VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Rádio

Ricardo Guedes: Diferença entre Dilma e Serra tende a crescer


13/08/2010 - 18h29

O diretor do Instituto Sensus, Ricardo Guedes, acredita que a diferença entre a candidata governista Dilma Rousseff e o candidato oposicionista José Serra deve crescer. Na pesquisa mais recente do instituto, divulgada em 5 de agosto, Dilma apareceu com 41,6% contra 31,6% de Serra. Guedes viu “paridade” no primeiro debate eleitoral travado entre os candidatos e não consegue enxergar no atual quadro algo que possa provocar uma mudança brusca do eleitorado. Vai ou não haver segundo turno? Ouça para saber a opinião dele.

ricardo.wma



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


61 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Mário Romero

24 de outubro de 2010 às 18h43

Tenho me esforçado para acreditar nas promessas de Serra, todavia, ele diz que resolve tudo, que fará melhor e mais do que fizeram, só que ele foi Prefeito e Governador de SP, não resolveu os problemas de enchentes, encostas e da cracolândia, nem tampouco concluiu os mandatos de Prefeito e Governador. De modo que, Serra não passa de uma grande mentira da política brasileira. O povo de SP precisa deixar de brincar com voto. Para nos ajudar a levar o Brasil adiante, elegendo a candidata de Lula. Dilma, porque só assim o Brasil dará alguns passos a frente.

Responder

Marcia Lima

16 de agosto de 2010 às 23h25

Com certeza a Dilma já ganhou!!! Mas tô triste por SP, não aguento mais o PSDB por aqui! Ô gente vamos arregaçar as mangas trabalhar pelo Mercadante, o que acontece com o povo de SP?

Responder

    Marat

    22 de agosto de 2010 às 20h30

    O grande problema daqui é veja e folha de graça… muitos ainda crêem no PIG…

EDSON HAUTSCH

16 de agosto de 2010 às 19h36

E a classe média, que até outro dia atrás devia até as calças, e que teve no Governo LULA seu maior crescimento de toda história, fica por aí vomitando injúrias contra a DILMA.
À esses totais ignorantes, um pequen o lembrete:
Quem era LULA quando foi eleito? Apenas um metalúrgico com a vontade e o destino de mudar o País, para melhor.
Seu grande mérito foi a formação de uma bela "equipe".E assim venceu o jogo. DILMA, fará o mesmo e até melhor.
A Classe média melhorou tanto, que ignora sua origem (trabalhista).
Subiu tanto que quer ser Elite.
Quer ser PSDB.

Responder

Urbano

15 de agosto de 2010 às 00h53

… E, por conseguinte, o Brasil cresce.

Responder

Marcelo de Matos

14 de agosto de 2010 às 18h46

Zorro e Tonto, ops, Serra e Índio, segundo o portal Terra, percorreram a periferia de Nova Iguaçu-RJ em campanha política. Serra foi convidado a saborear um churrasco de laje e não pode recusar. Solicitado a repercutir o resultado da última pesquisa, preferiu mordiscar o espetinho em silêncio. A Folha não estava lá para documentar o ágape. Certamente, Serra deve ter sido instado a bebericar um gole da cerveja Devassa, produto da baixada fluminense. Infelizmente, os jornais não publicam foto de tucano bebericando. Certa vez saiu no UOL uma foto de Alckmin tomando chope em frente ao Pinguim, em Ribeirão Preto. Mal tive tempo de copiar a fato e já a tiraram do ar. Beberrão só o Lula – tucano nunca. Comer churrasco em laje, também, é sintoma de decadência. A mídia só publica fotos de Maluf comendo quibe ou o petisco da pastelaria que leva seu nome, em Campos do Jordão.

Responder

Ed.

14 de agosto de 2010 às 18h44

Como um filhote de Gepeto pode querer governar um país de tal tamanho e diversidade, se declara publicamente que não entende "sotaques"?!
Só fala Moóquês…

Responder

Natale Vanz

14 de agosto de 2010 às 12h31

A mais comovente e pura demonstração da impressionante criatividade(sic) dos tucanos:
“'quando o Lula da Silva sair é o Zé que eu quero lá'.”Versos do novo jingle da campanha de José Serra.(No RN-Globo).

Estaria o Zé querendo “se engarupar”, também?

Ou o “cavalo” do Zé, é um “cavalo paraguaio”, ruim de corrida e ruim de corcova?

E qual Zé, seria?

Ou talvez, não seria o tal do Zé Ruela?

Responder

    Jairo_Beraldo

    14 de agosto de 2010 às 14h34

    É um fato que a mídia já está largando os bets. Apoiar a candidatura do Zé era e sempre foi uma barca furada. Os financiadores já caíram fora.Os políticos aliados debandaram para o outro lado.Tucano nunca passou dos 33%. Já notamos isso há 8 anos. Não precisa ser gênio para chegar a uma conclusão tão óbvia. Mas estamos no Brasil, e a mídia vassala não desiste nunca.

    juracy

    14 de agosto de 2010 às 20h01

    Meu amigo, que os caras (tucanalha) é ruim de voto todos sabemos. Só p´recisamos é tomar cuidado com as maracutaias que com certeza estão aprontando as elites, escudadas numa imprensa bem canalha. È tudo qque temo. De resto, só beleza. Um abraço

    Nonato Pinheiro

    14 de agosto de 2010 às 19h49

    Gostei do seu ponto de vista. Concordo plenamente. Gostaria muito que no pangaré do Zé sobrasse uma garupinha para Tasso Jereissati que até agora está com os pés nos estribos e puxando os arreios sozinho no Ceará. A sigla PSDB causa vergonha até aos tucanos.

Marcelo de Matos

14 de agosto de 2010 às 11h11

Segundo o blogueiro Josias de Souza, a vitória de Dilma no primeiro turno dependerá da completa desidratação de Marina e da estagnação dos nanicos. Esse processo de medicina eleitoral só se completaria com a completa transfusão do prestígio de Lula para Dilma. Nunca vi nanico crescer e Marina já está quase que completamente desidratada. Resta concluir a transfusão do prestígio de Lula.

Responder

    Jairo_Beraldo

    14 de agosto de 2010 às 14h35

    Perfeita sua analise.

Dias Melhores

14 de agosto de 2010 às 10h15

Bem, vamos falar da próximas eleições de 2014, pois a de 2010 já acabou em 2006.

Responder

Pafúncio Brasileiro

14 de agosto de 2010 às 09h49

Azenha,
Cuidado com a manchete "Diferença entre Dilma e Serra tende a crescer". Se a Folha ou o PIG pegarem esta manchete, vai aparecer: "Serra tende a crescer" . A parte inicial da manchete vai ser desprezada. Cuidado com esta turma, eles estão desmoralizados.

Responder

    Edson Rogerio

    14 de agosto de 2010 às 10h30

    muito boa observação!!! rsrsrsrsrs

    Polengo

    14 de agosto de 2010 às 15h18

    Verdade.

    Poderia ser "Diferença entre Serra e Dilma tende a crescer".

    Juracy

    14 de agosto de 2010 às 20h03

    pois é, todo cuidado com essa imprensa chinfrim é pouco.

Maurice Moss

14 de agosto de 2010 às 01h36

Essa história de ter de levar título para votar está me preocupando. E o PIG sabe que isso pode favorecer o Serra.

como o campeão da ficha corrida…
Serra fica em 1º lugar, disparado, rsss
.
Em número de processos, ninguém é páreo para o Zé Pedágio, rsss;
.
.
Tem de tudo, de improbidade administrativa a calúnia e difamação, rssss;
.
"Levantamento do Congresso em Foco sobre as certidões judiciais dos presidenciáveis mostra que o tucano José Serra é quem mais responde a processos. De acordo com as certidões que ele mesmo apresentou, são 17 processos declarados à Justiça Eleitoral.
.
Ao todo, foram analisadas as 222 certidões entregues ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelos nove postulantes à Presidência da República e respectivos vices. Michel Temer (PMDB), vice da candidata petista Dilma Rousseff, aparece com três ações judiciais.
.
José Maria Eymael, candidato a presidente pelo PSDC, tem duas certidões positivas.
.
Os demais candidatos à Presidência apresentaram certidões negativas, ou seja, que informam não haver processos contra eles.
.
.
> http://congressoemfoco.uol.com.br/noticia.asp?cod

.

Responder

    Juracy

    14 de agosto de 2010 às 20h06

    Meu amigo, será que vc já esqueceu o processo que o Zé moveu contra Flavio Bierrembach e retirou quando Bierrembach quis fazer excessão de verdade?
    E, foi processo por corrupção. kkkk

Sergio

13 de agosto de 2010 às 23h50

A Globo só engana a Globo

Responder

    Jairo_Beraldo

    14 de agosto de 2010 às 14h35

    Acho que nem a eles enganam mais.

SérgioFerraz

13 de agosto de 2010 às 23h32

A direita golpista vai começar a apelar e, a militância sabe que o caminho agora é ir para ruas e praças e fazer campanha corpo-a-corpo.

Responder

Paralelo XIV

13 de agosto de 2010 às 23h29

Hoje no trabalho alguém levantou a questão e todos concordaram:
Serra é o homem mau, e Dilma garante mais anos no emprego.
José Serra foi alvo de gargalhadas entre nós no trabalho.
E todos concordaram: a Globo pensa que somos bobos, e vai ser uma lavada a favor de Dilma, pra assustar a Globo e o PIG.
Não tem mais volta.
A única dúvida agora é se vai ter Dilma ou Lula em 2014.

Responder

juarez da silva ac

13 de agosto de 2010 às 23h17

Quero ver o Serra sem emprego.

Responder

    Jairo_Beraldo

    14 de agosto de 2010 às 10h15

    Coitado! Ele tem que manter a chilena e vai ter que pagar aluguel, já que insiste em dizer que a mansão em que mora não é dele, é emprestada.

Eudes H. Travassos

13 de agosto de 2010 às 23h06

Quando até a falha reconhece é que a coisa já tá prá lá de prá lá…..kkkkkkkk……e eu tô rindo a tôa….kkkk

Responder

Maria Lucia

13 de agosto de 2010 às 22h58

O que fica mesmo muito claro é que a decisão do eleitor está sendo tomada a partir da análise da experiência política e econômica do país nos útimos 16 anos e não mais a partir de manipulações midiáticas. A incessante campanha da mídia contra o governo de Lula, contra a imagem de Dilma Rousseff e do PT parece estar surtindo efeito inverso ao desejado. O povo brasileiro sempre cantado em prosa e verso como sem memória e novidadeiro na hora de votar, parece querer desmentir essa pecha nessas eleições. E Dilma Rousseff vai se afirmando como o grande fenômeno político-eleitoral brasileiro. Quem viver, verá!

Responder

Jairo_Beraldo

13 de agosto de 2010 às 22h37

"Os tucanos responsabilizam o JN pela queda do seu candidato à presidência, o Zé.Entraram em contato com o instituto para apresentar reclamações quanto ao período em que foi feito o levantamento (segunda, terça, quarta e quinta). A avaliação é que mais entrevistados declararam suas intenções de votos sob os efeitos das declarações de Dilma do que sob as do Zé ao JN. A petista concedeu entrevista ao casal 45 na segunda e o tucano, na quarta. Uns admitem que não podem justificar o resultado apenas com os efeitos do JN.O cálculo feito pelo deputado Jutahy Magalhães(um jenio) é de que 75% dos entrevistados pelo instituto assistiram Dilma, 50%, Marina e 25%, Zé. Isto, para ele, causa efeitos "imediatos" na pesquisa de intenção de votos. "O alcance do Jornal Nacional é muito grande. Só um quarto dos entrevistados assistiu o Zé", afirmou."

Porque os DEMO/tucanos relutam em fechar o caixão? O Zé está já putrefando, e querem esperar o milgre da ressucitação?Não vai acontecer!

Responder

    simas

    16 de agosto de 2010 às 23h22

    Poxa!… Existe ressurreição pro diabo? Qual é cara… Vc bebeu? Tá festejando?… Não está na hora, ainda…. Como vc quer ressucitar um cara diabólico, desses? Vc ja viu? Ele nem sabe o q quer… Ele se candidatou a prefeito,. desistiu. Ele se candidatou a governador, desistiu. Agora, ele quer se candidatar à presidência, só pra desistir, ora!!!… Vamos aplicar-lhe uma derrota; assim, ele sai, antes de entrar…risos Quem mto quer, nada tem. . Não é isso?…

klaus

13 de agosto de 2010 às 21h48

Um futuro governo Dilma com certeza não vai me decepcionar. Já a vocês…

Responder

    Leider_Lincoln

    14 de agosto de 2010 às 00h08

    … Quem sabe, né? Se Serra ganhasse, você sinceramente acredita que ele faria um melhor governo do que o do Lula, Klaus?

    Marcelo

    14 de agosto de 2010 às 07h21

    Se ela me decepcionar, assim como Lula fez, eu, minha família, meus amigos do Fundão e mais 80% do povo brasileiro gostaremos muito.

    Jairo_Beraldo

    14 de agosto de 2010 às 14h36

    Já para mim, será a consolidação de um país justo e economicamente correta na sua distribuição de renda.

    Helcid

    14 de agosto de 2010 às 17h25

    ô trollzinho, vai aí um sambinha pra sua "tristeza germânica":

    [youtube VPWRrmyfZ6w http://www.youtube.com/watch?v=VPWRrmyfZ6w youtube]

pedro

13 de agosto de 2010 às 21h46

rapaz! se a diferença for de -1 para + 8 nesses pouquinhos dias, acho que não vai dar nem 0 (zérimo) turno.
Dilma eleita por aclamação!

Responder

Claudio Ribeiro

13 de agosto de 2010 às 21h38

O Datafolha mostra a boca do jacaré bem aberta…
http://palavras-diversas.blogspot.com/2010/08/pes

O que terá contribuído, considerando a metodologia do Datafolha, para uma virada tão brusca em tão pouco tempo?
Até os minerais já sabiam desse resultado, antes mesmo de ser publicado…

Responder

antoniocm

13 de agosto de 2010 às 21h27

Vamos entrar em campo de vez! Tá na hora da militância começar a agir.
Yabadabadu!!!!
Dilmaaaaaaaaaaaaaaa I LOVE YOU !!!!!!!!!!

Responder

pereira

13 de agosto de 2010 às 21h00

O Dataserra terminou de jogar a pá de cal na candidatura do tucano, agora vem chumbo grosso de todos os lados porque eles ainda não desistiram, igana-se quem pençar que ele entregaram a luta, a direita joga sujo.

Responder

    Jairo_Beraldo

    14 de agosto de 2010 às 14h38

    Como era esperado isso, penso que as trincheiras do governo estão preparadas para defender o general.

O Brasileiro

13 de agosto de 2010 às 20h42

Só há uma maneira de o Serra ter 30% dos votos: se os pobres de SP e do PR continuarem com o voto de cabresto no Serra!
O PSDB se beneficia de um crescimento econômico ocorrido em todo o século XX, e do qual não participou como governo, para manter o voto de cabresto dos pobres de SP e do PR!
Eu ainda morava em SP quando a Marta governou São Paulo, e ela governou para os pobres. E a classe média paulista não perdoa quem governa para os pobres!

Responder

    simas

    16 de agosto de 2010 às 23h42

    'Ora, cara: vc quer o q? Que o eleitor paulista e paranaense, q se acha remediado… até pra lá de remediado; mas, não passa de sulamericano… Não adianta ser loiro, com olhos azuis… Não passa de índio, catequizado… Num primeiro momento, ate, pode ser confundido e passar pelo crivo… Mas, mais adiante, não vai passar, mesmo. Fica de lado… Daquele lado, onde não se tem direito, algum… Só de frequentar o banheiro… Depois, como é de praxe, é enfiado num avião, de volta e tem seus documentos entregues ao comando do avião… É duro, viu? Lhe tomarem os seus documentos, q são particulares; heim? Pq, numa hora dessas, não tem esses direitos q vc tem, aqui, em nossas terrinhas, não… Não tem, não: Isso, é q fico pensando, desse pessoal, eleitor da minoria-organizada, pertencente à uma elite, dominante e conservadora… É, issso, q eu penso e, ao mesmo tempo fico maquinando a razão dessa classe média, remediada, se curvar diante dos sonhos da elite, em troca de um reconhecimento, maior… algum diferencial, q seja… talvez, até, apenas, um sorriso… Pq?

Mauro

13 de agosto de 2010 às 20h24

A direita sabe disso e esta desesperada,procurando uma saida,mas as portas estão fechadas e o pior fechadas por eles mesmos estão trancados em um reduto que não passa dos 30% com certeza ai vai se travar uma batalha onde cabeças rolarão e enquanto isso DILMA CRESCE E APARECE junto a população que quer de fato participar da construção do BRASIL INICIADA POR LULA e enxergam a DILMACOM TODA AS CONDIÇÕES DE DAR CONTINUIDADE AAS POLITICAS DE LULA.
DILMAISSSSS
RETRCEDER JAMAISSSS
DILMA A ESTRELA DA VEZZZ

Responder

    augustinho

    14 de agosto de 2010 às 13h00

    Tambem eu, mauro, venho elocubrando o melhor que posso o que passaria pela cabeça e sentimentos deles.
    Para o estrato superior do conservadorismo, fica um cinismo de sempre, uma espera por uma oportunidade de
    assestar um GOLPE grande ao inimigo, e prosseguir no usofruto maximo de sua fatia no bolo, mesmo feito e confeitado pelo mortal adversario. quem sabe no futuro NOVOS meios de agir virão…
    Veja voce, me parece q para uma parte da direita classe media passa uma raiva enorme porque o torneiro mecanico consegue ' convencer' tanta gente!!!E de outra que se sintam como que empurrados por uma especie de avalanche para baixo e para um canto, um BECO.. da participaçao politica.
    Sao tentativas de entende-los.
    Por isso mesmo, a açao politica do PT e aliados tem que ser reconhecer a foto, nao chutar o cachorro e construir um pais novo ainda alem do que o ja realizado, para que os velhos vicios do inimigo nao tenham sequer o pantano onde por decadas e decadas se alimentaram.

ZePovinho

13 de agosto de 2010 às 20h08

A CONTRIBUIÇÃO DO JORNALISMO DE ECONOMIA PARA LEVAR SERRA AO 2º TURNO

Desmoralizada a ‘pauta de julho’, a do ‘superaquecimento da demanda’ que legitimaria novo round de alta nos juros em plena campanha eleitoral, o diretório midiático pró-Serra elegeu três assuntos prioritários para que o ‘jornalismo econômico’ faça a sua parte nos negócios, gerando imagens e ‘incertezas’ (sua especialidade) para levar a eleição ao 2º turno. Nesse esforço, o vale tudo não é força de expressão. Às pautas: 1] enfraquecer a Petrobras e inviabilizar a capitalização da empresa, indispensável ao exercício da soberania brasileira no pré-sal; aqui vale desde manipular notícias para desvalorizar as ações da estatal na Bolsa, à criação de um clima de ‘tragédia’ iminente em plataformas marítimas, explorando a associação com o desastre da BP; 2] paralisar o financiamento estratégico do BNDES para devolver aos ‘mercados’ a supremacia no controle do crédito e da política econômica em que pese o risco de um novo mergulho recessivo na economia mundial; aqui já se recorre à veiculação de notícias falsas, como fez o Estadão nesta 6º feira. O patriarca do neoliberalismo impresso informou em seu site que a OMC teria colocado o BNDES sob investigação por dumping na concessão de crédito barato; uma hora depois, a notícia foi desmentida pelo jornal Valor ; 3] implodir o Mercosul para realinhar a política externa à hegemonia norte-americana e solapar a integração regional progressista, que não interessa à coalizão pró-Serra. A pauta do ‘eixo-do-mal’ que uniria PT+Farcs+tráfico+Chávez etc perdeu apelo depois que a Venezuela e a Colômbia reataram relações esta semana. Mas a mídia nativa não desistiu de colocar Serra na vaga deixada por Álvaro Uribe, credenciando-o como novo líder da reação latinoamericana –-para isso é preciso, antes de mais nada, impedir a vitória de Dilma no 1º turno.
(Carta Maior; 14-08)

Responder

    Bonifa

    13 de agosto de 2010 às 21h52

    Esta notícia envolvendo a OMC é nítido crime de lesa-Pátria. Nos Estados Unidos isto daria prisão perpétua para o anunciante.

    augustinho

    14 de agosto de 2010 às 13h08

    Concordo com teu raciocinio. É por ai mesmo…
    MAS ocorre-me uma pergunta: Sera que essa turma tem um centro de planejamento, gente que pensa la na frente, um certo tipo de ' estado maior' , tipo uma ' situation room' e tudo?
    Se tiver, estamos com sorte: é gente que faz tempo se desvinculou da realidade do pais que o torneiro mecanico conhece tão bem.

    Ed.

    14 de agosto de 2010 às 18h41

    Que há um comitê envolvendo os barões da mediocrelite, do demotucanato e do PIG, é um consenso.
    Como vc bem falor, estão há tanto tempo controlando o poder dentro de seus bunkers que dissociaram-se qquase totalmente do que é o Brasil.
    Seu candidato, por ex. declara que não entende "sotaques". Só fala Moóquês!

Ali Kômiko

13 de agosto de 2010 às 19h59

Aumentou a vantagem em São Paulo e Alckimin tá praticamente eleito.
Serra deve estar desesperado por ter entregue seu quintal de bandeja ao Picolé de Chuchu.
Que o PSDB governe São Paulo eternamente e deixe o Brasil em paz..

Responder

    vladimir lacerda

    14 de agosto de 2010 às 07h18

    Concordo.Fora do Brasil é a solução.Pobre São Paulo.No dia 2 de janeiro de 2011 os eleitores paulistas estarão reclamando do Alckmin e em 2014 o reelegendo.Que fiquem com ele.Mas pode ter algo de bom nisto.Sendo eleito governador irá disputar a presidencia com Lula ou Dilma.Sei lá.Só sei que vai perder de novo.Serra deve voltar para a Prefeitura de São Paulo apoiado por Kassab.

Jairo_Beraldo

13 de agosto de 2010 às 19h57

O desespero do PIG, está tão latente, que até a poderosa Globo, se deu ao trabalho de soltar nota, dizendo que não é GOLPISTA. O descrédito é grande, e eles estão sem rumo, como o Zé, seu candidato.

Responder

Leonardo

13 de agosto de 2010 às 19h43

Uma bela reportagem, parabens Azenha, uma entrevista desta a gente não vê na televisão. Esta reportagem mostra o método do Sensus, agora o do Datafolha, que só escolhe os que tem telefone, conforme mostrou este portal outro dia, explica porque o Serra ainda está empatado. Mas, mesmo dentro deste universo pesquisado, o datafolha não tem como esconder a preferência do eleitorado por Dilma.

Responder

Rosamaria Carvalho

13 de agosto de 2010 às 19h43

A GLOBO como quer tudo não combinou com o PIG as metas de direita, então atropelou a BANDEIRANTES. A RECORD é concorrente mortal da GLOBO, é a crença contra a mentira, "a fé remove montanha e pode destruir meio GLOBO" . A Fátima Simpson começou como reporte, adquiriu maturidade, hoje ela está acima da bossalidade de um W. Bonner Simpson.

Responder

Ed.

13 de agosto de 2010 às 19h16

Serra ficará no seu nicho tradicional, em torno de 30%. (se bobear, fica abaixo).
O horário eleitoral, como bem observado, traz mais vantagens para Dilma do que para idéias de Chirico, tanto em resultados a apresentar quanto em tempo.
Restará a "gigrotesca" (gigantesca+grotesca) campanha do PIG que, parece, quando mais se intensifica, menos resultados tem oferecido.
Debates e entrevistas serão marqueterizados e Dilma já não será mais caloura.
Se não houver golpes abaixo da linha de cintura, o primeiro turno pode estar chegando…

Responder

ferrera13

13 de agosto de 2010 às 19h16

A lógica nos aponta a seguinte questão: se até o Ibope já deu conta de que Dilma Rousseff passou o candidato que mente por minuto, por que só o datafolha insiste em dar resultados tão questionáveis? Tem aquele vídeo do "Entre Aspas" em que o cientista político Antonio Carlos apresenta dados que apontam para um turno único.

Responder

    Bonifa

    13 de agosto de 2010 às 21h59

    O Datafolha não meteu o pé na jaca. Ele mergulhou de corpo e alma na jaca e nem se deu ao trabalho de proteger o nariz.

    Jairo_Beraldo

    14 de agosto de 2010 às 14h43

    O Zé pode mentir o quanto for, porque é ele quem mente, e ele é o preferido do PIG. A grande mídia brasileira está muito quieta. Vamos esperar até os 48 do segundo tempo para ver se não vão fabricar um novo escândalo para tentar levar a disputa para o segundo turno.

    ferrera13

    14 de agosto de 2010 às 16h09

    O novo escândalo responde pelo nome de Marina Silva. O PIG vai jogar tudo o que pode para promover a nova voz da direita brasileira. É a tentativa de impedir que o jogo termine já no primeiro tempo.

Davi

13 de agosto de 2010 às 19h14

Aanálide de Ricardo Guedes é fantastica do ponto de vista politico. o importante é que o Instituto é mais independente com relação ao DATAFRAUDE, a pesquisa do VOx POpules e da Sensos reafirmam a tendencia de crescimento e vitoria no primeiro turno. Dale Dilma.

Responder

william porto

13 de agosto de 2010 às 19h02

Só não haverá segundo turno se o Lula entrar de sola na campanha peitando a direita reacionária. A armação está à vista de todos, estão até usando Plínio, Marina também. Depois virá o mensalão requentado, dossiês e o discurso do medo, talvez lances da luta armada e, talvez, como Serra tentou lembrar na entrevista na Globo, falem na doença que Dilma teve. Sem uma ofensiva contra essa cambada a eleição vai, sim, para o segundo turno.

Responder

    vladimir lacerda

    14 de agosto de 2010 às 07h22

    Lula irá participar todos os dias do programa da Dilma.Ficará claro que esta eleição não é apenas plebiscitária,mas de projeto.Temos que optar entre o avanço social dos últimos anos ou o crescimento econômico sem distribuição de renda.
    O grande mérito deste governo foi mostrar que é possível tornar os ricos mais ricos e os pobres menos pobres.Se você imagina que 30 milhões de pessoas melhoraram significativamente de vida isto e apenas isto já justifica querer manter o mesmo projeto.


Deixe uma resposta para Maria Lucia

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!