VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Toledo: Depois da novidade, Campos e Marina despencam
Política

Toledo: Depois da novidade, Campos e Marina despencam


18/11/2013 - 19h17

ELEIÇÃO PARA PRESIDENTE

18.novembro.2013 17:59:27

Dilma aumenta vantagem, mas maioria quer mudança

por José Roberto de Toledo, no Estadão

A presidente Dilma Rousseff (PT) aumentou sua vantagem sobre seus potenciais adversários em 2014, segundo o Ibope. Se a eleição fosse hoje, ela venceria no primeiro turno. Mas a mesma pesquisa mostra que a maioria dos brasileiros espera que o próximo presidente promova mudanças – o que favorece a oposição.

No cenário em que concorre contra Aécio Neves (PSDB) e Eduardo Campos (PSB), a presidente venceria por 43% a 14% do tucano e 7% do governador de Pernambuco, segundo pesquisa do Ibope feita na semana passada. Dilma teria o dobro dos votos somados dos adversários. A diferença cresceu de 17 para 22 pontos em um mês.

No cenário em que Marina Silva (PSB) aparece no lugar de Campos, a tendência é a mesma. A atual presidente também ampliou de 5 para 13 pontos a distância para esses rivais. Dilma venceria agora por 42% a 16% de Marina e 13% de Aécio.

A pesquisa mostra que, passado o alvoroço em torno da fusão da Rede de Marina com o PSB de Campos, caíram as intenções de voto estimuladas para presidente em ambos. No caso de Marina, de 21% para 16%. E no de Campos, de 10% para 7%. Em ambos os cenários, Dilma foi a principal beneficiária dessa perda dos rivais. Mas é cedo para a presidente comemorar.

O Ibope perguntou aos eleitores com qual de quatro frases sobre o futuro presidente eles mais concordavam. A maioria optou por frases que indicam um desejo maior de mudança do que de continuidade: 38% responderam que gostariam que o próximo presidente “mantivesse só alguns programas mas mudasse muita coisa”; outros 24%, que “mudasse totalmente o governo do país”.

Apenas 23% disseram preferir que o novo presidente “fizesse poucas mudanças e desse continuidade para muita coisa”. E 12% prefeririam que ele “desse total continuidade ao governo atual”. Ou seja: 62% sinalizaram com preferência pela mudança, contra 35% que manifestaram desejo de continuidade de tudo como está.

A despeito disso, a avaliação de Dilma segue majoritariamente positiva. A proporção dos que acham o governo ótimo ou bom permanece estável: foi de 38% para 39%. A taxa dos que acham o governo ruim ou péssimo oscilou de 26% para 24%. O regular foi de 35% para 36%.

A taxa de aprovação também manteve-se no mesmo patamar: foi de 53% para 55% entre outubro e novembro. E a taxa dos que confiam em Dilma foi de 49% para 51%.

A pesquisa Ibope em parceria com o Estadão e organizações Globo foi feita entre os dias 7 e 11 de novembro, em 142 municípios de todas as regiões do Brasil. Sua margem de erro máxima é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, num intervalo de confiança de 95%.

Leia também:

Wilson Lima: Tucanos não descartam Barbosa com Aécio em 2014



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


23 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

José X.

20 de novembro de 2013 às 14h50

Marina Silva já foi novidade: em 2010. Duvido muito que repita a votação que então obteve, impulsionada por aqueles que queriam uma alternativa ao PT mas se amedrontaram com as baixarias fascistóides do PSDB. Eduardo Campos por sua vez não tem ressonância nem conteúdo, nem alcance nacional. É um abraço de afogados.

Responder

Joaquim Barbosa e os black bloc midiáticos na campanha de 2014 - Viomundo - O que você não vê na mídia

19 de novembro de 2013 às 16h57

[…] Depois da novidade, Campos e Marina despencam […]

Responder

paulo bueno

19 de novembro de 2013 às 16h12

é melhor p PT fazer uma militância digital
senão a vaca vai pro brejo.

nas redes sociais o PSDB domina.

Responder

Luiz Fortaleza

19 de novembro de 2013 às 14h35

Pensavam que iriam surfar na falsa rebeldia das ruas? kkkkkkkkkk quebraram a cara.

Responder

Beto Magalhães: A capa escandalosa de O Estado de Minas - Viomundo - O que você não vê na mídia

19 de novembro de 2013 às 13h27

[…] Depois da novidade, Campos e Marina despencam […]

Responder

MariaC

19 de novembro de 2013 às 13h26

Que mudanças?

Divisão de renda, real cobrança de impostos, fim do fator previdenciário. Fim dos subsídios a escolas privadas.Tudo pra ontem.

Responder

    MariaC

    19 de novembro de 2013 às 13h28

    Reforma política.

    Falando nisso, foi aprovada na Câmara (salvo…) a mini reforma política desobrigando o voto. Façamos uma pesquisa pra ver quem e quantos deixariam de comparecer às urnas. Questão da maior importância e ninguém sabe responder, nem o IBGE.

lulipe

19 de novembro de 2013 às 13h26

As pesquisas foram feitas entre os dias 7 e 11 de novembro, às prisões dos mensaleiros, dia 15.Se teve alguma influencia nos números só as próximas pesquisas dirão, além do mais, pesquisas hoje valem tanto quanto uma nota de três reais…

Responder

jose marcos

19 de novembro de 2013 às 11h36

Caro Azenha, segue cópia de e-mail que enviei para o Sr Cristiano Romero do Valor Econômico. Acho que vale divulgar.

Caro Sr Cristiano, seguem frases pinçadas da sua reportagem na edição do valor de hoje à pg. A10 (19/110):

-“…teria comentado Lula, segundo relato de um interlocutor…”

-“…conta um aliado…”

-“…um outro petista influente…”

-“…diz este integrante do PT…”

-“…reconhece um petista…”

-“…diz um conselheiro de Lula…’

-“…de acordo com as fontes ouvidas pelo Valor…”

-“…o que se diz em conversas reservadas do PT…”

“…assegura um interlocutor frequente do es-presidente…”

“…e de petistas próximos a ele…”

“…diz um petista…”

“…acrescentou a fonte…’

“…assegura um petista próximo do ex-presidente…’

“…revela outro petista…”

“…atesta um petista influente…”

“…revela outro petista…”

“…critica um petista…”

Sr Cristiano, queira me desculpar pelo meu comentário, mais assim fica fácil montar uma reportagem. Como pode uma reportagem que não cita nem um nome ter credibilidade??? Ha sim!!! o tal sigilo da fonte!!!. Outro detalhe, como vocês conhecem petistas hein?? impressionante!!!!

Infelizmente, Sr. Cristiano, fica muito claro a partidarização deste jornal e isto é lamentável, pois era um dos poucos que ainda tinha um mínimo de credibilidade.

Att, José Marcos

Responder

augusto2

19 de novembro de 2013 às 09h33

está na hora do combate.
E mais uma coisa: ué, o pizzolato nao entregou ha meses seus dois passaportes ao insigne ministro da alta corte? Entao,como saiu do país,driblando o cerco? Mostrou ser imune a ilusões.. e criativo.
E o que o insigne pode fazer com os dois passportes do pizzo? Os criativos leitorandos deste, estarão eles/as aptos a dar sugestoes?

Responder

Walter

19 de novembro de 2013 às 01h59

Os caras ainda não entenderam que a mudança é uma coisa tão vaga e tão abrangente está no ar… Não apareceu , e acredito que não vá aparecer, pelo menos até 2014 quem a encarne com sinceridade.Poderia até votar na gerentona do menos pior, mas ela não precisará do meu voto para levar no primeiro turno.Voto nulo.
Torço apenas para que quem encarne a mudança em 2018 não seja um evangélico ou um outro tipo de fundamentalista qualquer.
Nada é tão ruim que não pode ficar pior.

Responder

Lafa

19 de novembro de 2013 às 01h01

Segurem, que virá uma leva de pesquisas pós nova república barbosina, pós prisões ilegais. Dirão, mentirosamente, que Aécio subiu vertiginosamente. Enfim… o período de pesquisa desta é anterior às prisões torquemadianas.

Responder

JACÓ

18 de novembro de 2013 às 21h17

DILMA é uma DEUSA na PRESIDENCIA e LULA é UM DEUS na politica mundial.

Responder

Regina Braga

18 de novembro de 2013 às 20h57

Gentemmmmmmm…será que foi o pum engarrafado ou a fábrica de rolhas que despencou a dupla do Nada ou Quase Nada…Juro,não tive a intenção(só queria uma graninha).

Responder

Mariano

18 de novembro de 2013 às 20h37

PERGUNTAS QUE EU FAÇO A MARINA SILVA, A CABEÇA DE CHAPA.

– O que a Senhora acha do programa Mais Médicos, do governo federal?

– A Senhora pretende comandar as manifestações contra o governo Dilma em 2014?

– A Senhora é uma black bloc?

– Para que a Senhora quer ser Presidente da República?

– Quanto o banco Itaú prometeu colocar de dinheiro em sua campanha do próximo ano?

– É verdade que a Senhora andou prometendo aos banqueiros que em caso de vitória as reuniões do Copom seriam semanais?

– Se perder a eleição de 2014, a Senhora pretende apelar para o tapetão ou esperar calmamente por 2018?

– Por que a Senhora transpira tanto ódio, por todos os poros, contra a presidenta Dilma? Qual o mal que ela lhe fez?

– É verdade que em caso de vitória o ministério da Justiça do seu governo será ocupado pelo o insigne ministro Gilmar Mendes?

– Se eleita, a Senhora pretende fechar o Congresso Nacional? Se não, como vai governar com os deputados que serão eleitos em 2014, já que a Rede quase foi criada com este nome exatamente porque a Senhora detesta a política e os políticos de uma maneira geral?

– A Senhora já leu o livro “Cabeça de Planilha” do Jornalista Luis Nassif? Se já leu, porque não se afasta imediatamente das ideias do Sr. André Lara Resende, o homem que ficou podre de rico no governo FHC? Tá tão rico que transporta cavalos para Londres de avião e em ambiente climatizado, of course!

Só para refrescar a sua memória, Lara Resende estava no governo do príncipe dos sociólogos quando da implementação do plano Real, participando diretamente das formulações da equipe econômica, e era sócio de um Banco na outra ponta, faturando horrores com informações que, por sua posição, eram pra lá de superprivilegiadas. Em suma, qual a participação que terá o Sr. André Lara Resende no seu governo?

– E sobre o pastor Feliciano, qual será o ministério por ele ocupado? O da Teocracia? E as leis, virão da Bíblia ou do Corão?

– O que a Senhora acha do homossexualismo e do aborto? E da qualidade do oxigênio que nós respiramos? E do fato das vacas poluírem tanto o nosso meio ambiente com os seus puns carregados de metano?

– E finalmente, quem será o cabeça de chapa de sua chapa, a Senhora ou o neto de Arraes?

Concluindo, eu poderei até votar na chapa Marina/Campos (ou será Campos/Marina?), mas eu preciso saber o que a Senhora tem na cabeça. Deixe de birra com a Dilma e elabore um programa consistente de governo. Se o seu programa for melhor do que o dela (ainda que pelo menos no papel) eu prometo pensar no assunto. Com todo respeito, Notívago.

Responder

    Aline C. Pavia

    19 de novembro de 2013 às 13h13

    É a candidata dos sonhos do lukas, lulipe e rodrigo leme, que com suas contribuições tão grandemente abrilhantam este blog.

Rafael

18 de novembro de 2013 às 20h21

A questão das perguntas é relativo. Questão é que os partidos que concorrem com o PT não representam em nada mudança. Que mudança seriam??? Qual partido confiam mais para essas mudanças???
Óbvio que nosso país precisa mudanças. A começar pela reforma política. Os políticos não podem continuar reféns da globo e de empreiteiras.
Do meu ponto de vista, acredito que essa mudança que o povo quer é SAÚDE, SEGURANÇA E EDUCAÇÃO. Se o PT conseguir consertar o sistema de saúde, educação e diminuir violência terá feito a mudança que o país precisa. Mas para isso depende de ajuda. Não consegue fazer isso sozinho, precisa dos governo estaduais e das prefeituras.

Responder

Messias Franca de Macedo

18 de novembro de 2013 às 20h08

… Na fotografia acima, o casal -20!…

Lá isso é oposição, sô?!…

República Desses Bananas Podres da eterna oposição ao Brasil! ‘O cheiro dos cavalos ao do povo’!…
Bahia, Feira de Santana
Messias Franca de Macedo

Responder

gsdanilo

18 de novembro de 2013 às 19h55

Esse Toledo é um daqueles que vivem lá no Instituto Mileniun. Com sua análise torta, tenta inventar uma brechinha para a oposição mau caráter. Não precisa ser gênio para perceber que os pesquisados, ao considerarem que o próximo presidente deverá realizar mudanças, consideram que Dilma é a mais capacitada para isso, senão não estavam lhe dando o dobro de intenções de voto sobre os demais candidatos. É, essa turma não se emenda mesmo e podem vir contando todas as mentiras do mundo que não vai dar mesmo pra eles. Porém, fiquemos atentos, pois os golpistas mor, tipo FHC o cachorro entreguista vira-latas – já estão há muito em desespero, e certamente estão conspirando e seguindo ordens de seus patrões do norte. Aliás, FHC foi o único ex-presidente que não compareceu a cerimônia de recebimento dos restos mortais de Jango

Responder

edir

18 de novembro de 2013 às 19h50

È só os militantes trabalhar e trabalhar.

Responder

FabioT

18 de novembro de 2013 às 19h48

perguntinha mais capciosa essa hein? afinal que mudanças ? tudo que está ai? eita, tinha que ser ibope

Responder

Lucas F

18 de novembro de 2013 às 19h23

possível interpretação: ninguém põe a menor fé na capacidade da oposição em fazer algo para o país. No entanto, todos sabem que o PT “esconde o leitinho”, poderia fazer muito mais, infelizmente tem o rabo mais do que preso com compromissos chamados Globo, PMDB, Odebretch, PP, entre outros.

Por quanto tempo os petistas seguirão achando que o grande adversário é o PSDB? Esse partido quase nem existe mais! O verdadeiro inimigo agora hoje se encontra dentro do governo, isso é o que falta muita gente reconhecer.

Responder

    jacinto

    18 de novembro de 2013 às 20h00

    Acho que não se pode desprezar a mídia golpista.


Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!