VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Você escreve

Charles Carmo: Aleluia e os escândalos de corrupção


04/08/2011 - 10h57

Aleluia e os escândalos de corrupção: quem foi Naninha…

por Charles Carmo, em O Recôncavo

Nada como um dia após o outro, com uma noite no meio.

O candidato derrotado ao Senado José Carlos Aleluia virou, na oposição, o paladino da moralidade pública.

Contra o governo de Lula e agora no governo da presidenta Dilma, Aleluia se transformou numa caricatura de defensor da moralidade.

“Se já não bastasse a presença de baianos no festival de corrupção que assola o país, temos ainda que assistir à sabujice e covardia dos representantes da Bahia no Senado Federal”, lamenta o presidente estadual do Democratas sobre o comportamento dos três senadores baianos diante do requerimento de criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar os indícios de corrupção no governo federal.

No papel de oposicionista sem mandato, Aleluia agora diz que “Quem não deve não teme. É preciso investigar os casos de corrupção que rondam o Palácio do Planalto. A sociedade brasileira não pode ter só a imprensa como aliada nesta luta contra o lamaçal em que mergulha a República Brasileira. O Congresso precisa cumprir seu papel constitucional”.

No passado, quando foi citado como um dos supostos envolvidos com o escândalo dos anões do orçamento, Aleluia jurou inocência. Acabou inocentado.

Segundo matéria da revista Istoé, publicada em setembro de 2002, “Os deputados Sérgio Guerra (PSDB-PE) e José Carlos Aleluia (PFL-PE) estão entre os parlamentares citados por José Carlos Alves como integrantes do esquema da corrupção do Orçamento e que foram inocentados pela CPI, aberta diante da gravidade das denúncias. Mas o fato de o relator, deputado Roberto Magalhães (PFL-PE), tê-los inocentado gerou suspeitas na época. Falava-se em uma troca. Magalhães teria aceitado livrar o correligionário Aleluia se em troca seu partido aceitasse liberar o conterrâneo Sérgio Guerra, que à época era filiado ao PSB.”

Em 2006, quando seu nome foi associado ao escândalo das ambulâncias,  o ímpeto investigativo do candidato derrotado se arrefeceu, e muito.

Agora, afastado do poder pelos eleitores, Aleluia sai da posição de suspeito do passado, segundo a Istoé, para a de acusador do presente.

Quem foi Naninha…

Em tempo: uma amiga de São Paulo, prenhe de razão, pergunta-me quem é a tal Naninha, que o texto não cita. Explico: trata-se de uma expressão do dicionário baiano, que, no caso concreto, equivale a “Quem foi Aleluia”.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

o golpe -bastidores e primórdios | falandonalata1

23 de setembro de 2016 às 17h11

[…] Kim foi até a Bahia e fechou aliança com José Carlos Aleluia do DEM, famoso pelo envolvimento nos escândalos das Ambulâncias e dos Anões do Orçamento. A amizade é tão grande que eles já até se encontraram em Nova Iorque pra protestar juntinhos […]

Responder

MBL – Movimento de Boys Larápios | Ficha Corrida do FORA CORRUPTO!

20 de setembro de 2016 às 12h22

[…] Kim foi até a Bahia e fechou aliança com José Carlos Aleluia do DEM, famoso pelo envolvimento nos escândalos das Ambulâncias e dos Anões do Orçamento. A amizade é tão grande que eles já até se encontraram em Nova Iorque pra protestar juntinhos […]

Responder

Polengo

04 de agosto de 2011 às 13h17

Pérola maravilhosa:

"A sociedade brasileira não pode ter só a imprensa como aliada nesta luta contra o lamaçal em que mergulha a República Brasileira."

Aparentemente, este meliante considera-se parte da sociedade brasileira
A imprensa é aliada de quem, mesmo?
Acredito que a sociedade brasileira não deva reconhecer este sujeito como membro.
Aliás, nem a raça humana deveria.

Responder

Tadeu Versulotti

04 de agosto de 2011 às 13h15

Sou baiano e tenho vergonha de ouvir dizer que esse tal de Aleluia também o é. Sempre foi um pulia um sacatrapo, um puxa saco o que de pior pode existir na cadeia biologica.

Responder

Julio Silveira

04 de agosto de 2011 às 12h48

E disso que vivo a citar, essa capacidade de teatralizar, que muitas vezes o cidadão incauto acredita, que faz da politicalha brasileira uma concorrente seria para a vigarice que assola o País.

Responder

antonio souza

04 de agosto de 2011 às 12h22

Excelente matéria, parabéns ao escritor e ao divulgador.

Responder

Handerson

04 de agosto de 2011 às 12h08

Esse Aleluia (saravá 3x!!) é um verdadeiro pulha! Não tem o que fazer, fica escrevendo clichês… Vai procurar uma lavagem de roupa seu desocupado!

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!