VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Pimenta: Para atar Brasil ao neoliberalismo, mídia apoia destruição praticada por Bolsonaro e silencia sobre projeto de reconstrução do PT
Jacaré morto no Pantanal devido às queimadas criminosas, o retrato do Brasil de Bolsonaro. Reprodução TV Globo
Política

Pimenta: Para atar Brasil ao neoliberalismo, mídia apoia destruição praticada por Bolsonaro e silencia sobre projeto de reconstrução do PT


30/09/2020 - 16h49

O projeto democrático do PT de reconstrução e transformação do Brasil e o silêncio da mídia

Por Paulo Pimenta*

O lançamento do “Plano de Reconstrução e Transformação do Brasil” apresentado ao País pelo Partido dos Trabalhadores no dia 21 de setembro foi recebido pela mídia corporativa com um fragoroso silêncio.

A estratégia de blindagem do pensamento único neoliberal segue firme, navegando no pântano que a própria mídia cavou.

Não se comove mesmo diante da sucessão de catástrofes que desatou desde o golpe de 2016 e mergulhou o Brasil na calamidade em que hoje se encontra.

Ponte para o atraso

O Brasil da “Ponte para o futuro”, prometido pelos neoliberais no golpe de 2016 se converteu em pasto da pilhagem internacional, se encontra à mercê do atropelo do Estado Democrático de Direito, do desemprego de 14 milhões de pessoas, da incompetência e do autoritarismo dos militares que ocupam indevidamente altos postos na administração civil, e segue colhido pela conjugação das crises econômica, social, ambiental e cultural, agora agravadas pela crise sanitária.

Para os oligopólios midiáticos, sempre atados ao sonho das elites empenhadas em construir uma democracia sem povo, é necessário manter a interdição das esquerdas.

Nessa batalha de valores travada dentro da moldura da “guerra cultural” decretada pela extrema-direita é necessário reduzi-las ao silêncio, à invisibilidade.

Ativismo judicial

Ainda que para isso se converta em norma a aberração da campanha presidencial de 2018, em que o Judiciário encarcerou de forma arbitrária e política Lula, o líder nas pesquisas, e quando vimos ser escolhido presidente da República um candidato sem programa (mas com uma gigantesca e ilegal rede de fakenews), que usou toda a sorte de subterfúgios para não participar de debates com seus adversários sobre o que propunha para o País.

Para onde nos leva o índex dos meios de comunicação corporativos, ao adotarem a censura ideológica como método de combate contra qualquer projeto que não se enquadre no receituário neoliberal?

As opções não são muitas.

A mais provável é a que testemunhamos nesse momento: para atar o país à camisa de força do neoliberalismo, os oligopólios de comunicação dão força ao governo neofascista de Bolsonaro, instrumento encontrado pela plutocracia para impor essa agenda criminosa.

Terão que assumir diante da história a responsabilidade pela escolha.

Projeto do PT para o Brasil

Só para lembrar: Depois do golpe de Estado de 2016 algum partido – à esquerda ou à direita no espectro político brasileiro – ofereceu ao debate um projeto para o Brasil com começo, meio e fim?

O PT, sim, como podemos ver abaixo:

“(…) O PT propõe um novo modelo de desenvolvimento, uma nova forma de gerir a economia, o Estado e a Sociedade fundamentada na valorização da vida e na solidariedade.

Esse projeto vai avançar assentado nos mesmos objetivos básicos e nos mesmos valores que orientaram os governos petistas: distribuição da renda e da riqueza, redução das desigualdades e eliminação de suas causas estruturais, superação da pobreza e da fome, ampliação das oportunidades educacionais e do direito ao trabalho, expansão e melhoria da qualidade dos serviços públicos gratuitos e do Estado de Bem-Estar, afirmação da soberania, conservação ambiental e desenvolvimento sustentável, ampliação dos espaços democráticos e da participação popular, promoção de ações efetivas em prol da ampliação de direitos”.

O Partido dos Trabalhadores não formula essas propostas abstratamente para abri-las ao debate com as forças democráticas do País, os partidos, os movimentos sociais e culturais da sociedade civil.

Elas estão ancoradas na sólida experiência dos governos democráticos e populares, reconduzida em quatro eleições sucessivas e interrompida pelo golpe de Estado de 2016.

“Tais governos conseguiram combinar, de forma inédita no Brasil, crescimento sustentado com distribuição significativa de renda, redução da desigualdade, diminuição substancial da pobreza, eliminação da pobreza extrema, superação da fome, redução da mortalidade infantil e desnutrição, combate ao racismo e à violência contra as mulheres, ampliação extraordinária da inclusão escolar e das oportunidades educacionais, expansão e melhoria da qualidade do sistema de saúde pública, do Sistema Único de Assistência Social e do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, enorme crescimento do atendimento às necessidades habitacionais da população de baixa renda, criação de programas voltados à diversidade e cidadania cultural, afirmação da soberania, ampliação do protagonismo internacional do país, redução substancial do desmatamento, principalmente na Amazônia, ampliação dos espaços democráticos de participação popular”

Um Brasil justo, democrático e independente

A iniciativa da Fundação Perseu Abramo e do Partido dos Trabalhadores, com outras forças do campo das esquerdas, ao lançar o Plano de Reconstrução e Transformação do Brasil, preencheu um vazio no debate sobre os rumos do país.

Deu o passo necessário, para além da denúncia do governo criminoso de Jair Bolsonaro que associa na sua perspectiva e no seu desempenho essa dupla calamidade: o neoliberalismo como meta e o neofascismo como instrumento operacional.

O Plano de Reconstrução e Transformação do Brasil afirma o potencial das forças comprometidas com a democracia para oferecer um caminho capaz de reconduzir o Estado Brasileiro ao encontro do seu próprio povo.

Não se pode ignorá-lo. A proposta despertará o debate ainda que não seja o desejo dos proprietários dos oligopólios ou dos seus editores, porque tem densidade social, representa aspirações de milhões de brasileiros e brasileiras organizados em espaços legítimos de ação política.

Por último, mas não menos importante, que espécie de democracia é essa que insiste em manter na clandestinidade as ideias de um Plano de Reconstrução e Transformação do país sistematizadas e propostas para debate pelo Partido que elegeu a maior bancada de deputados no Parlamento?

*Paulo Pimenta é deputado federal (PT-RS)



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


8 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Sebastião Farias

02 de outubro de 2020 às 10h39

É, a triste história do povo brasileiro e do brasil, continua com Congresso Nacional, com supremo e com tudo, vejam e tirem suas conclusões com a própria consciência. As elites rurais e urbanas, os banqueiros e investidores improdutivos (rentistas), a imprensa conservadora e alinhada à causa histórica, partidos políticos impatrióticos, justiça e FFA’s, etc, a história e a Internet, são testemunhas vivas que estão aí e não deixam dúvidas.
Viva a Constituição Federal da República Federativa do Brasil que em seu Parágrafo único do Artigo 1º diz e atesta, aliados aos Artigos 2º e 3º, dentre outros :
Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
I – a soberania;
II – a cidadania;
III – a dignidade da pessoa humana;
IV – os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa; (Vide Lei nº 13.874, de 2019)
V – o pluralismo político.

Parágrafo único. “Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.”

Art. 2º São Poderes da União, independentes e harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o Judiciário.

Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil:
I – construir uma sociedade livre, justa e solidária;
II – garantir o desenvolvimento nacional;
III – erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir as desigualdades sociais e regionais;
IV – promover o bem de todos, sem preconceitos de origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras formas de discriminação.
https://www.tubinews.com/2019/03/links-para-historia-do-brasil-de-1894.html?m=1 ;
https://jornalggn.com.br/noticia/stf-autoriza-venda-de-refinarias-da-petrobras-sem-aval-do-congresso/ ;
https://www.brasil247.com/brasil/bolsonaro-celebra-decisao-do-stf-que-libera-venda-de-refinarias-sem-aval-do-congresso ;
É osso. Nossa colaboração à instrução e conscientização daqueles irmãos, cidadãos brasileiros que quiserem se afastar da ignorância e conformismo que tanto lhes prejudica e ao povo. Leiam a CF, por favor, e aprendam a serem bons cidadãos, enquanto podem.

Sebastião Farias
Um cidadão brasileiro nordestinamazônida

Responder

Zé Maria

01 de outubro de 2020 às 18h17

É preciso compreender que, mesmo que criticasse o
desgoverno Bolsonaro/Mourão, de forma adequada, a
Mídia Venal, Capitalista, Corrupta, Comprada e Vendida,
Anti-Nacional, Impatriótica, jamais iria mostrar algo de
positivo advindo do Partido dos Trabalhadores (PT).

É questão Ideológica de Cunho Econômico-Financeiro,
vez que a Imprensa-Empresa defende o Neoliberalismo
privilegiando apenas economistas, consultores, políticos
e Partidos Afinados com a Ideologia Capitalista Neoliberal.

Por exemplo, a Mídia Empresarial, ao apoiar o Agronegócio
Abusador de Agrotóxicos e Predador Ambiental, está a
elogiar, direta ou indiretamente, as ações de Ricardo Salles,
Ministro [da Degradação] do Meio Ambiente, e também de
Teresa Cristina, da Agricultura [e do Veneno], assim como
está a louvar, a Desestatização e o Desregramento [leia-se
Esculhambação] da Economia, sob o Comando de Guedes.

Por conseqüência, pode-se afirmar que essa ‘Impren$a’
braZileira – e a maioria de seus Jornali$ta$, principalmente
os de Brasília e do Sul-Sudeste – é Governista Bosonarista
da Cabeça aos Pés.

Aliás, seria até demais exigir que a Rede Globo e a Mídia
FasciPaulista, e seus Tentáculos Regionais, sendo dessa
forma Convictas da Economia de Mercado Desregulado
– até porque os Bancos e as Corporações Financeiras são
seus principais Patrocinadores – atuassem de maneira a
dar espaço à divulgação do “Plano de Reconstrução e
Transformação do Brasil” apresentado pelo PT.

Assim é que o PT não dá Mídia, a não ser de Modo Negativo
em Operações ilegais e Sensacionalistas da Lava-Jato.
Veja-se que os Patifes tentaram envolver o Advogado dos
Bolsonaro* com os Defensores de Lula e com o Presidente
da OAB, em evidente Abuso de Autoridade do Juiz Bretas**,
mas agora só denunciaram o Corrupto Frederick Wassef* e
seus Cúmplices – inclusive o “Colaborador, Réu Confesso” – porque em relação aos demais não há uma prova sequer.

*(https://www.conjur.com.br/2020-set-25/mpf-denuncia-wassef-peculato-lavagem-dinheiro)

** ARMAÇÃO ILIMITADA
Sem Delimitação, Bretas Promoveu
“Arrastão Cautelar” Contra Advogados
https://www.conjur.com.br/2020-set-23/delimitacao-bretas-promoveu-arrastao-cautelar-advogados

https://www.conjur.com.br/2020-set-17/oabs-apresentam-reclamacao-stf-bote-dirigido-advocacia
https://www.conjur.com.br/dl/oab-mudrovitch.pdf
https://www.conjur.com.br/2020-set-18/reclamacao-oab-stf-anulacao-buscas-advogados

Em tempo:

Sob os Aplausos Efusivos da Globo
e de seus Escravos Domesticados [*],
por Maioria de 6 Votos (dos Ministros
Alexandre, Barroso, Toffoli, Carmen e
Gilmar) contra 4 (Fachin, Rosa Weber,
Lewandwski [**] e Marco Aurelio), o STF
decidiu por negar a Suspensão da
Venda das Refinarias da Petrobras.

O PréZidente Fucks assim resumiu
a Decisão da Corte do Mercado:

“Todos os países do mundo pregam
o desinvestimento para crescer.”

Fucks excluiu a China do Mundo, quiçá porque não prega
‘desinvestimentos’ e é atualmente o Único País do Planeta cuja Economia Cresce consistentemente.

[*] https://g1.globo.com/politica/noticia/2020/10/01/supremo-nega-suspender-venda-de-refinarias-da-petrobras-contestada-pelo-congresso.ghtml

[**] O Ministro Ricardo Lewandowski, ainda tentou salvar
a Pátria, literalmente, afirmando que a Decisão de Venda de Ativos da Petrolífera Estatal Brasileira é uma “Negação dos Objetivos que levaram à Criação da Petrobras”.

“Tenho para mim que a criação de subsidiárias, tal
como vem sendo praticada, ou seja, unicamente
com o objetivo de vender ativos, não só afronta a
Constituição e o quanto decidido pelo plenário,
também parece configurar expediente empregado
furtar o controle pelo Congresso Nacional”, afirmou.

Responder

Stalingrado

01 de outubro de 2020 às 17h40

O deputado esperando que a grande mídia faça propaganda para o PT? Ainda não entendeu que o PIG é inimigo?
Deputado, o PT precisa ocupar as redes sociais, hoje elas são controladas pelos fasci-milciano-evangelicos.
Se o PT quiser, terá a maior rede de comunicação do Brasil.
Vejam Privacidade Hackeada e leiam o livro Subliminar de Leonard Mlodnov.

Responder

Henrique Martins

01 de outubro de 2020 às 14h14

https://noticias.uol.com.br/colunas/chico-alves/2020/10/01/malafaia-sobre-stf-frustracao-so-se-proximo-ministro-nao-for-evangelico.htm

Voces foram vítimas das fakes que defendem ao apoiar esse governo. Vocês merecem!. Esse homem trai todo mundo que passa em seu caminho. Só cego é que não vê. O perfil do escolhido mostra o nível da traição. À época da nomeação de outro do ministro do STF só vai rolar terrivelmente evangélico se ele tiver algo a ganhar com isso. Se tiver que apagar algum incêndio com outro perfil vai faze-lo sem titubear. Vocês pensam que são muito espertos, mais são ‘passaveis’ para trás por gente que se acha mais esperta que vocês.
Agora não se preocupem que vocês não vão ter essa decepção. Simplesmente porque ele chega até lá.

Responder

lulipe

01 de outubro de 2020 às 14h02

Projeto de reconstrução, do PT? Faz-me rir…..

Responder

Mancini

01 de outubro de 2020 às 11h59

Batem em Bolsonaro mas nenhuma linha/fala sobre o PT. E a minha maior preocupação é com a eleição em 15/11. Não vejo a atenção necessária por parte da esquerda! [linkamos] https://refazenda2010.blogspot.com/

Responder

Henrique Martins

01 de outubro de 2020 às 10h15

URGENTE para Roberto Carlos

Roberto Carlos, por favor, em nome da grande fé que você tem em Jesus te imploro que se manifeste sobre a sua belíssima música Amazônia. A letra dela tem tudo o que o país precisa para fazer uma reflexão sincera neste momento.
Fique com Deus.

Quem tiver contato com Roberto Carlos por favor leve minha mensagem.

https://www.vagalume.com.br/roberto-carlos/amazonia-2.html

https://youtu.be/hWhIanMY7ys

Responder

Zé Maria

30 de setembro de 2020 às 22h36

Excerto Definidor do desgoverno Bolsonaro/Mourão
e toda a Milicada Miliciana da Mamata:

“[Des]governo criminoso de Jair Bolsonaro que associa na sua perspectiva e no seu desempenho essa dupla calamidade: o neoliberalismo como meta e o neofascismo como instrumento operacional.”

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!