VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Comissão Arns acusa ministro de Bolsonaro de afrontar STF no caso do dossiê contra antifascistas
Paulo Sergio Pinheiro, um dos alvos do dossiê. Wikipedia
Você escreve

Comissão Arns acusa ministro de Bolsonaro de afrontar STF no caso do dossiê contra antifascistas


17/08/2020 - 12h41

Sobre dossiês sigilosos feitos pelo governo

A Comissão de Defesa dos Direitos Humanos Dom Paulo Evaristo Arns – Comissão Arns vem reiterar seu repúdio aos dossiês sigilosos feitos pelo Poder público contra cidadãos brasileiros, bem como externar sua preocupação para que haja rápida e completa elucidação de tais práticas, evitando, assim, o ressurgimento da espionagem de Estado em nossas instituições e em nossas vidas.

Desde a denúncia, através da imprensa, da existência de uma lista contendo 579 nomes de policiais antifascistas e três acadêmicos considerados, perigosamente, “formadores de opinião”, lista feita de forma sigilosa a pedido do atual ministro da Justiça, André Mendonça, temos visto a sucessão de manobras do governo para que a verdade não venha à tona.

Tais manobras começam pelas rasas explicações oferecidas pelo titular da Justiça à ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal (STF), relatora da Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental — ADPF n. 722, ajuizada pelo partido Rede Sustentabilidade, a ser julgada nos próximos dias em sessão plenária.

Para a Comissão Arns, a superficialidade com que o representante do governo tratou o pedido de informações feito, diligentemente, pela ministra-relatora, constitui uma afronta ao STF.

Acrescentem-se os esclarecimentos burocráticos, prestados também pelo Sr.
Ministro, em comissão parlamentar dias atrás – na verdade, um punhado de evasivas que em nada elucida o modus operandi da chamada Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça – SEOPI, nem a sua intencionalidade ao produzir tais dossiês, à guisa de prestar serviços de informação.

Coroando duas semanas de explicações inconsistentes, eis que vem a público a existência de outra lista com nomes de supostos inimigos do governo Bolsonaro, taxados de “antifascistas” e “terroristas”, que terá sido entregue pelo deputado Eduardo Bolsonaro à embaixada americana no Brasil – se confirmado, além de tresloucado, o gesto configura gravíssimo ataque à soberania nacional.

Lamentavelmente, enquanto as evasivas oficiais seguem ocultando os reais
interesses desses dossiês, centenas de brasileiros continuam expostos em sua privacidade, atacados em sua dignidade e até ameaçados em sua integridade física pelo fato de seus nomes constarem destas listas abomináveis, cuja circulação, de fato, desconhecemos.

Cumpre informar que o Prof. Paulo Sérgio Pinheiro, presidente-fundador e membro da Comissão Arns, citado no dossiê da SEOPI, vem tomando as medidas judiciais cabíveis.

É triste ver o desrespeito com que é tratado pelo atual governo este ex-secretário de Estado de Direitos Humanos, ex-coordenador da Comissão Nacional da Verdade, ex-integrante da Comissão Interamericana de Direitos Humanos e atual relator especial da ONU para violações na Síria.

A Comissão Arns, ela própria, também decidiu apresentar memoriais na ADPF 722, expressando à Suprema Corte a sua indignação diante das graves violações a direitos fundamentais, plenamente caracterizadas na produção dessas listagens de pessoas.

Insistimos que é preciso esclarecer, de uma vez por todas, a inspiração e a razão de ser de tais dossiês nos marcos da Justiça e do Estado Democrático de Direito, sob o farol da Constituição.

Não se pode tolerar a volta da vigilância do Estado sobre os cidadãos, abrindo passagem às práticas arbitrárias. Por isso, conclamamos os juízes
do Supremo e os membros do Parlamento a exercerem o que lhes cabe como mandato: impedir que essa indignidade sobreviva.

São Paulo, 14 de agosto de 2020

COMISSÃO ARNS



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


Nenhum comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!