VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Bolsonaro diz que não tem culpa por desemprego, preço dos alimentos e gasolina, Petrobras despenca 20% e dólar bate em R$ 5,51
Reprodução
Você escreve

Bolsonaro diz que não tem culpa por desemprego, preço dos alimentos e gasolina, Petrobras despenca 20% e dólar bate em R$ 5,51


22/02/2021 - 13h00

Da Redação

O racha do presidente Jair Bolsonaro com o mercado neoliberal fez as ações da Petrobras despencarem de forma impressionante: a PETR3 caia 19,48% ao meio-dia e a PETR4 estava em baixa de 18,88%.

A Eletrobras também teve altas quedas: ELET3 caia 7,59% e a ELET6 tinha baixa de R$ 6,65%, diante da expectativa de que a privatização prometida pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, não vai avançar.

O dólar bateu em U$ 5,51.

O presidente criticou Roberto Castello Branco, afirmando que ele “está em casa sem trabalhar”.

O dirigente da Petrobras cumpre home office.

“O chefe tem que estar na frente, bem como seus diretores. Isso para mim é inadmissível. Descobri isso há poucas semanas. Imagina eu, presidente, em casa com medo do covid, ficando aqui o tempo todo aqui no Alvorada. Não justifica isso”, afirmou Bolsonaro, mais uma vez usando sua tradicional tática de culpar os outros.

Ele acrescentou que a alta no preço dos combustíveis demonstra que o Planalto não interfere na estatal.

“Você vê como se comporta a imprensa no Brasil, falam em interferência minha? Baixou o preço do combustível? Foi anunciado 15% no diesel, 10% na gasolina. Está valendo o mesmo percentual. Como teve interferência? O que eu quero e exijo da Petrobras é transparência e previsibilidade, nada mais além disso. E outra coisa, dia 20 de março encerra o prazo da vigência do atual presidente. É direito meu reconduzir ou não. Não será reconduzido, qual o problema?”, disse Bolsonaro.

A ala militar do governo será beneficiada com a indicação do general Silva e Luna, que estava na Itaipu Binacional.

A Petrobras tem o potencial de oferecer milhares de cargos para oficiais das Forças Armadas.

Um levantamento do Tribunal de Contas da União, de julho do ano passado, encontrou 6.157 militares da ativa e da reserva no governo.

Na entrevista de hoje, Bolsonaro deixou claro que está preocupado com sua reeleção em 2022, acima de tudo.

“Querem culpar a mim pela inflação, a questão o preço de muita coisa, em especial a alimentação; o desemprego também querem culpar a mim”, afirmou.

Nos últimos meses, o preço dos alimentos subiu mais que o dos combustíveis.

O Viomundo já escreveu, em texto opinativo, que a chamada “carestia”, como parte da pauta econômica, é o calcanhar de Aquiles de Bolsonaro — e não a pauta de costumes, que ele costuma usar para mudar de assunto.

Na classe média, o dólar repercute no valor dos importados.

No governo Dilma, manifestantes foram às ruas pedir o impeachment usando como argumento a “disparada” do dólar.





4 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

22 de fevereiro de 2021 às 20h42

Apenas alguns (de)méritos do (des)governo do ex-tenente …

“- Não acredite em quem torce contra, veja as realizações do Governo:

– 250 mil mortes por COVID

– 40% do Pantanal queimado

– Nova cédula de 200 reais

– 100 anos de estoque de Cloroquina

– Participei de formaturas de milicos

– 89 mil reais na conta de minha Conje”

Jair “Bolsonano”
https://twitter.com/JairBolsonano_/status/1363896688503578624

Responder

Zé Maria

22 de fevereiro de 2021 às 20h00

.
.
Já são Mais de 4 Anos do Golpe de Estado que derrubou o PT do Poder Central.
durante os quais houve uma Defórma Trabalhista (‘que recuperaria Empregos’),
uma Defórma da Previdência (‘que acertaria as Contas Públicas’) e uma Lei de
Teto de ‘Gastos’, que suprimiu as Verbas para a Saúde e a Educação Públicas,
sem falar do Desmatamento Criminoso da Amazônia, da Queima do Pantanal,
da Alta dos Preços dos Alimentos e dos Combustíveis Dolarizados e no Descaso
com a Epidemia que já causou quase 250 Mil Mortes dentre Mais de 10 Milhões
de Casos por COVID-19 (SARS-COV-2).

E a culpa ainda é do petê ?!?
.
.

Responder

Zé Maria

22 de fevereiro de 2021 às 15h52

.
.
Depois do Golpe de 2016, os (des)governos Temer (MDB/PSDB et Caterva) e
Bolsonaro/Guedes/Mourão (Fascistas de Mercado) e os Lavajatistas Neoliberais
cumpriram com o prometido ao Governo dos EUA e às Grandes Petrolíferas
Estrangeiras, destruindo todo o Sistema Petrobras integrado pela Exploração,
o Refino e a Distribuição do Petróleo, principalmente do Pré-Sal, que promovia
durante os Governos de Lula (PT) e Dilma (PT), o Desenvolvimento Industrial
com a interligação da Economia Nacional, abrindo vagas de Empregos Diretos
e Indiretos em todo o Território Brasileiro.

Atualmente, os Brasileiros estão testemunhando os Efeitos dessa Destruição
que tendem a se agravar com a Privatização das Refinarias, acabando com a
possibilidade de Reversão da Política de Preços Dolarizados dos Combustíveis,
vez que se formarão Oligopólios e Cartéis Privados no Mercado de Derivados.

O Desprezo do (des)governo Bolsonaro/Guedes/Mourão pelas Políticas Sociais,
apoiado fervorosamente, nesse aspecto, pelos Empresários de Comunicação,
por Questão Ideológico-Doutrinária, é lógico, vem elevando de modo acelerado
a Pobreza da População Brasileira, em que a Classe Média empobrece e os
Pobres se tornam Miseráveis, de forma que a Ausência de Redistribuição de
Renda aumenta a Concentração de Riqueza no País proporcionando a que
os Ricos sejam cada vez mais Ricos e os Bilionários fiquem Mais Bilionários.

O Valor em Dólar dos Combustíveis Derivados do Petróleo (Gás, Gasolina, Diesel)
influi não apenas nas despesas em gasolina dos pequenos burgueses que
levam os filhos de carro para a Escola e depois vão para o trabalho, mas interfere diretamente nos Custos de Produção e Transporte de Mercadorias, aumentando conseqüentemente os Preços dos Produtos Comercializados, provocando a
Carestia e o Encarecimento do Custo de Vida (Sobrevivência) para os Pobres
que já não possuem sequer Emprego, que dirá Salário.
.
.

Responder

robertoAP

22 de fevereiro de 2021 às 14h35

Tá custando para o brasileiro se conscientizar de que colocou um beócio incomparável e irrecuperável na presidência. Um incapaz, semi-retardado, que se exime de qualquer culpa e de qualquer coisa de ruim que aconteça no Brasil(e elas estão acontecendo a todo momento numa velocidade espantosa), apesar de praticar no governo(sic), todo tipo de imbecilidade e trapalhada possível e imaginável, a cada 5 minutos, todos os dias do mês e em todos os meses do ano.
Como suportar um trambolho do mal como esse, por mais tempo?

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding