VIOMUNDO

Diário da Resistência


TV

Janela da alma


18/06/2010 - 22h25

Palavras de José Saramago.





7 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

william porto

20 de junho de 2010 às 21h13

O Observatore Romano, o porta-voz do Vaticano, atacou a memoria de Saramago chamando-o de populista extremista e ideologo antirreligioso. Melhor faria esse jornal e os notaveis do Vaticano se se limitassem a tomar medidas para acabar com os crimes de pedofilia praticados pelos padres catolicos e encobertos pelos graudos da igreja. Saramago era um homem digno, puro, integro que devia merecer o respeito do Vaticano. Nele nao ha uma figura que amarre o cadarco dos sapatos de grande escritor.

Responder

Mateuz

19 de junho de 2010 às 22h10

A grande mídia é reflexo da nossa sociedade, ela não inventou esse estilo de vida, apenas faz parte dela.

Então a coisa é bem pior.

Responder

Jairo_Beraldo

19 de junho de 2010 às 12h54

Agora que ele se foi, a mídia e a Igreja o aclama..apesar de que em vida, fora reconhecido como quem e o que foi. Afirmo de novo…pouco sei de Saramago…busquei no google, e descobri, que Saramago, que lhe fora imputado como sobrenome, foi pelo apelido do pai, pelo escrivão (seria um deboche?), que é uma fonte de alimento de pobres, e que ficou para a eternidade!

Responder

    Anderson

    19 de junho de 2010 às 23h57

    O mais tosco foi ver aquele fascista do Neumanne Pinto tecendo loas ao homem. Logo o tipo de indivíduo que dava ânsia de vômito em Saramago

vera oliveira

19 de junho de 2010 às 11h32

e vc esperaria o que dessa midia??

Responder

Kadu

19 de junho de 2010 às 10h53

Providencial observação Anderson!
A grande mídia só se importa com o que a sustenta e com o que vende, apenas isto.
O princípio fundamental da imprensa que, no meu ponto de vista é informar à sociedade, com fatos, investigações e depois interpretações, está totalmente mudada, para dar sobrevida aos moribundos de todos os tempos.

Responder

Anderson

19 de junho de 2010 às 10h09

Ainda bem que alguém está dando a importância correta à morte desse grande escritor.

Enquanto a morte do tal do Michael Jacks teve cobertura da grande mídia por mais de três meses; a morte do maior escritor em língua poruguesa só mereceu algumas notas de rodapé…

É o mundo moderno, onde homens sem valor são transformados em herois

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding