por Laurindo Lalo Leal Filho



17 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

22 de março de 2019 às 20h10

Porto Alegre: Trabalhadores Unidos Contra a Reforma
https://pbs.twimg.com/media/D2S9uFdXgAAHyeg.jpg

O Estopim da Greve Geral: Protestos em todo o Brasil
https://twitter.com/MidiaNINJA/status/1109221790562308099

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 19h58

São Paulo: O Estopim da Greve Geral

Agora, quase 60 Mil Manifestantes contra a Defórma do Guedes

https://twitter.com/Brasil_de_Fato/status/1109222649195057152

Protestos em todos os Estados do Brasil:

https://www.brasildefato.com.br/2019/03/22/minuto-a-minuto-or-acompanhe-as-mobilizacoes-em-defesa-da-previdencia-em-todo-brasil/

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 17h55 Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 17h51

A Milícia do Guedes vai penalizar
os Velhinhos, as Viúvas e os Órfãos.
Bem coisa do MeÇias CriZtão…

https://t.co/tzzLqIkZeT
http://ow.ly/TcKK30o9jr5
https://twitter.com/BohnGass/status/1109190552401137664

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 17h24

Rodrigo Maia diz que não fará articulação política na Câmara
pela Reforma da Previdência do Governo de Jair Bolsonaro

“O papel de articulação do executivo com o parlamento
nunca foi e nunca será do presidente da Câmara”
“Quando ele [Bolsonaro] tiver a maioria
e achar que é a hora de votar a reforma,
ele me avisa e eu pauto para votação.
E digo com quantos votos posso colaborar”,
diz Maia.

https://t.co/1nkB0jngO8
https://twitter.com/monicabergamo/status/1109122752680771584
https://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2019/03/maia-diz-que-fara-nova-politica-e-que-agora-cabe-a-bolsonaro-obter-votos-para-a-previdencia.shtml

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 17h06

Em Apenas Três Minutos,
Auditora Maria Lucia Fattorelli
fulmina a Defórma do Guedes

https://t.co/naFICtfcNh
https://youtu.be/oHSrUdg4Vvw

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 16h53

O Causa Rombo nas Contas Públicas
não se chama Previdência Social,
chama-se DÍVIDA PÚBLICA da União

Dívida pública pode chegar a R$ 4,3 TRILHÕES em 2019,
diz Tesouro Nacional

Em 2018, a dívida pública aumentou 8,9%
na comparação com o ano anterior,
e chegou a R$ 3,870 TRILHÕES.

Os vencimentos da Dívida Pública,
em 2019, somam R$ 747 BILHÕES

https://t.co/xGs2mcG5ly
https://g1.globo.com/economia/noticia/2019/01/28/divida-publica-pode-chegar-a-r-43-trilhoes-em-2019-diz-tesouro-nacional.ghtml

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 15h40

“70% dos municípios do Brasil
possuem como maior receita
as pensões e aposentadorias.

Bolsonaro e Paulo Guedes
querem destruir isso também
e engordar os lucros dos bancos
e fundos de pensão privados!”

#LutePelaSuaAposentadoria

Paulo Pimenta

https://twitter.com/DeputadoFederal/status/1109092784978444290

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 15h23

“É preciso coragem para enfrentar os verdadeiros privilégios.

Só a renúncia fiscal do INSS representa R$ 57 bilhões ao ano.
A taxação de fortunas, grandes heranças e lucros e dividendos
pode arrecadar até R$ 120 bilhões ao ano.”

#LutePelaSuaAposentadoria

https://twitter.com/GuilhermeBoulos/status/1109090794810552320

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 15h17

A PEC, que o governo chama de ‘Nova Previdência’, não explica de onde sairá o dinheiro para garantir a sustentabilidade do sistema e o pagamento das aposentadorias e pensões em vigor.
O que fica claro é que os bancos serão beneficiados pelo estímulo que será dado ao modelo de capitalização individual.

No modelo proposto pelo governo, todo trabalhador poderá fazer uma conta individual de capitalização para juntar dinheiro da própria aposentadoria.
O banco fica com as taxas de administração e poderá usar o dinheiro do trabalhador como quiser até o momento de pagar o benefício – ou seja, quando ele tiver 65 anos (se for homem) ou 62 anos (se for mulher), e tiver no mínimo 20 anos de contribuição.

Para ter direito à aposentadoria integral, a exigência será de 40 anos de contribuição.

No modelo previdenciário vigente no Brasil e na maioria
dos países desenvolvidos, o sistema é de repartição solidária,
uma espécie de pacto entre gerações:
os trabalhadores contribuem, juntamente com o governo e as empresas,
para pagar as aposentadorias vigentes, com a expectativa
que as novas gerações de trabalhadores financiem
as aposentadorias futuras.

Na prática, Bolsonaro propõe que os trabalhadores
passem a sustentar o sistema sozinhos.

Brasil de Fato, via DMT Em Debate

http://www.dmtemdebate.com.br/cinco-inverdades-propagadas-pelo-governo-bolsonaro-sobre-a-reforma-da-previdencia/

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 15h11

“Reforma da Previdência vai gerar Crise Humanitária no País”,
diz ex-ministro da Previdência Social, em audiência pública

https://t.co/0pTLExvOoh
https://pt.org.br/gabas-reforma-da-previdencia-vai-gerar-crise-humanitaria-no-pais/

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 15h00

Milícia do Guedes é um Grupo de Extermínio do Bolsonaro

“Os mais prejudicados serão os que ganham menos,
os que têm uma expectativa de vida mais baixa,
os que entram no mercado mais cedo
e em profissões que exigem mais esforço físico”

https://t.co/oAfMBylIww

https://twitter.com/gleisi/status/1098222400276176896

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 14h26

Aposentadorias e Pensões para os Militares
continuarão com a Mamadeira de sempre

Proposta do Guedes vai cortar R$ 1 trilhão da Aposentadoria
dos Funcionários Civis e apenas 10 bilhões da dos Militares.

Só em 2018, o Tesouro Nacional teve de despender R$ 44 Bilhões
para cobrir o Déficit da Previdência (incluindo pensões) dos Militares.

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 14h11

Quando uma Reforma feita pelos Mais Ricos
beneficiou os Trabalhadores Mais Pobres?

“O grande objetivo da reforma é fazer uma transição radical de modelo:
desmontar a Previdência Pública, com suas três fontes de financiamento –
trabalhador, empregador e Estado – e colocar em seu lugar
o regime de capitalização, financiado unicamente
pelos próprios trabalhadores e gerido por bancos privados.”

Por Guilherme Boulos, na Folha de S.Paulo

https://t.co/pJnrgyD2Un
https://twitter.com/julianopsol50/status/1109094874354249729
https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2019/03/reforma-da-previdencia-o-futuro-esta-em-jogo.shtml

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 13h49

Representantes dos Banqueiros estão Tremendo na Base

“dólar a $ 3,88 e Ibovespa futuro caindo mais de 2,5%…
ficha caiu: governo isolado,
Maia saindo da articulação pela reforma.
Previdência está ameaçada.”

https://twitter.com/thaisheredia/status/1109071338868744193

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 13h37

Defórma da Previdência Derrete na Câmara dos Deputados…

Maia é o fiador da reforma da Previdência na Câmara e,
se quiser, pode prejudicar a tramitação do texto.

Até agora, ele também estava ajudando a construir a Base Aliada.

No auge da irritação, Maia disse que não entendia por que estava sendo atacado.

“Estou aqui para ajudar.
Se acham que estou atrapalhando, eu saio”, avisou.

[Estadão]

Responder

Zé Maria

22 de março de 2019 às 12h26

A Bolsa Caiu! Tá bom pro Trabalhador do BraSil!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
A mídia descontrolada

O livro analisa atuação dos meios de comunicação e traz uma coletânea de artigos produzidos por um dos maiores especialistas do Brasil no tema da democratização da comunicação.