VIOMUNDO

Diário da Resistência

Sobre


Jeferson Miola: Chile enterra de vez cadáver do ditador sanguinário que inspira governo Bolsonaro e canta “adeus ditadura”; vídeo
Foto: Olympia Loló / Mídia Ninja
Política

Jeferson Miola: Chile enterra de vez cadáver do ditador sanguinário que inspira governo Bolsonaro e canta “adeus ditadura”; vídeo


26/10/2020 - 12h43

Revolução democrática avança no Chile

Por Jeferson Miola, em seu blog

A revolução democrática avança no Chile.

O povo chileno está dando um exuberante exemplo de vigor democrático e de poder popular no plebiscito que define o presente e o futuro do país e que enterra em definitivo o espectro do ditador sanguinário Augusto Pinochet – o facínora que inspira Paulo Guedes, Bolsonaro e o governo militar brasileiro.

O plebiscito foi adiado sucessivamente devido à pandemia.

A oligarquia presidida por Sebastián Piñera, contudo, aproveitou o pretexto pandêmico para tentar, de todas as formas, sabotar e cancelar o exercício da soberania popular. Mas não conseguiu.

No plebiscito [25/10], a população decidiu a respeito de 2 questões: [1] se concorda com a elaboração de nova Constituição para o país em substituição à Constituição pinochetista de 1980; e [2] se entende que a nova Constituição deve ser elaborada por um Congresso constituinte misto, integrado por atuais parlamentares mesclados com constituintes eleitos; ou se a nova Constituição deve ser elaborada por uma Assembleia Constituinte exclusiva, soberana e específica para tal fim.

Estima-se que um enorme contingente dos 14,7 milhões de chilenos/as aptos/as a votar tenham acorrido às salas de votação, significando um recorde de participação popular em episódios eleitorais do país.

Os dados avançados da apuração, irreversíveis a essas alturas, confirmam a vitória estrondosa de quase 80% de votos a favor da convocação de uma Assembleia Constituinte exclusiva, soberana e específica, a ser escolhida na eleição de 11 de abril de 2021 para escrever a nova Constituição que vai substituir a Carta fascista e ultraliberal imposta por Pinochet em 1980.

Em março passado, a pressão popular já tinha conquistado a aprovação de Lei que estabelece a paridade de gênero da representação da Assembleia Constituinte.

Isso significa que dentre os/as 155 constituintes eleitos/as, metade deverá ser, obrigatoriamente, de mulheres.

Não foram poucas as dificuldades interpostas pelo governo Piñera, pelos setores militares do país e pelas oligarquias vassalas servis aos EUA para reprimir e impedir o exercício da soberania popular.

Mesmo considerando a supremacia da expressão popular, o casuísmo da elite exige que, para ser aprovada a mudança constitucional, 66% da população deve aprová-la.

Não faltou truculência e o uso letal de armamentos israelenses na repressão pelas forças de segurança do Ministério do Interior à gigantesca onda de protestos no Chile, iniciada há um ano atrás.

A despeito disso, o povo chileno afrontou o establishment, avançou na resistência ao totalitarismo neoliberal e radicalizou a luta democrática.

Allende, no seu último e dramático discurso em vida transmitido pela Rádio Magallanes às 10:10h da manhã de 11 de setembro de 1973 no Palácio de La Moneda, instantes antes de ser assassinado pelos gorilas fardados liderados por Pinochet, proferiu as seguintes palavras:

“Trabajadores de mi patria, tengo fe en Chile y su destino. Superarán otros hombres este momento gris y amargo en el que la traición pretende imponerse. Sigan ustedes sabiendo que, mucho más temprano que tarde, de nuevo se abrirán las grandes alamedas por donde pase el hombre libre, para construir una sociedad mejor”.

As palavras proféticas de Allende, proferidas 47 anos atrás, agora ganham concretude na revolução democrática que avança no Chile.

O povo chileno abre as grandes alamedas por onde passa o homem livre, para construir uma sociedade melhor e igualitária.



Ajude o VIOMUNDO a sobreviver

Nós precisamos da ajuda financeira de vocês, leitores, por isso ajudem-nos a garantir nossa sobrevivência comprando um de nossos livros.

Rede Globo: 40 anos de poder e hegemonia

Edição Limitada

R$ 79 + frete

O lado sujo do futebol: Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!

R$ 40 + frete

Pacote de 2 livros - O lado sujo do futebol e Rede Globo

Promoção

R$ 99 + frete

A gente sobrevive. Você lê!


9 comentários

Os comentários aqui postados são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do VIOMUNDO. Todos as mensagens são moderadas. Não serão aceitos comentários com ofensas, com links externos ao site, e em letras maiúsculas. Em casos de ofensas pessoais, preconceituosas, ou que incitem o ódio e a violência, denuncie. Leia o nosso termo de uso.

Zé Maria

27 de outubro de 2020 às 01h52

2021 será um Ano de Esperança no Chile, como não se via há meio século desde a eleição de Salvador Allende.

A Esquerda Chilena terá de se preparar para oferecer quadros partidários suficientes para preencher 155 vagas na Assembléia Constituinte exclusiva, em abril/2021, quando também serão eleitos os 16 governadores regionais, 345 prefeitos e 2.240 conselheiros municipais (vereadores);
e mais 182 Cadeiras no Parlamento (155 deputados e 27 senadores) em novembro/2021, concomitante à eleição presidencial.

Responder

    Zé Maria

    28 de outubro de 2020 às 03h35

    Maya Fernández, Camila Vallejo e Karol Cariola
    são Lideranças que terão grande importância
    no comando do processo de eleições no Chile.

Maria Carvalho

26 de outubro de 2020 às 21h13

Esse vídeo jamais será mostrado nas grandes tv’s brasileiras.

“O povo chileno abre as grandes alamedas por onde passa o homem livre, para construir uma sociedade melhor e igualitária.”
E quando o povo brasileiro irá “acordar” para a luta?

Responder

Henrique Martins

26 de outubro de 2020 às 21h03

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/lula-se-o-pdt-tivesse-apoiado-o-pt-bolsonaro-nao-tinha-vencido-as-eleicoes/

Pois é Lula. Não tem exemplo melhor do que esse. O PDT não apoiou o PT. Por isso o partido não venceu as eleições e agora nós temos um louco de extrema direita governando o país.

Responder

Henrique Martins

26 de outubro de 2020 às 19h48

https://www.ocafezinho.com/2020/10/26/lula-se-o-boulos-for-ao-2-turno-e-o-jilmar-nao-for-acho-que-o-pt-nao-tem-nenhuma-duvida-de-apoiar-o-boulos/

Politicamente isso é elementar. O problema que Tatoo não vai ao segundo turno e Boulos tem chances de ir se tiver o apoio do PT. O raciocínio de vocês entrega o poder na cidade mais importante do país para a direita ou extrema direita.

Responder

Henrique Martins

26 de outubro de 2020 às 19h36

https://www.diariodocentrodomundo.com.br/eua-pandemia-faz-biden-liderar-em-wisconsin-estado-chave-que-preferiu-trump-em-2016/

Engano deles. Wisconsin não ajudou a eleger Trump. O estado foi usado para elege-lo isso sim.

Responder

Henrique Martins

26 de outubro de 2020 às 16h27 Responder

Henrique Martins

26 de outubro de 2020 às 16h11

https://www.correiobraziliense.com.br/politica/2020/10/4884691-nao-pode-um-juiz-decidir-se-voce-toma-ou-nao-a-vacina-diz-bolsonaro.html

Pode sim! Com base na lei que o senhor sancionou ainda este ano e que está em consonância com a proteção ao direito social previsto na Constituição.
Se o senhor pensava assim por que sancionou a lei?
Um homem que atuou no Congresso 30 anos e não sabe que os juízes devem decidir com base nas leis e na Constituição. Se bem que temos aí umas ‘certas’ exceções pelos mesmos motivos que o senhor advoga contra as vacinas, ou seja, motivos políticos.
Além disso, quem disse para o senhor que as vacinas serão obrigatórias sem a aprovação dos órgãos competentes e sem a garantia de segurança?

Responder

Henrique Martins

26 de outubro de 2020 às 15h57 Responder

Deixe uma resposta

Apoie o VIOMUNDO - Crowdfunding
Loja
Compre aqui
O lado sujo do futebol

Tudo o que a Globo escondeu de você sobre o futebol brasileiro durante meio século!