VIOMUNDO

Diário da Resistência


Veja como foi o lançamento de “Paulo Freire: a prática da liberdade, para além da alfabetização”, novo livro de Venício Lima; vídeo
Você escreve

Veja como foi o lançamento de “Paulo Freire: a prática da liberdade, para além da alfabetização”, novo livro de Venício Lima; vídeo


29/11/2021 - 19h04

Barão de Itararé

No centenário de Paulo Freire, o Barão de Itararé promove o lançamento do novo livro de Venício Lima, “Paulo Freire: a prática da liberdade, para além da alfabetização” (Fundação Perseu Abramo).

A conversa conta com a participação de Raquel Paiva, professora da Escola de Comunicação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (ECO-UFRJ). A mediação é do coordenador do Barão de Itararé, Andrey Lemos (UNALGB).

Professor emérito da Universidade de Brasília (UnB) e referência nos estudos sobre comunicação no Brasil, Venício Lima se debruça sobre a obra de Freire há 50 anos, com particular interesse em sua relação com a comunicação e a cultura.

O livro, disponibilizado gratuitamente, é um convite a refletir sobre o legado do pensador pernambucano e os tempos atuais, reforçando a ideia-força de que o pensamento de Freire não pode ser reduzido a um método de alfabetização de adultos, pos vai além à medida que seu compromisso maior é com a humanização do homem e sua liberdade.

Segundo Juarez Guimarães (UFMG), em seu prefácio à obra, “o mérito exponencial, subversivo e possibilitador de uma nova compreensão do pensamento de Paulo Freire deste livro de Venício Lima, sintético e súmula de cinco décadas de pesquisa e reflexão, é o de identificar Freire como um pensador da política que se expressa na educação e na cultura”. Raquel Paiva, que dialoga com o autor do livro em nossa live, também assina um dos textos presentes no livro.

“Um conhecimento fundamentado a partir da compreensão, necessariamente evoca um envolvimento orgânico e dialógico. Este é o sentido a que se referia Paulo Freire ao conceituar Venício como o pesquisador e professor brasileiro que o compreendeu, que realizou a tarefa de posicionar-se ao seu lado com a escuta atenta e dedicada”, diz.





1 comentário

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Henrique martins

29 de novembro de 2021 às 20h54

https://epocanegocios.globo.com/Mundo/noticia/2021/11/sintomas-da-omicron-sao-leves-diz-cientista-que-ajudou-identificar-variante-da-covid-19.html

Pois então. A Covid pode provocar mesmo problemas cardíacos nos casos mais graves. Isso já está comprovado a tempos.

Mais aqui o pulso acelerado aparece dentro dos casos leves.

Observem que, o pulso acelerado pode estar associado às frequências cardíacas altas e, consequentemente, às arritmias cardíacas.

Acontece que a turma negacionista não está vacinada, e, pela lógica, muitos devem estar tomando a tal cloroquina cujo efeito colateral mais nefasto é justamente as arritmias cardíacas que podem levar às mortes súbitas.

Portanto, se o meu raciocínio estiver correto, a cepa omicrom vai matar negacionistas usuários de cloroquina a rodo no país.

Independente disso, chegou especificamente a hora da turma não vacinada sofrer com a covid por total ignorância.

E podem apostar que aqui no Brasil ela vai culpar alguém. Adivinhem quem?

Aposto que quando eu posto aqui no blog que o demônio que comanda o país não chega ao final do mandato muitos nao acreditam e alguns devem até rir.

A estes eu digo: quem ri por último ri melhor.

A ver.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding