VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Comissão de Direitos Humanos aprova Dia dos Povos Indígenas: Termo mais respeitoso
Foto: Fernando Bola/CDHM
Você escreve

Comissão de Direitos Humanos aprova Dia dos Povos Indígenas: Termo mais respeitoso


10/12/2019 - 13h20

CDHM aprova dia dos povos indígenas

por Pedro Calvi / CDHM

A Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (CDHM) aprovou, nesta terça-feira (10), por unanimidade, o projeto de lei 5.466 deste ano, da deputada Joênia Wapichana (Rede/RR), que muda a expressão “Dia do Índio”, criado por decreto em 1943, para “Dia dos Povos Indígenas”.

A data para celebração continua 19 de abril. O objetivo da proposta é atualizar para “uma nomenclatura mais respeitosa e mais identificada com as comunidades indígenas a justa homenagem que é prestada nessa data”.

Para o relator do projeto, Patrus Ananias (PT/MG) “nossa intenção ao renomear o dia é para ressaltar não o valor do indivíduo estigmatizado “índio”, mas sim o valor dos povos indígenas para a sociedade brasileira, reconhecer o direito desses povos e fortalecer suas identidades, línguas e religiões”.

Outro projeto de lei que fortalece a cultura indígena também foi aprovado pela CDHM hoje.

O projeto de Lei 3.074, de 2019, de Dagoberto Nogueira (PDT/MS), torna cooficial as línguas indígenas nos municípios brasileiros que possuem comunidades indígenas.

“Na prática, cooficializar uma língua garante que os direitos da população se consolidem por meio de ações como a prestação de serviços e a disponibilização de documentos públicos pelas instituições públicas na língua oficial e nas línguas cooficiais”, explica Túlio Gadêlha (PDT/PE, relator do projeto.

Cultura dividida

Já o Projeto de Lei 765 /2019, que propõe que pelo menos 40% dos recursos Fundo Nacional de Cultura deverão ser empregados em projetos vinculados à cultura e à arte dos povos negros e indígenas do Brasil foi retirado da pauta a pedido de Eli Borges (Solidariedade/TO).

“Estou pedindo a retirada para analisar o melhor, principalmente do ponto de vista cultural. Aqui temos a cultura dividida em duas visões, e não há consenso para votar esse projeto agora”, ponderou o deputado.

Homenagem na última deliberativa de 2019

A reunião deliberativa desta terça-feira (10) foi a última da CDHM em 2019.

A data também marca os 70 anos da proclamação de um documento que é um marco civilizatório na história da humanidade, a Declaração Universal dos Direitos Humanos.

“Hoje, na última reunião deliberativa da Comissão queremos homenagear o empenho e a dedicação de todos os cidadãos defensores dos direitos humanos e, desta forma, ajudar a colocar um ponto final a todos os tipos de discriminação e de violência”, conclui Helder Salomão.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

10 de dezembro de 2019 às 21h58

No dia 10 de dezembro de 1948 foi aprovada a Resolução 217 A (III)
na Assembléia Geral das Nações Unidas que proclamou e adotou
a DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS
https://www.ohchr.org/EN/UDHR/Pages/Language.aspx?LangID=por
https://nacoesunidas.org/direitoshumanos/declaracao/
http://www.direito.mppr.mp.br/arquivos/File/declaracaouniversal.pdf
https://www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/508144/000992124.pdf?sequence=1

Observe-se a quantidade enorme de artigos
da Declaração Universal dos Direitos Humanos
que já foram violados por esse [des]governo
Genocida de Jair Bolsonaro e suas Milícias.

Depois os Fascistas contestam o fato de o
Presidente do ‘braZíu’ ser processado no
Tribunal Penal Internacional, na Holanda,
pelos Crimes de Lesa-Humanidade.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!