VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


TV

As praias da Venezuela


08/03/2011 - 12h01

De uma série de reportagens para o Jornal da Record.

Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


19 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Ivan Arruda

24 de março de 2011 às 09h31

Para quem já foi correspondente de guerra imagino o quanto não foi difícil esse enfrentamento com a lagosta. Tomara que os tutores da paz não assistam esse vídeo senão vão querer bombardear esse paraíso também. Sob o argumento de que você teve que tirar os sapatos. Pena que nas nossas universidades, vídeos e reportagens como essa, não são passados. Nem nos clubes de serviços, braços das entidades ocultas, que tem como ideais se irmanar e estreitar laços de amizade. É uma pasmaceira intgrigante. Será que nossos professores não sabem um pouquinho de geografia, de historia, de aspectos econômicos e sociais? Também isso pouco importa. O importante é o diploma. E os índices quantitativos. Distanciamento também.
Parabéns por esse blog que nos abre a cabeça e nos mostra, bem antes do wikileaks, como funcionam as coisas. E o porquê.

Responder

@walterthe

12 de março de 2011 às 07h59

vidinha mais ou menos
comer essa lagosta deve ter sido um sacrificio
o que nao se faz por uma boa reportagem hauahuauahuaa

Responder

tcpsilva

11 de março de 2011 às 10h28

Azenha, eu fiquei com muito dó de você por aquela estressante reportagem com as lagostas. Realmente quebrar suas patinhas deve ser difícil.

Mas não se preocupe. Na próxima reportagem eu lhe acompanho para dirimir estas dificuldades inerentes ao jornalismo investigativo.

Responder

Maria José Rêgo

10 de março de 2011 às 11h54

Azenha, já estive com minhas filhas, ainda crianças, em 1997 numa ilha chamada Ilha das Iguanas (escrevi em português). É um santuário ecológico. Nós partimos de Puerto de La Cruz em um pequeno barco, uma espécie de canoa grande movida a dois motores com uns quinze turistas. A maioria eram de nacionalidade italiana e canadenses. Lá existem iguanas gigantes. Os turistas não podem dormir na ilha. Ela era controlada pelas forças armadas.

Responder

Marcelo de Matos

09 de março de 2011 às 17h47

Caracas, que praias lindas! Não sei o que fico fazendo em Itanhaém, como neste Carnaval. Estou pensando em dar um pulo até aquela praia mais tranquila, onde você devorou a lagosta.

Responder

beattrice

09 de março de 2011 às 13h41

Azenha
espero que vc tb tenha filmado em Merida e CANAIMA.
Aguardo rever esses lugares nas suas imagens.

Responder

Luis Roberto Tizoco

09 de março de 2011 às 10h57

Bom dia Azenha… parabéns pelo trabalho… só tenho um alerta a fazer: preste atenção aos próximos vazamentos do wikileaks… creio que vc será citado juntamente com a Record por fazer propaganda de países inimigos do Pig e dos USA. Grande abs… aqui em Bauru…. o sanduiche continua sendo o mesmo…. sem lagosta…

Responder

Edson Barbosa

08 de março de 2011 às 21h07

Tô precisando do stress que vc passou na Venezuela

Responder

Flavio Lima

08 de março de 2011 às 20h53

Que estressante, ein bauru!
E vi como voce realmente ficou com dó da lagosta. Eu tambem…
E voce ainda ganhou pra ir pra Venezuela… está trabalhando… mesmo…
Não, não fiquei com inveja… nem um pouquinho…

Responder

Gerson Carneiro

08 de março de 2011 às 19h43

Ô estresse! Azenhão abahianou de vez.

Responder

LuisCPPrudente

08 de março de 2011 às 18h56

Azenha, você comentou com o MAM sobre aquela parte extenuante da reportagem que é degustar a lagosta?

Belas imagens de praias.

Responder

Flavia Crizanto

08 de março de 2011 às 18h35

12 minutos que se passam sem o telespectador perceber. Poucos conseguem fazer isso. Parabéns, Azenha!

Responder

Dirlei

08 de março de 2011 às 17h08

Adorei a reportagem Azenha!!! Belíssimas praias da Vizinha Venezuela!
Parabéns!!!

Responder

Vlado

08 de março de 2011 às 15h08

Belíssimo trabalho Azenha!

Responder

mariazinha

08 de março de 2011 às 14h52

Ai, AZENHA, fiquei com água na boca; mas não foi pela lagosta e sim, com vontade de conhecer a VENEZUELA.
QUE BELA REPORTAGEM , PARABÉNS!

Responder

JotaCe

08 de março de 2011 às 14h49

Caro Azenha,

Mais uma vez te cumprimento, a toda a equipe que trabalhou, como também a TVRecord, pela qualidade da matéria sobre as belíssimas praias da Venezuela e que prenuncia uma seqüência de outras do mesmo nível. Televisão é isso! Abraços,

JotaCe

Responder

Hélio Pereira

08 de março de 2011 às 14h38

Muito boa Reportagem,parabéns Azenha.
Eu estive pensando,vamos ter as Olimpíadas e a Copa do Mundo,seria importante divulgarmos nossos Pontos Turísticos,por exemplo com um Programa Semanal que mostrasse nossas Belezas Naturais.
Na minha opinião a Rede Record,deveria investir nesta ideia,sem duvida não faltariam patrocinadores.
Azenha pra fazer este programa a Record já tem um otimo Repórter,que se sai muito bem neste tipo de matéria,nem preciso dizer quem.

Responder

Ana Maria

08 de março de 2011 às 14h31

Valeu Azenha bela reportagem, quebrando preconceitos.

Responder

ZePovinho

08 de março de 2011 às 13h31

A lagosta devia estar boa,Azenha.Boa reportagem.

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!