VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Política

Perguntas simplórias – e José Dirceu deita e rola


02/11/2010 - 15h23

Perguntas simplórias, chavões ideológicos, despreparo jornalístico. E José Dirceu deitou e rolou no Roda Viva.





328 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Mário SF Alves

20 de novembro de 2010 às 20h37

Ufa! Isso foi um alívio! Depois dessa, é só admitir: "há bem mais mistérios entre o céu e a terra do que ousa imaginar nossa vã filosofia". Gostaria de parabenizar o entrevistado! Firme, valente e coerente e político do início ao fim. Aí, só o Roda-Viva, mesmo. Não dá para ignorar as tantas e tantas vezes que o programa encheu seu público de satisfação. E é ainda o mesmo que agora nos lava a alma nessa instigante entrevista, e que mais parece o descortinar um novo tempo.

Responder

Fábio Caparica » Blog Archive » del.icio.us entre 28.09.2010 e 09.11.2010

13 de novembro de 2010 às 10h19

[…] Perguntas simplórias – e José Dirceu deita e rola | Viomundo – O que voc&e…Perguntas simplórias, chavões ideológicos, despreparo jornalístico. E José Dirceu deitou e rolou no Roda Viva. […]

Responder

Sheyla de Lima

09 de novembro de 2010 às 08h52

Uma entrevista que poderia ser muito interessante, apesar do entrevistado ter sido brilhante, foi um tanto medíocre. Jornalista que não se continham e desrespeitavam a fala do entrevistado. Perguntas prontas, ofensivas…lastimável. Havia um tanto de raiva e admiração por parte de alguns jornalistas…vi do início ao final. Revi a entrevista pela net e vou comprar o DVD. Acredito que em um curto ou médio prazo, após o julgamento do Zé Dirceu pelo Supremo(torço e acredito que será inocentado), ele voltará a ser entrevistado, e mudará muito o tom de quem o entrevistou.

Responder

Flávio Sereno

08 de novembro de 2010 às 08h52

Augusto Nunes, que me fez lembrar Renato Maurício Prado da SPORTV, com seu estilo "carteirada" de perguntar e não aceitar resposta, termina sua questão com o inacreditável complemento: "depois você me responde". Também chama de "aliança com o Irã" a disposição brasileira de negociar a crise nuclear envolvendo aquele país e produz, como uma ostra, a pérola: "você está defendendo a bomba para todos". Consegue ainda se superar ao dizer que gostou mais das perguntas que das respostas no momento de analisar a entrevista ao fim do programa.

Guilherme Fiúza faz uma pergunta: "Quem é Dilma Roussef?". Essa podemos sugerir que consulte o Tribunal Superior Eleitoral. Será que como toda a sua perspicácia, esteve isolado no Sítio do Pica-Pau Amarelo e perdeu essa informação?

Responder

Flávio Sereno

08 de novembro de 2010 às 08h51

Ffaz pouco tempo a mesma Marília Gabriela entrevistou o mesmo José Dirceu em seu programa na GNT. Impressiona a diferença de postura da entrevistadora e a qualidade da entrevista.

Com seus braços de catavento, agora faz perguntas casadas com respostas ("você vai dizer que não mas…"), agride o entrevistado ("você não pode isentar o partido de maneira louca"), faz perguntas pseudo-inocentes ("nós vamos assistir a um loteamento de cargos?"), e apela ao deboche ("vamos dizer com delicadeza pra você não ficar bravo") e ao cinismo ("eu sabia que esse programa ia dar nisso"). Por fim demonstra todo seu domínio da mesa de inquisição: "sem falar um em cima do outro".

Já os entrevistadores, exercendo a futorologia, ("Erenice ia ser ministra") e expressando mais uma vez a indignação seletiva, ligam a metralhadora giratória e levam o entrevistado ao ponto de dizer: "posso falar e terminar de dizer a minha posição?"

Responder

Ma.do Socorro Vieira

07 de novembro de 2010 às 03h23

De jornalistas eles só têm o nome. A excessão do Sergio Lírio, os outros foram grosseiros, mal educados, desrespeitosos.
Eles se submetem a "pau-mandado" dos "patrões". As perguntas bem tendenciosas, parecia uma enquete policial.
O Zé foi clássico nas respostas e na postura. Parabéns!

Responder

Craquebrito

05 de novembro de 2010 às 09h30

Me parece que vocês estão misturando um pouco as coisas. Xingar a besta do Augusto Nunes e defender o José Dirceu não são atitudes complementares. A arrogância e destempero da turma de interrogadores do Roda Viva não impede que se faça uma análise imparcial das respostas de Dirceu e do teor do seu discurso. E não foi tão bom quanto vocês consideram. Se vocês trocassem o Dirceu pelo Eurico Miranda, não faria a menor diferença. Ele teria dito tudo igual: "Não fiz nada disso. Cadê as provas." É uma atitude justificável para um réu, mas não para alguem que não tem nada a temer. O José Dirceu não é o demônio que se pinta na mídia reacionária, mas não é o santo injustiçado que alguns aqui fazem parecer. Ele é cínico, acha que os fins justificam os meios, e tem falhas de caráter notórias, como todos nós, só que talvez mais graves. Tem o seu valor, é muito inteligente, e poderia ser um líder político histórico para o Brasil. Não é. E tudo isso não é só invenção do ignóbil Augusto Nunes. Não gostaria de ver essa polarização da grande mídia nos tolher a autocrítica, criando uma defesa mecânica e pouco reflexiva dos aliados do governo. Se formos por esse caminho, os riscos são grandes para o comprometimento desse magnânimo projeto atual de Brasil.

Responder

    A. Kazelux

    05 de novembro de 2010 às 15h41

    Boa, Craquebrito! Deixemos então o Augusto Nunes de lado. Sua observação sobre Dirceu foi "bola dentro". Como eu disse, não gostei da entrevista. Podia ter apreendido alguma coisa naquela hora e tanto de programa. Não rolou :-(

    Renato Lira

    07 de novembro de 2010 às 04h52

    Porém Dirceu não falou só "cadê as provas" e "não fiz nada". E le também falou "leia o processo", "leia os autos". Coisa que os "jornalistas" citados, inclusive a besta quadrada demotucana de nome Augusto Nunes certamente não fez.

    E, parafraseando a lei, cabe a quem acusa provar. Mas tem jornalista sabujo neste país que nem lê e quer acusar, pra agradar o chefe.

    Eduardo Zani

    10 de novembro de 2010 às 03h32

    O problema sao as realidades paralelas. Nao se ater a fatos, provas e autos. Se nao acreditarmos na cientificidade das profissoes delegadas em lei, tanto para o inicial inquerito pelas policias judiciarias, como para a apreciacao do delito e formalizacao da denuncia pelo MP, como a aceitacao ou nao da denuncia e seu possivel julgamento no judiciario, iremos acreditar em que, em pleno ano de 2010? Plena Era da Informacao? Se nao acreditarmos nas Instituicoes criadas e regulas por LEI, iremos acreditar em que? Como disse esse tal de Augusto Nunes, "leia a imprensa?" Como assim. Tenho que assistir um semi-facista, que nao acredita em Instituicoes, provas, Estado de Direito, direitos do cidadao, como sigilo bancario, telefonico, direito a privacidade, presuncao de inocencia, conquistas da civilizacao a troco de muito sangue, de seu, de nososos antepassados, e ainda bater palmas pra ele? Concordar com ele? Nao meu amigo, nao eh por ai.
    Dirceu pode nao ser o santo, que ele nunca pregou que eh, e nunca vi ninguem pregando que eh. Se vc tem esse video, texto, gravacao, compartilhe com a gente. Tem defeitos e acertos como todos. Mas inegavelmente eh um OTIMO quadro politico e tomara que consiga resolver suas pendencias com a justica e ainda prestar algum servico, dentre tantos outros, que prestou ao pais. Mas dai defender esse tal de Augusto, pera la. Ele pode ser ate um otimo jornalista, mas precisa voltar pra Terra, deixar o mundo paralelo e se ater a fatos, provas e autos. Seguindo dessa forma e deixando as maravilhosas, viciantes e pertubadoras visoes do mundo paralelo, que tao bem satisfazem o ego dos doentes dele.

    Mônica

    10 de novembro de 2010 às 09h49

    Parabéns pelo comentário.

Manoel B

05 de novembro de 2010 às 01h33

O homem é fera!!!! Dirceu é muito articulado. O homem é muito bom, daria um ótimo presidente da republica. Ninguém consegue coloca-lo num beco sem saída. Tudo que ele disse é verdade. A imprensa precisa de uma regulamentação a exemplo da de paises europeus.

Responder

clerouak

04 de novembro de 2010 às 12h24

Fico bastante emocionado de ver uma pessoa como Zé Dirceu no meio de tantas almas com um discurso arrogantemente moralista , mas que ao meu ver lhes falta tonos moral para qualquer pergunta de cunho social , seria infinitamente mais interessante ver Zé ser entrevistado por Nelsom Rodrigues , Bob Dylam , Nelsom Mandela , Lula , Gandhi , Frei Beto , Algusto Boal , Chico Buarque , Zé do Caixão , o Paulinho de 7 anos de idade (meu amigo de Nazaré Paulista ), qualquer um, menos pessoas compRetamente tendênciosas , reaça , "cumedu" de quadrilhas comunista bandidas do mal , fico só pensando como é que jornalistas como esses tem a oportunidade de estar em um meio de comunição tão poderoso …Viva as reformas! Já que revolução é coisa de comunista bandido , que venham as reformas de tudo , mas principalmente da caixa dos burros ! A televisão .
E viva Zé e Nelsom Rodrigues!
um beijuu

Responder

A. Kazelux

04 de novembro de 2010 às 12h20

Olha, eu me pergunto se os comentários aqui são selecionados. Será que todo mundo tem opinião contra os jornalistas? E a favor de ZeDirceu? Vamos lá, a entrevista foi ruim mesmo! Mas não foi culpa só dos jornalista. Eles até tentaram levantar algumas bolas. Guilherme Fiuza começou um raciocínio interessante. Mas, me desculpem, ZeDirceu só reforçou a imagem de homem esperto, grande degladiador de palavras. Ele nunca está la, na hora que o problema eclode. Pepino no PT? Ele estava no governo. Problema no governo? Ele é só do PT. É inocente de tudo, não sabia de nada. Assim como tantos outros. É difícil de acreditar que seja mesmo assim. Pensei que ia aprender mais alguma coisa de uma passagem obscura da história do Brasil. Sejamos pró ou contra PT e Lula, não há dúvida de que foi uma passagem obscura. Assim como a ascenção e queda de F.Collor. Mas a entrevista foi só um pinga fogo de acusações e defesas. Frustrante.

Responder

    Mila

    05 de novembro de 2010 às 10h05

    Grande parte por culpa dos jornalistas que fizeram perguntas idiotas e quiseram que o Dirceu se auto-incriminasse o tempo todo. E Dirceu tirou de letra. Não há de ser em programa de entrevista que você aprenderá grande coisa. Vou ser malvada agora: a Marília Gabriela estava de porre?

Direitista reaça

04 de novembro de 2010 às 11h02

Só tem petista neste blog.

Responder

    Ageu

    04 de novembro de 2010 às 16h25

    Então xô, estrupício!

    Ercília Maria

    05 de novembro de 2010 às 00h49

    Então vc é um deles?

    Renato Lira

    07 de novembro de 2010 às 04h56

    É só petista bobo, feio e malvado, né , menino?

    Augustinho Nunes é bonzinho, limpinho e cheiroso, e "imparcial", né, menino?

CC.Brega.mim

04 de novembro de 2010 às 01h20

imperdoável.
violação da lei sagrada da hospitalidade
convida pra sua casa e insulta o convidado!
grotesco insano estúpido

o zé se saiu muito bem
grande força ele tem.
já enfrentou coisas piores
como ele mesmo disse
sempre na luta.

Responder

Giovbanni N Pacheco

04 de novembro de 2010 às 00h36

A DIlma teve 56 milhões de votos. O Augusto Nunes e A Marilia perguntam: Quem votou na Dilma? Não há dúvidas. Os marcians elegeram a Dilma. Afinal, não é sobre a eleição de Marte que eles estavam debatendo?

Responder

Leonidas de Souza

03 de novembro de 2010 às 23h42

Esse programa foi uma vergonha para a TV Cultura, o despreparo dos jornalistas foi uma vergonha, o José Dirceu não teve nenhum trabalho para dar um verdadeiro baile neles.
Se limitaram a repetir os factóides que a própria Mídia inventa, quando confrontados com os fatos, não tinham o que dizer.
Saudades do Heródoto Barbeiro.

Responder

João Carlos

03 de novembro de 2010 às 22h49

Habitualmente não vejo tv. Mas dado o destaque que o blog deu a este program, o Roda Viva, acabei assistindo ao vídeo.
Fiquei impressionado, pois não sabia que o que consideram jornalismo nada mais é do que um festival de ignorância, preconceito, falta de educação, desrespeito à diversidade de opiniões e por aí vai.
Salvou-se pela discreção, é bom que se repita, o jornalista da CartaCapital que, coitado, entrou numa roubada.

Responder

Regina

03 de novembro de 2010 às 22h34

Eu assisti na Rede Brasil e fiquei impressionada com a falta de educação de Gabriela e as perguntas imbecis dos "empobrecidos" jornalistas. Talvez apenas um se salvasse naquele quinteto. Querer colocar Dilma como insignificante é uma grande cegueira…Eu me considero uma pessoa consciente, gosto do Lula, mas votei em Dilma por ela e pelo que defende.

Dirceu foi muito bem e vigoroso.

Responder

    Renato Lira

    07 de novembro de 2010 às 05h06

    Mas estes jornalistas da mídia-gambá, maus perdedores como Serra, acham-se donos da verdade.

    O Augusto Nunes brigou até com o Paulo Moreira por ele ter dito que o eleitor votou na figura de Dilma. O cara surtou o programa todo, principalmente nessa hora.

    Quer dizer que eu não votei em Dilma?

    Votei em quem, Augustinho?

    Além de (péssimo) jornalista, esse Augusto Nunes é telepata? Lê a mente das pessoas? Dos eleitores de Dilma?

    Ou foi o finado polvo Paul que lhe mandou esta mensagem? Que ninguém votou em Dilma e sim em uma figura fabricada?

    Que sujeitinho menor, insignificante.

    Com que base argumentativa

BETH

03 de novembro de 2010 às 22h17

Tornei a assistir o video.
É verdadeiramente abominável: um bando de cães, raivosos, ladrando,grasnando. Como é duro e humilhante ganhar os trocados se expondo dessa forma.
A Marilia Gabriela está horrorosa, feia, descabeçlada, uma louca!
Dá nojo, engulhos, assistir a essa conversa, essa hostilidade.
Foi bonito Zé Dirceu ter mantido a calma, a clareza a coerência!

Responder

francisco.latorre

03 de novembro de 2010 às 21h43

assim cês me derrubam.

vai dizer que o bêbado inchado não é o madureira..

e que a loira de batata na boca não é o ceará?..

nem vem.

..

tentaram começar o terceiro turno.

com o mesmo único procedimento de sempre. tiro. no pé.

..

algum jênio teve a idéia.. usar dirceu pra atingir dilma.

pá.. ressuscitaram o zé dirceu.

tiro no pé. não erram um.

..

Responder

Marco

03 de novembro de 2010 às 21h08

Azenha, deixe a chamada deste link mais destacada. Ele está bem comentado e muita gente que ainda não assistiu quer assistir. O medíocre tribunal de inquisição, a serviço dos patrões, apesar de escarrar ódio, não conseguia disfarçar a admiração pelo Zé. Todo ódio esconde um pouco de inveja.

Responder

rubem

03 de novembro de 2010 às 20h12

Espetáculo medieval promovido no Roda Viva, 'jornalistas desinformados, arrogantes, deseducados e desrespeitosos. mediado por uma pessoa grosseira (marilia gabriela) que não teve uma único gesto de elegancia com seu convidado.
A desinformação dos entrevistores era tal que eles nem tinham lido o processo contra Dirceu, não sabiam o que realmente foi o mensalao (segundo os autos) , foi um espetáculo grotesco, que Dirceu conseguiu com muita classe e desenvoltura desmascarar seus "algozes".
Levantar suspeita sobre a atual profissão de Dirceu, sem provas, sobre a honestidade de seu filho na campanha , que canalhice!!!eleitoral Dirceu virou" saco de pancada" , todos são culpados e que tentem provar sua inocencia é o lema destas corjas , mesmo que Dirceu seja inocentado pelo supremo , elesnunca vão o absorver.

Responder

Glória M. Cardell

03 de novembro de 2010 às 19h55

Já não é a 1ª vez que o Programa Roda Viva procura destruir a imagem de José Dirceu, uma das figuras mais importantes e mais injustiçadas das últimas décadas da história política de nosso país.
Há mais ou menos 5 anos , neste mesmo programa , ainda sob a direção de seu mediador anterior, um bando de jornalístas vergonhosamente parciais , medíocres e despreparados , no mesmo nível do principal trio do programa de hoje, agrediu covardemente o entrevistado , como se fosse um réu de um interrogatório policial-militar ou por inquisidores medievais. Só faltou a tortura física . …
Naquela ocasião , enviei cartas de repúdio a cada um daqueles "jornalistas" venais . Dirceu ,então, ainda não esperava ser torpedeado por entrevistadores tão medíocres e agressivos , já que supunha tratar-se de um programa de mídia democrática e imparcial. E como uma pessoa normal , revoltado, ele reagiu à altura, contra as mesmas difamações de agora. No programa de anteontem, infelizmente , já "escabriado" e conhecedor do nível medíocre e covarde de seus inquisidores, num comportamento ético, muito educado e até, a meu ver, estoico, ele precisou deixar que aquelas figuras despreparadas e bobocas o acusassem , sem, no entanto, sentir-se atingido por tanta difamação leviana e sem nenhuma consistência . Às vezes até sorria , achando graça da infantilidade e despreparo total de seus inquisidores , a começar pela tonta e desinformada mediadora, Marília Gabriela .
Lamentável equívoco o Roda Viva de anteontem ( 1º/11/2010)!!!
Congratulo-me com José Dirceu , que nos agraciou com sua inteligência , sua veracidade , sua honestidade e dignidade e envio minhas condolências ao Programa Roda Viva e à TV Cultura ( Cultura ?!! ) pelo baixo nível do seus jornalistas entrevistadores, que prestaram um desserviço aos telespectadores e que, mais uma vez, envergonharam o nosso jornalismo.
A Dirceu , digo : – Nada como um dia atrás do outro. Sua vez chegará novamente e a justiça será feita devolvendo-lhe seus direitos, que lhe foram usurpados covardemente , e espero que em breve seja alçado a postos que, por direito, teriam sido seus nestas eleições .

Glória M. Cardell ( Professora aposentada- 69 anos ) – Brasília- DF

Responder

Velho Chato

03 de novembro de 2010 às 19h37

Nisso tudo, o que me espanta é saber que o JB recebeu a última pá de cal de um jornalista tão bocó e primário como Augusto Nunes. Nunca o tinha visto em carne e osso e não imaginava que fosse tão medíocre.
Que ao menos se preparasse um pouco para não dizer tanta bobagem?!

Responder

    juarez

    04 de novembro de 2010 às 22h48

    esse cidadão que trabalha na veja,ele tambem não acredita em pesquisa,uma semana antes da eleição tentava desmoralizar os institutos,seus palpites de mãe dinah,não influenciam mais a opinião dos minguados leitores da revista para a qual trabalha.

Liz Vasconcellos

03 de novembro de 2010 às 18h51

José Dirceu tem realmente uma personalidade vigorosa, e uma inteligência notável.
Isso deve incomodar a muita gente.
Torço para que seja inocentado e prossiga sua carreira política.

Responder

Vlad

03 de novembro de 2010 às 17h45

Entrevistadores patetas. quem votaria em Dilma se Lula não estivesse lá ??? os 35% de rejeição de Serra. portanto quando forem fazer novamente uma pergunta dessas lembrem-se. quem, alem dos 35% que rejeitam serra, votariam em Dilma….

Responder

    mauro ramos

    04 de novembro de 2010 às 10h07

    rodaviva e apenas umprograma fashion.

Heloisa

03 de novembro de 2010 às 16h40

Concordo com a maioria dos comentários acima… Achei os entrevistadores, à exceção do da Carta Capital, muito desrespeitosos e despreparados. José Dirceu brilhou.
Augusto Nunes parece um eco de Diogo Mainardi, da revista "óia"!

Responder

Alexandre

03 de novembro de 2010 às 15h47

Esse Augusto Nunes é muito burro !!!!

Responder

J ALEXANDRE CIPOLLI

03 de novembro de 2010 às 15h44

Novamente vemos o despreparo dos jornalistas, mesmos os mais renomados! Não se buscou a verdade, buscou-se apenas acusa-lo e condena-lo, independente dos fatos. Não acredito que Jose Dirceu seja um santo, mas tambem não acredito que possa ser culpado de tudo que o acusam. Portanto, este tipo de atitude da imprensa serve apenas mostrar a opnião dos jornalistas de um Jose Dirceu "vilão"; permitindo a ele colocar-se como um perseguido e a um passo de colocar-se como uma vitima do sistema.

Responder

Urbano

03 de novembro de 2010 às 15h19

Essa gente, em sua maior parte, é bem mais detentora de pose do que de competência, e para ficar bem comprovado isso, basta um Zé Dirceu ou um Ciro Gomes, por exemplo, pela frente, a fim de vermos o castelo de areia desmoronar-se.

Responder

Norberto

03 de novembro de 2010 às 14h38

O Roda Vida foi descaracterizado em seu formato. Se transformou num programa "comum", infelizmente piorou muito. Zé Dirceu se defendeu muito bem, trazendo luz a toda celeuma que o envolve!
Valeu!

Responder

Sidnei

03 de novembro de 2010 às 13h46

Esse Augusto nunes não é parente daquele Antonio Nunes do Pânico? Senti bastante semelhança quanto à qualidade de seus argumentos…

Responder

MC Zanini

03 de novembro de 2010 às 13h37

O que vi foram entrevistadores absolutamente despreparados, baseando perguntas em manchetes de jornais e telejornais que contradiziam até mesmo as reportagens que encabeçavam (como no caso da quebra de sigilo fiscal atribuída ao Amaury Ribeiro Jr.). E os entrevistadores se apegaram muitas vezes a um suposto "é de conhecimento público e notório" para desmentir o entrevistado, mesmo quando suas respostas soavam muito mais firmes e honestas. A frequência com que seu ouviu "como não?" foi impressionante. Ou seja, "todo mundo sabe que a coisa se deu assim com saiu na mídia; por que José Dirceu insiste em dizer o contrário?". Por causa disso, acho que nem todos os telespectadores do Roda Viva tiveram a mesma impressão de que Dirceu foi superior. Para quem se pautou pelo suposto éthos dos entrevistadores, Dirceu deve ter parecido um grande mentiroso.

José Dirceu revelou ter se preparado muito bem para o embate. Ele, sim, tem um ethos impressionante. A convicção com que se defende, o cuidado para não acusar seus próprios juízes de "levianos": tudo isso me leva a penar que ele é realmente não é culpável (não daquilo que o acusam) ou é um ator inigualável.

Responder

Luciano

03 de novembro de 2010 às 13h24

Pobre da imprensa onde um sujeito tão medíocre como Augusto Nunes.

Responder

zeroka21

03 de novembro de 2010 às 13h20

O ex-Ministro José Dirceu deu uma aula de Política, de Direito e de sensibilidade histórica no Roda Viva. Fiquei impressionado! Um homem que já sofreu perseguição na ditadura militar e em pleno governo do Presidente Lula, volta aos meios de comunicação de forma altiva, responsável, inteligente e profundamente determinado em provar sua inocência, sem temer qualquer embuste promovido pela direita midiática. Vamos em frente José Dirceu, vamos buscar o julgamento no STF, e provar que não é culpado, e a anistia no Congresso Nacional. Parabéns, ex-Ministro.

Responder

    André

    03 de novembro de 2010 às 17h27

    kkkkkkkkkkkkkk…meu deus do céu!!! Encontra comigo na rua pra vc ver o que sobra de vc….

vania maria

03 de novembro de 2010 às 13h04

o odio e a mediocritade dos jornalistas do PIG beira a insanidade…
o jornalista da Carta, ficou na dele tamanha ignominia de seus colegas
Show de Ze Dirceu…

Responder

Helio Bacha

03 de novembro de 2010 às 12h59

Jose Dirceu enfrentou entrevistadores, que se postavam como juízes, de maneira serena, segura e convicente. Fico orgulhoso de o Brasil ter pessoas assim. Parabéns Jose Dirceu.

Responder

luís nascimento

03 de novembro de 2010 às 12h47

Valente e inteligente. Esse é o Zé Dirceu. Qualquer tentativa de encurralá-lo será sempre um tiro no pé. Valeu Zé!

Responder

Luciano

03 de novembro de 2010 às 12h47

Será que algum desses "jornalistas" leu o processo contra o Zé Dirceu?

Responder

Paulo palavra

03 de novembro de 2010 às 12h30

É incrível que os jornalistas que "se acham competentes" não tenha lido o depoimento na íntegra do Amaury Junior na PF que foi divulgado tb na íntegra até pelo próprio ESTADÃO que admitiu em editorial que apoia SERRA. Se tivessem lido não fariam tanto o papel de ridículos já que o depoimento deixa claro a guerra de dossies entre os tucanos Aécio e Serra para serem o candidato à presidente pelo PSDB em 2010. Como eu acho que eles (jornalistas do Roda Viva) leram, só podem estar agindo de má fé.

Responder

J. Carlos S. Pereira

03 de novembro de 2010 às 12h19

Jornalismo mesmo só fez o representante da CartaCapital. O resto bufafa de ódio contra alguém que representava a vitória sobre o candidato deles.
A gente não sabe onde acaba a informação e começa a má fé, pois é inacreditável que sejam tão ignorantes sobre o que está ocorrendo no Brasil e são primários em questões de política externa (precisam ler o Moniz Bandeira).
O pior de todos é o extremista de direita Augusto Nunes que dava pitacos ridículos como se estivesse falando uma verdade absoluta e acabada. Coitados.

Responder

ana

03 de novembro de 2010 às 12h13

Fiquei até com vergonha pelos jornalista, e olha que era uma entrevista no Roda Viva… eles estavam mal preparados e o José Dirceu deu show pq realmente é um cara muito inteligente, articulado e bem informado.

Responder

Jaqueline Mayer

03 de novembro de 2010 às 12h05

Azenha, eu abomino com todas as minhas forças esses tipos de baixarias. Neste aspecto lhe dôo minha total solidariedade. Acredito que para o bem do novo governo Dilma devemos abaixar as provocações de ambos os lados e criar um clima de relativa paz para este Governo Dilma que se iniciará em breve. Contudo precisamos analisar como agem os petistas em relação aos tucanos e demos. Não adianta o PT cobrar respeito e tolerância por parte da oposição e ficar nessa provocaçãozinha contra o PSDB. Já disse aqui que não votei na Dilma, mas torço que ela faça um excelente governo para todos os brasileiros. Acredito que, principalmente os militantes do PT, precisam rever suas atitudes em muitos aspectos. Isso seria benéfico para a nação, para o governo Dilma e principalmente para opróprio PT. Para se ter uma idéia de como andam exaltados os ânimos, vejam a idéia de como setores da sociedade enxergam o PT:
http://migre.me/1Xh9k

Por favor, analisem sem raivas e sem ódios e façam uma autocrítica.

Responder

    Rubens

    03 de novembro de 2010 às 14h35

    É, será que o Ministério Público e a OAB do Paraná farão alguma coisa. Ou será que concordam que se publique o conteúdo de sites como esse mencionado pela Jaqueline?
    Não vi nenhuma provocaçãozinha contra o PSDB. A revelação da ausência de idéias, ou mesmo a incapacidade da imprensa tucana de fazer uma entrevista séria e competente é um alerta, não uma provocação.

    @sofiadediego

    04 de novembro de 2010 às 11h27

    Jaqueline, claro que agora vc só pode torcer já que não foi o seu candidato que ganhou! Rever atitudes? Quais? Seja mais específica! Generalizar é vago! Que setores da sociedade? O seu setor? Voce quer a mentira, o faz de conta…, não entendi! A unanimidade não existe e isso inclusive é bom, mas o presidente Lula quase conseguiu e ele é PT!!!!

Décio Rangel

03 de novembro de 2010 às 12h00

José Dirceu deu um show, sobretudo, em cima do obtuso Augusto Nunes, que mostra as suas credenciais do PIG e atucanado, e sem disfarece.O time dos jabores, leitões, merwais e augustus nunes estão cada vez mais comprometendo as suas credibilidades jornalísiticas, e temos que buscar algo novo na blogesfera.

Responder

Geysa Guimarães

03 de novembro de 2010 às 11h49

Perguntas simplórias e, o mais grave, INCRIMINATÓRIAS. Uma vergonha, um desserviço jornalístico.
Entrevistadores tão chinfrins quanto o candidato que apoiaram. A Imprensa está precisando, com urgência, de um controle da qualidade.

Responder

gil

03 de novembro de 2010 às 11h46

E aquele jornalista que comandava esse programa, o que foi feito dele????

Responder

    vinícius

    03 de novembro de 2010 às 17h18

    Foi substituído pela Gabriela. O motivo não se sabe.
    Mas há uma "lenda" que circulou durante o período de campanha do primeiro turno.
    Segundo a lenda, o antigo apresentador, Heródoto Barbeiro, ousou questionar o Homem Bom mais preparado para ser presidente quanto ao preço de pedágios em SP.
    Segundo a "lenda" o Heródoto foi substituído por questionar o Zezinho da Mooca.

Luciano Cortez

03 de novembro de 2010 às 11h45

Observando a desenvoltura de José Dirceu, sua qualidade argumentativa, pareceu-me evidente o objetivo central do “caso” Mensalão, o de impeachment prévio de um sério candidato à Presidência pelo PT em 2010. A capacidade discursiva de José Dirceu é incomparavelmente superior a de Dilma e teria efeitos catastróficos para um candidato do PSDB (Serra, Alkmin, Aécio, ou outro qualquer). Por outro lado, a tentativa de linchamento que foi a entrevista, comparável a um interrogatório policial-militar, possui seu efeito positivo, que é o da exposição de José Dirceu, de abertura de brechas para sua defesa pública, de desmitificação do processo no qual se viu enredado e, finalmente, de desmascaramento da parcialidade e engajamento orgânico da mídia burguesa. A entrevista de Dilma à Globo, com o casal Bonner, aparentemente mais suave, revela a elegante violência da emissora e do casal. José Dirceu, a não ser que se torne presidente, jamais será convidado para entrevistas na Globo.

Responder

Victor

03 de novembro de 2010 às 11h45

Assisti a uma parte. Realmente… as perguntas foram sofríveis. E o José Dirceu acabou não falando daquele episódio lamentável da censura, que a Veja e a Globo exploraram com tanto entusiasmo. Disseram uma coisa exatamente inversa ao que Dirceu havia dito. Aquela história do excesso de liberdade de imprensa. Mas convenhamos: uma bancada composta por um jornalista da Veja não pode prestar.

Responder

Klaus

03 de novembro de 2010 às 11h37

Jornalista bom só na Record e Carta Capital…

Responder

    Ramalho

    03 de novembro de 2010 às 14h24

    Não, jornalista bom só no Globo, Folha, Estadão, Veja e por fim, mas não por último, no Roda Viva. Assim está bem para você?

    Bruno

    03 de novembro de 2010 às 15h22

    E político bom, só na base governista.

Isaura

03 de novembro de 2010 às 11h34

O que fizeram com este programa!Obrigada José Diceu por este show de competência. Volte logo.

Responder

Klaus

03 de novembro de 2010 às 11h31

Vocês vêem o que querem ver…

Responder

    Facina

    06 de novembro de 2010 às 12h08

    e você, vem ver o não quer vê…, tem medo da verdade em o ooorrrrguuuulhooooso.________Ah! lê os autos do processo do Dirceu.

Gilson cabral

03 de novembro de 2010 às 11h15

O meu comentário , será uma espécie, de "É isso mesmo? Eu estou correto? Será que eu comprei , uma informação , que na verdade, não é bem essa? Então , vamos, lá , eu sempre, defendo o Sr. José Dirceu, como um petista que sou, sempre digo que o José Dirceu, foi falar para o Roberto Jefferson, parar, com as maracutaias, e que aquilo, nos correios, e tudo mais, não ia terminar bem, e não terminou, tanto é que o homem jogou aquilo no ventilador, sujando a imagem da politicada,país a fora, e consequentemente, comprando briga, com todos, os privilegiados, e com isso ele arrumou, uma constelação de inimigos! É isso , tá falado, obrigado, e quem souber a resposta me digam , por favor? Tiau, obrigado, até mais.

Responder

vilena

03 de novembro de 2010 às 11h11

Péssima qualidade do novo roda viva.
Os jornalistas inquisidores não conseguiram disfarçar a contrariedade da vitória de Dilma.
Argumentos extremamente preconceituosos.Triste!!! Desqualificante!!!

Responder

Bira Mariano

03 de novembro de 2010 às 10h19

tem toda razão…despreparo político dos jornalistas..o paulo moreira leite…o auguto nunes…e a maríia gabriela hj são um trio de dragas velhas da imprensa brasileira…mas o q mais me deixa triste é a porcaria que a cultura tá se transformando…

Responder

douglas

03 de novembro de 2010 às 10h19

Muito ruim, devo acrescentar. Cansa ouvir o programa e é claro, as perguntas. Se Dirceu tem culpa ou não, é a justiça que vai julgar, até lá é inocente. Quanto ter sido Dilma eleita pq o eleitor voltou em Lula, vamos combinar, é mais uma maneira de desqualificá-la. Afinal ela é do PT, mulher, ex-militante de esquerda e presa e torturada na ditadura, o que no modo de ver da imprensa golpista depõe contra ela. Puro machismo. Os jornalistas, bem….Qto despreparo! Dá vergonha na postura, na maneira de postularem as perguntas. É só um blá, blá, blá…..Marila Gabriela, minha nossa! Despreparada, ingênua, chega até ser tola em alguns momentos…O tal Augusto Nunes faz o papel do PIG. Para ele, o negócio é tumultuar e confundir. O jornalista da Carta Capital, sinceramente, inócuo. O Fiuza,…o que dizer? Nada. O outro de óculos, não me lembro do nome….Deixa pra lá.

Responder

Fábio Villela

03 de novembro de 2010 às 10h17

O programa Roda Viva perdeu muita qualidade e conteúdo depois que mudaram o seu formato. Antes com Heródoto Barbeiro era bem melhor e menos previsível. Agora tá parecendo programa do Jô.

Responder

augustodafonseca13

03 de novembro de 2010 às 10h12

A direita quer o 3º turno e nós dizemos “non passarán!”:
http://festivaldebesteirasnaimprensa.wordpress.co

***

Responder

jorge

03 de novembro de 2010 às 09h46

Augusto Nunes é chefe de Que então??

Responder

Dennis F

03 de novembro de 2010 às 09h36

Quanto ao Zé Dirceu não estou nem aí para ele! Mas, algumas coisas tem que serem ditas: a) Heródoto Barbeiro foi casado do Roda Viva, interessante que seu nome não consta no histórico no Programa, muito esquisito isso cadê a tal da LIBERDADE DE IMPRENSA, PAPO FURADO DOS DONOS DAS MÍDIAS CORPORATIVAS!. b) Podemos ver claramente que o leque de jornalistas NÃO são de "mídias independentes", a Saber: Augusto Nunes (http://veja.abril.com.br/blog/augusto-nunes/), Guilherme Fiuza (http://colunas.epoca.globo.com/guilhermefiuza/), Paulo Moreira Leite (http://colunas.epoca.globo.com/paulomoreiraleite/) e para contra por um Jornalista dito independente do Carta Capital Sergio Lírio. É com vemos por aí, as direitas estão em ascensão no Mundo! Vejam este artigo de Noam Chomsky para ver o quanto os donos das mídias mundiais querem manipular seus povos e seus "leitores" (http://www.libreidee.org/en/2010/09/chomsky-10-mosse-per-manipolare-ogni-giorno-la-verita/). Cresce cada vez mais o fascismo no mundo…

Responder

    Mário SF Alves

    20 de novembro de 2010 às 20h48

    Dennis,
    Valeu a indicação do link para o Chomsky. Obrigado.

Marcelo Ramos

03 de novembro de 2010 às 09h17

Com aquele panaca do Augusto Nunes é fácil deitar, rolar e tripudiar. Como um cara como Augusto Nunes sobrevive fazendo jornalismo? O cara é uma desgraça para a profissão e para a democracia: altera os comentários contrários que se postam no site dele.

Responder

Alceu Gonçalves

03 de novembro de 2010 às 08h51

O Zé foi quase perfeito na entrevista. Também, enfrentar aquele bando de pés-de-chinelos comandados por uma velhota que se submete ao mico de ficar anos "casada" com o gianni somente pra passar a imagem de cavala devoradora, foi mel no mamão! Pena mesmo foi o Zé não aproveitar a oportunidade, quando falavam sobre a imprensa e fazer o lixinho da fsp ganir com o rabo entre as pernas, jogando na cara do dito cujo a imundicie do seu jornal ao falsificar a ficha da DILMA. De resto, foi perfeito. O Dirceu rindo inúmeras vezes diante das bobagens que teve que ouvir.

AlceuCG.

Responder

Marat

03 de novembro de 2010 às 08h22

E pensar que o Roda Viva já teve grandes apresentadores, grandes Jornalistas, e boas e elegantes perguntas… veja no que ele foi transformado… É muito triste ver a TV Cultura ser destruída aos poucos!

Responder

Julio

03 de novembro de 2010 às 08h22

A Barbie da Veja, Augusto Nunes gosta de posar de macho na sua página do esgoto Veja. No programa ficou como um colegial assustado diante do Zé Dirceu. Foi uma surra do Zé diante de jornalistas tão fracos. Até o da Carta Capital, parece que ficou constrangido com o baixo nível dos demais

Responder

    Bonifa

    03 de novembro de 2010 às 12h36

    O desespero do Augusto Nunes vinha da percepção de que a demonização de Dirceu, trabalhada a tanto custo pela Veja e seus asseclas, pode não ser tão definitiva e sólida como ele pensava. Ele vislumbrou uma real possibilidade de que a demonização possa ser revertida. Daí o desespero explícito. E ele ainda diz no fim que gostou mais das perguntas. Claro, ele pensava que suas pífias argumentações reforçariam a demonização do Dirceu. Não gostou das respostas, porque elas mostraram a inconsistência da trama de demonização.

Izabel

03 de novembro de 2010 às 08h14

José Dirceu mandou bem, respondeu tudo na maior educação, com sorriso,com segurança do que estava dizendo.
Marilia Gabriela foi um horror, O jornalista da Carta era o melhor do grupo, não deixaram ele falar.
Augusto Nunes, o que é aquilo, não tem um pingo de educação, não sabe perguntar, só debochar , como pode disperdiçar, uma entrevista, com um ntrevistado que tem tanto a dizer, com uma turma daquela.
Só assisti até o fim por comta do intrevistado, do qual sou admiradora.

Responder

milu duarte

03 de novembro de 2010 às 08h03

O "Roda Suja" foi vexatório.Aquela tropa de elite(corrijo:tropa das elites) deveria se envergonhar de se dizerem jornalistas.Pareciam mais um bando de pit bull raivoso, pronto para devorar o Zé Dirceu na primeira bobeira que ele desse.Mas o Dirceu é muito mais inteligente do que sonha qualquer vã Marília Gabriela e saiu do programa maior do que entrou.Quem ficou diminuído com isto foram os entrevistadores, que se portaram como se estivéssemos em plena idade média, durante um tribunal do Santo Ofício…

Responder

Dida

03 de novembro de 2010 às 06h56

Nossa que SHOW DE BOLA!!!!!!
A cara da Marilia Gabriela dá dó!!!! Que gente mais incompetente, nâo dá uma dentro.
O Augusto Nunes com seus argumentos pateticos de sempre
. E o de óculos parece uma caricatura mal desenhada que está dando um chilique.
A verdade vence a mentira.
Parabens Zé Dirceu, vc tem que aparecer mais , vc tem uma cabeça brilhante , e é um brasileiro que sempre lutou e defendeu esse país dos reaças.

Responder

beth

03 de novembro de 2010 às 05h34

UM VERDADEIRO CIRCO. ACHO QUE DETERMINADOS PROGRAMAS SAO FEITOS PARA ALGUNS VEREM.TIPO TOU MOSTRANDO SERVIÇO. PQUE É DEMAIS………..NESTE CASO UM CONVIDADO COM MUITO A SE SABER E DEU NAQUILO !
PATETICO, FICOU RIDICULO PQ O JOSE D. SE SAIU MUITO BEM. BEM, SE AQUILO NAO É DIRIGIDO TAO NOS CHAMANDO
DE BURROS. nAO SOU TAO BEM INFIRMADA AFINAL………….SO TENHO UNS" BLOGS JUSOS" PRA ME SOCORRER MAS NAO CHEGO A SER BURRA E NAO GOSTO DE FALTA DE RESPEITO. O RODA VIVA TEM SE REPETIDO ASSIM.

Responder

Pedro

03 de novembro de 2010 às 05h05

Pessoal, vamos parar de sacanagem…!
Chamar o auGOSTO NULO de jornalista, é brincadeira viu..!
Nunca se viu na história deste pais uma penca de jornalistas tão xinfrins… só faltou o Maisnada, opa! Mainard..

Dá-lhe Zé Dirceu…

kkkkkkkkkkkkk

Responder

Alexandre Mattos

03 de novembro de 2010 às 03h49

ERRATA. O slogan correto e oficial da TV Cultura (sic) tucana é: Está surgindo uma TV diferente. Mesma coisa! kkkk Eu havia dito 'um jeito novo de fazer TV'. A TV Cultuta (sic) tucana nas mãos do PSDB e do PiG são uns servis aos interesses próprios!

Responder

Alexandre Mattos

03 de novembro de 2010 às 03h43

É!!! A TV Cultura (sic) tucana, deita e rola nas mãos dos tucanso. José "Ladeira" Serra(PSDB) mandou o diretor tucano empossado por ele e despediu Heródoto Barbeiro do Roda Viva ao perguntar sobre os pedágios de SP! O slogan da TV Cultura (sic) tucana é: Um novo jeito de fazer TV! Tem razão, o novo jeito tucano de manipular notícias, fatos e instaurar a "Santa Inquisição"! José Dirceu do PT, apesar de refutar, ironizar e rebeter falsas acusações, teve ainda até muita paciência com aqueles "jornalistas" do PiG!!! A TV Cultura (sic) tucana vai trocar de fundação: de Padre Anchieta para Opus Dei ou TFP, rsrsrs

Responder

Svibra

03 de novembro de 2010 às 03h21

Augusto Nunes, como exemplar representante do PIG gostou mais das perguntas do que das respostas. Aliás, respostas ao PIG, para que servem? Não estão minimamente interessados – não é a tôa que a questão DIREITO DE RESPOSTA esteja tão em evidência, pois as reportagens quase nunca incluem desde logo a opinião dos acusados, o contraditório e o outro lado da moeda.

Responder

    Geysa Guimarães

    03 de novembro de 2010 às 11h41

    Se o entrevistado fosse o amigo e talvez parente Aloysio Nunes – ou "cheiroso" qualquer – Augusto Nunes teria adorado as respostas. É um sevandija.

José Cláudio

03 de novembro de 2010 às 02h43

Salve grande Zé Dirceu. Se tirar a imagem e ficar o áudio, fica sua voz, tranquila, explicando os acontecimentos, em oposição à ferocidade da maioria dos entrevistadores. Se salva o jornalista da Carta Capital. Para a Marília Gabriela, recomendo volta às novelas; um remake da Odette Roitman pegaria bem para ela.

Responder

Marcos Roma Santa

03 de novembro de 2010 às 02h35

Estes jornalistas aprenderam seu ofício com os "técnicos" do doi-codi? O tosco Augusto Nunes, por exemplo, parecia pronto a usar, a qualquer momento, o choque elétrico, para que Dirceu respondesse o que ele queria e como ele queria. Um verdadeiro horror! Já Marilia Gabriela é tão-somente uma criatura tola e lamentável…

Responder

iamoraes

03 de novembro de 2010 às 02h24

Uma pergunta simploria pra Jose Dirceu que ele nao respondeu ainda eh simples o bastante:

Jose Dirceu, porque voce foi contra a Satiagraha? Porque falou mal da operacao toda, com cliches paulistas?

Ate o dia que Dirceu responder, se ele esta vivo ou morto nao me interessa –gang mediatica ou nao.

Responder

Eduardo Serra

03 de novembro de 2010 às 02h22

Esses caras nem parecem jornalistas!

Parecem telespectadores do Jornal Nacional! Completamente despreparados!

O Zé surfou em cima deles!

Responder

Wolney

03 de novembro de 2010 às 01h54

O Zé Dirceu é experiente e inteligente o suficiente para ter previsto exatamente o que iria acontecer. O que ele foi fazer lá? Pensei aqui com meus botões e cheguei à conclusão que ele está "aplainando" o terreno, construindo as condições para poder voltar a atuar politicamente.
Com relação aos boçais da mídia ("formadores de opinião") está aí a demonstração de despreparo e calhordice. Só que eles estão solidamente entranhados nos centros de poder. Como o Zé Dirceu fez questão de deixar claro a oposição tem força e essa coligação do atraso tem na mídia seu núcleo forte. Eles não darão tregua. Haverá que abrir espaço para diversificar. Para terminar, penso que Carta Capital e outros núcleos de pensamento anti-hegemônico devem participar de embates visando quebrar a "legitimidade" e a "verdade" auto-concedidas (àqueles boçais e às forças que representam), mas devem fazê-lo com o cuidado de impedir a "legitimação" na base do berro e das "verdades" que a própria mídia conservadora construiu.

Responder

Denise

03 de novembro de 2010 às 01h41

Cadê o Heródoto? Queremos o Heródoto! Heródoto tem cérebro e nós também!

Responder

Barcarola

03 de novembro de 2010 às 01h36

Que entrevistadores horrorosos! O Zé deu um show.

Responder

amores

03 de novembro de 2010 às 01h23

a Gabi Gabriela não sabe nada de comércio exterior

Responder

Denise

03 de novembro de 2010 às 01h03

O que é isso? Que nível é este? Que profissionais são estes? Cruzes!

Responder

Denise

03 de novembro de 2010 às 00h57

CALA a boca Augusto Nunes!

Responder

marinopiccoli

03 de novembro de 2010 às 00h55

Meu pai!! Bando de gente despreparada!!!

A Marília Gabriela chega a falar, certa hora, que "vai partir em defesa do entrevistado". Então fica comprovado que que não estavam entrevistando, estavam acusando.

Patético. Mas esse não é o canal do PSDB?? Ahhh.. tá explicado.

Augusto Nunes chega a dar náuseas, muito pior do que uma bolinha de papel.

Responder

Regina

03 de novembro de 2010 às 00h51

Fiquei chocada com o Roda Viva. Parecia a santa inquisição na frente de um herege. O ódio que eles transmitiam dava pra pegar, de tão concreto. Todo o ódio pela perda da eleição foi jogada em cima do Jose Dirceu. E ele foi perfeito, repondeu a todas as perguntas sem perder o prumo, enquanto eles guaguejavam, espumavam e a Marília Gabriela gritava. Aquilo não foi entrevista foi interrogatório. Só faltava uma luz em cima dele e um tanque d´agua do lado. Derrotados!

Responder

zanuja

03 de novembro de 2010 às 00h49

Assisti o interrogatório até o fim. Marilia Gabriela parecia uma zinha se atirando sobre a bancada, sem classe, nem elegancia e muito menos jornalismo, se é que algum dia ela teve. Os outros hidrófobos não sabem o que é jornalismo, não têm ética, educação nem formação profissional. Se essa educação que esse pessoal do sudeste mostra, não vcs daqui e de outros blogs, mas essa raça reacionária e preconceituosa que Serra e a imprensa imunda alastrou contra nós do nordeste (sou do Recife-PE), a nossa educação é infinitamente superior a deles. São imundo e despudorados, são prostitutas, que me perdoe a classe, são baixos, se vendem por 30 moedas as patrões e a elite paulistana. São vermes e como tal merecem ser espezinhados. Aliás os paulistanos e paulistas foram conclamados a matar nordestinos afogados, como se nós fóssemos a escoria do Brasil.

Responder

    Mariano S. Silva

    03 de novembro de 2010 às 03h00

    Calma Zanuja, estou indignado como vc . Sou carioca casado com nordestina, e, portanto fui jogado neste balaio duas vezes. Dilma ganhou com os votos de dez milhões de paulistas, cinco milhões de cariocas, três milhões e cem mil (quase metade) votos gaúchos, seis milhões e duzentos mil mineiros e mais de trinta milhões de votos de nossos irmãos do nordeste, norte e centro-oeste. Portanto, afirmar que foi só o nordeste que a levou à Presidência, é um abuso da razão.
    Conheço bem o povo nordestino, sei de sua imensa inteligência. Vocês tem brilhado em olimpíadas internacionais de Matemática e Física e é uma questão de tempo, com suas universidades prosperando como estão. A redenção desse povo amistoso e trabalhador é questão de uma década ou um pouco mais.
    Isto tudo é muito ciúme, haja visto que o maior empresário do Brasil é mineiro e mantém a maior parte de seus negócios no Rio de Janeiro. O petróleo abundante em nossas costas servirá para aparar as arestas da desigualdade.
    Isto tudo é a mão diabólica do gringo querendo nos desunir para botar as patas no que é nosso!!!

    Mário SF Alves

    20 de novembro de 2010 às 21h01

    Dennis,
    Calma companheiro! Até onde sei das coisas, vocês, irmãos nordestinos, são muito mais solidários e aguerridos do que muito remanescente ideológico de quatrocentão paulista por aí.

Barcarola

03 de novembro de 2010 às 00h33

O Zé Dirceu é um dos personagens mais importantes da nossa história recente. Sem ele Lula não teria chegado à presidência nem construído as alianças que permitiram a governabilidade nos momentos mais difíceis. Este ódio da nossa mídia decorre da percepção de que ele ainda é o maior talento da política brasileira e a sua volta significaria mais avanços nas mudanças em curso na AL. O Zé não merece este lugar obscuro em que os empresários da mídia buscam o encurralar. Torço pela sua volta em grande estilo ao cenário político brasileiro. Amanhã há de ser outro dia!

Responder

BANDEIRA

03 de novembro de 2010 às 00h33

É NECESSARIO UMA AÇÃO POPULAR CONTRA ESSA IMPRENSA, ELA ESTA ESTREMAMENTE VIOLENTA NOS ARGUMENTOS E NAS PERGUNTA, USAM TATICA DE TORTURADORES PARA CONFUNDIR O INTREVISTADOR, FIZERAM ISSO COM A DILMA AGORA COM JOSE DIRCEU NO RODA MORTA DO JOSE ESGOTO.
SOU A FAVOR DE UM MOVIMENTO NACIONAL DE CUNHO POPULAR, OS BOLGUEIROS "SUJOS", COMECHAR UMA CAMPANHA PARA UM CODIGO DE ETICA NA IMPRESNA E UMA REGULAMENTAÇÃO PARA AS CONCESSÕES DE RADIO E TV.
NAO PODEMOS MAIS VER PASTORES USAREM SEUS CANAIS DE TV PARA FAZER CAMPANHA ELEITORAL E ETC.
VEJA ESTE VIDEO
http://www.youtube.com/watch?v=4JBFr218h3o

Responder

Edson

03 de novembro de 2010 às 00h29

Para comparar os jornalistas: Sabem aqueles que criticaram e ainda querem reprimir a jovem Geisy Arruda? Pergunto a estes se alguém pode sair por aí soltando "cobras, largatos e outros quetais" contra quem quer que seja. Começam a atacar a moça por causa da roupa que ela usou. Então, estes ditos jornalistas parecem estas pessoas. Daí, faço mais uma pergunta: Será que podemos libertar todos os estupradores? Porque é isto que entendo destas pessoas: "a culpa está na vítima" . Não podemos aceitar que alguém seja culpado até o final do julgamento. Infelizmente, a suprema maioria dos brasileiros não tem acesso, DINHEIRO, para defender-se plenamente. E alguns que se pretendem juízes arrotam da mortadela, caviar como estes jornalistas de qualidade duvidosa. Ah! Diversos momentos ficaram inaudíveis pela falta da educação evidente entre eles. Talvez por isto que não tenhamos escutado outras considerações do repórter da Carta Capital.

Responder

Gonzaga

03 de novembro de 2010 às 00h19

Dirceu cresceu ainda mais na entrevista.

Responder

Maria Luisa Franchi

03 de novembro de 2010 às 00h14

Camilo Castelo, essa é uma ocasião em que vc. deveria agradecer por sua deficiência. A qualidade das perguntas, o despreparo dos intrevistadores, a deselegância dos temas e a falta de ética para com o Cidadão e Ex Ministro José Dirceu não podem ser adjetivados. Tão ruins ao ponto de se desejar ser surdo. A genialidade do entrevistado salvou o programa, tal como Midas transformou caca em ouro. Quanto ao visual, você pode constatar: nada que enchesse os olhos, muito pelo contrário…A Marília como mediadora…lamentável….

Responder

Júlio Garcia

03 de novembro de 2010 às 00h13

O Zé matou a pau a canalhada toda – o cretino do Nune/Veja, principalmente. O único jornalista – que merece mesmo esse nome – nesse programa foi o rapaz da Carta. O resto … PiG puro, um lixo. Valeu, Zé!

Responder

José Norberto

03 de novembro de 2010 às 00h11

Eu assisti o inicio da entrevista, mas desisti porque falta vocação aqueles jornalistas do PIG. Eles faziam cada pergunta absurda!! Quando o Ze Dirceu comentava que reclamou da violencia policial e Cova era governador, e o jornalista fez o seguinte comentario: O Covas nao faria isso, como se o Covas fosse a perfeição. Alias eu acho ridiculo, depois que o politico morre é colocado como uma biografia impecavel e nem sempre é assim. Eu estava afim de assistir a entrevista porque eu sou favoravel aos politicos do PT, mas os "jornalistas" do PIG acabaram com a entrevista. Para mim o unico jornalista lá era o da Carta Capital

Responder

SérgioFerraz

03 de novembro de 2010 às 00h09

Um verddeiro circo de horrores.
Augusto Nunes é pago para defender os interesses da Veja, a última flor do facismo.
Marília Gabriela é a face da decadência do que já foi o programa.

Responder

solange

03 de novembro de 2010 às 00h06

O Augusto Nunes é patético.

Responder

Bernardt

02 de novembro de 2010 às 23h56

Que vergonha desses meus coleguinhas!!!!!!

Responder

joker

02 de novembro de 2010 às 23h54

Uma historia realmente muito mal contada.. e do modo como Dirceu fala, realmente demonstra razão para tal.

Responder

Bury

02 de novembro de 2010 às 23h50

Ainda estou no aguardo de um Roda Viva no qual Augusto Nunes será o entrevistado, para prestar contas sobre o mensalão de Veja e seus milhões recebidos do governo estadual para colocar Geraldo e Serra como os maiores bastiões da moralidade no mundo. Isso sim seria perfeito.

Responder

Baixada Carioca

02 de novembro de 2010 às 23h44

Eu tenho um irmão que me obriga a assistir essas porcarias só pra entender o pensamento dessa direitalha reacionária. E ainda chamam isso de jornalismo.

Responder

João Carlos

02 de novembro de 2010 às 23h42

Como é asqueroso o tal do Augusto Nunes, que pernóstico!

Responder

Jorge Pacheco

02 de novembro de 2010 às 23h29

Zé Dirceu continua como sempre, um bagre ensaboado, vai negar até o fim de sia vida a participação na
gerencia do mensalão e de todas as maracutais que são lhe imputada pela Justiça e Ministério Público.
deveria para o bem da plolitica e dos politicos, perder para sempre seus direitos politicos.

Responder

    Bertold

    03 de novembro de 2010 às 01h46

    Contra o José Dirceu vale as inverdades dos PIGs? É isso que parece, aqui num site progressista também tem gente obscurantista que se guia por mentiras.

    Archibaldo S Braga

    03 de novembro de 2010 às 07h47

    É pachequinho, quem deve continuar na política é o paulo mulato de voces, que agora no (des)governo do licor vai nadar de braçadas!Sim, vai nadar de braçadas porque, caso contrário ele desce o cutelo que colocou acima da cabeça dos canalhas do psdb! Inclusive já ouvi falar que ele, caso seja contrariado, vai falar até da maracutaia do metrô!!! um abraço e continue seguidor fiel dessa cambada! A. S. Braga.

    joker

    03 de novembro de 2010 às 10h43

    quando vc fala "paulo mulato de vcs dá a entender que o cara é do PSDB"… e se ele não for??? Vamos virar radicais como eles?? Não seria um bom caminho….
    E eu digo e repito.. a história ficou muito mal contada tanto pelo PIG quanto da parte do Dirceu. Infelizmente ele não teve o espaço para se defender do PIG, e creio que não tenha falado nada mais exclarecedor por conta de sua defesa na justiça. Queria muito ver isso tudo resolvido e provando inocencia do Dirceu, pois demonstra ter muito conhecimento e dicernimento político.

    José Ruiz

    03 de novembro de 2010 às 15h56

    Então não precisa de lei, não precisa de julgamento, prova, nada disso… basta a Veja afirmar que é, e pronto… Vamos acabar com o judiciário, então… caberá ao PIG dizer quem é culpado ou quem é inocente… você não consegue entender o quanto tudo isso é absurdo?

    Guilherme Souto

    03 de novembro de 2010 às 16h38

    O que temos visto é parte da sociedade, muitas vezes sob tutela da mídia, condenando o Zé Dirceu. E o que ele vem pedindo nesse tempo todo? "Quero ser julgado".

    Eu não sei se ele é inocente ou culpado, e quero muito de saber o que apontam os autos do processo.

Emilio Matos

02 de novembro de 2010 às 23h28

Fiquei impressionado com a profundidade de análise dos jornalistas. Profundos como poças de água. Há um tempo venho achando que, para a imprensa fazer esse climazinho de funeral em torno do José Dirceu, alguma coisa muito boa ele fez. Ele simplesmente atropelou os entrevistadores. Foi impressionante ver como eles não têm a menor capacidade de sustentar uma argumentação minimamente coerente. Acho que é possível construir um discurso decente de oposição ao José Dirceu, e os caras, mesmo sendo essa a sua profissão, não conseguem.

Quanto ao discurso do Dirceu, achei as declarações sobre a Venezuela completamente distorcidas pelos filtros ideológicos dele. Não dá para sustentar que a Venezuela seja uma democracia, no mesmo sentido de democracia usado para descrever o Brasil, por exemplo. Aí ele já forçou demais a barra.

Responder

    Edmilson

    02 de novembro de 2010 às 23h52

    No que tange à imprensa venezuelana, o vídeo "A Revolução não será televisionada" (produzido por irlandeses), disponível no youtube, dá uma boa dimensão da relevante participação da mídia daquele País na tentativa de golpe contra Chávez em 2002. A nossa imprensa sempre fala em "venezuelização", mas se isso tem de fato ocorrido no Brasil é apenas por parte dela, imprensa…

    Emilio Matos

    03 de novembro de 2010 às 11h36

    Eu concordo com você. Mas enumerar os motivos pelos quais ocorre o confronto entre o governo e a imprensa não mostra que o país é uma democracia, por mais justificáveis que sejam os motivos do governo. O máximo que se consegue defender assim é que talvez o processo leve a uma democracia algum dia.

    Eduardo Serra

    03 de novembro de 2010 às 02h50

    Venezuela é sim democrática…

    São feitas eleições sempre onde o povo escolhe o que bem entender, só que lá o buraco é mais embaixo. Existe um golpe midiático constante com retroalimentação estadunidense. Quase assassinaram o Chavez em 2002 a despeito da vontade popular.
    O que existe é o petróleo da Venezuela que é vital para os EUA, porém, com o Chavez no poder, eles não conseguem saquear. Tentam implantar um governo de oposição, fantoche deles, só para acessar essas riquezas.

    Só não ganham porque o povo sente pele os benefícios do governo Chavez e mantém ele no poder.

    Não tem nada de filtro ideológico nisso!

    Emilio Matos

    03 de novembro de 2010 às 11h35

    Eu acho que você fez uma boa enumeração de motivos pelos quais a Venezuela foi levada à situação de hoje. Seguindo as suas mesmas idéias, você conclui que um país em que toda a imprensa está comprometida com interesses estrangeiros tem sérios problemas para formar uma democracia, não? Acho que você não pode discordar que um país em que o governo fecha órgãos de imprensa não é uma democracia, sejam quais forem os motivos que o levam a isso. Talvez todo esse processo leve a um amadurecimento democrático algum dia, mas acho que ainda não é o caso…

    Yacov

    03 de novembro de 2010 às 09h45

    Discortdo completamente do "seu filtro". Porque a Venezuela não é uma democracia???? O CHavez não foi eleito, re-eleito e tri-eleito pelo voto popular???? As mudanças que promoveu no pais não form feitas através de consulta popular???? O seu filtro "Piguiano" de viés classista é que não admite isso. Abs

    "O BRASIL PARA TODOS não passa na glOBo – O que passa na gLOBO é um braZil para TOLOS"

    Emilio Matos

    03 de novembro de 2010 às 11h29

    Você consegue discutir decentemente, ou não? Grasnar dessa maneira até um urubu consegue. Por causa de tipos como você eu tive tanta dificuldade de convercer pessoas a votar em Dilma nessa eleição. Já te passou pela cabeça o motivo de muitas pessoas terem associado essa imagem de truculência e arrogância ao PT?

BETH

02 de novembro de 2010 às 23h24

É um despautério com sociedade, essa Roda Viva ser conduzida pela Marilia Gabriela, que jamais substituirá o Heródoto Barbeiro.
Talvez ela – que teve sua oportunidade na vida, quando apresentava TV Mulher – coubesse melhor na cobertura de alguma Semana Fashion de Xiririca da Serra, com a locução do Augusto Nunes.

Responder

Maria

02 de novembro de 2010 às 23h19

A impressão que passa é de que não poderiam crucificar a Dilma para vingar a derrota, então chamaram o Zé Dirceu. Agora, nessa linha de inquisição bem que eles poderiam chamar o Paulo Preto ou o Daniel Dantas. Como seria? Ah, eles não têm nada contra esses senhores. Aliás, será que conhecem essas histórias? Ou poderiam perguntar por nós, porque esses personagens são intocáveis pela TV Cultura?

Responder

J_Amaro

02 de novembro de 2010 às 23h11

O Augusto Nunes revelou como age o PIG. O jornalismo brasileiro carece de profissionais honestos.

Responder

    MauMauQuirino

    03 de novembro de 2010 às 02h36

    Esse jornalistazinho teve a coragem de dizer que a quebra do sigilo fiscal dos tucanos foi feita pela campanha da Dilma,só esqueceu de citar que no seu depoimento,Amaury,informou que trabalhou para o jornal o estado de Minas para elaborar um "dossiê" para proteger Aécio do Serra e Itagiba.é um verdadeiro golpista,que distorce os fatos a favor dos seus chefes.

José Ribeiro Netto

02 de novembro de 2010 às 23h10

A entrevista com o José Dirceu foi um verdadeiro tribunal, à moda da inquisição espanhola ocorrida pelos idos da segunda metade do século XIII, que não garantia justiça aos acusados. O máximo de defesa que se conseguia, àquela época, era fazer com que os condenados, mesmo inocentes, confessassem crimes de heresia não praticados, para que os métodos, da pena final de morte, fossem abrandados com torturas menos sádicas.
Guardadas as devidas proporções, já que nos encontramos distantes dessa terrível prática religiosa da idade média, somos de nos assustar com o que vimos no último programa Roda Viva, não só pelo desvio propositado de conhecimento ou completa desinformação, por parte de alguns inquiridores, com o que está acontecendo na América Latina e no resto do mundo, como pela grande falta de respeito demonstrada, inclusive, pela mediadora do Programa em relação, principalmente, ao entrevistado e a todos nós telespectadores.
O Roda Viva já teve, num passado recente, dias melhores.

Responder

    MauMauQuirino

    03 de novembro de 2010 às 02h38

    Roda vida é uma ……..

    kodaly

    03 de novembro de 2010 às 12h16

    Caso fosse um juri, o réu seria absolvido. A acusação foi ridicula

Camilo Castelo

02 de novembro de 2010 às 23h10

Como deficiente auditivo, eu ficaria infinitamente agradecido se uma boa alma pusesse legenda nesses videos aí. Com leitura labial deu pra entender algumas coisas, mas pouco… Por ora, me contento com os comentários dos companheiros internautas.

Responder

    Luiz Carlos Azenha

    02 de novembro de 2010 às 23h39

    Alguém poderia ajudar? abs

    efdesign

    02 de novembro de 2010 às 23h49

    o google através do youtube já não faz isso?

Roberto

02 de novembro de 2010 às 23h01

Venho lamentar o atual roda viva. Como caiu a qualidade! Ontem a cena foi encomendada. O pessoal: a apresntadora (até quando?) mais os dois nativos e um convidado, estavam de ressaca, raivosos, inconsoláveis com a derrota do seu candidato. Porém esqueceram que o entrevistado tem um Currículo muito bom para a batalha que eles prepararam. A tendencia a paixão da apresentadora chega ao ridiculo de perguntar ao Demétrio, principe reserva, por que nada das acusações a Dilma colavam? Precisa mais para caracterizar parcialidade da Apresentadora? Muito Ruim! Tenho saudade do Herodoto.

Responder

gilberto nascimento

02 de novembro de 2010 às 23h00

Sempre gostei muito do Zé Dirceu, por reconhecer nele um dos melhores quadros da esquerda brasileira, e ele deu um banho no roda Morta, realmente dá gosto assistir o Zé respondendo tudo e deixando,principalmente a Gabriela e o Augusto Nunes com caras de bobos. Estou torcendo muito pela volta do Zé.. E acho que depois dessa seria muito bom que outros programas o entrtevistassem, el´é um cara que tem vasta experiência, e é articulao e inteligente pacas.

Responder

    Gilberto Bastos

    03 de novembro de 2010 às 02h05

    Concordo totalmente

Fernando

02 de novembro de 2010 às 22h56

Que bombardeio que o Zé Dirceu, só se saiu bem pois é mais inteligente que todos esses jornalisntas juntos. Ésse Augusto é impressiontePelo amor de Deus essa TV Cultura tá mais tucana do que nunca. !!

Responder

    MauMauQuirino

    03 de novembro de 2010 às 02h38

    Eles estão com medo de perder o emprego

Carlos G P Lenz

02 de novembro de 2010 às 22h47

Cinco contra um !!!! looks like hand job ! or masturbation if you want… (em inglês para os colonos do pig)

No final deu o previsível… a ejaculação do um ! Dá-lhe Zé. Fostes heróico !

Os cinco, bem, deixa para lá… é muita mediocridade, desfaçatez e hipocrisia !

Responder

    Edson

    03 de novembro de 2010 às 00h45

    Mas esquecer de sua contribuição seria negar o prazer…. de vê-los sofrer cansados, rs rs rs

Matheus

02 de novembro de 2010 às 22h45

Por vezes parece que o Dirceu até se sente constrangido por ter que dividir o mesmo espaço físico com indivíduos da estirpe desse Augusto Nunes… e não é pra menos.

Ao menos não podemos dizer que o PIG não tem senso de humor… cada pergunta é uma piada nova, e Dirceu mais riu do que respondeu. Um gigante entre formigas histéricas e muito, muito cabeçudas.

Surpreende como esses "jornalistas" conseguem se olhar no espelho pela manhã, de cara lavada… e como tem gente que os leva a sério. Lamentável.

De todo modo, dar publicidade e notoriedade gratuitas para seus adversários sempre foi a grande marca do PIG.

Responder

Angela Mara

02 de novembro de 2010 às 22h38

Azenha,

Eu dedico meu precioso tempo LENDO e fazendo meus COMENTÁRIOS sobre seus artigos
e você simplesmente não PULICA meus comentários.

LAMENTÁVEL ESSA ATITUDE….

Responder

@cenossaum

02 de novembro de 2010 às 22h37

o augusto nunes não só acha que a dilma é poste, como também acha isso do. já que ele afirmou que NINGUÉM votou na dilma, só no lula.

equivocado.

Responder

    Baixada Carioca

    02 de novembro de 2010 às 23h43

    Não só o Augusto, mas muitos (Noblat, Merval…) acham que o povo votou no Lula e não na Dilma. Eu considero equívocos. Eu fui à urna e votei na Dilma.

darci

02 de novembro de 2010 às 22h34

É verdade o Companheiro deu de 10. Ressalva quanto a questão da liberdede de imprensa. Devemos ser incisivos. A liberdade de imprensa é para garantir o direito de informação ,e informação da verdade.O direito a resposta, ao contraditório. E a obrigação de indenizar pelas ofensas, calúnias e difamações. Temos que enquadrar esses jornalistas. Tudo mercenário. Corruptos, vendidos.

Responder

Oliveira

02 de novembro de 2010 às 22h28

Roda viva ou gaiola das loucas qualquer semelhança não é mera coincidencia, patetica a atuação da Marilia Gabriela, Augusto Nunes e Moreira Leite.

Responder

Taka

02 de novembro de 2010 às 22h28

Fiquei impressionado com o despreparo da Marília, a pequenez, sobretudo, do Nunes e a goleada do José Dirceu

Responder

Wlademir Carvalho

02 de novembro de 2010 às 22h26

Azenha, queria usar esse espaço para proferir um denúncia.

Fui vítima de uma espécie de apertura por parte da UOL, apenas por fazer uso de linguagem e argumentos sarcásticos com difamadores e detratores de Dilma.

Meus comentários foram banidos, não posso mais adentrar ao acolhedor tabernáculo midiático…estou resignado com isso.

Nunca poderia esperar que a UOL lançasse mão desse expediente, ela que sempre foi a paladina da liberdade de expressão.

rsrsrsrs

Responder

    @apppufmg

    03 de novembro de 2010 às 23h42

    A UOL fez a mesma coisa comigo: bom saber que não fui a única. Cancelei a assinatura.

luis

02 de novembro de 2010 às 22h24

E por falar em bruxaria jornalistica: seguem abaixo dois links. Todos da Veja. Todos com declarações científicas de duas autoridades (Mainardi e Montenegro). Com base nas poções mágicas do Ibobope, essa duas figuras decretaram a derrota de Dilma e a vitória de Serra. Isso em agosto de 2009.
Agora é divertido ver esses dois canalhas se esborracharem: http://veja.abril.com.br/160909/71-a-29-p-181.shthttp://veja.abril.com.br/260809/lula-nao-fara-suc

Responder

    Elisa

    02 de novembro de 2010 às 22h59

    Nossa, que delícia!!!! Podíamos catar um monte dessas previsões não realizadas! Teria um monte, em todos os assuntos!

    TavaresdeMello

    03 de novembro de 2010 às 01h30

    Obrigado, camarada. Li e reli pra dar saborosas risadas.
    Seria legal, ver agora, a cara daquele jornalista cela (como diria Nassif)… hehehe

Fernando Oliveira

02 de novembro de 2010 às 22h20

O que essa vagabundagem da grande(?) mídia-escrota fez (e faz) com Zé Dirce, é algo completamente impensável em qualquer outra democracia do mundo. O pior de tudo é ter que ver esses vigaristas noticiosos, estelionatários da informação feito o execrável Augusto Nunes, tirando onda de gente honesta, decente, ética, como se nele e naquele lixo que ele escreve e representa, o esgoto midiático Veja, houvesse um fiapo sequer dessas virtudes. E o Fiúza?… E o Leite?… Dá pra "pensar" em debater qualquer assusnto sério, muito menos questões que digam respeito á lisura, moral e ética, com esses pseudo-jornalistas, com esse tipo de gente?… Como assim?!!!… Fala sério…

Responder

claudionor

02 de novembro de 2010 às 22h19

Piada. Alguns destes tristes entrevistadores são caros à classe media brasileira.
São fazedores de cabeças! No bojo da virulência com que atacam vê-se a mão do patrão.
São repugnantes. Mas tomaram bom baile, foram dormir envergonhados.
Que Zé Dirceu volte logo. O Brasil precisa e merece seu raro talento!

Responder

carlos souza

02 de novembro de 2010 às 22h15

volta Zé, pra colocar estes pseudo-jornalistas no chinelo.

Responder

Silvio - Sampa

02 de novembro de 2010 às 22h15

Parabens, Azenha. Eu não sabia que ontem o nosso admirável José Dirceu foi o entrevistado do roda morta, tal o meu interesse por esta emissora porta voz do psdb. Mas você nos brindou. Tenho certeza que o ministro será absolvido. Quanto aos pseudojornalistas que estavam lá mostraram o quanto são pequenos perto do gigante entrevistado. Para mim José Dirceu, José Genoíno e tantos outros são os verdadeiros heróis que o Brasil deveria aprender a reverendá-los juntamente com nossa Presidente Eleita Dilma Rousseff.

Responder

Zarref

02 de novembro de 2010 às 22h11

O cara é um dos grandes quadros da história da política brasileira. Deixou os jornalistas com as calças na mão: "o senhor conhecer os autos, sr. Paulo Moreira" – "Eu não!"
E depois dizem que os socialistas são os panfletários!

Responder

Luciano Prado

02 de novembro de 2010 às 22h11

Tenho me surpreendido com o grau de desinformação da Marília Gabriela.

Ela é excelente entrevistadora para assuntos banais e fofocas.

Quando o tema exige um pouco mais…

Responder

Reginaldo

02 de novembro de 2010 às 22h08

O Zé Dirceu do jeito que está é um cérebro desperdiçado. O Zé tem que voltar logo.

Responder

Arnaldo Costa

02 de novembro de 2010 às 22h07

O Augusto Nunes Pinóquio saiu tão desmoralizado, que não quis nem fazer a última pergunta.

Responder

Luiz

02 de novembro de 2010 às 22h05

Eu assisti ontem e sinceramente, aqueles jornalistas são muito medíocres nas elaborações das perguntas, mal informados e simplesmente usaram chavões de midia pra se contrapor a Dirceu q é muito mais informado e inteligente do q eles. Dirceu deu um banho de como se deve fazer debate e não ficar com factóides na cabeça pra se contrapor a ele. O cara não é fácil não…

Responder

O JUIZ

02 de novembro de 2010 às 22h05

Zé Diceu parece ter assumido uma culpa sózinho, para preservar seu Partido no Poder.
Há muita coisa escondida por detrás de sua saída, e não explicada, é claro.
Agora, foi uma humilhação o que fez que esses repórteres.
Sem querer ofendê-los, foram infantis.
Quem eles pensaram que iam entrevistar, afinal ?

Responder

Maria Lucia

02 de novembro de 2010 às 22h03

Que o Zé ia triturá-los estava claro desde o início.
Agora que tivessem a audácia de dizer que ninguém votou na Dilma, isso foi o hilário!
Não se enxergam mesmo!
Fico pensando o ódio que votam à Dilma Rousseff, o desespero em que se encontram ao vê-la chegar sã e salva, calma e equilibrada a essa vitória tão bonita!
A ditadura começou a ter seus esquemas desmontados finalmente.

Responder

maria celia

02 de novembro de 2010 às 22h02

Por outro lado, prestaram um enorme benefício a nação. Eu, que jamais quis prestar a atenção no José Dirceu, por achá-lo meio durão, fiquei impressionada com a sua inteligencia e assustada com a cretinice dos outros. E fica aqui uma pergunta? Se foi por causa do mensalão, por que não jogaram o Azeredo no fogo, já que ele foi quem começou isto tudo? No fundo, quando "acordaram" o bravo e inteligente José Dirceu, estão querendo algo. Coisa boa é que não é. Mas o Dirceu não está condenado e como qualquwr cidadão, merece o nosso respeito. Ganhou uma fã.

Responder

Maria Célia

02 de novembro de 2010 às 22h01

Meu marido, meu filho e eu rimos da barriga doer. A cada dia, ficamos impressionados com essa arrogancia intolerável que acomete os pseudos-jornalista. Saudades tenho do tempo em que eles perguntavam e conduziam as entrevistas, conforme a resposta do entrevistado. Hoje, eles agridem, não esperam que respondam e opinão como se fossem donos absolutos de uma verdade única. No caso, a da direita conservadora. Fica claro que eles se acham os últimos eruditos da empada e há quem pague caro para terem pessoas agressivas, tais como o Nunes e outros imprestáveis que estão enojando a imprensa nacional. Marília Gabriela é uma mulher boba e oca.

Responder

Arnaldo Costa

02 de novembro de 2010 às 22h00

A reeleição de FHC foi comprada e ninguém falou. As privatarias também passaram em branco. Há denúncias de corrupção contra o Serra, inclusive envolvendo contas em paraísos fiscais, e esses mesmos elementos não dizem nada. Varrem para debaixo do tapete. Aproveito para deixar meu veemente protesto contra o que fizeram com o Roda Viva. Um dos únicos redutos que mantinham certa isenção, agora está politizado também por esses demotucanos. Muito “oportunista” convidar o José Dirceu logo após a vitória da Dilma. Bando de sacripantas essa turma do tablóide veja. Esse programa já era.

Responder

pap

02 de novembro de 2010 às 21h55

ola

Marilia "que se acha" Gabriela – Peça demissão da tv cultura, voce é um fiasco, pra não dizer ridícula. O que mais quer fazer?
Pousar para a "pleboi"? Porque voce nao vai fazer trabalho social? Faça peças de teatro com ingresso gratuito para os jovens que nao
tem como ir ao teatro. Na virada cultural, vá cantar em algum CEU. Se voce e o povo da elite investissem em teatros,Sesc,Universidades,Centro olimpicos,linhas de trem, saneamento, casas etc.garanto que fariam mais que as patetadas que voces fazem e enchem as paginas da midia pig.

Responder

Savio

02 de novembro de 2010 às 21h53

Dirceu deveria ter indicado o filme abaixo na hora em que discutiu a imprensa livre.
A queda… nas vendas da Veja: http://www.youtube.com/watch?v=i3yUqFvlsT4&fe

Responder

Wagner Borja

02 de novembro de 2010 às 21h51

Esse programa é uma vergonha! Os jornalistas já tinham sua própria tese e pouco importavam as respostas do entrevistado.
Augusto Nunes é um pulha! Marilia Gabriela envergonha sua própria história!

Responder

Paulo Chaimsohnr

02 de novembro de 2010 às 21h49

Pra aguentar esta Marilia Caras Gabriela e este Augusto escroto Nunes só com um bom entrevistado mesmo!

Responder

Arnaldo Costa

02 de novembro de 2010 às 21h46

O interessante é que esses babacas, que se intitulam como "imprensa investigativa", só se apoiam no tal mensalão criado pelos tucanos para tentar denegrir o PT. CANSAMOS DE SER ENGANADOS. Por uma sociedade mais justa, igualitária e evoluída, Dilma neles!

Responder

antonienko

02 de novembro de 2010 às 21h45

Escrevi nos comentários do conversaafiada, ainda pouco, da esperança de ver a justiça reparar um mal histórico.
José Dirceu estaria sofrendo "lock out".
José Dirceu foi perfeito.
Brigou, caiu e não reclamou. Um soldado de elite..
Quando entro aqui e não posso ouvir o video. Tudo bem. Pelos comentários deu pra ter uma noção.
Torço que volte.
Já o Palocci, passou da hora….

Responder

Arnaldo Costa

02 de novembro de 2010 às 21h42

Barba, cabelo e bigode. José Dirceu sentou os repórteres inquisidores no colo.

Responder

claudio dos santos

02 de novembro de 2010 às 21h41

tv cultura, tv gazeta, rede viva, e globo….estao no comando do Serragio Dantas Mendes…..só tem armadilha e mentiras…..nao confio no Jose Dirceu, no Palocci, no Cardoso, no Dutra….., mais o Zé humilhou a turma do PIG com o seu conhecimento e coragem, deixou os interrogantes vermelho de vergonha por serem desprovidos de inteligencia!!!! kkkkkkkkk

Responder

Paulo Chaimsohn

02 de novembro de 2010 às 21h41

Este Augusto Nunes é patético!!! Tenho que me segurar ṕara não vomitar!!!

Responder

Arnaldo Costa

02 de novembro de 2010 às 21h39

Esses jornalistas não valem o que vestem. Eu tenho grandes dúvidas de como eles e as empresas em que trabalham ganham o dinheiro… Defendem interesses obscuros dos seus comparsas demotucanos com afinco.

Responder

yacov

02 de novembro de 2010 às 21h37

Na minha humilde opinião, me parece que a "Grande Mídia", queria o LULA, mas como não deu, pegaram o Zé dirceu para Cristo. Ele vem sendo linchado publicamente desde o caso não comprovado deo mensalão petista. Em todo o caso, temos que esperar o STF dar o seu veredicto. Agora, esse time de entrevistadores do novo ROda VIvA é muuuuuuuuuuuuito fraquinho, hein?!? Sem vergonha, mesmo. Que que é isso, gente?!?! É a decadência total do jornalismo televisivo brasileiro. Precisamos nos reciclar urgentemente.

"O BRASI LPARA TODOS não passa na glOBo – O que passa na GlOBo é um braZil para TOLOS"

Responder

paulo pavaneli

02 de novembro de 2010 às 21h33

estranho isso de resgatar o Zé Dirceu do anonimato justo nessa hora… não acham?
O que, na verdade, estão querendo aprontar?

Responder

Fefeo

02 de novembro de 2010 às 21h31

Esse Zé Dirceu é um dos maiores homens públicos deste país. Deu até dó do sabujo do patrão chamado augusto nunes, Ele foi triturado e tripudiado pelo Zé. Alô STF, quando vocês vão me deixar votar no Zé Dirceu novamente ??

Responder

Marcos Antonio

02 de novembro de 2010 às 21h30

A percepção da realidade sem detelhes é o que separa o inteligência da mesmice. Onde um vê a teoria da relatividade outro só vê estrelas e olhe lá…
O Dirceu consegue subdividir os eventos e nuances que os outros ou não veêm quer seja por menor capacidade intelectual ou por ação politica menor mesmo!
Enxerga mais quem vê mais detalhes dentro de um evento!
O cego não vê nada!

Responder

Arnaldo Costa

02 de novembro de 2010 às 21h28

Alguns desses jornalistas mentem tanto que acabam acreditando nas próprias inverdades inventadas por eles. Vivem no mundo do faz de contas.

Responder

freire

02 de novembro de 2010 às 21h26

Esse tal de Augusto Nunes quando da entrevista do Sen. eleito Aloysio Nunes, foi de dar dó a subserviência e a troca de figurinhas, só fazia perguntas café com leite, e ainda salvou o mesmo várias vezes quando a Mônica Bergamo quis empurrar o senador nas cordas….uma lástima…como um "profissional" se presta a um papel destes?

Responder

Camilo

02 de novembro de 2010 às 21h24

Esse jornalistas tem nível superior????? Só para desfile de idiossincrasias e repiques de sobrancelhas, né?
Que moral tem uma jornalista aspirante a atriz novela???? Focada…. muito focada….

Responder

Rafael

02 de novembro de 2010 às 21h23

Podiamos surgerir que o Serra seja entrevistado no roda viva com os seguintes jornalistas:

Luis Carlos Azenha, Paulo Henrique Amorim, Maria Frõ, rodrigo vianna e eduardo guimarães..rsrs

Terá que ter uma ambulância no final da entrevista.kkkkkk

Responder

Armando do Prado

02 de novembro de 2010 às 21h21

José Dirceu foi competente, mas sobretudo controlado. Qualquer outro teria aceitado a provocação e partido para a "jugular" do fascista despeitado do A. Nunes.

Responder

Silvia

02 de novembro de 2010 às 21h20

Esse Augusto Nunes me parece ter problemas cognitivos,não elabora raciocinios! Apenas solta frases feitas e tem xiliques se a resposta é acima da sua capacidade de compreensão! Para fazer o papel dele na veja creio que não encontraram ninguem melhor preparado!
A Marilia é a decoração de palco!
Realmente o José Dirceu deitou e rolou! Respeitei-o mais ainda por ter paciencia com esse lamentavel programa ….que já foi bom!

Responder

Leider_Lincoln

02 de novembro de 2010 às 21h20

Vou falar para vocês, eu nem gostava do Zé Dirceu, mas agora virei fã. E simpatizava com a M. Gabriela e agora acho-a uma babaca. Pelo menos ato inquisitório serviu para alguma coisa…

Responder

    TavaresdeMello

    03 de novembro de 2010 às 01h05

    Quas idem!

Camilo

02 de novembro de 2010 às 21h19

Nunes… Para ele vale mais o que está no PIG do que autos processuais…. HAHAHAHA! TODOS contra um!!!!! Comedores de caviar fulos da vida……

Responder

    Sidnei

    03 de novembro de 2010 às 00h47

    Muito bem colocado. Quando ele quis colocar o que está escrito na imprensa (versão) sobre o que está escrito nos próprios autos do processo eu fiquei me perguntando como esse cara ainda tem emprego.

MARCCONDEZ

02 de novembro de 2010 às 21h19

O Ze Dirceu foi ao programa 100% ciente. Mesmo sendo questionado de forma primaria, com Gabi conseguiu fazer um bom programa "puxando" e apimentando perguntadores insonsos.

Responder

Pedro Boemer

02 de novembro de 2010 às 21h16

Não é à toa que toda oposição e o PIG temem por Zé Dirceu! Apesar de tudo orquestrado não dá para fugir da verdade. Ela virá, e nosso companheiro Zé Dirceu sabe. Só fico pensando como toda essa quadrilha for desmascarada… Acho que está na hora da mídia comercial começar a saber fazer o verdadeiro jornalismo, que é o jornalismo da informação e isenção.
Parabéns companheiro Zé Dirceu e viva Dilma nossa presidente eleita democraticamente, mesmo com todo os Jabores, Hipólitos, Leitões, Merwais, Augustus Nunes, etc… etc…etc… falando e escrevendo inverdades diuturnamente.
Fique tranquilo companheiro, o povo esclarecido ainda está aí e não se deixa enganar…

Responder

Arnaldo Costa

02 de novembro de 2010 às 21h15

José Dirceu se saiu muito bem. Essa acusações a ele, realimentadas insistentemente, fazem parte de uma grande farsa que a imprensa marrom e golpista armou juntamente com os demotucanos (ex-PFL, ex-PDS). Os entrevistadores são uns hipócritas e safados. Fazem parte da extrema direita que armou todo esse imbróglio. Não tem nada haver com a indignação do povo. Mostramos na urna. CANSAMOS DE SER ENGANADOS por esses repórteres safados, imorais e partidarizados.
P.S.: A reeleição de FHC foi comprada e ninguém falou. As privatarias também passaram em branco. Agora, a denúncias de corrupção contra o Serra, inclusive envolvendo contas em paraísos fiscais e esses mesmos elementos não dizem nada. Varrem para debaixo do tapete. Aproveito para deixar meu veemente protesto contra o que fizeram com o Roda Viva. Um dos únicos redutos que mantinham certa isenção, agora está politizado também por esses demotucanos. Muito “oportunista” convidar o José Dirceu logo após a vitória da Dilma. Bando de sacripantas essa turma do tablóide veja.

Responder

Arnaldo Costa

02 de novembro de 2010 às 21h13

Não entendo porque você não está postando minhas opiniões. Agora, um dos momentos mais impressionantes de idiotice, foi quando os babacas dos repórteres afirmaram que não entendem porque alguém votaria na Dilma. Completos panacas e alienados mesmo. É vergonhosa essa nossa imprensa.

Responder

José Luiz

02 de novembro de 2010 às 21h12

Vi o roda-morta. As perguntas foram todas horríveis. O entrevistado chegou em uma hora que falou qual era a pauta do programa. Interpelou um repórter, perguntando ao cara se ele tinha lido o processo no STF. O jornalista parou logo de perguntar sobre o processo. Os cara são ridículos!

Responder

Fernando

02 de novembro de 2010 às 21h12

DIrceu foi bombardeado… e venceu a batalha dos argumentos.

Responder

M Cristina Meirelles

02 de novembro de 2010 às 21h05

Zé Dirceu deu show, a bancada de jornalistas foi medíocre, despreparada, apoiada em manchetes de jornal em seus questionamentos. Nossa deu até vergonha!!! Vamos lá turma vamos trabalhar antes de mostrar a carinha na TV e ganhar popularidade!!! Pequenos e deselegantes o Fiúza e o Nunes diante da vitória de Dilma ä presidência, com ela e com todas as pessoas que votaram nela – e olha que não foram poucos esses ignorantes e seres manipuláveis –
Além do tom chauvinista ( que certamente será negado) parece pensador do século XVII descrevendo a mulher. Quem é esse ser? Como um "jornalista" não sabe quem é Dilma Roussef eu não entendo, mas eles podem passear pelo Rio de Janeiro e perguntar a pessoas simples que elas vão "desenhar "para eles

Responder

Remindo Sauim

02 de novembro de 2010 às 21h00

O Augusto Nunes está virado numa tia velha. Vem despreparado para um programa com o Zé Dirceu. Pagou um mico atrás do outro.

Responder

carloslbf

02 de novembro de 2010 às 21h00

Excepcional o desempenho de José Dirceu nesse programa – independente de gostar ou não do indivíduo, não há como negar que ele ditou o ritmo do programa. Em alguns momentos era constrangedor constatar como a maioria dos jornalistas ficou perdida – seja em momentos em que todos falavam simultaneamente e de forma atabalhoada, ou quando ficavam no mais profundo silêncio, enquanto Dirceu ia destruindo as perguntas. Esse RodaViva de 01/11/10 devia ser utilizado como exemplo de despreparo jornalístico (exceção feita ao reporter da Carta Capital).
Parabéns a ele, torço por sua absolvição na Justiça.

Responder

Newton

02 de novembro de 2010 às 20h57

A pergunta é: Augusto Nunes é do PIG porque é boçal, ou é boçal porque é do PIG? Nesse desafio "tostines" os telespectadores sempre perdem. Ainda bem que de vez em quando aparece alguém com a estatura ideológica de um Zé Dirceu para mostrar ao público que o boçal está nu.

Responder

Ana

02 de novembro de 2010 às 20h52

Esse Augusto Nunes não só desrespeitou José Dirceu, como o eleitor brasileiro, ao dizer que nós não votamos em Dilma e sim em Lula, como se nós não tivessemos condições de avaliar e construir uma opinião sobre o processo político brasileiro. Só faltava ele dizer que a "culpa" da eleição da Dilma era dos nordestinos. Sobre a Marília Gabriela no comando do programa, sem comentários.

Responder

fabio sosa

02 de novembro de 2010 às 20h45

José Dirceu demonstrou tudo isso que por unanimidade esta sendo aqui relatado. Como ele é didatico, inteligente e eficiente em suas respostas. Creio que a banca de entrevistadores encabeçada pela Sra. Marília deve ter de fato respirado aliviada assim que a entrevista acabou. O Zé simplesmente abalou as estruturas intelectuais de todos aqueles pseudo jornalistas que estavam ali, façamos exceção ao representante da Carta Capital que pouco participou. O Zé, articuladissimo soube destroçar ponto a ponto, todas as asneiras e chavões repetidos a exaustão pelo P I G nestes últimos anos. Este tal de Nunes deveria ter vergonha, mas como não tem, se presta ao papel como ninguém, o de pateta ou bobo da corte.
Juntos contigo Zé, pela sua absolvição no Supremo. A militancia se importa com você e como todos sabemos, é questão de tempo para você ser guindado ao posto que lhe é de direito, o de verdadeiramente liderar as esquerdas neste país.

Responder

Paulo Paiva

02 de novembro de 2010 às 20h39

Este Augusto Nunes até editar comentário no seu blog já fez, é um mal-caráter de marca maior. Agora, como a Marilia Gabriela é desinformada ?? Não sabe nada, destatualizada além de não conseguir concatenar mais de duas idéias em sequencia. Que pena o que fizeram com TV Cultura, o tucanato mostra o que faz com as boas empresas públicas, sucatea, estraga e vende

Responder

Sidnei

02 de novembro de 2010 às 20h38

Pessoal, que tal uma enquete para mudança de nome do programa que outrora já fez jornalismo contraditório (que é o de qualidade)?:

– Inquisição Viva!
– Jornalismo morto!…

Aberta a votação, com direito a "twittagem"…

Responder

Rômulo

02 de novembro de 2010 às 20h38

Foi vergonhosa a condução do programa e esclarecedora as colocações do José Dirceu. Quem sabe daqui para a frente sejam mais respeitosos com um entervistado!

Responder

Orellano Paz

02 de novembro de 2010 às 20h33

O Roda Viva ja' foi um excelente programa de entrevistas. Agora, so' serve pra gente verificar a intensidade das distorcoes/intencoes. Jose' Dirceu esta' muitos furos acima destes PIGuinhos ginasianos. Deu um show de bola, mesmo nao tendo sido entrevistado. Foi um vexame dos acusadores travestidos de entrevistadores. O Jose' Dirceu e' uma grande personalidade, e manteve controle total da situacao. Pena que ele nao foi entrevistado.

Responder

Luciano Prado

02 de novembro de 2010 às 20h30

Esse boquirroto que chamam de Augusto Nunes é mal educado, prepotente e inconveniente. Além do que é desrespeitoso para com o telespectador. O sujeito não deixa o entrevistado responder, interrompe a todo instante para exigir a resposta que lhe convém. Por outro lado, o desinformado se acha com poderes para denunciar, investigar e sentenciar. Não sabe lidar com o “princípio da inocência”, talvez nem saiba do que se trata. Acha que o fato de haver denúncia é o bastante para condenação. É por essas e outras que a velha e carcomida imprensa exala tanto fedor.

Responder

Cesar Augusto

02 de novembro de 2010 às 20h27

augusto nunes (minúsculo) não merece participar do roda viva. Garanto que se o entrevistado fosse fhc, ele não o chamaria de lobista, nunes babaria nas botas de fhc. nunes fora do roda viva. Para Dirceu, nota 9.

Responder

Esly

02 de novembro de 2010 às 20h22

Sou fã do Zé Dirceu, depois que disse " EU NEGO" ao Roberto Jeferson, olhando em sua cara, não seria um desesperado qualquer que iria tira-lo do sério.

Responder

Ramon

02 de novembro de 2010 às 20h21

Interessante é notar que quase todos os jornalistas saem em defesa do PSDB.
Não gosto de Dirceu, mas que ele colocou todo mundo no bolso, até com uma certa facilildade, é inegável.

Responder

Rodrigo

02 de novembro de 2010 às 20h19

Belíssima entrevista. Colocaram o Dirceu no lugar que merece.

Responder

    Yacov

    03 de novembro de 2010 às 09h57

    Seria no centro do palco, companheiro???? Embaixo dos holofotes???? concordo. E ele brilhou…

    "O BRASIL PARA TODOS não passa na gLoBo – O que passa na gLoBO é um braZil para TOLOS"

Ricardo_Alves

02 de novembro de 2010 às 20h15

gente como eu dei boas risadas ontem, este ze pois todo mundo no bolso, deitou e rolou, este roda viva que agora e roda morta, fraquissimo, sempre tive este programa em alto conta mas com esta turma prefiro ver o panico na tv. foi ate covardia esta cabriela e boa de novela simplesmente chegou a ser primario. deste jeito o pt ira governar eternamente este pdsb e sua turma sao ridiculos…pobre fim para eles.

Responder

Luis Eduardo

02 de novembro de 2010 às 20h12

Sem querer desmerecer o José Dirceu, mas é fácil colocar no bolso jornalistas tão despreparados, intelectualmente desonestos e anti-profissionais, que confundem suas preferências ideológicas e eleitorais com o ofício de questionar. O Moreira Leite e a Marília Gabriela são dois parvos. O Fiuza é limitado, e o Augusto Nunes, mais experiente e preparado, não passa de um jornalista histriônico e intelectualmente desonesto. Não é à toa que está na Veja.

Responder

Valmir Gôngora

02 de novembro de 2010 às 20h11

Augusto Nunes julga que a entrevista foi boa em razão das perguntas, não das respostas. É o caso do jornalista que deveria entrevistar a si mesmo, tamanho seu brilhantismo!

Responder

Heriberto Pozzuto

02 de novembro de 2010 às 20h09

Postura do Augusto Nunes nao surpreendeu. Ele é o xurume do lixo Veja. Zé Dirceu como sempre impecável. A decepção foi a Marilia

Responder

Arnaldo Costa

02 de novembro de 2010 às 20h09

Isso não foi uma entrevista. Foi um interrogatório. José Dirceu brilhou. Pôs esses entrevistadores hipócritas no bolso.

Responder

marcos dascanio

02 de novembro de 2010 às 20h03

Zé Dirceu é o maior lider da esquerda. Por isso precisava ser derrotado no governo Lula, o que todos sabem, foi uma grande perda. Tem e sempre terá meu apoio. Guerreiro do povo brasileiro !!

Responder

Guillermo

02 de novembro de 2010 às 20h02

Voltei a ver o roda viva depois de quase dois anos por causa do José Dirceu.
Nem pela Marília Gabriela voltaria.
Os entrevistadores queriam aparecer mais do que o entrevistado e cada qual queria defender sua tese.
Ele só não foi melhor porque não deixavam ele falar e mudavam de assunto a toda hora. Tipo linchamento mesmo.
José Dirceu foi educado e firme com as provocações, mas a Marília em algumas ocasiões teve de esticar o corpo até o limite da mesa para "argumentar".
Roda Viva é isso aí que fizeram dela, longe de ser o que foi, anos-luz.

Responder

luiz

02 de novembro de 2010 às 20h01

Meu Deus, como está mal o jornalismo brasileiro. Chamar Augusto Nunes de jornalista deve ser um insulto aos verdadeiros jornalistas. Fraquíssimo. Caricato. Simplório. Um anão de Liliput. Devia mudar o nome para Augusto Clichê Nunes. Um bom jornalista é reconhecido pelas perguntas que faz. Esse rapaz é péssimo, as perguntas são ridiculas. Mesmo que ele seja de Direita, existem direitistas muito mais talentosos e inteligentes. Tomou um banho de José Dirceu. Eu que não gostava do Dirceu, passei a respeitar a sua inteligência aguda, o conhecimento profundo das coisas do Brasil, a capacidade de articulação. Ele deu um show…

Responder

Arnaldo Costa

02 de novembro de 2010 às 19h59

Aos poucos vamos desmanchando esse castelo de areia de farsas e boatarias que o PIG ergueu.

Responder

Celso Silva

02 de novembro de 2010 às 19h57

Se esse Augusto Nunes é jornalista então Serginho Malandro é um diplomata. Só faltou a camisa do PSDB no camarada. Lamentável o nível do debate por parte dos "jornalistas".

Responder

Jura

02 de novembro de 2010 às 19h55

Pra mim o ponto alto foi quando Marília Gabriela disse que o PT era o responsável pelo dossiê do aécio "até prova em contrário". Sendo que até agora todas as provas são em contrário. Como eles são mal informados! Ou mal intencionados?

Responder

    Liz

    03 de novembro de 2010 às 10h03

    Muito mal intencionados, covardes e mentirosos.

Gerson Carneiro

02 de novembro de 2010 às 19h47

José Dirceu na cova dos leões.

Quem assistiu ao filme "Os Miseráveis", ou leu a obra de Victor Hugo, percebe bem nessa trama do José Dirceu a questão do estigma. Ao ser libertado, Jean Valjean profere: "19 anos preso. Agora começa o castigo".

Nota-se na entrevista, por parte dos entrevistadores, que há uma defesa da afirmação de que tudo que a imprensa alardeou contra o José Dirceu faz parte de uma verdade absoluta, um axioma. E ao mesmo tempo é frágil essa afirmação,cai por terra como no episódio das bengaladas que o José Dirceu foi vítima, ainda mais agora se comparar com a cobertura dada ao episódio da bolinha de papel pela mesma imprensa que acusou o José Dirceu. ´

O estigma é pior do que nódoa de caju. Pega mais do que visgo de jaca.

Responder

@matinta_perera

02 de novembro de 2010 às 19h45

Espero que Dirceu fique bem longe desse governo. Não é confiável, definitivamente.

Responder

Leonardo

02 de novembro de 2010 às 19h44

O Dirceu apenas mostrou o que a Marília Gabriela é: nada. Nem jornalista brilhante e nem atriz competente. Ela não é nada e ele passou parte do programa colocando-a em seu devido lugar. Os outros, exceto o jornalista da Carta Capital que se mostrava visivelmente constrangido diante daquele circo, nós já conhecíamos.

Responder

Carlos

02 de novembro de 2010 às 19h43

Com certeza, o José Dirceu é um dos maiores nomes da política brasileira.
O que me impressiona é que tem muita gente de esquerda e mesmo do PT que acreditou nas calúnias, injúrias, infâmias e mentiras descaradas que o PIG e o PSDB/DEM divulgaram contra ele. Espero que essas pessoas deixem de ser ingênuas e passem a ter mais discernimento.

Responder

joao batista jr

02 de novembro de 2010 às 19h12

Isto não foi um programa jornalístico. Não há respeito pelo entrevistado, prostaram-se como inquisidores, onde nem prestaram atenção às repostas do José Dirceu. Ele teve que insistir em não chamá-lo de lobista, teve de afimar várias vezes que não é culpado de nada até o julgamento no STF. E ainda aturou as histrionices do Augusto Nunes. A Marília Gabriela não comanda o programa. O Jornalista da Carta Capital ficou no escanteio, pois, neste programa não há ordem, pergunta quem fala mais alto, e bote alto nisso, foram vários os momentos inintelegíveis devido à histeria dos jornalistas. Apesar das seguidas ofensas e desrespeito com suas opiniões, José Dirceu foi muito bem, o sorrisinho de desdém para o A. Nunes em suas interjeições razas deixaram claro que ele não iria ridicularizar o pobre jornalista além do que ele já se apresentava.

Responder

    Octavio

    02 de novembro de 2010 às 20h30

    O Jornalista da Carta Capital foi omisso. Ele se escondeu. Quiz se apresentar como pessoa educada para não ser comparado com os demais entrevistados, mas com essa conduta ele deu legitimidade para o circo que foi montado. Ele tem que repensar como se apresentar. Ele manchou a imagem da Carta Capital com a sua omissão.
    Das poucas participação que teve, fez parte do circo dizendo que o Zé Dirceu não tinha respondido sua pergunta.
    E dava para responder algo naquela histeria? A Cada palavra do Zé Dirceu havia nova pergunta ou acusação.
    Ai vem "Santo" dizendo que sua pergunta não foi respondida. Brincadeira. A intervenção dele poderia ser precedida de "Deixem o Zé Dirceu responder minha pergunta" e não como foi. O que ele passou foi que o Zé Dirceu fugiu da pergunta e na minha opinião não foi o que aconteceu.
    Ele deveria se posicionar de forma alinhada com o bom jornalismo praticado pela Carta Capital e não se omitir.

vicente

02 de novembro de 2010 às 19h10

O jornalista Augusto Nunes não tem nível pra discutir política externa nem no boteco da esquina. Santa ignorancia!

Responder

Antonio Lyra Filho

02 de novembro de 2010 às 19h08

Este Augusto Nunes me pareceu um despreparado para este tipo de entrevista.
Trata-se uma pessoa paga pela Veja para atacar e agredir. Zé Dirceu o colocou no seu lugar.
Diariamente ele usa a Veja para fazer chacota com se isto fosse jornalismo.
Por certo, caso fosse desiginado para fazer uma matéria séria e imparcial ele não saberia como começar.

Responder

    Vivaldo

    02 de novembro de 2010 às 20h04

    Se o Augusto Nunes fosse bom, jamais deixaria de ser editor-chefe de determinado jornal como deixou de ser… Ele se esconde atrás da agressividade, a arma dos DESPREPARADOS…

fog

02 de novembro de 2010 às 19h08

Influenciado pelo PIG, durante o mensalão, não gostava do Zé Dirceu. Agora, tem meu voto.

Responder

    Aline C Pavia

    02 de novembro de 2010 às 21h23

    Somos dois. "Exilado em meu próprio país". Foi uma delícia o programa, do começo ao fim.

Carlos A

02 de novembro de 2010 às 19h07

Para min, ficou claro, que a maioria dos jornalistas só repercuti o que ouviram falar.
Não fazem nenhuma pesquiza. Não leem nem o processo.
Uma lástima.

Responder

Bonifa

02 de novembro de 2010 às 19h02

Serra ainda manda na Cultura. E Serra sabe do brilhantismo incontrastável de Dirceu. Ambos foram presidentes da UNE, mas Dirceu FEZ a UNE e Serra a abandonou. Dirceu dá de dez a zero em Serra, como liderança e inteligência. Num debate entre os dois, Serra sairia direto para a emergência de algum hospital. Se Serra quer que o Roda Viva inquira Dirceu, é porque sabe que Dirceu dará um nó em seus inquisidores. Serra está querendo que Dirceu apareça e se cacife para participar do governo Dilma. Então, toda a artilharia do PIG terá motivo para disparar dia e noite contra o governo, o qual estará cumprindo as profecias tenebrosas da oposição, com a "volta dos mensaleiros" .

Responder

André Silva

02 de novembro de 2010 às 18h52

Por isso a oposição se deu mal. Numa mesa de bar, discutindo política, Paulo Moreira Leite, Marília Gabriela, Augusto NUnes e Guilherme Fiúza, vão pra casa de ressaca. Bebendo apenas um coquetel de frutas… sem álcool,

Responder

salete de arruda

02 de novembro de 2010 às 18h46

Definitivamente os "jornalistas" que se acham, tipo alguns nesse entrevista com o José Direceu, precisam de um banho de GENTE. Esses caras não sabem mais como agem as pessoas. Eu admiro o Lula mas votei na Dilma. Milhares de pessoas que conheço VOTARAM NA DILMA pela sua história, competência, participação no governo do PT e é claro também por ser uma pessoa admirada pelo Lula. Normal que eu admire o Lula e isso também tenha algum peso. Mas dizer que a Dilma só foi votada porque o Lula pediu é IDIOTICE da maior. Talvez se usassem alguns métodos do bom jornalismo como entrevistar pessoas que votaram na DILMA Augusto e outros que se dizem jornalistas não cometeriam tantos abusurdos.
Dá-lhe Dirceu!

Responder

    Vitor C.

    02 de novembro de 2010 às 21h13

    É um absurdo afirmar que ninguém votou na Dilma, é debochar do processo democrático que a elegeu. Eu votei na continuidade do governo Lula, claro que isso teve peso. Mas acreditei também na Dilma, no seu histórico de militante da luta armada, no seu aprendizado com Brizola, na sua atuação nos ministérios. Acreditei nela, acreditei também que seria importante eleger uma mulher para presidir o país. E todas as mulheres, feministas ou não, que acreditaram nisso? Nada disso entrou na conta do Augusto Nunes. Ele debochou do povo brasileiro. Aliás, fico espantado que isso, partindo de alguém ligado à Veja, ainda assuste.

Fábio

02 de novembro de 2010 às 18h45

Dirceu tem umas contas a acertar com o país. Não boto minha mão no fogo por ninguém na política, muito menos por ele.

Mas ele botou todo mundo ali no bolso totalmente, sem dúvida. Os tucanos q se acham tão inteligentes, tomaram de goleada, passaram vergonha.

Os entrevistadores ficaram muito mal na fita.

Responder

Mauro

02 de novembro de 2010 às 18h43

Tenho 41 anos de idade. Nunca vi ninguém mais execrável que esse Augusto Nunes. Ele consegue o impossível: é mais elitista e, portanto, imbecil, que o Jabor.

Responder

    Octavio

    02 de novembro de 2010 às 20h03

    Discordo! O augusto nunes e ruim, mas o jabor… é muuuuiiiiito ruim. Não dá para tirá-lo do trono.

    Vivaldo

    02 de novembro de 2010 às 20h08

    A intenção de Jabor é tornar-se presidente do PSDB…

    Sidnei

    03 de novembro de 2010 às 13h54

    Olha, quem já "leu" Reinaldo Azevedo da veja tem que discordar. Eu não tenho coragem de acessar novamente aquela página porque provoca doenças, mas quem quiser ver os nomes que ele usa para se referir aos intelectuais e juristas que assinaram o manifesto referente ao evento do TUCA constatará que ele injuriou (no mínimo) todos, com palavras asquerosas. Eu nunca esperei ler algo tão nojento, mesmo na veja…

gefferson

02 de novembro de 2010 às 18h38

apenas um comentario com relação ao site ele não esta como anterior o outro era mais eficiente na hora de buscas de matérias antigas e o setor você escreve não podemos mais escrever

agora gostaria de deixar uma sugestão de 2 matérias que vi
essa de um bispo anglicano foi uma das mais lucidas que eu já sobre estado e religião http://www.hermesfernandes.com/2010/03/que-tal-um

e esta sobre o preconceito de alguns twitteriros http://www.cristaoconfuso.com/2010/11/quem-fala-o

grato pela atenção se chagar a ler

Responder

pedroso

02 de novembro de 2010 às 18h34

Esses jornalista se acham. Ao menos poderiam estudar um pouco de direito constitucional para não fazerem perguntas e afirmações idiotas. Dirceu foi bem claro qdo disse que o ônus da prova cabe a quem acusa, e principalmente qdo falou do princípio da inocência do acusado, que é um princípio basilar em qualquer estado democrático de direito. Mas esses caras são mesmo ignorantes com i maiúsculo e ainda julgam-se a fina flor do fácio. Essa nossa mídia o que sabe fazer de melhor é assassinato de reputação e até agora nada foi feito para coibir essas atitudes criminosas e ainda falam em liberdade de expressão como se eles a respeitassem.

Responder

glauco

02 de novembro de 2010 às 18h34

só faltaram colocar ele no pau de arara!

Responder

marcello mantovanni

02 de novembro de 2010 às 18h34

Há tempos que não via esse programa e fiquei curioso sobre essa entrevista com o Zé Dirceu.
Fiquei horrorizado, pessoas asquerosas (esse antunes é simplesmente inacreditável, já sabia da fama dele na revista veja… vendo o na televisão vi o tamanho da sua insignificância…
Com disse alguém, o programa se transformou num tribunal de inquisição…
Lamentável.
KD o Heródoto???

Responder

    Vitor C.

    02 de novembro de 2010 às 21h19

    Já lamentei muito no Twitter o rebaixamento do Roda Viva. Esse programa participou da minha formação política, falo isso a sério. Ele é um pouquinho mais novo que eu, tem 24 anos, eu tenho 26. Lembro que eu não perdia um programa sequer, lembro bem da comemoração dos 18 anos do programa… Agora, para minha tristeza, tenho que tuitar #rodaviva #PiG. Lamentável.

    Elisa

    02 de novembro de 2010 às 23h35

    Foi banido, porque questionou o Serra; parece que sumiu da CBN também.

vera oliveira

02 de novembro de 2010 às 18h29

esse augusto nunes é intragável

Responder

    Marat

    02 de novembro de 2010 às 21h53

    Ele é um pigueano da gema!!!

    Denise

    03 de novembro de 2010 às 00h58

    Intragável porque simplório.

Angela Mara

02 de novembro de 2010 às 18h29

Vejam bem, acompanhem o raciocínio.

Tiraram o Zé Dirceu do Governo Lula porque sabiam que ele seria o próximo presidente e que o ZD não é Lulinha.
Então pensaram: _ Lula não terá um grande sucessor.

Mas, não contaram com a astúcia do nosso LULA.

Não teve o Zé, mas teve a DILMA, companheira de luta do Zé.

E agora?

Ficamos como queríamos. Com o Zé Dirceu ou com a Dilma, Lula também deitou e rolou.

Agora CHOREM, porque DILMA também não tem medo de sinhozinhos "malvadezas" não.

Responder

Marcelo de Matos

02 de novembro de 2010 às 18h24

Eu pensei que o Zé só tinha livre acesso no blog do Noblat. Parece que ele está sendo finalmente reabilitado. Agora é capaz de aparecer até entrevistas com o Zé. Por que não?

Responder

Carl Brutadilewski

02 de novembro de 2010 às 18h24

PArecia adulto batendo em crianças ahuahauhauhauhauha

Essa Marília Gabriela em momentos de folga só deve ler Caras hraeurhaeurhaeuhraerae

Responder

    Marat

    02 de novembro de 2010 às 21h53

    A diferença de conduta dos "jornalistas" pode ser verificada quando o entrevistado é do psdb…

Muchacho

02 de novembro de 2010 às 18h19

Esse Augusto Nunes é execrável, e o tal Paulo Leite muito fraco. Tal como a colega Emília já disse, acho que eu também faria perguntas mais inteligentes e que pressionariam Dirceu. Por exemplo: Se ele prestara algum tipo de consultoria para Daniel Dantas e Boris Berezowski, e o que acha dos 2 ? Mais valeu, só por ver o mesmo deixar os 3 inquisidores no chinelo, e com classe.

Responder

Selma

02 de novembro de 2010 às 18h19

Também assisti e fui testemunha do show do Zé Dirceu! Colocou todos no bolso! O jornalista da Carta Capital já havia participado ontem do programa da Astrid, ( que declarou no TT seu voto em Dilma) no GNT. Lá, ele também falou muito pouco. Quem mandou muito bem foi o jornalista do Portal Terra. Deixou a jornalista da Folha, que acompanhou toda a campanha do Serra, sem resposta sobre o silêncio em relação ao aborto logo depois da declaração da aluna da Mônica Serra.
Mas o "debate" de ontem me lembrou o último do Lula na Band em que ele também deu um banho em Joelmir, Mitre, Datena e companhia. Alguns quase espumavam! rsrrs
Deu gosto assistir aos dois! Pena que o tempo ontem passou muito rápido… Queria mais!

Responder

M_Lucia

02 de novembro de 2010 às 18h15

ZD deve ter um baita orgulho de ser odiado por gente do naipe de Augusto Nunes e Marília Gabriela.

Responder

    nonato barboza

    02 de novembro de 2010 às 20h15

    M_Lucia: numa só linha vc resumiu, brilhantemente, o que muitos aqui escreveram em diversas linhas. Parabéns!

Brasil e o direito de enriquecimento de urânio para fins pacíficos do Irã « Relação Brasil

02 de novembro de 2010 às 18h14

[…] dia seguinte à eleição de Dilma Rousseff, enquanto criticava a relação do Brasil com o Irã, ao entrevistar  José Dirceu, porque elas ilustram com exatidão muito do que tenho lido e ouvido […]

Responder

will

02 de novembro de 2010 às 18h13

esse josé dirceu é liso praca!
fez de meros paspalhos, paiulo moreira leite e augusto nunes. kkk

Responder

Ricardo L de Lacerda

02 de novembro de 2010 às 18h05

Não honrou a tradição do que foi o melhor programa de entrevista da televisão Brasileira. No lugar de questionamentos,afirmações sobre um processo que não leram demonstrando um despreparo e desrespeito para com o entrevistado e o telespectador. O trio que ancóra o programa dês de que foi reformatado, se quer controlava o tom de vos
O programa parecia mais com um grupo de tomador de cerveja em calçadas de butiquim, discutindo um lance de pelada de rua sem regras, disputada por adolescentes
Salvou-se apenas o convidado não entrevistado. Inocente ou não sabemos ainda, mas com postura digna.

Responder

Alder OeSilva

02 de novembro de 2010 às 17h59

Azenha , confesso que não tenho simpatia por José Dirceu, e não é por causa do tal mensalão. Mas tenho de admitir que ontem no Roda Viva, foi muito bom ver as caras de bobos dos jornalistas que tentavam entrevistar Dirceu. Ver a cara do Augusto Nunes, sem argumentos e com pertuntas tolas, Irã, Venezuela, Cuba, isso não tem preço.
Realmente o José Dirceu deitou e rolou.

Responder

antionio carlos

02 de novembro de 2010 às 17h54

Gente, entendo que iria ser sim uma "inquisição" esta entrevista, já que com gente como Augusto Nunes e a psedojornalista Marília Gabriela tudo poderia acontecer. Com certeza o JD iria colocar esse povo no bolso.
Agora, tenhamos senso crítico para saber também que o José Dirceu é um "Trator" de marca maior, um politiqueiro que quase afundou o governo do presidente Lula. É um ser perigosíssimo, e digo isso com conhecimento de causa. Milito no PT a mais de 15 anos e ele era chamado carinhosamente de "Stalin" pelas correntes de esquerda do partido, por "tratorá-las" sistematicamente em prol da articulação, defendendo alianças políticas esdrúxulas e que quase jogou todo legado do partido no limbo. É um sujeto obsecado pelo poder, e o que é pior, personalista (como o Serrarojas). E isso antes desse rolo todo do suposto "mensalão" (que verdade seja dita, nunca foi de fato comprovado). O sucesso do governo Dilma, no qual todos torcemos, passa por deixar esse cara bem longe do poder. Pra mim não passa de um cara que adota as mesmas práticas políticas da direita, sendo que somente tem de diferente o fato de ser do PT. Esse sujeito não é maior que o partido e o seu principal patrimônio, a militância (que ele abomina !!).

Responder

    Pedro Boemer

    04 de novembro de 2010 às 11h46

    Vc só assina Antonio Carlos, isso é muito pouco para saber quem você é… Parece coisa da PIG… Ou do derrotado do Serra…

Antonio Abreu

02 de novembro de 2010 às 17h54

O boçal do Augusto Nunes têve que amarelar, Zé Dirceu, sózinho, com sua coragem e com sua fala bem articulada e bem fundamentada, calava essa figura e a Gabriela chegava a dar piti quando se via perdida por sua desinformação.

Responder

Arlete

02 de novembro de 2010 às 17h52

Parabéns a José Dirceu, pela sabedoria e perspicácia. Enfrentar as cobras ligadas ao psdb não é tarefa fácil.

Responder

    Leider_Lincoln

    02 de novembro de 2010 às 21h22

    Pela paciência que exige3, né? Por que eles são muito simplórios, muito ignorantes. É fácil demais combatê-los intelectualmente…

Marcio Gaspar

02 de novembro de 2010 às 17h52

A Marilia Gabriela eh muito limitada intelectualmente. Nao dah para aguentar, mas consegui assistir ate o final. Na verdade tentaram interrogar o Dirceu, mas o Dirceu conseguiu se sair muito bem. Como o Azenha disse: " Deitou e rolou". Ficou a impressao para quem assistiu que os "jornalista" nao se conformavam com as respostas do Dirceu. Ridiculo foi quando a Marilia Gabriela deixou escapar um Ra, uma risada curta e ironica quando o Dirceu disse que a politica externa do Lula foi acertada. Marilia Gabriela fora da realidade quando diz que o PT teve sua imagem abalada. Acho que ela ainda nao viu o resultado das eleicoes. Esses jornalista tem intelectualmente o mesmo nivel da classe media brasileira que tem uma formacao superior, um pensamento baseado no senso comum e sem ater aos fatos.

Responder

Angela Mara

02 de novembro de 2010 às 17h51

Eu assisti e fiquei pasma. Eles perguntam, mas não aceitam respostas, pois ficam desmoralizados.
Aliás, eles não perguntam, eles ACUSAM e não querem escutar a defesa do "réu".

M.Gabriela ridícula gesticulando em excesso, fazendo caras e bocas, e querendo aparecer mais do que o entrevistado.
Os calhordas conseguiram tirar o Zé do Governo Lula, pensando que Lula ia se afundar sem ele.

ZÉ DIRCEU É O CARA. A TUCANADA MORRE DE MEDO DELE.
VOLTA ZÉ, PRA DESGOSTO DA TUCANADA DESESPERADA.

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Responder

Carmen Silvia

02 de novembro de 2010 às 17h48

Prá quem como nós conhecemos a inquisição só pelos livros de história,o programa roda viva? de ontem foi uma demonstração muito didática do que acontecia nos tribunais do santo ofício,excetuando o rapaz da revista Época e o jornalista de Carta Capital,o resto era histeria,um ódio irracional que truvava os objetivos de um programa de entrevista.Augusto Nunes tinha sangue nos olhos,ainda assim incompetente demais pra pular na jugular do Zé Dirceu,que comeu a todos com farinha,como dizia meu velho e sábio pai.A mídia brasileira precisa ser repensada urgentemente e a qualificação de seus quadro é uma prioridade,isso que aí está pode nos levar a servir de chacota mundo a fora.Com a incerção do Brasil no cenário internacional não podemos mais contar com jornalistas de cozinha.Me parece que não lêem nada além dos panfletos que lhes dão emprego e assistem apenas programas de entretenimento de baixa qualidade.São de um indigência intelectual vergonhosa,pra quem por deveres de ofício tem a obrigação de irem além do jardins de suas casas

Responder

    ValmontRS

    03 de novembro de 2010 às 12h15

    "Indigência intelectual vergonhosa" expressa perfeitamente o que foi a atuação dos três pseudojornalistas.
    Festival de chavões e preconceitos… uma desinformação estarrecedora e uma arrogância brutal.
    Um programa tradicional, que já teve grandes momentos no passado, está DESTRUÍDO pela "notável competência" dos tucanos. A TV Cultura vai mal no "reino demotucano da liberdade de expressão". Que belo exemplo, hein?

Gilmar

02 de novembro de 2010 às 17h47

o zé dirceu deu um banho neste augusto nunes. com o senador eleito de são paulo ele só faltou beijar. que vergonha ,o zé mostrou que é um cara inteligente e que vai voltar queira o PIG ou não.

Responder

Newton

02 de novembro de 2010 às 17h47

Na reta final da campanha presidencial, uma tucana postou um comentário no Twitter citando (pejorativamente) Zé Dirceu. Pois bem, respondi a ela com uma pergunta simples: afinal, o que exatamente José Dirceu fez? (para tamanha demonização midiática). Pedi a ela FATOS. Foi o que bastou para ela me responder com desaforos, e a frase: "Cada pergunta… O que Zé Dirceu fez… humpf…" Ou seja, resmungo, raiva, mas nada objetivo como resposta. Nada. Ela não sabia. Apenas repete bordões do PIG. É impressionante como esse recurso da "demonização" funciona. Odeia-se alguém e pronto. Bastam acusações inconsistentes, vazias. O "clima", o "tom" do noticiário é o que vale. FATOS não são "necessários"…. Impressionante.

Responder

Josnei

02 de novembro de 2010 às 17h34

José Dirceu é um animal político por excelência. Simplesmente pedalou no Roda Viva.

A arrogância de Augusto Nunes é inversamente proporcional à sua inteligência. Por isso me pergunto, como um jornalista menor como ele tem espaço nos jornalões? No último vídeo, ele teve a cara de pau de dizer que as perguntas foram melhores do que as respostas. A arrogância é tanta que não viu o óbvio: ele não fez perguntas, ele fez afirmações e José Dirceu teve de fazer a réplica.

Responder

    Marat

    02 de novembro de 2010 às 21h51

    "[…] Por isso me pergunto, como um jornalista menor como ele tem espaço nos jornalões?" Prezado Josnei, ele só está lá por isso mesmo… parece que o PIG só contrata bestas-feras capitalistas amestradas pelo Tio Sam… justo eles que adoram copiar coisas dos estadunidenses, por que não copiam os que praticam bom jornalismo?

Joaquim Machado

02 de novembro de 2010 às 17h32

O que mais me assustou foi a agressividade dos entrevistadores incluindo aí a dona Marilia Gabriela e o infame do Augusto Nunes . Assustador.

Responder

    Marat

    02 de novembro de 2010 às 21h49

    A Marília aprendeu um pouco de agressividade com a Madonna e o restante com o PSDB paulista, sesmeiro de SP…

Anselmo

02 de novembro de 2010 às 17h32

DILMA

Não daria pra trocar o Palocci e o Zé Eduardo por meio Zé Dirceu? Acho que o Brasil sairia ganhando.

Responder

jaqueline

02 de novembro de 2010 às 17h31

Não, sei mas vendo toda entrevista toda, o Dirceu me passou seriedade e verdade..Vamos ver no que vai dar

Responder

zepgalo

02 de novembro de 2010 às 17h27

Com esses entrevistadores de baixíssimo nível, foi até covardia. É até constrangedor ver a falta de preparo desses jornalistas.

Ri até não aguentar mais, o Zé Dirceu deitou e rolou mesmo!

Responder

Guilherme Zacharias

02 de novembro de 2010 às 17h10

Esse Augusto Nunes não dá uma dentro mesmo. O cara, como gente, nem gente é; como jornalista, fica claro que que defende a bandeira da oposição, mesmo com argumentos baseados em mentiras e factóides. É um fantoche midiático da pior qualidade.

Responder

    salete de arruda

    02 de novembro de 2010 às 18h50

    Guilherme
    Definitivamente certos jornalistas esqueceram das regras básicas e até do código de ética da profissão. Augusto Nunes não usa métodos e técnicas de um bom jornalista. Se usasse saberia que basta entrevistar eleitores da Dilma para conferir que está dizendo uma bobagem.

Julio cavalcanti

02 de novembro de 2010 às 17h03

Rsss para os "jornalistas" – aspas que eles gostam de usar em suas machetes para falar do pt, fracos, pouco serios, soltando os cliches todos usados na campanha antipt da midia. Ze dirceu nao teve dificuldade para bota-los no bolso. Mais cult, mais inteligente, mais articulado, essa foi facil. Marilia so da para entrevistar artistas de tv, fora disso e muito fraca, desinformada e parcial. Que difference do heredoto barbeiro, mas esse foi demitido por excesso de compentecia. Nao da para a tv paulistana do psdb, para essa so journalista fake.

Responder

pauloxav

02 de novembro de 2010 às 16h58

Caramba!!! Não sei o que tem dentro do Zé Dirceu. Mas que o cara é porreta é! Simplesmente deu um show nos "jornalistas"!! Ele foi chamado pra falar da eleição e foi submetido ao ´Tribunal do Santo Ofício"

Responder

Walter Jr.

02 de novembro de 2010 às 16h51

Aparentemente, José Dirceu estaria entre pitbulls, mas na verdade o que se vê é que ele ficou entre vira-latas comuns e uma pudow histriônica. A exceção ficou para o jornalista da Carta Capital que foi impedido pela cachorrada de formular perguntas de teor jornalístico.
PS. Aproveito o espaço para protestar pelo fim da TV Cultura que acompanhou a minha vida desde a adolescência. Naquela época, ela era considerada a emissora com a melhor programação do país. Havia programas de vanguarda tanto na área cultural como na área jornalística. Tudo acabado pelos tucanos. Cultura não é com eles!
A pá de cal foi dada com a eleição de Alckmin. Uma pena que a oposição daqui seja tão frágil. Pobre São Paulo!

Responder

    Marat

    02 de novembro de 2010 às 18h57

    "vira-latas" comuns: Mandou bem, Walter… e eu completaria: amestrados e que só comem ração do Tio Sam!

    Laércio Nunes

    02 de novembro de 2010 às 20h00

    Vocês estão ofendendo os pobres animais… Augusto Nunes não merece ser comparado nem com um animal… é o que de pior tem no gênero humano…

ZUIS

02 de novembro de 2010 às 16h42

Que diferença de atitude quando comparado com o roda morta do Dr Protógenes. Naquela ocasião tudo deveria ser provado e comprovado contra o Daniel Dantas (dizem as más línguas que é cliente do Zé Dirceu) e agora já julgaram e condenaram o JD. Sem juízo de valor achei que ele foi muito bem, deixando os entrevistadores com cara de bestas, principalmente a Gabi e o Augusto Serra Nunes. Patético.

Responder

Emília

02 de novembro de 2010 às 16h35

Concordo com você Azenha, o Zé Dirceu deitou e rolou, também com um idiota como Augusto Nunes entrevistando, um velho gagá como o Paulo Moreira Leite e uma múmia paralítica como a Marília não podia ser diferente. Mesmo não simpatizando com o Zé Dirceu sempre o achei inteligente e lhe dou o benefício da dúvida, pois somos inocentes até que se prove o contrário. O jornalista da Carta Capital eu achei fraco, pois não perguntou quase nada, assim como o da Época, mas de qualquer maneira o Sr. Dirceu foi guerreiro, comprou a briga e sai grande dela. Eu que sou uma dona de casa teria feito perguntas mais inteligentes do que o idiota da Veja.

Responder

ZePovinho

02 de novembro de 2010 às 16h33

http://www.brasiliapoetica.blog.br/site/index.php

"Certeza Fanática

Foi bom que os rapazes do CPOR andassem pelo Planalto. Eles conversaram com os candangos, morderam o pó sagrado de Brasília. E, sobretudo, viram a mais bela cidade do mundo. Eu sei que, segundo os inimigos de Brasília, a beleza passou a ser uma indignidade. Diante do belo, do simplesmente belo, rosnam: — “Fascismo! Fascismo!” E, no entanto, o paralelepípedo mais analfabeto teria vontade de chorar lágrimas de esguicho ante a beleza de Brasília. Na Praça dos Três Poderes, o brasileiro que não viajou nada, que não passou do Méier, é atravessado pela certeza fanática: —A Praça de São Marcos não chega aos pés da nossa. Eu não me esqueço de uma moreninha, leitosa de corpo e de rosto, que, diante do Palácio dos Despachos, dizia no seu deslumbramento:— “Acabo tendo um filho pela orelha!”

Primeira Missa

Essa mocinha anônima, que chegava dos cafundós do Judas, e que falava em dar à luz pelo ouvido, fazia mais que uma piada ginecológica. Ela traduzia todo um estado de alma histórico e nacional. Amigos, eu quero dizer por fim: — Andou bem o Coronel Álvaro, do CPOR, em oferecer aos alunos a maravilhosa experiência humana e brasileira, que é uma simples visita ao Planalto. Ir a Brasília é voltar mais brasileiro. Se o Corção estivesse lá à meia-noite, de vinte e um, na Praça dos Três Poderes, havia de arrancar do fundo de sua acidez de magro e de lívido a confissão total: — “Esta, sim, é a Primeira Missa do Brasil”!

Crônica de Nelson Rodrigues sobre a inauguração de Brasília publicada no Jornal Ultima Hora, em 22 de abril de 1960.

Responder

ZePovinho

02 de novembro de 2010 às 16h31

Os cretinos são sempre assim.Não acreditaram em Brasilia como não acreditam no Brasil.Texto completo no site do meu cunhado:
http://www.brasiliapoetica.blog.br/site/index.php

A derrota dos cretinos
Nelson Rodrigues

O carro encosta na estrada. Uma mocinha salta. Dezesseis, dezessete, no máximo dezoito anos. Na sua graça ágil, no seu passo leve, corre para o mato. Os cabelos presos num lenço fino. Outros carros vão passando e vêm à urgência pânico da mocinha. Em seguida, a pequena some, liricamente, atrás de um arbusto. O automóvel espera à beira da estrada.

Quanto tempo passaria, lá, a adolescente? Não importa. O que importa é que, nas vésperas da inauguração de Brasília aquela cena de estrada repetiu-se dez, vinte, trinta, cinqüenta vezes. Íamos nós, eu e o Tenente-Coronel Moacir Matos Oliveira, num comboio do CPOR, do Rio de Janeiro. Três ônibus, com oitenta e poucos alunos. O Coronel Álvaro convidara-nos a mim e ao Tenente-Coronel Moacir para acompanhar a caravana. E justiça se faça: os três ônibus cumpriam uma meta pesada, quase bovina, de cinqüenta ou na melhor das hipóteses, sessenta quilômetros. Que experiência densa, apaixonante, viajar, não num jato, mas em três briosas carroças encantadas. Conhecemos então esta coisa comovente que é a Estrada Belo Horizonte-Brasília que não pára, não cansa, que assombra com seu asfalto interminável e épico.

Mas como eu ia dizendo: À medida que o comboio se aproximava de Brasília, começamos a ver carros parados na estrada. Sempre meninas fugindo docemente para o mato e fazendo de um arbusto o biombo do pudor. Era lindo. Digo “lindo” e já acrescento: — Inédito. De fato, o “pipi na estrada” (feminino) foi o detalhe novo da inauguração de Brasília. Não me lembro, em toda a minha experiência rodoviária, de ter visto nada parecido. Homens, sim. Nunca mocinhas e muito menos com tamanha constância.

O Asfalto Honesto

Dir-se-ia que a cistite física às portas da grande cidade era um sintoma nacional. O Brasil tem a sua primeira e última Brasília. Por que não se comover até as profundezas? As meninas que saltavam na estrada, que se escondiam atrás da moita densa, percebiam, instintivamente, que a História as solicitava. Ainda bem que nós e os alunos do CPOR estávamos embaixo e não lá em cima. Como o chão é realmente mais empolgante que as altitudes tremendas? Não há Céu tão genial como o simples e honesto asfalto da Belo Horizonte-Brasília. Com que tensão, com que gana os alunos do CPOR e o Major Rodin que os comandava, se prepararam para entrar em Brasília!

……………………………………………………………………………………………

Responder

Laércio Nunes

02 de novembro de 2010 às 16h30

O pelotão de fuzilamento saiu fuzilado… Um dos momentos mais hilários foi quando a aloprada comandante Marília Gabriela, tentando cumprir o papel para o qual foi contratada, disse que "já esperava" por aquela situação. Foi um dos momentos mais explícitos do autismo do PIG, servirá para estudos de como eles falam para si próprios. Chegaram a rir quando o Zé Dirceu disse que a quebra de sigilo fiscal da filha do Serra era briga interna dos tucanos. Onde eles vivem? E no final, Augusto Nunes (não tenho nenhum parentesco com essa figura lúgubre) ainda teve o desplante de dizer que preferiu as perguntas às respostas.

Agora sei porque fizeram tanto para execrar Zé Dirceu na grande farsa do "mensalão". Ele se saiu muito bem. Por muito menos, o Serra teria se levantado e saído (não poderia levar a fita porque era ao vivo…). Tentaram pegá-lo: quando ele desmontava a farsa de uma pergunta, metiam outras informações de outros casos; mesmo assim ele explicitou esta manobra deste tipo de jornalismo sujo.

O único que fez perguntas relevantes e não participou do tribunal do Santo Ofício foi o jornalista da Carta Capital, o solitário contraponto à fúria inquisitorial.

Responder

Cecília

02 de novembro de 2010 às 16h28

Embora eu fique pensando cá com os meus botôes (mineiros pensam assim!), sobre qual o propósito de o "Roda Viva" convidar o Zé Dirceu, neste momento, para uma entrevista (seria a de fazer a ligação imediata do Zé Dirceu com o governo Dilma e, a partir daí, desqualificá-la, seguindo a linha da propaganda de serra?), avalio que, a despeito de risadinhas indecentes de Marília Gabriela (cf a mesma qdo o Zé Dirceu responde à pergunta sobre a política externa de Lula), a despeito de os jornalistas estarem ali para prática de tirambaço ao alvo, o Zé Dirceu se saiu muito bem e mostrou como é importante para a oposição (inclusive meios de comunicação) o seu linchamento. Mais sereno e mais convincente, o Zé aprendeu com a vida. E está melhor do que nunca. Se o objetivo era expô-lo de mau jeito, o tiro saiu pela culatra e pode demonstrar que a entrevista abriu-lhe um caminho para a recuperação pública de sua imagem.

Responder

    Vanessa

    02 de novembro de 2010 às 20h42

    Concordo Plenamente,….

    @cenossaum

    02 de novembro de 2010 às 22h34

    com certeza essa entrevista é o início da recuperação da imagem pública do zé dirceu. ele falou p a nova militância.

    TavaresdeMello

    03 de novembro de 2010 às 00h11

    Avaliação perfeita, Cecília.__Mais sereno… também me perguntei se aprendeu com a vida. Mas não terá sido a mídia, a responsável pela imagem de que Zé Dirceu seria assim… tão arrogante?

Jose Paulo

02 de novembro de 2010 às 16h25

Não foi entrevista. Foi um debate bastante acirrado. Os entrevistadores falaram muito mais que Zé Dirceu. Ele como sempre foi convincente e firme. Sou seu fã. Aguardo sua volta que, creio, está próxima. Ele ainda fará parte da futura história a ser escrita.

Responder

    Lucas Cardoso

    02 de novembro de 2010 às 18h48

    É verdade. Pra uma entrevista, houve mais afirmações do que perguntas por parte dos "entrevistadores".

    Marat

    02 de novembro de 2010 às 19h03

    José, isso prova a pobreza de espírito (já que de grana estão bem, graças ao Tio Sam) de nossos jornali$$$ta$$$. Eles fazem a pergunta de acordo com sua lógica e querem impor a resposta ao entrevistado. Quando este se defende, é debochado ou mesmo desprezado… triste fim teve o PIG, com a morte de seu patrono Serra!!!

Pedro Cruz

02 de novembro de 2010 às 16h24

Como é arrogante esse Augusto Nunes!!! Como é pequeno!!!! O Zé Dirceu deu um banho!!!! Deu dó!!! É verdade: "Deitou e rolou". Que pecado, o crime que praticaram contra esse cara!!! Que prejuízo causaram ao país!

Responder

Cristiana Castro

02 de novembro de 2010 às 16h22

É isso aí, JD! Muito bom te ver " deitar e rolar" em cima desses que acreditavam ter te detonado. Pareciam uma gralhas gritando e levantando a bunda da cadeira.Porta dos desesperados! Dá-lhe, JD!!!!! Bem vindo, de volta a arena.

Responder

Luana

02 de novembro de 2010 às 16h21

Um aluno de terceiro período de relações internacionais entende mais de política externa do que estes pseudo jornalistas.

Responder

    Marat

    02 de novembro de 2010 às 19h04

    Luana, devo concordar contigo. Aliás, eu já propus que os "jornalistas" deveriam fazer uma prova anual, do tipo ENEM… poucos deles tirariam nota maior que 5, nos quesitos História, Geografia, Política e Atualidades!

    Vanessa

    02 de novembro de 2010 às 20h44

    Sobre Politica externa, acho que ninguem entendeu o papel do Lula, precisa vir o JD para explicar, tb estes jornalistas sao muito fraquinhos mesmo.

Gerson S.

02 de novembro de 2010 às 16h19

Ele se defende muito bem e olhando nos olhos de seus inquisidores. FAla com extrema segurança e refuta acusações.
Muito bom o momento que ele diz que será julgado pelo STF e nào por jornalistas.

Responder

Virgílio

02 de novembro de 2010 às 16h16

À postura de ódio, agressividade, deselegância do bando que se diz ou é considerado jornalista (exceção ao da CArta Capital), a clareza, firmeza, precisão, argumentação lúcida do Zé Dirceu. Valeu! Ele precisa se expor mais e mais a estas situações para ir vencendo a pecha que a imprensa colou em seu nome. Espero que ele consiga dar a volta por cima e exercer o papel para o qual está preparado no Brasil.

Responder

pedroleonardo

02 de novembro de 2010 às 16h12

Sinto muito, mas não dá para fazer programa de entrevistas com as presençãs de Marília Gabriela (fraquíssima e mal informada) e Augusto Nunes (só chavões e movido por desonestidade). Aliás, como pode a direção de uma TV pública escolher o Augusto Nunes para ser membro fixo do programa (TV PSDB)?

Guilherme e Sérgio foram discretos nas perguntas. Paulo Moreira Leite até que tentou alguma coisa, com algumas boas perguntas, mas Dirceu o colocou no bolso. Nunes, aquele que no blog diz que Dirceu é quadrilheiro, é risível, como sempre. Um verdadeiro comediante. Gabi está cada vez mais caricata, o personagem do Ceará do Pânico é bem melhor que a original.

Dirceu é muito articulado. Diante de entrevistadores tão limitados "fez a limpa". Sempre será um dos quadros mais bem preparados do PT. Não foi à toa que seus adversários quiseram eliminá-lo da política.

Responder

    Marat

    02 de novembro de 2010 às 19h06

    O Augusto Nunes é o próprio PSDB (Pobre, Salafrário, Deselegante e Burro)…

priscila presotto

02 de novembro de 2010 às 16h09

Não dá para aguentar a arrogancia do Augusto Nunes!
Se acha e jogou seus premios no lixo!

Responder

    Jair de Souza

    02 de novembro de 2010 às 17h32

    O Augusto Nunes merece todos os prêmios que já ganhou. Quem não vale nada e deveria ser condenado é quem outorgou os prêmios a ele.

O_Brasileiro

02 de novembro de 2010 às 16h07

Vi a entrevista. Impressionante como ha "jornalistas" que ou sao ou agem como fanaticos de direita.
Talvez deva ser implantada um orientacao psicologica nas faculdades de Jornalismo para que seus egressos pelo menos tentem manter o equilibrio, quando nao conseguem manter a imparcialidade quando no exercicio da profissao.

Responder

    Marat

    02 de novembro de 2010 às 19h08

    Muito bem colocado. Devo lembrar-lhe que muitos "jornalistas" são assíduos frequentadores de psiquiatras, e, muitos deles, só ficam assim valentões quando estão entupidos de Rivotril ou de Lexotan… quando não é isso, é Whisky mesmo!

lilian

02 de novembro de 2010 às 15h31

Esse Augusto Nunes hein, o pior de todos, que horror!
José Dirceu mandou muito bem! Se impõe, fala com autoridade e conhecimento.
"Deitar e rolar" cai perfeito nessa entrevista

Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding